Compras na Black Friday: já encarou? Conta pra gente!

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Black Friday

Todos os anos, na sexta-feira que sucede o Dia de Ação de Graças (que, como o nosso Corpus Christi, sempre cai na quinta), acontece nos Estados Unidos o maior dia de loucura de compras do ano: a Black Friday.

Este ano o forrobodó comprístico vai acontecer dia 25 de novembro.

A Black Friday é o dia em que se dá a largada para a temporada de compras natalinas. As lojas fazem grandes ofertas especiais para o dia. Algumas dessas ofertas só valem nas primeiras horas de funcionamento, então muita gente passa a noite no frio esperando as portas abrirem. Algumas lojas abrem às 4 ou 5 da manhã; outras à meia-noite; outras no horário normal.




Você já se animou a enfrentar a turba na caça aos descontos? Valeu a pena?

Se bem que a pergunta mais freqüente aqui no site não é nem essa. Muitos leitores caem aqui mortos de medo de um desabastecimento súbito. Afinal, SOBRA ALGUMA COISA depois da Black Friday?

(A propósito, perguntam isso a respeito de qualquer liquidaçãozinha ao longo do ano.)

Vejam bem -- eu não sou nenhum especialista no assunto. Mas daqui de fora me parece que a única marca que trabalha com a escassez de produtos como estratégia de marketing e vendas é a Apple. Não acredito que você volte dos Estados Unidos de mãos abanando, não.

De todo modo, repasso a pergunta para vocês. Alguém aí já se deu mal por deixar para fazer compras depois da Black Friday?

Thank you very much!

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email
Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire


96 comentários

Natalie
NataliePermalinkResponder

Nossa, levei até um susto quando vi essa foto ahahaha

Rodrigo Barneche

Dá uma vontade de estar lá no meio, né wink #not

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Sério Nati, não chego aí nessa foto nem que paguem tudo o que eu puder carregar sad

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Também passo longe! sad

Lena
LenaPermalinkResponder

Nossa!! Idem, idem! Tomei o maior susto com a foto! shock Não encararia isso por nada!

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Eu também nunca fui e passo longe... quando trabalhava nos EUA esse era um feriado maravilhoso para tirar férias de 4 dias (e nenhum shooping/barganha do mundo me faz mudar de idéia).
E tb nunca fui no boxing day do Canada (26 de dezembro)...

Simone
SimonePermalinkResponder

Eu já me dei mal! Encarei o frio Nova-iorquino e fui com uma amiga ao Woodbury à meia-noite...As filas eram imensas, na rua, frio prá matar! Algumas pessoas encaravam filas de espera para entrar em lojas às 6 h da manhã! E olha que nem os preços compensavam! No dia seguinte fomos a Macy's e encontramos bons preços com mais conforto e fizemos nossas compras. Acho que é loucura de americano... para nós brasileiros tudo já é tão mais barato lá que não vale a pena!

Ana Carla
Ana CarlaPermalinkResponder

Uma pequena correção, esse ano o Black Friday será em 25 de novembro smile
Aguardarei ansiosa os comentários da galera, esse ano estarei nos EUA na data e todas as dicas serão muito bem vindas, faz tempo que procuro um post sobre isso!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Carla! Obrigada, já corrigi! (Esse Ricardo Freire é um distraído...)

Oscar | MauOscar.com

VALE MUITO À PENA

Já participamos do forrobodó compristico por dois anos seguidos e a média total dos descontos de nossas compras em 2009 foi maior do que em 2010 ficando na casa dos 52% e 44% respectivamente..
Nesta época as lojas aproveitam para queimar todo o estoque de produtos encalhados ou em vias de serem substituidos por uma versão/modelo mais novo.. É importante fazer uma certa "programação" na véspera para aproveitar os melhores descontos.. Por isso minha dica é compre o jornal do dia anterior..
Vale lembrar que os sites de compra on-line também estão entrando no esquema e na segunda-feira após o Black Friday acontece a Cyber Monday..
Ano passado postei no Blog um Post sobre a Black Friday aqui em Delaware, que como não tem Sales Tax é uma loucura. Além do povo do estado recebemos muitos "visitantes" da Pennsylvania e Maryland nesta época. Em alguns casos fazendo fila com 1 até 2 dias em frente a lojas como Best Buy entre outras..
Muitas lojas tem ficado aberto desde a quinta-feira 24horas seguidas depois de um incidente com pisoteamento na abertura da loja (Acho que foi no Walmart..)
Pensavamos que a Black Friday do Ano passado seria nossa última.. Mas esse ano certamente estaremos lá batendo ponto mais uma vez!!! É uma maratona do consumismo desenfreado, mas é divertido.. Afinal quem não curte uma pechincha..

http://mauoscar.com/2010/11/27/black-friday-o-dia-das-grandes-promocoes-nos-eua/

Oscar | MauOscar.com

Ahh , aos que ficam preocupados com um possível desabastecimento pós Black Friday fiquem tranquilos.. Aqui é EUA..
Ano passado pude perceber que algumas lojas mesmo quando o produto já estava esgotado, continuava a vender para você pegar dentro de 1 - 2 semanas.. Para o comércio e para os mercados a Black Friday é o termometro de como anda a economia americana.. Então quanto mais se vender neste dia, "melhor" é o estado de saúde da economia.. Que cá entre nós todos sabemos está de mal a pior..

Celma
CelmaPermalinkResponder

Concordo com a Simone. Fui na Black Friday do ano passado, sai as 4 da manhã para ir a uma loja da Apple, e terminei comprando pelo preco normal pois o que eu queria não estava na promocão, e mesmo o que estava na promocão, não tinha tanta diferenca de preco. Depois também fomos a Macy's, tem de tudo, ótimos precos, a de New York então é imperdível, sem falar que pra quem tem passaporte brasileiro ainda rola mais um descontinho. Vale a pena com certeza!

Marcie
MarciePermalinkResponder

Nem morta, santa! Never did, never will! Vou de Cyber Monday se o site não demorar muito para abrir. Se demorar, pulo fora. lol

Nunca ouvi falar em crise de desabastecimento nesse país. Podem vir tranquilos que as lojas prevêm esse movimento e se preparam de acordo.

Luciana Bordallo Misura

Concordo 100% Marcie! NUNCA, nem morta, jamais!!!! Cyber Monday e olhe la wink

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Exato, acho que o custo do esforco nao compensa os descontos.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

A gente fica num café , né meninas ?

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Também nem morta, nem que fosse tudo de graça. Desmarquei uma viagem à NY uma vez porque cairia bem na Black Friday sem querer.

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

BTW, posso ser bem honesta? Acho cafonérrimo.

Marcie
MarciePermalinkResponder

mrgreen

Carla
CarlaPermalinkResponder

wink

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalinkResponder

Adoro ler as respostas da Paula - franca e direta - ponto final. Beijos.

Helder
HelderPermalinkResponder

Eu estava em NY na black friday em 2007. Fui a Best Buy e vi muitos produtos com ótimos descontos. Mas esperei muito na fila, que quase dobrava o quarteirão. Achei que valeu a pena.

Na B&H Photo Video não tinha desconto. Não lembro se um vendedor falou ou se tinha um cartaz na entrada falando que os preços da loja já eram bons o ano inteiro (ou algo assim).

Dri Miller
Dri MillerPermalinkResponder

SIm e valeu super a pena! Esse ano vamos de novo passar o Thanksgiving nos EUA e já estou reservando o cofrinho para o Black Friday!
na verdade achoq ue parte desse "pavor" é meio que a estrategio do comercio pra deixar as pessoas meio apavoradas e sairem comprando tudo logo...

Mas tambem muda muito doque voce pretende comprar... eletronicos, brinquedos ou aqueles super lançamentos realmente esgotam nos primeiros segundos da Black Friday, e realmente os Americanos não brincam em serviço e levam suas promoções muito a serio!

Mas se você pretende fazer compras "normais", tipo roupas, sapatos, cosmeticos, e eletronicos (menos badalados) o sabado é o melhor dia - a maioria dos lojistas repoe os estoques (na verdade é o "Black Weekend" né? já que a farra dura até domingo) e as lojas ficamo menos lotadas no sabado e no domingo.
Ha uns anos atrás até fiz post sobre a maratona de compras e a experiencia da Black Friday em Pittsburgh (a Pensylvannia é um estado que não cobra impostos em roupas então a galera invade os outlets em onibus turistico!):
http://drieverywhere.net/2009/12/03/esporte-nacional-compras-compras-compras/

Ah! E vale a pena dizer que o Reino Unido tem um "ritual" de compras parecido e que também vale muito a pena: é o Boxing Day, dia 26 de Dezembro, religiosamente!

Dri Miller
Dri MillerPermalinkResponder

Ah! Esqueci de colocar o link do Boxing Day: http://drieverywhere.net/2010/12/26/26-de-dezembro-boxing-day/

Dri Miller
Dri MillerPermalinkResponder

Vixe, acho que meu primeiro comentário apagou...

Mas já fui a Black Friday sim, quando vamos passar o feriado com a familia do dignissímo.
Mas não ha motivo pra pânico, e sempre deixamos pra ir as copras apenas no sabado e nunca ouvi falar em fim de estoque...
É verdade que as promoções bombasticas vão diminuindo em progreção aritmética a medida que o feriado vai passando então quem quer as super promoções ou artigos mais dificeis de achar (tipolançamentos eletronicos, brinquedos, ou preços ridiculamente baixos) é melhor tentar se arriscar na multidão.
Mas no sabado e no domingo as lojas e shoppings ainda estão aberto e recheados, e na Pensylvannia, por não ter imposto em roupas o pessoal chega nos Outlet de onibus turistico!
Táqui o registro da experiencia:
http://drieverywhere.net/2009/12/03/esporte-nacional-compras-compras-compras/

E na INglaterra também temos algo parecido, o Boxing Day que é sempre no dia 26 de Dezembro, religiosamente, e segue os mesmos moldes do Black Friday (afinal, filho de peixe, peixinho é!):
http://drieverywhere.net/2010/12/26/26-de-dezembro-boxing-day/

Sara
SaraPermalinkResponder

Nem morta eu pego uma fila dessas. Prefiro comprar nos dias seguintes da black friday. o preço continua bom e não tá lotado...

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Quando eu morava nos EUA, não arriquei a ir em liquidaçõs. Tenho alergia a liquidações malucas, passar tempo no frio e sair correndo disputando mercadorias etc. Mas não mesmo

Wallace
WallacePermalinkResponder

Deus me livre passar por isso de novo. Estive na confusão em 2009 (o tal ano que morreu alguém pisoteado na porta de um Walmart). Acho que só vale mesmo a pena se você resolver madrugar e congelar na porta e pegar a senha (no caso da Best Buy) para os 300 primeiros (chute) a entrar. Nos outras lojas, só mesmo se você for de armadura pra guerra. Lembro que roubaram meus carrinhos de compra mais de uma vez, desisti e peguei uma sacola e segurei o tempo todo. Fiquei assustado com a selvageria, e com os as horas que as pessoas se dispunham a passar numa fila por uma câmera mais barata. Enfim, se for seu caso, não leve criança, estou falando sério e com pouco exagero.

Naila Soares
Naila SoaresPermalinkResponder

Cruuzes! Que medo!

andre urso
andre ursoPermalinkResponder

Vade Retro!! Passo total!

Dani Polis
Dani PolisPermalinkResponder

Eu também já fui!

Confesso que quando eu fui, fiquei meio com medo, por ter visto aquela muvuca na TV e nos filmes. Mas acreditem, fui em Orlando e foi extremamente tranquilo!

A gente (grupo de brasileiros, claro!) chegou na porta do Best Buy as 2 da manha, e a loja abria às 6. TODOS estavam em fila, e quando as portas abriram, as pessoas entraram organizadamente e iam em direção aos departamentos que queriam. Comprei um laptop que na época estava 900 dólares por 550 dólares. Claro que pra mim foi um bom negócio. Além disso, comprei câmera fotográfica e mp3, e minha conta não passou dos 700USD.

Sai do Best Buy esgotada ao meio dia, fui pra casa, tomei banho, comi e depois fui pro Premium Outlet, que estava bem mais vazio - e com preços altamente convidativos (paguei saia da Adidas a 5USD, tênis Nike 10USD...).

Se você tiver paciência vale a pena sim! Se você não tiver, nem vai pra não se estressar...

Quanto ao Boxing Day, eu tavam também, mas os preços não são tão bons quanto os do Black Friday. Mas pra quem vai estar lá, não custa nada dar uma passadinha, né? smile

Celina
CelinaPermalinkResponder

Black Friday eu não fui. Serve a versão inglesa? O Boxing Day em Londres? Depende muito do humor do dia. No primeiro eu sinceramente tive a pior impressão, pois as pessoas além de deixarem as lojas em frangalhos, também deixam restos dos lanches pelas calçados e no fim do dia é difícil não escorregar num hamburguer ou melecar a bota num mollho qualquer. No segundo, estava num espírito aventureiro e até encarei. Mas... é melhor esperar, pois vai ficando mais barato com o passar do tempo.

EduLuz
EduLuzPermalinkResponder

Tem um "causo" que um amigo contou duma brasileira que estava na Lafayette numa destas liquidações.
Ela ficou em cima dum banquinho e gritava desesperadamente: Me acudam!! Me acudam!! E melhor: em português!! smile

Maryanne
MaryannePermalinkResponder

Qdo mudei pra ca, entrei numas de "Black Friday, never". Dai, todo Thanksgiving, as pessoas me falavam dos descontos incriveis, ate que nao deu mais pra resistir, e agora ja viciou.Só que nao vou de madrugada nao, vou la pelas 8/9 da manha e passamos o dia nas compras.
O que acontece é que tem varias ofertas que ficam ate as 6am, outras ate 8am, outras ate 10 e dai é quase a mesma coisa pro resto do final de semana. Do jeito que os preços estao no Brasil, ninguem precisa sair correndo na madruga, qq loja aqui ja é um negocio da China.Essa foto do post deve ser tipo Walmart na hora da abertura. Outra coisa, em 2009, os preços estavam totalmente malucos, tudo de graça. Já no ano passado nao achei taanta diferença pros outrso feriados de liquidaçao.

Oscar | MauOscar.com

Pois é Mary.. Em 2009 os descontos estavam mesmo muito melhores. Como era o auge da crise os EUA precisava mostrar sinais de aquecimento da economia e optou-se em dar mais descontos..
Ano passado os descontos estavam um pouco mais modestos em algumas lojas e o movimento me pareceu menor também.. Das duas uma, o americano médio ficou mais consciente em gastar menos, ou os preços não estavam tão bons..
Para quem vem do Brasil acho que qualquer época do ano é Black Friday nos EUA..

Simone Pereira dos Santos

Gente já encarei o black friday a 2 anos atrás em Washington, mas sinceramente concordo com a Marcie, não vale a pena, as filas são enormes e as lojas estão abarrotadas de gente. É preferível comprar alguns dias antes do black friday, pois a maioria das lojas começam a promoção antes.

Renato Mechica

Três anos atrás estive em New York na época com minha esposa. Como nosso voo de volta ao Brasil foi na sexta à tarde, tivemos pouco tempo nesse dia mas vimos lojas absurdamente lotadas, mal dava para entrar. Macy's por exemplo era impossível. Só encaramos a Victoria Secrets, mas foi um sofrimento, consumidores totalmente alucinados pelas ofertas, mas as ofertas eram incríveis. Também vimos gente fazendo fila na Best Buy desde a hora do almoço da quinta-feira!

O que percebi foi que na própria quinta de ação de graças algumas lojas estavam abertas no período da tarde, em especial na 5ª Avenida, e várias já ofereciam ofertas muito boas. Lojas como Gap e Armani Exchange já estavam com liquidações e promoções do tipo duas peças pelo preço de uma. Aí não tivemos como não abrir a carteira smile Acho que vale essa dica: em cidades maiores, tentar garimpar algo já no dia de ação de graças.

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Eu adoro uma pechincha. Acho que curtiria uma Black Friday. Eu e Caetano amanhecemos em shopping na última ida aos EUA pra comprar o Ipad2... E nem era pra mim, e sim pra um amigo! Considero uma experiência antropológica, pra fazer uma vez ou outra! E tudo vale nesses programas, se vc não levar muito a sério, na minha opinião.

Ano passado rolou um arremedo de Black Friday aqui no BRasil nas lojas de eletrônicos na web, mas não vi descontos expressivos. Uma pena...

Oscar | MauOscar.com

Tô contigo Adri... É uma experiência antropologica mesmo..É divertido. Não é uma coisa para fazer sempre.. É + - como Carnaval.. Uma vez ao ano tá ótimo... E existem lojas e lojas que você pode ir.. Uma Black Friday em NY ou DC acho que não encarava não....

Virginia Lucia

Taí, gostei do "experiência antropológica"... Bota antropológica nisso!

Denise Mustafa

nem morta, santa [2]
sei que na Espanha, na abertura das Rebajas, é esse inferno tb. Ficava chocada quando via as matérias nos jornais de Portugal. não passo por esse sufoco nem paga!
até pq os descontos continuam depois, por vários dias (pelo menos na Europa). e as coisas não esgotam.

Camila
CamilaPermalinkResponder

Eu já estive na Black Friday em Orlando,em 2008 ou 2007,não lembro o ano direito... Cheguei no dia da liquidação, de madrugada, e no caminho do aeroporto para o hotel já vi filas enormes da galera esperando... Deixei as malas no hotel, e depois de um pit stop fui à guerra... Sinceramente, eu acho que a BF só vale a pena pra quem quer comprar algum eletrônico específico, pq alguns preços estavam tão bons quanto as promoções da Amazon (e eu sou da escola de quanto menos tempo se gasta em compras ao vivo, melhor - compro tudo antes, para entregar no hotel, via internet). Lojas bagunçadas, compradores desesperados e mal educados (eu tb ficaria sem paciência se tivesse passado a noite em uma fila) e vendedores atarantados - hj em dia, eu não iria de novo, até pq depois vc consegue comprar pechinchas bem semelhantes, sem todo esse estresse.

Luciana Sgarbi

Veio em boa hora essa discussão, porque as férias do marido coincidiram nessa época e vamos estar em Orlando. Mas não tô muito animada em pegar filas pra comprar coisas, então fica a pergunta: o que fazer nesse feriado estando por lá (ou melhor: pra onde os americanos não vão no feriado?)

Henrique
HenriquePermalinkResponder

Eu costumo calcular meu custo diário de uma viagem pelo total gasto dividido pelos dias úteis . Uma viagem de USS 3000,00 em 10 dias me custa USS 300/dia/pessoa.( minha família sao 3 pessoas , isso vira USS 900/dia). Portanto NUNCA perco meu precioso tempo de passeio com compras, muito menos nessa muvuca da BF. Depois que passei a enxergar o custo da viagem assim vi que aquele tênis barato pode me sair caro . Só compro nos intervalos dos passeios.

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

Estive no black Friday de 2009 em NY... posso dizer que valeu a pena para compras, mas não acordar de madrugada.

Explico: a mulherada se programou para chegar de madrugada nas filas, então 5 da matina estava eu já numa Best Buy. Consegui chegar na loja propriamente dita só umas 7 horas, quando não achei nada que para mim realmente valesse a pena. O que valia MUITO a pena eram TVs de leds e coisas assim,q ue simplesmente não tem como trazer prá cá, mas PCs e outros já nem tinha tanta coisa.
Enquanto isto, esposa e mãe fizeram a festa numa JC Penny e em cosméticos Victoria Secrets, mas a verdade é que este poderia ter acordado mais tarde para comprar, que lá pelas 10, 11 horas ainda tinha muuuuita coisa.

Sábado a gente aproveitou o Central Park para descansar e no domingo passei em outras Best Buy até encontrar os computadores que queria com preço decente, e ainda tinha muita coisa... ou seja: sobra sim bastante depois da Black Friday.

Ao final, foi ótimo para roupas, e eletrônicos também - mas a BF vale para valer mesmo é prá quem mora por lá.. imagine pagar 500 dólares em TV LCD de 40 polegadas, ou 20 dólares em jogo de talheres que por aqui ficariam uns 200 reais - para eles sem dúvida é um show, já prá gente tem que se segurar para não comprar o que não dá prá trazer.

Por ultimo: cada vez mais lojas na internet estão participando das megapromoções, então vale muito a pena é comprar e receber no hotel mesmo wink

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Só se eu estivesse lá na época e ainda sim no meu horário de férias (eu cheguei para ver os golfinhos de Noronha ao meio-dia e eles estavam lá wink Em Miami em Maio, achei o fim meia dúzia de garotas virando a noite na porta de uma loja que ia fazer uma liquidação de vestidos de casamento (incluso de noiva). Imagina acordar cedo lá ou pegar um avião para ir? Ao ver a multidão, me uniria as meninas no café. wink

Dinia
DiniaPermalinkResponder

Cristina, por acaso lembra do nome da loja de vestidos de casamento? Estou considerando ir para o Black Friday para comprar o meu. Obrigada!

Flávia Geórgia

Gente, estou adorando os depoimentos!!!! Estamos de viagem marcada para NY justamente na semana da black friday, e não tinha a menor idéia de como seria este mitológico dia de compras! Já não compro mais nada por aqui só para guardar $$$ para o grande dia! A muvuca, ao invés de me assustar, só aumenta minha curiosidade, afinal sou fã de um balaio e de uma liquidação!!!!

Chris
ChrisPermalinkResponder

Estou preciando comprar uma televisão de 50". Estou indo para NY em novembro. Será que consigo trazer, alguem tem experíencia de ter trazido algo assim. Me ajudem!!!!Obrigada.

Tania Pereyra
Tania PereyraPermalinkResponder

Chris,

Entre no site da companhia aérea. Cada empresa tem uma política diferente em relação à bagagem fora do tamanho padrão. A TAM por exemplo cobra uma taxa de 450 dólares para transportar aparelhos de televisão acima de 26 polegadas e com até 45 quilos de peso.

Abraços.
Tania

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

E lembre-se de declarar, para não pagar multa, se custar mais de U$500.

Felipe Salum
Felipe SalumPermalinkResponder

Fora que a codificacao da TV eh diferente pra funcionar no Brasil, da uma pesquisada antes. Minha mae levou uma e soh funcionava branco e preto, precisa de um decoder ou fazer umas alteracoes malucas la.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Bem lembrado. O Brasil usa o padrão japonês para TV digital, não o americano.

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Chris, pq vc não compra um projetor? Eu pessoalmente acredito ser muito melhor (e mais portatil que uma TV tão grande. TVs deste tamanho normalmente são para uso em Home Theatre, e para isto vc terá uma sala com luminosidade controlada, pq então não ter algo que projeto até mais 120"!!!!????

Inclusive agora com a tecnologia LED, vc não vai precisar se preocupar com comprar lampadas.

Se este for seu caminho pesquise em foruns especificos como o www.htforum.com.br, www.avsforum.com (americano) e www.cinetson.org (frances).

Dá uma olhada no Vivitek Qumi Q2, Optoma ML500, Acer K330. E se quiser algo com muito brilho o BenQ w700. Projetores são MUITO mais portáteis que a TV, e alguns destes são realmente pequenos...

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Pq não um projetor? Muito mais portátil e pode obter algo como 120"... Não substitui uma TV, mas não vai ter dor de cabeça com transporte. E com a tecnologia de projeção por LED melhorando, não vai se preocupar com lampadas.

Pesquise o Vivitek Qumi Q2, Acer K330 ou Optoma ML500, que estão sendo lançados agora ou até novembro, todos precisam de ambiente com luminosidade bem controlada. Se quiser algo de muito brilho o BenQ w700. Fica minha dica, não tenho TV faz um bom tempo, com o meu QUMI, minha tv vai quase que no meu bolso...

http://www.myqumi.com/

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Todas as cias. aéreas que eu já consultei tem taxas pesadíssimas para trazer TVs grandes. Além disso, tem vários "senões" em termos da cia. aérea ser pouco ou nada responsável em cado de danos pelo manuseio "típico" das mesmas. Aí, para ter seguro amplo e tudo o mais, vc tem de mandar como carga, mas o procedimento de desembaraço aduaneiro fica mais complicado.

Adolfo
AdolfoPermalinkResponder

Se fosse vc, traria o projetor, é mais negócio que a TV. Além das pesadas taxas das cias aéreas, existe o risco da sua tv se extraviar, ser roubada ou quebrada. Aí é dor de cabeça na certa. E nem pensar em tentar burlar a Receita, já que este "pequeno" volume não passará desapercebido pelos fiscais.

Oscar | MauOscar.com

Eu também compraria um projetor caso fosse levar para outro país..
Quando morávamos em Cingapura namoravamos a LED 50"da Samsumg, quando descobrimos que seriamos transferidos para os EUA desistimos de comprar lá para comprar aqui.. Esperamos até a Black Friday, e só quando estávamos quase fechando o negócio descobrimos que os modelos vendidos nos EUA são apenas 110V e opera apenas no sistema ATSC que funciona apenas na América do Norte, Coréia e alguns paises da américa central.. O sistema utilizado no Brasil é o ISBD. Como não iamos ficar mais muito tempo nos EUA acabamos desistindo da compra..
Se tivessemos comprado em Cingapura a mesma TV além de Bi-Volt e funcionar no sistema ATSC, ISBD também funcionaria em DVB (Padrão Europeu).

Letícia
LetíciaPermalinkResponder

Já participei de 2 Black Friday, um em Orlando e outro em Las Vegas e concordo com o que muita gente falou por aqui, não vale a pena ir de madrugada, tudo lotado, mil filas e as lojas estão uma loucura. Na primeira vez, um brasileiro que mora em Orlando me deu a dica para ir mais tarde. Em Las Vegas achei bem mais tranquilo, até para ter acesso ao Outlet e estacionar foi tudo mais fácil. Para quem quer pechinchas em eletrônicos, não tem jeito, dependendo da mercadoria, tem de encarar a madrugada numa fila mesmo. Realmente as mercadorias não acabam, e as promoções começam antes e duram o fim de semana e, para nós brasileiros, se já vale a pena, imagina com desconto.

Felipe Salum
Felipe SalumPermalinkResponder

Black Friday eh pura enganacao hehe.. vc acha as coisas na Amazon muito mais barato e sem imposto em qualquer epoca do ano, do que no dia da Black Friday nas proprias lojas.

Pra comprovar eu fui aqui em Miami numa loja no Black Friday e com meu iphone procurei o mesmo Home Theater que eu queria comprar na loja, no site da Amazon, e adivinha? tava mais barato na Amazon smile

Fora que na loja ainda teria o imposto de 7% em cima e as filas sao kilometricas. Realmente soh compensa pra quem nao tem acesso a internet ou nao sabe onde comprar online, ou melhor a classe baixa da populacao.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Depende do estado o imposto. Para Nova York, por exemplo, a Amazon é obrigada por lei a cobrar o imposto.

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Verdade, saudades de Chicago que eu "não pagava" impostos pela Amazon. Teoricamente todos tem que pagar impostos.

O problema aqui é o "custo do aborrecimento", especialmente depois de comer um Turducken grin

Adolfo
AdolfoPermalinkResponder

O Bkack Friday é uma versão nacional da liquidação anual do Magazine Luiza que passa na TV depois do Natal. É preciso ter muita paciência, acordar cedo, passar frio e esperar que nem sempre vai encontrar o que quer.

Como não tenho nenhum destes atributos, prefiro pensar que a diferença de preços daqui e de lá é tão grande que compensa comprar nos outlets e lojas normais.

chris
chrisPermalinkResponder

Gente, Super obrigada pelas dicas!!! Desisti. Muito melhor comprar aqui, fora que o meu tempo em NY vai ser super corrido. Muito obrigada mesmo pela atenção.

Patrick Martins

Pelo que andei lendo, as opiniões são bem variadas. Imagino que dependa da personalidade da pessoa e do objetivo da viagem. No meu caso, que gosto de aventura, acho uma experiência válida, porque quero trazer meu ihpone e laptop em um preço muito bom. Quanto a filas, correria e superlotação: Nada que fãs ou torcedores já não tenham feito na expectativa de um show/jogo. E o brasileiro comum enfrenta isso todo dia na ida e volta de casa. Quem sempre teve o privilégio de um conforto ($) de vida, entendo e respeito a opção de pagar mais caro pela tranquilidade. No meu caso o dinheiro é bem suado, e acredito que o investimento de um dia cansativo vale a pena. Abs!
Ps. Caso alguém esteja em NY na BF desse ano, podemos juntar um grupo. Estarei com mais duas amigas.

Yara Vieira
Yara VieiraPermalinkResponder

Também acho Patrick, óbvio que eu prefiro o conforto, lojas sem filas, etc .. mas vale e muito fazer esse sacrifício, por 24 horas pra economizar uma grana!!!
Nunca fui numa BF, to indo pra NYC em janeiro, mas com certeza encararia uma no maior bom humor!!! Tenho certeza que no mínimo vai ser uma experiência engraçada, e terei muita história pra contar depois!!!
Cada opinião é muito pessoal (óbvio) e reflete a maneira de como cada um encara a vida, e de quantas doletas tem no bolso!!!

ps: chris, comprar aqui vale mais... aqui onde??? Se você morar na Espanha ou em Portugal eu aceito, mas comparar os preços brasileiros com os reços americanos é um verdadeiro absurdo!!!

Eri Carol
Eri CarolPermalinkResponder

Agora vejamos: O q seria melhor fazer na Black Friday?
Encarar o Woodbury X Encarar o Jersey Gardens X ou aproveitar mesmo as promoções em Manhattan?
Meu foco é em roupas, uma bolsa e um relógio Michael Kors, VS, essas coisas que mulheres adoram...
Muito obrigada!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Eu iria ao Jersey Gardens. Mais perto, fechado e com ótimas lojas. Woodbury no inverno não é nada agradável.

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Oi Galera
Dando um update neste tópico, queria saber como é o nivel de estoque das lojas de roupa em orlando na semana pós Black Friday.
Será um deserto? os tamnhos mais comuns (M/G para os brasileiros) ainda existem? Existe reposição?
Quem puder dar uma ajuda
Obrigado
Abs
Eduardo

Marcie
MarciePermalinkResponder

Eduardo, é muito raro que acabe tudo, tudinho. Pode faltar uma ou outra peça. Mas garanto que você achará alguma coisa que goste!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Nunca vi loja vazia.

olindo
olindoPermalinkResponder

Boia gostaria de saber quando será o black friday desse ano.
Pois é sempre a última sexta feira de novembro, no caso dia 30,
mas estão falando que esse ano será dia 23.
Um abraço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Olindo! A Black Friday cai no dia 23 de novembro, dia seguinte ao Thanksgiving, 22.

Julio Carvalho

Oi pessoal...este ano será minha primeira experiência no Black Friday.....Mas estou meio apreensivo, pq meu foco são roupas e relógios. Vale a pena mesmo encarar esse tumulto todo da madrugada ou pegarei pouca diferença de preços no caso, se eu for nas lojas na quarta-feira, dia 21?
Abraços e obrigado!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Julio! Provavelmente não.

marcia cirne Oliveira

Olá,
Este ano vamos passar o Black fryday em lake tahoe,portanto acho que não teremos muitas promoções por lá não é mesmo?Mas no dia 24 devemos viajar para las vegas e dormiremos no caminho ,para chegar em vegas no domingo e ficar por 5 noites.Será que ainda poderemos pegar alguma coisa de desconto no final de semana?
Obrigada,
márcia

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! O ano inteiro é bom comprar nos Estados Unidos. Não há desabastecimento depois da Black Friday.

marcia cirne Oliveira

Olá,
Este ano vamos passar o Black friday em lake tahoe,portanto acho que não teremos muitas promoções por lá não é mesmo?Mas no dia 24 devemos viajar para las vegas e dormiremos no caminho ,para chegar em vegas no domingo e ficar por 5 noites.Será que ainda poderemos pegar alguma coisa de desconto no final de semana?
Obrigada,
márcia

Sâmia
SâmiaPermalinkResponder

Vou está em Miami na black friday este ano. Sou fotógrafa e pretendo comprar uma câmera e uma lente que aqui no Brasil custa cerca de R$ 15.000,00. Em Miami já vi que vou gastar menos de R$ 10.000,00. Mas será que na black friday é ainda mais barato? Se consegue desconto em equipamentos assim?! Fiquei na dúvida se valeria a pena depois de ler todos os comentários. Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sâmia! Fique de olho na CyberMonday e nas ofertas anunciadas online:
http://www.bestbuy.com/site/Misc/Black-Friday-Cyber-Monday/pcmcat225600050002.c?id=pcmcat225600050002

Patrícia
PatríciaPermalinkResponder

Estarei em Orlando durante o feriado de Ação de Graças e queria saber se os parques, tanto da Disney quanto da universal, ficam menos cheios no dia da Black Friday. Estou pensando se é melhor apostar nas compras ou em filas menores nos parques. Alguma sugestão? E no próprio dia de Ação de Graças, as lojas abrem normalmente?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patrícia! Ao contrário do que a gente pensa aqui no Brasil, a Black Friday não é uma fixação americana. 97% das pessoas não estão ligadas nisso. Não conte com esse fator para esvaziar os parques. Só brasileiros vão a Orlando com essa fissura toda de compras.

Patrícia
PatríciaPermalinkResponder

Obrigada pela resposta, Bóia! Poxa, está difícil montar uma programação. Além de todas as dúvidas de quem viaja pela primeira vez aos Estados Unidos, ainda estou tentando evitar as multidões. Sei que a época não é muito favorável (e nem o lugar), mas não consegui tirar férias em outro período =/ O que para muitos é uma vantagem, em razão das promoções, para mim tem sido motivo de malabarismos na agenda. Sem dúvida trocaria a Black Friday por um período mais ameno.
Considerando que no dia de Ação de Graças as lojas não abrem, estou pensando em visitar algum dos parques nesse dia. E na sexta, como as promoções da Black Friday não têm qualquer impacto sobre as filas dos parques, talvez seja o caso de me aventurar e participar dessa experiência antropológica e, quem sabe, ainda conseguir comprar alguma coisa em promoção .rs.

Marcia Aquino
Marcia AquinoPermalinkResponder

Olá
Estarei em NYC no dia de Ação de Graça.Os restaurantes ficam abertos?

Márcio Raimundo

Este ano irei à Black Friday em nova york. Irei anotar tudinho, do ponto de vista antropológico, e relatarei depois.

Andréa
AndréaPermalinkResponder

Olá. Gostaria de saber qual a melhor data para compras através de sites! É que vou após o black friday. Tks

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andréa! Os leitores comentam sobre a Cyber Monday aqui: https://www.viajenaviagem.com/2011/07/compras-na-black-friday-ja-encarou-conta-pra-gente/#comment-147361

Ela acontece na segunda-feira após a Black Friday.

Camila
CamilaPermalinkResponder

Oi, cruzes que loucura!!!
Depois da cyber monday, as lojas ficam desfalcadas na semana que seque???
obrigada =0)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camila! Ficam não.

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Oi queridos trips, acabei marcando viagem para os EUA (Washington-DC)
para o período da Black Friday e fui de perto ver o que acontece nesse
dia. E olhem que eu tava com uma grávida! E não passamos por nenhum
aperto!

Primeiro, acho que podemos incluir mais este evento no item "na CNN é
bem pior". Claro que há empurra-empurra em algumas lojas, mas há como
evitar tranquilamente. 'E soh fugir dessas mega promoções com poucos itens disponiveis, que as lojas chamam de doorbusters (aham...), em lojas como walmart e bestbuy, que geram aquela confusão que vemos
na TV.

Os shoppings e outlets abrem meia-noite, mas não encaramos essa
maratona. Aproveitamos que tínhamos chegado há poucos dias e estávamos
acordando muito cedo por causa da diferença de fuso de 2h,e fomos ao
shopping mais próximo de nós, o Tysons Corner, às 6 da manhã. O
estacionamento já estava cheio, mas achamos vaga fácil. Começamos pela
Macy´s e passeamos pelas lojas que queríamos durante toda a manhã, sem
empurra-empurra. Das promoções que queríamos, só uma não conseguimos,
pois tinha acabado durante a madrugada.

Às nove, quando Caetano foi levar as primeiras sacolas para o carro,
ele disse que a procura por vagas no estacionamento já estava bem
acirrada. Continuamos pelo shopping sem pressa, procurando pechinchas
e sem grandes ambições. E evitamos itens que precisavamos
experimentar, como roupas. Comprei muita maquiagem, acessorios e cremes nesse dia.

A partir das 11h, começamos a perceber os corredores mais apertados, e
fomos embora.

Percebemos que toda lojinha tinha algumas promoções "doorbusters"
valendo até meio-dia. Todas mesmo. Na Godiva, chocolates pela metade
do preço... Na Sephora, kits por US$10... Na Apple, descontos bem
mixurucas em alguns acessórios... e por aí vai. Depois do meio-dia,
ficam as promoções que duram até acabar o estoque, e que podem durar
todo o fim de semana, caso haja pouca procura. A Black Friday acaba
invadindo todo o feriado. Importante ter uma ideia do preco que quer pagar nos itens, pois ha descontos imperdiveis e tambem aqueles que se encontra nas lojas comumente. Descontos de menos de 30% eu nem olhava, a nao ser que fosse para uma compra que eu ja queria fazer, independente de desconto. Em dias normais as lojas ja dao cupons para turistas e moradores que variam de 10 a 25%, mesmo...

De um modo geral, não vou encarar nunca ir pros EUA especialmente para
o Black Friday, mas achei divertida a experiência, e curiosamente muito menos
antropológica do que eu esperava. Achei uma boa chegar cedo, procurar um shopping que não fosse o principal de toda uma região e deixar outlets para outro dia!

Sobre corredores lotados - que só aconteceram a partir das 11h da manhã, como ja disse - não vi nada que
quem deixa pra fazer as compras de Natal para a segunda quinzena de
dezembro já não esteja acostumado!

Abracos a todos!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar