Boloxícara (minha crônica de hoje no Divirta-se do Estadão)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Cupcakes

De onde vem a cupcake? O seu equivalente masculino – e salgado – eu sei: o temaki existia desde sempre, ainda que meio escondido dentro dos cardápios dos japinhas mais tradicionais. Mas a cupcake, que eu entenda, não passa do legado mais calórico de “Sex and the city”.

Ainda me lembro da primeira vez que experimentei uma cupcake. Apresentado a uma guloseima dona de uma popularidade aparentemente maior que a do Lula, abocanhei com vontade e – ugh! Quem foi que teve a infeliz idéia de estragar um muffin honesto com essa cobertura nojenta?

Aquele creme amanteigado era uma gosma indefinida, algo entre o chantilly e o glacê – duas outras categorias de coberturas a que sempre devotei o meu mais absoluto desprezo. Alguém aí já ouviu falar de creme amarelo de sonho de padaria? Oitocentas mil vezes mais gostoso!

Desde que tive essa primeira experiência, há um ano, o fenômeno só vem ganhando força. Para onde quer que você olhe tem alguém vendendo cupcake. Não só na rua. Todo mundo que traficava trufas, cestas de café da manhã e produtos Natura parece ter migrado para a cupcake. Os que gostam dizem que algumas dessas cupcakes feitas por encomenda são autênticas obras de arte.

No começo da semana resolvi me conceder uma segunda chance. Se 120% das pessoas amam cupcake, parece claro que eu estou perdendo alguma coisa. Daqui a pouco a onda passa e só eu não aproveitei.

Resolvi fazer a coisa do jeito certo. Fui ao Twitter. Usei 140 caracteres para expor o meu caso. E mais 140 para pedir uma indicação: se eu tivesse só uma chance de gostar de cupcake, onde deveria ir? Em menos de dez minutos eu já tinha indicações suficientes para passar um mês inteiro à base de cupcake.

Na terça-feira fui até o lugar mais recomendado. Pedi três cupcakes bem diferentes entre si.

Uma tinha uma cobertura amanteigada nojenta, uma gosma indefinida entre o chantilly e o glacê. A outra veio com uma panela inteira de brigadeiro virada por cima. A terceira tinha uma cobertura quase tão espessa quanto o bolinho; nenhum restaurante serviria aquilo sem uma bola de sorvete de creme do lado.

Preciso urgente de um sonho de padaria. Mas um temaki também serve.

Errata /#1

Por um errinho de montagem, no jornal esta crônica saiu assinada pelo querido coleguinha André Laurentino. Por favor não xinguem o coitado na rua por engano, nem mandem carros-bomba à porta da sua casa. Acredito inclusive que ele goste de cupcakes.

Errata /#2

Cupcakes da Cookie Shop

Algumas horas depois de enviar a crônica (sempre no último minuto, contando com a graça de Nossa Senhora do Deadline) recebi em casa uma caixa de cupcakes da Cookie Shop, gentilmente encomendadas pela @danielaAF. Delicadas, com coberturas bem-feitas e sobretudo bem-proporcionadas, essas cupcakes calaram fundo na minha consciência. São ótimas. Preciso retirar do texto aquela parte dos traficantes de trufas... pelo jeito, cupcakes por encomenda são realmente melhores do que as de rua mrgreen


61 comentários

nydia
nydiaPermalinkResponder

O que seria do amarelo se todos gostassem do azul né... Eu A DO RO cupcakes!!!! bj

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Viu como tem cupcake boa?! mrgreen Não acho cupcake tuuuudo isso que a moda atual prega, mas já comi umas bem gostosas por aí, viu? E até que a que eu faço em casa é bem decente wink

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

hahahaha Não tive muitas esperanças de que você fosse gostar... mas valeu a tentativa. Acho que você tem razão, a maioria não é bom mesmo. Mas é como brigadeiro, se você comer qulauqer um, tambem não vai curtir, mas tem uns que são muito bons não???
Se eu não morasse em Curitiba tentava achar um cupcake gostoso pra te mandar! (Aquele que comi com a tal cobertura de doce de leite era menorzinho, acho que o tamanho tambem inlfuencia!!)

beijos

Pati

http://coisaademae.wordpress.com

BethChocolates

Você tem toda razão !Os cupcakes estão virando bolinhos com alegorias, porque eles sem a metade de tudo que vem em cima,
tipo um bolinho simples que a vovó já fazia tem outro sabor e textura. Tem cupcakes que vc come que suja a testa! Mas tudo que é moda vai que vai !Mas os cupcakes que nos que trabalhamos com doces fazemos sob encomenda, são mais delicados, coberturas mais saborosas e com menos durabilidade das que vc encontra ja prontas na rua. Experimente de alguém que faça em pequenas quantidades que vai adorar! E quando vier ao Rio me avise que vou prepara-los pra vc e vai acabar o seu trauma por cupcakes ! Eu vi sua chamada no Twitter e achei uma graça ! Mas como fico no Rio fiquei sem graça de te convidar ! bjao Beth @bethchocolates

Laura
LauraPermalinkResponder

glllll eu tb não gosto e até agora não recebi nenhum em casa pra eu tentar mudar de opinião razz

Rafaela C.
Rafaela C.PermalinkResponder

Eu não sou fanática por cupcakes, mas acho que o 'segredo' é não cair à tentação dessas coberturas mega açucaradas e duras, e escolher uma cobertura menos volumosa, menos insuportavelmente doce e mais cremosa. Dá pra ver a diferença entre os da primeira foto e os encomendados. Ah, e também prefiro as pequenas doses, pra não ficar excessivamente enjoativos.
Mas adorei a comparação com o fenômeno dos temakis, não tinha pensado nisso antes!

Pat Fernando
Pat FernandoPermalinkResponder

hehe Realmente em alguns cupcakes que a "gosma" em cima é algo tipo "Whatafuck". Em Porto alegre eu recomendo os da Priscillas Bakery! São maravilhosos e se mantem tradicionais, nada de muita invenção em cima.

Eneida
EneidaPermalinkResponder

Adorei, Riq!

Eu também nutro uma certa antipatia por esta moda do que faço questão de chamar de meros "bolinhos". É claro que de hoje em diante passam a se chamar "boloxícaras" para mim.

Amélia
AméliaPermalinkResponder

Riq, assino em baixo!Ainda não achei uma que me agrade!

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Eu ODEIO cupcakes...sem mais.

paula
paulaPermalinkResponder

Ricardo, sem palavras pra dizer como fiquei feliz por você ter gostado.
bj

Ju Afonso
Ju AfonsoPermalinkResponder

Ainda não provei um cupcake... sempre que acho penso: não, prefiro gastar meu rico dinheiro em um outro doce! E troco por quindim, bomba de chocolate ou minha mais nova paixão gelada, o delicioso magnum cookies.

De toda forma, alguns cupcakes são sim verdadeiras obras de arte. Dá uma olhada nesses: http://www.flickr.com/photos/icingdreams/sets/72157600797466305/

Abraços!

Simone
SimonePermalinkResponder

Ontem comi pela primeira vez cupcakes e gostei! No meu caso, a cobertura das de chocolate parecia um mousse bem aerado, e as com cobertura branca tava mais para marshmallow (suave e não muito doce) do que para chantilly, que tb detesto. Minha experiência foi boa! Acho que varia conforme o local, por causa da popularidade talvez estejam fazendo adaptações ou qualquer outra coisa e apresentando como cupcake para vender bem. Comprei na Eliane Delikatessen, em Curitiba.

mafalda
mafaldaPermalinkResponder

Simone, por gentileza, onde fica a Eliane Delikatessen em Curitiba? obrigada

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

Comi uns cupcake também e tive a mesma sensação: cobertura horrível, gosto de manteiga com açucar... argh

Carmem
CarmemPermalinkResponder

Eu nunca comi um "boloxícara", mas agora que sei que há diferença entre os "industrializados" e os artesanais, vou procurar experimentar...

Luciana Bordallo Misura

Gente...peraí, a "moda" de cupcakes no Brasil pode ter sido contribuição de Sex and the City, mas os bolinhos coitadinhos são o equivalente do brigadeiro em festa de crianças nos EUA! Onipresentes!

Mas a história é que as mães levam os cupcakes pras escolas pro aniversariante distribuir pros amiguinhos, é mais prático do que levar um bolo inteiro e ter que cortar, botar em prato, etc. Eles nasceram assim, um mini-bolinho de aniversário, e o sabor do bolo e a cobertura variam tanto quanto um bolo grande normal. E são normalmente um tamanho mais adequado pra uma criança comer. Eles não são assim uma "sobremesa", são uma guloseima de festa de aniversário que hoje em dia são consumidos com café, chá, etc em lojinhas charmosas como a que apareceu no Sex and the City (e essas lojinhas sobrevivem mesmo das encomendas pra festas, que são muito maiores do que a venda no balcão). É que nem pedir uma fatia de bolo pra tomar com café, mas é um bolo com cobertura (que eu particularmente acho sempre muito doce pra tomar com café, mas enfim).

Resumo da história, falar que não gosta de cupcake é como falar que não gosta de bolo, porque eles são a mesma coisa - a versão miniatura de um bolo (qualquer bolo pode virar cupcake inclusive, é só colocar naquela forma e pronto). Como existem centenas, milhares de tipos de bolos e coberturas, é meio difícil falar que não gosta de bolo ou de cupcake wink Tem os bolos ruins e os bolos bons, a maioria é medíocre, alguns poucos são excelentes, assim como qualquer tipo de comida na minha opinião!

Claudia Beatriz

Lu.. falou e disse! É exatamente isso... mini bolinho wink
Eu normalmente dispenso a cobertura, mas gosto muito. Inclusive no aniversário do chefe no trabalho, o cupcake foi Red Velvet. Uma delícia. Aqui em DC, tem duas lojas maravilhosas.. uma em Georgetown e uma em Alexandria.

Luciana Bordallo Misura

Isso tudo foi só pra dizer que não existe "uma" receita de cupcake, qualquer bolo delicioso pode ser um, assim como qualquer bolo (e cobertura) ruim!

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Clap clap Luciana, adorei a explicação! Confesso que gosto de quase tudo com chocolate - logo qdo provei a 1a há 2 anos no Tio Sam, amei do mesmo jeito. E qq coisa com glacê meio nojento, cheio de açúcar eu não curto muito, Riq! rsrs

Eunice
EunicePermalinkResponder

Quando eu era menina, séculos atrás, já eram servidos "bolinhos" feitos em pequenas formas, nos aniversários infantis que eu frequentava. Além do bolo do parabéns, claro! Só que o nome não era cupcake, mas bolinho. E eram servidos sem coberura, ou com as coberturas comuns aqui: brigadeiro, doce de goiaba,marmelada, etc. Outro dia ,minha filha reuniu amigas aqui em casa para fazerem cupcakes - não bolinhos . É "o poder" de Sex and the city

Marilia Pierre

eu faço cupcakes, aprendi na Casa da Chris, assim, com recheio de geléia e sem cobertura:

http://casadachris.uol.com.br/receitas_materia.php?id=147

cobertura só no de cenoura, um ganache de chocolate amargo, e não muito, cobertura apenas.

o equivalente tupiniquim moderno de microondas é o BOLO NA CANECA
receita para os interessados:

http://tudogostoso.uol.com.br/receita/41378-bolo-na-caneca.html

Já o bolo de xícara é a receita básica de bolo que a vó faz assim, no olho e fala que é bolo de bolo:
1 xícara de farinha
1 xícara de açúcar
3 ovos
1/2 xícara de óleo
1/2 xícara de suco de laranja (ou bagaço de milho)
1 colher de fermento

só para deixar tudo explicado que cupcake é cupcake, bolo de caneca é bolo de caneca e bolo de xícara é bolo de xícara.

piriquito é diferente de papagaio que não é igual a maritaca, mas no final é tudo ave.

Wander
WanderPermalinkResponder

hahaha !!! esta explicação final tá sensacional!!! alegrou minha sexta-feira. agora já sei o que é cupcake; não sabia e tinha vergonha de perguntar...prefiro o bolinho da vovó.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Sensacional Marilia !
"só para deixar tudo explicado que cupcake é cupcake, bolo de caneca é bolo de caneca e bolo de xícara é bolo de xícara.

piriquito é diferente de papagaio que não é igual a maritaca, mas no final é tudo ave."
lol
lol

flavia soares
flavia soaresPermalinkResponder

vou aproveitar a cultura de vocês: qual a diferença do muffin, só a cobertura?

Ricardo Freire

O bolinho pode até ser incrementado (entre os que recebi em casa tinha uns recheados), mas em princípio é a mesma coisa.

Marilia Pierre

o que muda é sempre a receita.

a receita de muffin é derivada do pão, além disso há os ingleses e os americanos, mas hoje só encontra-se o americano, mais puxado para o bolo.

normalmente não há cobertura no muffin, mas adiciona-se à massa, passas, gotas de chocolate, aveia, amoras, cerejas, blueberries, cramberries, mas não chegam a ser um "recheio"

Marilia Pierre

aqui vai uma receita de muffin salgado com bacon:

http://mixirica.uol.com.br/?id=814

e depois a versão doce com maçã e aveia:

http://mixirica.uol.com.br/?id=834

Anna Francisca

Como não sou muito chegada a doces, nem posso opinar, mas acho que tudo depende das coberturas do bolo/cupcake. Os cupcakes da última foto têm aspecto bem melhor. Digo aspecto porque não parecem tão cheios de gordura "trans" (só para citar o clichê).

Luciana Betenson

Eu já provei destes cupcakes da The Cookie Shop e de fato eles convertem qualquer herege! smile

Adri
AdriPermalinkResponder

Eu já provei destes cupcakes da The Cookie Shop e de fato eles convertem qualquer herege! smile [2]

Gustavo - Viajar e Pensar

Realmente é um efeito Magnólia Bakery!!
Sinceramente também acho o gosto duvidoso, e ainda por cima enjoativo.
Olha que já tentei os menos adocicaods com casta de Limão e outros sabores cítricos, e enjoam também.

Elisa
ElisaPermalinkResponder

Pra mim cupcakes são cenograficas, por isso ficavam tao bem em Sex and The City. São só para olhar na vitrine e dizer: Olha que graça aquela ali... Para comer, nem pensar.

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalinkResponder

Não sou pernambucana, mas bolo de rolo dá de 1.000 a zero.

Marilia Pierre

concordíssimo!

Thyago Portela

Concordo... principalmente se for o bolo de rolo vendido no Mangai daqui (João Pessoa). Acho que tem no Mangai de BSB e Natal tbm

Vicky
VickyPermalinkResponder

Segundo o "The Times" o cupcake está com os dias contados. A nova onda agora é o Whoopie... Espero que seja melhor que os cupcakes... ARGH!

http://gnt.globo.com/Gourmet/Noticias/Whoopie--o-novo-hit-das-delicatessens.shtml

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Riq , quando eu era criança , aquela gosma amarela se chamava nariz entupido , então... não como desde a mais tenra idade wink
Tb não gostei dos da Magnolia , mas aamo os minis da Muma's
http://www.mumascupcakes.com/ *nhac!!*
coma um aqui http://www.goinglocaltravel.com/wp-content/uploads/Cupcakes.jpg

Andréia Nery
Andréia NeryPermalinkResponder

Realmente os cups encomendados são mais saborosos porque são feitos com carinho e amor um a um. Sei disso porque sou filha da Dona Zenira, a mestre-dona-cuca que faz cups maravilhosos! Mas nem por isso deixei de experimentar também alguns de lojas dos Jardins e adjacências. O mais "famoso" que fica na Rua Augusta não gostei!

Érica França

Também prefiro os bolinhos sem as gosmas glacê-chantily. Beijo.

Tiago dos Reis - Rotas Capixabas

Nossa... e eu nem sabia o que era isso!

Cláudia
CláudiaPermalinkResponder

Adoro esses bolinhos mas quase sempre limpo/arranco com guardanapo a meleca gosmenta que colocam em cima antes de comer. Assim fica uma diliça!!!

Silvia Oliveira - Matraqueando

O que me deixou mais perturbada é descobrir que "o" Cupcake é, na verdade, uma moça! Eu nunca diria "uma" cupcake, "a" cupcake. Onde você descobriu isso, Riq? Fiquei curiosa...

Ricardo Freire

Acho que existem cupcakes de todos os sexos possíveis e imagináveis, Sílvia grin Provavelmente aí em Curitiba são todas machos pra caramba!

Silvia Oliveira - Matraqueando

Hahahahahaha! Pô, eu tava falando sério! smile Queria entender a questão gramatical da coisa... fico toda confusa com estas questões de gênero, tipo "o" omelete ou "a" omelete. Rá!

Ricardo Freire

Silvinha, você deve estar certa. Fui ver no jornal, e lá eles CORRIGIRAM o texto pra "o cupcake". Inclusive a primeira frase ficou totalmente sem sentido. "De onde vem o cupcake? O seu equivalente masculino, o temaki..." eekops:

Silvia Oliveira - Matraqueando

Uia, nem tinha visto o texto publicado no jornal. Não sei se existe certo ou errado, não há regra gramatical (ainda!) que determine o gênero de cupcake. De uma maneira geral, público e imprensa falam no masculino, associam ao "bolinho". Imaginei que algum(a) chef tivesse falado para você que era no feminino! Ou talvez tenha sido seu Momento Claude Troisgros: "agorrrra, você coloca A tomate na salade". grin

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Aqui em Nikiti tem um pequeno café onde a doceira faz bolos deliciosos. Na semana passada, comi um de abóbora com coco divino (sem recheio, tudo na massa)! A senhora que faz os bolos inventa coisas maravilhosas. O único problema é que nunca uma receita é igual a outra! wink

Marilia Pierre

tentei fazer essa receita e não consegui sad

nunca consegui desenvolver meus bolinhos de abóbora

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Até hoje ainda não provei um cupcake sequer (exceto a "versão antiga" ou bolinho sem cobertura), mas (3) duvido que supere um bom bolo de rolo.

Adriana Nery
Adriana NeryPermalinkResponder

Concordamos com você, os cupcakes "enlatados" não têm o charme e o sabor dos "encomendados"... Nossos cupcakes não levam a cobertura americana buttercream, o que nada mais é do que uma mistura de margarina e açúcar! Enjoado demais! Nossas coberturas(beijinho, brigadeiro, limão, goiabada...)são um doce em cima de outro doce, divinos! Quando vir ao Guarujá/SP entre em contato, faremos para você um kit degustação!

Sut-Mie
Sut-MiePermalinkResponder

O mais divertido, foi ler os comentários todos no final do dia! Quanta discussão em torno de um bolinho! Realmente, eles me parecem mais bonitos do que gostosos! Nunca provei um que me fizesse rodopiar...aparentemente, temos que provar esse do Cookie Shop. Ms tb sou da opinião que melhor do que essas modas importadas, são o bolo de rolo, o de laranja, o de aipim, aipim com côco então, nem se fala!

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Riq, no dia que vc comer um cupcake Danilicious, vai mudar de opinião rapidinho. wink

PS: Concordo com tudo que a Luciana Misura falou.

BjAs

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Ueba quero um Danilicious tambem smile

Sabe que nuna comi cupcake...acho que essa gosminha de cima que me desanima...
Mas nossa como estao falando deles pela internet!!!

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalinkResponder

O paladar, das coberturas das cupcakes nos EUA, é enjoativo, artificial e não tem gosto de nada, ou, de gordura colorida, no entanto, são muito bonitinhas. Já os nossos bolinhos de coco, aipim, laranja de rolo são verdadeiramente e deliciosamente de coco, aipim, laranja e goiabada. Hummmm, Hummm..... Palmas para nós.

Eunice
EunicePermalinkResponder

Riq, você está convidado para experimentar um bolinho feito com floco de arroz e nozes, no "A Cubana", quando vier aqui.

Claudia Matoso

Experimentei os famosos Magnolia. São lindos!!! Mais pra ver do que para comer. De qualquer forma, o bolinho de chocolate em si era muito bom. Já a cobertura, era completamente 'eeeca!!!' E da altura do bolinho, como disse o Riq. Conclusão... passei o guardanapo na cobertura e comi o bolinho.
Mas acho que tem uns muito bons por aí. Com coberturas saborosas, e bem dosadas, é claro!

kely
kelyPermalinkResponder

Acho eles muito lindinhos grin
Eu provei e gostei de todo ele, do bolo mais a cobertura!
Comi de chocolate mesmo grin

Mari
MariPermalinkResponder

Há bastante tempo, quando comecei a cozinhar, reproduzia receitas dos mais variados livros e cai nos famosos cupcakes. Como não gosto de glacê, sempre o omiti. Fazia os bolinhos como muffins mesmo. As vezes, um bolinho de baunilha apenas. Uma excelente opção, já que poderia ser comido com Nutella, geléia, goiabada... cada um comendo o seu do jeito que achasse melhor!
Como os bolinhos não eram famosos aqui no Brasil, todo mundo que os via aqui em casa, achava uma gracinha e super deliciosos! E quando tinha visita, eu o fazia com alguma cobertura... mas sempre longe do tradicional glacê. Até eu encontrar uma receita de glacê que meus amigos adoram, mas eu não como. Mas que deixa o cupcake muito lindinho, deixa. Prefiro por pouco glacê e não fazer aquelas montanhas gigantes que a gente vê por aí.

Acabou que hoje em dia eu recebo encomendas... Sem mesmo ter me anunciado. Não só de cupcakes, mas de diversos outros doces que eu gosto de fazer. Mas, definitivamente, os Cupcakes são os mais pedidos.

E assim que comecei a ver Cupcakes sendo vendidos por aí, procuro experimentar... E realmente. Não teve UM que eu achasse realmente gostoso. São todos só beleza mesmo!!

E as receitas da Cookie Shop são muito boas smile

Marcie
MarciePermalinkResponder

Uffa...escapei dessa! Li este post inteirinho, divertindo-me muito, porém sem engordar sequer um graminha. Não gosto de doces, bolos, tortas, cupcakes, etc. etc. e tal.

Oscar
OscarPermalinkResponder

Esses dias rolou no twitter um papo sobre o assunto.. te já comi uns cupcakes bons mas continuo sendo fã de uma boa nega maluca com cobertura de brigadeiro hmmm

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar