E agora: Canadá, Noruega, Nova Zelândia... precisa? :-)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Avenida das Geleiras, canal de Beagle, Terra do Fogo

Enquetezinha provocativa smile Nos últimos 40 dias fiz algo raríssimo no meu currículo: uma viagem para ver aquilo que os anglos chamam de the great outdoors.

Eu sou um sujeito de cidade, de praia e de calor; não morro de amores pela montanha, pelo campo, pelos parques ou pelo frio.

Claro que eu deslumbrei com tudo tudo tudo o que vi: fiordes, geleiras, lagos, montanhas, estradas panorâmicas, paisagens lunares.

No entanto, ao contrário do que ocorre comigo nos departamentos praia, cidade grande e lugar exótico -- em que sempre cabe mais um, não importa quando --, me sinto plenamente satisfeito com o que vi.

No quesito great outdoors, no momento só tenho vontade de ir às Chapada Diamantina ou dos Veadeiros -- e mais para ter a experiência de poder entrar n'água que aparece nas paisagens mrgreen

De fato, se me chamassem HOJE pra passear por fiordes na Noruega, eu perguntaria -- dá pra tomar uma Leffe antes?

Se bem que, no fundo no fundo, eu intuo que Canadá, Escandinávia e Nova Zelândia -- enfim, os Chiles dos outros -- terão paisagens com personalidade própria e que valerão a viagem.

Vocês que já foram, poderiam tentar me convencer disso na caixa de comentários? Obrigado.

57 comentários

diogo
diogoPermalinkResponder

riq,

eu nunca fui a nenhum desses lugares, então talvez não seja lá a pessoa mais indicada pra te dizer isso... mas ó, do fundo do meu coração, acho que não custa dar um pulinho nessas outras não wink

luis r.
luis r.PermalinkResponder

valer a gente sabe (ou acaba descobrindo) q qq viagem vale a pena. mas eu ñ me divirto tanto numa aventura desse tipo se no fim do fiorde ñ houver uma área bem urbanizada pra ver gente, vitrine, museu...
já encarei os great outdoors nos eua (grand canyon, yosemite...) com a promessa de depois ver san francisco e los angeles.
da mesma forma q me jogaria na naturezona desses destinos q propôs pensando q depois iria pra quebec, pra oslo e pra wellington (ñ, eu ñ sabia q a capital neozelandesa era essa até cinco minutos atrás).

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Dessa leva que vc citou, so fui `a Noruega - mas achei ainda mais apaixonante que a Patagonia, sabia? Primeiro porque o pais tem cidades fabulosas, que amei, como Oslo e a linda Bergen - so a viagem de trem entre essas duas ja eh um desbunde. E depois porque, acredite, os fiordes la SAO diferentes. Eu sou uma pessoa totalmente urbana - curto praia e lugares exoticos nas ferias mas me realizo mesmo numa cidade grande. Ainda assim, adorei minhas viagens pra Patagonia, pro Atacama, pra Noruega, quando uma versao mais roots minha vem `a tona lol Acho que vale a viagem, sim. Se puder, va na epoca do sol-da-meia noite - eh algo inesquecivel pra mim navegar entre os fiordes com o ceu cor-de-por-do-sol a uma da matina. Canada - principalmente - e Nova Zelandia estao na minha wish-list ha tempos.

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Depois que voltei de lá passei a dizer que uma viagem pela Patagônia é preponderantemente uma viagem cênica, de contemplação. A parte urbana normalmente não é o ponto forte da viagem, exceto na parte gastronômica, já que algumas cidades têm muito bons restaurantes. Por isso, caminhadas em lugares naturais e passeios por rodovias fazem parte dos atrativos. Quem não gosta de viagens "de natureza" pode achar maçante, repetitivo, na linha do "quem viu um, viu todos". Eu não acho que seja assim. Como ainda não fui a nenhum desses lugares mencionados no post, a única comparação um pouco parecida que posso fazer é entre dois parques. Fiquei dois dias inteiros no Yosemite, EUA, e outros dois em Torres del Paine, Chile. E, embora ambos sejam "natureza" e sejam lindíssimos, um não exclui nem repete o outro. São cenários, formações rochosas, cores de água, vegetação, fauna, tudo diferente. Por isso, guardadas as devidas proporções, acho que mesmo depois de um périplo completo pela Patagônia, Canadá, Escandinávia, Nova Zelândia continuam sendo necessárias, sim. Aliás, passado algum tempo ou mesmo mudada a estação, até um retorno à Patagônia deve ser bacana.

Leonardo Sotocorno

Ola;

Já fui para a Nova Zelândia algumas vezes, e pude conhecer a fundo toda a ilha sul, principalmente a cidade de Christchurch.

Eu realmente recomendo um "great outdoor" por toda a Nova Zelândia, pois:

1. É um país bastante procurado por Brasileiros, seja por questões de estudo (intercâmbio), ou trabalho + qualidade de vida.
2. É um país que conta com uma gastronomia e vinhos muito bons.
3. A beleza natural do país é incrível, principalmente durante a Primavera (foi sede para o filme Senhor dos Anéis).
4. No mesmo país você pode contar com Neve e Sol.
5. É um país que deu certo, todos os kiwis (maneira com que se referem às pessoas que moram na NZ) se respeitam muito, o País conta com uma super estrutura turística, com meios de transporte muito eficientes (aéreos e/ou terrestres).

... enfim...

Se você gostou do seu passeio outdoor pela Argentina/Chile, você com certeza vai gostar muito da Nova Zelândia.

Vera Lucia
Vera LuciaPermalinkResponder

Conheço um pouco do Canadá e vale muito à pena, natureza exuberante. E como você disse com personalidade própria.

Renato
RenatoPermalinkResponder

Ricardo, gostei muito da Nova Zelândia, sem dúvidas um dos países com a cenografia mais bela que já visitei. Você verá Auckland, uma cidade cosmopolita, tem os spas de Rotorua, a maravilhosa cidade de Christchurch e, no meu ver, o melhor de tudo, Queenstown, uma cidade cenograficamente esplendorosa, pequena mas com uma noite espetacular, com programas radicais sem fim.

Edu Luz
Edu LuzPermalinkResponder

Já fomos tanto pro Canadá como pra Nova Zelândia. Vamos lá:

1 - Canadá. Depende pra que lado você poderia ir. Se for pro Leste, verá a parte francesa e contemporânea do país. Toronto( gastronômica e ultra-Primeiro-Mundo), Ottawa (engraçadinha e começando a aparecer o francês), Montreal(só as curiosas sinalizações em francês já valeriam grandes fotos) e Quebec, uma casinha de bonecas. Além de cachoeiras, ilhas, vales, lavandas, morangos, mercados e muitas outras coisas mais.
Se for pro Oeste, vai iniciar em Calgary e atravessar todas as Rochosas passando por Banff, Jasper e a belíssima Icefields Parkway com direito a fotos de folhinha a cada esquina (?) e avistar ursos e alces às pencas. Mais um pulinho e chegará a Vancouver (uma das cidades que elegemos pra morar um dia!) com passeios e museus muito interessantes, totens e o Stanley Park além da proximidade de Whistler que agora, após as Olimpíadas de Inverno deve estar brilhando!! Ah! Pegue uma balsa e vá a Victoria Island, o lugar mais britânico do mundo fora da Inglaterra. Jardins, baleias, turismo de tempestade. Você encontrará tudo por lá. Dependendo do dia, dá até pra usar Havaianas.

2 - Nova Zelândia - Aí a questão é Norte-Sul.
Se for pra Ilha do Norte (e deverá chegar por ela), conhecerá Auckland uma cidade grande, bonita e com muitos atrativos das mesmas. Dá pra ir pra praia (olha as Havaianas) mais pro Norte ou em direção ao Sul e chegar a Rotorua onde o cheiro do enxofre está no ar e os geisers de lá fazem o Tatio parecerem pequenos fogareiros!! smile Vimos pessoas fazendo comida em buracos no chão! Vá também ao Lake Taupo e se tiver com bala, fique pelo menos um dia no Huka Lodge.
Daí, parta pra Ilha do Sul. Monte Cook é a primeira parada. Verá glaciais e poderá fazer um belo passeio de teco-teco até o meio da montanha com direito a aterrissagem por lá e tudo o mais. Logo depois, vá a Queesntown, tida como a cidade mais radical do mundo. Até hoje me arreoendo de não ter pulado de bungie jumping. Quem sabe você não nos mostra como é? smile Além do mais, a cidade é muito descontraída (olha as Havaianas de novo!) e tem umas vinícolas e cidades pequenas próximas bem bacanas. Pra encerrar, uma visita aos fiordes e torcer pra não chover se bem que mesmo com chuva, é bem bonito.
Tá bom assim?

JB
JBPermalinkResponder

Riq,

Já estive no Canadá, Noruega e NZ.

1) O Canadá tem paisagens deslumbrantes, principalmente na parte oeste. Vancouver e Victoria podem suprir perfeitamente sua avidez urbana, conjugada com cenários naturais deslumbrantes. Não conheço a região de Jasper e Banff, mas acho que a combinação lagos super verdes e montanhas geladas é sempre interessante. (Já deu para perceber que eu adoro um friozinho, né?)

2) Na Noruega, estou com a Mari: só a viagem entre Oslo e Bergen, fazendo o desvio em Myrdal e Voss (Norway in a nutshell), já vale a pena. Tive apenas uma pequena amostra dos fjords noruegueses, mas lá há pequenas vilas totalmente isoladas que dão um colorido especial à paisagem.

3) NZ é, na minha modesta opinião, o país perfeito para o turismo: há atrações para todos os gostos. Tem geisers por todo o canto, lagos belíssimos, montanhas nevadas, os fjords mais ao sul do planeta, praias paradisíacas na ilha do norte, cidades grandes-mas-nem-tanto (Auckland) e pequenas-mas-charmosas (Christchurch), museus fantásticos, a convivência pacífica com os maoris, com seu folclore exuberante, geleiras (ainda) grandes, florestas, esportes radicais, águas termais, cavernas exóticas, vinhos fabulosos, e para coroar tudo isto, ainda é barato!!! Sem falar que é o paraíso do camping pois lá não existem répteis esão poucos os insetos. É tudo tão tranquilo e harmônico, que o kiwi (o pássaro, não a fruta) acabou perdendo as asas por não haver predador que o ameaçasse...

No caso específico do passeio pelo Milford Sound, ele é inesquecível e diferente de outros fjords, pela vegetação exuberante. Vale cada centavo de dólar neozelandes smile

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

JB , pra mim Myrdal-Flam superou tudo !

Eunice
EunicePermalinkResponder

Riq, de tanto ler seus posts aqui e os dos trips mais participantes, a gente acaba intuindo o tipo de viagem que vai agradar a um ou a outro, gostos em comum, gostos totalmente diferentes, e por aí...No seu caso, intuo que vc adoraria Quebec e Vancouver, e que gostaria de Montreal. Culinária,arquitetura, história,diversidade cultural, ambientes urbanos "urbanos" que são a sua praia.

Gabi de Madri
Gabi de MadriPermalinkResponder

Riq, eu sou igualzinha a vc, o que curto mesmo é cidade, praia e calor. Mas estive na Nova Zelandia há cerca de 12 anos (claro que então eu era muito mais aventureira) e adorei! Nao posso comparar com a Patagonia, já que minha unica viagem praquelas bandas foi a Bariloche quando tinha 17 anos numa viagem de formatura do colegial (que desde então já nem chama colegial, por sinal...). E tenho que admitir que hoje em dia sinto certo "alivio" por já ter feito o tandem Australia-Nova Zelandia quando tinha 20 anos, porque hoje me atraem muito mais outras paisagens e viagens mais culturais (ou praia, claro!!!! hehehe)

Val
ValPermalinkResponder

Desses que você citou, só conheço a Nova Zelândia e posso dizer que é um país capaz de encantar todo tipo de turista porque a diversidade de paisagens é o que mais chama atenção.
Se for no verão dá pra aproveitar as belíssimas praias, como as de Kaikoura, na ilha Sul, por exemplo e ainda curtir cidades como Dunedin, Christchurch e Auckland, todas encantadoras.

Arthur | Agora Vai

Ainda não fui, mas vá aos três países citados. E no Brasil, não deixe de ir nas Chapadas, especialmente a Diamantina. E last but not least... Bonito (nesses eu já fui).

Arthur | Agora Vai

Off-topic: agora quem precisa do logotipo da bóia somos nós, do Rio e Niterói...

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Isso, Arthur! Nada de pin, queremos uma bóia para desembarcar sexta-feira smile

Arthur | Agora Vai

Lili, pelo dilúvio que está aqui, a bóia será absolutamente necessária, com forte recomendação de roupa de neoprene, snorkel e pés de pato...

Ana Claudia
Ana ClaudiaPermalinkResponder

Riq, mas esta nova viagem tem que ser já? Porque pensando por mim, que gosto de praia, calor e paisagens de tirar o fôlego (parques não valem, tô fora), eu não encararia tão rápido, algo que sugere ter muito em comum.

Que tal primeiro uma Chapada com calor + banhos em cachoeira, lagos e rios prazeros? E se der para conciliar com uma prainha então...

Não dá para deixar esta nova missão para o próximo ano, depois de sedimentar o tour pela América do Sul?

Tô falando por mim, viu?

Ricardo Freire

Era só uma questão retórica, Ana smile

Hugo Loureiro
Hugo LoureiroPermalinkResponder

Riq, não conheço estes lugares, assim a única forma de tentar te convencer a ir para lá é pelos mesmos motivos que precisamos conhecer as mais diversas praias do Brasil, mesmo que a primeira vista a maioria pareça a mesma coisa. Precisamos verificar in loco o que há por trás dos cartões postais, as pessoas, a cultura, os sabores, aromas, o cotidiano, enfim a vida como ela é seja no Canadá, Noruega, NZ e onde mais der vontade de ir.

Amélia
AméliaPermalinkResponder

Riq, depois destes comentários se vc não se convenceu ... eu me convenci!TENHO que conhecer estes lugares descritos pelos trips aí de cima!!!Báh!

helo
heloPermalinkResponder

Ola, estive na Noruega em junho de 2007, junto com o Breno K e adoramos. Fomos em Oslo, Bergen, Alesund, Geirander, estrada de Trollstgen, Trondheim e Bodo, com um day tour nas ilhas lofoten. No inicio do planejamento desta viagem a Escandinavia e paises balticos, imaginava conhecer somente Oslo e Bergen, alem, é claro, da famosa travessia entre estas cidades de trem e barco. Mas ao ir lendo mais a respeito, fui me apaixonando e acabamos optando em passar 12 dias na Noruega, sendo dois dias livres em Geirander. Recomendo muitissimo desde que a pessoa esteja com disposição de curtir a natureza e de não beber muito (bedidas muito caras). Com o tempo e experiencia, vamos descobrindo os lugares para viajar que nos dão mais prazer. Eu e o Breno gostamos de, a cada viagem, conhecer novos lugares e de mesclar (uma viagem praia, outra ruinas e ecoturismo, etc). Tambem temos em mente que é melhor irmos em lugares com pior infra estrutura ou que exigem um melhor preparo fisico o quanto antes. Foi assim que decidimos ir para India em dezembro de 2008, já em junho de 2009 fomos conhecer os Lencois Maranhenses e teriamos descansado em Jeri se nao tivessemos voltado para BH por motivos de doença em familia. Outra opção é agradar a gregos e troianos, mesclando na propria viagem dois estilos diferentes. Por exemplo, Nova Zelandia com as Ilhas Fiji. E acho que o nosso guru Ric, depois de ler mais sobre os paises citados de grande outdoor, depois de passar umas ferias praianas se energizando, quem sabe ate na Pousada do Toque, poderia cliar um roteiro bem interessante para estes lugares, aliando cidades e praias com os outdoors, de tal maneira que ele nao veria a hora de viajar...nós ganhariamos a beça, com outros maravilhosos posts pela frente.

Helo
HeloPermalinkResponder

Complementando: para estimular, segue o link da cabana na qual nos hospedamos em Geiranger http://www.geirangerfjorden.net/ehoved.html.

Ao sugerir a viagem Nova Zelandia com Ilhas Fiji, lembrei na mesma hora dos menus de viagens sugeridos no livro imbativel sobre viagens que da o nome a este blog. Ja comprei uns 3 para mim, mas infelizmente emprestei e acabei nao recebendo de volta, sem contar as vezes que comprei para presentear alguem. Re-li novamente na Pousada do Toque, fiquei com uma vontade grande, confesso, de pegar para mim, mas como tinha uma linda dedicatoria para o Nilo, contive os meus impulsos. Procuro o livro em lojas de sebo, ja que esta esgotado, mas ate hoje nao consegui compra-lo. Será que vc, Ricardo, poderia me dar uma dica de onde compra-lo? Tenho uma coleção de livros e guias de viagens já extensa, entretanto seu livro faz uma falta danada! Minha coleção de livros de viagens nao ficaria completa sem ele, sem sentimentalismo. Foi o seu livro que me mostrou que sonhar com viajar era normal para muito gente e que abriu a minhamente para varios sonhos.

Vagner
VagnerPermalinkResponder

Ehehe...eu tb quase roubei o da Pousada do Toque. O Nilo que abra o olho, porque uma hora alguém vai ceder à tentação.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Riq vou repetir o mantra :
O Perito e um fiorde norueguês devem fazer parte do album ,
porque são únicos : deslumbrantes e improváveis .

Mas não precisa fazer uma expedição como essa e passar um mes conferindo todos eles , visse ? wink

Cacifar um pra dormir ( sem turismo de massa e lindãão ) passando por mais um ou dois está de bom tamanho .

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Assino em baixo!

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Riq, eu sonhava com a Escandinávia, mais um dia vi uma foto que me lembrou Amsterdan e cheguei a conclusão que iria conhecer algo diferente antes de chegar lá, tipo Egito e Grécia rsrs, mas não é que agora estou voltando para os mesmos locais com cidade grande, monumentos históricos? Essa é a minha viagem. Adoro uma praia, mas começo a achar que é tudo muito parecido. Floripa foi legal, por exemplo, pela cidade, pelo climna, a oportunidade, mas praia, vai ficando tudo muito parecido depois do Sancho. Dá um tempo antes de ir, mas vá!!!

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Pra quem gosta (eu gosto), viagem contemplativa é sempre diferente, mesmo se feita pro mesmo lugar. Muda a estação, muda o clima, muda o observador.
Além disso, no meio das paisagens, tem as pessoas, tem a comida, tem as cidades por perto... Dá pra conciliar numa mesma viagem parque e cidade, e é sempre diferente a experiência.
Quanto aos lugares citados, eu conheço a Escandinávia, os parques norte-americanos (fantásticos), e o Canadá está marcado pra junho. Realmente, Bergen vale a viagem à Noruega (Oslo é bonitinha), e os caminhos pra lá são lindos. Nos EUA, Yosemite e Grand Canyon são ma-ra-vi-lho-sos, e os desertos são interessantes. No Canadá, pretendo conciliar os parques nas Rochosas com cidades legais.

Agoooora, pra quem não curte muito paisagem, o custo/benefício da Patagônia é imbatível (principalmente os arredores de Bariloche). Barato, fácil de chegar, fácil de conhecer, e fantasticamente bonito. E aí, talvez, pra quem não gosta, seja uma boa opção única(ou talvez, seja um bom começo pra entusiasmar os ainda não conquistados pelo "great outdoors")...

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Detalhe: eu gosto de turismo contemplativo de paisagem - e não andador-maratonista-subidor-de-montanha-suador. O meu esporte é VER, e não passar perrengue. Donde, não me convide pra ir em lugar que tem que andar sete horas pra ver uma cachoeira, que eu não vou (e pode ser a cachoeira mas bonita do mundo), viu?

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Dá pra assinar embaixo duas vezes Dani ?

Arnaldo - Fatos & Fotos de Viagens

Bem, eu nunca visitei esses países, mas pretendo um dia ir, especialmente à Noruega.

Todavia, se quiser fazer algo mais próximo, barato, confortável, fácil, bonito e relaxante, com temperaturas agradáveis fora do inverno, tente imaginar uma viagem rodoviária pelo Oeste americano e visitar, entre outros Estados, a California, o Novo México, Arizona, Colorado, Utah, Wyoming e Montana.

Você poderá conhecer, entre outros, fabulosos parques nacionais americanos como o Grand Canyon (lados norte e sul), o belíssimo Zion, o Bryce Canyon, o maravilhoso Grand Teton,a Petrified Forest, o Mesa Verde, o Arches, o Yellowstone, o lindíssimo Yosemite, Sequoias e o Kings Canyon.

Já fiz mais de uma vez alguns desses parques e recomendo vivamente.

Grande abraço

Andre Lot
Andre LotPermalinkResponder

Embora pareça batido, eu acho esses parques americanos que vc citou entre os mais interessantes. Os parques nacionais dos EUA tem uma excelente estrutura para o turismo do tipo que a Dani S. comentou: bons acessos, paisagens deslumbrantes, lugares com e sem muvuca, hoteis variados (a grande oferta de hoteis e moteis de estrada não deixa o preço das acomodações ir à altura etc). Claro, são EUA diferente totalmente de NYC, Los Angeles, Miami etc.

O melhor de tudo é que os parques americanos são muito acessíveis para quem está de carro (na verdade, na maioria deles nem dá para ir de outra forma em termos práticos), o que te permite programar viagens por conta própria, escolher as atividades que mais lhe interessar no absolutamente imperdível site do National Park Service http://www.nps.gov e por aí vai.

Zezé
ZezéPermalinkResponder

Bom, colaborando com a enquete - provoativa mesmo - eu iria ao Canadá e Noruega sem hesitar. Não só pelos great outdoors mas também pelas cidades a conhecer nestes países. Adoro o turismo urbano, cultural e gastronômico, seguido pelo de "contemplação". O que realmente não me pega é praia, com exceção do Rio, mas aí já é outra história, porque o Rio é imbatível em vários quesitos e é seeempre um excelente destino! Patagônia? Beleza, ainda mais porque dá pra incluir Buenos Aires e Santiago (e agora, definitivamente Valpo!) no roteiro...

Ana Paula Pinheiro

Dos lugares citados, só na conheço a Nova Zelândia. Na verdade, vou deixar vc responder a minha pergunta: quem conhece as praias do Rio de janeiro precisa conhecer as de Natal?

Pense nisso e vai chegar a conclusão se deve ou não conhecer esses lugares (:
Abs

Dani Polis
Dani PolisPermalinkResponder

VOu falar sobre o Canada, que é o unico da lista que fui (ainda, porque Escandinavia esta nos planos).

Riq, se voce escolher Canada, faca 2 escolhas: Costa Leste e Outono.

Montréal, por si so, ja é uma viagem: voce entra nos lugares e as pessoas dizem "Hello, bonjour". Se voce responde hello, a conversa vai em inglês; se bonjour, em francês. E Montréal tem uma riqueza gastronomica enoooorme (que vai muito além da poutine, prato do lugar). EU nunca tinha visto restaurantes de comida etíope, vietnamita... E olha que moro em SP!

No centro voce pega o trem, que vale cada centavo pago. A paisagem é incrível!!! Voce passar por entre as cidadezinhas naquele degradê do verde para o vermelho, aquele monte de maple (simbolo da bandeira do Canada) cobrindo todo o solo... Nossa, nao paga.

Na cidade do Québec, pegue o trem e atravesse até Lévi (cerca de 5min) e veja a cidade murada de outra perspectiva: do outro lado do Rio Saint Laurent.

Uma amiga foi pra Mont Tremblant, e disse que é de tirar o fôlego (em tempo: lá é estacao de esqui queridinha dos hollywoodianos. Casais como Catherine Zeta Jones e Michael Douglas tem "casinhas" por la...)

Faca como um canadense: sente-se num pub, tome alguma coisa e veja o jogo de hockey na tv (eu recomendo Peel Pub, as quinta-feiras). Nao tem forma melhor de sentir o que é ser canadense!

E pra voce que gosta de apreciar comidas, nao deixe de ir no Jean Talon, em Montréal. Foi la que vi as maiores frutas que ja vi na minha vida, e onde comprei o morango mais gostoso que ja comi!

Será que ajudei a decidir?rs

AndreC
AndreCPermalinkResponder

Canadá tá na crista da onda!

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Dessas opções que vc mandou, eu conheço o Canadá e a Nova Zelândia. No Canadá a parte dos great outdoors, aqueles de tirar o folego e deixar qualquer um de queixo caído é a parte oeste (Vancouver e Rochosas). Eu fiquei maravilhada e em questão de tamanho de montanha, cor dos lagos e grandeza (existe essa palavra?) as Rochosas impressionam mais que a Nova Zelandia.
Na NZ (ilha sul), o legal é ver a mistura de montanhas, praias, verde e neve, tudo ao mesmo tempo... poder explorar as geleiras de bermuda também é diferente smile.
Eu acho que tem que conhecer os dois...
Um passeio bem legal, seria subir de Calgary ao Alaska de Carro e depois pegar um navio de volta até Vancouver... uia! Imperdível...
Por outro lado, a NZ pode te dar a opção de fazer um mix entre lá e Fiji...
Ai... como é dificil escolher roteiro!
smile

Melissa
MelissaPermalinkResponder

Oi Riq,
desses três lugares citados, conheço apenas a Noruega, mas garanto que vale muito a pena! O lugar é realmente de sonhos, as cidadezinhas a beira do Sognefjord são demais, destaque para Flam(que você conhece pelo Norway in a nutshel) e Undredal.

Alem de paisagens belíssimas e dos fiordes, a Noruega tem museus muito interessantes sobre arte, história e navegação. Para mim esse foi o maior barato da viagem: aliar cultura, paisagens espetaculares e gastronomia na mesma viagem. Fui na primavera do ano passado, foram 3 dias em Oslo, 3 em Bergen, 1 dia fazendo o norway in a nutshel a partir de Bergen e 4 dias de carro explorando o hardangerfjord, Sognefjord e hardangervidda.

Sempre gostei muito de grandes centros urbanos, principalmente os europeus, então fiquei apreensiva, achando que poderia me arrepender... mas essa viagem me fez amar a Noruega, que alem de ser um dos lugares mais lindos que já fui é absurdamente civilizado. Tenho vontade de voltar para ir mais ao norte, mais perto do Ártico!

Aí vai o link das fotos dessa viagem, quem sabe você não se anima? smile
http://www.flickr.com/photos/meltoledo/sets/72157619065123379/

Bjs

Marina
MarinaPermalinkResponder

Riq,

Em 2008, morei 3 meses na NZ e conheço mto bem a ilha sul...

Gostei mto de tudo lá, é como disseram, um país que deu certo.

Porém, fiquei mto entediada... Moro em São Paulo e estou acostumada com aquela correria do dia-a-dia e na NZ é tudo meio parado, tranquilo... Nada acontece!

Os landscapes são de tirar o fôlego, mas, concordo com vc, uma vez vistos, já está de bom tamanho! rs..

Mesmo assim, pretendo voltar à NZ para visitar a família que me hospedou e para conhecer melhor a ilha norte pois passei a maior parte do tempo morando em Christchurch e fazendo umas tripizinhas na ilha sul.

Eu aluguei uma van na ilha sul e dei a volta em 15 dias (pouco mais de 3.000km). Na ilha norte, fiquei uma semana. Eu peguei um ônibus em Auckland e fui até Cape Reinga, onde o mar da Tasmânia encontra o Pacífico. Essas duas trips são imperdíveis.

Bjs

Érico Maia
Érico MaiaPermalinkResponder

A parte Oeste do Canadá é deslumbrante mas deixa a desejar no quesito comida... Tirando as grandes cidades não vi uma variedade de restaurantes interessantes nas áreas mais bonitas e fora dos grandes centros (a maioria é de cadeias de restaurantes presente em quase todas as cidades de língua inglesa do país).

Chegando na província do Quebec a situação muda muito. A partir da cidade de Quebéc (saindo de Montreal) a parte de beleza natural começa a ficar também impressionante com os montes, cachoeiras e o rio ficando cada vez mais próximo do mar e das baleias... só que a comida é de primeira e há uma fartura de bistros! No fim de maio passarei 10 dias na região de Charlevoix e pelo que pesquisei vai ser ótimo. Passei por lá nesse inverno e não vejo a hora de poder ver tudo de novo com outro visual e numa temperatura agradável.

Dani Polis
Dani PolisPermalinkResponder

Acho que isso que é o mais fascinante do Canada... As estacoes bem marcadas e que mudam a paisagem completamente!! Fora o povo hospitaleiro e a variedade gastronomica (pelo menos na provincia do Quebec...rs)

Aliás foi em Lévis que tomei o melhor sorvete do Canada! Preciso apenas lembrar o nome da sorveteria...

Kety Shapazian

Ricardo, eu viajei com meus irmãos num motorhome pela ilha sul da Nova Zelândia em 90/91. Em julho de 2008, levei minha filha de então 8 anos para a costa oeste do Canadá, onde, durante duas semanas, dirigi novamente um motorhome. As duas viagens foram maravilhosas e recomendo, inclusive, para quem viaja com os filhos. Da Gabi, eu escutei: "mãe, o Canadá é muito mais legal que a Disney". Concordei com ela no ato! Um abraço.

Virginia
VirginiaPermalinkResponder

Nossa, Riq, você simplesmente falou de todos os lugares que acho maravilhosos! Por enquanto, só conheço o Canadá, onde estive em duas ocasiões. A parte leste é maravilhosa, Quebec é lindinha, seus arredores idem, mas as Rochosas e a Colúmbia Britânica são de tirar o fôlego. A estrutura dos parques, nas Rochosas, é maravilhosa, até eu que sou mais preguiçosa para caminhadas não tive problemas. Fui de Banff a Vancouver de Rocky Mountaineer(viagem de trem com pernoite em Kamloops), super valeu a pena.
Se eu fosse você, não teria dúvidas: visitaria os três! Abração

ricardo
ricardoPermalinkResponder

Nova Zelandia é alucinante, pelo visual, astral e atrações. Especialmente, claro, Queenstown, nos alpes neozelandeses, com uma população jovem e maluca, e vc nem precisa ser fissurado por esportes radicais, pra relaxar e curtir o visual e a noite, tb é um lugar ideal. A descida de carro de Christchurch até Queenstown é espetacular, passando pelo Lago Tekapo - Monte Cook, e uma variação de paisagens inacreditáveis. Auckland, Wellington e Christchurch são um barato, fora a simpatia daquele povo, quase caipira.
Claro, que, se não tivesse ido a Sydney, talvez não tivesse conhecido esse paraíso que pretendo voltar.

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Olá
Eu atualmente estou na Nova Zelândia, mais precisamente em Auckland.
Também sou mais cidade do que campo, mas aqui é sensacional. Vc tem paisagens extraordinárias sempre pertinho de vc! Rotorua tb é incrível, fui pra lá ano passado. Taupo.. Enfim. Vale mto a pena conhecer!
Beijis

Daniel
DanielPermalinkResponder

Ricardo,

Não sei se minha opnião serve muito, pois diferente de vc, todo prazer me diverte! Gosto de cidade grande, praia, calor e também de montanha, frio, campo, etc.

Já fui a Nova Zelândia e quero voltar pra ficar muito mais tempo e ver muito mais coisa. O país é lindo e mesmo "pequeno" tem muita coisa a ser vista, principalmente em termos de paisagens. Vai lá! É logo ali no pacífico sul...

Ainda não conheço a Noruega, mas vou lá no mês que vem. Ver cidade, fiordes e loiras...

Sobre nossas montanhas sulamercanas, gosto tanto que as tenho tatuadas nas costas...

Mas te afirmo uma coisa: Uma montanha NUNCA é igual a outra.

Abraço

"um homem precisa viajar"

Ed
EdPermalinkResponder

Ah, Riq, eu topava o Alaska, mas bem longe das arapucas de turistas, claro!

Quezia
QueziaPermalinkResponder

Eu acho engracado colocar a Nova Zelandia e o Canada no mesmo pote. Acho o Canada meio boring, tipo, olha que paisagem linda e dai nao tem mais nada para fazer... Morei na Nova Zelandia por 6 anos e e um pais fantastico, lindo de morrer mais com personalidade!

Se quiser ainda pegar uma prainha, melhor epoca e Marco, o verao la esta chegando cada vez mais tarde.

Auckland e otimo - e a regiao de Bay of Island principalmente Matapouri Bay & Sandi Bay e de tirar o folego. Se quiser 'urbanidade' nao perca Wellington, a minha cidade favourita. Se ja foi para Englaterra entao nem se incomode de ir para Christchurch, e um tedio.

Queenstown ai meu Deus, cartao postal melhor nao existe!

O legal da NZ e que e tudo muito seguro e o melhor povo do mundo (mas eu sou suspeita porque casei com um kiwi!), gente viajada e cabeca aberta, super interessada em aprender sobre outras culturas.

Mas se for ve se nao faz como a maioria que gasta dois meses na Australia e uma semana na NZ!!! Vale a pena separar as duas viagens para dar aos dois paises a atencao merecida.

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Engraçado esse seu comentario do Canadá ser boring... eu meio que concordo, mas a paisagem das Rochosas é linda de morrer!!! Achei as montanhas e os lagos mais impressionantes que da NZ...
Mas sem duvida NZ tem mais vida, mais personalidade... na verdade Israel e NZ foram os destinos que mais gostei!!!
bjs

Lisa
LisaPermalinkResponder

Eu só posso falar da NZ, que achei bonito, mas tudo muito igual. Tbm não morro de amores por neve, geleira etc, depois de ver o que vi lá, já me dei por satisfeita e prefiro gastar minhas férias na praia ou em uma cidade bem grande.
Bjs

adriana
adrianaPermalinkResponder

Vou falar da Noruega,linda,coisa de imagem de calendário de antigamente,assim na tua cara,verde,azul e picos nevados com vilarejos de casinhas coloridas no meio do nada..nunca vi nada igual,enche os olhos e a alma.Parece coisa de Deus.beijos.

Felipe Boccato

Cara vae pra New Zealand, em Hot Water Beach vc cava um buraco no chao e a agua esquenta, Auckland tem uma vida noturna mto louca mas não tem aquele tcham Ingles, pois metade da pop. eh imigrante....

Uma dica vá em alguns Pubs scoth, irish.... em Christchurch, a maior cidade ingles fora do reino unido... vá tambem para Rotorua um Bunguee Jump de 109 mts... flwwww

Alice
AlicePermalinkResponder

Se vc vai ao Canada não perca Toronto e Quebec

Alessandra
AlessandraPermalinkResponder

Dos lugares citados, só conheço o Canadá (Toronto, Montreal e Quebec) e recomendo muito.
Estou planejando uma viagem a Nova Zelândia este ano, em novembro. Gostaria de saber se é uma época boa para ir (não gosto muito de frio) e qual agência de viagem vocês recomendam.
Obrigada.

Ricardo Freire

Novembro é uma boa época, sim, você não pega mais muito frio.

As operadoras de ecoturismo têm pacotes pra lá, a Kangaroo também, mas dá pra fazer por conta própria numa ótima.

alice
alicePermalinkResponder

Estou viajando agora em setembro para estocolmo e gostaria de dar um pulo de poucos dias em berger na Noruega e ver os fiords, alguma dica

Taysa
TaysaPermalinkResponder

Alice , eu irei em outubro , e farei os fiordes . Contratei via Norway in a Nutshell . Eles vendem o passeio e vc pode reservar junto os hotéis . Sairei de Oslo e chegarei em BErgen ( um dia inteiro - sai as 8 hs e chega as 20 hs ) . O preço do passeio é de 1350 NOKs . O que mais gostei é o esquema da mala : vc paga 300 NOks e eles pegam a mala as 7 hs no Hotel e te devolvem as 21 hs no outro hotel .

http://www.norwaynutshell.com/

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar