Passeios: reservo agora ou deixo para quando chegar?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Passeio pelo parque de Torres del Paine, Chile

Noto pelas perguntas deixadas nas caixas de comentários que a questão dos passeios é uma grande fonte de stress para muita gente -- sobretudo para quem nunca viajou de maneira independente.

No Brasil, a tática normalmente usada pelas agências que fazem o receptivo dos pacotes é tentar fazer o freguês comprar o máximo de passeios extras ("opcionais") ao chegar (praticamente no traslado entre o aeroporto e o hotel). Muita gente compra -- tanto pela comodidade de não precisar mais esquentar a cabeça com isso, quanto pelo certo terrorzinho encenado pelo vendedor, que pinta as maiores dificuldades do mundo para quem não aderir à programação pré-montada.

Muito bem: saiba que em lugar turístico nenhum do planeta vão faltar fornecedores de passeios. Antes de você decidir viajar para .......... (preencha os pontinhos com qualquer destino), dezenas, centenas de milhares de turistas já tiveram a mesma idéia. E durante todo esse tempo o lugar foi se estruturando para receber você e levar a sua turma para onde vocês quiserem.

Fique sossegado, que na própria recepção do hotel você deve encontrar cardápios de passeios, possivelmente de mais de um fornecedor. Se o lugar for pequeno, sempre haverá uma rua principal com agências de receptivo. Fora do primeiro mundo, também vale a pena combinar passeios de meio dia ou dia inteiro com taxistas. Enfim, é muito difícil você não conseguir se encaixar num passeio já para o dia seguinte. Digamos que... o mundo conspira para isso smile

Passeios que devem ser reservados com antecedência

Em tudo o que houver (1)  limitação séria de vagas, (2) possibilidade de furar fila ou (3) desconto para venda antecipada, a reserva acaba recomendável (quando não obrigatória). Saia de casa com o trem para Machu Picchu confirmado, com a travessia do Buquebus comprada e com todos os fura-filas possíveis de museus e monumentos na Europa e nos Estados Unidos marcados.

Quando valem a pena pacotes com passeios incluídos

Caso você vá fazer uma viagem muito picadinha a lugares exóticos, em que os passeios necessariamente são guiados e você não vai ter tempo de chegar e escolher na hora, então vale a pena considerar circuitos com passeios incluídos. Isso pode ser feito com excursão convencional ou com guias privados previamente arranjados. Para contratar os guias privados, localize uma agência de viagem (física ou virtual) especializada no destino, ou peça por email indicações ao hotel em que você vá ficar, ou procure no site oficial do destino (ou no site da embaixada do destino no Brasil, ou no site da embaixada brasileira no local) indicações de guias recomendados.

Ecoturismo é outra modalidade em que os passeios incluídos fazem sentido. Você já sai de casa com todos os passeios garantidos (como todos são feitos em grupo, muitos necessitam de quorum mínimo). E as boas agências sempre inventam novos passeios para sair dos lugares mais manjados (e crowdeados).

A receita para o viajante independente

Reserve apenas os passeios cuja antecedência compensa (vagas limitadas, hora marcada ou descontados).

Vá com tempo sobrando, para não precisar tomar nenhuma decisão precipitada. Você pode chegar à conclusão, por exemplo, que alguns desses passeios podem muito bem ser feitos por conta própria. Ou decidir que alguns não têm essa importância toda -- apenas querem levar você para longe do lugar que você foi visitar (acontece muito). Você pode também descobrir novidades que ainda não viraram carne de vaca.

Agende os passeios de acordo com a sua disposição e a previsão do tempo. E, acima de tudo: não se deixe escravizar pela noção de que um dia sem passeio é um dia sem viagem. Muitas vezes o melhor do lugar é exatamente onde você já está smile

Leia mais:

117 comentários

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Riq, em dezembro de 2007 eu fiz aquela viagem mochileira com a minha irmã pela Europa. Viajamos algumas vezes de Ryanair, ficamos craques nas pegadinhas, e uma que nós presenciamos pode servir bem para esse case comprar-ou-não-passeios.

Na viagem Dublin-Roma, durante o voo os atendentes ofereceram um voucher para ônibus do aeroporto (Ciampino) para o centro da cidade. Compramos o voucher pra adiantar, deve ter sido uns 7 euros... quando desembarcamos, havia mais umas 3 opções de transporte diferentes, algumas com preço mais em conta.

Já no trecho Roma-Barcelona, não nos ofereceram nada durante o voo. Porque? Porque, chegando lá, havia apenas UMA cia rodoviária que fazia o trajeto para o centro da cidade. Todos fomos para a fila, claro. Ou seja... comprar com antecedência até pode, mas você está sujeito a chegar no local e ver o mesmo serviço ser oferecido com preços mais em conta.

Acho que isso vale muito para os passeios acertados em Cruzeiros, mais caros que os locais. As vantagens, no caso, são o tempo, que vc economiza, e a segurança - vc se livra de furadas.

E claro que concordo com as exceções que vc propõe, utilizo muito!

Viagem para Mulheres

Nossa Adri, nunca peguei um voo onde as atendentes ofereçam voucher para passeios. Guardado na memória para quando acontecer.

Sobre os cruzeiros, a diferença é muito absurda. A primeira vez que fiz um foi para a Argentina e resolvi fazer um tour oferecido pelo navio, não gosto nem de lembrar a fortuna que paguei por um tour que não tinha nada de especial. Dependendo da cidade, principalmente Buenos Aires, o tour de cruzeiro raramente vale a pena!

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Riq,
Perfeito!
Eu reservei o guia e o motorista para conhecer Angkor antes de viajar. Precisava? Certamente que não! Mas, sabe como é, primeira vez na Ásia, viajando sozinha...Peguei a dica lá no blog da Mirella e marquei. Não me arrependo, mas dá para fazer tudo tranquilamente ao chegar smile

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

PÓ de pirilim pim pim da melhor qualidade !
Perfeito Riq :cool:

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Ah! Em 2005, indo pra Macchu Picchu, reservei com antecedência. Chegando lá, percebi que tinha pago mais caro que a prática local. Maaaas, eu tinha certeza que iria no dia que eu escolhi. Se eu deixasse pra escolher lá, pagaria mais barato, mas quem garante que encontraria o acesso? E se a semana estivesse lotada e já toda vendida? Viraria o famoso barato-que-saiu-caro.

Dri
DriPermalinkResponder

Tem algumas vezes q eu compro o "passeio" com antecedência pra poder organizar melhor minhas finanças e não acumular gastos num mesmo mes de fatura do cartão. Exemplo: ingressos para parques da Disney.

Natalie
NataliePermalinkResponder

Conseguimos agendar uma visita monitorada no Museu do Picasso em Barcelona que valeu muito a pena. Não é bem um passeio, mas valeu ter reservado por email. Como não tinha ninguém agendado no nosso horário, tivemos a sorte de ter uma aula de história da arte super exclusiva com um dos historiadores do museu wink

Viajante Oficial

Nunca costumo reservar antes da chegada. Gosto de ver, no local, as opções e assim decidir o que fazer. Aquele "terrorzinho" dos vendedores não me contamina. O post é esclarecedor.

Viajante Oficial

Mesmo porque quase nunca compro "pacote fechado". Prefiro montar meu roteiro e comprar avião, hotel e passeios separadamente.

Isabela
IsabelaPermalinkResponder

Só lembrando que pra visitar o Alhambra, em Granada, tem que reservar com antecedência também nesse site: http://www.servicaixa.com/nav/landings/en/mucho_mas/entradas_alhambra/index.html

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Isabela! O Alhambra está contido no post dos fura-filas, por supuesto! grin

Isabela
IsabelaPermalinkResponder

Ops, verdade!

Isabela
IsabelaPermalinkResponder

Esqueci de falar que dá pra comprar na hora também, mas tem que madrugar na fila e não se consegue acesso a todos os palácios. Uma vez o albergue em que eu fiquei hospedada reservou pra mim em cima da hora, com um preço melhor do que o do site. Acho que eles têm uma espécie de convênio lá.

Fabio NG
Fabio NGPermalinkResponder

Numa de nossas idas a Buenos Aires, o guia distribuía pérolas no traslado até o hotel:

"O City Tour passa pela Av. Alvear pra conhecer a Recoleta, e no dia seguinte tem o tour de compras. (...) Pronto! Já conheceu Buenos Aires, já fez as compras, no terceiro dia pode ir pra uma fazenda no interior ou pra Montevideo." Oi???

"... querem levar você para longe do lugar que você foi visitar..." resume bem esta síndrome dos passeios empurrados –- e triste dos iniciantes que acabam caindo na conversa.

Wander
WanderPermalinkResponder

para visitar A Ultima Ceia de Leonardo Da Vinci na igreja de Santa Maria delle Grazie, em Milão, fiz uma pré reserva com 6 meses de antecedência que foi confirmada com 3 meses da data escolhida.

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Concordo inteiramente.

Mas, pelo que aprendi aqui no site, Egito, China e Índia são destinos que, em si, aparentemente não vão bem com independência. Nesses lugares, será que não seria conveniente ter os pacotes previamente comprados?

https://www.viajenaviagem.com/2010/09/o-que-e-melhor-pacote-excursao-ou-conta-propria/comment-page-1/#comment-89737

Estou questionando isso só para tentar enriquecer o post com outras opiniões dos trips, mas, pelo menos em relação à China, o que tenho lido indica que dá para viajar por lá de maneira independente, sim. Aparentemente, é como a Rússia. Basta algum estudo prévio, boa vontade e jogo de cintura quando surgir alguma dificuldade.

Ricardo Freire

Acho que valem as duas, PêEsse!

- Com disposição para pesquisa e tempo disponivel in loco: dá pra ver na hora ou pelo menos comprar de fornecedores locais.

- Sem tempo nem disposição para perrengues: pega o pacote embrulhadinho de casa!

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Penso exatamente desse jeito e concordo inteiramente com o post. Sou fiel adepto da independência. Gosto de ter a possibilidade de aderir a passeios, tours e grupos apenas por opção, não por obrigação/imposição. Mas, aparentemente, pelo que disseram em https://www.viajenaviagem.com/2010/09/o-que-e-melhor-pacote-excursao-ou-conta-propria/comment-page-1/#comment-89737 , lugares como Índia, China e Egito são destinos complicados e burocráticos. Neles, por conta dessas particularidades, talvez (talvez!) seja o caso de já viajar com passeios certos e reservados.

O ruim de pacotes e passeios em grupo é o fato de você, como regra, só ir até onde todos já foram, chegar em lugares já cheios (no mínimo, com as pessoas do seu grupo), ter horário fixo para tudo (e não poder ir embora quando estiver a fim ou ficar mais tempo se estiver gostando) e gastar mais do que gastaria se fosse de modo independente. Mas se, dependendo do destino, for o jeito...

Maryanne hotelcaliforniablog.wordpress.com

Pois é Wander, deixei pra comprar o bilhete da ultima ceia em Milao e dancei. Nao tinha lugar de jeito nenhum na semana em que passei la. Meus amigos italianos tentaram ligar e ver se sobrava vaga pra italianos, mas nem assim conseguimos. Resultado: temos que voltar pra lá. smile

Ricardo Freire

A Última Ceia também está no post dos fura-filas e ingressos antecipados!

Wander
WanderPermalinkResponder

A Ultima Ceia de Leonardo da Vince tem uma dinamica de visitação especial e diferente das outras atrações e museus da Europa. Entram em grupos de +- 30 pessoas com horario marcado e as vagas são limitadas. Como eu só teria 1 dia em Milão reservei com antecedência para garantir a vaga. Recebi um email com o nº de minha reserva e a orientação de aguardar a abertura do agendamento: com 3 meses de antecedência foi confirmada a reserva e depois do meu aceite recebi o voucher. Deu tudo certo. Reservei pelo site : Italy Museum. Reservei também a galeria Uffize e Academia em Florença e Coliseu em Roma pelo mesmo site e Vaticano pelo site proprio do Vaticano, para fugir das filas. Excelente e foi tudo bem. Para reservar pela internet só deve-se ter a viagem bem programada já que tem que ter as datas e horarios de cada atração definidos.
http://www.italy-museum.com/

Maryanne hotelcaliforniablog.wordpress.com

Na China, o que vc precisa vai muito alem da boa vontade e jogo de cintura e estudo. Quero ver quem consegue entender o que els falam, fora que em varios lugares els simplesmente nao fala. Por exemplo, vc acharia normal a pessoa que vende audio em outros idiomas na Cidade Proibida, falar ingles certo? Talvez na nossa logica ocidental, na deles nao....

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Maryanne, na Rússia, à exceção de São Petersburgo, é bem desse jeito. Aponte para o que quer, faça gestos e mímicas, reproduza sons, escreva números, desenhe. Dá trabalho, mas no final dá tudo certo...

Lívia
LíviaPermalinkResponder

Pretendo visitar o Musee d'Orsay, quando eu for a Paris nos próximos meses. É necessário reservar antecipado? Grata.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lívia! Não é necessário; você pode comprar na hora mesmo.

Se você tiver um Paris Museum Pass não vai precisar enfrentar fila nem da bilheteria nem para entrar.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Bóia, no d´Orsay, mesmo com o Paris Pass precisa passar pela fila da segurança para entrar, que é relativamente grande mas anda bem rápido.

Lívia
LíviaPermalinkResponder

Ricardo, tenho uma perguntinha prá você:
Vou a Paris em breve. De lá, pegarei avião para Lisboa para retornar ao Brasil. Somos em 3. Qual transporte seria melhor, do centro de Paris até Orly, considerando o horário do vôo – 10:30 da manhã ? Táxi ou transfer ? Nem passou pela minha cabeça ônibus ou metrô, por causa do horário que teremos de estar no aeroporto. Orcei um transfer, a ser pago aqui no Brasil, em 116,00 euros para nós 03. Achei caro, o que ficaria em 38,70 euros por pessoa. Não sei se táxi ficaria mais barato. Nem sei se é confiável acertar um táxi ou um traslado no hotel. Não tenho a mínima idéia de preços nem de táxi, nem de transfer. Que acha que devo optar ? Grata.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lívia! Não há necessidade de programar um transfer. Em Paris, no dia antes de partir, peça para o hotel acertar um táxi para o horário que deseja sair. O táxi vai cobrar pelo taxímetro. A Orly não deve dar mais do que 40 euros.

Lívia
LíviaPermalinkResponder

Olha, muito obrigada pelas respostas... sempre espiei por aqui, mas agora que estou viajando na minha viagem, resolvi perder a vergonha e perguntar.... Tenho mais uma... Vou ficar em Lisboa por 4 noites, antes de voltar. Tenho amigos portugueses, que estão me enchendo de idéias, e então me dá uma confusão só na cabeça... Pretendo ir a Sintra, Estoril e Cascais, num mesmo dia. Queria tb ir a Óbidos,Batalha, mas Fátima, não sei... Que deveria fazer, na sua opinião ? O que quero mesmo é comer muuuuuuito bacalhau e beber muuuito vinho e depois andar muito a pé, prá fazer a digestão !!!! Vale a pena gastar horas com o Freeport Outlet ? Não sou consumista, mas dizem que é inadmissível estar lá, com o restinho de euros de bobeira, e não gastar com roupa bacana e barata. Será?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lívia!

Cascais pode ser vista na volta de Sintra. Estoril está no caminho.

Há quem pense diferente, mas aqui nos bastidores do site a gente acha uma pena gastar um dia na Europa para se meter num outlet distante!

Por favor leia a página sobre Lisboa, você vai aprender bastante sobre a cidade:
https://www.viajenaviagem.com/europa/lisboa-ricardo-freire

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Livia, se você é católica, ainda que não praticante, vale muito a pena ir até Fátima. É muito emocionante. Mas leia antes sobre a aparição de Nsa.Senhora em Fátima.

Eunice
EunicePermalinkResponder

Lívia. Em Fátima vivi um dos momentos mais emocionantes de minha vida. Mas sou católica e devota de Nossa Senhora. Quem não é católico pode curtir o destino sob o prisma antropologico.É um destino religioso. Agora, com quatro dias em Lisboa o único passeio fora que eu faria seria o de Sintra- Cascais- Estoril, de carro, em um dia. Ou nenhum. Passei 12 dias inteiros em Lisboa agora em janeiro e não tive tempo de ir ao outlet. Acho que é uma questão de interesse. Tenho amiga que passou 2 dias em Lisboa e foi ao outlet.

cyro
cyroPermalinkResponder

oi lívia,
fiz exatamente como lhe recomendaram, fui a sintra, peguei um onibus ao lado da estacao que levava aos pontos turisticos podendo reembarcar (visitei o castelo dos mouros, o palacio da pena e o palacio nacional de sintra).
de lá, peguei um onibus para estoril, desci próximo à praia e andei uns vinte minutos até caiscais.

Jô Povh
Jô PovhPermalinkResponder

Oi Cyro,

Vou para Lisboa nos primeiros dias de abril e reservei 1 dia p/ Sintra. O meu hotel fica na Praça Marquês de Pombal.O ônibus q. vc pegou p/ ir a Sintra sai dessa praça? Achei bastante proveitosa a maneira como vc fez o passeio. Ganhou tempo e conheceu Sintra-Cascais-Estoril. E prá voltar p/ Lisboa como fez?

DanielaCP
DanielaCPPermalinkResponder

Outro exemplo, pessoal:
Em Paris, eu, meu marido e meu sogro com a esposa, queríamos passar um fim de semana na Bélgica: Bruxelas / Bruges / Gent. Com antecedência compramos as passagens de trem que sairam super barartas, tipo 30 euros. Reservei um hotel super bom em Gent e mto barato pelos hoteis.com. Programei a viagem com uns 2 ou 3 meses de antecedência. Recebemos as passagens de trem em casa... mto tranquilo.

Minha irmã, qndo foi encontar comigo em Paris (eu estava lá a trabalho por 1 mes), resolveu 2 semanas antes q queria passar o dia em Bruges.... aí ela contratou uma escursão de onibus desde aqui do Brasil, pagou em reais, 3x no cartão, essas coisa.... Mas também, pagou muiiiiito mais caro pelo passeio de 1 dia do que eu paguei pelo fim de semana na Bélgica...

Então, para os trens na Europa, eu recomendo a antecedência. Porque em cima da hora, o preço das passagens pode inviabilizar um bate e volta.

Ricardo Freire

Daniela. Viagem com pernoite não é passeio. Viagem precisa ser planejada e comprada com antecedência. Se você já estava prevendo ir para Bruges antes de viajar a Paris, é lógico que tem que comprar as passagens antes para conseguir tarifa descontada. Isso é básico. Estou falando de tours, passeios locais, atividades que você decide depois de chegar.

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Alguns pitacos sobre vários comentários:

- Trem na Europa: vale saber quais trens tem preço fixo, e quais variam. Tem um posto de trem na Europa sobre isso aqui no VnV, acho. Em certos casos, reservar é fundamental, principalmente nos casos que envolvem uma combinação com hotel e vôo e vc nào quer arriscar perder um ou outro por trem (Thalys, Eurostar de/para London alguns ICE). Todavia, para o caso de bate-e-voltas as vezes é preciso ter uma perspectia mais ampla: vc não sabe exatamente qual será o tempo no dia 12/8 em junho, quando está programando a viagem. Aquela economia de € 30 para o bate-e-volta em Füssen pode se tornar um tormento se estiver chovendo muito em München. As vezes, prefiro pensar na tarifa mais caras a ser encontrada na hora (sabendo que haverá lugar disponível, embora mais cara) como um seguro-anti-problemas: gasto mais, porém não fico "preso" a um bate-e-volta e o dia estiver com clima péssimo.

- passeio em destinos ecoturísticos no Brasil: exceto em casos que lotam (como Bonito na alta temporada) eu deixaria para reservar sempre ao chegar, para ter controle sobre o que fazer com previsão de tempo de curto prazo e também, havendo mais de uma agência, picar os passeios entre elas para evitar ver as mesmas caras todos os dias.

- alternativa ao reservar no Brasil ou no destino (internacional): agências especializadas americanas. Por peculiaridades do mercado de lá, fora dos destinos manjados na Am. Central é bem comum ter agências vendendo pacotes só terrestres, e em geral eles vendem os mesmos para o destino, independente de como se voe até lá e de onde vc parta. Muitas vendem para clientes internacionais sem problemas. É, no mínimo, uma alternativa a se considerar em passeios para destinos mais exóticos e principalmente passeios especializados como safari em Botswana ou trekking no Nepal. Certas operadoras brasileiras limitam ou preferem a escolha dos seus parceiros estrangeiros aos que oferecem - por exemplo - "guia auxiliar em espanhol". Pelo menos serve para ter uma idea do custo desses passeios como anunciados para um mercado muito mais competitivo (o americano) que o nosso

- "só para te levar para mais longe": isso é realmente um problema. Pacotes turísticos, ou mesmo diárias de hotel, são mercados ultracompetitivos. Os passeios locais, comissões de receptivos recebidas etc. contribuem com uma grande parte do lucro de operadoras de passeios, de cruzeiros etc., assim como frigobar é fonte de lucro certa para hoteis. Viajando ao Exterior, mais cuidado ainda com essa sina de precisar ir "logo ali" sempre, e já sair comprando passeios. O que tem de ônibus levando excursões de um dia de Paris pra Brugge...

DanielaCP
DanielaCPPermalinkResponder

Ah! Mais outros dois exemplos:
Riq, vc não acha q reservar o Vaticano vale a pena? Eu reservei desde o Brasil e quando cheguei lá no horário da minha reserva, a fila estava surreal..... E nós entramos em 2 minutos com as reservas.

A Galeria Borghese em Roma, também acho que só aceita entrada com reserva antecipada....

Ricardo Freire

Daniela, o Vaticano está naquela listinha dos fura-filas.

DanielaCP
DanielaCPPermalinkResponder

Bom..... mais um pitaco, se vc me permite....rs

Por incrível que pareça, em Tóquio eu não planejei absolutamente nada... Desci do avião, comprei o bilhete do ônibus em 1 minuto. Na volta, comprei o bilhete do trem com antecedência (na semana do embarque) apenas porque achei melhor por causa do horário do vôo.
Passei 2 meses a trabalho lá e nos finais de semana eu apenas pegava meu cartão do trem/metro, abria meu guia e falava: "vou pra onde hoje??" rsrsrs
Mas acho que a organização dos japoneses ajudou muito. Todo lugar lá é seguro e o povo, mesmo não falando nem inglês direito, vai te ajudar, com certeza.

Mas... talvez tenha uma coisa que valha a pena a antecedência. Fui a Kyoto por conta própria (comprei passagem e reservei o hotel com 1 semana de antecedência! Essa sou eu mesma?? rsrs). Mas a empresa do trem bala (não me lembro o nome) tem uns pacotes de hotel + passagem que saem pelo mesmo preço de comprar a passagem no guichê, ou seja, vale muito a pena! Mas os pacotes + baratos e com os horários melhores acabam antes e mto rápido. Então, nesse caso, se eu tivesse resolvido com antecedência, teria sido melhor.

Ricardo Freire

Kyoto com pernoite não é passeio. É viagem. Claro que deve ser reservado com antecedência.

Karina
KarinaPermalinkResponder

Eu tive essa dúvida quando viajei ao Atacama. Cheguei a entrar em contato com uma agencia e perguntar sobre uma possível reserva mas, eu teria que pagar 50% por transferencia internacional...muito complicado. Deixei para reservar lá mesmo e foi ótimo, tivemos a oportunidade de visitar algumas, pedir orçamentos e indicações até decidir.

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Já tive essas duvidas também, quando a gente começa a planejar vê todos aqueles passeios e quer logo marcar tudo! Fica ansiosa se vai ter no dia que vc vai estar lá ou não...
O que sempre faço é pesquisar os passeios que existem antes, pela internet e aí já conhecendo marco no local. No primeiro dia quando saio pra conhecer a cidade vou a agencias e vejo também no hotel. Tento fazer o máximo que posso sozinha, sem grupo...
Na Capadócia a diferença do passeio de balão cotado daqui e o que paguei lá: 60 euros por pessoa! Um absurdo!

Georgia
GeorgiaPermalinkResponder

Só um comentário sobre a capadócia. Na net, vi comentários sobre o preço do passeio de balão rondar os 150 euros. Paguei 105,00 U$ reservado com antecedência.

Michelle
MichellePermalinkResponder

Daniela
também me disseram que era importante reservar o Vaticano. Acabei não reservando, porque não sabia em que dia iria dar tempo de ir. Fomos em um dia de semana, chegamos cedo (por volta das nove da manhã) e não pegamos fila nenhuma. Meia hora depois, a fila já estava quilométrica.
Mesma coisa para a Torre Eiffel, se tiver disposição para ir cedo, não precisa reservar. (aqui vão as dicas para quem quiser comprar antecipado: http://impressoes-de-viagens.blogspot.com/2010/09/paris-torre-eiffel-sem-fila.html)

Michelle
MichellePermalinkResponder

Apenas corrigindo o link, q saiu errado no comentario anterior

http://impressoes-de-viagens.blogspot.com/2010/09/paris-torre-eiffel-sem-fila.html

BethN
BethNPermalinkResponder

agora para a patagonia, reservei pela internet apenas a pinguinera.
como estava indo no final do ano, fiquei preocupada com as datas e valeu a reserva.
os outros passseios, inclusive em el calafate, deixei para fazer por lá.

Luiz Ferreira
Luiz FerreiraPermalinkResponder

O chato de você reservar os passeios é que você pode acordar no dia sem vontade de fazer o que estava programado....

Mas eu não abro mão de fazer reserva onde é necessário. Quando vou a Orlando, já compro os tickets e fast passes da vida (já que geralmente vou em época cheia). Em NY, sempre comprei ingressos de musicais, shows e a entrada pra coroa da Estátua de forma antecipada. Isso poupa um tempo que é sempre valioso numa viagem curta.

Sempre busco informações em sites e fóruns de viagens, sobre onde encontrar preços mais em conta ou os melhores serviços que vou necessitar.

Eu sou daqueles viajantes que planejam tudo, especialmente quando vou a um lugar pela primeira vez. A partir da segunda vez, agendo só o essencial e deixo a cidade me levar pelo resto da viagem.

Clara Machado
Clara MachadoPermalinkResponder

Oi!! Parabéns pelo post e obrigada pelas dicas! Estou planejando uma viajem pela europa e as suas dicas sao muitpo boas! smile
Obrigada!
Clara
Hoteis Rio de Janeiro

Renata
RenataPermalinkResponder

Nossa! Esse post veio na hora certa. Seguindo as dicas do post fura-filas, corri para comprar minhas entradas para o vaticano entre as datas 19 a 23 de abril/11, mas para minha ingrata surpresa não há mais ingressos online em qq dia neste período. A minha dúvida é se os ingressos na internet são limitados a um certo número, e as demais vagas liberadas para venda na hora. Ou seja, será que tem a possibilidade de eu comprar na hora?
Agradeço a ajuda

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Haverá ingressos para compra na hora também!

A limitação é para os ingressos com hora marcada!

Anacely
AnacelyPermalinkResponder

Ola Ricardo,
Fiquei mto contente em encontrar todas essas dicas aki, ficou bem mais facil planejar minha viagem... minha duvida eh se devo comprar os shows de tango aki do Brasil mesmo. Estou indo a Buenos Aires, de navio, imagino que talvez nao consiga comprar para o mesmo dia da minha chegada. Achei alguns sites, com preços mais em conta que as casas de show, fico com receio de nao serem confiaveis, voce conhece algum para me indicar? Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Anacely! O Comandante me obriga a dizer que aqui no site a grafia de aqui ainda é com q!

Todas as casas de tango aceitam reserva por telefone.

Danielle S.
Danielle S.PermalinkResponder

Nossa lua-de-mel será Buenos Aires/Bariloche/Buenos Aires (Junho/2011). Estamos organizando nossa viagem meio por conta, e não pretendemos adquirir os passeios antecipadamente. Já li bastante sobre Bariloche aqui no site e acredito que não teremos problemas quanto a isso, não é mesmo??? (Espero que a neve venha antecipada esse ano também hehe). Queremos fazer os passeios que derem vontade no dia! =) Esse post veio p/ confirmar nossas expectativas.

Mari Monteiro
Mari MonteiroPermalinkResponder

Cheguei há 2 dias de Itacaré e passei por uma experiência interessante. Comprei 3 passeios antecipadamente porque a operadora parcelava tudo junto com o pacote. Imaginava fazer esses passeios logo nos 3 primeiros dias para poder repetir o que mais gostasse. Cheguei e a agência marcou para os 3 últimos dias porque não havia formado grupos para os passeios. Eles tentaram me vender outras opções para preencher os dias que faltavam. No entanto, como já conheço a tática:comprar-o-máximo-de-passeios-opcionais-ao-chegar fui dar uma volta na cidade. Descobri que na rua principal há muitas agências, algumas delas bem estruturadas e responsáveis. Compramos os passeios "extras" muito mais baratos do que na agência do receptivo.

Michele
MichelePermalinkResponder

Olá, queria uma super ajuda, vou para Roma em junho/11, hj fui comprar os convites para o Vaticano, não tem vaga(acredita?), chego na sexta a tarde, não tem nem para sexta e nem para o sábado, domingo não abre, o que faço, será que no site entrei no lugar errado, existe outro site que vende, se eu não conseguir, que horas vc acha que devo chegar lá, as 7:00??????
Por favor me de uma luz,desde de já, obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Michele! Muito provavelmente deve ser porque não se pode comprar ingressos com mais de 60 dias de antecedência. Simule novamente com datas anteriores, só para se certificar. Caso seja isso, espere alguns dias para efetuar sua compra!

HELCIA OLIVERA

Olá bom dia, meu nome é Helcia Oliveira e muitos de vocês me conhecem, porque eu era o organizador e coordenador das transferências de Buenos Aires a La Plata no show do U2 para Marcelo Bautista.
Informo que estou organizando expedições para a Copa América partidas
Em julho de 2011 em data posterior Eu estarei relatando o verdadeiro valor
Quem quiser mais informações pode entrar em contato pelo e-mail. depaul_incoming@hotmail.com
Bom dia.
Helcia

Marcio Antonio

Quando eu fui a El Calafate com minha namorada em abril desse ano, reservei dois dos três passeios com antecedência. Tínhamos só três dias "inteiros" (terça, quarta e quinta). De todas as opções de bate-volta a Torres del Paine, a que mais nos interessou só estava disponível na quarta-feira, então não havia muito o que pensar. Sobravam terça e quinta para o glaciar e para a estância com cavalgada. Como eu achava melhor deixar o passeio light pro fim, já deixei reservada a estância para quinta-feira. Sobrou o glaciar para a terça. Foi o único que não reservamos antes porque queríamos saber como estaria o tempo, para poder decidir entre Big Ice e Mini Trekking. Mesmo assim, semanas antes da viagem eu escrevia periodicamente para a Hielo y Aventura perguntando como estava a disponibilidade de lugares -- se houvesse a possibilidade de lotar, aí sim faríamos reserva antecipada. Mas o pessoal lá foi bem honesto e disse que estavam sobrando lugares. Resultado: chegamos a El Calafate numa segunda, fomos à agência e compramos o Big Ice para o dia seguinte sem problemas.

Agora que estamos quase fechando uma viagem pra Aruba, estou seriamente inclinado a deixar tudo pra comprar lá mesmo, até porque pretendo negociar um descontinho para casal, ou para comprar dois ou três passeios na mesma agência.

Marcio Antonio

Aliás, falando em Torres del Paine, essa foto aí de cima é justamente de lá, não é? Com o Lago Sarmiento, aquela maravilha azul-turquesa...

Fernanda Mello

Quando fui para NY, deixei para comprar o passeios quando cheguei mesmo !!! Antecipadamente comprei apenas o do Rei Leão, por ser um musical com bastante procura.
Um passeio muito legal para se fazer no inverno é ir para Hunter Montain, 2 horas e meia de NY. Postei sobre isso no meu blog: www.destinosmaravilhosos.com
Abraços

yara xavier
yara xavierPermalinkResponder

Alguém pode me dizer se é vantagem reservar - diretamente na agência local, no caso uma operadora de tours na Cidade do Cabo - e pagar aqui no Brasil, com meu cartão de crédito? Eu pagarei o IOF?
Obrigada,

Yara

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Yara! Você só não vai pagar IOF se comprar o passeio no Brasil direto com uma agência ou operadora brasileira. Mas caso consiga pagar com PayPal, pode escapar da cobrança

yara xavier
yara xavierPermalinkResponder

Legal, Bóia. Vou verificar se existe a possibilidade do pagamento com PayPal. Eu até tinha pensado nisso, mas também tinha dúvidas.
Só não dá para comprar com uma operadora brasileira: o preço cobrado é muito maior do que o IOF.

Norisa
NorisaPermalinkResponder

Olá,
Vou para Nova York dia 25/01, gostaria de saber a opinião dos especialistas, se é interessante comprar antecipado os ingressos para Empire States, Top of the rock e o passeio ate a Estátua da Liberdade. Se eu comprar por aqui terei que ir no dia e hora marcados, mesmo com clima desfavorável? E se não comprar, as filas são grandes nesta época? Não comprarei o city pass, pois o preco não compensa.
Grata

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Norisa! Empire State vale comprar, Top of the Rock também. Não há reserva para a Estátua da LIberdade, só para subir na coroa.

BEATRIZ AMORIM

Vou a NY em Agosto deste ano e pretendo assistir ao REI LEÃO no dia 05 de Agosto na parte da tarde em um domingo pois estarei sozinha e fico com medo de andar na Broadway sozinha a noite (viajarei sozinha por 5 dias em NY). Domingo será o único dia que terá apresentação na parte da tarde. Gostaria de saber se geralmente é fácil conseguir ingresso para assistir a este show comprando na hora pelo TKTS ou aqueles leilões... O ingresso está em torno de 163 dólares para o assento que eu quero.....e ficom com medo de comprar o de 95 dólares que está na última fileira da área do Mezanine e ter uma visão longíqua e parcial do show.... O que vc faria no meu lugar?

Mon
MonPermalinkResponder

Beatriz, em primeiro lugar, quero te tranquilizar sobre andar sozinha na Bradway à noite. A não ser que seu hotel seja realmente muito longe da TS (e, nesse caso, pegue um táxi), é muito seguro andar por lá à noite. Você vai ver gente de todo tipo andando por lá, na paz. Inclusive existem muitos policiais por lá. O fato de ser noite acaba que não interfere em nada, principalmente em Midtown.

Sobre os ingressos da TKTS, eu compraria com antecedência aqui no Brasil. Primeiro porque o Rei Leão ainda é um show muito concorrido e não costuma ter tanta disponibilidade em cima da hora. E o outro motivo é o que vc mesma já falou: poder escolher o lugar. Se você faz questão de qualquer peça ou de sentar num lugar bom, o recomendado é comprar com antecedência. No TKTS nunca dá pra garantir que vai ter a peça ou um lugar que te agrade. Se fizer questão, garanta desde o Brasil!

espero ter ajudado, bjs

Livia Mayer
Livia MayerPermalinkResponder

eu não consegui ver justamente por ter deixado pra comprar lá... eu sei que sua viagem já aconteceu, mas de repente ajuda mais alguém, rs.

BEATRIZ AMORIM

Obrigada Mon!!

Fabiola
FabiolaPermalinkResponder

Bom dia Boia e pessoal,
comprei ingressos p um concerto no Lincoln Center as 8 da noite, dia 11 de abril. Alguem conhece um restaurante perto onde possamos jantar antes do espetaculo?
Obrigada,
Fabiola.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabíola! Tem uma filial do PJ Clarke's bem ali:
http://pjclarkes.com/lincoln-square-location.php

Esses são os recomendados pela NY Mag no Upper West Side:
http://nymag.com/srch?t=restaurant&N=265+1327+336&No=0&Ns=nyml_sort_name%7C0

Luana Souza
Luana SouzaPermalinkResponder

Gostaria da opinião de viajantes mais experientes.
Estou com uma grande dúvida. Em agosto vou ficar 15 dias em Paris. Depois de ler em outro post um relato sobre um bate-volta em Strasbourg, decidi que quero fazer também!! Também quero fazer um bate-volta para Bruges. Aí a minha dúvida é a seguinte. Sei que comprar com antecedência é mais barato, mas acho muito arriscado, pois seria muito frustrante ficar um dia só numa cidade e estar chovendo, por exemplo. Então, por esse lado, acho melhor comprar na estação no dia da viagem ou 1 dia antes. Acho que não corro o risco de não conseguir viajar, de os trens estarem lotados né?? O que acham?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luana! Você consegue encontrar bilhetes no dia; só as tarifas que estarão mais caras wink

Luana Souza
Luana SouzaPermalinkResponder

Obrigada, Bóia!! Vou deixar pra comprar na hora mesmo, então! Só não queria correr o risco de não encontrar mais passagem.

Lucia Camacho
Lucia CamachoPermalinkResponder

Oi Pessoal, alguem poderia me ajudar!!...devo chegar ao JFK as 6:10 AM, será que consigo pegar o trem da AMTRAK para Washington às 8:00AM, na Penn Station? Preciso comprar os bilhetes antecipadamente?

val
valPermalinkResponder

arriscado!

Leonardo Andrade

Riq, não sei se este é o local apropriado, mais gostaria de saber se vale a pena copmprar o pacote citypass que é oferecido no site da Estatua da Liberdade de Nova York. Nele, parece que está incluído, além da visita a estátia, o Empire State Building e alguns museos. O valor é U$ 92,00. Abçs

Leonardo Andrade

Alguém sabe se já está ou a partir de quando estará disponível o acesso à coroa da Estátua da Liberdade em NY?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leonardo! O interior está fechado para reformas. Deve reabrir ao público apenas no final de 2012.

Livia Mayer
Livia MayerPermalinkResponder

ano passado fui em agosto. As obras eram previstas de setembro de 2011 a setembro de 2012. Mas não sei se já liberarão. Esse sim, tem que reservar com antecedência. Reservei com 5 meses de antecedência e já estavam esgotando os bilhetes da semana.

Cássia
CássiaPermalinkResponder

Olá!
Gostaria de saber se é necessário agendamento para visitação do World Trade Center Memorial. Dei uma olhada no site, mas não consegui entender direito. Não dá pra simplesmente chegar lá, dar uma contribuição e entrar para uma visita?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cássia! É necessário agendar no site.

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Pessoal, não sei se está no post e eu comi bola, mas queria saber onde comprar ingressos antecipados para a Sagrada Família, em Barcelona...
Obrigada desde já!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! Compre pelo site oficial: http://www.sagradafamilia.cat/
Você pode inclusive imprimir as entradas em casa.

Livia Mayer
Livia MayerPermalinkResponder

Eu sempre procuro deixar reservado o máximo de passeios, para não ter de me estressar com isso durante a viagem. Alguns casos são exceção. Por exemplo, sempre me perguntam se vale a pena reservar a subida na Torre Eiffel com antecedência. Eu não acho, afinal você pode ter um mega azar de ter dias de tempo ruim e acabar arruinando o passeio. Filas à parte, não é o fim do mundo estar numa fila embaixo da Torre Eiffel. Broadway, me falaram sempre pra deixar pra comprar lá os tickets. Comprei de duas peças e deixei o de uma terceira peça pra comprar lá. Chegando o momento, não tinha disponibilidade de lugares "pagáveis" em nenhum dos dias de espetáculo que me restavam. Me arrependi. Quando a diferença é pouca (pra mais), também acho que vale a pena se programar direitinho.

Jessé
JesséPermalinkResponder

Ola pessoal, estou organizando uma viagem a Paris e encontrei o site City Discovery, que oferece varios passeios na cidade. Alguem aqui ja se utilizou dos servicos dessa empresa? Eh confiavel? Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jessé! Para verificar a reputação de um fornecedor de serviços turísticos, jogue seu nome na internet junto com palavras como problems, complaints.

A Maria Lina do Conexão Paris tem várias indicações em Paris: http://www.conexaoparis.com.br .

Tabata
TabataPermalinkResponder

Olá Bóia!

Estou com uma super dúvida.
Ficarei em Paris 4 dias e não sei se compro o Paris Pass (que vem com outra dúvida, existe um Paris Pass e um Paris Museum Pass, ou é tudo a mesma coisa?), ou se deixo para comprar as entradas na hora, pois tenho 22 anos, e geralmente a maioria dos museus tem entradas mais baratas para menores de 25.

Abraços

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Atenção: Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 23 de novembro.
Cancelar