Amazônia: o Hugo dá a receita para aproveitar melhor

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Alter do Chão

Maravilhas da internet colaborativa: o Hugo, que nasceu e cresceu em Santarém, no Pará, entrou num post antigo sobre novos vôos para a Amazônia e deixou pequeno guia prático para quem está pensando em ir para lá.

O ponto de partida dele foram os comentários (acho que fui em que comecei) de que a mais autêntica experiência amazônica seria embarcar num barco regional e descer o rio.

Reeditei o testemunho dele no formato perguntas x respostas, para ficar mais fácil de achar o assunto.

Vale a pena descer o Amazonas de Manaus a Belém?

É, sim uma grande experiência. Mas confesso que não é lá tão empolgante. São mais ou menos 5 dias de viagem. No segundo dia você já fica enjoado de não ter mais o que fazer dentro do barco. É melhor ir de Manaus a Belém do que o contrário -- porque de Belém a Manaus você vai contra a força do rio Amazonas e a viagem se estende até uns 7 dias. A dica que eu dou é a seguinte: a maioria dos barcos q fazem a linha param aqui em Santarém. De Manaus pra cá é um dia de viagem. Você vem, aprecia a paisagem do rio durante um dia, daí visita Santarém e a praia de Alter do Chão e segue num vôo da Gol ou Tam até Belém, 1h de vôo apenas. De lá, se ainda sobrar tempo na sua viagem, pode ir até a ilha do Marajó. Dá pra ter uma noção boa de Amazônia.

Qual é a melhor época?

Vai depender do tipo de viagem que você procura. Aqui em Santarém temos praia de rio, Alter do Chão, dos meses de julho até outubro, que é quando o rio Tapajós desce e aparecem as praias. Há pouca chuva nessa época, e a temperatura fica perto dos 35°.

Se você vem para pescaria, a melhor época tabém é agora.

Mas se você vai para conhecer os hotéis de selva de Manaus, é melhor ir na época de chuva, entre janeiro e julho. É quando os rios estão cheios etudo  fica muito bonito -- e o clima, mais agradável, pois chove quase todos os dias.

Quanto tempo você recomenda?

Nao dá pra ter uma idéia completa da Amazônia em apenas um fim de semana ou feriadão. Se você dispõe de apenas esse tempo de viagem, procure escolher uma cidade especifica da Amazônia para visitar: Belém, Santarém, Manaus… Enfim, a Amazônia é gigantesc -- tomar um açaí em Belém, mergulhar nas praias do Tapajós em Santarém e se hospedar num hotel de selva la em Manaus é um sonho pra qualquer um!

Obrigado, Hugo!

Foto de Alter do Chão gentilmente surrupiada daqui.


54 comentários

Oscar
OscarPermalinkResponder

A Amazonia é digamos um sonho de consumo...
Principalmente por motivos profissionais!! E que durante a graduação não tive a chance de conhecer, pois acabei indo estudar um periodo na Europa..
Meu irmão acabou de voltar agora em Julho de uma viagem Técnica de 1 mês na qual saiu de Curitiba e foi até Rio Branco passando por diversos Parques Estaduais e Nacionais pelo caminho (MS, MT, GO, RO,AM e AC.. Ainda não consegui ver todas as fotos dele.. Mas as histórias que ele conta e as fotos que eu vi até agora são ótimas.. Disse que ele deveria começar um Blog também..Mas parece não ter se animado muito com a ideia.

Marilia Pierre

tá aí um projeto de viagem engavetado desde 2005

troquei, naquela época ,por Nova Iorque pelo mesmo preço.

quem sabe eu me inspiro e me programo.

Maryanne hotelcaliforniablog.wordpress.com

Acabei de voltar da Amazonia em julho e já comecei a escrever um pouco a respeito no meu blog. A viagem foi o maximo, muito melhor do que eu esperava, a sensacao de estar dentro da floresta e indescritivel.
Todo mundo fica dizendo que eu virei gringa, mas nao to nem ai. Hoje penso que jamais trocaria uma viagem pra la por mais uma vez em NY ou qq lugar da Europa.
Aqui vai o link pra quem quiser ver só o inicio das postagens
http://hotelcaliforniablog.wordpress.com/category/viagens-pelo-brasil/amazonia

Marilia Pierre

Eu já li seu relato no Amazonas
Assim as idéias começam a ser lançadas, o Amazonas fica pairando no ar, com o tempo condensa e pega corpo, cai em mim.

Natalie
NataliePermalinkResponder

Bem interessante esse roteiro do Hugo. Obrigada por dividir essas dicas conosco! Quero muito conhecer essa região tão rica, assim como aproveitar a festa do boi em Parintins. Quem sabe ano que vem? grin grin

Adolfo
AdolfoPermalinkResponder

Expedição pé na selva (e no rio) para o blogueiro !!!

Hugo Deleon
Hugo DeleonPermalinkResponder

Que honra!! heheh
Se surgirem alguma duvida, e eu puder ajudar, será um grande prazer.
Abraços

Gabi Righetto
Gabi RighettoPermalinkResponder

Oi Hugo, td bem?
Em setembro vou fazer exatamente o trajeto que vc recomendou, Manaus a Santarem de barco, Alter do Chão, depois Santarem a Belem de avião e Ilhas de Marajó e do Algodoal se der tempo.
Vc sabe a frequencia dos barcos que saem de Manaus? Não consigo achar essa informação... Chego a Manaus numa sexta feira às 13h e gostaria de sair o quanto antes para Santarem. Qq dica será valiosa! Muito obrigada!
Abraços, Gabi

Daniela Nogueira

Estou me programando para ir em agosto de 2011 para Santarém, Belém, Ilha do Marajó, Salinópolis em 15 dias de viagem. Alguém quer participar? Entrem em contato (msn: daninog@hotmail.com)

Lena
LenaPermalinkResponder

Eu não fui para o Amazonas ainda; só para o Pará (Belém, Marajó, Alter do Chão, Santarém, Alenquer). Peguei o barco de linha de Santarém para Alenquer. O máximo! Estou para escrever um relato para o condomínio da Majô faz tempo.... Mas recomendo muuuuito. Hotel de Selva no Amazonas continua na minha listinha wink

Mariana "de Toledo" (@merel)

Muito boas as dicas. Deu saudade de lá smile

Luca
LucaPermalinkResponder

Riq,
Se quiser incrementar sua página da Amazônia, eu posso escrever algo sobre Belém. Dá uma olhada no meu blog, estive lá semana passada.

Luca
LucaPermalinkResponder

Ops, link corrigido no comentário daqui: www.naestrada.wordpress.com

Luca
LucaPermalinkResponder

Ops, link corrigido aqui.

Juliana
JulianaPermalinkResponder

A minha cidade (santarém) é linda msmo hehehe..
Que moral hein hugo!!
Parabéns ricardo freire pelo blog, vou sempre visitar agora

Fernando
FernandoPermalinkResponder

Oi Riq, eu nunca sei onde é o melhor local para eu colocar a dúvida.
Procurei sobre cidade do Capo aqui no site e não achei.
Quero perguntar a vc e amigos onde seria o melhor local para se hospedar lá. Eu só terei 3 dias inteiros em Cape Down queria ficar bem localizado para conhecer a cidade e fazer os passeios. Alguém pode me dar as dicas?
Obrigado

Lucia Malla
Lucia MallaPermalinkResponder

Eu fui para Mamirauá em 2007 na época de chuvas e AMEI! Vi diversos bichos fenomenais, e me impressionei com a biodiversidade de insetos: lindos, diferentes, e impressionantemente eles não eram annoying. (Disclaimer: sou bióloga, mas tenho pavor de insetos em geral.)

A Amazônia é uma dessas jóias do turismo que o Brasil tem que todo mundo e o mundo todo valorizam, mas que os brasileiros mesmo parecem não entender direito para aproveitar como deveriam... (talvez pelo preço, infelizmente). Eu sonho com o dia que mais pessoas possam ter a oportunidade de conhecê-la. É uma das maravilhas naturais do mundo, mesmo. smile

Hugo, excelente dicas. Tapajós tá na minha lista... quem sabe um dia desses... wink

Fábio G.
Fábio G.PermalinkResponder

Tripulantes, no final de semana passado estava em Manaus.
Sou mochileiro e não achei os passeios caros.Manaus é uma cidade barata, exceto claro, se o turista topar pagar o que se pede por hoteis de selva.
O encontro das águas é fantástico, inacreditável, imperdível.
Outro passeio muito próximo a Manaus é Presidente Figueiredo que abriga diversas cachoeiras.
Pechinchar é a alma do negócio por aquelas bandas. Ambos passeios, costumam sair por volta de R$100,00.
Vale a pena também conhecer as praias da Lua e Tumã, de preferencia, claro, em dias uteis, pois a farofa é completa nos finais de semana.
Sempre me diziam que Manaus era quente, mas eu não imaginava que fosse tanto. O calor da capital do Amazonas é insuportável. Ao ponto de no retorno, recebi com inacreditável alegria o frio de 12°C de Viracopos.
Quanto ao Rio Negro, foi triste constatar que a cidade de Manaus despeja ali todo o seu esgoto. É chocante. Muito embora não sei se de fato deveria ser, pois para nós brasileiros maltratamos sad o Guaibá, Tietê, Pinheiros e tantos outros. Mas sinceramente imaginei que na Amazônia seria diferente. Mas porque haveria de ser?
Enfim, se gostei de Manaus? Claro! Apartir do momento que percebi que a beleza da capital do Amazonas é para ser observada e não julgada.

Rodrigo Purisch

O Tony recentemente esteve por lá e colocou uma série de dicas no De Viaje a Brasil:

http://blog.deviajeabrasil.com/2010/07/19/destinos-alter-do-chao-y-la-region-del-rio-tapajos/

Um página bem completa.

Amélia
AméliaPermalinkResponder

Muito bom o parecer do Tony, para toda a Amazônia!

Amélia
AméliaPermalinkResponder

Estarei em Manaus na próxima 6ª e graças a voces tenho certeza que será tudo de bom!No retorno colocarei as minhas impressões. Obrigada!

Carmem
CarmemPermalinkResponder

Gostei das dicas do Hugo!
Só não concordo com uma coisa: voar de Santarém pra Belém e perder a melhor parte da viagem de barco! A passagem pelo estreito de Breves é imperdível.
Minha viagem está relatada aqui:
http://deunstempospraca.blogspot.com/search/label/amazonia

Candida
CandidaPermalinkResponder

Estive em 2008 lá e amei, alternei alguns dias em Manaus e em um lodge de selva. Em Manaus visitei o teatro (lindo), o Zoo (bem interessante com áreas muito amplas para os animais) e o centro. Como Manaus é plana vc sai caminhando e caminhando, mas não se pode esquecer que lá é muito quente e minha pressão baixou, estava justamente no Mercado Municipal com aquela mistura de cheiros e odores, qdo parei numa banca cheia de ervas a senhora fez um preparado de ervas e guaraná de acordo com nossas caras, resultado. Passado 05 minutos tive que voltar correndo para o hotel com uma tremenda dor de barriga, mas depois a pressão voltou ao normal e me senti revigorada. Passear pelo porto é confuso, mas muito interessante observar os barcos/hotéis com a galera dormindo em redes. O por do sol é outra coisa fantástica todo dia ía para a beira do Rio Negro observa aquela mistura de cores vibrantes, inesquecível.
Já na Selva o que é inesquecível são os sons variados e não identificaveis, não ví muitos bichos (só aves e macacos)mas parecia que eles estavam sempre a sua volta te observando, vc ouve mas não os vê. Foram dias maravilhosos onde esqueci o que era celular, tv ou computador.
Outros pontos altos o passeio a Praia do Tupe onde tive a oportunidade de mergulhar no rio acompanhada de vários indiosinhos, o mergulho com botos cor de rosa e o encontro das águas (que me fez chorar lembrando minhas aulas de geografia com professor Valverde).
Enfim foi uma das melhores viagens que fiz e pretendo voltar e explorar mais conhecendo outros locais, quem sabe um cruzeiro, de Belém à Manaus....

Amélia
AméliaPermalinkResponder

Acabei demorando para dar meu parecer sobre Manaus:
Senti muito a cidade ter abandonado tanto seus prédios históricos, principalmente ao redor do porto ...
A vacina para Febre Amarela é opcional.
Não sofremos com insetos.
Fuso horário - 1 hora que em SP.
Agora é seca.Calor de 35 graus.Não dá para ir aos Igarapés/Igapós, pois o rio está muito baixo.
Passeios naqueles barcões altos para ver melhor o encontro das aguas (né, Riq?)as lanchas são a maior furada!Na Amazon Explorer's do porto dá para negociar o preço, para o passeio de 1 dia, foi o mais barato(R$100,00 com almoço)!Reservar com antecedência, dica de Fabio G.
Alugar um carro e ir as cachoeiras de Presidente Figueiredo, fiquei na do Santuario, levamos lanche e deixamos para almoçar em Manaus.
Ver o por do sol no Hotel Tropical em Ponta Negra.
Teatro Amazonas é barbaro, em torno várias construções históricas, a praça é uma area de convivio, barbara, com barzinhos, shows ao ar livre, o Tacaca da Gisela, Guarana e Cerveja regionais, Bar do Armando.
Hoteis Saint Paul e do Largo, baratos, simples, mas em pontos bons para turistar, próximo ao Teatro, melhores do que eu fiquei
LORD HOTEL, que era bom, bem central, mas a noite precisavamos pegar taxi para passear.
Achei a feirinha de Domingo na Av. Eduardo Ribeiro, furada, pois perto do porto tem uma feirinha diaria com os produtos similares e o mesmo preço.Os manauaras vão lá para tomar o cafá da manhã regional.
Sorveteria Glacial, ótima, muitos endereços pela cidade..
Canto da Peixada delicia, barato, todos os peixes regionais.
Pena que foram sómente 4 dias, tem muita coisa ainda para ver...
Desculpa para voltar?!?!

Amélia
AméliaPermalinkResponder

Completando: aluguei o carro na LOCARALPHA, melhor preço.
Achei lindo um artesanato que vende no aeroporto, de semente Jarina, um tipo de marfim vegetal, uma lembrança muito fina.

Denis
DenisPermalinkResponder

Gente; não podem imaginar tamanha alegria que eu sinto em poder ter todas essas informações gratuitamente e movidas por pessoas gentis e de bom coração. Sairei do meu estado (AL) pela primeira vez e realizarei neste ano um sonho antigo de passar férias em Manaus. Lendo todas essas opiniões aqui descritas, posso ter uma idéia de como será meu passeio e alguns cuidados que terei ao tempo em que aumenta mais a minha ansiedade de poder estar nessas terras maravilhosas. Pessoal, eu ficaria muito grato se alguém pudesse me dá umas dicas sobre alguns tópicos que descreverei...
1º - Minhas férias será em agosto, este período é bom pra passeios fluviais no Amazonas?
2º - Como faço pra conseguir passagens aéreas mais baratas? Entrei em alguns sites, mas só consegui ver passagens um pouco menos que RS 1.000,00.
3º - Viajarei sozinho e terá noites que precisarei sair pra os barzinhos noturnos, qual é a cidade que devo visitar pra esse fim?
4º - Apesar de atuar na área de segurança eu tenho um incomensurável medo de assaltos por conta da violência assolada em meu estado; acaso, em Manaus e região é mais tranqüilo de sair sozinho?
5º - Gostaria de ter algumas dicas de restaurantes e pousadas mais baratas, é que pretendo passar aproximadamente 20 dias no Amazonas e pra isso economizarei bastante pra poder conhecer bem vários lugares.
6º - Não terei estada única em um só lugar; como ponto de partida, pretendo iniciar em Manaus, minha locomoção será sempre de transportes alternativos e rodoviários (não dirijo) e pretendo deixar a viagem com a minha cara, pra isso preciso de dicas sobre lugares simples porém recheados de natureza. Conhecendo esse site hoje, já consigo pensar na possibilidade de também ir até Belém (barco)Quero conhecer comunidades ribeirinhas, quero acampar e fazer amizades com essa gente e ver de perto como vivem, quero conhecer índios e seus costumes, quero passar horas e dias observando a natureza,pra mim nada será monótono por que sou fascinado pela fauna e pela flora. Nada de requintes e de ambientes modernos, precisarei literalmente ter a floresta pra mim, pra vocês terem uma idéia, quinzenalmente eu busco os interiores do meu estado e acampo em florestas passando até quatro dias em off.
Por fim eu agradeço a todos que aqui postaram suas opiniões e agradeço ao Hugo por esse belíssimo trabalho e aos que por ventura se prontificarem pra me ajudar nas dicas. Um abraço e que Deus abençoe a todos.

Ricardo Freire

O segundo semestre é mais seco que o primeiro. Fique atento às promoções de passagens para ver se consegue uma oferta. Só conte com vida noturna nas capitais e em cidades maiores como Santarém. O pessoal do http://www.mochileiros.com é fuçador de pousadas mais em conta, dê uma chegadinha lá.

Denis
DenisPermalinkResponder

Há! meu e-mail é: denis.marques01@hotmail.com

fania
faniaPermalinkResponder

queria dicas p hospedagem selva .4 adolecentes +2 adultos. Queria um hotel bem localizado ,integrado na selva mas não o mais caro.
obrig fania

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Oi Fania, não conheço nenhum resort, mas já pensou no cruzeiro pelo Amazonas do Iberostar? Me parece bem integrado à selva. É um passeio que quero fazer qualuqer dia desses.

Wander
WanderPermalinkResponder

fui no cruzeiro do Iberostar agora em dezembro/2010 : 4 noites e 5 dias pelo rio Negro : maravilhoso : all inclusive (com buffet muito bom), passeios com guias ótimos também inclusos no preço : caminhada na selva, visita a aldeia indigena e aos botos cor de rosa,focagem noturna de jacaré, encontro das aguas...recomendo, deu pra ter uma boa experiência da Amazônia.

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Oi Fania, eu sou de Manaus, mas apesar de não morar mais lá eu te recomendaria o Tiwa Ecoresort http://www.tiwa.com.br

Junta conforto e muitas atrações pra seus filhos tb.

Outra opçao excelente tb é o Amazon Jungle Palace, que é um hotel flutuante novinho ! http://www.amazonjunglepalace.com.br/

Pra mim esses dois são as melhores opções indo c os filhos !!!

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Ah e tem tb o Anavilhanas Jungle Lodge, q tem umas cabaninhas charmosas http://www.anavilhanaslodge.com/

Qto aos mosquitos: os hotéis à beira do Rio Negro são os q tem menos mosquitos, pois o Ph da água do Rio Negro é muito alto e eles "correm" todos pro rio Amazonas, rs.

No geral os passeios dos hotéis são os mesmos: caminhada na selva, fogagem de jacaré, encontro das águas, visita a alguma comunidade... e como os hotéis sao na selva sempre é pacote que inclui todas as refeições...

Michelle
MichellePermalinkResponder

Eu fiz a viagem pelo Rio Negro em um barco super charmoso, o Clipper Premium, foi em Agosto, q é uma excelente época porque chove menos, mas os rios ainda não baixaram totalmente.
Deu pra curtir praia de rio, passeio a pé na floresta, focagem de jacarés e tudo o mais que se faz pela Amazônia.
O barco era all inclusive (mas bem menor que o Eurostar), com cama de casal no quarto (Clipper Premium, o Clipper "normal" não tem cama de casal), ar condicionado...ah, e sem mosquitos...Eu amei! e recomendo a todos
Eu dou maiores dicas e relatos no meu blog: http://impressoes-de-viagens.blogspot.com/search/label/Amazonia

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Farei uma visita rápida a Manaus em junho (estarei sozinho), e já inclui na programação o Encontro das Águas e um city tour. Além destes passeios, gostaria de fazer alguma outra day trip.
Alguem já fez o tour com destino a Vila do Tupé, oferecido pela Fontur ( http://www.fontur.com.br/aventuras.htm#10 )? Ou será que vale mais a pena passar o dia em um hotel de selva que ofereça a possibilidade de day use, como Ariau ou Tiwa? Outra opção seria ir até Presidente Figueiredo, mas estou pensando em algo mais típico da Amazônia (estou acostumado a visitar cachoeiras em Parques Nacionais).

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carlos! Sua pergunta foi posta no Perguntódromo! Vamos ver se aparece alguém para responder!

Lili-CE (@lilianesonsol)

Oi, Carlos, voltei de lá hmm... hoje! O que vc tem em mente quando fala em um day use? Hospedei-me no Ariaú e tirando a floresta, não tem nada, digamos, que justifique pagar algo ao hotel para aproveitar o entorno, que é a selva mesmo. Talvez fosse mais interessante vc fazer um passeio do tipo mergulhar com botos cor-de-rosa ou focagem de jacaré (esse é noturno, só dá se vc tiver como aproveitar a noite também).

Aline Pontes
Aline PontesPermalinkResponder

Um dia em hotel de selva sem dúvida, a vila do Tupé na verdade é uma praia bem próxima e nesta época do ano não é muito bacana, qnt ao passeio que eles descrevem no site, vc deve conseguir fazer algo parecido em qq um dos hoteis de selva que citou: Ariau ou Tiwa. O Ariau é o mais famoso e vc leva mais tempo para chegar nele, a vantagem é que o caminho (pelo rio) até lá é bem bonito, o Tiwa é bem mais perto, em frente ao hotel Tropical, fica do outro lado do rio, mas como vc só tem um dia isso pode ser importante e apesar de ser bem próximo fica em um local isolado, onde vc vai sentir-se em um passeio típico da amazônia.

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Obrigado pelas informações, Aline. Vou pesquisar e escolher um dos hotéis.
Lili, minha idéia é ir a um hotel de selva para aproveitar passeios oferecidos aos hóspedes fazem durante o dia, como caminhadas na selva e passeios de barco.

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Carlos, tem agências que te levam pros passeios s/ que vc precise pagar dayuse. Eu mesma recebi um prospecto desses próximo ao Teatro. Só p/ constar, o mergulho c/ botos é cobrado a parte, vc desembolsaria 2x. Gostei disso, da caminhada na selva e da focagem de jacarés.

Annabelle Machado

Carlos, por que você não aproveita esse dia para fazer um passeio a Novo Airão? Como foi mencionado acima, você pode conhecer e nadar com os botos... é bem interessante. Mas se a dúvida de fato for entre hotel de selva e Tupé, não acho que a praia seja interessante, principalmente estando sozinho. Acho o Hotel Ariaú bem mais turístico que o Tiwa, que é bem próximo de Manaus e sem grandes atrativos, é mais para descanso, mesmo. Boa viagem!

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Escrevi para o Hotel Ariaú pedindo informações sobre o day use. Abaixo colei a resposta deles. O preço é bem salgado...
Annabelle, Novo Airão (assim como Presidente Figueiredo) me parece muito distante para ir e voltar no mesmo dia.
Além disto, minha preferência seria por viajar de barco (ou será que qualquer viagem curta de barco partindo de Manaus não será muito diferente do que vou ver no tour Encontro das Águas?).

Programação do Pacote começa ás 07:15h na recepção do Hotel em Manaus:
1 Dia: 08:00h- Saída do píer do Hotel Tropical para o Hotel Ariaú Towers, são 2:00h de translado em lancha regular com guia,

- 09:50H Chegando ao Hotel Ariaú;

- 10:00H drink de fruta regional de boas vindas, colar indígena com batucada de Boi Bumba;

- 10:20H Conhecimento pelas passarelas e dependências externa do hotel com guia de selva;

-12:00H Almoço no restaurante na Torre 7, com vista para selva;

- 14:00H Retorno na lancha regular;

Pacote Inclui:

· Traslado em lancha regular (ida/volta);

· Transfer no Hotel em Manaus (ida/volta);

· Almoço com sobremesa;

· Excursões com acompanhamento com guia de selva.

# Por pessoa R$ 329,00 +10% Taxa + interaçâo com os botos R$ 95,00

Total R$ 456,90 por pessoa

Luca
LucaPermalinkResponder

Carlos,
Já fiz esse day use do Ariaú com a Fontour e o que eu posso dizer é que o hotel foi a maior decepção do mundo. Comida ruim, piscina de fibra de vidro, decoração de mau gosto... não vale a pena.

Erika
ErikaPermalinkResponder

Estava querendo descer para Belém de Manaus, estava bem animadinha até, mããããs li em algum lugar que o barco é "superdivertido", com muito forró e muito Calypso pra descontrair a galera.
Huuummm...
Será que eu aguento uma semana de Joelma e Ximbica "cantando" sem parar na minha orelha???
:S

André Alécio

Farei a viagem de baro no inicio de janeiro, antes ficarei em Manaus, e pretendo conhecer presidente Figueiredo. Estou a procura de algum passeio na selva com um pernoite a preços razoaveis (saindo de Manaus) Alguem tem alguma dica? Depois de manaus estarei indo a Alter do Chão, Belem, Marajó e Ilha do Algodoal. Estou muito animado com a viagem.

Obrigado ao Pessoal do site e a todos que estão postando aqui dando informaçoes sobre a Amazonia, as infs estão me ajudando bastante a planejar a viagem.
Convido a quem se interessar a visitar meu blog de viagens www.guiadoviajante.com

abraços

Sérgio morais

Boa noite a todos eu sempre tive o sonho de conhecer manaus e floresta estou me programando para conhecer agora em setembro eu e minha esposa e gostaria de saber se em manaus tem muitas agencias de turismo que faz esse passeios na floresta entre outros passeios. e se é melhor e mais barato ir de barco de belém a manaus ou de manaus a belém, obrigado a todos e que tenham sempre sorte de passear por esse Brasil tão bonito e maravilhoso.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sérgio! No seu hotel você encontrará panfletos de várias agências que fazem todos os passeios.

O valor da viagem de barco não muda. Por favor releia o post, a dica é fazer só até Santarém, até Belém é muito cansativo e repetitivo.

Flávia Sobrosa Machado

Boa tarde! Pretendo passar o período de 10 a 18 de novembro em Alter do Chão. Eu vou só. Gostaria de dicas de passeios e pousadas mais em conta. Obrigada! Atenciosamente, Flávia

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flávia! Ainda não fomos a Alter do Chão.

Você já encontra quem já foi aqui:
http://diariodemochileiro.com/post-indice-domingao-de-twittadas/26-domingao-de-twittadas-para/

José Oliveira

Estou querendo ir pra santarém, alter do chão e principalmente algodoal qual seria a melhor rota que pudesse comhecer as cidades sendo que voltaria pra santarem em um prazo de 10 dias... querendo saber valores de vans e barcos..

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José! Para Algodoal você precisa sair de Belém. São 3 horas de ônibus + 2h30 de barco.

Maria Jose
Maria JosePermalinkResponder

Bom passeio!!! Vá sem medo. Passei, procure uma boa agência de turismo- recomendaria os passeios da Fountur. Tem bons guias como Fortunato, Valderico, Não há mosquitos no Rio Negro devido a composição da água em q os principais minerais são: sodio, cálcio, magnésio e potássio, entre vários outros e a sua temperatura. Adoro a Amazônia! Gosto de Manaus!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar