Washington: 11 razões para não ficar só no bate-volta

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Newseum, Washington, D.C.

A convite de Capital Region USA, fui representando o Viaje na Viagem em um giro de seis dias por Richmond, Annapolis e Washington, DC. Objetivo: descobrir o lado menos sisudo e mais manemolente da capital americana, e ter um gostinho do que oferecem algumas cidades dos arredores.

Aventuras em Washington, DC

Ok, manemolente talvez seja um pouquinho de exagero. Mas a variedade de centros culturais, restaurantes e atividades ao ar livre em Washington revelam um lugar muito mais vibrante do que o bom e velho Lincoln em sua poltrona de mármore nos levava a crer.

Há alguns anos tive a oportunidade de experimentar a modalidade "Washington por um dia", e posso dizer: vale a pena dedicar à cidade mais tempo do que só um bate-volta a partir de Nova York. Três dias são o ideal para curtir a Washington que existe para além dos cartões-postais. Querem ver? Eis 10 coisas super bacanas de Washington que não se faz em um bate-volta:

1 - Provar frutas fresquinhas no Eastern Market

Berries no Eastern Market

Eastern Market, Washington, DC

Taí, se tem um passeio sempre legal de se fazer em qualquer lugar é visitar o mercado daquela região. O Eastern Market (225 7th Street SE) é o mais antigo de Washington - está de pé em Capitol Hill desde 1873, tendo inclusive sobrevivido a um grande incêndio alguns anos atrás. Se a parte interna com poucas lojas não chega propriamente a impressionar quem conhece o Mercado Municipal Paulistano, a visita se completa com o movimento nos arredores. Aos sábados e domingos, é um programão: muita gente passeando nas ruas, vários restaurantes simpáticos pela 8th Street e Pennsylvania Avenue, uma feirinha de antigüidades logo na esquina e adoráveis bancas de fruta e vegetais na parte externa do mercado. E, sim, a "provinha" é uma prática que existe pelos lados de lá também! Vi desde todo tipo de berry a tomates muito vermelhos, passando por rabanetes tão bonitos que poderiam ser astros de Hollywood.

2 - Ver os monumentos de outros ângulos

Bar Point of View, Washington, DC

No bate-volta a DC, o que se conhece da cidade é a Casa Branca, o Capitólio, o Washington Monument... Ficando por lá mais um pouco, também se vê tudo isso -- mas de ângulos diversos. Washington não tem arranha-céus, o que faz dos terraços ótimos postos de observação da cidade. O P.O.V. (point of view, ou ponto de vista, em bom Português) é um bar lounge no topo do W Hotel (515 15th Street NW), com uma vista de cair o queixo. Sua localização é tão privilegiada que daria até para ver Donald Trump fazendo churrasco no jardim, se Donald Trump resolvesse um dia fazer isso. Da varanda avista-se o Jefferson Memorial, o Lincoln Memorial, o Pentágono, o Washington Monument... Enquanto bar, bem, é daqueles com dress code e um certo narizinho em pé. De qualquer maneira, minha sugestão é fazer uma reserva, colocar uma roupinha bonita e tomar uns dois drinks admirando o belo entardecer.

3 - Dormir em Washington

Hotel Rouge, Washington, DC

Essa parece bastante óbvia, não é mesmo? Pois nada óbvio é o Hotel Rouge (1315 16th Street NW) onde fiquei hospedada. Talvez vocês até me diriam que já ficaram em um hotel com um lobby todo vermelho, ou um hotel que oferecesse vinho de cortesia todas as tardes, ou um hotel com roupão de oncinha no armário do quarto, ou mesmo em um hotel tão pet friendly que seria capaz de um rottweiler ser o seu vizinho de quarto. Mas, todas as anteriores? Em Washington, DC? Pois é! Temos um bom exemplo de como pode ser cool e bem humorada esta cidade.

4 - Ir às compras na charmosa Georgetown

Georgetown, Washington, DC

Georgetown, Washington, DC

Georgetown, Washington, DCGeorgetown, Washington, DCGeorgetown, Washington, DC

Em um bate-volta a DC, dificilmente se dispõe de tempo para comprar qualquer coisa além de um chaveirinho escrito USA. Já quem passa três dias na cidade pode se dar ao luxo de ir bater perna durante algumas horinhas por Georgetown. O bairro herdou o charme dos tempos em que era uma cidade portuária. Zara, Gap, Sephora, Urban Outfitters, Barnes & Noble e até uma Apple Store convivem lado a lado com lojinhas locais, sebos e afins ao longo da M Street e da Wisconsin Avenue. Vale a visita a Paper Source (3019 M Street NW), com toda sorte de utilidades e inutilidades divertidas para casa e escritório. Para os entusiastas de cupcakes, filas se formam pelo famoso red velvet da Georgetown Cupcake (3301 M Street NW) -- famoso mesmo, já que a loja virou até tema de reality show. Dá para comprar o bolinho para viagem e levar para as margens do rio Potomac, descendo a Wisconsin Avenue. A área verde e aberta se chama Georgetown Waterfront Park, de onde se avista o estado da Virginia, logo na margem oposta do rio, e a bonita Key Bridge.

5 - Andar de bicicleta. Andar de metrô. Andar!

Washington, DC

Washington, DC
Capital Bikeshare, Washington, DC

Washington é uma cidade de distâncias curtas, onde se perder é praticamente impossível -- as ruas paralelas, em sua grande parte, seguem o pouco criativo porém praticíssimo esquema de letras e números, e são cortadas por longas avenidas em diagonal, batizadas com nomes de estados americanos. Isso a torna bastante amigável para caminhadas. Os ciclistas também parecem muito bem-vindos, com estações de aluguel de bicicletas da Capital Bikeshare espalhadas por todo lugar. Já o metrô é um pouco mais complicado - não pelo esquema das linhas, mas por causa da maquininha de comprar tickets. Vixe, quantas instruções! Confesso ter me enrolado e precisado da ajuda de um funcionário. Mas o desafio homem versus máquina recompensa, uma vez que o metrô em DC chega a praticamente todos os pontos de interesse do viajante. Fora que dominar o funcionamento do transporte público é o que nos faz ter experiências mais próximas das de quem vive na própria cidade, não é mesmo?

6 - Aproveitar festivais e atividades ao ar livre

Bata lá na Praça, Washington, DC

O calendário cultural de Washington é cheio de atrações durante todo o ano e - que maravilha! - boa parte é de graça. Música em museus, cinema ao ar livre, walking tours... O site Washington.org é uma ótima fonte de consulta para saber o que acontece e o que está por vir na cidade, mas mesmo caminhando é possível se surpreender com algo especial (como um inusitado ensaio de percussão com grife brasileira na Farragut Square). Entre os maiores eventos do ano está o National Cherry Blossom Festival, que celebra com diversas atividades o início da primavera e o florescer das cerejeiras. Ano que vem, em comemoração ao centenário da chegada das árvores, a promessa é pintar Washington de rosa.

7 - Cair na noite

Ben's Chilli Bowl, Washington, DC

É um fato: o número de jovens residentes cresceu tanto em Washington que quase um terço da população na capital americana tem entre 20 e 30 e poucos anos. Pode-se comprovar isto matematicamente com dados do censo, ou com a simples observação da variedade de clubes e bares na cidade! O Going Out Guide do Washington Post tem cara de ser uma boa fonte para pesquisa, mas no quesito balada é sempre bom ter opiniões de gente de carne e osso. A pesquisa DataBóia então perguntou para alguns locais: qual o "quente" da noite em Washington? As respostas foram amplas: Adams Morgan. U Street. H Street. Dupont Circle... you choose! Eu planejava conhecer o 9:30 (815 V Street NW) ou o Black Cat (1811 14th Street NW), mas depois de três cervejas em Adams Morgan o cansaço me venceu. Apesar disso, ficou muito claro que ainda mais quente do que todos os bares e clubes é o lotadíssimo Ben's Chili Bowl (1213 U Street NW), a casa de cachorro-quente mais tradicional da cidade, há 50 anos no mesmo endereço - o que, considerando a sua história, é uma vitória e tanto.

8 - Descobrir que museus podem ser a maior diversão

American History Museum, Washington, DC

Newseum, Washington, DC

Newseum, Washington, DC

American History Museum, Washington, DCVista do Newseum, Washington, DCNewseum, Washington, DC

Ok, eu sempre soube disso, mas quanta gente não discorda? Talvez por não conhecerem ainda o National Museum of American History, do Smithsonian Institute (1400 Constitution Ave NW; entrada gratuita). E antes que me digam "Ai, que saco, História Americana..." pensem nos sapatinhos da Dorothy. No chapéu do Michael Jackson. Na roupa da Mulher-Gato. No Caco, dos Muppets. Na cozinha de Julia Child. Nos vestidos das primeiras-damas (maior concentração feminina jamais vista em uma ala de museu, diga-se de passagem). Logicamente, muito da história política dos Estados Unidos tem espaço de destaque por lá, mas por vezes contada de maneira inusitada (com pôsteres de campanhas eleitorais, charges, um jogo de tabuleiro dos Kennedy, o saxofone do Bill Clinton...). Falando em contar histórias, outro museu incrível é o Newseum (555 Pennsylvania Avenue NW;  ingressos a USD 24,95), que mostra a história do jornalismo de forma super interativa e um tanto quanto nua e crua. A seção de fotos vencedoras do Prêmio Pulitzer é verdadeiramente emocionante. Na ala dedicada ao 11 de setembro, as capas de 127 jornais de todo o mundo na manhã seguinte à tragédia, e um pedaço da antena que ficava no alto da Torre Norte. No terceiro andar, uma homenagem a mais de 2 mil jornalistas mortos enquanto trabalhavam, com menção a Tim Lopes e outros profissionais brasileiros.

9 - Provar diferentes sabores

Quem faz bate-volta a Washington não tem tempo de almoçar com calma, e janta batatinha frita dentro do ônibus. Já quem fica na cidade por mais tempo pode escolher entre experiências gastronômicas de qualquer estilo, preço e nacionalidade. O jantar no asiático Zentan (1155 14th Street NW) ficará para a história sob o capítulo "O dia em que suspirei por uma salada". Obrigada, Susur Lee, por inventar essa loucurinha de Singapore Slaw com 19 ingredientes. Muito, muito obrigada.

10 - Visitar cidades e estados vizinhos

Annapolis a pé

Annapolis

Adicione alguns dias ao seu roteiro por Washington DC para conhecer a pitoresca Annapolis, em Maryland, e para fazer um giro pela Virginia, incluindo Richmond e Old Town Alexandria.

O Comandante Ricardo Freire pede para acresentar um 11º motivo:

11 - Não passar entre 6 e 8 horas e meia na estrada num mesmo dia

"De trem a viagem entre Nova York e Washington leva, nos trens de alta velocidade, 2h50 em cada sentido. De ônibus você leva pelo menos 4h15 para ir e outro tanto para voltar. Quer um bate-volta menos cansativo e mais proveitoso? Passe o dia na Filadélfia!" (Riq)

Leia mais:

233 comentários

Cristina
CristinaPermalinkResponder

O posto subiu na minha leitura hoje (snif) quase que semanal do blog...Estive em Washington por 2 dias de bate-volta de Baltimore e depois 6 dias para um congrsso - a cidade é uma gracinha mesmo, né Bóia! Doida para ver o post de Maryland, para linkar para a minha amiga que mora lá!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Quem tiver com tempo e de carro pode ir até o ótimo Leesburg Corner Premium Outlets. Escrevi sobre ele aqui: http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=130&t=1783
Vale a pena se você não for para outro lugar realizar compras. Se tiver pouco tempo não é válido, pois DC é cheia de atrações e uma lindíssima cidade!

Elisa
ElisaPermalinkResponder

Mais um show de bóia!!!

Oscar | MauOscar.com

Que passeio bacana... Vários lugares de DC que ainda não conhecíamos... Otimo trabalho... Bem que a Bóia podia ter entrado em contato para a gente se encontrar lá wink

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

eekops: * bóia tímida *

val
valPermalinkResponder

Ai adorei...quantos lugares ainda pra conhecer....

Mas o que eu queria mesmo era ver A Bóia de roupão de oncinha!!!

smile

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Washington é mesmo espetacular!!! Adoro... e essas dicas são realmente bacanas smile

Marcie
MarciePermalinkResponder

A Bóia carioca mandando ver, gostei! Eu sou fãzona de Washington, e jamais consideraria a possibilidade de um bate-volta.

Porém, o que eu consideraria, e vai aqui uma boa recomendação, seria me avisar quando da próxima viagem internacional para o East Coast dos USA, viu? wink

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

eekops: * bóia envergonhada *

Claudia Beatriz - Aprendiz de Viajante

Concordo com a Marcie!!! Como a boia vem a cidade e não se comunica com a gente? smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

eekops: *bóia atrapalhada*

EDUARDO VILARINHO - TERESINA-PI

Ola Claudia,

estive viajando pelos EUA em junho, e passei 3 noites en NY e 1 noite e 2 dias em Washington. Gostei muito do seu site, muito bem escrito, rico em detalhes que fazem a diferença para quem os faz. Optei pelo banana puding do Magnolia Bakery, realmente muito bom.. nao tem cupcake q ganhe dele...em washington Fiz o city tour completo no primeiro dia nos onibus hope-on, hope off, e a tardinha fiquei por georgetown, muito charmoso lá.. realizei uma vontade la, que foi de provar comida vietnamita, muito bom..!! Enfim..Parabens Pelo Site, é muito bom. Estou lhe seguindo no twitter, Abcs!

Fabio NG
Fabio NGPermalinkResponder

Além do texto ótimo, adorei uma abordagem sobre Washington SEM qualquer foto dos cartões postais tradicionais –- parecem cidades completamente diferentes! wink

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalinkResponder

A Bóia saiu do lugar comum, bem bacana.

Rossi
RossiPermalinkResponder

Que relato bacana.

Estive em Washington, mas não atentei para todas as dicas postadas. Valeu, Bóia.

Abraço! Rossi

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Grande Bóia, ficou lindo! Eu amei Washington - passei 3 dias inteiros lá e achei mesmo essa medida muito boa. Só que quero muito voltar, por ser a cidade assim mesmo, muito mais cool do que eu esperava, e porque não dei conta de ir em todos os museus, e tem um mais bacana que o outro!!!
Agora, vou confessar: meus olhos pararam sobre a aquela foto do moleskine Keep Calm leeeendo - pô, Bóia, na próxima vc traz um pra mim??? mrgreen

Dri
DriPermalinkResponder

A dúvida é: A bóia Paulista é a Mari Campos ou elas estavam juntas em Portillo? A bóia carioca estava com Bruno Agostini nesse rolé por DC, Richmond e Virginía! *Estamos investigando* =P

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Dri! Nós As Bóias só andamos bem acompanhadas, viu?

Claudia Beatriz - Aprendiz de Viajante

As dicas estão sensacionais!!! Essa bóia sabe das coisas! Adoro o East Market, tomar café da manhã lá no fim de semana é uma tradição em DC... e uma dica é a feirinha de artes pra comprar souvenirs diferentes.. tem de joalheria a pinturas de artistas locais. smile

vera maria
vera mariaPermalinkResponder

Nossa, que ótimo post e dicas, já quero demais conhecer Washington, vou programar quem sabe ainda esse ano se todas as burocracias de visto se realizarem. Parabéns, Bóia, tb moro no Rio, e tb queria ver o roupão de oncinha :smile)
abraço,
vera

EDUARDO VILARINHO - TERESINA-PI

realmente, washington vale muito a pena, para vc passar pelo menos 1 noite(2 dias). Fui de NY pra lá de trem, saindo 6:00 a.m e chegando 10:a.m, no caminho passei por philadephia, baltimore e outras cidades +.A vantagem do trem em relaçao ao aviao eh q se sai da penn-station em NY(no sub-solo) do madson sq. garden e chega em D.C. na belissima UNION STATION, que de lá ja se pode pegar o city-tour nos onibus(HOPE-ON - HOPE - OFF). Achei Washington bem ao estilo de PARIS, ruas bem largas, muitos monumentos que podem ser vistos de varios pontos das cidade, prédios com no max. 10 andares... Dos museus fui em 2, o aero-espacial que eh publico e o + popular e no museu internacional de espionagem, particular (CERCA DE US$ 30,00) muito legal tb..Recomendo!!

Fernando Piracicaba

Congratulations Bóia Carioca!!! (Bóia com nome e sobrenome é muito chique)
Ótimo post...
Devo confessar que a ultima foto mexeu com meu emocional. smile

Jussara
JussaraPermalinkResponder

Riq passando a Bóia (digo, Bola). Brincadeirinha, hein! Muito gostoso de ler o post, super informativo e motivador. Nunca tive interesse de conhecer Washington, mas agora...

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Sempre defendi pelo menos três dias em Washington, que é uma cidade surpreendente. Bom mesmo são quatro dias. Com todo respeito ao comandante, nem Filadélfia eu acho vantajoso fazer como bate-volta. Retira um dia de NYC sem acrescentar muito em Filadélfia. Passe dois dias inteiros e você terá outra surpresa de cidade na bagagem de volta. E, Bóia, o post bombou. Muito bom mesmo. Fiquei querendo muito voltar.

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

Dicas preciosas hein ! Fiz um bate-volta pra Washington mas já tô programando pra voltar lá, pq não deu pra nada.
Mas, como assim "Descobrir que museus podem ser a maior diversão"? Indignou a apaixonada por museus aqui.
Ora... smile

Patrícia B. Maia

Washington subiu de posição na lista! Bóia seu texto ficou ótimo!

Nishan
NishanPermalinkResponder

Vou para Washington daqui a 2 semanas e passarei 1 noite por lá. Chego pela manhã vindo de SFO e sairei no dia seguinte pelo meio-dia em direção à NY. Neste praticamente 1 dia que ficarei na cidade, qual o melhor programa a se fazer para visitar o máximo que o puder de lá ? Pegar o hop-and-off bus ou fazer um city tour guiado ?

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

O melhor programa é ir para o National Mall e conhecer as inúmeras atrações do local andando. Há muito o que fazer na região!

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

O Air and Space Museum também é uma maravilha... diversão pura!

Epara quem gosta destas coisas, no Capitólio vc pode fazer uma visita e ver sessões tanto na câmara quanto no senado!

Fiquei 3 dias e meio em DC e prá mim foi pouco, muito pouco.

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Eu também jamais consideraria WDC um simples bate-volta. Fiquei três dias inteiros: foi bom e não vi tudo, só o óbvio mesmo. Eu queria mais.
Registrei minhas memórias em seis posts: http://ocachambinaoeaqui.wordpress.com/category/pe-na-estrada/eua/whashington-dc/
Quem quiser dar uma olhada, talvez ajude também.

Natalie
NataliePermalinkResponder

Que relato mais interessante, dona Bóia! Tá de parabéns grin

Eu nunca consegui imaginar Washington como um bate-volta, ainda mais com tantas opções de museus e atrações culturais bacanérrimas para você conhecer por lá.

Visitei a cidade por 3 dias em 2009 e fiquei com um gostinho de quero mais,por exemplo: não consegui ir até George Town.

Bóia,

Você mandou muito bem nas dicas grin

Elisa
ElisaPermalinkResponder

Não conhecer Washington é uma falha no meu curriculo. Gostei mto das dicas. Valeu Bóia!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Obrigada, chefa grin

Telma
TelmaPermalinkResponder

Mas essas boias estão saindo melhor do que a encomenda!

PS: quem me ensina a fazer essas carinhas?

Jorge Cunha
Jorge CunhaPermalinkResponder

Bóia Carioca, você realmente foi demais com os seus comentários sobre Washington. Eu ainda não conheço e também nunca fui despertado para tal. Porém, após as suas dicas sensacionais e valiosas, mudei de idéia e pretendo conhecer essa cidade deslumbrante. Valeu!

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

Bóia carioca, parabéns pela sua reportagem. Está sensacional !

andre urso
andre ursoPermalinkResponder

Pois é, quem conhece washington fica encantado com a cidade que é o oposto de NY, muito verde, qualidade de vida, sem trânsito e nada de prédios altões. Fiquei no ap de um amigo bem próximo ao Du pont Circle, e dali para toda a cidade é fácil e rápido. Só Georgetown que fica mais distante, mas dá para fazer até caminhado com um pouco mais de tempo e disposição. Depois de ler o post fiquei com saudade...

Elke
ElkePermalinkResponder

Alguém já foi de NY a Washington de carro no inverno? É seguro se nevar? Estamos em dúvida se devemos ou não alugar um carro para fazer este trecho...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elke! Auto-estradas não costumam oferecer problemas. Mas só vá de carro caso haja coisas pelo caminho que você queira ver. Senão é mais interessante organizar a viagem de outra maneira, por exemplo -- indo de trem, alugando um carro localmente e voltando de Washington de avião ao Brasil.

Oscar | MauOscar.com

Elke, tudo vai depender da quantidade de neve no dia da sua viagem.. Muitas vezes passam dias sem cair um floco de neve.. Mas de uma forma geral é tranquilo.. Mas tenha em mente que uma viagem de 4 horas pode facilmente levar 8... O governo tem uma atenção especial na remoção de neve nas rodovias durante a temporada de inverno.
Porém como nós Brasileiros não temos lá muita experiencia em dirigir na neve acho que o mais aconselhável ainda é ir de trem.. Em Janeiro de 2009 fomos passar o dia em Baltimore e a volta para casa que leva 2 horas levou 5.

Elke
ElkePermalinkResponder

Boa idéia esta de ir de trem, deve ser mais prático e seguro, já que não pretendemos fazer nada no caminho. De Washington pegaremos num avião para Orlando. Obrigada novamente gente!wink

Elke
ElkePermalinkResponder

Mais perguntinha, eu posso comprar as passagens de trem na hora, ou tem necessidade de comprar com antecedência pelo site? Pergunto isso porque pensei em ver como estará o clima nos dias em que estarei lá e avaliar se não é mais prático ir de carro (5 pessoas, malas, filhos, etc...). Obrigada!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Dependerá da disponibilidade!

Para 5 pessoas e muitas malas você precisará de um carro BEM grande. Cuidado na hora da reserva, pois um SUV simples não servirá.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elke! Passagem de trem em cima da hora sempre é pela tarifa cheia. Aluguel de carro na hora também sai mais caro. Planejar sempre é melhor.

Elke
ElkePermalinkResponder

Minha dúvida era mais sobre lugares, o preço eu sei que será maior! Sobre o tamanho do carro, já fomos para Orlando e alugamos um Volvo enorme, mas mulher não se liga muito em nomes e marca de carros, por isso não me lembro do tipo, só sei que era para umas 7 pessoas!

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Elke, nào se convença a usar trens da ultrapssada companhia estatal americana de trens.

Agora, sobre neve ao longo do eixo da I-95: dá uma conferida na previsão do tempo 2 dias antes de partir. Nevascas sérias, daquelas que fecham rodovias por longas horas, não acontecem do dia para a noite e, se ocorrerem, também causarão transtornos em trens e aviões.

Não precisa ficar preocupado, se vc já dirigiu na Florida, não terá problemas em dirigir em outros locais.

Dica: entre Trenton e Wilmington, se vc não tiver interesse em fazer paradas no caminho, vá pelo New Jersey Turnpike, que desvia de toda a área urbana de Philadelphia e é mais rápido que o trecho da I-95 por ali.

Fabio H. - Por Todos os Lados

Bóia, parabéns pelo relato!
Washington subiu algumas posições na minha lista. smile

Clara
ClaraPermalinkResponder

Bóia, todo o apoio ao seu post que mostrou muito bem que Washington é uma cidade que merece ser visitada por 3 dias. E noites. Tem o Kennedy Center for Performance Arts(acho que é esse o nome), com balés, concertos, etc. Além de tudo o mais que você bem relatou e fotografou.

O que você foi fazer na Virginia? Você foi a Langley, por acaso? smile

Arthur "Hirigóez" | Agora Vai

AH! A Bóia carioca é o Bruno Agostini!!!!
http://oglobo.globo.com/viagem/mat/2011/07/13/um-passeio-pelo-lado-menos-serio-mais-vibrante-de-washington-dc-os-arredores-924891899.asp

val
valPermalinkResponder

opa...olha o mistéria se desfazendo....grin

e quem matou Odete Roitman???

Lena
LenaPermalinkResponder

Se a Cláudia já me fazia babar por Washington, a Bóia só aumentou a vontade. Adorei! smile
O comandante sai e as bóias fazem a festa! lol

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Um passeio interessante em DC é o de barco, com jantar e música. Você passará por lindos locais. Eu fiz e escrevi sobre ele aqui: http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=130&t=1822

Elke
ElkePermalinkResponder

Andre, deixa ver se eu entendi bem, se houver nevasca de parar o transito em rodovias, o trem provavelmente irá parar também? Ou é menos provável? Vou ficar atenta na previsão do tempo. E sobre os trens, qual seria a melhor companhia? Estamos em dúvida mesmo, mas pensei que de trem a chande de ficar parada em estradas seria menor...

Oscar | MauOscar.com

Elke

Sim se for uma nevasca daquelas históricas que fecha aeroporto, estradas, são grandes as chances de a Amtrak (única Cia a operar o trem) suspender o serviço também. A Única diferença entre ir de trem e de carro é que o tempo de viagem e o stress de dirigir na neve. Mas como comentei no primeiro comentário não neva todos os dias.. Até bem possivel você nem chegar a ver neve....
Concordo com o André que os Trens dos EUA são velhos e ultrapassados, mas dá para encarar..Existe o Acella que é um trem mais rápido mas que o preço não é dos mais convidativos.
Para pegar tickets mais baratos compre com pelo menos 2 semanas de antecedência..A mesma coisa vale para reserva de carro.. Com antecedência de pelo menos 1 semana sempre se consegue melhores preços

Elke
ElkePermalinkResponder

Obrigada wink

Sundaycooks – Cozinheiros de Primeira Viagem » Blog Archive » Blogagem coletiva: umas com tanto, outras com nada. Versão: Natalie

[...] quero ir até George Town, visitar os museus com mais calma e testar as dicas que a Bóia deu nesse post aqui. Mas no fundo no fundo, achei DC um cenário criado pelo governo americano para mostrar como eles [...]

Joao Carlos
Joao CarlosPermalinkResponder

O que é mais vantajoso para quem sai de manhã de N.Y para Washington e volta a noite, trem ou avião? Minha dúvida é que a viagem de avião embora mais rápida entre check in e desembarque demorará mais que o trem

Oscar | MauOscar.com

Eu não acho muito aconselhável fazer um Bate e Volta e NY até DC.. Mas entre o Avião e o Trem certamente o último é mais conveniente. Especialmente se você for de Acela (Trem mais Rápido faz a viagem em pouco menos de 3 horas). Além disso, você sai da Penn Station na 34th e chega na Union Station a 2-3 quadras do Capitólio em Washington.. Sem Stress de Check-Inn e transporte até o Aeroporto

Joao Carlos
Joao CarlosPermalinkResponder

Pensei em 1 dia pois me disseram que DC é uma cidade perigosa e violenta.

Polliana
PollianaPermalinkResponder

Bóia, tentei comprar um ticket de trem de NYC para Washington pela Greyhound. No site só fala que é partindo de "New York Express, NY" e chegando em "Washington DC Express, DC". Esses são nomes das estações? Acho que não, né? Fui até as últimas consequências da compra para saber se eles iriam especificar o nome da estação, mas não deixam isso claro. Estou com receio de efetuar a compra e ter problemas. Você ou outra pessoa sabe me dizer se são esses os nomes das estações e, se sim, onde ficam localizadas?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Polliana! Sim, são nomes de pontos exclusivos da Greyhound perto de estações. A de Nova York fica ao lado da Port Authority. O site traz mapas de cada estação.

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Colegas,

O Oscar deu umas dicas, mas queria maiores detalhes de como ir da Penn Station até Washington? "Acela" é o nome da empresa que faz o transporte de trem? Devo comprar antecipado, aqui do Brasil, as passagens?

Agradeço muito a atenção.

Rodrigo.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo! Compre em http://www.amtrak.com com antecedência para garantir descontos. Todos os trens são da Amtrak. Acela é o trem rápido.

Oscar | MauOscar.com

Rodrigo

Todos os trens são da Amtrak.. Mas existem diferentes trens que fazem este trajeto.. O Acela é o mais rápido deles.. Mas o Northeast Express costuma ser cerca de 40% mais barato e leva apenas 30-45 minutos a mais de viagem

rodrigo
rodrigoPermalinkResponder

Obrigado Bóia,

Você é responsável por a gente não ficar boiando lá... hehehe...

Mas me dê mais uma dica, andei comprando algumas coisas antecipadamente e a gente fica com um pouco de receio de ficar pagando tudo logo, entende, sendo assim, você acha difícil deixar pra comprar lá, tipo chegando lá a gente vai e compra pra uns 3 dias após, seria complicado de conseguir? Sorte que ficaremos em um Hotel que é vizinho à Penn Station.

Obrigado.

Rodrigo.

monica
monicaPermalinkResponder

Como vou de carro de new york até washington, gostaria de saber em que lugares parar inclusive para dormir tanto na ida como na volta para new york. Podem me ajudar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Monica! Sua pergunta já tinha ido para o Perguntódromo. Por motivos operacionais, por favor concentre suas dúvidas num único post. Estamos usando a pergunta que você postou no post de Annapolis. Obrigada grin

Fernanda Scarpa

Olá Bóia,

Farei a costa leste em maio/2012, Gostaria de chegar em Boston e ir descendo, passando por Cape Cod, New York, Atlantic City, Filadelfia, Baltimore, Washington, Pittsburg e Chicago. Vamos ficar 25 dias viajando com 3 crianças de 8 e 9 anos. Estou em dúvida se é melhor alugar carro para deslocar entre as cidades ou é melhor de trem ? Me ajude please...

Oscar | MauOscar.com

Fernanda

Pelo fato de você estar com crianças pequenas acho que o carro é bem mais comodo.. Embora Nova York carro é furada total. O trânsito é caótico e estarcionar é bem caro e você não vai precisar de carro lá
Se fosse, chegaria em Boston... pegava um carro alugado e iria até Cape Cod seguiria de carro ou de trem (de Boston) mesmo até NY.
Depois pegaria um carro em Philadelphia ou (mesmo NY) para fazer Philadelphia, Baltimore, Washington (Atlantic City é meio decadentão) No lugar sugiro conhecer Brandywine Valley da divisa de Delaware com a Pennsylvannia (caminho para Baltimore)que na primavera é linda, ou mesmo Annapolis que é uma graça de cidade (tem um post ótimo aqui no VnV)..
De Washington pegaria um vôo até Pittsburgh e de la seguiria de carro ou trem até Chicago...

Abraço

Maíra Corrêa

Oie!

Algumas sugestões de hotéis em Washington?! Bairros?! Estou procurando!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maíra! A Claudia Beatriz, do Aprendiz de Viajante, mora em Washington e recomenda Georgetown, Dupont Circle e Downtown!
http://www.aprendizdeviajante.com/index.php/guia-de-viagem-a-washington-dc/

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalinkResponder

Eu recomendo o Renaissance Washington DC Dupont Circle Hotel: http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=130&t=1772

Maíra Corrêa

Obrigada!

Maíra Corrêa

Gostei muito deste aqui, mas é longinho.... Ao mesmo tempo é perto do Zoo, que quero visitar...
http://www.dcinns.com/woodley.html

O que acham!? Muito longe?! Tem metro pertinho!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maíra! Você ficaria em uma área bonita, com uma cara mais residencial. A cidade não é grande, mas eu escolheria um local mais conveniente wink

Maíra Corrêa

=c) Obrigada pela ajuda!

Nani
NaniPermalinkResponder

Que saudade da minha "cidade"! Morei em DC are por 2 anos e realmente vale muito a pena uma visita prolongada.

O que senti falta na lista foi a cidade de Alexandria, VA. Tem uma old town liiinda!

Segway Tour, uma maneira rápida e divertida de explorar Washington DC | MauOscar Blog de Viagens

[...] Post com as atrações da cidade no Viaje na Viagem [...]

Lucas
LucasPermalinkResponder

Olá Bóia!

Eu e minha noiva estamos pensando em ir para NY passar 3 noites lá. Depois seguir para Washington mais 2 noites. Qual o melhor transporte de NY para WDC?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucas! Pode-se ir de trem http://www.amtrak.com ou de ônibus http://www.greyhound.com , http://www.boltbus.com .

Leia mais sobre Washington no Aprendiz de Viajante:
http://www.aprendizdeviajante.com/index.php/guia-de-viagem-a-washington-dc/

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar