Rochester Concept, básico moderninho no centro de Buenos Aires

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Rochester Concept, Buenos AiresA primeira experiência de hospedagem de um brasileiro em Buenos Aires normalmente é num três estrelas no Centro (ou, em linguagem imobiliária portenha, o Microcentro). Além da questão do preço, o turista de primeira viagem valoriza (erroneamente, a meu ver) a localização: acha que está mais próximo das chamadas atrações turísticas e também das compras.

Procurando me colocar na pele desse turista, tirei duas noites na minha viagem para me hospedar no Microcentro. Busquei hotéis que tivessem preço compatível com os mais baratos da Recoleta (que é a minha localização preferida). Entre eles, selecionei esse Rochester Concept, por curtir mais a decoração. Lendo as resenhas, que criticavam bastante o tamanho dos quartos standard (que, por sinal, estavam baratíssimos), reservei um apartamento superior, a R$ 132 a primeira noite e R$ 151 a segunda no Hoteis.com (no finzinho de janeiro).

Rochester Concept, Buenos Aires

O hotel funciona num prédio bastante antigo, que foi cenografado com competência. Os móveis moderninhos do saguão e as TVs de tela LCD no quarto dão um ar jovial para o hotel (mas de perto ele acaba entregando a idade).

Resumo:

Hospedagem: duas noites, de quinta a sábado.

Rochester Concept, Buenos AiresRochester Concept, Buenos Aires

Quarto: Escolhi um superior porque os standard têm fama de minúsculos. A diferença deve ser uma ante-sala que não serve para muita coisa (tem só uma bancada e um banco) mas proporciona um respirozinho. O box do chuveiro é muito muito apertado, e a ventoinha da saída do ar condicionado central fica na ante-sala (e não tem força para chegar ao quarto).

Internet: 24 pesos por dia (em Palermo nenhum hotel cobra wifi).

Rochester Concept, Buenos AiresRochester Concept, Buenos Aires

Café da manhã: bonzinho, servido num salão arejado.

Rochester Concept, Buenos Aires

Estrutura: típico três-estrelas: quarto e café da manhã.

Localização: na primeira paralela à calle Florida. Durante a semana, conturbadíssima de dia (ônibus, engarrafamento, calçadas cheias) e morta à noite; no sábado, agradável de dia.

Perrengues. O balcão da recepção é pequeno para atender ao público, sobretudo nas horas de check-in e check-out. O ar condicionado não deu vencimento numa noite especialmente quente de janeiro.

Serviço. Competente. Os funcionários não deixam a peteca cair, mesmo com a pressão dos hóspedes reclamando do tamanho dos quartos.

Impressões finais. Deve ser bem melhor do que ficar num hotel do centro que não tenha sido renovado -- mas eu procuraria um hotel na Recoleta que oferecesse preço equivalente.

Rochester Concept, Buenos Aires

Veja também:

Hotéis de Buenos Aires no Hoteis.com Hoteis.com

Página-guia de Buenos Aires no Viaje na Viagem por Ricardo Freire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire


4 comentários

Rita
RitaPermalinkResponder

Olá Ric!

Em maio de 2010, fiquei hospedada no Rochester Classic por 7 noites, fica na Calle Esmeralda, travessa da Calle Florida, e as impressões foram as mesmas que a sua. Só muda a decoração do hotel. E ainda ouvi comentários de outros hospedes brasileiros que estavam em quartos que davam para a rua que se houve muito barulho dos carros da rua. O ponto negativo que achei foi o check-out, é !as 12h, não existe o late check-out, mas eles guardam as malas enquanto vc passeia e aguarda o horário do vôo. A tripulação da Gol fica hospedada neste hotel.

Aproveitando, muitas pessoas indicam com uma opção boa e barata para comer em BA o restaurante Broccollino (que é uma cantina) fica na mesma rua do hotel (Calle Esmetalda), eu não recomendo, eles atendem muito mal os brasileiros e achei o lugar meio sujo. Quem não quiser gastar muito com alimentação ali no centro pode optar por comer no ILL Gatto, na praça de alimentação da Galeria Pacifico na Calle Córdoba, o que não falta lá é opções de restaurante. Esem dúvida vale muito apena ir ao Café Tortoni e ao Hard Rock Café.

Carine
CarinePermalinkResponder

Fiquei neste hotel logo que foi remodelado e não tive uma boa noite de sono. Realmente o hotel é muito bonito, mas a acústica é péssima. Se ouve TUDO que acontece no quarto ao lado... a janela não veda o barulho externo, parece que os carros estão passando do lado da cama!!!

Nivea Atallah
Nivea AtallahPermalinkResponder

Fui em dezembro do ano passado e não dormi direito. O ar condicionado é coletivo, se uma pessoa do andar pede pra desligar todo mundo fica sem. Surreal.

paula sampaio
paula sampaioPermalinkResponder

Estive hospedada neste hotel 04 dias, 21/11/2013 á 26/11/2013 e simplesmente adorei. O ar condicionado é perfeito, o café da manhã muito bom e a recepção maravilhosa. Fiquei muito contente com as instalações. Parabéns aos administradores.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar