China: as dicas dos leitores

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Xangai, China

Os queridos Mirella e Kiko do Mikix, que estão morando em Brisbane, na Austrália, estavam com uma escapada marcada para o Japão. Nesse momento de incertezas quanto à real extensão da contaminação radioativa, porém, resolveram mudar os planos, e estão indo para a China.

E pedem opiniões e sugestões:

Nosso roteiro será : Pequim, Xi’An e Xangai. Teremos 11 dias inteiros, que dividirei 5 + 2 + 4 respectivamente (pitacos são aceitos aqui também) eheheh…

Pesquisei o seguinte até o momento sobre os hotéis (nosso orçamento é US150 – US220 por dia):

- Pequim: Hotel G – a preocupação aqui é o barulho!!!

- Muralha: estou empolgada em fazer o passeio Jiankou to Mutianyu Great Wall Walk com o Beijing Hikers… alguma dica contra?

- Xi’An: acabei reservando o flat Citadines: super review no TripAdvisor e preço quase inacreditável.

- Xangai: estou vendo as dicas da Tofu na China… mas ainda estou em dúvida sobre a localização.

Sei que está tudo desparceirado, mas como o tempo está curtíssimo para organizar essa viagem, ajudas são mais que bem-vindas!!!

A Tati Akamime, do Por aí, já respondeu com um link para o seu post de planejamento para Xi'an, e sugerindo que em Xangai os Mikix fiquem no bairro French Concession.

E você? Tem dicas de Pequim, Muralha da China, Xi'an e Xangai pra Mirella? Contaí, pufavô!

123 comentários

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

A Rachel Verano já deu dicas sobre hospedagem em Pequim:

- http://viajeaqui.abril.com.br/blog/viajar-bem-barato/china-onde-ficar-em-pequim/

Sobre a Grande Muralha eu tenho isso aqui arquivado:

- http://amnasianow.wordpress.com/2009/08/31/em-cima-da-muralha/

- http://travelzine.blogspot.com/2010/09/visitando-muralha-da-china-trem-ou.html

Além desses comentários do próprio VnV:

- https://www.viajenaviagem.com/e/asia-a-z/comment-page-2/#comment-115095

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Valeu PêEsse,
Já dei uma virada em todos os links. Obrigada!
Pretendo depois colocar todos os achados no blog, mas sobre a Muralha, a melhor fonte que encontrei até o momento foi essa aqui: http://www.greatwallforum.com/

henrique
henriquePermalinkResponder

em shanghai, eu fiquei no Astor Hotel (ou Richard's Hotel), dica do Riq ( http://www.pujianghotel.com/ ). fica super bem localizado, barato (com cheiro... histórico, mas nada ruim) e perto do Pudong, do metrô e das compras ali no Bund.
dá para andar de metrô para todo lugar, os táxis são baratos (e têm tarifa fixa até certa distância) e não perca o túnel psicodélico que leva do bund ao pudong. compre chá nas lojinhas na beira do rio (o de "flor" é lindo), e se aventure na zona dos eletrônicos (fica fora da área central, cheia de shoppings onde os chineses olham pra vc com aquela cara "turista, aqui não é teu lugar!" smile
e reserve uma noite pra jantar nos restaurantes do Bund - são chiques e incrivelmente baratos pro nosso bolso.
vá ao Zôo ver os red pandas e os pandas de verdade e se perca no shopping do Pudong, gigantesco e com a maior Toys'r'Us que já vi

Janaína Silveira

Olá, pessoal. A localização do hotel G é tudo, o hotel é tudo e lá dentro é silencioso. Em Shanghai, gosto da French Concession e do Bund também, principalmente se você conseguir ficar à beira do Rio Huangpu, a vista do skyline ao escurecer é fantástica. Eu moro em Beijing desde 2007, amo a cidade, chego lá sexta e posso dar várias dicas. Há poucos dias, fiz um texto pro blog Inquietos justamente sobre turismo. Tem uma matéria minha publicada na Viagem sobre Shanghai ( http://origin.viajeaqui.abril.com.br/vt/materias/vt_materia_556561.shtml ) e uma sobre Beijing na Trendlinemag ( http://www.trendlinemag.com.br/?p=1292 ). Não consigo linkar direto para as páginas, mas a matéria sobre a capital chinesa está entre as páginas 28 e 31. Tou sempre super à disposição para dicas chinesas. wink Beijos e super boa viagem.

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Oi Jan,
Sem querer abusar... será que você já ouviu falar do hotel "Donghu Garden Hotel"(No. 70 Donghu Road, Xuhui District, Xuhui
Shanghai, 200031). Vi revisões interessantes no Tripadvisor, mas estou com um pulga atrás da orelha (risos!).
Com certeza gostaria muito de dicas, especialmente de restaurantes, melhores horários para ir nas atrações e como sair fora das roubadas smile
Mas vamos nos falando! Estou tentando aproveitar o final de semana para definiri melhor o roteiro e o que fazer em cada dia!
smile

Janaína Silveira

E lembrei que escrevi sobre um passeio com o Beijing Hikers, que, sim, é uma empresa bem bacana. http://www.janajan.com/2010/10/flor-amarela/

Maíra
MaíraPermalinkResponder

Indicar o blog da irmã não tá valendo não? :-p
http://mairinhanomundodalua.wordpress.com/category/china/
Gente, a Jana tem dicas de lugar pra comer bem boas e bem ruins também, hehehe, brincadeirinha!

Leticia
LeticiaPermalinkResponder

Oi !
Meu nome é Leticia e moro em Shanghai há pouco mais de 01 ano...

Ficar na French Concession é uma boa (área com ótimos restaurantes e lojinhas legais) ou mesmo aqui em Xintiandi (região onde moro). O taxi aqui é barato, os motoristas amigáveis e com o endereço escrito em chinês - saindo de qqr um desses lugares acima - vc chega em qqr lugar de Shanghai em menos de meia hora pois a cidade não é tão espalhada qto Beijing, nem o trânsito tão pesado...

Se quiserem qqr outra informação, dica de restaurante, de passeio ou se tiverem alguma dúvida e quiserem saber se algo ´uma roubada.. podem me mandar um e-mail : levega@gmail

ricardo
ricardoPermalinkResponder

concordo com o comentario acima: em Xangai é legal ficar próxima a área que era concessão francesa, apesar de nao existir mais essas divisoes, a cidade ainda é conhecida como tal. Esta área é a mais nobre, digamos, com restaurantes, lojas e atrações bacanas. Fiquei hospedado em Pudong, o centro financeiro, que é um espetáculo, mas se voltasse escolheria esta outra regiao.
Shanghai Tang café em Xintiandi, area central, é uma atração a parte pra uma refeição que explora os 5 sentidos. (Shanghai Tang é uma marca de roupas famosa e espetacular).
Quando visitar Pudong, onde está a torre de tv, hj simbolo de Xangai, (e vale a visita com alguns dos predios mais altos do mundo, fiquei hospedado no 90andar de um deles, que podem ser visitados para uma visao da cidade) se aventure no HunagPu River Ferry, vendo os dois lados de Xangai.
Quando visitar o Bund, e claro que vais visitar, recomendo um jantar no Mr. e Mrs. Bund, com uma vista e cozinha espetacular, preços chineses e depois mais um drink e uma balada no Bar Rouge, ali mesmo no Bund. Nesta area vale conhecer o Rockbund Art Museum, de arte moderna chinesa.
Para restaurentes típicos que os locais adoram, vá até a Yunnan Road, na Old Town, centenas de restaurantes.

Filipe
FilipePermalinkResponder

Posso dar algumas dicas de Xangai. Primeiro leve em conta que os táxis são extremamente baratos e o metro vai a todos os lugares que voce vai querer ir. Assim eu aconselho ficar em algum hotel perto da linha 2 do metro, que é a mais turística. A linha dois começa na linha do maglev, atravessa Pudong ( a parte nova ), passa pelo century park, museu oriental, atravessa o rio, passa pelo bund, passa pela people square,yu yu garden, xiantindi e por ai vai. Então estando perto da linha verde vc. não precisa de mais nada para se locomover. Entretanto caso não ache um bom hotel perto dela não se preocupe. Literalmente os táxis em Xangai são os mais baratos do mundo. (pelo menos no meu mundo). Vc. vai do centro ao aeroporto, coisa em torno de 45 km, por R$ 40,00. Dentro da cidade é difícil corridas que custem mais de R$ 15,00. E vc. aproveita e vai vendo a cidade, pois seja a parte nova ou a antiga é muito mais bonita do que vc. espera. A comida é barata, a bebida não, mas não se esqueça que em Xangai quase tudo é HOT. (apimentado sem perdão). Não deixe de ir ao templo do buda de jade, é um templo de verdade aonde os chineses vão para orar, no final da tarde realiza-se uma cerimonia muito bonita. A estátua do buda de jade é realmente o buda mais bonito que já vi. Xiantindi é o melhor lugar para se comer ( preços idem ). Mas para provar a culinária local qualquer esquina vc. come bem e barato (lembre-se do hot). São 2 aeroportos internacionais, hong qiao e pudong, caso chegue ou saia pelo último, utilize o maglev como transporte, da estação ao aeroporto em 8 min!!! a inacreditáveis 433 km/h!!!!. Ele é o preço do táxi normal mas vale como experiência. Estando com o orçamento mais folgado, o bund é O esquema em Xangai, prédios históricos com boates e restaurantes incríveis ( preços idem). Yuyu garden é aquela farofa turística impossível de não ir.
Espero te ajudado! Abraços e boa viagem.

Isabel O., Portugal

Eu não vou sugerir, mas tenho que comentar:
Há algum sítio onde não tenham ido? Isto é que é gente viajada.
Qualquer perguntinha, há sempre uns tripulantes...

Não é boa ideia mudar-me para o Brasil, com ordenado de professora, pois não?... Bem me parecia.

Estou tão cansada de ouvir a palavra "crise" na imprensa escrita e televisiva que só me apetece fugir.

PS Bóia - Depois pode apagar, para o tema ficar "limpinho".

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalinkResponder

Isabel,
Nós somos muuuuuuitos e brasileiro tem muita curiosidade.
Fique aí mesmo porque as crises são cíclicas, para todos.
Vai pasasr. Abraços

Eunice
EunicePermalinkResponder

Isabel. Infelizmente, em geral, os professores são mal remunerados por aqui. Há algumas exceções: professores do 3° ano do EM de escolas privadas caras e professores universitários de escolas públicas, que possuem alta titulação ( livres docente e titulares ) com dedicação exclusiva e bolsas de pesquisa. Há uma escassez imensa de professores de Português, qualificados, em todos os níveis.

Eunice
EunicePermalinkResponder

Isabel. Infelizmente, em geral, os professores são mal remunerados por aqui. Há algumas exceções: professores do 3° ano do EM de escolas particulares de alto padrão ( o correspondente ao 12° ano ) e professores universitários de universidades públicas nos mais altos graus ( livres docentes e titulares, com dedicação exclusiva ). Esses nichos oferecem salários competitivos. Há uma escassez imensa de professores de Português com qualificação adequada para todos os níveis.

Maryanne
MaryannePermalinkResponder

Esse passeio de bicicleta parece muito legal, mas vcs tem que estar em otima forma. Andei por um pedaço da muralha, e aquilo é uma pirambeira só.
Meu maior conselho, leve muitas barrinhas de cereal, pois a comida é intragavel, pedri 3k em 1 semana.
Tb prepare as maos e papel, pois em Pequim é dificil encontrar quem fale ou entenda ingles, e qdo els falam, nos nao entendemos. É muito legal, mas nao é uma viagem facil.

Janaína Silveira

Acho a comida um lance bem pessoal. Tem muita coisa boa. Pato a pequim, a versão chinesa do gyosa (por sinal, prato chinês que em chinês chama-se jiaozi) e comidas regionais da China, em especial destaque para a culinária de Yunnan. Claro que, em geral, a quantidade de pimenta nos assusta. Mas uma recomendação pode ser valiosa: bu lada. Significa sem pimenta. Vale acrescentar o "bu lada" na hora de fazer o pedido.

sobre o inglês, é complicado mesmo. Mas em hotéis e restaurantes dos bairros mais turísticos há staff que fala. E essa é outra vantagem de viajar com empresas como o Beijing Hikers, se a ideia é não passar trabalho. Eles cuidam de tudo, os guias falam em inglês e você só tem o trabalho de pegar um táxi até o ponto de encontro e depois, do ponto de encontro, até o hotel.

Ângela
ÂngelaPermalinkResponder

Veja o blog da Denise Arcoverde.

http://sindromedeestocolmo.com/category/viagens/asia/china/pequim/
http://sindromedeestocolmo.com/category/viagens/asia/china/xangai/

Tem dicas legais de Pequim e Xangai.

Boa viagem.
Ângela

Carlos Henrique Loyo

Oi Mirella.

Acho que vale a pena dar uma olhadinha no site ( http://lunachina.blog.uol.com.br/ ). Lúcia Anderson é uma brasileira que foi trabalhar lá em Pequim em 2008, se apaixonou pela China e mora por lá até hoje. Agora está fazendo mestrado em uma universidade de Pequim. Ela já viajou por vários lugares da Ásia e por muitas cidades da China.

Pelo que leio no blog, ela é bem acessível, da dicas para quem precisa de ajuda, como o seu caso, e pode dar informações importantes de como se locomover, dicas de restaurantes e roteiros interessantes, ou seja, tudo que um viajante precisa.

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Riq, obrigada por mandar a pergunta!!!
Gente, super obrigada pelas dicas!!!
Dei uma passada rápida por tudo, mais tarde vou entrar nos detalhes!!! (Aqui na Australia está na hora de ir trabalhar e vocês escreveram enquanto eu estava dormindo ... risos!).
Volto daqui a pouco para interagir e fazer mais perguntas smile
Quem tiver mais dicas, manda pra gente!
Valeu!!!

Vinicius
ViniciusPermalinkResponder

Mirella aqui vao algumas dicas....

A china é o paraíso dos hotés de design talvez o Hotel G seja um dos melhores exemplos disso....Leve em conta que apesar de o hotel ser bem legal e ficar num bairro muito bom, fica um pouco fora das atrações turísticas e vc vai depender bastante de taxis (e o transito em pequim não eh dos melhores).....

Eu fiquei em um novotel - xin qiao se nao me engano- proximo a praca da paz celestial/templo do céu e estacao beijing e com uma estacao de metro em frente dele....o hotel em si nao era dos melhores mas a localizacao compensou muito!

Muralha: acabei indo (por questao de tempo) na regiao mais visitada e restaurada da muralha....fugi das tours e fui de onibus local no primeiro horario da manha..tivemos a muralha soh para nos por umas 2 horas (as tours soh chegaram no meio da manha) e foi maravilhoso....

Shanghai: se pudesse eu faria pelo menos um bate e volta a hangzhou ou suzhou (estas cidades sao maravilhosas!!!!) e vc chega nelas de trem em cerca de 1 hora. o metro em shanghai eh caro e um pouco confuso..talvez seja melhor usar mais taxi lah....se puder jante (ou brunch) no M on the Bund..um dos melhores restaurantes do mundo e com uma bela vista ainda por cima.....

Xian: eh uma cidade muito mais interessante do que soh os guerreiros de terracota e o templo big wild goose...visite tb as drum e bell tower e o quarteirao muculmano/uigur da cidade que sao muito interessantes e uma rua de comercio perto do portao sul da cidade murada (alias andar de bicicleta por cima dos muros tb eh imperdivel!)...perto deste portao tb fica um dos hostels mais legais que eu jah vi pelo mundo, todo em estilo chines....
O mesmo da muralha vale para os guerreiros: chegue cedo!!!

Anote tudo..eu disse TUDO..em mandarim..ou peça para alguem o fazer...mesmo nas cidades grandes é dificil alguem falar ingles e as coisas nem sempre são faceis de achar...

Dois sites que eu acho muito bons:

http://www.cnngo.com
http://www.exploreshanghai.com/

espero que tenha ajudado

vinicius

Filipe
FilipePermalinkResponder

Só complementando. Realmente é importante ter os endereços anotados em mandarim. Mesmo em Shanghai, se vc. não tiver o endereço em mandarim o taxista não entende nada. Nada mesmo. Nem o nome do hotel, por exemplo, tem a placa escrito Ibis de todo o tamanho, se não estiver em mandarim, não adianta. Mas não se preocupe. Em todos os hotéis eles já tem uns cartões com os nomes das principais atrações em mandarim. E se vc. for a algum lugar diferente, é só pedir na recepção que eles escrevem. Abraços e boa viagem.

Oscar | MauOscar.com

Oi Mirella.. Você já deve ter visto os nossos Posts de nossa passagem por Shanghai né?

De qualquer forma vou aproveitar para divulgar eles aqui para ajudar outras pessoas que estejam indo para lá:
http://mauoscar.com/2008/11/19/xangai/
http://mauoscar.com/2008/12/08/hsbc-champions-xangai/
http://mauoscar.com/2008/11/18/china_eastern_airlines/

Para complementar:
Como todo mundo falou, leve sempre o cartão do hotel com o nome escrito em Madarin e das atrações que pretende visitar.. O Concierge dos hotéis tem isso preparado.

Não deixe de visitar:

The Bund - A antiga Wall Street asiática antes da revolução cultural

Pudong - Centro financeiro moderno da cidade onde se localiza a Pearl Tower e o Jin Mao Tower (Maior edifício da China)

Shanghai Museum - Uma das maiores e melhores coleções de arte na China Continental

Yu Garden e Bazaar - Um dos jardins chineses mais antigos do mundo, com várias casas de chá e comércio.. A arquitetura do local é bem peculiar, infelizmente dificil de fotografar, está sempre abarrotado de gente

Xintiandi e French Concession - Repleta de opções gastronomicas, Cafés e botiques com arquitetura extremamente charmosa.

Para Comer:

Como de costume o Din Tai Fung e o Crystal Jade, ambos em Xintiandi, Lane 123, Xingye Road..

Ahh se estiver cansada de comida chinesa tem uma churrascaria Brasileira chamada Latina em Xintiandi grin

Precisando mais alguma coisa de um alô grin

Tati Akamine
Tati AkaminePermalinkResponder

As dicas do MauOscar estão ótimas! Se bater uma saudade de comida ocidental, já que você vai ficar vários dias na China, tem o Elements Fresh, carinho pra padrões chineses (mas aceitável pra brasileiros). Tem em vários lugares da cidade, eu gosto de ir o que fica no Portman Plaza, na Nanjing Lu. Lá também tem um show de acrobatas famosos, que também nunca fui smile

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Finalmente consegui fechar (mais ou menos) meu roteiro para os dias em Beijing/Pequim... qualquer pitaco (positivo ou negativo) é mais que bem-vindo:

Dia 1: Parque Jing Shan, Cidade Proibida (Forbidden city), Praça Celestial (Tian'an Men Sq) - mausoleu do mao (até 16hs), cerimonia de recolher a bandeira

Dia 2: Passeio Yuyuantan Park para pegar o barco (no Bayi Lake) para o Summer Palace, Estadio Olimpico e afins - jantar Duck de Chine (fazer reserva com antecedência)

Dia 3: Trilha pela Muralha da China (Jiankou - Mutianyu)

Dia 4: Templo da Paz (Temple of Heaven/ Tiantan) bem cedo, Hong Qiao Market, CCTV Headquaters Building, Yashow Market (Yaxiu) - jantar no bairro Sanlitun

Dia 5: Guanyuan Market, Caminhada pelo Hou Hai (Hutongs) até o Drum Tower, Templo da Paz, Tea House, conhecer alguma casa de chá, Opera House show

Dia 6: (meio/dia) Café da manhã no distrito 798, Lama Temple ou Beihai Park … (Translado Pequim - Xi'An)

Dia 7: Xi'An (Terracotta Warriors + passeio pela muralha de Xi'An(dica alugar bike))

Dia 8: Translado Xi'An - Xangai ... Passeio Xi'An a tardezinha (French Quarter e Bund)

Dia 9: Xangai (a definir)

Dia 10: Xangai (a definir)

Dia 11: Xangai (a definir)

Dia 12: Tranlado com paradinha em Cingapura... conhecer o novo cassino! smile

Dicas de restaurantes, roteiro, lugares imperdíveis, furadas e tudo que você puder me ajudar, eu já deixo aqui meu super obrigada!!!! Valeu turma!

PS: e como disse a Carlinha, prometo depois contar tudo que aprendi pra vocês smile

Tati Akamine
Tati AkaminePermalinkResponder

Mikix, o passeio na muralha de Xi'an alugando uma bike (eu aluguei aquelas Tandem, bicicleta pra duas pessoas uma atrás da outra) é totalmente obrigatório smile
Depois venho dar mais pitacos aqui! Beijo!

viagem afora
viagem aforaPermalinkResponder

Estamos partindo hoje para Hong Kong e depois Sul da China. Alguém tem alguma dica do Tibet e dica de alguma agência na China para fazer o Tibet? Obrigado
Antonio & Ellen

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Estou acompanhando esta super volta ao mundo de vcs !
O Lonely Planet indica para o Tibet : Shangrila Tours ( http://www.shangrilatours.com ), Shigatse Travels ( http://www.shigatsetravels.com ), Visit Tibet Travel and Tours ( http://www.visittibet.com ) and Nepali-based Roger Pfister ( http://www.snowjewel.com ), the latter for trips to Mt Kailash.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Aqui tem mais info sb como chegar ao Tibet http://www.lonelyplanet.com/china/tibet/transport/getting-around#252460

Tati Akamine
Tati AkaminePermalinkResponder

Vou deixar mais uns pitacos que são bem turísticos/famosos em Beijing: visitar Hutongs e comer escorpião. Nunca fiz os dois mas todo mundo me pergunta. As comidas bizarras na China são só pra turistas laowais (estrangeiros) e ficam em uma rua famosa, Wang Fu Jing. ( http://en.wikipedia.org/wiki/Wangfujing )

Tati Akamine
Tati AkaminePermalinkResponder

Ah, Mirella, falando em comida, pra comer os dumplings (lembra do Kung-fu panda?) tem um restaurante em Xangai chamado Din Tai Fung (en.wikipedia.org/wiki/Din_Tai_Fung). Ele já esteve na lista dos 10 melhores restaurantes segundo o NY Times. Não é caro, é delicioso e tem em vários locais por onde acho que você vai passar: na Nanjing lu oeste, Nanjing xi lu, e um em Xin Tian Di, dentro do shopping.

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Anotadíssimo tudo... brigadu!!!

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Pessoal, acabei de descobrir que o blog "Viajar Pelo Mundo" também tem dicas da China... vou deixar aqui o link http://www.viajarpelomundo.com/search/label/China

Tati Akamine
Tati AkaminePermalinkResponder

Revivi mais um post pra Mikix, sobre Qibao, a "Veneza" próxima a Xangai:
http://www.madeinchina-blog.com/2010/10/15/veneza-em-xangai/

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Riq e pessoal,
A China é excepcional... estamos ADORANDO nosso passeio por aqui.
Já passamos por Pequim e Xian, e agora estamos desbravando Xangai.
Pequim impressiona com toda sua história, a cidade proibida é enorme e linda, a praça celestial (até parece celestial mesmo eheheeh)... o palacio de verão é perfeito e tantas outras coisas. Até a opera de pequin eu gostei! (e olha que não é mole não... pois aquele miado cantado cansa um pouco, mas o colorido e a delicadeza deixa a gente fascinado! Será que isso vai ser o futuro da Brodway smile ).
Xian deixou um pouco a desejar... muito turistica, sabe?! O museu de Terracota é bem bacana, mas falta ficar pertinho dos guerreiros, só ve-los de longe deixa a gente chateado. O passeio de bicicleta pela muralha de Xian é uma delicia...
Xangai, já está deixando uma belíssima impressão nesse meio dia que passamos por aqui, e olha que só vimos um pouquinho da French Concession e Xitiandi... amanhã será dia do deslumbramento com os bairros Bund e Pudong! Depois vou contar tudo com calma.
Mas deixo aqui registrado que esse "comunismo chines" está dando muito certo mesmo (palavras do Kiko)... o país está bombando!
Só passei por aqui para agradecer de coração todos que deixaram dicas para que minha viagem ficasse ainda mais especial!
Beijo made in china para todos!

Cláudio
CláudioPermalinkResponder

Olá Amigos viajantes !:

Estou planejando uma viagem para Russia e China em setembro, com minha esposa e estes comentários estão me ajudando muito a começar meu planejamento.

Gostaria de algumas opiniões de vocês :

a) Quantos dias consideram razoáveis , em cada cidade ,para se aproveitar : Pequim , Xian e Xangai ?
Obvio que isso depende do roteiro e visitas a se fazer, mas na opinião de vocês, se tivessem fazendo agora uma programação, quanto dias ficariam em cada cidade?

b) Fora estas 3 cidades, consideram que há algo imperdível nas cercanias e que deveríamos fazer um esforço para visitar ?

c) Ouvi falar das 3 gargantas, como uma grande atração, o qua acham ?

d) Tenho milhagem para a Europa e então vou usar para ir para a Russia,onde estou pensando em visitar Moscou e St Petesburgo de lá penso em pegar um voo para a China. Alguma dica em relação à isso ? Como terei que voltar para a Russia em função da milhagem, alguma dica de trajeto melhor entre Russia-China-Russia ?

e) Aproveitando : quanto dias consideram razoavel para Moscou e São Petesburgo?

Desde já agradeço muito aos amigos deste excelente Blog.

Conheço alguns lugares e vou tentar também dar minhas opiniões por aqui.Ano passado estive na Turquia e Alemanha e vou ver se entro lá para dar meus pitacos....

Um grande abraço,
Cláudio.

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Eu só posso falar da China, acabei de voltar de Pequim, Xian e Xangai e fiz o seguinte:
5 dias em Pequim, 1 dia inteiro em Xian (os translados de avião eu fiz um dia antes e um dia depois) e 3 em Xangai. Outros dois dias foram usados para translado a Xian e meio dia eu aproveitei nas cidades de Pequim e Xangai... deu para entender? smile
(esse meu comentário explica melhor o roteiro: https://www.viajenaviagem.com/2011/04/china-pra-mirella/comment-page-1/#comment-127536 ).
Pequim tem mais coisas para se fazer que Xangai, mas se quiser fazer dois dias de passeio pelos lagos e canais das cidades vizinhas de Xangai, é melhor reservar mais dias. Pra ser sincera, eu visitei Suzhou e não gostei... estava imaginando a calmaria na terra e nunca vi tanta gente junta em um jardim... sei lá! Mas a experiência de ter usado o trem bala foi bacana wink
Comecei a escrever sobre nossa viagen nesse link aqui: http://mikix.com/?cat=128 , mas sou meio demorada e um dia eu chego lá!
Pequim eu ADOREI e 5 dias e meio dá para fazer tudo com calma e sem correria... Xian deixou um pouquinho a desejar, mas não perca o passeio de bicicleta sob o muro da cidade e chegue CEDO no Terracota, 8h30am já estavamos comprando nossoa ingressos e foi a melhor coisa que fizemos, depois aquilo fica lotado... Xangai é super moderna e ocidentalizada.
Para ir a Xian tem a opção do trem noturno e avião. Nós optamos pelo avião... mas fica aí a dica se estiver querendo economizar.
Precisando de qualquer coisa, estou por aí.

Miriam
MiriamPermalinkResponder

Claudio,

Acabo de chegar de viagem à Tailandia e China. Na China fiquei 22 dias e fui à varias cidades todas de aviao. Sinceramente, trechos que der para ir de trem se viavel eu escolheria esta opcao. O unico voo que saiu no horario foi Guangzhou-Pequim, todos os outros atrasaram de uma hora a uma hora e meia. E me disseram que os atrasos sao normais!!!
Somando o tempo para fazer check out, deslocamento ate o aeroporto que nunca e inferior a uma hora, tempo que tem que chegar antes do voo, tempo que perde apos mais chegada no novo hotel, vai-se o dia todo. Com o trem vc economizara um tempo precioso.
Eu adorei Xian e ficaria dois dias inteiros por la. Se vcs gostam de massagem, fizemos uma massagem la maravilhosa, a melhor de toda a viagem. Denominada foot massage, abrange bracos, pernas, pes, costas e rosto, e deliciosa e vc sai de la novinho. Eu gostei tanto que pedi o cartao deles, so que esta quase tudo em chines. Chama-se Caijizuyu - Caiji Lavipeditum Centre e tem dois numeros no cartao 87621188 e 13991326977 acho que um deve ser o telefone ahahah.

Fomos para Chengdu e adoramos a cidade, onde entre outros visitamos o Centro de Reproducao dos Pandas e assistimos a um showzinho local a Ópera de Sichuan (que não é ópera).

Eu vi que vc vai de milhas. Mas gostaria de deixar registrado que seguindo dicas do pessoal aqui do VnV fui de Emirates e amei. O aviao e bem confortavel e contribui para nao chegar tao cansado. Tem ate chuveiro no aeroporto em Dubai e muita gente toma uma ducha! Daí, para aproveitar, fiquei tres dias na volta em hotel na Marina e foi demais. Mar lindo e delicioso, agua transparente, ótima temperatura, comida deliciosa, achei que fechamos a viagem com chave de ouro, afinal, gostamos de uma praia né?

Tati Akamine
Tati AkaminePermalinkResponder

Cláudio, eu acho que o que a Mirella fez foi um roteiro com boa distribuição do tempo: 5 dias em Pequim, 1 em Xi'an, 3 em Xangai. Se tiver mais tempo / dinheiro, dá pra ficar mais dias em qualquer uma dessas cidades. Eu escolheria ficar mais dias primeiro em Xangai, pra poder visitar alguma cidade vizinha como Hangzhou ou Suzhou, ou mesmo ir a Qibao, que ainda é dentro de Xangai. Em Xi'an, quando eu fui, fiquei 4 noites e achei que foi de bom tamanho, deu pra ver outras escavações arqueológicas mais antigas e mais novas além dos guerreiros famosos, mas pra ver os guerreiros de Terracotta e andar de bicicleta na muralha é suficiente (e andar de Tandem, bicicleta pra 2 na muralha é imperdível pra um casal). Beijing é a cidade que menos conheço (só fui uma vez, 3 noites), mas lá é cheio de lugares famosos que dispensam apresentação.
Eu ainda não fui ver as 3 gargantas, mas tenho vontade de fazer um cruzeiro pelo rio Yangzé (e acho que é uma maneira mais fácil de achar serviços em inglês e comida ocidental). Já li muitos comentários dizendo que lá é um lugar mais valorizado do que deveria, mas como ainda não fui, não posso afirmar nada.
Fora isso, o passeio pela China costuma incluir Hong Kong (mas se for fazer no meio do percurso e reentrar na China precisa de visto de mais de 1 entrada). Eu gosto mais de Macau do que de Hong Kong, na verdade, e acho muito interessante pra quem é brasileiro (ou qualquer outro lugar falante de português) dar uma passadinha lá.
As viagens entre as cidades eu faria de avião porque são bem distantes. Se for entre cidades próximas, como Xangai a Suzhou/Hangzhou o trem é ótimo, mas uma viagem noturna de Pequim a Xangai numa soft bed é quase o mesmo preço e vc ainda vai ter que dividir a cabine com mais 2 estranhos (as cabines são todas pra 4 pessoas). Pra ver como são os trens na China: http://www.seat61.com, lá tem onde achar os horários, durações e preços dos trens internos na China, acho que lá até tem relatos do trecho Rússia-China via transiberiana.
Pra comprar as passagens de avião internas na China eu procuro no http://english.ctrip.com. Em geral tem voos da China Eastern ou China Southern, só evitaria a Hainan Airlines porque ela teve uns escândalos com piloto voando com menos horas de voo do que o requerido pela lei.
A viagem do Brasil para a China de avião é extremamente cansativa (a não ser que você não vá de econômica), fora isso você vai ter que se adaptar ao fuso que é de 10h-11h de diferença. Eu gosto de parar no meio do caminho e descansar 1 ou 2 dias, acho que na Rússia seria ótimo. Eu faria o passeio completo da Rússia na ida, mas deixaria 1 ou 2 dias lá na volta também, pra visitar alguma coisa que ficou faltando, revisitar algum lugar bom e descansar. O caminho da China para o Brasil é menos cansativo do que o Brasil-China porque você viaja ganhando horas no fuso (pelo menos me sinto assim toda vez).
Se precisar de alguma outra dica, deixa um comentário por aqui!
P.S. Beijo, Miriam, que bom que você gostou das dicas!

Roberto Hoffmann

Cláudio, em 2010 eu fiz a Transiberiana (de St. Petersburgo até Pequim) em cerca de 45 dias. Só posso dizer uma coisa para quem pergunta quanto tempo aqui ou acolá: sempre faltará tempo.
Mas, para mim, o mínimo dos mínimos são 7 dias em Pequim, 5 dias em Moscou e 4 em St. Pet.
Outra coisa: o turismo na Rússia não é aquela barbada da Europa. Alguém que fale inglês é raro (alemão as vezes funciona melhor!) até mesmo em metrópoles como Moscou ou S. Pet. Tu vais achar que todos eles estão sempre te xingando, mas depois notarás que isso é com tudo mundo. hehehe... Mas, claro que vale a pena!
Dá uma olhada no site http://www.waytorussia.net pra ter dicas da sobre a Rússia.

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Mirella e Roberto, muito obrigado pelas dicas.

Mirella,pode me ajudar masi um pouco ?
Por qual cia aérea vocÊ foi para Xian ? Quanto tempo de vôo e custo ?
Ainda não tive tempo de pesquisar mas deve ser possível ir de trem, não ? Será que vale à pena ( em termos de custo e de visual) ?
Vi algumas dúvidas suas em relação a hotéis... gostou dos que ficou ?
Em termos de localização mudou de idéia em relação aos melhores lugares para se hospedar?

Roberto, pelo menos no hotel, conseguiu se comunicar em inglês com facilidade ? Tive uma experiência em Budapeste não muito boa : a atendente do hotel falava um inglês péssimo e era de uma antipatia enorme , dificultando bastante o atendimento. Passou po isso lá ?
Recomenda hotéis ou localização em Moscou e St. Pet.?

Desde já agradeço muito a ambos.
Um grande abraço,
Cláudio.

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Claudio,
Para Xian fomos de Air China e pagamos aproximadamente AUD$365 por pessoa. Air China faz parte da Star Alliance, dessa forma não confunda com a China Airlines, ok? smile
Pelo que li, as pessoas que vão de tre optam pelo horário noturno, para ganhar tempo e não gastar com uma noite extra de hotel. Então paisagem e vista acho que não estaria no seu itinerario. Mas pesquise melhor no tripavisor, tem baste dicas por lá. Pra mim não funcionaria passar a noite no trem e no mesmo dias fazer Terracota + cidade + dormir e depois no outro dia pegar um voo para Xangai smile ... como nosso orçamento estava "tranquilo" optamos pelo luxo de ir de avião.
Quanto aos hoteis, gostei de todos. O Hotel G em Pequim é sensacional, o Citadines em Xia é ok e meio sem carater (mas pelo preço ... valeu!) e em Xangai fiquei no Donghu e gostei (mas peguei um dos quartos com mobilia coloniais - deluxe com varandah).
O HOtel G realmente não é ali no buxixo, mas isso não me incomodou, taxi é barato e metro ficava a uns 7 quarteirões. Eu não trocaria e se um dia voltar a Pequim ficarei lá novamente.
O Citadines tem uma ótima localização. E o Donghu em Xangai fica na French Concession, eu gostei muito, mas acho que tentaria numa outra ocasião ficar no bairro Xiatiandi.

CLAUDIO
CLAUDIOPermalinkResponder

Obrigado mais uma vez a todos !

Miriam, na verdade vou de milhagem apenas até a Rússia pois minha milhagem só dá até a Europa. Vou então comprar passagem de vôo da Rússia para a China. Aliás, já estou naquele stress de tentar as passagens por milha smiles. Ano passado fui para a Turquia e Alemanha e tinha milhas, mas não consegui usar por falta de vagas em datas compatíveis. Espero que agora consiga. O problema do trem normalmente é carregar a bagagem. Já passei uns sufocos na Europa por conta disso : trem cheio e com pouco espaço para bagagens.Ao mesmo tempo já fiz viagens super agradáveis, onde comemorei a escolha pelo trem.Alguém sabe sobre como é isso nos trens lá e na Rússia também ?

Mais uma vez , obrigado !

Miriam
MiriamPermalinkResponder

Eu sugiro que voce pergunte para a Tati Akamine ela me deu ótimas dicas. Saiba que os voos internos da China só permitem despachar uma mala de vinte quilos, passou tem que pagar excesso de bagagem e é caro. Eu fiz um trecho que passou tres quilos e me obrigaram pagar, pedimos para relevar mas o cara não quis saber. Sugiro que voce considere a possibilidade de fazer China por excursão contratada no Brasil. O trecho Pequim-Xian-Shangai eu fiz desta forma e foi bem proveitoso. Excelentes hotéis 5 estrelas, ótimas guias que além das informações turisticas foram narrando diversos aspectos do modo de vida deles, forma de pensamento, costumes, etc, e despacham as nossas malas sem que paguemos os excessos de peso!!!

Casal Mikix – em Brisbane, Australia » Blog Archive » Enfim China… nosso roteiro (incluindo Singapore Airlines e a Air China)

[...] e aproveitamos muuuuuito… A ajudinha do perguntódromo do Riq Freire também foi providencial (leia aqui, aliás gostaria de deixar um agradecimento especial a Letícia, leitora do VnV, que mora em Xangai [...]

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Pessoal, gostaria de mais uma ajuda...

Comprei o guia da China da Folha de São Paulo e lá vi fotos de um lugar fantástico e que não vi citado em pacotes ou nas principais dicas de turismo da China, mas achei sensacional que são as cavernas de Logmen.
Procurei então na internet e vi fotos e videos que mostram que deve ser sensacional.
Verifiquei que o lugar fica a 2h de vôo de Shangai então para vaibilizar isso eu teria que diminuir o tempo em algum lugar.

Estou então considerando a possibilidade de tirar um pouco de Xian e um pouco de Xangai. Aí vai minha dúvida :

Estava programando fazer um vôo Pequim-Xian que chega em Xian às 12:25 , ficaria em Xian o dia seguinte inteiro e depois iria num voo Xian- Xangai que sairia às 10:00. Para poder ir às cavernas Logmen, mudaria os planos, passando a ir embora de Xian no segundo dia mesmo à tarde ou à noite.

A pergunta é como chego `as 12:25 em Xian com a tarde deste mesmo dia e a manhã do dia seguinte consigo visitar os guerreiros de terracota e pontos de mais interesse em Xian ?

Qual seria o meu horário mínimo de saída de Xian no dia seguinte para não ser uma correria imensa( quanto antes eu chegar em Xangai melhor, mas não quero também desperdiçar a ida a Xian)

Não gosto muito de correria, mas o que vi sobre estas cavernas realmente me atraíram muito.

E... se alguém aqui já foi às tais cavernas : alguma dica de hotel em Luoyang que seria a cidade próxima onde fica o aeroporto.

É viável ir de Xian direto para Luoyang ?

Desde já agradeço a ajuda.

Um abraço a todos.

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Oi Claudio,
Estou preparando um post sobre Xian agora...
Enfim, fiquei na cidade exatamente um dia, mas num esquema diferente do seu. Se nada atrasar, de repente até rola você ir no mesmo dia da sua chegada ao museu do Terracota (fecha as 6pm) e 3-4 horas é mais que suficiente para conhecer tudo (a não ser que você seja vidrado em história e coisa do tipo... mas mesmo assim).
Tem que considerar o trânsito que é caotico e a distância (cerca de 1 hora da cidade ao museu).
A noite você pode dar um rolezinho pelo centrinho e curtir o mercado arabe.
No outro dia não perca o passeio de bicicleta pela muralha, foi o que mais gostei... smile
Qualquer coisa estou por aqui ou lá no blog (mikix.com)

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Ah sim... não tem como você mudar sua passagem para chegar a noite e partir de manhã (passand 2 noites na cidade)?
Acho que seria mais fácil de esquematizar seu dia....

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

O problema é que, para isso ou teria que antecipar a ida para a noite anterior, tirando tempo de Pequim onde já acho estou com pouco tempo , ou empurrar a ida para a noite seguinte e aí,acabaria tirando tempo de Xangai que é meu destino posterior . Nesta opção a idéia foi realmente sacrificar a estada em Xian, aproveitando a segunda noite que seria em Xian, já dando uma curtida na noite de Xangai.

Obrigado e um abraço...
( se tiver mais alguma dica agradeço...)

Saullo
SaulloPermalinkResponder

Claudio,
Estive algumas vezes na China, mas nao conheco nem Xian e nem Luyong. Eh sua primeira vez na China ? Se for aproveite para explorar bem Beijing e Shanghai, lembre-se do jetlag na hora da programacao. Nas oportunidades que estive em Beijing contratei os servicos de Interprete (Mandarin-Ingles) e Motorista com o Anton, o cara eh muito gente fina, tem mestrado em historia chinesa e faz a maior questao de mostrar e explicar as coisas. Sendo que acabei fazendo amizade com ele e conhecendo sua familia, sempre que vou la contrato os servicos dele, o preco eh muito bom. Outro detalhe, se voce comprar as passagens na china eh bem mais barato.

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Obrigado pelas dicas Saullo. As passagens saem muito mais barato do que nos sites da internet ? Minha preocupação é ir sem passagens compradas num país onde a comunicação é difícil. Outra preocupação e chegar lá e por algum motivo não conseguir no horário e dia que preciso. Como não terei muita folga, perder um vôo pode complicar a programação. Ano retrasado fui para a Suíça contando de comprar passagem de trem dos alpes para Lucern e chegou na hora não tinha vaga . Acabei precisando comprar passagem de avião, bem mais cara e num horário pior para meus planos...

Pretendo sim pagar os serviços de um guia pelo menos para fazer um tour ,me dar algumas dicas e servir referência para o caso de alguma emergência , mas se é para pagar prefiro algum que fale portugues ou espanhol , já que minha esposa não fala inglês.
Estou procurando e aceito dicas...

Obrigado e um abraço,

Cláudio.

Saullo
SaulloPermalinkResponder

Claudio,
Sempre compro e comprei minhas passagens pela internet, e no caso da China com a airchina, normalmente usando o site da Alemanha em ingles, pelo menos nas vezes que cotei era mais barato que o site br da companhia, mesmo comprando a opcao mais barata quando mostrava o eticket com o preco pago para esse meu amigo/guia ele nao acreditava que eu tinha pago tanto por uma passagem, precisei remarcar alguns voos la dentro e para minha surpresa as tarifas que eu tinha adquirido eram irrestritas, mas so site aparecia como restrita. Quando falei para comprar la, era utilizando alguma agencia de la para emitir, como essa que voce mencionou. Nao conheco guia/interprete em portugues. A vantagem desse que mencionei eh preco e o servico impecavel. Quanto a emergencias, nao passei por nenhuma, mas sempre andava com o telefone do consulado brasileiro e comprei um chip de telefone pre-pago com boas tarifas, no aeroporto de beijing. Sempre andava com o endereco do hotel em mandarin. Detalhe quanto ao ingles, poucas pessoas falam e quando falam eh um pouco dificil entender algumas palavaras, mas nada que a mimica e um pedaco de papel e caneta para desenho nao resolva. Quanto aos hoteis, sao bem baratos e normalmente um 4 estrelas equivale a um 5 aqui e com precos de 3. Recomendo hoteis de rede internacionais para correr o risco de ficar sem entender nada. Passei por isso em Yiwu e foi estranho, a sorte que conheci uma mocada que falava ingles numa feira e eles me acompanhavam o dia inteiro. Outra dica evite as notas de 100 yaun, tem muitas falsas, sempre faca o cambio nas agencias oficiais ou bancos. Se for usar cartao de credito emitido no brasil, fique atento quanto a opcao de credito/debito pois aparece na tela do POS e eles ficam doidos porque nao entendem (aparece em portugues mesmo), dai vc vai ter que apontar para opcao escolhida. Tenha um seguro saude de confianca, pq o sistema de saude chines eh complicado. Nao deixe de tomar uma tsingdao, mas peca Binda, gelada !!! qualquer duvida manda um email saullopcb no gmail.

Aline
AlinePermalinkResponder

Oi pessoal,

Para quem interessar, passei 15 dias em Beijing em Junho. Fiz um diário de viagem: www.aquivamosnos.wordpress.com
Pegamos o verão na China e o calor tava bem forte! Apesar das caminhadas longas, a cidade é linda!!
Voltei com vontade de voltar smile

Abraços!

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Olá , gostaria de mais uma ajuda ...

Alguém tem informação sobre a Empresa : betterchinatrip

( http://www.betterchinatrip.com ) ?

Eles têm serviço de guia em Portugês que está com um bom preço,e eu gostaria de saber se alguém tem refereências sobre eles.

Outra questão é que vi num guia e depois procurei na internet informações sobre as cavernas ( ou grutas ) de Longmen e achei fantásticas e estou mudando meus planos para ir até lá.

Ocorre que ao perguntar a eles sobre isso eles responderam :

"Caves Longmen são muito bons, mas não é um lugar que você deve ver para a sua viagem na China." quando perguntei porque a resposta foi :

"Não tínhamos a intenção Caves Longmen não é bom. Não é um lugar para a maioria dos turistas que visita a China.
Se você está muito interessado nas cavernas Longmen, você pode optar por visitar"

Acho que o programa de tradução deu uma prejudicada na resposta, mas fico com a impressão que o que quis dizer apenas é que não é dos pontos clássicos mais procurados ( e provavelmente ele não tem como prestar seus serviços na região ) , mas se alguém conhece pessoas que foram e puderem passar alguma informação aqui, eu agradeceria.

E sobre a pergunta que fiz no post anterior, sobre o tempo para visitar os gerreiros de terracota e Xian, alguém se arrisca ?

Obrigado novamente.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudio!

O TripAdvisor tem 383 depoimentos sobre as cavernas de Longmen:
http://www.tripadvisor.com/Attraction_Review-g303731-d1567326-Reviews-Longmen_Grottoes-Luoyang_Henan.html

O Lonely Planet tem um capítulo online:
http://www.lonelyplanet.com/china/henan/longmen-caves

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Obrigado !
Vou dar uma olhada.

Tati Akamine
Tati AkaminePermalinkResponder

Cláudio, eu acho que chegar no meio do dia em Xi'an e ir embora no dia seguinte não é o ideal porque voos podem atrasar, pode ter fila pra fazer check-in, o trânsito em Xi'an é caótico MAS é possível, contanto que você queira ver o principal de lá que são os guerreiros de Terracota. Se der errado de ir à tarde no dia da chegada, ainda dá tempo de ir no dia seguinte antes de pegar o voo.
Não conheco as cavernas Longmen, mas não se intimide com a opinião de guias turísticos na China. Muitas agências estão só interessadas em levá-lo a lugares onde elas recebam a maior comissão, tanto na venda de ingressos quanto em coisas que você potencialmente possa comprar. Não é incomum ouvir histórias de turistas cujo guia falou que algum lugar estava fechado ou não dava tempo de ir então vamos visitar uma feira de pérolas...
Minha sugestão é conferir as opiniões de pessoas que não vão ganhar ou perder nada com a sua trip, por exemplo as que a Bóia sugeriu ali acima.

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Valeu Tati !
Certamente...sei bem como é isso em relação aos guias e empresas e até imaginei, que , como não devem ter facilidades para oferecer o serviço por lá possam ter desaconselhado. Ocorre que, como nao vi realmente muita divulgação na maioria dos roteiros , sobre um lugar que perece fantástico, e como neste caos estamos falando de um país de cultura bem diferente e com a barreira da língua , podia haver algum senão realmente...Vou continuar pesquisando.

Quanto tempo acha que deveria considerar para ir ver os guerreiros de terracota e voltar à Xian, entre deslocamentos de ida e volta e um tempo confortável para a visitação ?

Obrigado,
Cláudio.

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Desculpe Mirela vim direto para o fim e não vi sua resposta sobre Xian ...
Obrigado pela ajuda...

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Oi Claudio... esta aqui os posts que acabei de publicar sobre nosso dia em Xian: http://mikix.com/?cat=204 (sugiro a leitura dos dois primeiros)... de repente te ajudar a pensar no roteiro smile

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Valeu Mirrela, estou indo lá..

Obrigadão !

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Olá Mirella,legais seus posts...

Pelo que vi lá,devo prever mais ou menos 1h de trajeto
Centro - guerreiros de terracota e umas 3 , 4h ´para
uma visitação traquila, é isso ?

Obrigado,
Cláudio.

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Pessoal, voltei da China e acertamos em cheio na inclusão de Luoyang e as Cavernas de Longmen em nosso roteiro !

Acho um erro não se incluir este lugar nos principais roteiros e inidico fortemente sua visita.

Para ser sincero, foi o lugar que mais gostamos...

Obvio que Pequim, com a a muralha, Cidade Proibida, Hutongs, etc...é super legal. Xi'An com os gerreiros de terracota que são fantásticos e Xangai com o jardim , o Bund ,a French Concession, são legais, mas sinceramente... o que mais me agradou de Luoyang, foi que , além das cavernas e suas esculturas que são SENSACIONAIS,foi fato de ser menor e nos remeter justamente a uma China com menos cara de "Metrópole Capitalista".

Apesar de não ser um lugar extamente "pequeno" e em seu centro haver os grande shoppings, as luzes, os neons, etc... que não me atraem muito, é um pouco menor e , principalmente, tem uma parte antiga onde se entra ao passar por uma parte da muralha que a cercava e que está preservada e que aí sim te remete àqueles lugares típicos que procurávamos encontrar e que nas grande cidades já não se vê.

As cavernas e esculturas são algo !

Estou começando contruir um Blog com nossas experiências de viagem e vou colocar fotos lá...

Outra dica boa , que procurei muito na internet e não achei, e lá consegui e depois vou colocar aqui : fizemos contato com um guia que fala Portugês e disse que pode fazer serviços particulares. Ou seja : para quem quer algum contato por segurança, num país onde se fala pouco o Inglês , e sem o saco de contratar um pacote onde fica-se a mercê de seu horário, seus trajetos, e seus programas,é uma execelente pedida.

Planejamos nossa viagem a Russia e China por conta própria, mas em cima da hora mudamos a parte da China para um pacote poque minha esposa teve um pequeno problema de saúde nas véperas da viagem e ficamos com receio de , num lugar como estes passar por alguma emergência e não termos alguém com a facilidade da lingua para nosa dar um suporte.

Procurei muito na internet alguma indicação de serviços de guia locais que falassem Portugues ( já que numa emergência de saúde o ideal é poder falar sua língua ) , pois isso nos daria liberdade , mas ao menos uma segurança, mas não encontrei e a única opção que nos restou foi ir com o pacote.

Acabou que fzemos o que sempre fizemos nas poucas vezes que usamos Pacotes : incluímos mais dias livres nas cidades de forma a podermos aproveitar os lugares livremente depois de seguirmos os roteiros do pacote.

E a inclusão de Luoyang nos deu outra vantagem : como nosso roteiro não se encaixava totalmente em nenhum dos roteiros "pré-montados", fomos colocados num pacote de grupo entre Pequim e Xyan e depois Em Luoang e Xangay ficamos bum roteiro privativo , com um guia à disposição de mim e minha esposa.

E aí é show ...
por mais que você leia, estar ali com o guia te contando , por exemplo nas carenas de Longmen, a história de cada detalhe in loco, sem correria, com o tempo definido por você para "ouvir", "fotografar",admirar,descansar se necessário, etc... é show. Então neste trecho aproveitamos o que há de melhor num pacote sem ter o que é pior .

Enfim, quem puder visitar as caverna de Logmen,não deixe de ir...

Abraços,
Cláudio.

Graca Salgado
Graca SalgadoPermalinkResponder

Claudio, vc poderia me passar o contato do guia de língua portuguesa na China?

Obrigada

claudia
claudiaPermalinkResponder

Claudio
Por favor, que pacote que você pegou ?
Qual guia ?
obrigada

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Ola, Claudia.

Espero que ainda esteja em tempo : o pacote que contratei foi da Chinatur , e na verdade como comentei, meu roteiro como fujia ao padrão , pela Esticada que queria dar a Luoyang , a inclusão de mais dias livres , etc... foi montado com parte de um roteiro já existente e parte com um roteiro privativo. Óbvio que fica um pouco mais caro, mas compensou muito pois em boa parte da viajem ficamos com uma guia só para nós dois , o que é perfeito pois você faz seu tempo, define onde quer ficar mais tempo ou menos, quando parar para fotografar,etc. enfim um guia ´so para você falando em loco sobre a história e detalhes do local, e sem a maioria das desvantagens do pacote .

O pacote foi chamado de :

TOUR CHINA KUNG FU + SHANGHAI PRIVATIVO .

Contratei na ChinaTur, Empresa de São Paulo, e apesar de eu ser do Rio e ter tratdo tudo muito às pressas , já que minha idéia inicial era ir por conta própria, tudo funcionou sem problemas , com depósitos na conta da Empresa e recebimento de Voucher por e-mail e uma grande boa vontade para fazer uma montagem "personalizada", coisa que com algumas outras não tive sucesso.

Quando pretende ir e que cidades irá visitar ?

Um abraço,
Cláudio.

Ana
AnaPermalinkResponder

Claudio,
Quero fazer Rússia - China em abril 2013 (25 anos de casada), qual seu blog? Enfim, conte tudo, estou começando a montar meu roteiro agora, obrigada!

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Ana,por falta de tempo, só agora estou inciando a montagem do Blog.Vou ver se disponibilizo uma versão "temporária" para te dar uma ajuda. Quando você vai ?

No nosso Caso, fomos primeiro para Moscou, ficamos 4 noites em Moscou e 4 noites e São Peterburgo. De lá fomos para Pequim ( 5 noites), Xián ( 3 noites ) ,Luoyang ( 2 noites ) e Xangai ( 5 noites) e voltamos para Moscou já que nossa passagem era de milhagem e o vôo para o Brasil partia de lá.

Foi super interessante a viajem, e o fato de não se falar muito o inglês em ambos os destinos , que é um receio recorrente, não nos causou maiores problemas.
Para a Rússia fomos por conta prória apenas contratando um tour de 2 horas pelas estações de metrô, que são fantática, com uma guia que falava português, que nos daria uma segurança para algum imprevisto, mas nem precisamos de sua ajuda depois e nos viramos por nós mesmos ( agora... até acho que foi interessante e recomendo contratá-la e fazer o que fizemos pois ela nos deu dicas sobre a cidade, sobre uso do metrô que em Moscou não tem escritos em ingês,conversamos sobre o dia dia do povo, sobre a mudança do regime, sobre o povo e seus cosntumes em geral , sobre como a segunda guerra ( que eles chamam lá de "grande guarra da patriaa") marcou o povo e inclsuive sua fámília, ,enfim ...valeu muito a pena ) , e na China, nos dias livres que tivemos e na última noite em Xangai e no retorno para Moscou, que não estav no pacote ,também nos viramo sem problemas, apenas com a resslva de que lá , é necessária a ajuda dos atendentes do hotel ( que falavam ingês ) para escrever os destinos em mandarim, sem o que você não consegue andar de taxi. No metrô , ao contrário de Moscou : tranquilo, tudo em ingles , mas o problema é a hora do rush : imagina isso na China...

Tudo bem que viajamos por conta própria a bastante tempo e temos um certo jogo de cintura para lidar com situações que aparecem, mas foi mais fácil do que eu imaginava.

Agora ,criou situações até hilárias : nos hotéis em que ficamos na Rússia, que eram simples, até pelo valor das diárias na Rússia que é das mais caras do mundo, ficamos em hotéis simples e assim : em Moscou a pessoa que nos recebeu e nos atendeu mos primeiros dias só falava Russo , nos dias seguintes as atendentes arranhavam im inglês, já em São Pestesrburgo, não se falava nada de inglês . Resultado : a velha e boa mímica teve que entrar em ação ,e a boa vontade dos atendentes ajudou a nos entendermos.
Super engraçado a senhorinha falando em Russo conosco como se se estivéssemos entendendo tudo , e também o esforço dela para tentar lembrar algo em inglês ( que não conseguiu de forma alguma ) e tentar se fazer entender. Faz parte da lembranças inesquecíveis de viagens.

Acho que outro acerto foi termos "quebrado"a viagem para China que é extremamente cansativa, com a passgem pela Russia : conhecemos outros lugares e ainda pudemos fazer vôos menos desganntes.

Outra preocupação que tínhamos era sobre algum problema no aeroporto de Moscou, por conta de nossas compras feitas na China, que , apesar de não serem exorbitantes, obviamente foram em números e valores razoáveis. Mas, apesar das verificações de segurança super rígidas : você tem que tirar sempre o sapato, cintos, etc... e fica com os braços para o alto tendo seu corpo "scaneado" por um equipamento que te circunda,não tivemos problema.

Tem alguam dúvida específica ? Se ainda houver tempo, pergunte eu tentarei ajudar no que for possível. Vou tentar adiantar algo no Blog também dar mais pitacos por aqui.

Um abraço,
Cláudio.

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Claudio,
Vc poderia me dar o contato do guia que fala portugues? Estou indo agora em junho para Hong Kong, Pequin e Shangai.
Obrigada

claudio
claudioPermalinkResponder

Ana Paula, o nome dele é : Tony Zheng e seu e-mail é :
tony_pp@live.cn . Se não conseguir contatá-lo neste e-mail, me avise pois vou procurar o telefone.

Ele morou em São Paulo muito tempo e fala Portugues perfeitamente.

Boa sorte !

Fabiana Guida
Fabiana GuidaPermalinkResponder

Ricardo , boa tarde !

Iremos para a China em abril a trabalho , teremos alguns dias livres , gostaria de sugestões de passeios , nossa base será em Guangzhou.

Obrigada

Fabiana

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabiana! Aqui quem responde é A Bóia, assistente do Ricardo Freire! Pesque dicas nos comentários anteriores; os tripulantes deixaram suas experiências. A Mirella também voltou da China e publicou uma série grande no Mikix:
http://mikix.com/?page_id=649

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Oi Pessoal,

Estou indo pra China e quero conhecer as cavernas de Longmen. Onde é melhor me hospedar: Em Luoyang ou Zhengzhou?

Eu na verdade vou sair de trem de Yichang (pois vou fazer um tour de barco de wuhan até Yichang) e não sei se pego o trem pra Luoyang ou pra Zhengzhou (ambos dão em torno de 08,5 horas de viagem).

Se alguém puder me ajudar...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vanessa! Saiba tudo sobre a China a partir deste post:
https://www.viajenaviagem.com/2012/03/china/

claudio
claudioPermalinkResponder

Bom, Vanessa , eu fiquei em Luoyang mesmo , no hotel : LUOYANG - LEE ROYAL HOTEL MUDU, um hotel bem legal, mas meio distante do centro. Como na china o táxi é muuuuito barato, não chegou a ser um problema tão grande. Não deixe de visitar a cidade antiga, pois é bem legal por te remeter a um local mais típico e menos "metrópole". Isso foi uma das coisas que me agradou, além das grutas de Longmen que são simplesmente fantásticas...
Um abraço,
Cláudio.

Fábio
FábioPermalinkResponder

Olá Claúdio, também estou interessado em ir as Cavernas de Longman. Eu li num post que seria possível pegar um trem rapido em Xi'an (1h:30) visitar as cavernas e voltar. O que vc acha? Como vc fez?

claudio
claudioPermalinkResponder

Olá Fábio ! Desculpe a demora na resposta...
Olhe só... eu dormi em Luoyang, e como falei gostei muito de ter feito isso porque a parte antiga da cidade é bem legal,e com menos cara de "Metrópole". Por isso foi um dos pontos altos de minha viajem . Conhcemos ainda o primeiro templo Budista da China que fica lá. Realmente há o trem rápido, eu mesmo pegei este trem, mas acho que a estação não fica perto da grutas ( eu no primeiro dia fui para o hotel ) e então, acho que você tem que ficar ligado nos horários de volta, e deslocamentos ,pois para se ver as cavernas com a devida calma, leva-se um tempo. Lembre que na China você sempre vai encontrar muuuita gente nos lugares .
Acho que vale a estadia , para poder vistitar com calma e ir à cidade antiga, mas se não der talvez seja possível um bate-volta sim, desde que se verifique esta questão dos tempos e distâncias de deslocamento. Só sei que vale muito à pena. é algo muito diferente.

Cláudio
CláudioPermalinkResponder

Estou preparando um Blog , onde irei postar fotos e dicas para compartilhar minhas experiências, mas como tenho muito material para colocar não está ainda num ponto que acho interessante para divulgar,mas vou ver se adianto fotos e dicas das cavernas de Longmen, para vocês verificarem o quanto é imperdível. Em breve
divulgo o endereço aqui.

Um abraço,
Cláudio.

Duck de Chine em Pequim... "O" lugar para comer o famoso Pato Laqueado - Blog de Viagem - Mikix no Mundo

[...] PS: Pesquisei outros dois restaurantes Quanjude Roast e o Dadong… mas não resisti ao Duck de Chine! (E a Jan confirmou nas dicas lá no Riq!) [...]

Iza
IzaPermalinkResponder

Alguém já encarou a China no inverno?
Pretendo ir em dezembro/ janeiro. Não tenho problemas com o frio, só fico com receio de as atrações turísticas ficarem muito prejudicadas. Eu iria "empacotada" para facilitar os transportes.
Obg

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Iza! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalinkResponder

Iza, bom dia.
O tempo em Beijing é 8 ou 80. Estive lá em 2005 na virada do ano, peguei -10ºC na Muralha. Dá sim para curtir até mesmo porque fica mais vazia. Fica linda cheia de neve. O lado ruim é que escurece muito cedo, coisa comum nesta época do ano no hemisfério.
Dá sim para ir nesta época do ano, basta estar preparada com roupas adequadas.
Hong Kong é menos frio, mas mesmo assim bem mais do que estamos acostumados aqui no Brasil.
Agora em agosto voltei à Beijing e parei em Shangai. Quase morremos com o calor que passava dos 40ºC. As atrações ficam bem mais lotadas, mas também fale muito a pena.
Boa viagem!!!

Mirella (@mikix10)

Fui pra Hong Kong no Ano Novo de 2009-2010 e foi tranquilo... tinha que usar agasalho, mas muito agradável de passear. Mas como o Diogo comentou, Xangai e Pequim devem ser bem mais frias, fui pra esses lugares de Abril, então não vale... pois as temperaturas são bem mais amenas.

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Iza, eu fui em fevereiro de 2012. Não achei q o frio prejudicou em nada, tava frio, mas bem agasalhada não tive problemas, nao foi nada insuportável. Estive em HK, Beijing, Xi'an, Lhasa e Chengdu. HK é bem tranquilo como disseram aqui, os outros locais bem mais frio, mas aproveitei bem.

Christian Marin

Ola, gostaria de saber se é possivel ir de Shangai a Luoyang ( cavernas de longmen) de trem?!
Obrigado

Christian Marin

Obrigado Boia, gostaria de saber se alguem ja foi p Harbin?? estou colocando Harbin em meu roteiro, vou fica na china durante 19 dias e meu roteiro vai ser Shangai - aviao ate montanhas de avatar em hunan - aviao ate pequin- trem ate harbin - trem ate pequin - trem ate Datong - Pequin e volta p Shangai de trem.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Christian! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Ola pessoal, sei que essa pergunta é muito antiga mas, como tive muita dificuldade para encontrar informações sobre Harbin, resolvi responde-la mesmo assim! Harbin é fantástica! Nós a visitamos agora em janeiro/18 com uma temperatura de -25 graus, por isso, estar bem agasalhado e comprar aqueles patchs que aquecem os pés e as mãos é fundamental para aproveitar as atrações da cidade.Dois dias na minha opinião são suficientes para ficar em Harbin, pois as visitas imperdiveis são as 2 exposições : 1- Sun Island International Snow Sculpture Art Expo com esculturas inacreditáveis em neve e 2- Ice and Snow World, esculturas enormes em gelo. Cada ano é um tema. Em 2018 o tema foi templos. Voce tem algumas outras atrações como o Siberian Tiger Park,Ice Bar, St Sofia church e Stalin Park que na minha opinião podem ser dispensados se voce estiver com pouco tempo. Tome cuidado com o hotel. O nosso embora muito bem localizado era muito ruim... estamos terminado nosso post... caso tenham outras perguntas estamos à disposição!

paula
paulaPermalinkResponder

Ola, tudo bem??
Estou planejando ir para china no final deste janeiro e começo de fevereiro com minha mãe, gostaria muito de saber se alguem ja foi no inverno, devo ir? ou meio arriscado?
Obrigada beijos

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paula! Já pusemos uma pergunta parecida no Perguntódromo e não obtivemos resposta.

Normalmente é roubada viajar no auge do inverno. Ainda mais um lugar tão longe e difícil de visitar.

Tati Akamine
Tati AkaminePermalinkResponder

Oi, Paula.

Morei três anos na China e o inverno não é a melhor época para o turismo porque os lugares turísticos mais famosos (imagino que você queira ir à Muralha em Pequim, Cidade Proibida, Summer Palace, Templo do Sol, Yuyuan Gardens em Shanghai, Oriental Pearl Tower, Bund, por exemplo) dependem de tempo bom ao ar livre e o frio não colabora, no norte neva muito (no sul também neva, mas menos) e acaba atrapalhando a viagem.
O verão também não é recomendável porque faz muito calor, muito mais que no Brasil, então o ideal é primavera ou outono, tomando cuidado para não ir em nenhum feriado nacional lá.
Dito isso, eu fui a Pequim duas vezes no inverno e muitas vezes a Shanghai smile. Sobrevivi e a minha dica é: vá preparada pra enfrentar a neve e o frio, leve gorros, luvas, botas de neve, casacos, roupas térmicas. Ah, e faça um bom seguro de saúde que tenha remoção do país incluída porque os hospitais e médicos na China não são muito confiáveis. Boa viagem!

paula
paulaPermalinkResponder

entedii muito obrigada, eu estou buscando em varios lugares alguem que ja tenha ido pra me encorajar, mais ja que dizem ser roubada vou pensar no caso

Amilton
AmiltonPermalinkResponder

Outra dica é evitar os feriadões chineses, como a semana do Ano Novo Lunar (data móvel, geralmente entre o final de janeiro e o início de fevereiro) e o Aniversário da República Popular (na primeira semana de outubro). As atrações são tomadas por um mar de gente, os aeroportos e estações ferroviárias ficam lotados, os hotéis ficam mais caros...

Morei 6 anos em Pequim. No que diz respeito ao clima, acho os meses de setembro e outubro (pulando o feriadão da primeira semana) os melhores para passear por lá.

Erika - Próxima Trip

Paula, acabei de passar quase 1 mês na China. Visitei muitas cidades, e o que eu acho que é outro ponto que você tem que considerar, mas que o pessoal ainda não citou é a questão da poluição.

Peguei alguns dias bem ruins em Pequim e Shanghai, com níveis acima de 400 (para você ter uma idéia a OMS - Organização Mundial da Saúde recomenda até 50, para considerar uma qualidade boa do ar). Acima de 200, recomenda-se uso de máscara. E eu tive que usar máscara uns 3 dias da minha viagem. Comprei aqui no Brasil mesmo.
Nos últimos anos, principalmente no meses de inverno, a poluição tem ficado "braba", basta você pesquisar (a maioria dos sites em inglês). Pior do que pegar uma chuva ou neve, um dia muito poluído você não vai conseguir tirar fotos muito legais, pois a visibilidade fica péssima.

Tem gente que já visitou a muralha em todas as estações do ano e preferiu no inverno, ela toda coberta de neve. Cada um é cada um. Mas passeios outdoor em geral fica mais difícil mesmo. Muito frio desencoraja as caminhadas, que é uma coisa que vc faz muito em Pequim, por exemplo.

Além disso, para quem tem histórico de asma e/ou doenças respiratórias em geral, a poluição pode ser um problema. Se você não tem, então não vai ter problemas, como eu e meu marido ficamos bem.

Pesquise na internet palavras chave como "China air quality", "Beijing air pollution" e você vai achar muita coisa. Eu fiz uma baita pesquisa antes de viajar.

Em breve vou começar uma longa série da China no meu blog, mas até lá posso dar informações por aqui smile

Boa trip!

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Complementando o comentário que alguém fez aqui sobre evitar ir no feriado Aniversário da República Popular (na primeira semana de outubro), eu tive a experiência de passar alguns dias neste feriado e digo que realmente é MUUUUUITA gente na rua. Dei sorte que estive em Pequim nas principais atrações como a grande muralha, cidade proibida antes do feriado e depois fui para cidades menores que também estavam cheias, mas nem se compara com o que vi na TV : Multidões se expremendo na muralha e na cidade proibida e eu pensando a sorte que dei de ter saído de lá. Por outro lado, as cidades ficam todas enfeitadas,com eventos ao ar livre . Luoyang estava super bonita com enfeites e luzes , Xian também ,mas realmente o ideal é passar a menor quantidade de dias possivel durante este feriado pela multidão nos pontos principais.

Ed
EdPermalinkResponder

olá. Terei uma escala de 12 horas no aeroporto de Pequim (tarde e noite). Vale a pena sair do aeroporto para explorar a cidade? O que fazer nesse período? obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ed! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Leia também:
https://www.viajenaviagem.com/2012/01/intervalo-entre-voos/

http://www.beijing-airport-transportation.com/airport-layover-tours

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar