5 bacari em Veneza

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Paradiso Perduto, Veneza

Entre os segredos que Veneza guarda em suas vielas estão os bacari, os botequins venezianos. Basta sair das ruas de passagem para que eles apareçam -- muitos são meras portinhas com um balcão, apropriado para tomar um café ou uma ombra -- uma taça de vinho da casa. Para acompanhar sempre haverá os cichetti, canapezinhos montados com queijo, embutidos ou bacalà mantecato.

Aproveite os que você descobrir ao acaso no seu caminho. Querendo ir na certa, tente encontrar estes:


View 5 bacari em Veneza in a larger map

Al Bottegon

Al Bottegon, Veneza

Mais tradicional, impossível. Escondidinho no Dorsoduro, à beira do canaleto do rio San Trovaso, perto da estação Zattere do vaporetto, o Al Bottegon é famoso por seus cichetti fresquinhos e baratos (a maioria sai 1 euro).

Os habituês postam-se em frente à vitrine dos canapés e escolhem cinco ou seis de cada vez para encher o pratinho. Além do vinho da casa há garrafas mais graduadas servidas também al bichiere (em taça).

Pegadinha: note que a placa "Vini Al Bottegon" é bem mais discreta do que a placa da fachada que informa outro nome -- "Cantine del Vino Schiavo".

Abre até as 20h30. Fecha domingo. É o marcador azul no mapa.

Caffè Rosso

Caffè Rosso, Veneza

O que não falta ao Campo Santa Margherita, no Dorsoduro, são bares -- a praça é lotada deles, sempre transbordando de gente (quando a meteorologia permite).

Dentre todos, porém, o Caffè Rosso se destaca -- talvez por ser um dos menorzinhos, ou quem sabe pelo interior ser o mais charmoso.

Como em toda a região, reduto da estudantada, os drinks são baratíssimos. O coquetel que embala o happy hour e as noites venezianas, o spritz -- vinho branco ou espumante com Aperol (doce) ou Campari (amargo) e azeitona -- sai meros 2 euros no balcão (ou 2,50 na mesa). Os sanduíches (tramezzini, com pão de miga, ou panini, com pão italiano) são recomendados.

Abre todos os dias até de madrugada. Perceba que não há a palavra "Rosso" na placa; só a fachada é que é vermelha... No nosso mapa também está marcado com o alfinete vermelho.

Il Pasadiso Perduto

Il Paradiso Perduto, Veneza

"O paraíso perdido" tem alma de bacaro mas oferece o pacote completo: é ótimo também para jantar e ouvir música.

O interior é amplo, aquecido por uma lareira, o que garante a noitada mesmo quando São Pedro tira de circulação as mesas ao ar livre à beira do canal.

Dê uma passadinha depois das 6 para ver se vai rolar música ao vivo; então garanta uma mesa para jantar e divirta-se.

Abre das 18h às 2h; fecha às terças. No domingo também abre para almoço da 12h às 15h. Fica na Fondamenta della Misericordia, na zona mais boêmia do Canareggio, mas fora do radar das multidões que usam o corredor da Lista di Spagna. Procure no mapa pelo marcador amarelo.

El Chioschetto

El Chioschetto, Veneza

Não quer fazer seu happy hour nem num botequim esfumaçado nem no terraço de um hotel? Se tempo estiver bom, então dirija-se à estação Zattere do vaporetto.

Ali perto fica um bar gostosíssimo, com mesas espalhadas pelo calçadão: El Chioschetto ("o quiosquinho").

Entre maio e setembro o happy hour das quartas e domingos tem música ao vivo (das 19h às 21h30). No verão também são organizadas festas itinerantes num barco que sai do píer ao lado (informe-se com os garçons sobre os dias).

É um dos melhores lugares de Veneza para estar ao pôr-do-sol a bordo de um spritz. Abre até as duas da manhã no verão, mas fecha às 4 da tarde no inverno. Não funciona em dezembro e janeiro. É o alfinete roxo no mapa.

Harry's Bar

Bellini no Harry's Bar, Veneza

OK -- chamar de bacaro ao protótipo daquilo que os europeus conhecem como "American bar" deve ser uma ofensa tanto aos bacari quanto ao Harry's Bar.

Mas nenhuma lista de lugares para beber em Veneza será completa sem ao menos mencionar o seu bar mais famoso.

A principal razão para a fama é a invenção de um coquetel, o Bellini, feito com prosecco e suco de pêssego (doce). Poder dizer que tomou um Bellini onde foi inventado, porém, tem o seu preço: 13 euros o copito.

Abre todos os dias até as 23h. O leão de chácara garante o cumprimento do dress code: bermudas e sandálias estão fora de questão, e entrar de jeans não é garantido. No mapa, é identificado pelo marcador verde.

(Preços de 2011.)

Leia mais:

22 comentários

Mario Netto
Mario NettoPermalinkResponder

Ainda bem que está explicitado que o post é PATROCINADO. O Bellini do harry's bar é o pior e drink que já provei em toda a minha vida.Verdadeira macumba prá turista,pagar 13 euros naquela porcaria.....

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mario! O Harry's Bar não patrocina este post, não grin

Este post é para o Hoteis.com, que não interfere no conteúdo a não ser nos links de reservas de hotel.

As indicações são do Ricardo Freire, que não omitiu nem o preço nem o conteúdo do drink, rapaz! Acredite, tem muita gente que gosta grin

Carlos
CarlosPermalinkResponder

A Bóia tem razão, gosto cada um tem o seu.

val
valPermalinkResponder

ah....saudade!!!!

vale muito a pena cacifar um jantar no harry´s bar

Merél
MerélPermalinkResponder

Taí, ó, Veneza subiu de categoria na minha lista depois dessa.

Nádia
NádiaPermalinkResponder

Eu gostei do Harry's, do bar e do Bellini. Como eu sempre digo, "a beleza está nos olhos de quem vê..."

Mario Netto
Mario NettoPermalinkResponder

É a subjetividade do gosto humano....Tá valendo...

marta keppler
marta kepplerPermalinkResponder

acho que existem lugares para todos os gostos, conheço muita gente que faz questão de ir lá por ser um lugar "famoso", devemos respeitar, afinal esse site não é destinado a um grupo fechado né?
eu, pessoalmente, não fui lá, mas pus minha cabeça dentro da porta prá ver como era dentro, heheheheeheheh
gostei mesmo foi de fuçar e experimentar os botequinhos e achei vários lá pela região do mercado entrando pelas ruazinhas, mas tratando-se da geografia de veneza acho que nem eu mesma sei voltar nos lugares, aliás esse é o charme da cidade: se perder!

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Outro lugar bem legal é o Bacaro Jazz, que fica perto da ponte Rialto, San Marco 5546. Próximo ao campo de S. Bartolomio. Tem uma decoração de sutiãs pendurados pelo teto, um bom vinho e petiscos deliciosos.

Bruno
BrunoPermalinkResponder

Visitaremos,sem dúvida o café ROSSO em fevereiro.......conforme sugerido.Comentarei posteriormente.Abraços e parabéns.

Isabelle
IsabellePermalinkResponder

Estou em Veneza e como esta chovendo dei uma parada em um baccaro de comidinha como entrada já que a noite reservei um bom restaurante para jantar! Em relação ao Harrys o Beline esta 16, 50+15% e o carpaccio que também foi inventado lá esta 52,00 + 15%, neste caso extremamente democrático entra, bebe e paga quem quiser, no meu caso valeu muito a pena

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Passei pela porta do il paradiso perduto, mas estava cheio e nao havia mesas disponíveis fora. No próprio canareggio, perto de onde estamos hospedados, achamos uma boa opção para um jantar simples e com música ao vivo. Não é um bacaro, mas o lugar é bom, a música legal e a comida boa. E o preço justo. Bar al parlamento, na fondamenta San giobbe, 511.

Ronaldo Lima
Ronaldo LimaPermalinkResponder

Parabéns pelas informações!!! Estou de malas prontas para Roma e depois Veneza e tudo escrito aqui, principalmente pelo dono do blog é demais e muito ilustrativo.

Leonardo
LeonardoPermalinkResponder

Muito interessante a postagem. Gostaria de sugerir uma excelente opção para um happy hour em Veneza. O bar se chama Bacaro Risorto, fica no Castelo, uns 5 minutos de caminhada da Praça de San Marco. Cerveja, Spritz e tira-gosto bom um preço justo.

mag
magPermalinkResponder

ola,
obrigada pelas dicas importantissimas. so uma pergunta: é perigoso viajar sozinho para Veneza e Florença. Os hoteis, pessoas, sao seguro? obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mag! É seguro, sim. Mas sempre tome todas as precauções que você tomaria em qualquer cidade grande. E leia também as resenhas dos ex-hóspedes dos hotéis em que deseja se hospedar, para ter certeza de que são lugares seguros.

Ana Luisa
Ana LuisaPermalinkResponder

Olá,
queria tirar uma dúvida: é seguro voltar andando (e se perdendo, inevitavelmente) para o hotel de noite depois de ir a algum barzinho destes?
Sou nova e viajo mês que vem só com uma amiga.

Entendo que tenha que tomar cuidado como em qualquer lugar do mundo, pergunto porque as ruas parecem ser muito estreitas e não sei como é a iluminação/movimentação à noite.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Luisa! O perigo na Europa está nas aglomerações diurnas, nos pontos mais turísticos. É ali que vão afanar seu passaporte ou seu cartão de crédito sem você perceber.

Cristina L
Cristina LPermalinkResponder

Gostaria de sugerir mais um bàcaro: Do Mori. Chicchetis típicos, local cheio de charme e característica - foi fundado no ano que a América era descoberta! Parece que é o bar mais antigo de Veneza.
Aqui: https://cuorecurioso.wordpress.com/2015/06/19/voltando-a-veneza-a-cereja-do-bolo-casal-cuore-e-sua-filhinha-de-3-anos-vao-a-italia/

Rosy Tavares
Rosy TavaresPermalinkResponder

Parabéns ! Tem Muuuuuuuiitas dicas importantes. Estou planejando minha 1º viagem a Europa nas minhas férias 2016. E vcs são ótimos !! Dão tudo mastigadinho, impossível ficar com medo. Valeu
Abraços

Cláudio Ferreira Mesquita

Harry's Bar!!!!!
Não entre, jamais! A não ser que você queira muito tomar o Bellini de lá, que não tem nada de mais, em outros lugares você paga menos da metade e saboreia com mais tranquilidade.
Na verdade, o Harry's Bar, foi uma experiência traumatizante em nossa viagem à Veneza.
Assim que você chega ao local e senta à mesa, vem meia dúzia de garçons, que te enchem o saco do começo ao fim. Nunca nos sentimos tão constrangidos como naquele dia, o garçom simplesmente fica parado na sua frente, olhando pra você, esperando que você peça algo. No cardápio, os preços são verdadeiramente exorbitantes, talvez os mais altos de Veneza. Se quiser comer bem, vai ter que deixar muitos euros naquele lugar pequeno e barulhento, se quiser gastar menos, vai comer folhas e pedir à Deus para encontrar a pizzaria no caminho.
Em resumo, não recomendo essa experiência à ninguém, há mais para ver e fazer em veneza!

⚜️〰?Eliana?〰⚜️

Vou agora em dezembro passar as festas em Veneza .... estou animada e não vejo a hora. Contagem regressiva até o dia da partida. Amei as dicas. Abracci!!!!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar