Charada da 6a.: Plaza Mayor (vale a pena ler a resposta!)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Charada de 6 de agosto de 2010

Momento Chico Xavier. Esta charada me chegou psicografada por email. Texto e fotos. Só precisei pôr uma mão na testa e, com a outra, manipular o Photoshop e o NotePad para não dar chabu na formatação.

Charada de 6 de agosto de 2010

Repasso pra vocês o que o espírito me soprou:

Esta cidade já esteve sob o domínio de três diferentes países, além do atual onde se encontra, mas na verdade hoje é uma cidade do mundo. Nasceu perto do mar sob ordem de um rei espanhol, e se tornou possessão de outro país mais para o interior, onde se encontra hoje, no alto olhando o rio que corre para o mar distante. A sua principal característica culinária é um doce que não tem o ingrediente ao qual o doce remete. E não esqueçamos de algo capital que ela já foi.

Hahá! Quero ver vocês psicografarem a resposta completa. Leva o Troféu da Bóia quem disser 1) que cidade é essa; 2) quais são os três países; 3) que doce é esse; 4) que história é essa de nascer perto do mar e ir pro interior e já ter acontecido algo de capital.

Charada de 6 de agosto de 2010

Valendo!

RESPOSTA:

[caption id="attachment_12780" align="alignleft" width="120" caption="ANTÔNIO CARLOS"]ANTÔNIO CARLOS[/caption]

A resposta demorou um pouquinho para aparecer, mas veio inteira. Quer dizer: em prestações coladinhas uma na outra -- e todas postadas pelo vencedor, o Antônio Carlos. Às 12h35 ele matou a Praça São Francisco em São Cristóvão (SE), que recentemente foi confirmada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco; disse que São Cristóvão tinha passado por domínio espanhol, português e holandês; e que mudou de lugar várias vezes, estando hoje à beira do rio Paramopama, com vista para o caudaloso Vaza-Barris. Às 12h37 ele postou o site da praça. E às 12h39 corrigiu a informação do doce -- não era o bricelet (outra especialidade de São Cristóvão), mas a queijada, um doce de coco que não leva queijo. Parabéns, Antônio Carlos! Essa foi bonita! Mas vou encerrar o post com a resposta que me foi enviada junto com a pergunta. O autor é o sergipano Carlos Nascimento, do Turiscópio, que sempre fez força para emplacar a Praça São Cristóvão na lista da Unesco. Na explicação dele também está o porquê de eu ter usado "plaza mayor" no título do post:

São Cristóvão foi fundada por ordem de Felipe II, Rei da Espanha (Felipe I como Rei de Portugal), no tempo da União Ibérica, seguindo os padrões traçados na Lei IX das Ordenações Filipinas. Os holandeses a tomaram e aí estiveram por cinco anos. Depois foi retomada, e com o fim da União Ibérica passou ao domínio português. Com a independência veio a ser uma cidade brasileira -- e hoje, após o reconhecimento da Unesco, é Patrimônio da Humanidade. A sua fundação original foi em terras onde hoje é Aracaju, depois foi transferida de localidade mais duas vezes, a primeira próxima do local original até se estabelecer definitivamente onde se encontra hoje, no alto de um morro de onde, se tem uma visão do rio Vaza Barris e seu afluente o Paranamopama. A queijada é  o doce típico de São Cristóvão, mas não leva o queijo da receita original, raro e caro à época, o qual foi substituído pelo coco. E a marca capital é que ela foi a primeira capital de Sergipe. A Praça São Cristóvão é o 18º bem brasileiro, o 11º na categoria patrimônio cultural da humanidade. O principal motivo da escolha está no fato de ser o único exemplar preservado de traçado urbanístico e arquitetura colonial espanhola no Brasil que manteve as características de plaza mayor. As fotos da fachada são do Convento de Santa Cruz (também chamado de São Francisco por causa da praça), mais especificamente da parte onde está o Museu de Arte Sacra de Sergipe. A foto interna é do claustro. Outra curiosidade de São Cristóvão é que não há igreja dedicada ao santo na cidade; a padroeira é Nossa Senhora da Vitória (e a festa religiosa principal, de Nosso Senhor dos Passos). Mas a cidade mudou tanto de lugar, que não é estranho que leve o nome do padroeiro dos motoristas...

Obrigado, Carlos! Parabéns, Antônio Carlos!

Fotos: Carlos Nascimento (fachadas) e Emsetur (claustro).

53 comentários

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Isso me lembra Lima.

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Me lembra tb Salvador...

Claudia Beatriz

Jesus, como eu não sei nada do mundo mesmo!

Rodrigo Barneche

Me sinto de volta ao colégio, numa aula de história wink
Isso tá me cheirando América Central... aquelas cruzes na última foto... mmmm...

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Essa mania de espalhar a mesma arquitetura pelo mundo acaba com os adivinhos de plantão!! Sabe aquela sensação de "já vi esse lugar"? Mas deve ser lembrança de Ouro Preto...e algum mosteiro perdido na Espanha....

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Chutando eu acho q é Salvador (q já foi dos portugueses, invadida por holandeses, habitada por franceses...) o Rio pode ser o Rio Vermelho. E o doce é cocada ? Mas cocada tem côco. :=)

Nada mais me lembro.

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Recife (Portugal, Espanha e Holanda) MAS não me lembro de doce de Recife E Recife não fica no interior.

Alexandre Giesbrecht - AVIVIXE

Apesar da complexidade das informações, é um chute:

1) St. Augustine, Flórida.
2) Espanha, Inglaterra, EUA.
3) O doce — ?
4) É a cidade mais antiga dos EUA continentais e o primeiro assentamento permanente do território americano. Foi capital da Flóridda Oriental. Já o Rio seria o Mississipi, já que, pelo Tratado de Paris, em 1763, a Espanha cedeu a Flórida à Inglaterra.

Bruno Vilaça
Bruno VilaçaPermalinkResponder

Hoje acordei meio televisão digital. Lerdo e atrasado. Ainda vou levar o tempinho pra entender a pergunta... A resposta então, não vai rolar mesmo! grin

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Ei, pera lá: mensagem de Chico Xavier ? Então veio de MINAS. Rá.

Bruno Vilaça
Bruno VilaçaPermalinkResponder

Não tem praia porque veio o Espirito Santo! Doce de leite tem leite? grin

Diogenes
DiogenesPermalinkResponder

A cidade e Istambul
O doce e o doce de mel
Os países deve ser os impérios romano, bizantino hehe acho que e isso

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Chute no meio do almoco: isso eh Ronda, Espanha?

Anna Francisca

Nasceu perto do mar, mas hoje o mar está distante? Não pode ser Istambul.
Minas? Vê o rio que corre para o mar? Ouro Preto não é.
Estou esperando o Chico Xavier baixar em mim.

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalinkResponder

Toledo, Espanha.
Doce - Mazapán.
Foi Capital do Império Visigodo (povo germânico originário do leste europeu que após a queda do Império Romano reinou na Península Ibérica) até a Invasão e domínio mouro ( povo muçulmano originários do norte da África), e depois do reinado cristão de Castela.

Antônio Carlos Filho

É a Praça São Francisco, em São Cristóvão/SE, recentemente reconhecida como Patrimônio Histórico da Humanidade pela UNESCO. São Cristóvão foi a primeira capital do estado de Sergipe e é a quarta cidade mais antiga do país. Já esteve sob o domínio de holandeses, portugueses e espanhóis. A cidade mudou de lugar várias vezes, hoje se encontrando às margens do rio Paramopama, com vista para o rio Vaza-Barris. O doce é o bricelet.

Luciana Bordallo Misura

Acho que você está certo quanto a cidade mas o doce acho que é a queijada, que é feito de coco.

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Sério que essa é a praça sergipana tombada? Caramba, que lindo.

Cláudia
CláudiaPermalinkResponder

Antonio Carlos levou! Parabéns!

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Cidade: Guimaraes - Portugal
Doce: Toucinho do Céu

Wanessa
WanessaPermalinkResponder

A cidade, acho que é São Cristóvão, que já foi capital de Sergipe. Entrou na lista de patrimônios da humanidade da Unesco recentemente. To sem tempo de googlar o resto da resposta...

Anna Francisca

América do Sul? Central? Rei espanhol. Tá "brava" a charada hoje.
Missões? Estou fazendo uma brianstorming.

Antônio Carlos Filho

Site oficial da praça: http://pracasaofrancisco.se.gov.br/

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Muito lindo o site!
Achei legal que lá eles colocaram o link para o documento pra proposição de inscrição como Patrimonio da UNESCO. E é um documento muito interessante...
Copio o link aqui!
http://pracasaofrancisco.se.gov.br/wp-content/FORM_A4_TEXTO_REVISADO_PORT_R01.pdf

Carolmay
CarolmayPermalinkResponder

1) que cidade é essa: Arica
2) quais são os três países: Espanha, Peru e Chile
3) que doce é esse: mermelada?
4) que história é essa de nascer perto do mar e ir pro interior e já ter acontecido algo de capital: foi importante para a independência do Peru, depois num plebiscito foi incorporada ao Chile.

Antônio Carlos Filho

Corrigindo, o doce é a queijada, feito de côco.
Os bricelets são feitos no Convento do Carmo, também em São Cristóvão e igualmente deliciosos.

Fred Marvila
Fred MarvilaPermalinkResponder

Chute do meio de campo:

1) que cidade é essa;

Olinda

2) quais são os três países;

Franca, Holanda, Portugal. Além do atual Brasil.

3) que doce é esse;

Pé-de-moleque

4) que história é essa de nascer perto do mar e ir pro interior e já ter acontecido algo de capital.

Foi Capital da Capitania Hereditaria de Pernambuco. Depois que foi queimada pelos holandeses, Portugal mudou a cidade para cima da montanha para facilitar a defesa e os esgotos.

Juliana Yonezawa

Apesar de nunca ter ido, também acho que é Lima, capital do Peru.

E tb acho que o doce típico de Lima não vai lima heheh

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Estas respostas todas merecem o troféu-criatividade lol

Rafael Rodrigues

Gente, isso é São Cristóvão, Sergipe! O mais novo Patrimônio da Humanidade da UNESCO!

Fred Marvila
Fred MarvilaPermalinkResponder

2o. chute da a entrada da área:

1) que cidade é essa;

São Cristóvão.

2) quais são os três países;

Espanha, Holanda, Portugal. Além do atual Brasil.

3) que doce é esse;

queijadas, doce feito de coco.

4) que história é essa de nascer perto do mar e ir pro interior e já ter acontecido algo de capital.

Foi a primeira capital de Sergipe. Sofreu sucessivas mudanças até se firmar onde está, ao norte do estuário do rio Vaza-Barris.

Fred Marvila
Fred MarvilaPermalinkResponder

Agora que eu vi que o Antônio Carlos Filho tinha respondido razz O mais interessante pra mim foi achar que era no brasil por causa da arquitetura, mesmo sem ter ido para o Nordeste grin Já fiquei feliz com isso hehehe

Antônio Carlos Filho

Sou de Aracaju e reconheci na hora que vi a foto, só fui confirmar na internet.
Aqui no estado criou-se uma comoção muito grande para a escolha da praça pela UNESCO, com site oficial, twitter, etc.

Fred Marvila
Fred MarvilaPermalinkResponder

ahhh então não valeu razz hehehe Foi bem interessante. Aprendi um pouco mais da história do Nordeste e tb fiquei feliz pela escolha da UNESCO.

Também aprendi que Queijadinha é feita de coco e não de queijo ahahha

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Você nunca veio p/ o Nordeste?!?!?!? Estão oficialmente convidados para uma micro-conVnVenção, vc e Natalie!!!

Rodrigo Barneche

Eita, o pessoal se puxou enquanto eu almoçava... sem chances, não tenho chute, aposto no palpite 2 do fred...

patricia
patriciaPermalinkResponder

Puxa! Dessa vez nem deu tempo deu pesquisar nada no Google! chequei muuuuito tarde. sad

Adriana Pessoa

Claro que o antõnio Carlos acertou.
Gostei da charada. A praça é mesmo linda.

Eunice
EunicePermalinkResponder

São Cristovão-Se. Qd foi fundada, o rei de Portugal era o rei de Espanha.É linda. Sergipe é um tesouro pouco conhecido.

Fê Costta - viaggio mondo

Caramba, a galera foi muito rápida hoje! Eu chutaria Pernambuco, mas o sergipano falou com tanta propriedade que já me desclassifiquei... rs Parabéns, belo enigma! wink

Eunice
EunicePermalinkResponder

Lembra tb Cachoeira-Ba, o Convento, mas não é.

Luciana
LucianaPermalinkResponder

São Cristóvão foi a capital do Sergipe até 1855. Esteve sob domínio português, espanhol e holandês. Foi tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional em 1939.

O primeiro arraial foi fundado na confluência dos rios Sergipe e Poxim, local onde hoje se encontra Aracaju. A cidade sofreu sucessivas mudanças, até firmar-se, em 1607, à margem do Paramopama, afluente do rio Vaza-Barris, sua atual localização (a 23 Km de Aracaju). Em 1637 foi invadida pelos holandeses, ficando praticamente destruída. As tropas luso-brasileiras sob comando do Conde Bagnuolo, tentando evitar a sobrevivência dos inimigos, incendiaram as lavouras, dispersaram o gado e conclamaram a população a desertar. Os holandeses, que encontraram a cidade semideserta, completaram a obra da destruição. Após a invasão holandesa, em 1645, a cidade foi reconstruída. Data daquela época a maioria dos monumentos que formam o fantástico patrimônio histórico da cidade.
E o doce, deve ser a queijada.

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

IIIh, basta clicar no link que o Antonio Carlos mandou, é São Cristóvão mesmo!
Tá aqui tão pertinho, vontade de conhecer!

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Sem dúvida nenhuma o Antônio Carlos vai levar o troféu - com uma ajudinha da Luciana e sua queijadinha.
Mas a inspiração para Momento Chico Xavier provavelmente veio pelo nome da praça - São Francisco, não é Riq?
Obrigada pela diversão garantida de sextas e por aumentar a nossa bagagem cultural. Bom fim de semana.

Ricardo Freire

O Chico Xavier é porque eu recebi o texto prontinho, não deu trabalho nenhum smile

Fabi
FabiPermalinkResponder

aaa.... se a gente dorme no ponto... parabéns pro antonio carlos..
bom fds a todos!

Evelyn
EvelynPermalinkResponder

poxaaaaa, ñ acredito que cheguei atrasada!!!!!
meu lindo Estado na charada da sexta, e eu só apareço agora!!!!!!

Vanessa de Lima

Por algumas características, bem podia ser João Pessoa, capital da Paraíba: A cidade fez 425 anos ONTEM. Em 5 de agosto de 1585 a cidade foi conquistada por ordem de um rei espanhol. Depois Ela foi dominada por Portugal, Espanha e Holanda.

E "se encontra hoje, no alto olhando o rio Sanhauá que corre para o mar"... mas o mar é bem pertinho. Hahah

Eu não faço idéia de qual seja o doce...

Além do mais: Eu não reconheço a construção como aqui de JPA...

Rosa
RosaPermalinkResponder

Parabéns Antônio Carlos! Eu estive ai em 2003. Tá passando da hora de voltar.

Lena
LenaPermalinkResponder

Sergipe e Paraíba são os dois Estados do NE onde nunca estive e morro de vontade conhecer. A charada só aguçou o desejo smile

Quanto à possibilidade de um dia acertar uma charada, me considero da categoria café-com-leite nesse quesito... Ainda vou pedir para o Riq me enviar as charadas às 22 horas de 5a, para que eu possa largar com 12 horas de antecedência e, quem sabe, chegar pelo menos perto da solução eekops:

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Que pena que só agora vi a charada, desta vez eu ia acertar! São Cristóvão é muito bonita, já estive lá algumas vezes, a última no ano passado. Pena que não já não esteja tão bem conservada quanto há alguns anos... Quem não conhece Sergipe não sabe o que está perdendo!

Carlos Nascimento

Marcia,
Para ser inscrita na lista de Patrimônio da Humanidade a cidade teve que passar, e não só a Praça São Francisco por um processo de reforma e restauro, que ainda não está de todo concluído, a fiação foi embutida em galerias, prédios restaurados, mueseus receberam novo tratamento museográfico além da restauração, etc. São Cristóvão assim como Laranjeiras estão em franco processo de recuperação do seu patrimônio histórico e artístico. E o melhor Aracaju também vai passar por um processo semelhante e será piloto para a nova visão do IPHAN sobre patrimônio. Antes somente valorizava o colonial, e Aracaju está trabalhando a arquitetura eclética e neoclássica, além do grande arcevo arquitetônico art decó que ainda está de pé e terá especial atenção.

Riq mais uma vez obrigado. Quando a primavera chegar teremos surpresa por aqui, e isto não é uma charada de sábado, ou será? Os moradores de AJU City que aguardem.

flavia soares
flavia soaresPermalinkResponder

vontade de conhecer Sergipe...

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar