Noronha: onde comer

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Dois Irmãos, Fernando de Noronha

É oficial: já existem mais restaurantes bacaninhas em Noronha do que dias da semana para jantar neles. Quem te viu, quem te vê -- há cinco anos, não havia nada minimamente charmoso fora das pousadas top.

Aqui vai uma listinha de lugares para você considerar durante a sua estada. Espere pagar preços paulistanos em todos os restaurantes. Inclusive nos quilos (que operam a preços de quilos paulistanos).

Em ordem geográfica, do porto ao Sueste:

MERGULHÃO

É o hype do momento. Debruçado no morrinho em frente ao porto de Noronha (no lugar onde em encarnações anteriores já passaram vários restaurantes, como o Visual do Morro), o Mergulhão tem uma vibe meio Baiano do Espelho, com tendas que protegem mesas baixas e almofadões. Há também mesas no salão com a vista escancarada para os barquinhos do porto e uma nesga do Morro do Pico. A comida? Pelos relatos, é brasileira contemporânea, mas acredito que o que vem na mesa seja secundário nesse contexto. Não, ainda não fui; mas você pode ver fotos neste post do blog Dona Comadre (clique e role a página). Tel.: (81) 3619-0215.

VARANDA

Bem-montado restaurante que funciona numa casa da Vila do Trinta. Foi inteiramente renovado por um antigo chef da Pousada Zé Maria que partiu para carreira solo. Como na maioria dos restaurantes de primeiro time da ilha, o cardápio revisita pratos nordestinos com técnicas contemporâneas ou usa ingredientes regionais (do continente, claro) em receitas clássicas. Não cheguei a comer ali, mas lembro que o cardápio me deixou bastante interessado. Tel.: (81) 3619-1546.

PALHOÇA DA COLINA

Palhoça da Colina, Fernando de Noronha

Foi a primeira proposta charmosinha fora das pousadas.

Numa casa próxima à pousada Colina dos Ventos, com linda vista para o Morro do Pico e o oceano, atende clientes apenas mediante reserva. O jantar é servido em mesas baixas à luz de velas; você se acomoda sobre almofadões e relaxa.

A estrela do cardápio é o prato mais autenticamente noronhense que existe: o peixe assado na folha de bananeira. Reservas essenciais pelo tel. (81) 3619-1473.

CACIMBA BISTRÔ

Cacimba Bistrô, Fernando de Noronha

Bistrozinho pioneiro da ilha, fica no coração do centro histórico da Vila dos Remédios, entre o palácio e o banco.

A varanda que dá para a praça é ocupada por mesas convencionais; no salão, há também mesinhas baixas e almofadas. Na caixa, som lounge de boa qualidade.

O atendimento é descoladinho; o cardápio, enxuto, traz tem um ou outro toque indiano ou oriental. Na temporada é bom reservar. Tel.: (81) 3619-1200.

XICA DA SILVA

Xica da Silva, Fernando de NoronhaOutro represente na nova onda de restaurantes da ilha, fica numa casa na Floresta Nova, esquina com a BR (em frente ao trevo de acesso à Vila dos Remédios).

O cardápio é extenso e menos pretensioso que o do resto da turma, e os preços assustam menos.

O salão é amplo, mas nas noites mais fresquinhas vale a pena ligar e reservar uma mesa na varanda. Tel.: (81) 3619-0437.

QUILOS

Apareceram na ilha junto com o turismo de massa, e permanecem o jeito mais abordável de fazer as refeições na ilha. Quando vou a Noronha, costumo almoçar sempre no Flamboyant, que fica no ponto mais fácil de achar da ilha: a pracinha da entrada da Vila dos Remédios. (Ao lado há uma lan-house; dá para aproveitar e checar emails.) Na Floresta Nova o mais tradicional é o Restaurante do Biu. Outro quilo em cartaz há um tempão é o Acquamarine no hotel Dolphin.

BEIJUPIRÁ

A mais bem-sucedida grife gastronômica nordestina também está presente em Noronha. O restaurante funciona na varanda do novíssimo Beijupirá Lodge, num canto escondido (e arejadíssimo) da Floresta Velha, com vista para o Morro do Pico. O cardápio é o mesmo que consagrou a rede, com peixes em crosta de especiarias com acompanhamentos ora adocicados, ora salgados, mas quase sempre marcadamente pernambucanos. Mas não apareça sem avisar. Não-hóspedes só são atendidos mediante reserva antecipada pelo tel. (81) 3169-1250.

MORENA COZINHA CONTEMPORÂNEA

Sucessor repaginado da Trattoria di Morena, com cardápio que não se restringe mais à cozinha italiana. Fica na Pousada da Morena, na Floresta Velha, e está aberto normalmente a não-hóspedes. Os preços são um pouco mais camaradas que nos restaurantes das pousadas metidas. Tel.: (81) 3619-1142.

RESTAURANTE ZÉ MARIA

Restaurante Zé Maria, Fernando de NoronhaSeus festivais (noites de buffet com música ao vivo), são atrações turísticas da ilha.

A foto (gentilmente surrupiada do site da pousada) mostra exatamente o clima: clientes fotografando enquanto Zé Maria, a celebridade, passa o microfone à chef para abrir os trabalhos da noite.

Vale pelo freje. Para jantar com calma, porém, vá nas outras noites. Os sushis e sashimis da casa são tidos como os melhores da ilha.

Para as noites de festival (quarta e sábado) é preciso reservar com muita antecedência. A Pousada Zé Maria fica na Floresta Velha. Tel.: (81) 3619-1819.

TRICOLOR

Tricolor, Fernando de NoronhaProcurando um restaurantezinho rústico que poderia estar perdido numa prainha do Nordeste? Achou.

O Tricolor pode não estar à beira da praia -- pelo contrário, está escondido no mato, a dois minutos de carro da BR, entre a Floresta Velha e o Boldró -- mas é o lugar perfeito para pedir uma moqueca caseirinha.

Essa aí da foto era de siri e estava uma delícia. E os acompanhamentos? Arroz, farofa, feijão preto! (Nem na Bahia vem feijão com moqueca. Sensacional.) Não espalhe, viu?  Tel.: (81) 3619-1108.

TEJU AÇU

Restaurante Teju Açu, Fernando de NoronhaO restaurante da minha pousada favorita em Noronha é gostoso desde o ambiente: um avarandado bem ventilado, com vista para o bosque e a piscina iluminada.

O cardápio segue a vertente nouvelle Pernambuco que permeia os melhores restaurantes da ilha. Da última vez, provei esse polvo em leito de polenta que estava um arraso.

Não deixe de arrematar com um petit-gâteau de goiabada. Tel.: (81) 3619-1277.

TARTARUGÃO

Lanchonete oficial de Noronha. A dobradinha lanche no Tartarugão + palestra no Projeto Tamar (tanto faz a ordem dos fatores) é uma tradição da ilha. Tel.: (81) 3619-1331.

SOLAR DOS VENTOS

Solar dos Ventos, Fernando de NoronhaDesde 2009 a simpática pousada abre seu restaurante (devidamente ampliado) ao público.

A dica é a mesma que eu vou dar logo abaixo, quando falar da vizinha Maravilha: vá no almoço, para aproveitar a vista para a Baía do Sueste.

Tel.: (81) 3619-1347.

MARAVILHA

Pousada Maravilha, Fernando de NoronhaA Pousada Maravilha é o Proibidão de Noronha: o lugar onde todo mundo gostaria de penetrar. Não adianta tentar marcar visita: não rola.

O jeito mais tranqüilo de ver onde se hospeda o povo que não quer aparecer na Caras é marcando uma refeição.

Eu recomendo o almoço: é quando a arquitetura de Thiago Bernardes e a vista para o Sueste podem ser melhor apreciadas. O cardápio é mediterrâneo (mais ítalo que francês) com concessõezinhas aqui e ali ao Brasil e ao Nordeste. Tel.: (81) 3619-0028.

Leia também:

Todas de Noronha no Viaje na Viagem

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire


79 comentários

Gabi Bastos
Gabi BastosPermalinkResponder

Preciso escrever algumas palavras sobre o Restaurante Du Mar. Jantamos e almoçamos duas vezes em cinco dias. O único restaurante da ilha que possui serviço de transfer e no dia da viagem, o dono - sr. Cláudio, uma simpatia de pessoa, leva os seus clientes até o aeroporto, para fazer o checkin, retorna ao restaurante para almoçar e leva novamente ao aeroporto. Fora que a comida é deliciosa e o ambiente muito bem cuidado!!! Voltarei com certeza!!! Sugestão: penne ao frutos do mar e moqueca de lagosta!

Barbara
BarbaraPermalinkResponder

Estive em Noronha em agosto de 2013. AMEI, a ilha é incrível. Comi em vários restaurantes: Triboju, Zé Maria, Mergulhão, Varandas, Teju Açu, BejuPirá. Todos esses são bons, o melhor, na minha opinião e todo grupo (etávamos em 06) foi que o da Triboju era melhor (pratos mais bem executados e atendimento mais profissional). Mergulhão para petiscar final de tarde foi incrível, uma vista de tirar o fôlego, um astral maravilhoso. De todo modo, o restaurante que mais gostei, disparado, foi o simples e autêntico Point da Cacimba, fica na praia da Cacimba, saindo da praia, logo a direita. Lá comemos, no almoço, um peixe pescado naquele dia mesmo pela manhã, assado na folha de bananeira (você vê o assador fazendo), com purê de macaxeira (deliciosoooooo), arroz (bem feitinho) e uma saladinha. Gente, DIVINO!!!!! Voltamos lá 2 vezes. Conhecemos por recomendação de um nativo e valeu muito a pena. Fica a dica wink

Barbara
BarbaraPermalinkResponder

Corrigindo o post acima: O Point da Cacimba fica, saindo da praia da Cacimba, a esquerda. Sorry wink

manuela belo franco

Estive em Noronha semana passada. Concordo com suas dicas. Fomos no Varandas, No Mergulhao, no Ze maria (divinooo), no Du mar, e no Na moita, que e uma pizzaria. OBS: a pizza eh deliciosa e o ambiente muito legal mas nao aceita cartao, atendimento ruim e pasmem: NAO TEM BANHEIRO!!!!

Isa
IsaPermalinkResponder

Um maravilhosa descoberta foi o restaurante Delícias da Ná. Fica perto do Flamboyant, depois da creche. Comemos uma moqueca de peixe deliciosa por apenas R$65,00 (duas pessoas)... smile

6 Dias em Fernando de Noronha: o paraíso é aqui! | Giros Por Aí

[...] Restaurantes Bacaninhas: Esse link tem sugestões de outros lugares legais para [...]

Danielle Menezes

A barraca das gêmeas na Cacimba do Padre também é uma delícia e uma refeição para duas pessoas sai por R$60,00 e se come MUITO BEM.

Adoramos o festival gastronomico do Zé Maria, uma verdadeira orgia culinária, mas as sobremesas me decepcionaram - agora, os sushis gente do ceu, MARAVILHOSOS!

Xica da Silva nos presenteou com uma das refeições mais gostosas( acho que a mais gostosa) e a conta mais alta, R$100,00 por pessoa - outch!

- Para quem tá na pegada de economia tem as quentinhas do Valdênio na Vila do Trinta e o bar do tota na praia do cachorro serve o queijo coalho MAIS SENSACIONAL de todos, vale muito a pena!

Emmanuelle
EmmanuellePermalinkResponder

Oi, pessoal! Acabei de voltar de Noronha e fiz uma resenha com o roteiro gastronômico de lá! Vale a pena dar uma conferida no dupladeviagem

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Estive no Palhoca da Colina e me senti na obrigacao de alertar futuros viajantes : aquilo nao é um restaurante , é uma enganacao. Servico pessimo, sem nenhuma estrutura e carissimo. Nao recomendo em hipotese alguma.

Miriam
MiriamPermalinkResponder

Oi Ricardo, tive em Noronha de 24 a 30/01/2016, almocei no Xica da Silva, Varanda, Cheiro Verde e Teju Açu. Adorei o Teju Açu, pedi filé mignon do sol com risoto de abóbora. E o ambiente é bem legal.

Isabella
IsabellaPermalinkResponder

Oi pessoal!
Nesses restaurantes tem alguma opção para quem não come peixe e frutos do mar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Isabella! Claro.

karoline Maia
karoline MaiaPermalinkResponder

Fomos em Noronha em Setembro /16 almoçamos no Bar do Cachorro, Cacimba e Varanda. Porém o melhor de todos foi o Cacimba (Mais simples que o Varanda)..mesmo Chef , mas os pratos melhores e tem uma sobremesa de churros maravilhosa.
Pra ver o por do sol o bar do cachorro é interessante, pois tem musica ao vivo.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar