Seguro-saúde no exterior: a Wanessa usou (e conta como é)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Usando seguro-saúde no exterior

A Wanessa Lima, que destrincha Buenos Aires com riqueza de detalhes no seu Caderno de Viagem, deu uma passadinha semana passada por aqui para dar um depoimento que faltava nos nossos arquivos: como é usar um seguro-assistência durante uma viagem. No seu caso, foi o seguro "automático" do cartão Visa. Sua experiência positiva:

Voltei há uns dias de minha última viagem e dessa vez precisei usar o seguro saúde…

Comprei as passagens com cartão Visa e resolvi usar o seguro que eles oferecem. Como estava indo para a Europa, entrei em contato com eles para pegar o “certificado Schengen” para apresentar à imigração se fosse o caso. (Não me pediram.)

O procedimento foi simples. Por telefone, me deram um endereço na internet que eu precisava acessar para preencher meus dados e, dentro de 72 horas, receberia o certificado por e-mail. Não recebi no prazo, mas liguei para eles novamente e recebi na mesma hora. Também me passaram os números de telefone para os quais eu deveria ligar em cada um dos países do meu roteiro (isso foi iniciativa deles, eu não perguntei).

No meio da viagem, em Budapeste, precisei de atendimento e liguei para o número indicado. Fui atendida em português. Expliquei o problema, me deram o número de protocolo e disseram que devia aguardar a visita do médico em 50 minutos. Dentro desse prazo, me ligaram para dizer que, por causa do tipo de problema que eu tinha, seria necessário fazer o deslocamento para um hospital, mas que o médico da seguradora viria ao hotel para me acompanhar e que eu tinha de pagar esse custo, não coberto pelo seguro. Esse foi o único contato feito em inglês.

Aguardei mais um tempo – não foi muito – e o médico chegou apenas para me acompanhar ao hospital. Se eu não estivesse viajando sozinha e se não fosse de madrugada (medo!), eu teria tentado dispensar essa etapa, mas, nessas circunstâncias… Paguei 60 euros para o médico me levar no carro particular dele ao hospital.

Chegando lá, o lugar parecia meio abandonado, porque não era um local que tivesse internação, então, havia só uma atendente dormindo atrás do balcão(!). Ela chamou a médica de plantão e fui para a sala de exames. Fiz uma ultrassonografia e fui liberada para voltar ao hotel com a receita dos medicamentos que precisava comprar. Saí procurando o médico do seguro (que, na minha imaginação, deveria me levar de volta ao hotel), e ele tinha ido embora(!) sem me avisar (!!).

Pedi para a médica que havia me atendido chamar um táxi (e ela tinha muito boa vontade). Paguei o equivalente a 4 euros pelo táxi.

Em resumo: o atendimento da seguradora por telefone foi ótimo, todos foram bastante atenciosos e ter podido falar em português ajudou muito. O atendimento pela médica no hospital também foi ótimo. Agora, o médico da seguradora tinha de ter ficado me esperando para me levar de volta ao hotel! Arquei com um custo de 60,00 euros apenas pelo serviço de transporte, porque a assistência médica que ele me prestou foi mínima. Essa semana foi que enviei toda a documentação para a seguradora, então ainda não sei se vão me ressarcir ou cobrar alguma das desperas, mas não tive de pagar nada adiantado pelo atendimento no hospital nem pela ultrassonografia. Paguei a medicação na farmácia (muito barata, aliás). No geral, fiquei satisfeita com o atendimento (tirando o médico fujão…), principalmente pela rapidez com que foi prestado. Acho que usarei de novo o seguro do cartão.

Obrigado, Wanessa!

E você? Já precisou usar o seguro-assistência em viagem? Conte pra gente como foi!

466 comentários

Patricia Luck
Patricia LuckPermalinkResponder

Bom, como eu adoro esse site/blog e alguém aí em cima já disse que esse post e de utilidade publica, venho aqui contar minha recente experiência (15 dias atras) com o seguro Visa-AXA: recebemos o seguro ao comprar nossas passagens com Visa Platinum. Após alguns dias de viagem, meu marido começou a sentir um desconforto no cotovelo direito (parecia um furúnculo inflamado), que aos poucos começou a doer, inchando o braço todo...ele começou a ter febre. Estávamos no interior da Alemanha. Ligamos para nosso medico aqui no Brasil e ele disse para procurarmos um medico por lá. Liguei para o numero indicado na apólice (usando credito do Skype), fui atendida em português, conversei com um medico e nos enviaram um profissional ao hotel, que nos atendeu em inglês, receitou antibióticos e nos disse para procurarmos uma clinica no dia seguinte para saber da possibilidade de ter que drenar o inchaço. Meu marido teve que pegar um taxi de madrugada para ir a uma farmacia 24 horas e gastou 50 euros no medicamento (eu tive que ficar com nossos filhos no hotel).

No dia seguinte bem cedo liguei novamente para saber a clinica a qual deveríamos nos dirigir na cidade. Foi aí que nossos problemas começaram: pediram que eu enviasse por fax o documento onde o medico descrevia o caso. Consegui fazer isso na recepção do hotel. Informei ao atendente qual era o problema de meu marido, e após algumas horas liguei novamente, quando me informaram que ainda não tinham uma resposta pois precisavam traduzir o documento. Esperamos uma resposta durante 12 horas, com meu marido ardendo em febre e com dores! Cheguei a ligar mais 2 vezes e só nos diziam para esperar...

No final da tarde, sem resposta da Visa, pegamos um taxi e seguimos para uma clinica de emergencia, aonde meu marido foi prontamente encaminhado para cirurgia, e onde nos informaram que As 12 horas de espera representaram uma piora significativa no caso e que por se tratar de emergencia não era necessária, muito menos recomendável, aguardar qualquer autorização.

Enfim, ficamos "presos" por uma semana em Heidelberg, onde meu marido passou por duas intervencoes cirurgicas, ambas com anestesia geral, tendo que pagar diárias de hotel que não estavam previstas no orçamento, perdi reservas em outros hotéis, carros alugados parados, aluguel do apartamento de outra cidade contando sem estarmos lá, gastos com taxi para visita-lo no hospital, muito, muito estresse, eu sozinha com 3 filhos pequenos e meus sogros dependendo de mim para tudo por lá, além de ter que lidar com a administração do hospital que recebeu mensagem da AXA dizendo que não encontrava o caso do meu marido.

Nao precisamos pagar nada: ele foi atendido, fez vários exames e a cirurgia sem que o hospital nos perguntasse nada. Até agora não recebi nenhuma mensagem ou ligacao da Visa/AXA...portanto preparem-se para se aborrecer e NÃO aceitem se alguém do atendimento mandar esperar. Procurem logo um serviço de emergencia caso necessário!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! Obrigada pelo fidibeque. Depois, se puder, nos conte se você precisou fazer algum desembolso, e se isso foi reembolsado.

Patricia Luck
Patricia LuckPermalinkResponder

Cá estou, 8 meses após o ocorrido, ainda às voltas com o problema do seguro-saúde. Há alguns meses, recebi um e-mail da administração do hospital, com uma conta de 12.800 euros. Após contato (quase caí da cadeira), a administradora disse para não me preocupar, visto que aquela mensagem era uma cópia da enviada para a AXA/Visa.

Recebi a mesma mensagem mais uma vez, e ela informou que aquele era o segundo aviso para a seguradora, que dizia não estar encontrando o case do meu marido. Depois disso, mês passado, recebemos alguns telefonemas da seguradora, querendo falar com o médico da família (acho que por imaginarem que meu marido tinha um problema pré-viagem).

Por enquanto as coisas estão assim. Não recebi mais nenhuma mensagem, tampouco telefonemas. Espero que tenham resolvido tudo...

Patricia Luck
Patricia LuckPermalinkResponder

Em tempo: os gastos com medicamentos nunca foram reembolsados. O valor era baixo (cerca de 40 euros), porque meu marido recebeu toda a medicação no hospital (incluindo mais duas semanas de antibiótico em casa). Mesmo assim, até hoje não recebi resposta.

Patricia Luck
Patricia LuckPermalinkResponder

Por incrível que pareça, semana passada recebemos uma carta de um escritório de advocacia alemão nos cobrando uma dívida de 15 mil euros. Depois de várias ligações e e-mails, a AXA (seguradora contratada pela Visa) disse que pagaria hoje a dívida. O pior é que temos uma viagem para Europa em dois meses e estamos com medo da imigração nos barrar por conta disso...
Espero sinceramente que isso não ocorra, caso contrário esses 15 mil euros sairiam barato para eles frente à indenização que vamos pedir.

Silvia Andrade

Nossa, que tenso. Vou reforçar meu seguro saúde e minha farmacinha caseira. Se eu notar que a coisa pode piorar melhor tentar adiantar a viagem de volta. Melhor ser atendido no serviço público do Brasil do que ficar brigando por telefone com essas figuras.

Patricia Luck
Patricia LuckPermalinkResponder

Acho que o mais sensato seria ir direto a um hospital ao menor sinal de problema de saúde. Espero não precisar usar novamente o seguro-saúde, mas se precisar vou ligar para eles apenas para comunicar o caso, e não para pedir ajuda.

Silvia
SilviaPermalinkResponder

Ola, estou procurando post sobre o assunto e que bom achei algo confiável. Estou indo a Europa (Madri, Paris e Londres ) em maio, e compramos as passagens com cartões Visa Platinum, mas estou usando agora o Visa Infinite e o banco me informou que há um seguro do cartão tb, mesmo que passagem tenha sido comprado com outro, que podemos usá-lo, parece que a cobertura é até maior, o que acham devo ir pelo da Bandeira ou o do Banco, estou a 30 dias da viagem e tenho que resolver se uso ou se faço um seguro saude simples mesmo. Agradeço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Silvia! Siga as instruções do seu gerente. O seguro do Visa Platinum é emitido pelo site do Visa Platinum.

Igor
IgorPermalinkResponder

Vou viajar para a Europa logo após o meu casamento e tenho uma dúvida. É fato que o certificado Schengen, emitido por meio do site da VISA PLATINUM, abrange o comprador das passagens e o seu cônjuge. Mas a questão é: Cônjuge na data da compra da passagem ou na data da viagem? Vocês acham que minha futura esposa estaria segurada na viagem, mesmo que a compra das passagens tenha se dado 6 meses antes do casamento?
Agradeço pela atenção.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Igor! Recomendo consultar o seguro para se certificar.

Karla
KarlaPermalinkResponder

O seguro Visa Infinte menciona que a totalidade das passagens deve ser paga com o cartão de crédito, seria totalidade da passagem do titular ou dos dependentes também? Pq acabei comprando as duas passagens, minha e do meu esposo, em uma entrada por meio de depósito (R$ 900) mais 4 parcelas de R$ 1117. Se for considerar que ele é o titular, a passagem foi paga na integralidade. O que vc acha?

Karla
KarlaPermalinkResponder

Acho que encontrei uma outra interpretação, falam em tarifa da viagem, o valor total dessa viagem inclui taxas, então pode se considerar que as tarifas foram pagam com o cartão. Será que rola?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karla! Ligue para o cartão, é melhor pegar uma posição oficial.

Beth Castro
Beth CastroPermalinkResponder

Karla, fui a Santiago em março de 2012. As passagens foram compradas com milhas do cartão VISA Platinum do Banco do Brasil. Paguei somente as taxas de embarque com o cartão Visa Platinum. Tive um problema de saúde lá e resolvi ir direto numa clínica. O que eu precisava era de um médico que me receitasse um antibiótico prescrito pelo meu médico no Brasil por email. Paguei apenas uma consulta e o remédio. Entrei com a papelada para pedir o reembolso. Demorou um pouco mas deu certo. Recebi a consuta e o medicamento. Guarde todas as notas fiscais. Atenção: vc recebe em dolar depositado no Banco. Claro que o Banco fica com um percentual de "administração". Mas quero dizer que as taxas de embarque pagas com cartão no caso de passagem comprada com milhas do mesmo cartão servem para o seguro do Visa Platinum.

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Olá pessoal, estou indo à Europa em julho (chegando por Lisboa, depois irei a Espanha, França, Inglaterra e Itália) acabei de contratar o Certificado Schengen pelo meu cartão Mastercard Platinum, porém a cobertura é por 31 dias apenas e eu vou ficar 41 dias. As minhas dúvidas são, posso ter problemas na imigração por não estar totalmente coberto durante toda a minha estadia? Será necessário eu contratar um seguro particular por esses 10 dias que não estarei coberto?

Um grande abraço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eduardo! Pode ser que na imigração nem perguntem sobre o seu seguro, mas é importante sempre estar coberto para todos os dias da viagem. Não para comprovar nada, mas para sua segurança wink

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Eduardo, concordo com a boia. Ja tive que usar o seguro de saúde na Europa e é sempre melhor se prevenir do que estragar uma viagem dessas por tão pouco.

No Google você acha cupons de desconto das maiores empresas de seguro, vale a pena pesquisar

marisol
marisolPermalinkResponder

Oi Eduardo,

Entre novamente em contato com o cartao e questione o periodo ... o seguro deve ter vigencia do tempo igaul ao periodo da sua viagem. Tenho o mesmo cartao que o seu e por 15 de viagem à Europa sempre recebo a cobertura para 90 dias.
Nao faz sentido o cartao lhe oferecer um seguro com cobertura inferior ao tempo de sua viagem!

fabio
fabioPermalinkResponder

Marisol
Qual é este cartão mastercard que vcs tem que cobra 90 dias?

robson
robsonPermalinkResponder

olá, alguém já usou o serviço "world assistance" do bradesco fora do Brasil ?

ThiagoS
ThiagoSPermalinkResponder

Robson, eu usei o seguro em 2008, quando estava em Paris, fiquei com muita dor no joelho, liguei pra centeal a cobrar, respondi algumas perguntas, entre elas se eu conseguia ir ate o local e se precisava de intérprete, falei que se fosse em inglês nao precisaria. me pediram um número de telefone para entrar em contato, como estava em um hostel, tive que pedir para receber o telefonema na recepção.
Retornaram a ligação uns 30 min depois me informando o local da clinica. Chegando lá eles já tinham meus dados, tive que esperar um pouco e fui atendido. No final perguntei se precisava pagar alguma coisa, eles me falaram que já estava tudo certo.
No dia seguinte recebi um telefonema perguntando sobre o atendimento. Caso você precise de remédios, compre e guarde a nota, quando voltar peça o reembolso.
Desculpem o texto longo.
Abraços.

lucas de freitas

Vc sabe me dizer se eles cobrem tb cônjuge?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucas! Ligue para a administradora do seu cartão e pegue uma posição oficial por email. Cada cartão e cada administradora têm suas regras.

Flavio
FlavioPermalinkResponder

Eu sempre que viajo faço seguro, seja de saúde, seja de locação, por não confiar nesses seguros de cartão de crédito.

Os depoimentos da Wanessa e da Patrícia só confirmaram a minha desconfiança.

Francisca
FranciscaPermalinkResponder

Olá pessoal,
A minha dúvida é referente ao seguro do Visa Platinum (certificado Schengen). Li em um fórum de viagem que, no caso de utilização de serviços médicos, o cartão é apresentado ao fornecedor e os valores são debitados no cartão de crédito para, posteriormente, serem ressarcidos pela Visa (medo!). Alguém pode me confirmar, pois no depoimento da Wanessa não há nada a respeito disso e a Central de Atendimento Visa não citou esse detalhe quando liguei pedindo informações. Obrigada. Abço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Francisca! De fato, a diferença entre os seguros oferecidos pelos cartões e os que você compra está no fato de que algumas despesas são debitadas e depois reembolsadas. É preciso reunir toda a documentação necessária para o reembolso.

mila
milaPermalinkResponder

Olá, cá estou eu de volta. É muito bom poder contar com vocês. Antes de solicitar ajuda, quero falar que, no mês de março eu e meu marido viajamos para a Europa e, seguindo vários conselhos deste site,deu tudo super certo! Até a solicitação de seguro do cartão Visa
foi fácil. Felizmente não precisamos usar!
Agora a pergunta:minha filha vai viajar para os EUA agora em julho e a sua passagem foi comprada junto com as de 2 amigas, usando o cartão do pai delas (Mastercard); portanto, parece que a minha filha não tem direito ao seguro oferecido pelo cartão (não é dependente do titular). É isso mesmo?
Se for positiva a resposta, poderiam me indicar uma seguradora confiável para contratar um bom seguro para ela ( por 19 dias)?
Obrigada mais uma vez! Abraços!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mila! Informe-se com o emissor do cartão do seu marido sobre a extensão do seguro.

As seguradoras disponíveis online são confiáveis; recomendamos a Mondial, nossa parceira: https://www.boia.me/mondial/

Francisca
FranciscaPermalinkResponder

Valeu, Bóia! Bjo.

Raphaella
RaphaellaPermalinkResponder

Alguém pode indicar uma corretora ou seguradora de confiança que emita o Schengen? Não consigo pedir pelo cartão.
Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Raphaella! Toda corretora emite; você acha todas na internet. Somos parceiros da Mondial.

Raphaella
RaphaellaPermalinkResponder

Bóia, obrigada!

Célio Irineu
Célio IrineuPermalinkResponder

Olá!
Não vi nenhum comentário acerca do que está acontecendo comigo, por isto gostaria de perguntar o seguinte:
Adquiri passagens para NY pelo cartão Visa Platinum, o que me dá direito à assistência viagem. Ocorre que, passados alguns dias, por discordar de valores de anuidade, resolvi cancelar o cartão. Perguntei ao atendente acerca doa assistência durante a viagem e os pontos do programa de pontos. Ele me informou que os pontos podem ser transferidos para outro cartão que possuo e que está "interligado" ao Platinum. Em relação à assistência durante a viagem, obtive duas respostas diversas dos atendentes: Um disse que eu não teria mais direito. O outro disse que eu teria. Analisando o contrato no que se refere à assistência, pude observar que não há referência específica neste caso de cancelamento posterior à compra, no entanto está explícito que obtem-se o direito à assistência "no ato da compra das passagens com o cartão". Estou preocupado com esta situação. Gostaria de saber se alguém já vivenciou ou teve conhecimento de quem tenha vivenciado esta situação. Outra dúvida que tenho é em relação aos valores disponibilizados pelo cartão no caso de uma necessidade.
Desde já agradeço e aguardo.
Atenciosamente,
Célio Irineu

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Célio! O objetivo do seguro é garantir tranqüilidade. A sua situação, sem vínculo com o cartão com o qual comprou a passagem, é precária e pode vir a dar dor de cabeça. O melhor é pagar o seguro à parte. As seguradoras fazem em vezes.

Marcos Sobral
Marcos SobralPermalinkResponder

Comigo em Paris, em 2010, usei normalmente o seguro da Mondial. Foi tranquilo, mandaram um médico para o hotel que falava espanhol e ele receitou antibióticos e pronto para minha esposa. Só ficou o problema do mal cheiro. O cara parecia que não tomava banho. Depois que ele saiu do quarto tivemos que deixar as portas abertas. Tinha reembolso dos medicamentos mas tinha que mandar as notas para um endereço em São Paulo. Como era só 14 dólares deixei pra lá.

Paulo Rocha
Paulo RochaPermalinkResponder

Pessoal, boa tarde. olha eu sou responsavel pelo seguro viagem da Porto Seguro, na sucursal Bragança Paulista. Gostaria de dizer que o seguro viagem da Porto Seguro atende em Portugues e que esta disponivel para consulta no site www.portoseguro.com.br.
Nossos serviços estao em todo o mundo atraves da Interpartiner, empresa lider no segimento de assistencia a viagem. O grande problema dos carotes é que esse tipo de contratação esta disponivel para alguns tipos de cartoes, geralmente os que sao gold e platinum.

www.portoseguro.com.br

Jussara
JussaraPermalinkResponder

Oi, Bóia,
Vou ficar um mês no México fazendo curso de espanhol. O México não exige seguro de saúde, você acha que ainda assim preciso fazer um? Fiz uma pesquisa e achei os preços salgados, e não confio em seguro de cartão (alguns comentários aqui endossam isso). Já fiquei mais do que um mês fora em outras vezes e nunca tive nada, em algumas vezes fiquei gripada mas nada que precisasse de médico.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jussara! Não viaje para o exterior sem seguro-assistência. Orce também com o http://www.worldnomads.com .

hideyki tubone

Vou ficar 30 dias nos EUA, esse seguro VISA AXA do VISA PLATINUM INTERNACIONAL, é confiável??

Ricardo
RicardoPermalinkResponder

Olá Bóia,
Estou indo para Austrália e confirmei o seguro saúde pelo VISA Platinum (Santander) o rapaz do VISA apenas me informou q basta que as passagens estejam na fatura para garantir o seguro. Não teria que ter algum documento em mãos?. Falou q se tivesse algum problema de saúde bastaria ligar para o número de atendimento internacional.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ricardo! Há um certificado que você imprime a partir do site.

Daisinalva Amorim

Quero preencher o formulário do seguro do Cartão MASTER, como fazer?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daisinalva! Entre em contato com o serviço de atendimento do seu cartão de crédito.

Isa
IsaPermalinkResponder

Ola...
Estou precisando de uma informação q achei q nao encontraria problema,mas...
Nao estou conseguindo empresas no Brasil que cubram meu seguro viagem... Estou no Japao indo para Europa(entrando por Frankfurt)e depois retornarei para o Brasil.
Todas as seguradoras mais indicadas não faz o seguro pra quem não se encontra no Brasil.
Andei lendo sobre a AXA Assistance(Belgica),alguem ja ouviu falar???
Caso sabem de alguma q abrange o meu caso por favor aceito informações...
Mto obrigada.

Gaby
GabyPermalinkResponder

Olá Isa,

estou exatamente na mesma situação!!

Estou na China, onde vamos ficar mais uns 2 meses e depois retornaremos ao Brasil e não conseguimos NENHUM plano brasileiro que nos cubra pois já estamos fora do Brasil e nenhum plano internacional que possa cobrir brasileiros residentes no Brasil para quando retornarmos.... Dá pra acreditar?! Ou seja, estamos no limbo...

No Brasil ninguém nos quer e os internacionais não podem entrar no Brasil (imaginem o lobby dos planos de saúde no Brasil!!!).

Se alguém puder nos ajudar, com alguma dica, agradecemos!!!

Isa
IsaPermalinkResponder

Obrigada pela dica... Vc sabe de algum outro sem ser a AXA q possa atende minha situaçao???
Obrigada

Isa
IsaPermalinkResponder

Boia... Encontrei essa empresa...
Vc tem alguma informação sobre ela??? É confiavel???
Mto obrigada!!!

www.seguroviagemtotal.com.br
Plano: ITA EUROPA

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Isa! Não temos referências. Veja este post para saber como se informar sobre a reputação de uma empresa:
https://www.viajenaviagem.com/2012/08/5-passos-viagens-sem-roubadas/

PATRÍCIA GUERREIRO

Vou viajar em dezembro para os EUA e comprei passagens com meu Mastercard Black. Gostaria de poder dispor do seguro de viagem (saúde). Gosaria de saber se devo imprimir as apólices ou se é automático? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patrícia! Ligue para a central de atendimento do seu cartão, é mais seguro.

CONSTANCE JACOB

Gente. Eu sempre viajei com seguros de viagens de operadoras como a Mondial, Vital Card, Assistcard, etc. Jamais precisei usar. recentemente viajei pra Orlando e fiz esse seguro por US$ 94,00. Agora, viajarei pro Marrocos no período de natal e ano novo, com toda minha familia. Meus filhos e meus pais. Resolvi usar o seguro do cartão, ate por economia, ja que o multiplicador é outro, ne? Espero que nao seja uma economia burra, mas ja que existe a possibilidade de usar esse seguro do cartão, por que nao usar?
Acabei de imprimir os vouchers. No caso, meu cartão é o Visa Platinunm. O site onde vc entra e imprime suas apolices é o http://www.interpartner.com.br/visaoutrospaises .
Vou esperar uns dias e ligar pra central de atendimento pra confirmar direitinho esse seguro, pois eles dizem que confirmarão a compra das passagens em sua fatura. Vou ver como se da essa confirmação.
Espero nao precisar usar.
Volto a relatar como acontece essa confirmação, pois como comprei as 8 passagens usando 2 cartoes, do meu marido e meu, nao sei como será essa confirmação, pois no fundo, foi um valor total que foi dividido em 2 cartoes. Qual pessoa esta em qual cartão, ne?
Constance

elaine
elainePermalinkResponder

Ou, Constance. Espero que vc não tenha precisado usar o seguro do cartão, mas a minha mãe usou esse seguro do visa platinum em Orlando e vc nem imagina a comfusão. eles pagaram somente 1/3 da divida do hospital que era o maximo que pagariam mesmo.
Eu recomendo comprar um seguro adequado e com um valor de cobertura alto. nunca mais contar somente,com esses seguros de cartão de credito. abçs

Maria Flávia Penha de Souza

Se você vai comprar um seguro da Travel Ace, cuidado! São PICARETAS totais.

Viajei em Julho de 2012 e ao chegar ao meu destino minha mala tinha sido extraviada pela cia aérea. Como tinha feito um seguro com a Travel Ace realizei compras de primeira necessidade.
No retorno da minha viagem solicitei o reembolso. Na lista de documentação a ser enviada tinha as notas fiscais originais das compras. Enviei o processo completo e eles disseram que não receberam. Como tinha cópia de tudo, enviei novamente pelo correio.
Após um tempo, eles retornaram dizendo que faltavam as notas originais. Apesar de ter explicado o ocorrido, eles continuaram insistindo. Entrei em contato com as lojas, via e-mail, e as mesmas me enviaram as notas fiscais eletrônicas. Novamente eles não aceitaram e como parecer final me disseram que, apesar de reconhecerem que a mala foi extraviada, não iriam me reembolsar por não terem as notas originais. Desde quando NOTAS FISCAIS ELETRÔNICAS não são consideradas originais??? Em qual mundo??? Só no Brasil e na PICARETAGEM de empresas como estas.
Agora estou tendo o trabalho de entrar na justiça, mas infelizmente no Brasil a mesma é SUPER lenta. A audiência de conciliação só será marcada para MARÇO de 2013. Um ABSURDO!
A única coisa que posso fazer aqui é alertar a todos que NÃO COMPREM SEGURO VIAGEM DA TRAVEL ACE!!!

DELMA
DELMAPermalinkResponder

Realmente não funciona. Minha irma precisou na HOLANDA E NAO DERAM SEQUER RESPOSTA. FURTO DE DOCUMENTOS, tivemos que nos virar sozinhas e nenhum reembolso.

Marcelo Abella

Eu precisei usar I VisaPlatinum e digo, para serviços de emergências Não FUNCIONA!

Precisei usar com minha filha em Londres dia 24/10/12 que precisou de cirurgia na ponta do dedo após acidente na porta corta fogo do hotel, ou seja emergência.

No hospital NHS liguei ao Visa e me pediram inúmeros documentos, tive que comprovar que as passagens foram pagas com o Visa, e também os recibos da Tam, tickts das viagens e carimbo da imigração. Pediram ate a certidão de nascimento para comprovar que era minha filha, os passaportes nao tem filiação. Até parecia que eu queria aplicar um golpe neles! Ridículo! Mandei tudo em 24 horas e minha filha no hospital.
Não mandaram a garantia de pagamento ao hospital, mas mesmo assim o hospital nos liberou. Foi preciso cirurgia de reimplante da ponta do dedo da mão com anestesia geral, e eles me pedindo documentos para comprovar o beneficio!
Depois precisei de uma clinica em Paris para trocar o curativo, me mandaram em uma clinica que nao era pediatria e nao foi possível trocar o curativo, a enfermeira indicou um hospital pediátrico. Liguei ao Visa que precisou emcaminhar para os USA para aprovar! Esperei dois dias pela resposta, que somente tive quando já estaca no Brasil!

Ate hoje nao foi paga a conta do Hospital de Londres!

E a Visa somente com respostas evasivas!

Sem contar no custo das ligações de quase 20min cada que fiz varias!

Somente nao justiça para buscar os prejuízos!

É uma ENGANAÇÃO !

Segue meu protocolo na Visa AM 9422285 caso eles leiam este post.

Marcelo Abella, pai da Mariana que passa bem aos cuidados dos médicos brasileiros!

Fernando
FernandoPermalinkResponder

Em outubro de 2011 precisei utilizar o seguro da Mondial em Londres.
Liguei para a central de atendimento no Brasil, os números fornecidos para contato na Inglaterra, sem custos, não funcionavam.
Fui orientado á procurar um hospital público, indicaram um perto do local onde estava hospedado.
Lá fui atendido através do NHS e precisei internar. No 2º dia de internação forneci para a representante os números de contato da Mondial e da apólice para que eles entrassem em contato caso contrário eu teria que depositar uma caução de 11 mil libras!
Acabei saindo do hospital sem pagar nada, acreditando que estava tudo OK. Cerca de dois meses depois recebi um telefonema da Inglaterra avisando que eu receberia a conta hospitalar pelo Correio. Entrei novamente em contato com a Mondial e, felizmente, resolveram a situação com umm final feliz.

Anderson Ferreira

Gostaria de saber de como solicitar o Certificado de Direito Assistencia Medica PB4 para viajar a Paris-França, este certificado e aceito lá.
obrigado e um grande abraço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Anderson! Na França você vai precisar de um seguro-assistência que cumpra as exigências do Espaço Schengen. Procure as seguradoras.

Stefania
StefaniaPermalinkResponder

Olá!! estou indo viajar para a Espanha, onde vou estudar durante 1 ano.
Qual é a melhor opção de seguro para cobrir longas estadias?

Eles providenciam os documentos para o visto, mesmo que seja dois meses antes da viagem?

obrigado!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Stefania! O pessoal do curso saberá te dar as informações mais precisas e testadas, eles já devem ter todos os macetes. Fale diretamente com eles.

ana
anaPermalinkResponder

olá! uma questão: vim para passar 6 meses na Itália e para isso fiz um seguro saúde na CVC ( com a Travel Ace). Aconteceu que qdo fui tirar o Permesso de soggiorno para uma permanência mais longa eles não aceitaram o meu seguro. O que eu entendi é que era como se ele não valesse para o espaço Schengen, mas essa informação não procede. Duas coisas:pode ser porque no documento diz LIMITE de 30 mil euros (mas isso dis em todos os seguros), ou seja, gastos de no máximo esse valor, quando na verdade o que o espaço Schengen pede é que seja no mínimo essa quantia??? Se sim e se eu tiver que fazer outro já estando aqui, tem algum online que é de confiança? A Mondial só faz para até 4 meses. Me ajude? obrigada ANA

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana! Infelizmente só entendemos de turismo. Só quem pode orientar você é o consulado ou fóruns de expatriados.

Antonio
AntonioPermalinkResponder

Pelo que eu saiba, o limite de 30.000 E é por ocorrência, ou seja a cada vez que você precisar de assistência médica, começa um novo limite de 30.000 E.
Verifique junto à Seguradora.

ana
anaPermalinkResponder

ok,obrigada. smile

Felipe
FelipePermalinkResponder

Imprimi meu seguro ofertado pelo Visa Platinum em português. Vou para Lisboa/Londres e Paris. Preciso imprimir em inglês? Entrei no site novamente mas não aparece a opção para reimprimir em outro idioma.

Alguma sugestão?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! Pode ser em português mesmo.

Felipe
FelipePermalinkResponder

Este Worldnomads oferece seguro. É confiável? Alguém já usou os serviços? Tem assistência em português?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! Consulte a opinião dos leitores nos comentários acima e veja também como pesquisar a reputação de serviços na Internet:
https://www.viajenaviagem.com/2012/08/5-passos-viagens-sem-roubadas/

Ygor
YgorPermalinkResponder

Olá, recentemente fiz uma viagem ao Paraguay e Argentina. No Paraguay precisei de atendimento médico. Havia feito um seguro Assist Card. Entrei em contato com eles pelo número indicado na apólice. Me atenderam em "Português". foi como um atendimento médico sem ser por um médico. Me perguntaram, entre outras coisas, os sintomas observados, dados da apólice, minha localização e um numero de telefone onde pudesse ser encontrado. De posse das informações, foram buscar um médico para mim. Cerca de 60-90min depois, ligaram pro meu hotel com a indicação do hospital ao qual deveria me dirigir, assim como dos procedimentos a serem adotado. Chegando lá, pasmem, o hospital estava vazio. Era limpo e bem organizado. Não demorei a ser atendido. Expliquei a médica a situação e ela me deu a receita para o medicamento que precisaria comprar. Sem maiores problemas. Na saída, pediram pra tirar uma cópia do documento que me dava direito ao atendimento. Dois dias depois, me ligaram do Perú, querendo saber se eu havia sido (bem) atendido e se me sentia melhor. Colocaram-se à disposição para o caso de precisar novamente.
Resultado: surpreendeu-me bastante o atendimento e o cuidado que tiveram comigo.
abs

cyro
cyroPermalinkResponder

em abril último, eu e meu companheiro utilizamos o seguro visa platinum em firenze. por sorte, a recepção do hotel nos deixou utilizar o fixo deles para realizar a DEMORADA ligação de contato do seguro. depois de muita enrolação, disseram que nos retornariam em minutos. por gentileza, nosso hotel mais uma vez nos emprestou o fixo para a chamada de retorno da seguradora. depois de uma hora, enviaram uma médica no nosso quarto de hotel que sabia falar um pouco de português (ela esteve aqui em natal de férias) e fluente em inglês, o atendimento foi gentil mas nao recebemos nenhum remedio. descemos com a receita até uma farmacia proxima e adquirimos os antibioticos.
imagino o sufoco dos pacientes que nao possuem fone fixo à disposição (ou uma boa conexao e créditos no skipe)nem falam inglês fluentemente.

cyro
cyroPermalinkResponder

já em 2007, em londres, minha amiga utilizou o seguro vendido pela cvc. ligação demorada e em inglês e retornaram informando que não havia vagas para atende-la naquele dia (ela estava sob forte reação alérgica) e nos propuseram um encaixe numa clinica particular. depois de tres horas de espera, conseguimos falar com uma medica gentil que forneceu os remedios para ela.

paula
paulaPermalinkResponder

pessoa, não sei se é uma pergunta tonta ou não, mas estou confusa. o meu seguro não é de cartão de crédito. adquiri na tam viagens e é emitido pela Mapfre. Não tem ecrito "certificado schengen" escrito, mas cobre tudo que é pedido. até mais do que aqueles 30 mil. isso basta?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paula! Se é para a Europa e foi emitido por uma seguradora que atua no Brasil, para um cliente brasileiro, o seguro cobre sim as exigências. "Schengen" é o nome do tratado de países. A gente apelida o seguro assim, mas nem sempre tem esse nome; o importante é a cobertura exigida.

Simone Lustosa

Viagei a Europa em fevereiro de 2012, e me sentir mal em Siena na Itália, liguei para o cartão Visa Infinite, ao qual era o meu seguro, eles me indicaram um hospital a ir na cidade, passei 20 minutos na ligação, em espanhol. Me falaram para ir no hospital, pagar e passar para eles os valores por fax. . Fui na emergência do hospital recomendado, e fui super bem atendida, fiz vários exames em um excelente hospital. No final meu marido perguntou quanto custaria, e eles disseram que era gratuito. No outro dia o seguro me ligou perguntando como estava. Só tive um mal estar, mas fiquei admirada como fui atendida, e fiz vários exames em poucas horas e só sair com o laudo da médica dizendo que estava ótima, as enfermeiras perguntaram até por Milhel Teló, que na época estava no auge na Europa. Quando cheguei na emergência só disse que era estrangeira e que precisava de atendimento.

Ana Guaioto
Ana GuaiotoPermalinkResponder

Vou para Europa em julho (Franca, Suica e Alemanha)-2 adultos e 1 crianca de 8 anos para ficar 1 mes - queria que me indicassem qual o melhor seguro para fazer e qual classe.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana! Consulte as opiniões dos leitores nesta caixa de comentários. Leia também: https://www.viajenaviagem.com/2013/01/viagem-a-europa-como-fazer-o-convenio-do-inss/

Shi
ShiPermalinkResponder

Viajaremos para Itália e Suiça no próximo mês e estamos com o seguro da CVC em mãos. Alguns amigos nos deixaram com a pulga atrás da orelha, pois o documento emitido por eles está em nome do Casal e não feito separadamente. Alguma orientação ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Shi! Fale com a CVC.

Márcio Cesar
Márcio CesarPermalinkResponder

Bóia, o que é este "certificado Schengen"? Vou agora para os EUA e para o México (Cancun), preciso emitir este certificado ou o voucher da empresa de seguro saude já é suficiente caso a imigração peça para ver meu seguro saúde?

Desde já agradeço,

Márcio

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Márcio! É só para a Europa wink O voucher vai ser suficiente, mas não costumam pedir.

Márcio Cesar
Márcio CesarPermalinkResponder

Obrigado, pela pronta resposta!

Márcio

larissa
larissaPermalinkResponder

Pessoal, obrigada pelos comentários. Estava na dúvida sobre usar ou não o seguro do Visa Platinum, e pelos comentários, vou pagar os 400 reais do seguro da Isis. Não vou usar o serviço do Visa. Melhor não arriscar.

Isabel
IsabelPermalinkResponder

OI amigos,
aqui vai minha contribuição. Fiz o seguro pela Mafre, precisei usar em Roma e fui bem atendida por uma médica que foi ao meu hotel.Ela já estava até com a injeção de que eu precisava e tinha pedido ao telefone. (parece que lá nem com receita aplicam injeções em farmacias)
enfim, a gente pensa que nunca vai precisar...se eu não tivesse sido atendida, perderia minhas férias!

Paula Monfroni

ola, estou indo mes de maio p portugal e espanha, tenho o cartao multiassistencia do santander van gogh. alguem já usou no exterior? aqui no brasil já usei algumas vezes.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paula! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Henrique Gomes

Pessoal sempre viajei e me amparei pelo seguro do American express the platinum, segundo informações colhidas na central de atendimento, basta ser titular, adicional, ou dependente até 16 anos, mas minha dúvida é se alguém já utilizou o american express assistance no exterior?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Henrique! A diferença entre os seguros dos cartões e os seguros que você compra é que os cartões reembolsam as suas despesas, enquanto os seguros que você compra pagam tudo o que estiver contratado sem que você precise pagar antes nem pedir reembolso.

Mauricio
MauricioPermalinkResponder

Para quem não tem problemas com o inglês, uma boa opção são os seguros vendidos pelo site www.insubuy.com
São bem mais baratos que os vendidos no Brasil e você pode adequar o preço, alterando a franquia, o valor segurado ou o tipo de atendimento.
Precisei usar em Orlando, em 2010, quando meus filhos e minha esposa tiveram uma virose pesada decorrente da maratona dos parques. O atendimento foi eficaz (em inglês) e me enviaram para uma clínica ótima. Fomos atendidos sem espera (só havia 1 paciente antes de mim), sem necessidade de pagamento e o médico receitou os antibióticos, que foram reembolsados depois. Como meus filhos são asmáticos, pedi até que ele receitasse remédios para asma (Singulair), mas descobri que incrivelmente no Brasil estava mais barato!
Usei o seguro Atlas America. O inglês é extremamente necessário, não apenas para decidir qual o seguro adequado, mas para obter atendimento no exterior. (obrigado, papai, por ter me matriculado no inglês desde pequeno!!!!!!!)

Dalton Mota de Barros

Em setembro de 2012 viajei para a Itália comprando a passagem com Mastercard e passei a ter direito a Carta Schengen. Na época, fui informado que a validade seria de 31 dias, mas se eu comprasse outra passagem, em qualquer tipo transporte dentro da Europa, seria renovado por mais 31 dias. Como eu fiquei 4 meses, segui estas instruções e recebi as renovações sem problema. Voltei dia 13/03/2013 para a Itália, pagando também com Mastercard e devo ficar até julho. Só que desta vez o atendente disse que isto não existe. Quem está com a razão? Existe a renovação ou não?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Dalton! Quem faz as regras dos seguros oferecidos são os cartões; não existe uma lei internacional que regule isso ;D

O máximo que pode fazer é tentar confirmar a regra com outro atendente, pedindo resposta por escrito.

leonardo
leonardoPermalinkResponder

Boa tarde!
Vou para europa no final do mês que vem. Alguém já viajou com o seguro viagem do visa platinum e outro seguro pago a parte?
Abraço,
Leo

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leonardo! Veja opiniões de leitores que usaram seguro-assistência ao final desse post: https://www.viajenaviagem.com/2013/01/viagem-a-europa-como-fazer-o-convenio-do-inss/

Ce
CePermalinkResponder

Qual o seguro-saúde que oferece melhor custo-benefício, para Europa?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ce! Os que oferecem a cobertura Schengen têm custo equivalente. Cote diretamente nos sites de Mondial, Travel Ace, GTA...

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar