Que moeda eu levo para o Chile?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Pesos chilenos

A moeda corrente no Chile é o peso chileno. Em agosto/2017, 1 real está sendo comprado a 185 pesos. O dólar está por volta dos 647 pesos. Essas cotações, no entanto, mudam a todo momento. Para saber as cotações atuais, consulte o site do Cambios Santiago (a cotação que vale é a de 'compra').

Note que, para obter isenção de 19% de IVA (imposto sobre valor agregado, o ICMS deles) no pagamento de diárias de hotel, é necessário pagar em dólar ou cartão de crédito internacional.

Se preferir, clique para ir direto ao tópico desejado:

Pagamento de hotel: use dólar ou cartão de crédito

Assim como outros países da América do Sul, o Chile isenta os turistas estrangeiros, que estejam há menos de 60 dias no país, do IVA (imposto sobre valor agregado) nas diárias de hotéis. Este imposto é cobrado dos chilenos e dos estrangeiros residentes.

Para obter esses 19% de desconto é preciso pagar a conta em dólar vivo ou em cartão de crédito internacional, com a fatura expressa em dólares. A fatura da hospedagem será um 'recibo de exportação'.

"Ah, mas não fica mais caro pagar a conta em dólar?" Não, não fica. A conversão é feita pela cotação oficial. É burrice pagar hotel no Chile em pesos.

Menu | Hotel | Dinheiro vivo: peso, real, dólar | Cartões: saques, pré-pago, crédito

Dinheiro vivo: peso, real ou dólar?

Quando você opta por viajar com dinheiro vivo, precisa montar uma estratégia de câmbio, para comprar e vender moeda em condições vantajosas. De nada adianta fugir dos 6,38% do IOF dos cartões se você trocar seu dinheiro por cotações 10% ou 15% abaixo da cotação justa.

Abaixo você encontra considerações sobre levar pesos, reais e dólares para o Chile. Mas saiba de antemão que não vale a pena comprar pesos chilenos no Brasil, e que reais são mau negócio fora de Santiago.

Levando reais ou dólares, esteja ciente de que fazer câmbio no aeroporto de Santiago não vale a pena. Para fazer seus reais ou dólares renderem, você precisa chegar num dia de semana e reservar a primeira manhã ou a primeira tarde para fazer câmbio numa casa de câmbio da avenida Pedro de Valdivia, em Providencia, ou na calle Agustinas, no Centro. Caso você não tenha essa disponibilidade, saiba que usar cartão de crédito será mais vantajoso.

Na minha última viagem, em agosto de 2017, consegui 183 pesos por real (já com IOF) usando cartão de crédito. Usar cartão de crédito foi 5% mais vantajoso do que comprar pesos no Brasil (175 pesos por real), 13% mais vantajoso do que trocar reais na casa de câmbio do aeroporto (163 pesos por real) e 3% mais vantajoso que trocar reais na casa de câmbio do shopping Costanera Center (177 pesos por real).

Meu cartão de crédito só perdeu para a cotação das casas de câmbio da calle Agustinas e da avenida Pedro de Valdivia (185 a 189 pesos por real, ou 1 a 2% de vantagem com relação ao cartão de crédito).

Ou seja: se levar dinheiro vivo, troque em dia de semana, em horário bancário, nas casas de câmbio da cidade (mas não no shopping). Se não puder, use o cartão pré-pago (se não quiser correr o risco de desvalorização cambial) ou o cartão de crédito sem peso na consciência.

Vale a pena comprar pesos chilenos no Brasil?

Não vale a pena comprar peso chileno no Brasil (nem qualquer moeda "fraca"). A cotação parece baratinha, mas pode ser mais de 15% mais cara do que você conseguiria por seus reais numa boa casa de câmbio Santiago, num dia de semana, em horário bancário.

Exemplo: em agosto de 2017, casas de câmbio em São Paulo ofereciam cotações entre 161 e 175 pesos por real; em Santiago era possível conseguir entre 185 e 189 pesos por real nas casas de câmbio da calle Agustinas no Centro ou na avenida Pedro de Valdivia em Providencia. A diferença entre a melhor cotação de Santiago e a pior cotação de São Paulo chegou a 17%.

Vale a pena levar reais para o Chile?

Santiago (assim como Buenos Aires e o Uruguai) é um dos poucos lugares onde o real tem um bom mercado. Atente, porém, a essas peculiaridades:

  • O real tem cotação melhor que o dólar nos meses de verão, quando há grande procura de reais por parte dos chilenos que viajam de férias ao Brasil
  • Durante os meses de inverno, quando há grande afluxo de turistas brasileiros no Chile, inundando o mercado de reais, a cotação do real baixa um pouco. Continua OK levar reais para Santiago, mas quem levar dólar (comprando bem o dólar no Brasil) conseguirá pelo menos 3% mais pesos
  • Não leve reais para fora de Santiago. Reais não têm boa cotação no Atacama, nos Lagos Andinos ou na Patagônia. Se for para esses lugares e não puder trocar reais em dia de semana, em horário bancário, em Santiago, leve dólares ou cartão de crédito

A cotação da casa de câmbio do aeroporto para reais é péssima -- a pior da cidade. Se precisar de alguns pesos vivos, troque o mínimo possível de reais (ou dólares; o dólar não tem a cotação tão aviltada quanto o real no aeroporto).

Note que o táxi oficial do aeroporto aceita cartão de crédito.

Você pode ver as principais zonas de casas de câmbio em Santiago neste post.

Vale a pena levar dólares para o Chile?

O dólar nunca deixa você na mão em países de moeda fraca. É uma aposta segura para manter o seu poder de compra em qualquer lugar do mundo em que você precise fazer câmbio para moeda local.

Lembre-se que, para fazer o seu dinheiro render ao máximo, você precisa comprar bem o dólar no Brasil -- ou seja, pesquisar a cotação antes de comprar. Comprando pela cotação mais baixa, e trocando esses dólares em Santiago em dias úteis, no horário bancário, nas casas de câmbio da avenida Pedro de Valdivia em Providencia ou da calle Agustinas no Centro, você fará bons negócios.

Atenção para as pegadinhas:

  • Nos meses de verão (dezembro-fevereiro) o real tem bastante procura em Santiago, o que faz com que se valorize. Nessa época, levar reais costuma render mais do que levar dólar
  • Fora de Santiago (Atacama, Lagos Andinos, Patagônia), levar dólar sempre é mais negócio que levar real (reais têm péssima cotação fora da capital). Ainda assim, é melhor trocar seus dólares em Santiago, porque a cotação na capital é melhor do que em áreas turísticas

Não troque dólares no aeroporto. A cotação é a pior de Santiago. Querendo conseguir seus primeiros pesos, troque o mínimo possível -- 50 ou 100 dólares, por exemplo. Lembre-se que o táxi oficial do aeroporto aceita cartão de crédito.

E lembrando mais uma vez: hotéis devem ser pagos em dólar vivo ou cartão de crédito, para que você obtenha a isenção de 19% do IVA (imposto sobre valor agregado, o ICMS deles). Se você pagar em pesos, vai pagar 19% a mais do que quem pagar em dólar ou cartão de crédito.

Menu | Hotel | Dinheiro vivo: peso, real, dólar | Cartões: saques, pré-pago, crédito

Cartões de crédito, pré-pago e saques em moeda local

Apesar de demonizados pelos 'especialistas' entrevistados pelos jornais (gente que certamente nunca precisou fazer câmbio num domingo em Santiago, Lima ou Bogotá), os cartões são meios de pagamento que você deveria considerar usar em países onde é preciso fazer troca de moeda em casas de câmbio.

Isso acontece porque a conversão oferecida pelos cartões é mais vantajosa do que as praticadas pelas melhores casas de câmbio, o que compensa parcialmente o efeito do IOF de 6,38%.

Um exemplo: na minha última viagem, em agosto de 2017, meu cartão de crédito fez a conversão à base de 195 pesos por real (ainda sem IOF). Nas casas de câmbio de Providencia e do Centro, em horário bancário, o real estava cotado entre 185 e 189 pesos. Aplicando o IOF, a cotação final que obtive foi 183 pesos por real -- entre 1% e 2% inferior à das casas de câmbio, ou seja, bem menor que os fatídicos 6,38%, e sem me dar nenhum trabalho, nem me fazer perder nenhum passeio só para poder fazer câmbio.

Evidentemente, eu corri o risco de uma desvalorização do real até o pagamento da fatura, que faria minha conta aumentar. Mas se eu tivesse usado cartão pré-pago, que congela o dólar no momento da compra, nem esse risco eu teria corrido.

Veja as diferenças entre saque em moeda local nos caixas eletrônicos, cartão pré-pago e cartão de crédito.

Vale a pena fazer saques em moeda local nos caixas eletrônicos?

Não vale muito a pena, não. O problema dos saques em caixa eletrônico é que, além do IOF de 6,38%, a cada operação incidem uma tarifa de saque internacional, cobrada pelo seu banco, e uma tarifa de uso do equipamento, cobrada pelo banco dono do caixa onde você está sacando.

Em agosto de 2017, sacando pelo limite máximo (200.000 pesos, quase 1.100 reais), consegui a cotação de 175 pesos por real, já considerando IOF e taxas. Nas casas de câmbio da cidade conseguiria 185 pesos por real; no cartão de crédito obtive 183 pesos por real (já com IOF).

Ou seja: o saque vale só pela comodidade.

Vale a pena fazer gastos com cartão pré-pago no Chile?

Não se assuste com o IOF de 6,38%. O imposto é compensado, em parte, pela cotação vantajosa de conversão de moedas. No fim das contas, você obtém pelos seus reais uma cotação apenas ligeiramente inferior (algo como 1 ou 2%) à das melhores casas de câmbio -- sem precisar se deslocar até uma casa de câmbio física, nem perder uma manhã ou uma tarde de passeio só para fazer câmbio, nem correr o risco de carregar um bolo de dinheiro vivo.

Com relação ao cartão de crédito, a vantagem do pré-pago é a a estabilidade cambial (você congela a cotação no momento da compra a moeda; se o real desvalorizar durante a sua viagem, você não é afetado).

A desvantagem do cartão pré-pago com relação ao cartão de crédito é que, em alguns hotéis (normalmente, de redes internacionais) é feito um bloqueio no check-in, que normalmente é maior do que o valor da estadia. Isso faz com que você fique com uma parte do seu dinheiro indisponível até o estorno, que pode demorar dois a três dias depois do check-out para acontecer. Cartões pré-pagos também não são aceitos para aluguel de carro.

Vale a pena fazer gastos com cartão de crédito no Chile?

Assim como acontece com o pré-pago, o IOF de 6,38% é parcialmente compensado pela conversão vantajosa do peso para o dólar. Na minha última viagem, em agosto de 2017, meus gastos em cartão de crédito foram convertidos, já com IOF, à base de 183 pesos por real. Nas casas de câmbio da cidade, em dia de semana e em horário bancário, conseguiria entre 185 e 189 pesos (entre 1 e 3% a mais). No aeroporto, teria conseguido 163 pesos (13% a menos).

O cartão de crédito oferece praticidade e segurança inigualáveis -- além de milhas. Sua desvantagem é a instabilidade cambial, já que se houver desvalorização do real até o pagamento da fatura, a conta vai subir de acordo. (Mas também pode ocorrer o contrário: se o real se valorizar frente ao dólar -- e isso acontece mais vezes do que se imagina -- no mês seguinte há o estorno da diferença.)

Onde conseguir pesos chilenos no aeroporto de Santiago?

As casas de câmbio que operam 24 horas no aeroporto usam uma cotação desvantajosa. Troque o mínimo necessário. Prefira trocar dólares, que têm cotação menos desvantajosa do que reais no aeroporto.

Se o seu cartão do banco estiver desbloqueado para saques internacionais, você pode também usar os caixas automáticos na área de embarque. Para o saque máximo (200.000 pesos, quase 1.100 reais), a cotação é melhor do que a da casa de câmbio do aeroporto, mas inferior à das casas de câmbio da cidade.

Os táxis oficiais do aeroporto aceitam cartão de crédito. A corrida sai o equivalente a 30 dólares.

Menu | Hotel | Dinheiro vivo: peso, real, dólar | Cartões: saques, pré-pago, crédito

Que moeda levo pra o Atacama?

Se você faz questão de viajar com reais, programe um dia útil em Santiago para fazer o câmbio, em horário bancário, nas casas de câmbio da av. Pedro de Valdivia em Providencia ou da calle Agustinas no Centro.

Caso vá ao Atacama 'direto', pegando o vôo para Calama em seguida, essas são as suas alternativas:

Melhor estratégia: leve dólares

  • Troque nas casas de câmbio de San Pedro. A cotação será uns 20 pesos inferior às boas cotações de Santiago, mas será melhor do que a da casa de câmbio do aeroporto de Santiago. Pague o trânsfer de Calama a San Pedro com cartão de crédito.

Alternativa: saques em caixa automático

  • Habilitando seu cartão de conta corrente para saques internacionais, ou usando um cartão pré-pago (tipo VTM) você pode fazer saques em pesos em caixas automáticos. O mais garantido é já sacar no aeroporto de Santiago: suba pela escada à altura da porta 4 do piso de desembarque. Ao chegar ao piso de embarque, você encontrará um caixa que aceitará cartões de qualquer banco (desde que habilitado para saques internacionais). Há também caixas em San Pedro, mas muitas vezes ficam sem dinheiro. Por causa da taxa de uso do equipamento (6.000 pesos), você conseguirá uma cotação inferior à que conseguiria trocando dólares em San Pedro -- mas será mais vantajoso do que trocar reais no aeroporto de Santiago ou que levar reais para San Pedro.

Plano C: cartão de crédito ou cartão pré-pago

  • Algumas agências de passeios não aceitam cartões. Muitas, porém, aceitarão -- mas cobrarão uma taxa. Ainda assim, sairá mais vantajoso do que levar reais para o Atacama.

Menu | Hotel | Dinheiro vivo: peso, real, dólar | Cartões: saques, pré-pago, crédito

Leia mais:

1052 comentários

Rogerio Maciel

Viajo para Santiago em 02/04/15. Como marinheiro de 1ª viagem gostaria de saber melhor forma de adquirir moeda local.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rogerio! Você pode habilitar seu cartão de débito para fazer saques no Chile ou levar reais e dólares e trocar em casas de câmbio. wink

Aline Albuquerque

Rogério,

Duas coisas são certas e dificilmente mudam:
1)Não compre pesos no Brasil, pois vai pagar entre 20 e 30% mais caro do que se comprar em Santiago, 2) O comércio aqui não aceita reais.

Para ver cotaçao local e decidir quais (Qual) moeda(s) trazer, consulte o site www.guinazu.cl (quando cheguei estava melhor trazer reais do que dólar, mas isso pode mudar de um dia para o outro).

Aconselho também a desbloquear o cartão de credito para uso internacional, pois caso os preços por aqui te surpreendiam e a grana fique curta, o cartão pode te salvar.

Marina
MarinaPermalinkResponder

Vou para o Chile em Abril. Preciso comprar 500 dólares para o hotel, mas ele está a R$3,10. Será que compro os dólares esta semana ou espero até abril? Ou pago tudo em peso chileno com 20% de IVA?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marina! Impossível ter certeza sobre a trajetória do dólar. Se está com medo que suba, compre. A diária em peso ou em dólar será equivalente; se pagar em peso com IVA, pagará 20% a mais.

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Olá, Bóia. Aproveitando o ensejo da pergunta da Marina: essa isenção do IVA vale para albergues também (hostels)?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alexandre! Há leitores que estão dizendo que mesmo nos hotéis mais baratos o desconto não é oferecido. Vale a pena perguntar no hostel.

Harlan Rodrigo

Rapaz, acabei de voltar do Chile (San Pedro de Atacama e Santiago) e nos dois lugares paguei em pesos e não tive que pagar a taxa de 19%. O dono de um dos estabelecimentos disse que esse imposto é basicamente para chilenos e estrangeiros não precisam pagar.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Oi Harlan. Eu vou pro Chile agora em abril, vou direito pra San Pedro e só na volta passo em Santiago. Sabe me dizer quanto estão cotando o real em San Pedro?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda! Ao Atacama, leve dólares.

Marcia Tavares

Harlan se importa de me falar em que lugar ficou em San Pedro? Obrigada!

Michelle
MichellePermalinkResponder

Olha, eu não tenho muito entendimento sobre, mas assistindo uma entrevista na globo news esta semana, e fizeram justamento esta pergunta, se tem alguém com viagem programada, e qual a melhor recomendação a respeito de adquirir o dólar, e o especialista recomendou que fosse comprando agora, pois no estado atual, a tendência é só subir, podendo chegar chegar até 3,20 (Esse valor já é absurdo, para o dólar de turismo seria em torno de uns 3,30).

Cleber
CleberPermalinkResponder

Lendo essa matéria hoje, chego a ficar indignado com o atual dólar a R$3,80 sendo vendido em casas de cambio a R$ 4,10 absurdo ...

Sabrina
SabrinaPermalinkResponder

Tive a mesma indignação.. estou indo ao chile daqui algumas horas (13/09/15)

Bruno
BrunoPermalinkResponder

E não para de subir, hoje fechou em R$4,05

Silvia G
Silvia GPermalinkResponder

Esse dolar alto interfere nos gastos em Santiago?
Digo com alimentação, passeios, compras...
Pq passagem e hospedagem estão garantidos já.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Silvia! Sim. O real está desvalorizando frente o peso chileno também.

Jarbas Pondé
Jarbas PondéPermalinkResponder

0Olá. Estou em Santiago hoje (17/03/15), também tinha muita dúvida sobre qual moeda trazer... acabei trazendo USD e R$... Ontem troquei reais aqui no bairro de providência, no metro Los Leones (um mini shopping acima da estação) tem um casa de câmbio que pagou $202 pesos chilenos por real, no aeroporto e patio bellavista pagaram apenas $185 por cada real, então em providência cotação bem melhor!! O dolar esta $615 no aeroporto e $630 em providência....
Segue a dica... Fresquinha!!!!!!

Vasco
VascoPermalinkResponder

Excelente dica Pondé, obrigadoo

douglas
douglasPermalinkResponder

Obrigado pela dica Jarbas estou indo em julho para Santiago.

Olimpio
OlimpioPermalinkResponder

ótimo post, estou indo pra santiago final de junho ate primeira semana de julho, ja fiz todo roteiro pegando as informações aqui, mas estou em duvida este estes 2 cartões "Visa Travel Money" ou "MasterCard Cash Passport". pq depende do local uma bandeira é mais aceita que outra. Qual dos 2 vcs me indica pra levar ???

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Olímpio! Ambos têm aceitação idêntica. Os que têm menor aceitação são os da American Express.

marcio
marcioPermalinkResponder

Olá.Estou com viagem marcada para santiago em Agosto. Possuo alguns Euros que sobraram de viagens. Consigo troca-los com facilidade em Santiago ??ou seria melhor levar Reais ??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcio! Casas de câmbio trocam dólares, reais ou euros.

Osvaldo
OsvaldoPermalinkResponder

Beleza de post que tirou minhas dúvidas. Vou em maio pela primeira vez ao Chile e não vou comprar dolar porque está muito alto.Vou de reais, saques em caixas e cartão de crédito. Um abraço.

Diego
DiegoPermalinkResponder

Olá pessoal. Estou em Santiago neste momento e a melhor cotação que consegui foi 190 pessoas em uma casa de câmbio na esquina da augustinas.

Marina
MarinaPermalinkResponder

Post maravilhoso!!!!! Tirei todas as minhas duvidas☺️

Vou apenas pernoitar em Santiago (chego as 23:20 e nisso voo para puerto montt é as 10:15). Alguem sabe de alguma casa de câmbio fora do aeroporto que seja 24h ou abra super cedo? Se não, alguém tem alguma alternativa além do saque?

Outra coisa.. Pra quem está por agora no Chile... Como está o tempo por aí? Precisaremos de muitos casacos???

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marina! Para os Lagos, leve dólares. Esteja preparadas para mínimas em torno de 10ºC no Sul.

Juliana Patricio

Olá!
Excelente post. Estou indo para Santiago e Atacama dia 10/04 e decidi levar reais para trocar em Santiago e habilitando os cartões para emergência.
Quanto a San Pedro de Atacama, seria melhor já levar os pesos cambiado em Santiago, certo?

Abraços,
Juliana

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Sim, ou pesos comprados em Santiago, ou dólares para trocar em San Pedro.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

O assunto deste post é MOEDA e tem todas as dúvidas respondidas no texto, recomendamos ler com atenção.

Para informações adicionais sobre Santiago e o Chile, por favor consultem:

Primeira viagem a Santiago

https://www.viajenaviagem.com/destino/santiago

https://www.viajenaviagem.com/destino/lagos-andinos

https://www.viajenaviagem.com/destino/atacama

Larissa Spricigo

Olá! Gostaria de uma orientação: Vou ao chile agora no início de maio. Chego no aeroporto de Santiago e já embarco para Puerto Montt. Sabes me dizer se é mais vantajoso trocar reais no aeroporto ou em Puerto Varas? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Larissa! Em nenhum dos dois lugares. Só troque reais no centro de Santiago ou em Providencia. Leve dólares.

José Geraldo
José GeraldoPermalinkResponder

Olá, estive em Santiago entre os dias 01/04/2015 a 11/04/2015 e a melhor cotação do Real que encontramos foi de R$ 1,00 = 184,00 Pesos, isso na Rua Augustina onde existe vária Casas de câmbio. Acredito que nesses últimos dias o Real tenha valorizado um pouco.

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Olá,
Gostaria de uma ajudinha.. vou a Santiago sozinha agora em maio e não quero utilizar o cartão de crédito. Para o táxi do aeroporto até o hotel que fica no bairro Providência qual seria a melhor opção? Chego no vôo das 23 horas, tem casas de câmbio abertas, ou seria melhor eu levar dólares?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Paula! Tem casa de câmbio aberta. Mas no aeroporto, e à meia-noite, a cotação vai ser tão ruim, tanto para dólar quanto para real, você vai perder bem mais do que os 6,38% do IOF do cartão de crédito.

Dayane
DayanePermalinkResponder

Obrigada pelas dicas vou pro Chile em outubro estou planejando tudo com antecedência.

Angelina
AngelinaPermalinkResponder

Estou com algumas notas de 100 dólares, mais antigas e me disseram que no Chile não aceitam. Só aceitam as mais novas em que a foto é maior.

WILTON BRITO
WILTON BRITOPermalinkResponder

Tenho Euros de uma viajem anterior para a Europa, troco no Brasil Euro por Dólar ou levo os Euros para Santiago ou troca lá?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Wilton! Leve os euros. A cada operação de câmbio você perde dinheiro.

Auberto
AubertoPermalinkResponder

Estou indo para Santiago dia 15 de agosto, hoje a cotação do dolar está em R$ 3,37.
Porem, nas casas de cambio eles estão fazendo a troca a R$ 3,55.

Quando compro com cartão internacional, qual preço eu pago, o oficial a R$3,37 ou R$3,55, alem dos 6,5% de IOF

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Auberto! A taxa de câmbio do cartão é semelhante à da casa de câmbio. A cotação oficial do jornal é a do dólar comercial, inacessível a viajantes.

Gilvan Santos
Gilvan SantosPermalinkResponder

Boa noite!

Sai meio as pressas do Brasil e não tive uma boa programação financeira. Estou passando as férias em Buenos Aires e daqui a alguns dias eu vou pro Chile, nesse meio corre corre eu troquei um pouco de peso argentino no Brasil ( muito caro), fiz sabendo que haveria diferença, entretanto eu chegaria tarde e talvez não teria como trocar o dinheiro e precisava pagar o taxi e a 1° diária. só que ai lembrei que não fiz isso com o peso chileno, e agora é a dúvida.. será que troco aqui em Buenos Aires ou deixo pra arriscar pra trocar em santiago?
Saberia dizer qual moeda e mais barata pra comprar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gilvan! Se você usar a casa de câmbio do aeroporto em Santiago, que tem cotação ruim, ainda sim conseguirá uma taxa melhor do que em Buenos Aires.

Luana
LuanaPermalinkResponder

Por favor, saberiam me dizer se para fazer compras, as lojas/shoppings grandes em geral aceitam tanto pesos quanto dólares nos pagamentos?!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luana! A moeda no Chile é o peso. O comércio e os restaurantes aceitam pesos e cartões de crédito.

Gustavo
GustavoPermalinkResponder

Olá, estou indo para o Chile na próxima semana. Aqui me falaram que alguns países não aceitam cartão de crédito com chip. Daí fiquei na dúvida. No Chile aceita os cartões de crédito internacional com chip?
Obrigado,

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gustavo! Todos os países aceitam cartões com chip. Nos países onde há poucas máquinas de chip, como os Estados Unidos, funciona a tarja e a senha não é necessária.

Marcio
MarcioPermalinkResponder

Boa noite amigo,

estarei indo com minha esposa para Santiago (1ª vez) em novembro e me surgiu uma dúvida depois de pesquisar pacotes de passeios turísticos naquela cidade. Em um site brasileiro de viagens (HU) eles oferecem passeios do tipo museu interativo ( R$ 496 o casal); Zoológico -sem ingresso- com translado privado e tarifa não reembolsável ( R$ 578 o casal) e city tour histórico de bicicleta ( R$ 628,00). Achei algo meio "insano", afinal estou indo para Santiago ou Paris? kkk
Os preços lá são esses mesmos ou consigo algo melhor pessoalmente e com dinheiro e/ou cartão de crédito em mãos?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcio! Este post é sobre câmbio. A sua pergunta é sobre passeios privativos que, sim, são caros em qualquer lugar do mundo.

Leia sobre passeios e preços de passeios não-privativos no nosso post de roteiros e passeios:
https://www.viajenaviagem.com/2012/02/roteiro-santiago

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Ola! Vou ao Chile no final de setembro e ao descer em Santiago terei em torno de 6 horas antes do meu voo para Puerto Montt (meu roteiro começa nos Lagos Andinos e em seguida faço Santiago).
Fazendo as contas com o câmbio atual esta mais vantajoso levar reais e trocar em Santiago (cotaçāo do cambiosantiago.cl), mas minha questão é se vale a pena ir ao centro só para comprar pesos nesse meio tempo entre descer em Santiago e embarcar para Puerto Montt ou se é melhor levar também uma quantia em dólares e deixar para comprar pesos no sul.
Se eu optar por trocar tudo com reais em Santiago, ainda assim vale a pena levar dólares especificamente para Puerto Varas ou no fim tudo será pago em pesos (fora hoteis) de qualquer forma?
Obrigado!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rafael! Esta ida ao centro vai te custar 60 dólares (mais de 200 reais), que deveriam ser computados na conta para ver se continua valendo a pena. Fora o stress de ir e voltar de aeroporto, ir ao centro da cidade com bagagem de mão, enfrentar o trânsito, arriscar perder o vôo.

LUIZ CARLOS
LUIZ CARLOSPermalinkResponder

Estive em Santiago entre 11 e 19 de agosto. Tivemos vários problemas com o câmbio, ora pesos, ora dólares e findamos usando mesmo o cartão de crédito. Ora vejam, a conta ficou bem melhor, porque quando se compra com cartão o câmbio fechado é o COMERCIAL, transforma o peso em dólares e lhe cobra em reais. Por ex.: ao comprar o Peso com Reais a conta era de aprox. 160 a 70 pesos por Real, em boa cotação. No cartão a cotaçao saiu até por 202 pesos p 1 real. As compras em dolar, paguei 3,46 sendo que no paraleo já estava em 3,76. A dica é chegar na sua cidade e pagar imediatamente a fatura do cartão mesmo antes do vencimento; basta agendar pela Internet ou ir no seu banco e no meu caso, a minha fatura vence em 23.09. Dessa forma paguei o dólar a 3,46 em 23.08 e hoje está acima de 4 reais.
Outra dica é sacar na agencia do BB (quem tem bb) que não tem tarifa e vc saca diretamente em pesos pelo cambio oficial (não comprovei, essa dica soube apenas na volta por um gerente do bb. Acho que no Itaú também é assim.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi LUIZ. Só pra constar, desde 1 de janeiro de 2015 já não é possível realizar saques diretamente na agência do BB em Santiago (e no mundo). Pra compensar eles instalaram um caixa automático onde sim é possível fazer saques e outras operações, pagando taxas.
Já no Itaú chileno nunca foi possível que um cliente brasileiro movimente sua conta.

Irapuan
IrapuanPermalinkResponder

Olá, grande site, parabéns pela ajuda!!! Você saberia me dizer por favor se as casas de câmbio abrirão dia 18 e 19 de Setembro no Centro de Santiago? Ou apenas no aeroporto? Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Urapuan! Não conte com nada aberto nesses dias. Casa de câmbio que eventualmente abrir vai oferecer cotações bem baixas. Considere fazer saque em caixa eletrônico (saque 150.000 pesos para compensar as taxas).

debora
deboraPermalinkResponder

Prezados, preciso de uma ajuda! vou chegar em Santiago em um domingo e vou direito para o Atacama. Neste caso, é melhor trocar reais por peso no aeroporto ou no Atacama? Onde será que a cotação é menor pior para o Real? Muito obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Debora! Leve dólares.

Igor
IgorPermalinkResponder

Olá pessoal!
Vou viajar para Santiago em Outubro. Como viajei recentemente para Toronto, tenho alguns dólares canadenses (CAD) guardados.

O que é melhor:
1) trocar os CAD por Dólares Americanos no Brasil antes de ir para o Chile?
2) trocar os CAD por Pesos Chilenos em Santiago? (será que as casas de câmbio trabalham com CAD e será que a cotação é vantajosa?)

Se alguém puder me ajudar, agradeço!
Um abraço a todos!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Igor. A cada operação de câmbio você perde: vende pela cotação mais barata, compra pela mais cara. Leve seus CAD direto para o Chile.

NELSON AFFONSO SHEINE

Vou ficar 10 dias no Chile, agora em outubro. Alguém pode dizer se as notas de 100 dólares da década de 80 e 90 são aceitas por lá?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nelson! São sim.

Laila
LailaPermalinkResponder

Qual a dica pra ilha de páscoa? Dólar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Laila! Sim.

Cibele Paronetto

Olá Bóia! Vou para o Atacama dia 29/09. É melhor trocar os dólares no aeroporto ou em San Pedro do Atacama? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cibele! Em San Pedro! Câmbio de aeroporto é fraco!

Maria Cristina

Olá Bóia ! Vou para Santiago ( 2 dias) e depois Puerto Natales em outubro .
Outro dia ouvi na Bandnews, uma dica do Ricardo das melhores casas para se trocar dólares por peso em Santiago e acabei não marcando . Será que você pode me passar ....Grata !!

Mayara Chaves
Mayara ChavesPermalinkResponder

bacana o post, alguem sabe me dizer se tem algum site especializado em roupa para inverno pesado? estou programando para o proximo inverno ir ao Chile e vejo o pessoal com aquelas roupas pesadas que não acho para comprar em Minas! Ou seria melhor comprar la?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mayara! Compre em http://www.decathlon.com.br

Felipe Carvalho

Mayara uma marca super famosa e de qualidade incontestável é a Patagônia, ele inclusive têm uma política da empresa sensacional, pesquisa sobre as roupas deles.

Marcio
MarcioPermalinkResponder

Estou em Santiago, seguindo o roteiro sugerido que por sinal é sensacional! Infelizmente o real está bem desvalorizado no momento... o melhor câmbio no centro de Santiago foi 168 pesos na JM, e mesmo assim trocando uma quantidade maior.

Felipe Carvalho

Olá, estou na Argentina e vou ao Chile daqui alguns dias, vão me sobrar alguns pesos Argentinos no final, posso gasta-los ou troca-los em Santiago? Outra dúvida que me surgiu é: tenho um cartão de crédito/débito habilitado para poder sacar o dinheiro que irei usar em Santiago, para que não precisasse carregar muito dinheiro vivo na viagem, nesse caso é melhor eu fazer o saque do dinheiros na minha conta corrente ou no meu crédito, pagando a fatura do cartão no final da viagem?

Valeu pelas dicas!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! O melhor uso de pesos que sobraram são compras em oesos no free-shop argentino. Mas dá para trocar em Santiago, sim. É melhor sacar no débito que no crédito.

Felipe Carvalho

Como funciona quando vou da Argentina para o Chile de ônibus, existe alguma aduana ou lugar assim que precise passar? Pq senão não vou conseguir passar em nenhum freeshop argentino e vou ter que trocar os pesos mesmo.

Véu pela ajuda Bóia!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! Nâo há free shop no caminho de Mendoza a Santiago, não.

Sato
SatoPermalinkResponder

No dia 6/10, na JM da rua Agustinas a cotação estava 173 pesos/real. Na Pedro Valdívia estava em torno de 168 pesos/real e no Vivo Mall, 160 pesos/real.

Ana Deveza
Ana DevezaPermalinkResponder

Olá, estou indo para a Patagônia chilena agora em novembro de 2015. Farei conexão em Santiago e tenho euros que sobraram de outras viagens. Gostaria de saber se posso fazer compras em euros no free shop de lá. Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana! Pode sim.

Ricardo de oliveira

Olá estou indo para Santiago agora dia 20/12/15 como tenho amigos por lá, gostaria de saber se compensaria ao invés de comprar moeda ou levar dólares, transferir dinheiro pra a conta de algum deles e sacar em peso por lá. Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ricardo! Descubra com o seu banco qual é a cotação usada para conversão para pesos. Haverá 0,38% de IOF e uma tarifa fixa de envio e outra tarifa fixa de recebimento pelo banco do seu amigo (ambas na casa de dezenas de dólares). O banco vai querer saber o motivo do envio para aprovar a transação. Provavelmente não será vantajoso, mas você só saberá se for atrás da cotação e das taxas.

Maria das Graças

Ricardo de Oliveira, fazer transferência não é tão simples. Tenho experiência recente de envio para a Inglaterra. É mais prático voce sacar da sua conta em qualquer banco em Santiago? Tem banco em cada esquina e é fácil, fácil. Só precisa autorizar no site do seu banco no Brasil.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Olá! Adorei o post! Parabéns! Uma dúvida, chego em Santiago numa terça feira mas só meia noite e ja pego outro voo para ir ao Atacama as 05 am; eu troco reais por peso no aeroporto ou é melhor eu ir sacando com cartão do meu banco?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda! Leve dólares ao Atacama. A cotação do aeroporto para seus reais vai ser ruim, sobretudo de madrugada.

Fora de Santiago = dólar.

Isabely alves
Isabely alvesPermalinkResponder

Gostaria de saber como faço pagamento com meu cartão nos estabelecimento, meu cartão possui chip, mas é igual ao Estados Unidos mesmo com chip eles passam na tarja magnética, irei viajar para Santiago essa semana, e já efetuei liberação do meu cartão banco do Brasil e santander para realizar compras e saques..

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Isabely! Os EUA são exceção. Na imensa maioria dos outros países, incluindo o Chile, usarão o chip.

Juliane Vieira

Olá!
Estava lendo o post e comentários e vi que comumente troca-se reais ou dólares em casas de câmbios em Santiago por pesos chilenos.
Minha dúvida é a seguinte... Eles não aceitam dólar em mercados, restaurantes ou lojas de souvenirs, por exemplo?
Temos obrigatoriamente que trocar dólares em casas de câmbio?
Desculpa se estou sendo leiga... quando viajei pra Cancun, Punta Cana, Punta Del Este e Buenos Aires... levei dólares e foi aceito em todos estabelecimentos. Eles calculavam o valor do produto em dólares (muitas vezes o preço, em dólar, aparecia diante do produto e o troco eles davam em moeda local. No Chile é diferente? Preciso trocar dólares pela moeda local em casas de câmbio ou posso fazer como relatei ter feito nesses outro lugares?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliane! Em Santiago, você pode pagar em dólar hotel. Operadores de passeios aceitam. Restaurantes e lojas, não.

Daniela Cor
Daniela CorPermalinkResponder

Bom dia!
Estou fechando agora cedo a compra de hotel no Chile pelo booking.
Tenho duas opções de compra! Não cancelável (e mais barata) e cancelável, (pague lá)!
Minha dúvida é quanto aos 19% de IVA!
Se eu optar pela primeira, pagando com meu cartão de crédito aqui já me livro do IVA? E optando pela segunda, já que deixo meu cartão como garantia de pagamento?
Desculpe-me pela urgência! Obrigada...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniela! O Booking não faz cobranças; é o hotel lá no Chile que vai fazer o débito imediato no seu cartão, em dólares. Você não paga IVA não (mas vai precisar mostrar no check-in passaporte ou RG e papeleta de entrada provando que você está há menos de 60 dias no Chile).

Lucas
LucasPermalinkResponder

Fiz reserva pela Booking, mas não sei se o IVA está incluso no valor apresentado. Vc saberia me informar?
Desde já agradeço pela atenção.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucas! Não está. Será acrescentado se você pagar em pesos ou se não tiver a papeleta da imigração que prova que você está há menos de 60 dias no Chile. Não será cobrado se você pagar em dólar ou com cartão de crédito.

Cinthia Esteves

Olá! Primeiramente, parabéns pelo site maravilhoso!
Minha dúvida, se puder ajudar, é: vou com meu noivo para Santiago em Outubro de 2016.
Melhor eu levar reais e trocar na casa de câmbio em Santiago, ou usar os reais mesmo, para pagar as coisas, fazendo a conversão na hora? E sei que aqui não é o post para isso, mas se puder dizer rsrs: início de Outubro (do dia 09 ao 15) como são as temperaturas por lá? Muito frio, quanto? Um abraço! E obrigada!!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cinthia! Troque seus reais na casa de câmbio. A moeda do Chile é o peso. Você já viu chilenos pagarem com pesos suas despesas no Brasil?

Marina
MarinaPermalinkResponder

Olá! Se eu tiver como opção trocar reais no aeroporto de Santiago, ainda assim é melhor que trocar no Brasil?
Abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marina! É provável que a melhor opção seja levar dólares para onde você vai no Chile. Mas entre comprar pesos chilenos no Brasil e trocar reais no aeroporto, trocar reais no aeroporto ainda é menos desvantajoso.

Anderson
AndersonPermalinkResponder

Olá Ricardo, estou indo em breve para santiago e fiz a reserva pelo Booking. A minha dúvida é se o preço do booking já inclui o IVA ou se o IVA será acrescentado se eu não pagar com dólar. Abraço e parabéns pelo site, tem me ajudado muito.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Anderson! Será acrescentado se você não pagar em dólar ou com cartão internacional. De todo modo, veja as condições da reserva. O Booking é bastante claro quanto a esse assunto: na página que carrega o preço da diária dos dias que você pesquisou estará bem claro se haverá impostos a acrescentar. Isso vale em todos os destinos.

Diego
DiegoPermalinkResponder

Grande Bóia!!
Mais uma vez, parabéns pelo post.
Tire-me uma dúvida: o Santander tem a opção de saque em dolar nos caixas eletrônicos no aeroporto de Guarulhos, sem incidência de tarifa, mas desconto de IOF. Mesmo dentro desse cenário, você entende ser mais proveitoso o pagamento em cartão de crédito ou em dolar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Diego! Seria como comprar na agência. Verifique se a cotação é a mesma.

José francisco

Irei para Chile em julho, chegarei no aeroporto de Santiago num domingo às 5:30h da manhã aluguei um carro e irei para Santa Cruz ficarei dois dias lá, pelo que entendi o melhor é comprar peso durante o horário comercial durante s semana como seria melhor nestes 3 dias comprar um pouco no Brasil e usar cartão de crédito/ dólar? Ou comprar um pouco no aeroporto e usar cartão crédito/dólar? Nos hotéis ok usarei dólar par ficar isento das txs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José Francisco! Troque o mínimo possível no aeroporto, use cartão até poder trocar por uma cotação boa.

dAVSON
dAVSONPermalinkResponder

Bom dia!

Estarei indo ao Chile dia 22/06/2016, baseado na cotação de hoje, onde 1 real está valendo 200 pesos, seria mais vantajoso levar real para trocar em Santiago por peso? até mesmo para pagar o hotel?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Davson! Para saber se está valendo mais a pena levar dólares ou reais para os gastos diários, tem que fazer todas as contas e comparações.

Se você pagar hotel em reais não terá isenção de 19% do IVA. Só quem paga em dólar ou cartão tem direito.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi dAVSON! Em nenhum lugar em Santiago hoje você consegue 200 Pesos por Real. Se conseguir me avise! A cotação média hoje para compra de Reais em casas de cambio está em 178 Pesos por Real. A cotação do Dólar (compra) está em 685. 685 dividido por 178 dá 3,85, então se você conseguir comprar seu dólar no Brasil por menos de R$3,85 (o mais provável), é mais conveniente trazer dólares..
Historicamente, devido à maior entrada de brasileiros, no inverno não costuma valer a pena trazer Reais, pois há muita oferta. Isso costuma mudar depois do inverno. Dezembro geralmente é o mês onde se paga melhor pelos Reais, já que a demanda aumenta, pois aumenta a quantidade de chilenos que viajam ao Brasil para o verão.

Ana Amelia Benedito Silva

Que moeda eu levo para a colombia?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Amelia! Leve dólares.

Evelyn Martino

Olá,

Vou na primeira semana de julho para Pucon e depois Malalcahuello via aeroporto de Temuco. Como só há menção a Santiago, será que consigo um cambio bom para real em Temuco?
Melhor levar dólar, real ou usar cartão de crédito?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Evelyn! Dólar ou cartão.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar