E viva México! Caiu o visto mexicano!

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Bar na plaza Garibaldi, Cidade do México

Depois de decidir que bastaria um visto americano válido para entrada no país, o México simplificou ainda mais a entrada para brasileiros, russos e ucranianos (três mercados em que têm muito interesse).

Agora para viajar ao México basta obter obter uma autorização eletrônica (SAE) no site do consulado. A autorização é concedida na hora. Atente apenas para o preenchimento do formulário: é preciso que a grafia do seu nome bata exatamente como que está escrito no passaporte. É importante também que não haja nenhum erro no preenchimento de números e datas de validade.

A SAE vale para quem viaja com Aeroméxico, TAM, Copa (via Panamá), Lan ou TACA (via Lima e América Central), Avianca (via Bogotá) e Gol (vôos fretados a Cancún). A autorização é válida por 30 dias a partir da concessão. E só é necessária para entrar no México. Ao chegar o agente de imigração vai perguntar quantos dias você pretende ficar e dará uma permanência compatível com o que você informar.

Caso você chegue por via rodoviária, pela América Central, vai precisar do visto mexicano tradicional, que requer entrevista no consulado e pilhas de documentos.

Indo para o México por conexão nos Estados Unidos ou entrando por via rodoviária pelos Estados Unidos você não precisa do SAE, já que necessariamente terá o visto americano. E o visto americano válido basta para entrar no México.

O México é um país maravilhoso para viajar -- barato, diverso, bem estruturado. Quer idéias de viagem por lá? Clique aqui.

Perto da Basílica da Virgem de Guadalupe, Cidade do México

Gracias Nossa Senhora de Guadalupe!

Clique:

Página do Consulado Mexicano com explicação e atalho para a autorização eletrônica

Guia de Cancún e região no Viaje na Viagem

México sem visto: aonde ir


443 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Andre L.
Andre L.Permalink

Essas autorizações eletrônicas são cada vez mais comuns, mas em gerais simples. A Austrália tem a sua (para quem é isento de visto), o EUA tem a sua (o ESTA) e por aí vai. Há um plano embrionário da Europa para implantar a sua, mas devido à burocracia da UE, o comissariado não avançou muito nesse sentido. Mas a ideia é basicamente a mesma: questões básicas como "já cometeu algum crime", informação do local de hospedagem e dados pessoais, muitos deles, de forma que se identificaram quem já viajou e ficou lá ilegalmente, a pessoa nem recebe autorização para embarcar no vôo e fica no país de origem.

Ana Claudia
Ana ClaudiaPermalink

UHU... Tulum me aguarde!!!

Fran
FranPermalink

Que notícia maravilhoooooooosa!!!! Se já não estivesse com viagem marcada iria pra lá agora mesmo!! Com certeza será a próxima da lista.

Cíntia Levita
Cíntia LevitaPermalink

Poxa, taí uma boa opção pro Reveillón!

Rosangela
RosangelaPermalink

Ricardo,
Qual a cia aérea brasileira que faz o México?
Existem voos diretos pra Cancun? Sabe me informar se os programas de milhagem contemplam essa rota?
obrigada

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Nenhuma cia. brasileira voa ao México.

A Aeroméxico voa de SP à Cidade do México.

A panamenha Copa leva a Cancún com conexão na Cidade do Panamá.

Dá pra ir também com cias. americanas e sul-americanas.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Flórida com Cancún é uma excelente opção! Emita no mesmo bilhete e provavelmente você não pagará nada a mais pelo stopover em Cancún. E quando tem diferença costuma ser pequena.
A AA voa direto de Miami para Cancún. O voo tem 1:30 horas de duração. Farei-o este mês.

Leandro
LeandroPermalink

Ola

A Gol tem voo fretado para Cancun, é uma opção, so não esta ainda integrada ao SAE, me parece que so a Aeromexico esta disponivel.

Carlos Nascimento
Carlos NascimentoPermalink

Oi Riq, em breve será os EUA, já está muito madura pela pressão que se está fazendo para pescar os nossos turistas. O assunt até já foi divulgado pelas autoridades de lá na última conferência nacional de turismo.
Os nossos companheiros de viagem devem atentar se a Companhia Aérea em com a qual eles pretendem viajar já esta integrada ao SAE. Por enquanto, que eu saiba somente a Aeroméxico está. Para Cancun, por exemplo, que é melhor atendido por voo da Copa, talvez a Exceção de Visto (que é o nome do formulário)não funcione, aí se a Copa não estiver no sistema terá que partir para o visto normal.
Sugiro acompanhar http://twitter.com/cptmbrasil que e o Conselho de Promoção do Turismo do México

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Obrigado, vou atrás da informação!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Eu já havia divulgado esse link aqui no VnV há uns 10 dias atrás, para uma pessoa que estava desistindo do México por causa do visto!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Putz, não vi! Eu tinha visto no Panrotas, mas procurei que só no site e não achei nada. eekops:

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

É... eu vi lá também a matéria. Não comentei nada também pois achei que você já sabia!
Enfim, o importante é todos saberem! smile

CPTM Brasil
CPTM BrasilPermalink

Esta disposição começõu a valer a partir do 04/11, data em que todos os testes no sistema foram efetivados. É muito importante que o passageiro se informe com a companhia aerea sobre o sistema de autorização, atualmente somente a Aeromexico conta com o sistema (um link direto na hora do Check In do passageiro junto ao Instituto Nacional de Migração), esperamos e pronto mais companhias aereas integrem este sistema. Aqui retransmito o comunicado completo:

EXCEÇÃO DO VISTO MEXICANO ATRAVÉS DO
SISTEMA DE AUTORIZAÇÃO ELETRÔNICA (SAE)

Com a finalidade de oferecer ainda maiores facilidades migratórias para visitar o México, , todos os cidadãos brasileiros nas categorias de turismo, negócios e trânsito, podem solicitar também o ingresso ao México através do Sistema de Autorização Eletrônica (SAE). O sistema emitirá uma autorização válida exclusivamente para cada viagem aérea, a qual deverá ser impressa e apresentada no balcão daquelas companhias aéreas (check – in) que facultativamente estiverem operando com este sistema. Portanto, o solicitante brasileiro não precisa apresentar-se ao Consulado do México para requerer eventual autorização "extra" ou visto mexicano. Sendo o SAE facultativo para as companhias aéreas, o interessado deverá informar-se a respeito das companhias que efetivamente operem o sistema. O Consulado não é responsável pelas políticas das companhias aéreas.

O SAE pode ser acessado gratuitamente através dos links das páginas web da Embaixada do México e dos consulados do México no Brasil. A autorização não tem custos. O solicitante poderá utilizar o sistema para cada viagem aérea ao México.
A autorização eletrônica é válida por 30 dias após a sua emissão para cada viagem aérea ao México, por isso recomendamos que a data de seu vôo coincida com a duração da sua autorização. A estadia autorizada é de no máximo 180 dias (turismo e negócios) ou 30 dias (trânsito)

Vale ressaltar que, por regra geral, os cidadãos brasileiros continuam necessitando de visto para viajar ao México, e que o SAE é uma permissão para que os brasileiros possam viajar ao país sem a necessidade do visto, ou seja, funciona de maneira alternativa.
Nas outras categorias migratórias, os cidadãos do Brasil deverão solicitar o visto normalmente através dos consulados do México.
Se você já tiver um visto mexicano não precisa da autorização eletrônica. Os cidadãos que possuem um visto para os Estados Unidos da América com validade, poderão continuar ingressando no México nas categorias de turismo, negócios e trânsito, com dispensa do visto mexicano, apresentado o visto dos Estados Unidos e passaporte com validade mínima de seis meses.

O uso do SAE é facultativo e você ainda pode solicitar o visto mexicano de turismo, negócios ou trânsito. O processo também é simples! A única taxa é o valor do visto. Recomendamos evitar intermediários e custos adicionais. Os vistos aprovados estão sendo entregues no mesmo dia da solicitação.
No Consulado do México no Rio de Janeiro e na Embaixada do México no Brasil o atendimento é efetuado através da ordem de comparecimento.

O Consulado do México em São Paulo opera, desde junho de 2008, um sistema de agendamento eletrônico com o intuito de oferecer atendimento em horários programados. Dito agendamento (completamente gratuito) é feito de forma pessoal pelo interessado, através de site www.consulmex.sre.gob.mx/saopaulo/ e não demora mais de 20 minutos, sempre que as instruções sejam lidas cuidadosamente.

“Para mais informações do SAE envie um email para: autorizacionelec@inami.gob.mx ou ligue para o Instituto Nacional de Migração na Cidade do México, D.F. aos seguintes números:• Fora do México: +52 (55) 5387-2400 ext. 18515 ou 18722.• Do interior do México: (0155) 5387-2400 ext. 18515 ou 18722 • Na Cidade do México: 5387-2400 ext. 18515 ou 18722”

Jamile
JamilePermalink

Riq, como posso encontar o arquivo da sua viagem ao Mexico?

zuzu
zuzuPermalink

Eu entrei no link e vi que continua valendo que quem tem visto americano válido no passaporte nao precisa desta autorização eletronica.Achei comodo!!!!

Ermesto, o pato
Ermesto, o patoPermalink

E, quando o Brasil vai ser inteligente e deixar de exigir visto para os americianos e canadenses, para ajudar todos os que trabalham com turismo por aqui?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Haha, vai esperar o Obama isentar a gente do visto primeiro. Não há racionalidade neste departamento.

Andre L.
Andre L.Permalink

Os índices de rejeição de brasileiros que solicitam vistos estão dentro da nova quota de 10% (está em 4-6%, menor rejeição em Brasília, maior em São Paulo). A questão é que é preciso aparar algumas arestas, como facilitação da deportação de brasileiros, e tem uns detalhes pendentes antes que se possa discutir de fato a adesão do Brasil ao VWP (Visa Waiver Program).

Eu andei lendo uns boletins de segurança de uns think-thank da área (diversão de fim de semana) e existe uma grande má vontade com o VWP, mesmo na configuração atual (Europa Ocidental e Central + Coreia do Sul + Austrália + Nova Zelândia + Japão). Incluir o Brasil daria calafrios nessa turma, correndo-se o risco de uma ação no Congresso americano. Menos pela imigração ilegal, mais pelo fato de que *qualquer* um, ou quase, pode facilmente se passar por brasileiro com documentos falsos, além de um fuzuê exagerado sobre atividades de terroristas islâmicos antissemitas em Foz do Iguaçu/Tríplice Fronteira.

E, em uma decisão que eu considero acertadíssima mas o Riq discorda, enquanto não tiver VWP para brasileiros nos EUA, nada de americano recebendo "visto de fachada" no aeroporto como propõe a ABAV. Podem criar um mecanismo de requerimento eletrônico de vistos com envio de documentação complementar por PDF para os "gringos", isso ajudaria bastante, mas nada de isentar nem da taxa de reciprocidade, nem dos vistos. É um ponto de honra da diplomacia que supera, na minha modesta opinião, uns turistas a mais desembarcando aqui, mesmo que sejam 1 milhão de turistas do maior mercado emissor do mundo.

Não somos uma ilha do Caribe ou um país paupérrimo na África que depende desesperadamente do turismo estrangeiro, e do americano, para sobreviver ou morrer.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Esse é o erro, André. Essa coisa de achar que turismo é atividade de pobre. Turismo é importante na França, nos Estados Unidos, na Itália, na Espanha.

Num país pobre ainda é mais interessante, porque turismo emprega gente com pouca qualificação. Turismo é melhor que indústria. Turismo traz divisa sem precisar entregar nada em troca. É a melhor indústria do mundo.

Esse é um caso incrível em que dificultamos exportação de um produto que tem excedente por aqui durante 10 meses do ano. O mais absurdo: damos incentivos fiscais a estrangeiros que queiram investir nisso, mas daí colocamos entraves aos estrangeiros que queiram comprar o produto, numa atuação totalmente destoante do mercado. Você acha que o Chile é uma república de bananas porque deixa o americano pagar o visto na entrada? O Chile é ESPERTO, pega o turista e a grana do visto.

O turismo uma mina (renovável!) que não exploramos por causa desse orgulhinho de pobre. E nessa perdemos 30 anos.

E o pior é o seguinte: se eles realmente nos liberarem do visto, e isso não vier acompanhado de um acordo de céus abertos, as passagens vão ficar tão caras que vai continuar só tendo brazuca na rota.

silvana
silvanaPermalink

Você sabe algum endereço de vinícola em Cape Town?

Viaje na Viagem
Viaje na ViagemPermalink

Vamos tentar mais uma vez: NÃO HÁ VINÍCOLAS NA CIDADE DO CABO! Elas ficam em Stellenbosch, em Franschhoek e em Constantia (essas são as mais próximas). Na portaria do seu hotel você vai encontrar folhetos de inúmeras companhias que vão querer levar você a tours de vinícolas.

Este post é sobre o México.

Alessandro A.
Alessandro A.Permalink

Já estava mais do que na hora!!! Eles já tinham dado um sinal quando liberaram o visto para quem já tinha visto americano e agora ficou melhor ainda. Só falta os EUA!!!

Rita Meireles
Rita MeirelesPermalink

Hoje, de acordo com o Estatuto do Estrangeiro (Lei 6.815 /80), o Brasil deve aplicar o princípio da reciprocidade e exigir visto das pessoas de países que exigem visto de brasileiros, ou seja, o Brasil só vai liberar os americanos e canadenses quando seus respectivos países liberarem os brasileiros de visto.
Mas os mexicanos agora serão liberados de visto assim como nós.
Muitas vezes o Brasil já tentou mudar a posição dos EUA quanto à exigência do visto p/ brasileiros, mas sempre recebeu negativas.
Espero que nesse momento-pindaíba dos EUA, eles mudem de opinião e facilite nossa vida de turistas!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Para você ver, Rita.

O poderoso Tio Sam, na primeira crise econômica grave, está pensando em não jogar fora a dinheirama a mais que pode entrar com os brasileiros.

Já o Brasil, que tem um déficit crônico -- e gigantesco -- na conta-turismo, jamais cogitou abrir a guarda para captar dois mercados enormes, Estados Unidos e Canadá. O México e a República Dominicana nos serão eternamente gratos.

Rita Meireles
Rita MeirelesPermalink

É verdade, num país que já teve uma Ministra do Turismo que disse "relaxa e goza" para o caos aéreo, é de se esperar uma conta-turismo negativa, né?
A expectativa de crescimento na demanda de voos para ano que vem é de cerca de 26% (não lembro aonde li essa matéria). Do jeito que está, já está ruim, imagina se liberar geral os vistos, nossos aeroportos vão explodir!
Aqui no Rio não existem mais horários de solicitação de visto americano disponíveis para esse ano no consulado (só a partir de fevereiro/2011), de tanta procura. Nós somos a "bola da vez" junto com india e china, nossa crise de "marolinha" nos permitiu viajar a dolar e euro mais baratos e somos cada vez mais cortejados por economias em crise (UE e EUA).

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Somos o pesque-pague do mundo. Todo mundo quer vir tirar casquinha. Os vôos dos Estados Unidos ao Nordeste servem apenas para exportar brasileiros. Os canadenses não vêm pra cá.

Ermesto, o pato
Ermesto, o patoPermalink

Rita

Voce tem toda razão do ponto de vista legal, mas seria fácil mudar a lei.

Basta lembrar que os americanos vão para Foz pela Argentina, por conta do custo e da burocracia do visto, e nas praias preferem o Caribe, ao Nordeste.

Rita Meireles
Rita MeirelesPermalink

Concordo, visto que a lei tem "só" 30 anos!
Já ir para foz pela Argentina...?
Os americanos preferem as Niagara Falls, não? Nisso, eles são mais patriotas mesmo.

Rodrigo Purisch
Rodrigo PurischPermalink

Ernesto,

a isenção de visto sozinho não resolve o problema do fluxo de turistas. Nós temos que nos preparar melhor para receber (aeroportos, melhores serviços de informação ao turista independente, treinamento em línguas das pessoas que lidam turismo, segurança...), principalmente turistas que tem um jeito de viajar diferente do nosso. Isso fica claro ao comparar comentários de americanos e europeus no Tripadvisor.

Como uma parte dos americanos não são traquejados em turismo fora do circuito Havaí, Caribe americanizado,Cancún e principais capitais européias, eu acho que o visto nos protege. Nos protege de ver problemas de segurança gerando problemas na mídia e problemas diplomáticos.

A necessidade de visto me desanima a voltar a lugares que gostei muito como Japão e Canadá, mas a inexistência dele não me faz passear em locais cuja a violência seja semelhante ou pior que a nossa, principalmente quando ela é encarada como coisa cotidiana (infelizmente, vide hoje partes do México). Eu sei que é utópico, mas gosto de pelo menos nas minhas férias sentir que estou menos oprimido pela violência com a qual me preocupo no dia a dia.

Sylvia
SylviaPermalink

Sinto o mesmo que o Rodrigo , e acrescento que nas minhas férias busco lugares onde meu dinheiro valha alguma coisa e que se o destino escolhido não for o paraiso-completo que busco, dou um jeito de circular só nos metros quadrados de paraiso que restam.
Se tem só uma coisa que combina com utopia , são as minhas férias;não eu não quero saber nem ver nenhum problema social , politico ou o que seja quando saio de casa para descansar ou passear.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Rodrigo, a isenção do visto não fará do Brasil o destino da vez nos Estados Unidos e no Canadá, mas pelo menos nos porá no mapa. Todo mundo que é contra o fim unilateral do visto devia passar uma semana em Punta CAna -- e ver tudo aquilo lotado, empregando gente pra dedéu -- e depois passar uma semana num resort de praia qualquer no Nordeste, batendo lata, á espera de uma convenção que salve a semana.

O tempo mais firme no NOrdeste é exatamente durante a estação dos furacões do CAribe. Isso é uma vantagem competitiva que até hoje não pudemos usar.

Rodrigo Purisch
Rodrigo PurischPermalink

Riq,

Punta Cana é um mundo de "fantasia" dentro da Rep. Dominicana como é Cancun e região dentro do México. Você é capaz de ir lá e nem ter contato direito com o país em si. Eu fui a Punta Cana (devo fazer um stop de novo em breve)e se não gostasse de andar, nem teria visto o Cortecito eu teria visto. Ela é um fim em si mesmo e até onde vi meio "protegido" ou "mascarado".

Minhas dúvidas é se conseguimos oferecer esse mundo protegido para um grande número de turistas. Eu sei que temos charters de Europeus que vão do aeroporto para o resort, mas será que temos condição de fazer o mesmo que Punta Cana?

Outro ponto. O Brasil hoje não e um destino barato. Temos aproveitado tanto lá fora porque muitas vezes comer e dormir pode sair mais barato no exterior que aqui, ou podemos acessar serviços diferenciados pagando o mesmo ou um pouco mais que aqui. Punta Cana, Bahamas, Cruzeiros, Havai e até Europa vão continuar sendo mais atraentes a média do turista americano.

Há um ano fiquei no antigo Venta Club Pratagy quando ele acabou de passar a chamar Vilage Pratagy na GJP. Paguei 215 reais a diária com meia pensão. Aluguei um carro para poder me locomover na região (se não ficaria preso a um hotel não muito grande)e passava parte do dia na Hibiscus (gastava uns 60-70 reais lá por dia, já que almoçava). Soma isso tudo. Compara com a diária cobrada em Punta Cana em hotel semelhante em serviços e acomodação(mas muitas vezes dentro de um complexo gigante) com pensão completa. Se a passagem até Punta Cana é mais cara que para o Nordeste para nós, para o Americano o inverso é verdadeiro também (eles ainda tem algumas low costs de verdade voando para esses destinos de férias).

Interessante é que argentino e chileno não paga cartão de turismo em Punta Cana e nós pagamos...

Andre L.
Andre L.Permalink

Rodrigo, no meu momento pitaco, eu acho que com ou sem visto o modelo de Punta Cana (e de outras ilhas caribenhas) não daria certo aqui. Seja por distância, que permite apenas a operação de vôos em aeronaves de grande porte, enquanto qualquer ERJ voa da Florida ou de Puerto Rico para as outras ilhas, seja porque, ufanismos à parte, não temos uma costa-de-areia-e-águas-perfeitas como lá. Os custos brasileiros de mào-de-obra (independente dos impostos) também são bem elevadinhos.

Mas isso não significa que sejamos causa perdida, ao contrário. Só acho que precisamos explorar melhor uma faixa um ou dois furos acima dos resortões de pacotes all-inclusive a US$ 1500, vôo incluso.

Eu, particularmente, acho que existe um potencial enorme, por exemplo, na construção de resorts no centro de MG com programas de excursão diários de visitas às cidades históricas mineiras (não que eu goste desse modelo de turismo, mas que há potencial, há). As nossas Chapadas (Diamantina, dos Guimarães, dos Veadeiros) são relativamente únicas e oferecem extensas possibilidades para além de atrair o trekker hardcore que vai fazer trilhas todos os dias.

Temos os Lençóis Maranhenses, mas sem nenhum resort por perto de grande porte... Na Amazônia, o mercado dos hoteis de selva ainda é tão incipiente que eles podem cobrar o olho da cara por uma infra-estrutura pífia ou fake... Imaginem se construíssem um complexo de resorts de verdade no meio do mato, com vários hoteis, infra-estrutura além do "tô na selva, ar condicionado pra quê", e passeios, passeios e mais passeios.

Turistas da América do Norte são mais acostumados e priorizam o modelo de um hotel cheio de confortos e modernidades, do qual podem sair para fazer passeios. Qualquer hotel de beira de estrada nos EUA voltado a famílias tem piscina aquecida, quartos grandes e estacionamento na mão.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

André, temos algo que nenhum lugar do Caribe tem: gente local na mesma posição dos turistas. Os brasileiros nos resorts, e fora deles, na praia, não estão apenas servindo estrangeiros. É uma experiência totalmente distinta. Isso vale tanto quanto água transparente.

Andre L.
Andre L.Permalink

É verdade, Riq! Eu não sou "resorteiro", mas acho que somos dos poucos países tropicais em que o inglês nào é a língua oficial dos resorts e grandes hoteis de turismo de lazer (exceção dos hoteis de selva, neh).

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

O melhor tempo no Nordeste é justamente na estação dos furacões do Caribe.

Punta Cana só é barata daquele jeito porque tem volume, tem escala. Nisso entram americanos e canadenses. No caso da praia no Brasil, os canadenses são um mercado muito mais promissor do que os americanos.

O diferencial do Brasil está JUSTAMENTE no fato de ser impossível construir esse mundo cercado da fantasia.

Repito: esse negócio do Brasil ter que primeiro virar a Suíça pra poder receber turista é de uma paranóia absurda. Leia as notícias sobre Buenos Aires! Leia as notícias sobre Barcelona!

Rita Meireles
Rita MeirelesPermalink

Rodrigo,
gostaria apenas de acrescentar um ítem à sua lista de preparo p/ receber melhor: reduzia significativamente o turismo sexual nas nossas cidades.
Um ator famoso americano, em visita ao Rio para gravação de cenas de seu filme deixo claro que tem uma visão bem erotizada do Brasil. Não só ele, mas muitos turístas, mesmo os "normais", que não vem fazer turismo sexual, tem essa visão preconcebida.
vejam em
http://diversao.terra.com.br/gente/noticias/0,,OI4774879-EI13419,00-Vin+Diesel+se+anima+com+esculturas+femininas+nas+areias+do+Rio.html
Fontes fidedígnas garantem que ele pediu p/ tirar a foto assim.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Rita. A Tailândia é famosa pelo turismo sexual. E mesmo assim recebe 15 milhões de turistas por ano. Os turistas sexuais são minoria absoluta.

Há turismo sexual em qualquer grande cidade do mundo. Duvido que Las Vegas tenha menos turismo sexual que o Rio.

O que precisa ser combatido é o turismo sexual com menores.

Os turistas sexuais virão sempre, com qualquer valor do real, com ou sem exigência de visto. O turismo sexual vai diminuir em termos relativos quando o número de turistas aumentar em termos absolutos.

Carlos Nascimento
Carlos NascimentoPermalink

Riq,
Você não achava o documento porque apesar de estar valendo desde o dia 1º ele somente foi disponibilizado em português no dia 5 de novembro, ainda que a versão inglesa j´pa estivesse disponível desde 1º/11 (parece-me que eles estavam esperando a adesão de ao menos uma companhia aérea).
Não vai tardar muito cair o visto americano ou ser simplificado o procedimento, inclusive cogita-se a possibilidade de se fazer a entrevista via videoconferência. Abaixo transcrevo um trecho de matéria a respeito do assunto quando da última conferência ASTA (U.S. Travel Association’s)
Still, tourism officials agreed that without a solution to long visa wait times in growing countries like Brazil, China and India, international travel to the U.S. could decline and other countries will scoop up those visitors.

“Can you imagine if you wanted to go to Brazil and you had to have an in-person interview just to be considered, and the only place you could go do it would be Seattle, Phoenix, Cleveland or Richmond?” said Jeff Freeman, vice president of public affairs for the U.S. Travel Association. (mais detalhes aqui http://t.co/rQiTG4A)

Andre L.
Andre L.Permalink

Eles só erraram as cidades, mas ao menos os americanos podem solicitar visto brasileiro pelo correio, via Fedex ou UPS.

Um colega citou o caso de Foz: o consulado brasileiro em Porto Iguazu não emite vistos para cidadãos de fora da América do Sul (e os da América do Sul não precisam de vistos mesmos), exceto se residirem na Argentina. Com isso americanos não podem cruzar a fronteira de última hora, exceto se forem pessoalmente a Buenos Aires.

Infelizmente, a boa vontade só falta de um lado nesse caso - o deles em aceitar mútua isenção de visto -. Na década de 1980, nos tempos do terrorismo argelino em alta, os EUA impuseram vistos mais burocráticos à França, que retaliou quase que imediatamente. Com isso, não demorou muito a pressão dos próprios americanos fez com que os vistos fossem novamente abolidos entre os países.

Os EUA não concedem entrada sem visto a nenhum país que não pratica a reciprocidade com eles. E eu gosto de lá, adoradia morar por lá, não tenho nada de "anti-americano". Se a conversa fosse sobre liberar visto para australianos, chineses ou canadenses, minha postura seria a mesma.

Rodrigo Purisch
Rodrigo PurischPermalink

Nascimento,

Adoraria não ter que tirar um visto para ir aos EUA, até porque sai caro para quem não mora junto a um consulado. Mas pensando melhor e usando a mesma lógica do México ao liberar de visto quem tem visto americano válido, prefiro passar por uma pré-seleção no Brasil mesmo a ter que totalmente investigado ao entrar nos EUA dependendo de como o agente foi com a sua a cara. Mesmo tendo meu visto renovado mais de 3 vezes e tendo feitas vária viagens aos EUA, tem dia que nem me perguntam nada e em outros ainda tenho que aguentar interrogatório ao entrar nos EUA (minhas experiências no Dulles em Washington não são das melhores). Fico imaginando o que aconteceria se não tivesse um visto emitido.

O que acontece na Espanha não é apenas fruto de chatice de europeu metido a besta como muitos pensam.Tem um minoria, que atrapalha a grande maioria, que realmente não respeita o país alheio. Será que os EUA e nós brasileiros estamos prontos para lidar abertamente com as vantagens e desvantagens da isenção de visto prévio? Sempre me pergunto isso ao me ver frente a essa questão.

Aninha
AninhaPermalink

Eu sonho com o México há anos. Pensava na possibilidade ZERO de ir para lá pois marido e filho nao necessitam de visto, e eu teria que peregrinar para conseguir tal.
Agora minha chama se reascendeu, e só de pensar nos mojitos, nos tacos e burritos, em Taxco e nos dias de sol fico tentada.

Ricardo seu blog é o máximo, virei fan (nao tenho acento aqui).

Rafael Carvalho
Rafael CarvalhoPermalink

Caiu? Que bom! Fui ao México esse ano e tive que "dar dois dias da minha vida" pra tirar o visto! Ótimo pros próximos turistas que queiram visitar o país! Vale muuuuuito a pena!

Marcio Nel Cimatti
Marcio Nel CimattiPermalink

Ótima notícia, logo mais os EUA entram na briga pelos nossos reais poderosos....

E nós com Copa e Olimpíada logo mais ainda ficamos com essa história de dificultar a entrada dos dolares deles. Ai ai...

Fim do visto p/ o México « A Janela Laranja

[...] do visto p/ o México 8 de novembro de 2010 O Riq já postou no [...]

PêEsse
PêEssePermalink

Quais são os melhores meses para ir ao México, na perspectiva de tempo bom, céu azul, pouca chuva e, se der, principais destinos não tão lotados?

CPTM Brasil
CPTM BrasilPermalink

PêEsse, a melhor época sería de março até julho e de setembro até dezembro, depende muito da região que você pretende visitar, o centro do país durante o inverno é frio e ja o litoral conta com calor o ano inteiro. É de se esperar durante o ano chuvas tropicais na região do Caribe Mexicano, mais nada que possa estragar a viagem. Sçoa chuvas que começam pela tarde geralmente, duram aproximadamente 10 minutos e depois temos sol novamente.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

PêEsse, eu vou agora em novembro. Depois te conto!
Pelo que acompanho está na média de 25 graus.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Eu fiz o meu périplo em fevereiro e deu tudo certíssimo. Peguei só dois dias nublados na Riviera Maia (e dois dias de sol). Depois, sol o tempo todo. Fui a Veracruz, Oaxaca, Puerto Escondido, Acapulco, Cidade do México, Guanajuato e San Miguel de Allende. O inverno é frio à noite e de manhã cedo, mas como é muito seco, de dia esquenta bastante.

Rafael Carvalho
Rafael CarvalhoPermalink

PêEsse, fui pro México em junho/julho deste ano. Não peguei nenhuma chuva e a temperatura, mesmo na Cidade do México, era quente durante o dia e agradável à noite. Na Riviera Maya, só peguei calorão e não estava cheio. Vale a pena!

Izabel
IzabelPermalink

Por falar em visto...Alguém sabe me dizer se precisa de visto apra ir à Budapeste?

Rosa
RosaPermalink

Não, Izabel. Estive lá recentemente.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Não.

CPTM Brasil
CPTM BrasilPermalink

Alguns dados interessantes:

• Em nível mundial, o México ocupa o 10º lugar no que se refere à captação de turistas no mundo e quanto à captação de divisas ocupa o 20º lugar.
• Atualmente a indústria turística é a terceira maior fonte de ingressos de divisas, o que equivale a 9% do PIB do México.
• O turismo gera 2,5 milhões de empregos diretos e mais de 5 milhões de empregos indiretos.
• É um fator chave para o desenvolvimento local.
• Em 2009 ingressaram no México 21,5 milhões de turistas
• De janeiro a agosto de 2010 chegaram 15,2 milhões de turistas estrangeiros, esta cifra é 6,8% maior que a do mesmo período do ano anterior.
• O ingresso de turistas via aérea durante o período entre janeiro a agosto registrou um amento de 19,2% em relação ao mesmo período de 2009 e 6% superior que o registrado em 2008.
• De janeiro a julho o turismo doméstico reportou uma movimentação de 94,4 milhões de pessoas, sendo este um registro 11,4% superior ao registrado em 2009.
• O México tem uma história de mais de 3 mil anos
• É uma das nações de maior biodiversidade
• Possui muitas das melhores praias do mundo
• Ocupa o primeiro lugar, em número, de reservas arqueológicas com mais de 30 mil sítios.
• Possui 110 mil monumentos históricos
• É o quarto país com o maior número de sítios declarados como Patrimônio da Humanidade.
• Ocupa o primeiro lugar de Spas, a nível mundial.
• Está em 2º lugar no turismo de luxo
• Tem uma das cozinhas de maior importância no mundo
• Possui uma qualidade e diversidade humana com 62 grupos étnicos.

CPTM Brasil
CPTM BrasilPermalink

Até setembro de 2010 ja ingressaram ao México 85,000 brasileiros.

Simone
SimonePermalink

Riq e pessoal,

Estou pensando em passar o Carnaval de 2011 no México. Tenho algumas dúvidas:
Esta é uma boa época ou fica tudo insuportavelmente lotado?
Gostaria de aproveitar praias lindas (sem muvuca, com muita natureza) e lugares como Tulum. Que roteiro vocês me sujerem para um período de uns 4 ou 5 dias? Que praias poderia conhecer? Teria alguma outra ilha/região do Caribe, para esta época, que fosse uma opção melhor do que Cancún?
Será que ainda consigo fazer tudo por conta própria ou seria melhor procurar uma operadora de turismo? Eu sempre dou preferência a viajar por conta própria.
Muito obrigada. Bjs

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

É uma boa época. O Carnaval não é um feriado imporante por lá não. Só os vôos partindo do Brasil é que ficam mais caros porque há mais demanda do que lugares nos aviões.

Leia sobre praias da Riviera Maia nesta página;
https://www.viajenaviagem.com/caribe-a-z/cancun-ricardo-freire

Procure Playa e Tulum na seção "Relatos".

Andre L.
Andre L.Permalink

Parabenizo o CPTM por vir até este espaço e colocar, aqui informações sobre a organização e, no caso, a questão que se desenrola (vistos). Não é a primeira vez que órgãos e empresas vem no VnV para se manifestar, mas achei bem legal a postura informatura amigável com que vieram aqui.

E isso é mais um sinal de que o VnV caminha rumo ao topo do Google para assuntos de viagem e turismo em português wink

CPTM Brasil
CPTM BrasilPermalink

Obrigado Andre, estamos aqui para informar e participar junto com vocês, sempre que precisar estamos a disposição.

Vanessa Gualhanone
Vanessa GualhanonePermalink

Ótima notícia!!!

www.ciadoperfume.com.br

Joao Barcelos
Joao BarcelosPermalink

Oi pessoal,
Vim aqui um pouco desesperado. Perdi minha carteira hoje em Tulum e fiquei sem carteira de motorista. Os cartoes de credito ja foram cancelados e eu ja aceitei a perda do (pouco) dinheiro.
Estou preocupado mesmo e com minha carteira de motorista. Vou pra Miami em 2 dias e ja tenho carro alugado.
Alguem sabe se posso dirigir com xerox da carteira de motorista brasileira?
Obrigado a todos pela ajuda,
Abracos

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Que situação! Sugiro ligar ou enviar e-mail para a empresa pela qual você irá alugar o carro imediatamente.

Andre L.
Andre L.Permalink

Joao Barcelos, infelizmente a resposta é negativa. Improvável que a locadora deixe e - muito mais sério - dirigir sem a carteira pode te colocar em sérias complicações com a polícia se for parado em um 'checkpoint'.

Eu não arriscaria. Tem mais alguém viajando com você? Talvez essa pessoa possa dirigir no seu lugar, se a CNH desta pessoa estiver no Brasil, dá pra enviar por Feded ou DHL em 2 dias úteis entre as maiores capitais e Miami.

Joao Barcelos
Joao BarcelosPermalink

Oi gente,
Pois e. Muito triste. Falei com a Alamo (onde vou alugar o carro em MIA) e ele indicaram que a policia nao aceita xerox. Estou vendo se consigo a carteira de motorista da minha esposa.
No mexico, onde ficarei os proximos dois dias, vou dar um pulo na policia pra informar o ocorrido e pegar instrucoes de como agir.
obrigado a todos,
joao

Joao Barcelos
Joao BarcelosPermalink

Oi Gente,

Só pra fechar o assunto e deixar tudo resumido pra quem ler depois:

Em playa/cancun, fiz um "reporto" (B.O mexicano) na polícia de turismo e me disseram que poderia andar os próximos dias em Cancun com a xerox da minha carteira e o "reporto". Entao esse problema foi resolvido.

Em relacao a Miami, conversei com a Alamo e nao é possível pegar o carro com qualquer coisa diferente da carteira original. Inclusive, pelo que li na internet, se for pego sem a original nos EUA voce e algemado e levado pra DP. Nada agradável... Tive que cancelar minha reserva no priceline, o que fiz sem maiores problemas. Nao é a primeira vez que cancelo algo no priceline por problemas semelhantes. Apesar de dizerem que nao há como cancelar, se vc apresenta um problema suficientemente convincente, eles cancelam sem maiores discussoes. Só tive uma multa de USD19 (uma diaria, sem taxas - o valor total era 100). Mais um ponto positivo pro Priceline. Resumindo: vou ter que andar de onibus e taxi e quebrar o banco!

obs1:
Fiz esse comentario original no primeiro post que achei sobre o Mexico, porque a pergunta incluia Mexico e Miami. Porem, acho seria interessante colocar alguns desses esclarecimentos tambem no link de Miami. Qual é a melhor maneira de fazer isso (se achar útil, é claro)?

obs2: perdoem a ausencia de acentos - nao me entendi muito bem com o teclado mexicano!!

abs e obrigado

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Que bom que deu tudo certo! Miami sem carro é complicado, mas o importante é você aproveitar!
Os consolidadores (como o priceline) exigem pagamento antecipado. Quando se reserva direto com as empresas, você só precisa dar um cartão como garantia, que não é cobrado e a reserva pode ser cancelada a qualquer momento.
Bom resto de viagem!

Joao Barcelos
Joao BarcelosPermalink

Pois é! Por isso que achei interessante comentar sobre o reembolso do priceline, ja que ele já tinha cobrado e teoricamente nao deveria aceitar cancelamento.
Valeu pela ajuda!
abs

Polliana
PollianaPermalink

Com o visto americano eu posso já comprar as passagens e viajar ou tem algum procedimento para ser feito ainda no Brasil?

CPTM Brasil
CPTM BrasilPermalink

Poliana, se você pretende viajar para o México com o visto americano não precisa fazer nenhum outro procedimento junto ao Consulado Mexicano, caso tiver duvidas pode acessar ao site do Consulado: http://consulmex.sre.gob.mx/saopaulo

Tanto o visto americano como teu passaporte precisam ter uma validade minima de 06 meses.

renato
renatoPermalink

o mexico é fantástico. nunca achei que iria para lá, até aparecer uma viagem a trabalho para a riviera maya. o país é lindo, as pessoas são bem humoradas, tudo muito parecido com o brasil. vale ficar uma semana por lá! e vá de aeroméxico, o pessoal de bordo tb é bem simpático!!!

Schirley
SchirleyPermalink

A ideia do SAE é válida, para viagens de ultima hora, pois e dificil um cliente comprar um pacote para o Mexico ou outro destino sem antes ter o visto em mãos, como forma de segurança. Assim nao corre-se o risco de 30 dias antes do embarque solicitar a autorização, e a mesma nao for autorizado. O passageiro tera todo o stress de correr para levantar todos os documentos necessarios para a entrevista do visto no consulado, a pouco dias do embarque.

Carol
CarolPermalink

Precisa viajar pela Aeroméxico para não precisar de visto? Pois ví uma pacote para Playa, e é via Copa Airlines... mas estou quase desistindo...pois me locomover até SP não dá...

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Por enquanto só pela Aeroméxico você pode tirar a autorização eletrônica. Mas se tiver visto americano pode viajar por qualquer companhia.

Izabel
IzabelPermalink

Riq Por que não tem uma caixa de comentários fora dos posts. Só para perguntas sobre assuntos que não estão em discussão?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Procure no menu do alto a região onde o seu comentário melhor se encaixa. Se for pergunta, pode ser pescado para o Perguntódromo.

Carol
CarolPermalink

Pergunta idiota... mas para mim útil... em fevereiro é beeeeeeemmmmm calor em Playa? A temperatura da água é morna ou geladéeeeerrrima!!!??? Agradeço se alguém responder... cacifando o Mosquito Beach... que alegria!!!!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Por lá sempre é quente. A água é friazinha no fim e no começo do ano, morna no meio do ano.

https://www.viajenaviagem.com/americas/caribe-a-z/cancun-ricardo-freire

https://www.viajenaviagem.com/2010/09/caribe-para-principiantes/

Carol
CarolPermalink

Quanto tempo demora a resposta da autorização eletrônica?

dani
daniPermalink

veja isso gata.

Renata
RenataPermalink

Gente, é muito fácil tirar o SAE. Eu e meu namorado vamos ao México e por coicidência (era a empresa mais barata) vamos de Aeromexico, isso pq nem moramos em SP. Antes de dar um chute no visto, liguei para a empresa e me certifiquei se realmente aceitava o SAE, até pq são poucas informações na net. Quando a resposta foi positiva, foi só alegria. A autorização sai na hora, mas tem que ficar ligado pois ela te permite embarcar. Chegando lá temos que apresenta-la junto ao passaporte e preencher um formulário na imigração mexicana. Vamos ver no que dá. Vale a pena pela praticidade e gratuidade

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

A TACA também já aderiu ao SAE. Agora são 3 no total.

gust_sam
gust_samPermalink

Qual a terceira companhia além da TACA e Aeromexico?
Abs,

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Copa.

gust_sam
gust_samPermalink

Obrigado Gabriel!!! Parabéns pela interação e pelo falando de viagem! Já tá no favorito!

Abs

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Obrigado! smile

Juan
JuanPermalink

Amor,

Não é mais necessário o visto, apenas essa autorização.

Bjsssssssss

TERENCE
TERENCEPermalink

A Copa Airlines está liberada no SAE?

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Respondi isso nós comentários acima!

TERENCE
TERENCEPermalink

Entrei em contato com o consulado e eles falam que só a Aeroméxico comunicou eles.
Falei com a Copa e alguns falam que não estão operando com o SAE outros que sim.
Queria ir com a Copa que está mais barato, além de aproveitar os preços do aeroparto do Panamá... Mas estou nesta grande dúvida. Moro no Sul e não quero ter gasto indo p/ SP tirar o visto pessoalmente se é possível tirar o SAE.
Pelo jeito vou ter que encarar a Aeroméxico.

Eduardo Mitke
Eduardo MitkePermalink

Pra mim o consulado tb já disse que é só a Aeroméxico.
Alguém já usou o SAE? Como funciona? É tranquilo mesmo?

Estou comprando minha passagem pela aeroméxico pra não ter surpresas

VIAJANTE
VIAJANTEPermalink

COM A DESVALORIZAÇÃO DO DÓLAR BEM QUE OS ESTADOS UNIDOS PODERIA PENSAR NISSO , POIS ESTÃO A BEIRA DO COLAPSO MAS PERDEM O AR DE SOBERANOS . VIVA O MÉXICO .

aurélio
aurélioPermalink

Alguém já embarcou esse ano para o México via COPA usando o SAE?
Por favor, se sim, me respondam, pq comprei minhas passagens para ir em março pela COPA.
A COPA liberou um boletim informativo no dia 11/11/10 com a seguinte explicação: ? Excessão para Visto Mexicano Sistema de Autorização Eletrônica (SAE) Informamos que por decisão do governo mexicano, todos os cidadãos brasileiros que viajem para o México a turismo, trabalho ou trânsito podem solicitar a autorização para o ingresso no país através do Sistema de Autorização Eletrônica (SAE) (maiores detalhes no instrutivo em anexo). Portanto, informamos que a Copa Airlines já está aceitando este documento para embarque de passageiros em seus vôos com destino ao México. Atenciosamente, Copa Airlines Brasil São Paulo 0800-771-2672 Rio de Janeiro (21) 2541-2626 Belo Horizonte (31) 3582-1501 Manaus (92) 3622-1758.

Porém, ao ligar para a cia, os operadores informam que ainda não estão aceitando. Portanto, não sei em quem confiar. Se alguém já foi esse ano pela COPA, sem nenhum problema quanto ao SAE, por favor, me respondam.
Obrigado.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Eu confiaria no que está no site. Atendentes normalmente são mal preparados e dão diversas informações erradas.

Jacqueline
JacquelinePermalink

Aurélio,

Já fui de Copa para o México usando o SAE sem nenhum problema. Tenho vários amigos que já foram, embarcaram de aeroportos diferentes (SAO/RIO/BHZ), e também não tiveram nenhum contra tempo, tudo normal e prático. Apenas tenha muita atenção no preenchimento do formulário. Vi uma pessoa ser deportada porque colocou o número do passaporte errado sad

Rafael
RafaelPermalink

Oi Jacqueline, tudo bem?

esta historia do SAE pela COPA ainda é muito polemica, eu comprei passagens via COPA para Cancun e estou com muito receio ainda, vc poderia relatar mais detalhadamente como foi sua experiencia?

muito obrigado!

Marcia
MarciaPermalink

Aurélio, vc tem visto americano? Eu vou ao México também em março (também por Copa) e fui informada no Consulado que, por ter passaporte com visto americano (válido, é claro!), não preciso tirar nenhum outro tipo de visto para lá. Não sei se a info ajuda, mas enfim...Boa viagem!

aurélio
aurélioPermalink

Não tenho Márcia, e como meu passaporte encontrava-se vencido, só consegui um agendamento para retirar um novo em Março, ou seja, não daria tempo de ir até SP para solicitar o visto mexicano. A única alternativa é usar o SAE mesmo.
Mas, obrigado pela atenção. Boa viagem pra vc também!

Eduardo
EduardoPermalink

Aurelio seria interesante vc ir ao aeroporto e conferir como esta a situaçao lá no balcao da COPA no Check In.

TERENCE
TERENCEPermalink

Aurélio se você for ao aeroporto no balcão da COPA no Check In me avise por favor, pq está difícil ter uma informação correta do SAE na COPA...

aurélio
aurélioPermalink

Pessoal, até gostaria de fazer isso. Mas infelizmente, não há voos da COPA partindo de Brasília, portanto, não há como eu ir no Balcão de Check in.
Mas, se alguém morar em algum dos lugares onde a COPA opera voos (SP, BH), podia "quebrar o galho" pra gente e ir se informar sobre isso.
Quanta confusão né. Estou tentando, inclusive, contato com a imprensa, sugerindo uma reportagem, ou algo do tipo, para que possam nos esclarecer tudo.
Qualquer novidade, eu aviso.

Marcio Nel Cimatti
Marcio Nel CimattiPermalink

Já fui com o visto americano, logo que autorizaram isso. Não tive problema!

Taysa
TaysaPermalink

Aurelio , se vc mora em Brasilia tira logo o visto do Mexico na Embaixada em Brasilia . Não precisa agendar . Vc vai cedo e busca o passaporte no fim do dia . Um colega de trabalho tirou o visto do Mexico em Brasilia na semana passada e disse que foi muito tranquilo.