Santiago com neve: um dia entre Valle Nevado e Farellones

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Tirolesa em Farellones

ATUALIZAÇÃO: 28/5/2013: com a inauguração do teleférico de cabine fechada, que leva a um restaurante a 3.200 metros de altitude, Valle Nevado agora tem também uma bela atração para não-esquiadores..

Testei o passeio "Excursión a la Montaña" da TurisTour, a maior agência de turismo receptivo de Santiago. Me pareceu uma maneira bem prática de ser apresentado a três estações de esqui -- Valle Nevado, El Colorado e Farellones -- e entender se vale a pena fazer um tour assim, em vez de ir direto a uma estação só.

Reservei por telefone, só anotaram meu nome e o quarto do hotel. Às 7h50 chegou o pequeno ônibus -- vim a saber mais tarde que aquele era o tamanho máximo que um veículo podia ter para conseguir contornar os cotovelos da estrada da montanha. Comigo subiram mais sete brasileiros, todos desempacotados -- mas, pelo que pude notar, fregueses de carteirinha de passeios organizados. Na meia hora seguinte, passaríamos em mais quatro hotéis e receberíamos os passageiros de outra van que tinha passado em outros três. Às 8h30 éramos vinte passageiros, todos brazucas.

O guia, muito bom, avisa que, para não ficarmos o tempo todo no ônibus, iremos só a duas estações, Valle Nevado (rapidinho) e Farellones (parada com mais tempo, já na hora do almoço). Antes de tudo vai haver uma parada fora das estações, para um contato mais livre -- e grátis -- com a neve. Em Farellones será possível fazer aulas de esqui. Quem estiver interessado deve traçar um sanduba ou empanada em Valle Nevado, porque o tempo em Farellones não é suficiente para almoçar e fazer aula.

Parada para alugar roupas

Pegamos a avenida Presidente Kennedy, passando ao largo de três grandes shoppings. Antes de sair da cidade, uma parada estratégica numa lojinha da Ski Total na avenida Nueva Las Condes para alugar roupas próprias para a neve. Eu tinha esquecido de levar as botas impermeáveis, luvas e gorro da viagem à Patagônia -- então precisei morrer em 10 dólares para alugar botas e outros 10 dólares para as luvas.

Cinco minutos depois já estávamos no Camino a Farellones, uma estrada acanhada construída nos anos 30. São 40 curvas até chegar ao centro de esqui Farellones (de onde se continua a El Colorado e La Parva). A partir da entrada de Farellones, uma outra estrada, particular, construída nos anos 90, leva a Valle Nevado (depois de outras 20 curvas).

Já no início do caminho dá para ver que é melhor não arriscar subir por conta própria. A estrada é bastante apertada, e as curvas, fechadíssimas. Basta uma fina capa de gelo para tornar tudo megaperigoso (e obrigar ao uso de correntes nas rodas). Não há economia que valha o risco e o stress.

Vimos neve no caminho até Farellones, mas bastou passar batido pela entrada e pegar a estrada a Valle Nevado para que tudo, tudo, tudo ficasse branquinho (com exceção do asfalto).

Entre Farellones e Valle Nevado

Algumas curvas adiante de Farellones, a primeira parada do passeio. Vinte minutos para apresentações pessoais: Neve, este é o Brasileiro; Brasileiro, esta é a Neve. Este é o momento para fazer tudo o que não pegaria bem dentro de uma estação de esqui. Mas até que o nosso grupo estava bem comportadinho.

Paradinha na neve

Alugue botas, ou você vai encharcar seus sapatos

E, cá entre nós: para quem só está interessado em ver neve, pegar na neve, perder a virgindade com a neve, este será o momento mais divertido do passeio. (Para alguns, poderia até acabar ali que já estaria ótimo...)

Parada na neve

Subimos então para Valle Nevado. No caminho, uma providencial camada de gelo na estrada obrigou a uma parada não-planejada. Ótimo: deu para fotografar com calma o lindo caracol desenhado pela estrada na montanha branquinha.

Caracol no caminho de Valle Nevado

Correntes nas rodas

Caracol a caminho de Valle Nevado

O caminho para Portillo (que é a estrada de Mendoza) tem um caracol ainda mais impressionante. Mas certamente o custo x sacrifício de um bate-volta a Portillo (3 horas em cada sentido) só para ver a estrada não vale -- quando tão pertinho de Santiago, a 45 minutos da saída da cidade, se pode ver esse caracolito do Valle Nevado.

Para quem só vai espiar, como nós, o caminho a Valle Nevado é bem mais interessante do que a parada em Valle Nevado. Lá em cima não há nada o que fazer além de "conhecer" a estação (Valle Nevado, este é o Brasileiro; Brasileiro, este é o Valle Nevado).

ATUALIZAÇÃO: 28/5/2013: com a inauguração do teleférico de cabine fechada, que leva a um restaurante a 3.200 metros de altitude, Valle Nevado agora tem também uma atração para não-esquiadores..

Valle Nevado

Valle Nevado: snowboarding

O principal dos hotéis de Valle Nevado

O acesso à área das pistas na alta temporada custa 33.000 pesos (66 dólares), e só se justifica para quem vai passar o dia inteiro. Me senti vagamente farofeiro. Teria sido mais entretenido usar essa hora em El Colorado, onde dá para andar de teleférico (por 13.000 pesos, ou 26 dólares).

Valle NevadoValle NevadoValle Nevado: esqui

De Valle Nevado descemos até Farellones, onde é feita a parada para almoçar (mas o almoço não está incluído).

Farellones

Enquanto Valle Nevado é uma estação de esqui tipo exportação, voltada sobretudo aos turistas estrangeiros, Farellones funciona como um playground da neve para os santiaguinos. As instalações são bem mais modestas, os ingressos são mais em conta (o acesso na alta temporada custa 10.000 pesos, ou 20 dólares) e, o que é melhor: há diversões até para quem não queira esquiar ou fazer snowboard.

Farellones: tubing

Farellones: tubing

Farellones: tubing

O maior barato de Farellones é o tubing, versão na neve dos tobogãs com bóia dos parques aquáticos. Por 7.000 pesos/14 dólares (acrescidos aos 10.000 pesos/20 dólares da entrada no parque) você compra uma hora de uso do tobogã -- com direito a ser rebocado ao começo da pista (ah, se fizessem isso nos parques aquáticos...)

Farellones: tubing

Outra atração off-pistas de Farellones são os juegos aéreos -- um circuito de pontes de corda e tirolesas que me deu vontade de fazer. Os participantes são transportados até o início do circuito e, depois de deslizar nas alturas, desembarcam junto ao restaurante. Custa 7.000 pesos/14 dólares extras.

Farellones: tirolesa

Farellones: tirolesa

Farellones: tirolesa

Farellones: tirolesa

Mas quem disse que o nosso grupo pôde fazer alguma dessas coisas? Como fomos almoçar, ao deixarmos o restaurante já não dava mais para se encaixar no próximo turno do tubing, e a última sessão de juegos aéreos tinha acabado de acontecer. Ou seja: a recomendação de comer uma empanadita em Valle Nevado deveria ter sido estendida a todo mundo que quisesse fazer alguma atividade em Farellones (e não apenas aos que pretendiam pegar a aula de esqui de 90 minutos).

Eram quatro e meia da tarde quando começamos a descida em direção a Santiago. Passamos na lojinha da Ski Total para devolver os itens alugados. Quem quisesse podia ficar num dos shoppings pelo caminho -- um grupo pediu para descer no Parque Arauco. Cheguei ao meu hotel, no centro da cidade, um pouco antes das 7 da noite.

Minhas impressões

Baseado numa única experiência -- o que é pouco, e me permite mais intuir do que dizer categoricamente --, achei que um passeio estruturado como este é interessante para quem quer ver a montanha nevada dos melhores ângulos e ter um primeiro contato com a neve.

Quem quiser usar o dia da montanha para começar a aprender a esquiar ou sobretudo para brincar na neve, acho mais interessante pegar só um trânsfer Santiago-estação de esqui-Santiago.

Para ter uma aula de esqui e aproveitar para praticar um pouquinho depois, dá para escolher entre Valle Nevado (a mais bacana), El Colorado (nível intermediário) e Farellones (mais popular/recomendável para iniciantes). Para saber os preços, é só clicar nos nomes em azul.

Mas se o objetivo for brincar na neve, iria direto para Farellones e aproveitaria o dia ao máximo.

O passeio que fiz pela TurisTur custou 28.000 pesos (56 dólares), sem entradas aos parques nem almoço.

Um trânsfer simples pela SkiTotal sai 10.000 pesos (20 dólares) ida e volta por pessoa, desde que você pegue a van num dos dois endereços da companhia -- shopping Omnium (Av. Apoquindo 4900), ou Av. Nueva Las Condes 12375, na saída da cidade. Querendo ser buscado e entregue no hotel, o preço dobra: 20.000 pesos/40 dólares por pessoa.

É possível alugar roupas e equipamentos nos dois pontos de partida da SkiTotal (o equipamento completo para esquiar sai US$ 36) ou nos próprios centros de ski.

Valle Nevado

Quando ter contato com neve

Garantido: julho a meados de setembro (estações abertas e funcionando)

Possível: finzinho de maio, junho, fim de setembro até meados de outubro (estações podem estar abertas de meados de junho a início de outubro, dependendo da quantidade de neve)

Sem chance: janeiro, fevereiro, março, abril, novembro, dezembro (estações fechadas)

Post escrito em julho de 2010.

Leia mais:

662 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Adriana
AdrianaPermalink

oi Ricardo, tudo bem ?

bom, não sou muito de comentar, compartilhar etc na web. Acompanho seu blog desde a primeira viagem internacional que fiz para Paris. Peguei várias dicas e dai nao parei mais, fui para NY e me hospedei num dos hoteis que vc indicou e foi muito legal, a melhor pedida para um hotel moderninho e com o custo beneficio que eu precisava. Suas dicas e de todo mundo que comenta sao incriveis! e muito uteis.
PARABENS pelo trabalho.

Agora em agosto, vou para Buenos Aires e estou numa duvida cruel em como seguir viagem para o segundo destino: Bariloche ou Santiago ? qual dos 2 é mais legal e mais bonito para passar 4 dias ? e ter bastante contato com a natureza, ja que, ficarei em buenos aires 3 dias e de cidade nao gosto muito nao quando to viajando.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Bariloche tem mais natureza, mas em agosto estará tudo gelado.

https://www.viajenaviagem.com/category/bariloche

Adriana
AdrianaPermalink

sim, eu vi todos os posts de bariloche, sao maravilhosos!
pelos posts percebi que vc adorou a regiao de bariloche e pelas fotos e tudo parece mesmo muito, muito bonito.
Como vc acabou de passar por la e ta agora no chile, se estivesse de novo em buenos aires e tivesse que ir para algumas destas direcoes, qual vc escolheria?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Sua pergunta não faz sentido, Adriana. Nesta época do ano a natureza de Bariloche está debaixo de neve. Santiago é uma cidade grande e você diz que não gosta de cidade grande quando viaja. Por favor não alugue o blogueiro.

Adriana
AdrianaPermalink

sorry sad nao tive intencao, e q to muita na duvida pq o destino bariloche e bem mais caro e queria saber se valeria mais a pena mesmo, bom, vou dar mais uma olhada nos posts para ver se me decido.

Sylvia
SylviaPermalink

Fizemos exatamente isto de carro alugado .
Não tinha muita neve na estrada então foi tranquilo, mas acho que hoje não faria de novo ( se neva é stress total ).
O bate volta mais divertido acho que é Farellones, tem atividades para todos os gostos e dá pra brincar bastante .
Acho 2 dias na neve o ideal :No 1ºdia dá pra conhecer Vale Nevado ( mas é totalmente dispensável, ao meu ver) e entender como funciona o esquema em Farellones.No 2º dia vá só para se divertir no local que mais lhe agradou.
Mas o ideal é intercalar com 1 dia em Santiago pra não subir dois dias direto.

Eunice
EunicePermalink

Riq. Fomos a Santiago há 8 anos, desempacotados. 5 dias em Valle Nevado, 5 dias em Santiago, porque a filhota queria aprender a esquiar. Para ela foi ótimo, tinha aula de ski todos os dias e saiu de lá sabendo esquiar. Muitas crianças de várias partes do Brasil e até da Europa e USA, que se enturmavam nas aulas e se divertiam muito.Para mim e para o marido, nada a fazer, exceto ler, beber vinho, comer e rezar para os dias passarem logo...o). Achei as acomadações do hotel 5 estrelas espartanas. Não entendi porque era classificado como 5 estrelas. Em Santiago, ficamos no Marriot e gostamos muito. É uma viagem que minha filha sempre pede para repetir, mas que para nós já foi mais que suficiente.

Ana Luisa
Ana LuisaPermalink

Ah...adorei Riq, principalmente esse tubing...acho que deve ser super divertido. Vi que no Cerro Bayo tem Tubing e no Catedral também, porém sempre que entro nos sites eles estão fechados, não sei se pelas condiçoes climáticas. Como vou lá para aquelas bandas daqui a 10 dias estava louca para saber se estão funcionando, porque meus filhos certamente iam adorar....será que teve alguém da tripulação por lá recentemente para me dizer isso?

Sylvia
SylviaPermalink

Ana , te informa no hotel sb tubing ( gomones ) no Cerro Otto , que é bem pertinho , não tem pista de esqui , mas costuma ter neve para brincar.
No site não fica claro se os gomones funcionam no inverno tb.
http://telefericobariloche.com.ar/portugues/ottokart.htm
http://telefericobariloche.com.ar/portugues/aventura.htm

Eunice
EunicePermalink

Riq. Outra impressão. Sempre leio que a comida dos restauarantes de Valle Nevado é muito boa. Não foi a nossa impressão. Experimentamos todos os restaurantes. A comida não é ruim, é média, o restaurante francês o melhor, mas nem se compara aos bons restaurantes de Santiago. Ao menos, na época que visitamos.

Marilia Pierre
Marilia PierrePermalink

Eu visitei o Vale Nevado e fiquei muito, muito, muito atordoada com a altitude.

Foi difícil, dor de cabeça, tontura, fraqueza.
Deixei pra brincar na neve e esquiar no vulcão Osorno em Puerto Varas.

Meu pai visitou o Vale antes da temporada de esqui, ainda tem neve, já que lá elas são eternas e o teleférico é liberado para uma voltinha (na temporada é só para os esquiadores).

Regina
ReginaPermalink

Riq. li todas as suas dicas porque tô pensando em conhecer o Chile em Setembro (8 dias). O meu objetivo é conhecer a neve e os pontos turísticos principais. Quero fazer uma viagem econômica.
Setembro é uma boa temporada para ir a Santiago? Qual o roteiro ideal para se fazer em 8 dias? Seria interessante combinar Santiago e outra cidade?
Gostaria de algumas dicas de hotéis econômicos e restaurantes... Alguém pode me dar?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Setembro é uma boa época, você ainda vai pegar neve nas montanhas.

Aguarde mais posts nas próximas semanas.

Regina
ReginaPermalink

Obrigada Riq.! Vou aguardar novos posts! Tô aguardando tbm dicas dos leitores deste blog...

Cinthia Rangel
Cinthia RangelPermalink

Riq,
Fiz esse passeio ano passado qdo estive no Chile. Tive as mesmas impressões que vc. Para conhecer a neve, que não conhecia, foi ótimo, mas não deu para brincar na neve, pq era tudo corrido.
Agora, o caminho é de tirar o fôlego, literalmente. Eu adoro a serra, mas não gosto muito de olhar qdo estou indo para lá. Então, fiquei no meio do ônibus, para evitar olhar muito para os precipícios! Agora, vi umas três vans parando para pessoas vomitarem...
Eu contava as famosas 60 curvas! Parece que o ônibus ia despencar lá de cima! Dava um medo!
Ab,
Cinthia.

A. Lot
A. LotPermalink

Dirigir na neve não é assim tão ameaçador, não. Até porque essas estradas em "caracol" já são feitas para tráfego em baixa velocidade. Não sei como é no Chile, mas aqui na Europa dá pra alugar carro e, pagando-se um pouco mais, as tais correntes de neve. Não custa muito.

Colocá-las, principalmente os modelos novos, é quase fácil: basta vc estendê-la, depois recuar (ou avançar, dependendo de estar no aclive/declive) o carro. Depois prende as presilhas e, voilà, vc tem um carro equipado pra neve.

Recomendo praticar uma ou duas vezes no vale, em um posto de gasolina ou outro lugar com espaço, antes de subir montanha onde pode ser necessário usar o apetrecho.

Estevão
EstevãoPermalink

Eu e minha esposa voltamos semana passada de Santiago. Fomos esquiar duas vezes. Nunca tínhamos esquiado até então. No dia 5 fomos para Farallones e dia 8 para o Valle Nevado. Fizemos tudo com a ski total (por pura comodidade - não deu tempo de pesquisar para ver se há outras mais baratas). Não tivemos problema algum em função da altitude e nem ouvimos ninguém da van reclamar disso.
Dicas:
1 - Se possível aluguem os equipamentos nas próprias estações de esqui. Não comparei os preços, mas nas duas vezes alugamos em Santiago e afirmo que dá MUITO trabalho carregar toda a tralha (bota, esqui, bastões, mais os próprios pertences), procurar locker para guardar as coisas, etc.
2 - Levem o mínimo possível, pois, como disse antes, passar o dia lá com muitos pertences só atrapalha.
3 - Achamos mais fácil a pista para iniciantes do Valle Nevado do que a de Farallones (Lá tem umas 3 diferentes. Nós fizemos aula e utilizamos a pista chamada Los Zorros). Porém, como consta no blog, o Valle Nevado é mais caro.
4 - Em Farallones comemos uma pizza muito boa por honestos 16 dólares, inclusive com pagamento no cartão.
Abs

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalink

Eu adoro frio, mas não sou muito fã de neve.Um dia, para brincar, tudo bem.
Esquiar está fora de cogitação! Eu e os esquis não somos compatíveis...
Mas que fotos, hein?

Henrique França - Beagle

Ricardo,
Que pena que você perdeu a oportunidade de experimentar o tubing. Fui com minha namorada em Agosto/2009 e fizemos um tour bem semelhante ao que fez. Passada rápida em Valle Nevado e parada mesmo em Farellones. Não perdemos tempo para almoçar, fizemos apenas um lanchinho rápido.
O tubing é super divertido, não requer nenhum tipo de treinamento e não oferece riscos, comparativamente com o ski. Basta "se jogar" e deixar a gravidade agir. Quando fomos, a estação estava relativamente vazia, então deu para descer e ser rebocado por várias vezes ! Diversão garantida.
Abraços

Tárcia
TárciaPermalink

Oi Henrique, você foi por qual agencia? Queria ir assim, dar uma passada pra conhecer o Valle Nevado(só para ver, bater fotos)e depois ir a Farellones brincar e me diverdir. Meu intuito não é esquiar e sim diversao na neve.

Abraços

zezé
zezéPermalink

Oi, Riq!

Sempre "desempacotada", estive no início do junho em Santiago, e fizemos um passeio igual (inclusive com a paradinha na loja para aluguel de botas, luvas, etc.). Nossa agência foi a AboutChile, que nos foi recomendada pelo staff do Hotel Orly, onde nos hospedamos. Pagamos US$ 40 por pessoa. Com a vantagem de que lotamos (nossa família) a van, pois éramos oito, a lotação máxima do veículo, mais a guia e o motorista. Isso fez com que o passeio ficasse muito mais divertido. Nossa intenção também era a de espiar e não esquiar, pois muitos de nós seriam apresentados à neve pela primeira vez. Felizmente, nos pirmeiros dias de junho já havia bastante neve, embora ainda não fosse preciso usar correntes nas rodas. E sim, El Colorado e Farellones são bem mais animados e divertidos. Pena que a temporada de "tubing" ainda não estava aberta na época. Apenas essa espécie de "tirolesa", como chamamos aqui no Sul, que são o que os chilenos chamam de juegos aereos. Enfim, achei um passeio super bacana pra quem tem pouco mais de meio dia livre em Santiago. Recomendo.
Abraço!

Samuel Marcondes
Samuel MarcondesPermalink

Será que no comecinho de Setembro ainda dá pra esquiar??? Temos de 7 a 10 dias e queremos aproveitar Santiago e a neve...
abs!

Felipe
FelipePermalink

Como tem muita gente perguntando sobre setembro, vou postar o que já postei em outro post!

Estive em santiago agora na segunda quizena de junho. Segundo o pessoal da esqui total, a melhor época para esquiar é setembro, quando não está tão frio (no meu dia nevou tanto que fecharam as pistas), os preços são mais em conta, as pistas com menos muvuca e os preços mais camaradas.

O único detalhe é que esse ano começou a never bem antes, então não sei se tem alguma relação. Se quando a neve começa antes, termina antes também.

Fizemos dois bate-e-volta. O primeiro para El colorado, onde fizemos a aula coletiva, e o segundo para o Valle Nevado. Neste há muito mais estrutura, mas também se paga mais por isso. Dois combos de hamburguer+ papas fritas + bebida, para mim e a patroa, saiu por cerca de 45 reais...

Samuel Marcondes
Samuel MarcondesPermalink

Valeu pela pronta resposta Felipe, achei agora seu outro post, e vi outras dicas interessante por lá tb. Acho que setembro vai ser bem bacana!!!

Silmara Colombo
Silmara ColomboPermalink

Santiago do Chile foi minha viagem frustrada, cancelada por causa do vírus H1N1 em agosto/2009. Preciso voltar a pesnar nela. Adorei a matéri.

Tiago dos Reis - Rotas Capixabas

Riq, suas fotos são incríveis! Estive nesses mesmos lugares em 2008 e não tenho uma foto nesse padrão seu... ô raiva, sô! rs

Fran
FranPermalink

Riq, post sublime. Não tem nem o que falar, você já dsse tudo!!

Para quem costuma passar mal com a altitude (apunamiento), Farellones ainda tem essa vantagem por ser menos alta que Valle Nevado.

A empresa Turtransfer que recomendei faz o transfer do aeroporto até o hotel. Usei os serviços esta semana pelo e-mail reservas@turtransfer.cl que custa em média 10 dólares.
Parece que realmente o site saiu do ar e que a empresa está mudando de nome, ela é vinculada à Turbus que é a melhor empresa de transporte rodoviário no Chile.

Mas não sei se eles levam até a neve, teria que consultar.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Ops, tinha entendido que era pra montanha! vou consertar!

Silvia Oliveira - Matraqueando

Gostei demais. Ótimo para entender como funciona essa região e passeios!

Jackie
JackiePermalink

Riq, to adorando os relatos. Nos vamos em agosto e nos programamos pra ir num primeiro dia em el Colorado e outro dia em Valle Nevado. Gostei destas alternativas do tubbing. Vou ver se em el colorado tb ha essa opção.
abs,

Ernesto, o pato
Ernesto, o patoPermalink

Nunca fiz este passeio, pois nunca fui a Santiago no inverno.

edna
ednaPermalink

muito legal

Clarissa M. Comim
Clarissa M. ComimPermalink

Uauu adorei a matéria! Dá vontade de ir! Esse calor suiço já está D+! Neve!! smile

Alessandro
AlessandroPermalink

Pessoal,
Estou pensando em ir em Agosto apenas para esquiar, uns 3 ou 4 dias. Vocês sabem se é muito cheio no final de semana? Qual seria melhor, entre todos perto de Santiago?
Voltei semana passada de Ushuaia e foi muito bom. Uma dica: se pretendem comprar roupas ou equipamentos, Ushuaia é um bom lugar (claro, depois dos Estados Unidos), não tem imposto!

Marilia Pierre
Marilia PierrePermalink

se é pra esquiar mesmo vá ao Valle Nevado

Dionísio
DionísioPermalink

Ótimo post!

Ano passado quase fui a Santiago no inverno (tive que cancelar de última hora) e queria muito saber como fazer um passeio como este que fizeste: um contato breve com a neve, sem ter que esquiar.

Valeu mesmo este post!

Manu Tessinari
Manu TessinariPermalink

Oi Riq!

Seu post veio bem a calhar, pois estou pensando em ir pra Santiago na Ferias Patrias (Dia da Independência aqui no Peru) e sempre rola esta dúvida de ir ou não em busca de neve.
Acho que desta vez não vai rolar neve não...

Adri Lima
Adri LimaPermalink

Oie pessoal, fiz em maio/2002 um passeio por conta própria com carro alugado para o Valle Nevado. No meio do caminho, colocamos as correntes, mas não adiantou nada - atolamos em um pequeno deslizamento de neve no caminho. Sorte é que estava chegando um trator pra limpar a estrada, que nos rebocou para um pedaço mais seco da estrada.

E olha que era maio - subimos só para ver neve pela primeira vez. E não daria pra fazer outra coisa senão ter o primeiro contato com a neve, pois chegando ao Valle Nevado estava tudo fechado, a temporada ainda não tinha começado. sad

Renata
RenataPermalink

Oi pessoal...
estou com a minha viagem marcada para Set/10 - primeiva vez no chile e primeira vez na montanha..
e esta incluido o Vale Nevado.. amei essa idéia de “tubing" se eu entendi somente é possivel em Farellones? NO valle não tem essa opção??? adorei as dicas.. parabéns pelo site..

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Só tem tubing em Farellones. Se você estiver hospedada em Valle Nevado, é possível ir de "aerosilla" (teleférico) até El Colorado, e de lá a Farellones.

Eunice
EunicePermalink

Oi Ricardo...

quer dizer que se não vamos esquiar, não PODEMOS usar o teleférico??? AMEI isso, pois estou indo pro Chile dia 22 proximo e não quero ir a Valle Nevado porque tenho horror a altura, fobia mesmo... e qdo lí nas minhas pesquisas que além das tantas curvas ainda tinha teleférico meu pânico aumentou!! Viajo pra descontrair,não pra me estressar...Só me confirma isso. por favor?? Se só subir numa van eu chego em algum lugar pra apreciar a paisagem (com que coragem ainda não sei), mas "livre" do teleférico, eu vou... caso contrário, prefiro ficar em Santiago.
abç , seu site é ótimo.
eunice

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Em Valle Nevado para usar o teleférico é preciso entrar no parque e pagar 66 dólares.

Em Farellones não há teleférico.

Em El Colorado é possível andar de teleférico pagando 28 dólares.

Você não é obrigada a ir às montanhas. A lei chilena permite que os turistas fiquem só em Santiago, se assim desejarem.

Eunice
EunicePermalink

Obrigada, agora vou mais tranquila... amanhã já estarei por lá.
abç

Natalie
NataliePermalink

O dia que passamos em Farellones foi um tanto quanto engraçado. A ideia era ir para o Valle Nevado mas a dona moça aqui já começou a passar mal logo na primeira curva da estrada. Paramos em Farellones e lá corri para o ambulatório. Devidamente oxigenada, comecei a tal da aula de esqui e descobri que tenho a mesma habilidade para esquiar e desenvolver foguetes na NASA. Apesar de tudo, conseguimos nos divertir muito e tirar ótimas fotos. A primeira vez que a gente vê a neve a gente nunca esquece smile

(Como era bem no comecinho da temporada de esqui, fomos dirigindo e não tinha neve na pista, de forma geral foi bem tranquilo. Outro final de semana o Fred tentou dirigir na neve e não se sentiu seguro e acabou voltando para Santiago.)

Sandro
SandroPermalink

Em 2008 fomos a Santiago e passamos 1 dia na estação de El Colorado ( http://www.elcolorado.cl ). Alugamos as roupas e equipamentos na Ski Total do shopping omnion. Fomos pra lá de metro mesmo, descendo na estação escuela militar e seguindo a pé cerca de 500 metros (isso antes das 7 da manha). Uma coisa que acho interessante fazer é comprar na cidade luvas, gorro e casaco (pelo menos pra quem é do rio grande do sul poderá ser usado mais vezes) e deixar pra alugar somente os equipamentos. Na skitotal tinha um "pacote" incluindo o deslocamento + aula de 1 hora (escuela los zorros) + entrada em el colorado somente nas pistas iniciantes (mais que suficiente pra mim). Com certeza é uma experiencia que vale a pena... estando em santigo programar 1 ou 2 dias pra subir a montanhas.

Mari Campos
Mari CamposPermalink

Taí outra coisa que ainda não fiz: ir pra Santiago e arredores no inverno e ver neve de verdade por lá.

Deby
DebyPermalink

Olá!

Gostei muito das informações do seu blog, estou indo pra Santiago agora no comecinho de setembro, e suas dicas são maravilhosas.

Só umas pequenas dúvidas que ainda ficaram:

como em Farellones não tem teleférico, vc tem que pagar só pra entar lá? Como é esse pagamento de entrada no Valle e no El Colorado?

Tem algum transporte do El Colorado pra Farellones? Se eu não for de "pacote", tem como ver mais de um lugar?

outra dúvida de quem nunca teve contato com a neve: pra quem vai só olhar mesmo, conhecer a neve, brincar e tal, quais as roupas e acessórios que vc considera indispensáveis?

muito obrigada e parabéns pelo site!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Não fucei na hora se existia transporte regular entre Farellones e El Colorado e depois, vendo nos sites, não consegui descobrir.

Não é preciso pagar para ficar na área de restaurantes, nem em Farellones nem em Valle Nevado. Para entrar na área das pistas é preciso pagar. Está bem claro no texto. Por favor leia com atenção.

Escolha: ou pegue um passeio organizado para ver vários lugares, ou pegue o trânsfer e veja só um. Essa é a conclusão a que eu cheguei no post, não sei se você notou.

Para brincar na neve é preciso bota, luva e gorro, e um casaco quente.

(Algum dia eu ainda vou descobrir por que mesmo quando você faz um post totalmente à prova de perguntas óbvias elas aparecem)

clarice
claricePermalink

Oi Riq ( a íntima, sorry!)estou sempre aqui mas não comento nunca. Preciso muito de ajuda, nada a ver com post, vamos pra o Chile ano que vem e aí sim... Por causa deste blog, e da sua amiga Lu, e da bela descrição dela, estou indo pra Alemanha( primeira vez) em Set próximo. O que vc acha, Berlim 4 noites hotel Park Inn Alexsanderplatz( o Circus está lotado, sad. 03noites em Rothenburg REICHS-KUECHENMEISTER HOTEL, 02 noites em Fussen ( ainda sem hotel) de lá pra Alsacia ( Le Colombier Colmar) 02 noites e Paris 04 noites (Será nossa 3*vez)amamos PAris!!!Já peguei todas as dicas deste blog, inclusive o roteiro pra MIra que é INCRÍVEL!!!!Mas gostaria do seu visto . Suuuuuuper obrigada, amo seus comentários na BandNews tb. Ah e li uma matéria "super" na revista de bordo da Gol. Praticamente uma "riqueti", rsrsrs. Um bjo.

Edson
EdsonPermalink

Olá Ricardo!
Sempre que posso fico “viajando” por aqui, mas esta é a primeira vez que escrevo.
Apesar de óbvio, é impossível deixar de parabenizá-lo sobre seu site. Super dicas, testes, depoimentos, sua enorme paciência com principiantes (como eu) e uma legião que te acompanha sempre colaborando uns com os outros. Nota 1000!
Só pra registrar: estou com minhas passagens confirmadas para 31/08 rumo a Santiago e depois Bariloche, onde eu e a patroa teremos nosso primeiro contato com a neve e mais, pela primeira vez viajarei sem os pacotes da vida.
Isto graças a você, seus colaboradores e todos que por aqui passam!
Obrigado e muita luz pra ti e todos que por aqui “viajam”!

Clarice R.
Clarice R.Permalink

Lá para o dia 12 de outubro ainda está na temporada de esqui?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A temporada de Valle Nevado termina em 9 de outubro.

A de El Colorado termina dia 12 de outubro.

mariangela
mariangelaPermalink

Obrigada pelas dicas preciosas. Tambem estou indo sem pacote e vou ser a guia de 14 pessoas, mesmo sem nunca ter ido ao chile kakaka.... Tudo com base nas dicas da galera.

Perguntas: vou separar 2 dias so para ski, mas somos todos principiantes. Por favor me sugiram as 2 estacoes mais proximas que tem mais estrutura de restaurantes, lojas tipo cerro catedral em bariloche( e sao mais bonitas?) Assim, quem nao quiser esquiar vai ter mais opcoes.farelones, colorado, la parva ou vale nevado?

Qual a temperatura q vc pegou em vale nevado? Em barilocheo pegamos -23, frio de doer.

Obrigada

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Mariangela, está tão respondido no texto, que a minha impressão é a de que você não leu.

João
JoãoPermalink

Olá Ricardo!
Eu não fiz ski no Chile, mas já fiz em Park City/Utah/EUA (na verdade snowboard!).
Um cidade super charmosa, para os amantes dos esportes na neve, as três estações estão entre as melhores do mundo e a qualidade da neve também.
A cidade com certeza é umas das mais organizadas do mundo, quem tiver oportunidade, fica a dica!

Roseli
RoseliPermalink

Olá Ricardo, gosto do que escreve desde sua coluna na Revista Época e continuo lendo no Estadão. Há algum tempo atrás acho que cruzei c/ vc no início da R. Augusta. Bem, estou fuçando em busca de informações sobre o Chile e achei seu blog. Irei pela primeira vez na 2.ª quinzena de agosto, provavelmente. Por favor, diga-me: nessa época ainda é muito movimentado ou já estará mais tranquilo e principalmente mais barato? Vc tem a profissão que eu pedi a Deus: turista profissional. Abraço

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A alta estação do Chile é o verão; o inverno atrai sobretudo turistas de neve. Como o Brasil é o mercado emissor mais importante da neve, agosto deve ser um pouco mais tranqüilo do que julho. Mas o Chile não é tão procurado quanto Bariloche, não. Não há nenhum lugar que se vê transformado por conta dos turistas brasileiros.

Carol
CarolPermalink

Ricardo, desculpe a pergunta boba, mas vc sabe se em fevereiro há neve lá... ? É que estou querendo conhecer Santiago e Buenos Aires em fev/11 nas minha férias. Bem que eu queria matar dois coelhos com uma cajadada só, neve, vinho...

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A temporada de neve vai de junho a outubro.

Clarice R.
Clarice R.Permalink

Ricardo, onde você encontrou a informação do fim da temporada? E em Farellones, termina quando?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Algumas perguntas são realmente inacreditáveis. E o pior é que eu ainda respondo.

Onde eu achei a informação do fim da temporada de Valle Nevado:

http://www.interpatagonia.com/vallenevado/index_p.html

Onde eu achei a informação do fim da temporada de El Colorado:

http://www.elcolorado.cl/?page_id=10

Farellones faz parte de El Colorado.

Algo mais? Prometo da próxima vez trazer a prova junto com a resposta, quem sabe então você acredita de primeira.

evil

Clarice R.
Clarice R.Permalink

Nossa, despculpa! Procurei no google antes, e não foi por não acreditar, é pq queria saber mais informações sobre a neve, como estariam as condições de esquiar, se iria encontrar transfer etc. A Touris Tour, por exemplo, só faz a escursão relatada no post até dia 30/09. Se é assim, melhor fingir que não perguntei ou então não fazer um blog nesses moldes. No texto não está claro que Farelones faz parte de El Colorado, tanto que no início você escreve: "ser apresentado a três estações de esqui — Valle Nevado, El Colorado e Farellones" e nas minhas buscas na internet tb não consegui identificar isso, tanto que tem um site para cada.
De qualquer forma, obrigada não só por esta, mas por todas as informações úteis e interessantes que o site nos proporciona.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Clarice, para usar o blog mesmo nesses moldes é preciso entender que do lado de cá existe um blogueiro, não um plantonista de telemarketing do blog.

Pense melhor antes de formular suas perguntas. "Onde você encontrou essas respostas?", assim, seco, sem contexto, dirigido a uma pessoa que mesmo depois de escrever um tratado cheio de links foi buscar uma informação extra que você solicitou, é extremamente mal-educado. Eu tenho todo o direito de me sentir ofendido.

Maria Fernanda
Maria FernandaPermalink

oi Ricardo! Gostaria de dizer que eu e meu marido seguimos fielmente suas indicações e adoramos ler seu blog. Nossa lua-de-mel foi inspirada por uma reportagem sua sobre o litoral entre Recife e Maceió (e recomendamos).
Estamos indo a Santigo em agosto e adoramos as dicas que vc nos proporcionou! Fazemos parte das pessoas antenadas e desempacotadas!
Obrigada

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

mrgreen

Até lá devem aparecer mais posts de Santiago.

Daniela Santana
Daniela SantanaPermalink

Oi Riq!

Acompanho seu trabalho (revistas e blogs) há bastante tempo e sou super-fã!

Viajo desempacotada há oito anos e não consigo me imaginar de volta numa excursão. Mesmo quando usava excursão/pacote, o fazia pq não tinha o know-how pra fazer diferente, mas sempre me incomodou, achava tudo muito militaresco.

Não sou tímida, mas nunca havia comentado por aqui antes. Com certeza deixarei de ser uma fantasminha.

Anos atrás esqueci numa pousada em Itacaré meu guia Freires, e nunca mais consegui encontrar novamente para comprar. Ainda é editado?

Esse post sobre Santigo me fez salivar só pensar no Mercado Municipal e seus pescados.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Só foi editado uma vez, Daniela, em 2001. Em 2002 eu pus uma parte do conteúdo na internet, e atualizei só até 2004. No segundo semestre vou trazer o conteúdo inteiro de praias aqui pro site. Volte sempre!

Daniel
DanielPermalink

Riq, meu guru!
Sou o marido da Maria Fernanda, que te agradeceu ai em cima.
Entao, ela agradece, e eu abuso, rsrs.
Estamos montanto um roteiro de 6 dias no Chile, e queremos ver como fazer o deslocamento entre as cidades. Pode nos dar umas dicas?
01) Chegaremos no aerop. a meia noite. Algum problema de segurança pra ir pra cidade?
02) Tem como ir direto do aeroporto pra V. Nevado, ou Valparaiso ou Colchagua? E nessa hora ruim que vamos chegar, tem?
03) Existe transporte publico bom entre as cidades? Sabe os horarios que funcionam? Existe um site bom pra consultar (ou é bagunçado como aqui?)?
04) vale a pena alugar carro pra fazer essas viagens?
05) Melhor se hospedar em cada cidade em ou é melhor ficar em Santiago e fazer bate volta?
Riq, sei que é pergunta pra caramba e que a internet taì pra isso. So se voce souber de bate-pronto.
Brigadao!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

1) Para ir ao centro, problema nenhum. Táxi a 30 dólares.
2) Daria pra ir a Valparaíso de carro, mas acho muito tarde. Colchagua é longe. Acho que fica mais barato vocês dormirem no hotel que tem no próprio aeroporto, um Holiday Inn Express, e partir na manhã segiunte.
3) Ônibus: http://www.turbus.cl/commerce/inicio.jsp .
4) Sim, se você curte dirigir. Para Valle Nevado por favor leia o que eu escrevo neste post.
5) Santiago está muito bem posicionada para bate-voltas -- menos para o vale do Colchagua. Mas há o Valle de Casablanca, entre Santiago e Viña/Valparaíso. Para quem curte gastronomia e vida noturna, dormir sexta e/ou sábado em Valparaíso é interessante.

https://www.viajenaviagem.com/category/santiago
https://www.viajenaviagem.com/category/valparaiso

Daniel
DanielPermalink

Valeu Riq! Mais uma viagem com a sua assinatura wink

Daniela Santana
Daniela SantanaPermalink

Riq,

Muito obrigada pela resposta, e pena o guia não ter sido mais editado. Acho que muita gente ficaria interessada smile

Daniel,

Os ônibus chilenos costumam ser bons, principalmente os da empresa TurBus,e em especial os do tipo bus-cama. Leito com refeições quentes acompanhadas de vinho, servidas por um rodomoço, hahaha!

A Lan costuma fazer ótimas promoçôes às terças para passagens emitidas no Chile. Procure "Ofertas de Ultimo Minuto"

Não sei de quanto tempo vc dispõe, mas ao sul, Puerto Varas e os Saltos de Petrohue valem uma visita. Dali vc estica um pouco mais até Pucon. Lá há uma estação de esqui modesta, mas bastante reazoável, além de rafting e mil outras coisas interessantes.

Daniel
DanielPermalink

Daniela,
Muito Obrigado pelas dicas! Ja vi que da pra comprar as passagens da turbus pela internet, daqui do Brasil mesmo, com antedecedencia.
Infelizmente nao vamos ter muito tempo, uma semaninha so. Estamos pensando em dividir entre Vale Nevado, Valpo e Colchagua ("pulamos" Santiago).
Abraços!
Daniel

Daiana
DaianaPermalink

Riq, você não existe hahahaha.
Morro de rir com seus post's e, ainda mais, com suas respostas!
Te ''conheci'' lá no blog da Majô e conheci a Majô lá no google. =)
Que benção, vocês dois.
Estou indo pro Rio dia 10, dia 12 pra Buenos Aires e dia 17 pra Santiago, volto 19 pro Rio e 19 à noite termina tudo e volto pra casa, em Natal. =(
Está corrido o roteiro né? (me empolguei com o saldão de balanço da vermelinha e da laranjinha)
Se sua paciência matinal já estiver ativada, me diz: o que não deixar de fazer nesses 3 lugares? O que, na sua opinião empírica, não pode passar batido?

Grande abraço

Daiana

Ricardo Guimarães
Ricardo GuimarãesPermalink

Ricardo Bom dia!!!

Me ajuda por favor, vou a primeira vez para o Chile e para a Neve, estou um pouco assustado pois não sei o tamanho deste frio, comprei roupas de frio, gorro, luva ( normal ), agora vem minha dúvida o onibus me pega no hotel, vou estar vestido de calça jeans, blusa bem grossa, luva e gorro na cabeça e tenis no pés, consigo alugar tudo jaqueta, calça, bota e luva para a neve na Sky total ???, Quanto fica + ou -

Obrigado me ajuda com que roupas levar e alugar por favor

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Gorro e luva são fundamentais. É bom alugar bota, porque o seu tênis vai molhar na neve. Você vai precisar de jaqueta, sim -- inclusive em Santiago à noite.

Bernardette Amaral
Bernardette AmaralPermalink

Fiz esse passeio a Valle Nevado e Farellones pela Touristour, foi um tanto quanto decepcionante. Marcaram as 7h 30 e o guia so chegou as 8h e 30 para nos apanhar, ainda fomos a varios hoteis para buscar outros passageiros. O ônibus era velho e o guia pessimo, fazia umas brincadeiras muito sem graça de humor negro, tais como : " eles tinham de ter uma lista de nomes para o caso de acidente , a polícia poder recolher os corpos e avisar as familias". Paramos em um galpão horroso para alugar roupas, não era a Ski Total, fui convencida pelo guia a alugar calça , casaco e bota, so nao aluguei mais coisas ( óculos, boina e luvas) porque o dinheiro acabou e nao aceitavam cartão. Ele dizia que a falta desse equipamento todo seria uma dificuldade para mim no passeio. Grande bobagem, me senti uma idiota. O almoço proposto por ele, custava a " bagatela" de 48 reais por pessoa, em um lugar horroso chamado Montanhês, na verdade um bar, com as pessoas sentadas em pufes. Segui a sua recomendaçao e não almocei junto com o grupo, que foi a unica coisa sensata do dia.
Dois dias depois fiz outro passeio com a Turistour , para Valparaiso e Vina e foi tudo muito bom. parece que o serviço deles e meio irregular.