Fim da hipocrisia: México passa a aceitar visto americano

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Pirâmide em Teotihuacán, Cidade do México

Por mais que o México (inclusive uma amiga minha ligada ao consulado) desmentisse, sempre me pareceu óbvia que a exigência de visto para brasileiros (e mais 134 nacionalidades) era uma exigência dos Estados Unidos para coibir a entrada de imigrantes ilegais pela porosa fronteira entre os dois países.

Para o turismo, a medida foi um tiro no pé. Vamos nos lembrar da última vez em que o real esteve supervalorizado -- havia dois vôos diretos semanais do Brasil a Cancún, porque não havia a exigência de visto. A obrigação de ir pessoalmente a um consulado para tirar o visto (muitas vezes tendo que fazer uma viagem de avião dentro do Brasil só para conseguir o carimbo) é um dos melhores motivos para se decidir uma viagem a qualquer outro lugar do Caribe que não proporcione esse perrengue.

(Concorda comigo? Pois acontece a mesmíssima coisa com o turista americano que pensa em vir para o Brasil. Quando descobre que precisa mandar seu passaporte para um consulado, ganha mais um motivo para ir às Bahamas, a Porto Rico ou à República Dominicana.)

O presidente Calderón resolveu ser pragmático e, a partir do dia 1° de maio, quem tiver visto americano válido pode entrar no México e permanecer por até seis meses.

Claro que a medida não vai repetir o estouro da boiada da década de 90, porque muitos dos candidatos a férias em Cancún não têm visto americano. Mas a medida certamente vai pôr o México na rota de quem já tem o visto americano. A propósito, a combinação Flórida + Riviera Maia é perfeita (desde que você tenha aí umas duas semanas).

Vasculhei a internet, e em português só achei a notícia na Zero Hora; mas você pode ler direto da fonte nos jornais mexicanos: El Universal e La Jornada.

Atualização/correção:

A Folha de S. Paulo tinha dado a notícia anteontem, dia 13, na editoria Internacional. Talvez por ser uma página fechada para assinantes, estava mal indexada no Google, no rodapé da segunda página, depois de muitas notícias velhas.

Leia mais:

Todas do México no site

94 comentários

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Eu desisti de ir ao México na Páscoa justo por causa do @#$#@@$% do visto, e fui pra Rep. Dominicana (fiquei meio me sentindo gringo indo pra Argentina). Que bom que agora facilitaram a vida do turista (e que ruim que o meu visto americano está vencendo, e eu vou ter que ir em alguma Capitar renová-lo, blergh).
Agora, sério: pelo menos o turista norte-americano só tem que ter dinheiro e tempo pra mandar o passaporte dele pelo correio pra conseguir visto brasileiro. Essa história de ter que IR em algum dos consulados (e de não ter nenhum em Minas, desaforo) pra renovar pessoalmente visto já prorrogado antes SUCKS!

Ricardo Freire

O pior da história da reciprocidade é justamente esse: até como reciprocidade é de meia-tigela, porque não exigimos que o americano vá pessoalmente ao consulado, não exigimos imposto de renda nem exigimos comprovação de que ele tem um vínculo estável com os Estados Unidos para permitir a vinda dele pra cá.

E mesmo assim, o cara já acha que é perrengue demais (porque é mesmo, já que nenhum outro país da região exige) e não vem.

É um patriotismo fora de lugar, que impede o Brasil de sair do mesmo patamar de turistas estrangeiros, porque dá as costas para o maior mercado do mundo.

LETICIA  Zukovski

Ai Riq, que ótima notícia!!! Nao vi isso em nenhum jornal até hj também.Mas acho que vai repercutir bastante positivamente.
Eu mesma e minha família estávamos pensando em ir ao Mexico no fim do ano e teríamos que programar uma ida a SP só prá isso. Já estavámos pensando em ir a outro lugar do Caribe, exatamente como vc disse!Fica díficil conciliar agendas e esses zilhoes de documentos prá isso, principalmente prá quem mora longe.
Como já temos o visto americano ( outro perrengue já realizado mil vezes...) vou contar a novidade hj e provavelmente iremos p lá mesmo!
Adorei!
Grata pela info guapo!!!!Adrei ver o encontro do Rio! Queria ter ido e conhecido todos!

Gustavo - Viajar e Pensar

A questão do visto Mexicano sempre foi relativo, porque se você embarcar num Cruzeiro nos EUA, com paradas em Cozumel ou Costa Maia, você não necessita de Visto.
Mas se você sair do Brasil e ir para o México é necessário.

Abraço.

Ricardo Freire

Eita... essa era a exceção da exceção... quem embarcasse de avião dos Estados Unidos para o México precisava de visto mexicano também.

O trâmite nos cruzeiros é facilitado pelo fato dos passaportes ficarem retidos com o navio. Os passageiros descem com a carteirinha do cruzeiro apenas.

Alessandro A.
Alessandro A.PermalinkResponder

Riq, só como complemento da informação, o México também não cobra visto para quem tem passaporte europeu, facilitando a vida de quem tem dupla cidadania. Eu utilizei desse expediente quando fui a Cancún em 2008 e não precisei enfrentar a fila do consulado mexicano e nem pagar taxa pelo visto.

Eu concordo com você com relação ao visto brasileiro para americanos. É pura hipocrisia e atrapalha muito o nosso potencial turístico, que nunca deslancha como deveria. É duro ver países pequenos e sem grandes atrativos turísticos receber mais turistas que o Brasil!

José Luiz - Viver a Viagem

Que notícia boa! Não sabia dessa!

Amo esses benefícios da dupla-cidadania... grin

Andre Lot
Andre LotPermalinkResponder

É um pouco ligeiramente fora do lugar, mas fica o recado: vários países de "primeiro mundo" que não exigem visto da cidadãos da UE possuem registro eletrônica, como o ESTA (EUA), ETA (Austrália) e outros. Eu tenho dupla nacionalidade, mas já tive um conhecido com dupla nacionalidade também que, tentando voar do Brasil para os EUA, chegou em Guarulhos na maior cara de pau, sem ter preenchido o questionário do ESTA (coisa indolor, e que passará a custar US$ 10, resolvida em meros 10 minutos na frente do computador). Resultado: chegou sem o ESTA, e como é necessário antecedência mínima de 6 horas (para os EUA checarem se seu nome está em alguma base de dados anti-terrorista), ele perdeu o vôo.

Também só como lembrete, não é meu caso mas quem já teve entrada recusada ou visto negado, ou quem já foi deportado dos/para os EUA não pode ir para lá sem pedir visto, mesmo que se utilize de outro passaporte.

Talitah
TalitahPermalinkResponder

Ótima notícia! Sou louca para conhecer o México. Já mudei o roteiro por causa da dificuldade em tirar o visto. É muito esforço pegar um avião para isso.

Junior (JRviajando)

Woohooooo!!!!
México, aqui vou eu!!!
Obrigado pela notícia em primeira mão, Ricardo!!

Maria Célia
Maria CéliaPermalinkResponder

Eu sou uma das que sempre se recusou a tirar visto mexicano. Eu entendo porque os Estados Unidos exigem visto de brasileiros, mas achava uma afronta ter que pedir porfavorzinho para poder gastar meu suado dinheirinho no México! Agora, com essa excelente notícia, vou caçar aqueles posts sobre o México que eu sempre passava os olhos meio por cima. Já tenho mais alguns destinos pra acrescentar na minha Lista de Desejos.

Giovanna
GiovannaPermalinkResponder

Que ótima notícia. Sempre quis conhecer o México, mas tinha preguiça de tirar o visto...Ponto para os mexicanos.

Teté
TetéPermalinkResponder

concordo plenamente! fui 3 vezes ao Mexico na época que não precisava de visto e morava nos EUA e nas ferias passadas, Riviera Maya esta no topo da lista, mas foi trocada por Rep Dominicana, justamente por isso.
ótima notícia!

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Opa, agora sim as notícias lá do sempre excelente Aquela Passagem sobre promoções nos vôos para o México começam a ganhar sentido prático para mim. Eu sou mais um dos que nunca cogitou o México por conta da necessidade de visto (tá, tudo bem, reconheço, também tem o preço das passagens que termina me estimulando a ir para outro lugar pagando a mesma coisa). Mas agora dá pelo menos para ficar acompanhando.

Arthur | Agora Vai

De qualquer maneira, ainda acho um absurdo ter que tirar o visto americano para entrar no México, que com essa postura virou o 51º estado norte-americano.

Virginia
VirginiaPermalinkResponder

Arthur, você disse tudo! Não tinha é que precisar mais de visto nenhum!!

Maria Célia
Maria CéliaPermalinkResponder

Uia! Não tinha pensado nisso! Confesso que só analisei o lado prático da coisa, mas, se é verdade que o Brasil perde muito querendo brigar de igual pra igual com os EUA na questão do visto, também não precisa ser tão submisso como o México, né!

Ricardo Freire

A submissão do México está no fato de admitir que só exige visto por causa da pressão americana.

Quanto a exigir visto dos americanos, nas Américas nem o Chávez exige. Só o Evo Morales e o Itamaraty. Deve fazer parte do programa de incentivo ao turismo no Peru e na República Dominicana.

Arthur | Agora Vai

Pois é, o México virou posto avançado da fronteira americana.

Jorge Luis
Jorge LuisPermalinkResponder

Caro Ricardo:

NAo conhecia seu blog, mas gracas a uma amiga de Niteroi (a Lu) quem me deu a referencia ja tive a fortuna de ve-lo. Porem, nao concordo com o jeito de falar de outros paises, como o Mexico neste caso. Acho que independentemente de gostar ou nao de um pais e dos requisitos que ele tem para os estrangeiros, sempre deveria ser respeitado. Em principio acho que nao deveriam existir os vistos e que tem outras maneiras de controle de estrangeiros.

E verdade que tem uma pressao dos EUA para o Mexico, tanto quanto eles a tem com o Brasil e com a maioria dos paises, mas de ali a dizer que uma politica migratoria depende so do colosso do Norte ha uma distanca muito longa.
No caso dos vistos exigidos aos brasileiros por parte do Mexico e viceversa, responde a uma mal aplicada e ainda pior entendida reciprocidade entre os dois governos -nao entre os dois povos-.
Adoro o Brasil e amo o Mexico e nunca entendi essa concorrencia absurda entre os dois. O melhor seria cooperar juntos e aproveitar o melhor dos dois. Um abraco

Ricardo Freire

Deix'eu explicar, Jorge Luis. Não existe rivalidade nenhuma entre Brasil e México. São países amigos.

O México não exigia visto de entrada de brasileiros. Com o câmbio favorável, os brasileiros invadiram Cancún.

Daí veio o reverso da moeda. O câmbio ficou desfavorável. Mais e mais brasileiros voltaram a emigrar ilegalmente para os Estados Unidos. Muitos deles pelo México. Então os Estados Unidos pediram para o México impor visto aos brasileiros, para que diminuísse a imigração clandestina via coiotes.

Quem tem política de reciprocidade é o Brasil. Quando o Mèxico exigiu visto dos brasileiros, o Brasil passou a exigir visto dos mexicanos.

Agora, com a crise do turismo mundial, com os Estados Unidos mandando menos turistas para o México e o Brasil num bom momento econômico, mandando turistas para Aruba, Curaçao, Punta Cana, Panamá, Cuba, St Maarten e agora Barbados, e outros países latinoamericanos sofrendo menos com a crise do que os Estados Unidos, o México achou um jeito pragmático de aumentar seu potencial de mercado junto à classe média alta desses países, o Brasil incluído.

Simples assim.

Jorge Luis
Jorge LuisPermalinkResponder

Obrigado Ricardo. Tomara que o Mexico possa ter a chance de receber mais brasileiros, pois o pais oferece nao so praias formosas (fora de Cancun) mas tambem cidades colonias (bem tipo espanhol), sitios arqueologicos vaiados e de diversas culturas prehispanicas (azteca, olmeca, maya, etc. -coloco em espanhol os nomes para maior referencia) florestas, desertos e ate "Rutas del vino" no centro e norte do pais. Alias, acabo de assistir "Dois filhos de Francisco" e as musica sertanejas saon similares com aqelas "nortenhas" do Mexico. A verdade e que sendo o Brasil 4 vezes maior que o territorio mexicano, os dois sao bem parecidos.

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Adorei a noticia!
Estava doida pra ir ao mexico desde que chegeuei aqui nos States.
Pena que volto antes

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Ouvi dizer que aquele visto americano com duração de 10 anos foi suspenso justamente c/ fundamento no princípio da reciprocidade, já que o Brasil mantinha 5 anos para os cidadãos americanos. Ou seja, atrapalhando no turismo interno e aumentando a frequencia do perrengue...

Ricardo Freire

Nesse caso acho que foi o contrário: os EUA diminuíram o prazo máximo, o Brasil "reciprocou". Mas li que os dois voltaram a aumentar o prazo pra 10 anos.

Maria Célia
Maria CéliaPermalinkResponder

Também li isso recentemente... tá aki o link: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100225/not_imp515918,0.php

Gustavo - Viajar e Pensar

Queridos amigos, está em nosso Senado para passar o Visto dos Americanos para 10 anos, e dae vcs já conhecem a velocidade da turma.
Enquanto o Sarney não passar para votação, nada de mudanças.
"Brasil, qual tua cara?" Cazuza.

Fui!!!!!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

A Cassia tá sabendo deste post ?
Esse link vai bombar na Zero Hora wink

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Excelente notícia!
Vinha adiando o México já a um tempão...
Agora, quem sabe, 2011!

Ines Carvalho
Ines CarvalhoPermalinkResponder

Ricardo! Help... Quase Todos os aeroportos da Europa FECHADOS sem hora pra reiniciar o tráfego aéreo!!! Motivo: as cinzas do Vulcão que está em atividade na Islandia... Todos os voos cancelados na Inglaterra, Amsterdam, Belgica, Suécia, Dinamarca, Noruega... e parte da ALemanha!
E a Mídia brasileira dormindo???!!! que é isso!!!

Ricardo Freire

O Twitter tá bombando com isso, daqui a pouco sai na TV smile

Geo
GeoPermalinkResponder

Demorou, né? Agora já dá pra pensar...
Obrigada, Riq. Você, sim, é o cara!
Beijos

luis r.
luis r.PermalinkResponder

essa história de ser exigência dos eua era tão verdade q, no consulado do méxico aqui em sp, quem já tinha o visto americano "furava a fila" e tinha atendimento prioritário e beeeeeeem mais rápido -- para indignação dos sem-visto/eua.
btw, tô vendendo um visto mexicano ano 2009, com 9 anos de validade, quase sem uso, único dono.

Mariana "de Toledo" _ @merel

PS: Não sabia dessa história.

Ermesto, o pato

Agora podemos fazer o seu roteiro de onibus no Mexico...

Márcio Cabral de Moura

Agora o México voltou a ser uma opção de viagem. Porque, sinceramente, me mandar para São Paulo durante um dia de semana para tirar um visto para o México estava completamente fora de cogitação.

Eles nem precisavam aceitar o visto americano, bastava fazer feito o Canadá e aceitar que se mandasse o passaporte via despachante. Já resolvia a parada e não ficava com essa cara de capacho dos EUA.

De qualquer forma, no Chile eu vi uma forma bem interessante de aplicar o princípio da reciprocidade, sem perder (muitos) turistas.

Lá no aeroporto tem um guichê para se tirar um visto, na hora (leia-se: pagar por um visto) para os países que exigem visto dos chilenos. É uma idéia muito boa, que poderia ser adotada por nós.

Andre Lot
Andre LotPermalinkResponder

Márcio, eu discordo da maioria da tripulação no tema reciprocidade. Não somos uma ilhota no Caribe que depende do turismo para sobreviver ou empobrecer (tá, pode ser o caso de alguns vilarejos de praia e cidades "exóticas" na floresta, e só). O Brasil não precisa ficar se submetendo a relações consulares desiguais para atrair mais algumas centenas de milhares de turistas. Nem de dólares precisamos mais, nosso balanço internacional de pagamentos vai bem, obrigado.

Agora essa de dar visto em aeroporto é uma solução chinfrim. Não é visto na prática, é cobrança por um carimbo. Pois eu duvido que o procedimento para entrada dos nacionais sujeitos a visto em aeroporto seja muito diferente daqueles que podem entrar sem visto. Logo a INFRAERO pressiona as cias. aéreas para receberem essa taxa antes do embarque lá fora, como ocorrem em alguns outros países com soluções parecidas.

A reciprocidade pode dar resultados. Na década de 1980, os EUA impuseram vistos para os franceses devido aos sucessivos ataques de terroristas argelinos na França. A França revidou, e os americanos - de famílias em Spring Break a executivos de multinacionais - passaram a ter de enfrentar filas e viajar às cidades onde havia repartições consulares francesas. A medida caiu rapidinho.

Mas como acho que o Brasil entrará logo no VWP, em 3/5 anos no máximo se nada dramático ocorrer no cenário internacional, a tal reciprocidade vai perder o sentido, pois será possível viajar sem visto de/para ambos os países.

Márcio Cabral de Moura

Eu concordaria contigo se o processo de visto para americano não fosse, em si, uma palhaçada. Eles não são entrevistados, eles não correm o risco de terem o visto negado. É só birra, mesmo.

Birra, por birra, melhor cobrar uma taxa no aeroporto, em vez de fazê-la no consulado. Mas respeito o seu ponto de vista.

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Lá vou eu me meter em briga de gente grande...

André Lot, não é questão de o Brasil depender ou não do turismo para sobreviver ou empobrecer. É a questão do Brasil ser pragmático e usar o turismo para se ajudar a crescer, ou seja, como um reforço, como algo a mais. A França, p. ex., é um país (bem) mais rico e desenvolvido que o Brasil e nem por isso trata o turismo com indiferença. Aliás, muito pelo contrário. "Ah, mas quando os EUA endureceram lá, a França também endureceu". Tudo bem, mas a França tem poder de fogo para isso. O turismo, se não for equilibrado dos dois lados, é mais favorável aos franceses. Por isso os EUA acabaram cedendo. No caso do Brasil, de que adianta, na prática, a reciprocidade? Os americanos simplesmente deixam de vir. Já os brasileiros não deixam de ir justamente porque os EUA são um destino atraente. Acontece com o Brasil o mesmo que acontecia com o México. Por ser difícil, os americanos deixam o Brasil de lado e vão para outros países. Por ser difícil, os brasileiros deixaram o México de lado e foram para outros países.

A visão tem de ser pragmática, realista, sem patriotismos/nacionalismos despidos de conseqüências práticas. O Brasil, ao impor reciprocidade aos EUA (e, de regra, a todos os demais países), só tem a perder (os EUA, ao menos, supostamente ganham em segurança, já que ninguém vai negar que eles são sim um país "alvo"). Já o Brasil não ganha rigorosamente nada de útil, só o "gostinho de vingança" disfarçado de reciprocidade. Se os americanos viessem, tudo tenderia a melhorar (o mesmo vale para todos os demais países). Haveria mais vôos (gerando mais concorrência e possível diminuição de preços), haveria mais demanda por hospedagem em todas as faixas de preço (ajudando a perfeiçoar a hotelaria brasileira), enfim, todas essas vantagens vindas direta ou indiretamente com o incremento do turismo. Por isso é que eu acho que, antes de criar dificuldades para o ingresso de estrangeiros (seja lá de onde eles forem), o país, seja qual for, tem de pensar muito nos prós e nos contras. Para o Brasil, eu só vejo contras.

Sobre vistos em si, eu sonho com um mundo tão livre e sem fronteiras que PêEsse Soyinka von Virtanen III, meu trisneto, filho de nigeriana descendente de finlandesa e nascido no Catar, acesse de seu iAll a versão em árabe do VnV (que na ocasião já será uma holding da qual farão parte não só o hoteis.com como também a British Airways e a Pousada do Zé Maria) e leia e ouça e veja em ambiente 4D um post comentando que dez anos atrás o desemprego entre os despachantes e agências de viagem que intermediavam a concessão de vistos só não tinha sido maior do que aquele causado às casas de câmbio pela adoção em nível mundial de uma só moeda, o unicus, cinco anos antes. smile

Amy
AmyPermalinkResponder

Que notícia boa! Não sabia dessa!

Amo esses benefícios da dupla-cidadania... grin

Amy
AmyPermalinkResponder

Agora podemos fazer o seu roteiro de onibus no Mexico...

Keive
KeivePermalinkResponder

Gente,
Estou indo para a Riviera Maia próxima semana. Mas antes de aportar por lá, ficarei uns três dias na cidade do México. Alguma dica de hotel BBB e bem localizado por lá?

Ricardo Freire

Esta pousada fica em La Condesa, que é o Palermo Soho" da Cidade do México;
http://www.theredtreehouse.com/

Keive
KeivePermalinkResponder

Obrigada pela dica

Carol
CarolPermalinkResponder

Permissão p/ entrar no méxico

Carolina Owen
Carolina OwenPermalinkResponder

Eu nao tenho visto, mas tenho o green card. Sera que preciso de visto pra ir ao Mexico? Nao sabia que brasileiro precisava de visto pra o Mexico e acabei marcando viagem pra o final de Maio. Caso precise, tenho que apressar a saida do meu visto!

Ricardo Freire

Acredito que se encaixe na mesma categoria. A Lucia Malla, que mora no Havaí, esteve em Cancún ano passado e acho que entrou apenas com o green card. Confirme lá com ela: http://www.interney.net/blogs/malla

Jorge Luis
Jorge LuisPermalinkResponder

Oi Carolina:

Se tiver Green Card, e so levar tambem o passaporte brasileiro -sem visto- y apresentar os dois documentos. DICA: Pergunta a linha aerea.

Andressa
AndressaPermalinkResponder

Gente, tenho o visto americano e vou pros EUA em setembro. Navegando pela net, fui fisgada pelo preço da Companhia Mexicana de aviação. Comprei ida e volta são paulo x nova iorque, por 500 dólares. Mas o vôo faz uma parada no México. Acreditam que só depois que comprei as passagens é que me liguei na questão do visto??? Vc podem imaginar a minha felicidade ao ler essa notícia, né... rsrsrsrs

FH Martins
FH MartinsPermalinkResponder

Ricardo, devidamente citado e referenciado no meu blog.

meu reveillon ficou bem mais proximo agora.

vinas
vinasPermalinkResponder

boa noite uma pergunta quem tem o green card pode ir ao mexico sem ter visto? obrigado se puderem me ajudar!!!!

Ricardo Freire

Sim.

vinas
vinasPermalinkResponder

boa noite uma pergunta quem tem o green card pode ir ao mexico sem ter visto? obrigado se puderem me ajudar!!!!
moro no EUA e estou indo la para ferias...so q ninguem me disse nada nem me pediu nada...

Ricardo Freire

Mesmo que precisasse de visto, só te diriam no check-in. Mas não precisa não.

ABILIO
ABILIOPermalinkResponder

BOA NOITE A TODOS.

UMA PERGUNTA.
PRETENDO IR AO MEXICO NÃO TENHO VISTO NENHUM , EU CONSIGO ENTRAR NO MEXICO, OU LA EU CONSIGO O VISTO.
E PRA TIRAR O VISTO NO BRASIL E COMPLICADO.
OBRIGADO PELA ATENÇÃO.

Ricardo Freire

Não escreva em maiúsculas na internet, é visto como gritaria = falta de educação.

É preciso tirar visto antes de ir, sem visto não te deixam nem embarcar.

Thiago Rego
Thiago RegoPermalinkResponder

Boa noite, Me disseram que após o Mexico aceitar visto dos EUA para entrar, passou a ser cobrado uma Taxa na imigração nos EUA, isso procede? Grato desde Ja.

Ricardo Freire

Não sei nem se entendi sua pergunta, Thiago. Por favor traga o link de onde você viu essa informação.

Cássio Franco

Ricardo

Vi isso no site da embaixada mexicana

Passageiros em cruzeiro que visitam portos mexicanos, não precisam de visto para desembarcar no país.
Com a finalidade de oferecer ainda maiores facilidades migratórias para visitar o México, a partir do dia 1º de maio de 2010, todos os estrangeiros nas categorias de turismo, negócios e trânsito, que possuam um visto vigente dos Estados Unidos, poderão ingressar no México com dispensa do visto mexicano, apresentando o visto dos Estados Unidos e passaporte válidos. Portanto, não é necessário apresentar-se à Embaixada para requerer eventual autorização "extra". Nas outras categorias migratórias, os cidadãos do Brasil deverão solicitar o visto.

Ricardo Freire

Então, Cássio... não há nada que fale em taxa.

Thiago Rego
Thiago RegoPermalinkResponder

Boa Tarde, pois intão, o que eu fiquei sabendo é que seria cobrado uma taxa na imigrição nos EUA para quem tivesse indo para o Mexico, porém acho que isso nao procede mesmo não. Obrigado

Everaldo
EveraldoPermalinkResponder

Eu acho que o brasileiro precisa se valorizar mais. Nós não somos vira-latas, somos gente.
Agora, esses mercenários e covardes que saem daqui pra viver nos EUA, esses sim, tem que ser punidos. E acredito que sejam uma minoria de traidores. Agora o que não pode é o verdadeiro turista ser humilhado por causa desses mercenários.
Então, se é pra exigir visto de entrada lá, que se exiga aqui tb.
Pau que dá chico dá em francisco tb.

Rogerio
RogerioPermalinkResponder

Oi Ric,

Estou indo p/a cidade do México e Cancún/Playa del Carmen esta semana e gostaria de saber onde é melhor trocar os dólares que vou levar sem desvantagem na cotação e ainda se o dólar é aceito em lojas e restaurantes normalmente.

Tb gostaria de dicas de pousadas, albergues ou pequenos hotéis onde poderia me hospedar e ao mesmo tempo tempo, conhecer gente, pois estou indo sozinho.

Obrigado.

Ricardo Freire

O dólar é bem aceito em Cancún e Playa del Carmen. O melhor é sacar em caixas automáticos direto em pesos. Senão, troque em bancos que tenham serviço de câmbio.

https://www.viajenaviagem.com/category/playa-del-carmen

Flavia
FlaviaPermalinkResponder

Oi!
sera que agora que o Mexico nao exige visto dos brasileiros, o Brasil tambem deixa de exigir visto dos mexicanos para virem ao Brasil?
obrigada

Ricardo Freire

Não, Flávia. O México continua exigindo visto de brasileiros. Só está quebrando o galho de quem tem visto americano (porque a exigência do visto tem a ver com a imigração clandestina aos EUA via México).

A política do Brasil da reciprocidade é retaliatória. Só vão deixar de exigir visto dos mexicanos quando os brasileiros não precisarem de visto nenhum para entrar no México. O Brasil é orgulhoso e prefere que os turistas americanos, mexicanos, canadenses e japoneses viajem ao Caribe, ao Chile e à Argentina a facilitar a sua entrada.

Cintia
CintiaPermalinkResponder

No ano passado voei dos Estados Unidos pra São Paulo com parada na Cidade do México por quatro horas. No México, tive que ser a primeira a sair do avião acompanhada de um segurança que me levou para uma salinha.. Não pude andar no aeroporto e qdo pedi pra comer alguma coisa, um segurança me levou em uma lanchonete mais próxima da salinha....Na hora de embarcar pra SP fui acompanhada do segurança q ficou comigo até a hora de eu entrar no avião... Parecia que eu era criminosa hehehe

Vera
VeraPermalinkResponder

Moro em Florianópolis. Ainda tem consulado do México em
Porto Alegre? Ou preciso ir a São Paulo tirar o visto?

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

http://www.consulados.com.br/mexico/

Às vezes uma simples consulta no Google te responde rapidamente!

Viaje na Viagem

O consulado de Porto Alegre abriu em agosto e fechou em dezembro.

Se você vai a São Paulol, é mais negócio investir um visto para os Estados nidos, que também vale para o México.

Kelly
KellyPermalinkResponder

Quero ir ao mexico ano que vem,porém estou com muitas duvidas em relação ao visto.
Tenho um amigo que mora na cidade de Puebla e quero passar as minhas ferias lá!
Será que é muito dificil??
Sei que é exigido muitos documentos!
mas a taxa é cobrada depois da entrevista?
ou tenho que pagar antes?

Roberto
RobertoPermalinkResponder

Tô com viagem marcada para Cancún em Dezembro, descendo logo após para o resto da América Central. Uma agência de turismo me informou que não preciso tirar o visto mexicano se tenho o americano. Mas li aqui que só quando estiver em trânsito para os EUA é que não é necessário tirar o visto. Essa informação procede? Ou terei que tirar o visto mexicano?

Ricardo Freire

Não precisa. Está escrito com todas as letras no texto, não sei de onde você tirou essa interpretação. Se você tem visto americano, pode entrar no México sem problema.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Eu entrei semana passada em Cancún com meu visto americano. A imigração foi rápida e sem questionamentos.

Cíntia
CíntiaPermalinkResponder

Olá Ricardo!

Primeiramente gostaria de parabenizar pelo excelente trabalho!
Tenho um passaporte válido e visto p/ EUA, porém o passaporte do meu marido está com um pequeno ´´borrado´´ de caneta, bem pequeno (+-1cm) na página onde consta as informações pessoais, mas não atrapalha visualizar nenhum dado. Será que podemos ter problema na imigração? Temos o passaporte antigo...

Ricardo Freire

Impossível dizer, Cíntia. Se for passaporte novo, há informações armazenadas na tarja magnética. Se você quer se livrar do fantasma dessa dúvida, renove esse passaporte. Funcionários de imigração têm autoridade suprema e não ligam para nada o que a gente disser em foruns de internet...

Gisele Sanches

Olá Ricardo,

Tenho passaporte europeu, será que preciso de visto para entrar no méxico???
Att.
Gisele

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gisele! Aqui quem responde é A Bóia! Não precisa não! grin

Gisele Sanches

Oi Bóia,

Obrigada pela atenção!!!

igor
igorPermalinkResponder

Tirei meu visto americano mas com validade de apenas 1 entrada. Queria aproveitar a viagem e juntar com Cancun.
Se eu for para EUA, Mexico e voltar pelos EUA, o retorno seria considerado uma segunda entrada nos EUA?

carmen
carmenPermalinkResponder

Ola,...nunca viajei pra fora do Brasil. Estou querendo ir agora para Cancum, mas ñ sei como devo proceder quanto a passaporte. Ñ sei como issso funciona. vc poderia me dar uma dica de como devo proceder?
Grata,
Carmen

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Você precisa entrar o site da Polícia Federal e dar entrada no passaporte. Lá tem todas as informações necessárias.

Bruna
BrunaPermalinkResponder

Olá,

Eu viajei ao EUA fazendo conexao pelo mexico na ida e na volta. (maior arrependimento da minha vida).

Voces sabem me dizer se a entrada no mexico com o visto americano e valida somente ma vez? Pois na ida, foi tranquilo e eu fiz a conexao pelo mexico sem problemas mas na volta eles me prenderam numa sala e não deixaram eu acessar o aeroporto, prenderam meu passporte, e so me devolveram quando me levaram ate a porta do aviao!!! me senti uma crimonosa, deportada, em fim...alguem ja passou por isso?

Obrigada,

Bruna

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bruna! Quando foi isso?

Pelo que sabemos, isso deve ter acontecido ANTES de o México começar a aceitar o visto americano como substituto do visto mexicano, em abril de 2010.

Hoje em dia não tem mais esse lance da salinha, não.

Nervoso
NervosoPermalinkResponder

amigso....

boa tarde,

socorro

tenho entrevista 4 novembro
tenho qaue finalizar meu ds160

seguinte...

já estive na alemanha japão.. paraguai argentina.. isso ha uns 18 anos

e janeiro 2011 fui pra cuba.....

uma pessoa disse que eles não gostam, e negam o visto...
vcs sabem de algo??

devo colocar todos inclusive os antigos????

socorro.. por favor..

um abraço...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nervoso! Não há nenhuma relação entre concessão de visto e viagens a Cuba.

Se você puder comprovar renda estável e vínculos com o Brasil, não temo que temer.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar