Bariloche sem neve: bonito de todo jeito

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Vista do Cerro Campanario

Esta é a minha primeira vez em Bariloche. Nunca vim pra cá antes porque não tenho toda essa fascinação por neve, não (já basta a que tenho com praia). E de livre e espontânea vontade nunca viria  na muvucona máster das férias de inverno (OK, talvez um dia tenha que fazer isso pra registrar aqui no site).

De todo modo, há muito tempo tenho lido e ouvido que a região é linda o ano inteiro. E que depois que a neve derrete (ou antes que ela volte) fica mais gostoso curtir a região. Aproveitei esse finzinho de verão patagônico para fazer o tira-teima.

Vista de um ponto panorâmico da av. Bustillo

Chegamos sexta à noite, num vôo bem caro da Aerolíneas (260 dólares desde El Calafate, 1h20 de duração). A sexta-feira tinha tido temperaturas altas (chegou a 22 graus), mas no sábado um vento gelado derrubou a sensação térmica para uns 8, 10 graus. (Minhas Havaianas continuam virgens na mala.)

Só aluguei carro a partir do domingo, então no sábado, ainda sem rodas próprias, resolvi fazer meu segundo city-tour de panoramas da viagem pra ver como era. Nos encaixamos numa saída para o Circuito Chico (chico de "pequeno"wink, que em três horas percorre a costeira oeste da cidade e leva a três mirantes belíssimos -- um deles, o Cerro Campanario, aonde se chega de teleférico.

Subindo para o mirante do Cerro CampanarioO teleférico do Cerro CampanarioO café do cerro Campanario

Nosso guia fez questão de dizer que o mirante lá do Campanario foi eleito pela National Geographic como um dos 17 com as vistas mais bonitas do mundo. Parece uma coisa meio Jericoacoara no Washington Post, mas uma vez lá em cima, não tive como contra-argumentar.

A vista do Campanario, bis

A segunda parada é num mirante à beira da estrada, de onde percebemos perfeitamente por que o hotel Llao Llao está na melhor localização possível nas cercanias barilocheanas.

O Llao Llao (diga: jao jao)

De lá partimos para rodar pela península onde está o Llao Llao e ir até Puerto Pañuelo, de onde saem os passeios lacustres (incluindo o cruce de lagos). Ali se avista o Llao Llao de outro ângulo, mas é só.

O Llao Llao, de outro ângulo

O que tem pra fazer em Bariloche nesta época?

Bem... sem neve, as montanhas ao redor servem basicamente para trekking (tô fora). Os passeios pelo lago -- incluindo pesca esportiva -- continuam valendo (mais até do que no inverno). Num esporádico dia quente, dá pra tomar sol (entrar n'água, só no altíssimo verão, e olhe lá).

Mas o grande atrativo de Bariloche sem esqui está na região em torno, onde lagos, montanhas e bosques se combinam de maneira a criar um cartão postal instantâneo não importa para onde você olhe.

Dá pra fazer esses passeios em tours e voltar para dormir todos os dias em Bariloche, mas o mais bacana é pegar um carro, sair por aí e dormir em hoteizinhos charmosos fora da cidade.

É isso que estamos fazendo desde domingo. Voltamos na quinta a Bariloche só para continuar viagem ao Chile na sexta. Fiquem logados...

Leia mais:

425 comentários

LETICIA  Z
LETICIA ZPermalinkResponder

Riq
Qual foi o hotel de vcs em Bariloche?
Bjo.

Ricardo Freire

Na primeira estada, um três estrelas velhusco mas renovado, o Carlos V. Na volta vamos dormir no Design Suites. Vai ter post sobre hospedagem em todas as escalas desta viagem.

Ana Luisa
Ana LuisaPermalinkResponder

Ah...eu já fiquei no design suites. Show! O quarto tem uma varanda linda e uma hidro deliciosa com vista para o lago, além de ser super espaçoso. O restaurante do hotel quando eu fui ( 2006) também era muito bom, me lembro que tinha um " mix de vegetales" que era divino. Aproveite!

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

E eu já me hospedei no Carlos V, no finzinho de dezembro de 2009(quando fiz basicamente esse mesmo roteiro do Ricardo, com pequenas alterações na ordem das cidades). Pelo preço, compensa, notadamente porque em Bariloche eu fico muito pouco tempo no hotel. Mas só pelo preço mesmo. Eu fiquei no quarto 203. Em uma cidade onde os hotéis medianos custam em torno de US$ 100, o Hotel Carlos V Patagonia é um hotel apenas razoável. O quarto é pequeno. A cama é confortável. O banheiro é mínimo. A pia é quase em cima do vaso sanitário. O café-da-manhã é fraquinho. O horário para o checkout é às dez da manhã, o que pode ser bem inconveniente. Toda a equipe do hotel foi bastante prestativa (mesmo na noite de Natal e com várias pessoas pedindo muitas coisas ao mesmo tempo).

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Preço: Ar$ 278 por noite em um quarto duplo (aproximadamente US$ 70 na época da reserva – todas as taxas e impostos incluídos neste preço).

Ricardo Freire

Paguei por aí também, e concordo totalmente com a sua análise geral.

Gabriel B M de Oliveira

Ano passado me hospedei no Carlos V em Setembro..
Ja no final do inverno...mais gostei bastante do hotel..
tem um jeitão de antigo...mais ta renovado...e os atendentes sempre foram muito prestativos.
Não tenho reclamações do hotel não, ate pq como foi escrito nos coments acima, não fui para curtir o hotel ne..rsrs

Dri
DriPermalinkResponder

E os São Bernardos? Estavam no mirante do Llao Llao?? Tudo bem que no fundo eu acho no mínimo estranho explorar os cães como atração turistica, mas aquelas pequenas bolas de pelo me atrairam magneticamente!!

diogo
diogoPermalinkResponder

que espetáculo... olha, não sei se é mais bonito não, mas tá pau a pau!

Diego
DiegoPermalinkResponder

É incrível como as estações de ski conseguem ficar lindas o ano inteiro. A beleza de Bariloche é algo mesmo. Pena que a estação tá tão caída em termos de estrutura e serviços durante a temporada da neve.
Abraços

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Que lindeza! Eu estive em Bariloche na temporadona de inverno em 2004 e era mais brasiloche que qq coisa, lotadissima. Desde entao, vivo pensando em um dia voltar na primavera ou outono pra ver esses cenarios assim, verdinhos wink

Thiago Parente

Eu olhei esse Design Suites no ano passado. Muito charmoso. Eu queria ter ido em abril/09 mas não rolou. Vamos ver se no ano que vem saiu.

Paula
PaulaPermalinkResponder

Vc sabe se tem vôos diretos de SP para lá??

Ricardo Freire

Tem charter no inverno. O vôo regular direto da TAM terminou.

Marcie
MarciePermalinkResponder

Naninanão: pra mim tem que ter muuuita neve, mesmo.

Amélia
AméliaPermalinkResponder

Voce vai a Isla Vitoria?

Ricardo Freire

Não. Preferi usar os dias por aqui para ir a Villa La Angostura, San Martín de los Andes e El Bolsón.

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Vai adorar Villa La Angostura e San Martín (faça a Rota dos Sete Lagos, monitorando um dia bonito). Em Villa La Angostura, aproveite a cotação do peso argentino e jante o menu de sete pratos no http://www.lasbalsas.com/ Se você não gostar, eu pago smile

Rosa
RosaPermalinkResponder

Eu estive em setembro/09, a cidade estava muito suja, meio que abandonada, largada. Pode ter sido efeito da crise, mas é um lugar lindo que merece estar sempre bem cuidado. Pretendo dar uma 2ª chance com mais tempo.

Ricardo Freire

O centrinho é bem feioso mesmo. Fiquei bastaaante decepcionado com a rua principal e suas transversais. Mas os arredores são magníficos mrgreen

Carla
CarlaPermalinkResponder

Que pena! Quando eu fui, em 2000, o centro era bem charmosinho... (São 10 anos, né? Acho que é por isso que eu tenho mania de voltar aos lugares - pra continuar "conhecendo"...)

PG
PGPermalinkResponder

Eu esperava que o centro de Bariloche fosse algo parecido com o centro de Gramado. Que nada. Foi decepcionante. Muxibinha.

A verdadeira atração de Bariloche não é a cidade, mas os passeios ao redor da cidade, que são simplesmente cinematográficos.

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Rosa, tinha sobrado um pouquinho de neve nas montanhas? Só para ver o branquinho ao longe?
Será que alguém sabe me dizer isso? Pra mim não precisa ter muita neve e eu tô fora da cidade muvucada da temporada, queria só ver aquela coisa açucarada lá lonnnnnge...

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Ops...logo abaixo a Carla disse que tinha neve! Desculpaê, não tinha chegado lá ainda...

Virginia
VirginiaPermalinkResponder

Bariloche sem neve realmente também é muito linda. Estive lá em junho/2007, cheguei com céu azulzão, sem uma nuvem, foram 2 dias lindos só a temperatura era bem baixa. Depois o tempo virou e até nevou um pouquinho. Na verdade, acho que aquela região é linda de qualquer jeito...

Vera Lucia
Vera LuciaPermalinkResponder

Em Bariloche e arredores (Vila Angostura e San Martin de los Andes) a natureza abusa. O legal é, realmente, alugar um carro para conhecer o entorno.

Rodrigo Barneche

Uma dica em Bariloche para quem não curte trekking é subir o Cerro López em veículos 4x4 (custava 50 pesos/pessoa em 2007). A vista que se tem lá de cima é belíssima.

MacCrow
MacCrowPermalinkResponder

Riq,

Sabe dizer que modalidade de pesca esportiva é praticada ?

Fly-fishing (usada muito para pesca de trutas) ou artificial?

[ ]s

Ricardo Freire

Não entendo nada do assunto, mas vi muitos letreiros com fly-fishing escrito.

MacCrow
MacCrowPermalinkResponder

Obrigado!

Majô
MajôPermalinkResponder

E eu não conheço Bariloche... Vistas belíssimas e fotos idem smile

Edu Luz
Edu LuzPermalinkResponder

Conheço e já vi ( no inverno).
Quero ir pra lá no verão pois deve ser bem mais legal e menos muvucado.
Agora o Llao Llao não é longe demais de tudo? Ou o espírito é este mesmo: quanto mais longe do centro, melhor.

Ricardo Freire

O Llao Llao é autocontido; se não quiser, nem precisa sair. O bom é que os passeios de barco estão na frente do hotel, é só atravessar a rua... Mas eu acho que você vai gostar mais das outras cidades do circuito.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Eu fui em um mês de setembro, finzinho de um inverno muito rigoroso, então ainda peguei neve, mas nenhuma muvuca, nem sinal de "Brasiloche"... wink Faço planos para voltar em uma estação mais amena um dia!

Taysa
TaysaPermalinkResponder

Ih , vou descordar um pouco ... Cheguei hoje de Bariloche e não vi graça em nada ! Tá certo que fui para um Simpósio e só passeei pelo Centro e fui numa excursão -- péeeesima , para Villa La Angostura . Fiquei no Panamericano , e achei o hotel antigo ,porém bem conservado , mas a comida lá era horrível . Muita maionese e muita comida embutida e fria . A paisagem é bonita e gostei do Lago Nahuel Huapi , mas só isso não vale o passeio ( a distância , troca de aeroporto , espera , etc ) . Para voltar só combinando com outro passeio , talvez o Cruce de Lagos .

Juliana Lima
Juliana LimaPermalinkResponder

Fui a Bariloche pela primeira vez agora em janeiro, em pleno verão e AMEI. Sinceramente, não sei se gostaria da combinação neve + muvuca de brasileiros no inverno. Fizemos vários passeios de trekking que não são possíveis no inverno. E além disso, não estava calor - deu para usar um casaquinho todos os dias. Ver os moradores de lá curtindo a "praia" de pedrinhas na beira do lago é super engraçado. E o contato com a natureza e a vista são maravilhosos. Quero voltar. NO VERÃO!

Leticia Greco
Leticia GrecoPermalinkResponder

Riq, lembra que te perguntei sobre Bariloche para passar as dicas para a lua-de-mel do meu cunhado?? Pois é, hoje mandei um email para ele felizinha da vida que vc tinha começado a postar sobre lá mas ele me disse que resolveu ir para Punta Cana... rs.. bem diferente ne?? De todo jeito estou guardando suas dicas de Bariloche... quem sabe eu vou um dia???

Fernando Sevá

Abusadamente lindas, assim são as paisagens no Verão. Não esqueça o Cerro Tronador e excelente continuação de viagem. Abraços!

Gerson
GersonPermalinkResponder

Rosa.
Depois de visitar Bariloche no inverno e tb no verão, voltei em fevereiro de 2008 e realmente achei-a muito descuidada (a cidade). Diferente das vezes anteriores em que lá estive.
Taysa.
Você vai ter que voltar. Creio que estava cansada (pelo Simpósio), e não deu sorte na comida. Volte,com tempo suficiente para fazer os passeios, respirar com muita calma, Curtir a vista do "Cerro Campanario", subir nas gôndolas do "Cerro Catedral" e sentir o frio lá em cima (mesmo no verão).

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

A crise pegou a Argentina de jeito, em 2004 o Panamericano era um hotel bem legal. Um programa que eu fiz qdo estive aí (não, você não vai querer fazer) foi um rafting no Rio Manso. Acho que foi a paisagem natural mais linda que vi na vida (acho que rivaliza c/ Noronha, embora em estilos completamente diferentes; não consigo me decidir). Não fiz nadinha de esforço, mas a viagem é cansativa, são 180km numa excelente estrada, já na fronteira com o Chile, vendo Torres del Paine a cada curva (Ai, que saudade...)Estava quente e o banho de rio era uma delícia.

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Dizem que pela cidade Gramado/Canela são muito mais bonitas e arrumadinhas que Bailoche, o diferencial da cidade argentina é a paisagem dos arredores e a neve no inverno.

Ricardo Freire

Egzéctli. Nesse quesito, ponto pra Gramado, que soube continuar bonitinha também no perímetro urbano.

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Eu gosto alugar carro e pesquisar B&B ou hoteis pequenhos e charmosos, ou rústicos enquanto vou pela rota. Adoro olhar o paisagem durante os vaigens em carro. É uma aventura "on the road"!
Gostei do lugar e adorei as fotos!!!!!!!!!!!!!!!

Gabi
GabiPermalinkResponder

Olá Riq.
No finalzinho de junho desse ano vou passar 9 dias em Bariloche.
Eu quero muito ver neve! Não conheço ainda e não vejo a hora de conhecer!!!
Você acha que mesmo com neve vale a pena fazer esse circuito que você fez? Acho que na alta temporada é melhor já ir com os hotéis fechados, certo?
Vai que não conseguimos um!
Tô ansiosa por mais dicas!!!

Ricardo Freire

Se você quer ter garantia de neve e pode ir fora de temporada, vá em agosto.

Isabel O., Portugal

Agora em Bariloche também há um hotel do grupo Pestana.

http://www.pestana.com/hotels/pt/hotels/southamerica/BarilocheHotels/Bariloche/Home/
Será que alguém conhece?

Ricardo Freire

Fica à beira de um outro lago, o Gutiérrez, que está na outra saída da cidade. Parece bem bacana, não sei se vou ter tempo de visitar.

Amélia
AméliaPermalinkResponder

Estive em Bariloche no final de julho em 1991, lua de mel...Fomos de trem a partir de Bs As, em cabine, carro restaurante, etc.Chegamos sem neve, mas 1 dia depois caiu uma nevasca que há 2 decadas não caia!Poucos brasileiros e muitos argentinos para a abertura dos jogos de inverno, descida do cerro catedral a noite com tochas de fogo, lindo!Devido ao tempo, não subia nem descia avião, nem saia onibus, mas o trem ... funcionava, mesmo o encanamento estando congelado!Resultado briga a tapas para uma passagem de trem, sorte que havíamos comprado ida e volta!Valeu a viagem!

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

alguém sabe se esse trem ainda existe?

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

Riq, quantos dias são necessários para conhecer Bariloche e dar uma passeada nos arredores? Pretendo ir agora em julho ou agosto. Você acha interessante alugar carro por toda estadia? E além do Carlos V e do Design Suites, você teria alguma outra sugestão de hotel?

Ricardo Freire

Vai ter post-serviço sobre Bariloche, aguarde.

Cah
CahPermalinkResponder

Galera,

Tava olhando algumas empresas pacotes p/ Barriloche..tipo a Agaxtur... mas to c/ dúvidas se eu for em junho (provavelmente no inicio pq eh mais barato) se eu vou ver neve... alguém poderia me ajudar...?

Ricardo Freire

Para ter certeza de ver neve, vá do fim de julho ao início de setembro.

Marines
MarinesPermalinkResponder

Cah, tinha a mesma duvida , tambem estamos indo para Bariloche na primeira semana de Junho.A alguns anos atras , alguns amigos, viajaram nesta época e caiu neve na cidade de Bariloche.
Não é comum pelo que pesquisamos , nos cerros parece que vc consegue ver somente no topo....tipo cobertura de sorvete.
Mas adorei as paisagens, acredito que mesmo sem neve o passeio vale super a pena.

vanessa
vanessaPermalinkResponder

anotei as dicas, estou pensando em ir para lá na segunda quinzena de maio. será que algum viajante sabe me dizer se nessa época já encontro neve no alto das mntanhas? só para ver, mesmo... e sobre a possibilidade de chover demais, será verdade mesmo? obrigada!

Ubiratan
UbiratanPermalinkResponder

Riq, ficarei três dias em Bariloche. Gostaria de saber se para fazer os passeios ao Cerro Otton, Campanário, etc... é melhor alugar um carro ou fazer através de agência de turismo.

Ricardo Freire

Para fazer apenas os passeios dos cerros ao redor da cidade é melhor pegar os passeios organizados (Circuito Chico, Cerro Catedral, passeio lacustre a Isla Victoria com Bosque de Arrayanes) ou táxi (Cerro Otto).

Alugar carro é para ir por conta própria a Villa La Angostura ou fazer a Rota dos 7 Lagos. Mas mesmo esses roteiros são oferecidos por agências (Ruta dos 7 Lagos até San Martín, ou Circuito Grande a Villa La Angostura e Vale Encantado).

Walleska
WalleskaPermalinkResponder

Qual o valor do aluguel do carro?
A rota dos 7 lagos é feita por carro ou barco?

Srta Lobs
Srta LobsPermalinkResponder

Viajantes, uma pergunta!
Esquiar no fim de Julho em Bariloche é mesmo roubada na certa????

Queria muito conhecer+esquiar e julho é minha única opção... Será que as estações mais distantes (Chapelco, Cerro Bayo) podem ser opções menos "farofa", rs?

Ricardo Freire

Roubada não é; apenas tenha em mente que estará bem crowdeado.

Cerro Bayo (Villa La Angostura) está a 1h30 de Bariloche; Chapelco (San Martín de los Andes), a 2h30/3h pelo asfalto. Para quem quer esquiar (e não apenas ver neve) são opções mais indicadas na altíssima temporada de "Brasiloche".

nati
natiPermalinkResponder

Outras vantagens: as pistas de Cero Bayo têm lindas vistas e os passes são mais baratos, assim como o aluguel do equipamento. Você ainda pode economizar cerca de 30% no valor se alugar em Villa.

Ricardo Freire

Caramba, essa informação de passes mais baratos é preciosa! Pensei que Cerro Bayo fosse mais caro do que o Catedral! Que ótimo!

nati
natiPermalinkResponder

Bem... só um pouquinho mais barato, algo como 15 ou 20 pesos por dia.

Ricardo Freire

Não importa... pela história de ser um "cerro-boutique", eu pensei que fosse super mais caro...

Rodolfo M. Hirsch Neto

Vou estar em Bariloche em 14 de Junho de 2010. Pergunta-se: Vai dar para esquiar? Vai ter neve em algum lugar? Preciso saber com urgência, pois se a resposta for negativa vou mudar a data.
Obrigado desde já pela dica!
Abraços

Ricardo Freire

A temporada abre oficialmente dia 18 de junho, mas às vezes demora para cair neve de verdade.

nati
natiPermalinkResponder

Essa dúvida é cruel. Já cheguei a comprar a passagem em aberto e ficar de olho nos informes meteorológicos, quando nevou, viajei. Em um ano vi ótima neve em 20 de junho e em outro, pouca neve em 10 de julho. Muito difícil ter certeza.

JOSS
JOSSPermalinkResponder

Pessoal;

Estarei em Bariloche no px sábado, dia 01/05/2010 . Será que consigo ver neve, mesmo que de longe ???

Ricardo Freire

Se tiver, só muito alto nos cerros. Não conte com isso.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Estou aqui tramando minha quinzena de férias para o segundo semestre (pensei em agosto)... divertem-me os comentários e pelo que vi agosto é bom para pegar neve em Bariloche.

Pergunto:
1) é loucura ir a Bariloche e Mendoza na mesma quinzena?
2) se não for loucura, é melhor ir via Santiago ou Buenos Aires (ou ir por um e voltar pelo outro)?

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

nossa, 1200km... loucura mesmo... nem preciso de resposta... desculpe, Ric, alucinei...

Ricardo Freire

Dá pra fazer as duas, ué, desde que seja de avião.
Buenos Aires-Bariloche, Bariloche-Buenos Aires-Mendoza. Se fizer Mendoza-Santiago por terra, vale a pena voltar por Santiago.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Ric, tem toda razão!
Mas será que não seria mais inteligente fazer Santiago - Valle Nevado (sem Brasiloche) - Santiago - Mendoza - ? - Brasil?

Ricardo Freire

Não acredito que Valle Nevado seja um substituto para tudo o que Bariloche significa (chocolate, lagos, cidadezinha pseudoalpina). Valle Nevado entra para oferecer um pouco de neve na viagem, e só. Mas que esse seu roteiro é mais racional, é.

Rose
RosePermalinkResponder

Estou indo a Bariloche no final de junho
Gostaria de saber quais as chances de encontrar
neves.

Ana
AnaPermalinkResponder

Riq, você me indicaria alguma agência de turismo (para fazer os passeios locais) e loja para aluguel de roupas para neve, em Bariloche??? Gostaria de reservar tudo antes, pela internet...

Otávio Bulhões

Fui no fim de agosto de 2009 e incialmente fiquei no Blue Tree que foi um furada. Depois tb fiquei no Design Suites que é sensacional.
Acho que Bariloche vale muito para quem vai esquiar, comer carne e beber vinho tinto, ou é adolescente e quer sais pra noite.
O visual do lugar é de arrepiar, esquias no C. CAtedral é sensacional e qdo o corpo estiver cansado ficar na hidro ou piscina aquecida ou no máximo alugar um carro e ir nos arredores.

Christianne
ChristiannePermalinkResponder

Vou a Bariloche em outubro com meu marido e minha filha.
Pensamos em ficar no Llao Llao, mas estou achando que é muito longe do centro.
Vc acha que vale a pena ou é melhor ficar em outro hotel legal mais central.
O designer suites fica central?
Pensei em ficar no Edelweiss, já que é fora de temporada.

Ricardo Freire

O Design Suites fica no começo da costeira, a 2,5 km do centro, 15 pesos de táxi, 7 minutos de corrida.

O Llao Llao fica a uns 20 km, mas é um hotel auto-suficiente. Fica em frente ao porto Pañuelo, de onde saem todos os passeios de barco pelo lago Nahuel Huapi, e está próximo às demais paradas do Circuito Chico. Você naturalmente vai querer ir menos ao centro de Bariloche.

O Edelweiss está bem localizado no centro, fora da parte mais degradada da calle Mitre.

Rejaine
RejainePermalinkResponder

Olá Ricardo,

Estaremos em Bariloche (eu+marido+filha 9anos+filha 10 anos), acha que escolhemos certo? Nunca vimos a neve e pelos comentários acima estou com esperança...vamos ficar na hosteria el retorno, conhece?
nos restaurantes tem comida brasileira? vamos pela cvc.

Ricardo Freire

Vocês vão gostar. Este ano a neve já chegou. Informe-se com o guia sobre comida brasileira -- deve haver mas eu não conheço.

(Se eu fosse você aproveitava para comer à argentina -- carnes + massa -- e à patagônia -- cordeiro, salmão, truta).

Fabio Moreno
Fabio MorenoPermalinkResponder

Ricardo,

Estou fechando a minha viagem para Bariloche entre os dias 23/08/10 até 29/08/10 para esquiar. Vocês acha que existe grandes possibilidades deste ano não ter neve e consequentemente não conseguirmos esquiar ou posso fechar q

Ricardo Freire

Vai ter neve.

Elke
ElkePermalinkResponder

Minha cunhada vai para Bariloche no feriado de 7 de Setembro...e quer esquiar...alguma chance de neve suficiente para isso?
Abraços

Ricardo Freire

Há grandes chances.

adriana
adrianaPermalinkResponder

Ricardo, vou com a minha mãe para Bariloche no feriado de 7 de setembro. Estou em dúvida entre o Design Suítes e o Hotel Panamericano. Como viajaremos sozinhas, tenho medo que o Design fique meio fora de mão para saídas à noite (queremos conhecer os restaurantes que vc indicou no post "Procurando Palermo", passear pela Calle Mitre...). Você acha que seria mais indicado ficarmos hospedadas no Centro? Muito obrigada desde já.

Ricardo Freire

O Design Suites fica a 8 minutos e 8 reais de táxi.

O Panamericano fica no centro e você sai a pé.

adriana
adrianaPermalinkResponder

Ai que dúvida Ricardo... as tarifas dos dois estão iguais. Me parece que terei que decidir entre um hotel moderno, bem decorado, só que mais distante e um hotel antigão, melhor localizado. O que você escolheria?

jean
jeanPermalinkResponder

estou programando viagem após o feriado de sete de setembro, será que vou conseguir esquiar, o pacote oferece o hotel nevada, esse é bom

Lu
LuPermalinkResponder

Jean,
O htl Nevada que conheci há alguns anos era bem turísitico, c/vários grupos de turistas, muito bem localizado, no centrinho de Bariloche.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar