Como pesquisar passagens multidestinos e comprar a passagem certa para sua viagem

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Viaje melhor com passagens multidestinos

Passagem multidestinos: o que é

Se você vai fazer uma viagem internacional visitando vários lugares, nunca compre a passagem aérea sem pesquisar a modalidade múltiplos destinos.

Esta modalidade é oferecida por todos os buscadores, sites de vendas de passagem e sites próprios de cias. aéreas. Pode também aparecer sob o nome "multidestinos", "várias cidades" ou "vários trechos".

A passagem multidestinos permite que você combine, no mesmo bilhete, sem pagar mais caro:

  • O vôo de ida do Brasil ao primeiro destino a ser visitado
  • O vôo de volta ao Brasil saindo do último destino a ser visitado

Também podem ser incluídos trechos intermediários (algumas vezes valerá a pena, outras não).

Neste post você vai ver como pesquisar e emitir passagens na modalidade múltiplos destinos, rentabilizando seus gastos com deslocamento.

Você vai conseguir comprar uma passagem mais abrangente, mais conveniente e, na maioria das vezes, mais barata do que aquela passagem "normal", que tem ida e volta para o mesmo lugar.

Voltar | Topo

Passagem multidestinos: a mais certa para sua viagem

Muitas de nossas viagens -- à Europa, ao Peru, ao Chile, à Colômbia, à Patagônia argentina -- costumam ter várias paradas.

Nessas viagens, é muito comum comprar uma passagem aérea inadequada. A gente procura a passagem mais barata possível de ida e volta até o primeiro destino, e depois se vira para comprar os outros trechos. Daí quando chega ao último ponto do itinerário, tem que voltar lá de longe até o ponto inicial da viagem só para pegar o vôo de volta ao Brasil.

Nessas viagens, a passagem mais barata ida e volta que a gente encontra na pesquisa não reflete o custo final dos deslocamentos. Vai ser preciso acrescentar o custo de todos os vôos "internos" -- incluindo o custo do vôo de retorno ao primeiro destino da viagem, que precisou entrar no seu roteiro só para pegar o avião de volta para o Brasil.

Pois saiba que, na imensa maioria das vezes, esse último vôo interno é totalmente desnecessário (e antieconômico). Se você tivesse pesquisado a volta ao Brasil saindo do último destino do seu itinerário, provavelmente pagaria exatamente o mesmo preço -- e em alguns casos, uma tarifa menor.

Se você vai fazer uma viagem picada, no mínimo precisa pesquisar uma passagem multidestinos (ou várias cidades) com ida por uma cidade e volta por outra.

Também é aconselhável pesquisar a inclusão de outros trechos intermediários. Mas chegaremos lá.

Voltar | Topo

Nunca compre passagem só até o meio do caminho

Vamos fazer um paralelo com viagens domésticas.

Se você quisesse ir pra Fortaleza, compraria uma passagem aérea a João Pessoa só porque estava mais barata? Claro que não -- você sabe que precisaria comprar uma passagem extra de ida e volta entre João Pessoa e Fortaleza, e isso ia ser caro e inconveniente.

Se fosse passar férias em Foz do Iguaçu, compraria passagem só até Curitiba porque é o único lugar do Paraná com vôos diretos desde a sua cidade? Evidentemente que não. Você sabe que, quando não existem vôos diretos, o certo é comprar um vôo com conexão, que será feita na cidade mais conveniente (pode ser em Curitiba, pode ser em São Paulo, em Brasília...)

Por que então, quando a viagem é internacional, achamos normal comprar a passagem errada? Não tem dia que não apareça na caixa de comentários alguém que comprou a passagem só até o meio do caminho. "Como eu faço pra ir do Meio do Caminho até o Lugar Aonde Eu Realmente Quero Ir?"

Não há nada de errado em programar uma viagem por impulso por causa de uma passagem promocional que apareceu. Desde que essa passagem promocional seja efetivamente para o lugar para o Lugar Aonde Você Quer Ir. Se a passagem for para "um lugar perto" (o Meio do Caminho), segure o impulso um pouquinho. No mínimo, você precisa saber, ANTES de fechar o negócio, como é que se continua a viagem, e quanto custa essa continuação.

Tenha em mente que:

A continuação da viagem nunca sai de graça

Quando a gente descobre uma passagem até o Meio do Caminho está mais barata do que uma passagem até o O Lugar Aonde Você Quer Ir, esquece que a rota (ida e volta) entre os dois lugares não sai de graça. Mesmo que custe baratinho, a sua economia real já não seria aquela toda que você tinha na cabeça. Será que ainda vale a pena?

No exterior, 1 km tem os mesmos 1.000 metros daqui do Brasil

Pesquisando passagens aí na tela do seu computador, você tem a impressão de que, depois de voar 11 horas até o Meio do Caminho, fazer 400 km por terra até o O Lugar Aonde Você Quer Ir vai ser moleza. Não se iluda. 400 km é quilômetro pra caramba em qualquer lugar -- seja de trem, de ônibus ou de carro (sem falar que dirigir depois de uma noite mal dormida é um perigo). Quanto precisa ser a economia para compensar o perrengue?

Voltar | Topo

Passagens não-vinculadas são um problemão

Digamos que você comprou a passagem promocional só até o Meio do Caminho. Agora precisa continuar viagem no mesmo dia para o O Lugar Aonde Você Quer Ir. Para que horas você compra esse outro vôo?

É difícil estabelecer. É necessário prever um intervalo seguro entre os vôos, porque se o primeiro vôo atrasar, você perde o vôo de continuação, sem choro nem vela nem assistência de nenhuma das duas cias. aéreas envolvidas, que vão alegar não ter nada a ver com a outra passagem. (Comprar um novo bilhete na hora pode sair mais caro do que a sua passagem do Brasil.)

Marcar esse segundo trecho com segurança significa se auto-impor um chá de banco no aeroporto ou na estação ferroviária. E não é só.

No trajeto de volta a coisa é ainda mais tensa: não pode dar nenhum chabu no seu primeiro vôo, senão você se arrisca a perder o vôo de retorno ao Brasil e ir à falência no fim da viagem. É preciso calcular se a economia vale o risco e o stress.

Voltar | Topo

As vantagens das passagens multidestinos

Pesquisando passagens multidestinos/várias cidades, você consegue:

  • Passagens com ida a uma cidade e volta de outra cidade pagando igual ou mais barato do que ida e volta para a mesma cidade
  • Passagens com conexões vinculadas entre vôos: se um vôo atrasar e você perder o segundo, a cia. aérea se responsabiliza por colocar você em outro vôo, sem custo
  • Passagens com vários trechos internos incluídos, pelo preço de uma ida e volta para mesma cidade (não é sempre que dá, mas sempre pesquise para ver)

Voltar | Topo

Tela a tela: como comprar passagens multidestinos

Veja como pesquisar a passagem múltiplos destinos/várias cidades numa agência online. Neste exemplo, vou usar nosso parceiro KAYAK. Mas dá para fazer em qualquer site de agência ou cia. aérea que tenha esta funcionalidade.

Vamos tomar como exemplo uma viagem de 9 dias a Paris e Veneza, entre 19 e 28 de novembro de 2019, saindo de São Paulo.

A pesquisa de preços foi feita no dia 21 de agosto de 2019.

Vamos fazer 3 simulações no KAYAK:

  • Uma ida e volta pela mesma cidade: São Paulo-Paris-São Paulo, comprando os trechos de ida e volta Paris-Veneza-Paris à parte
  • Uma múltiplos destinos simples com ida por uma cidade e volta pela outra: ida São Paulo-Paris e volta Veneza-São Paulo, comprando o trecho de ida Paris-Veneza à parte
  • Uma múltiplos destinos completa, com os três trechos incluídos na passagem: São Paulo-Paris/Paris-Veneza/Veneza-São Paulo, sem precisar comprar trechos avulsos
Os números mudam, a estratégia permanece

A pesquisa mostrada aqui é real. Foi feita no dia 21 de agosto de 2019.

Ao repetir esta mesmíssima pesquisa, você certamente encontrará valores diferentes. Passagens de avião têm preços voláteis que mudam a todo instante.

Os valores podem mudar, mas a estratégia permanece válida: ao fazer viagens picadas, sempre pesquise passagens na modalidade múltiplos destinos. Na imensa maioria dos casos, você vai economizar (e comprar uma passagem muito mais conveniente).

Pesquisa 1: ida e volta pela mesma cidade

Passagens multidestinos: como pesquisar

O primeiro impulso de um viajante que quer viajar a Paris e Veneza é comprar uma passagem ida e volta a Paris, por ser uma capital com vôos diretos desde o Brasil, e deixar para ver depois como vai e volta de Veneza. Certo?

A menor tarifa encontrada pelo Kayak, no dia em que pesquisei, foi de R$ 2.386 (sem bagagem), pela Air Europa. Uma tarifa superbarata: 590 dólares Na ida e na volta há uma conexão (relativamente rápida) em Madri. Como os vôos estão vinculados na mesma passagem, essas conexões são garantidas.

Passagens multidestinos como economizar

Selecionando apenas vôos diretos, a menor tarifa que apareceu foram essas, da Latam e da Air France, na faixa dos R$ 3.300 -- pouco mais de 800 dólares. Para uma ida e volta em vôos diretos, esse preço também está beeem interessante (pense nas vezes que você pesquisou na alta temporada e as passagens diretas estavam tipo R$ 5.000 ou R$ 6.000?).

Fechado então, pelos R$ 2.386 da passagem com conexão da Air Europa, ou pelos R$ 3.300 dos vôos diretos da Latam ou da Air France?

Calma! E os trechos Paris-Veneza-Paris, vão ficar fora da conta?

Passagens multidestinos como pesquisar

Vamos pesquisar.

Note que eu marquei o vôo de Veneza para Paris no dia anterior ao vôo de volta ao Brasil. É uma medida de segurança: dormindo em Paris na véspera do vôo, eu evito uma conexão desvinculada entre os vôos Veneza-Paris e Paris-Brasil.

Passagens multidestinos como pesquisar

Nossa! O complemento está super em conta! A low-cost easyJet, viajando entre aeroportos centrais, faz a ida e volta por R$ 281, sem bagagem. 70 dólares! De graça.

Então, juntando a passagem Brasil-Paris-Brasil com a passagem Paris-Veneza-Paris, conseguimos essas tarifas:

  • R$ 2.667, com conexão na ida e na volta
  • R$ 3.585, em vôos diretos

Com o acréscimo do trecho Paris-Veneza-Paris, a passagem mais barata ultrapassou a fronteira psicológica dos R$ 2.500, mas continua hiper-atraente. A tarifa do vôo direto também não está má. Vamos fechar?

NÃÃÃÃÃO! Nunca compre uma passagem para viagens deste tipo sem ao menos pesquisar a modalidade multidestinos.

Pesquisa 2: ida por uma cidade e volta por outra

Passagens multidestinos como comprar

No KAYAK esta modalidade de pesquisa se chama "Várias cidades". Em outros sites você pode encontrar "multidestinos", "múltiplos destinos", "vários trechos" ou "multitrechos". Dá no mesmo.

Comprar uma multidestinos 'simples', com ida por uma cidade e volta por outra, é a opção ideal para quando você vai fazer os trechos 'internos' por trem ou carro.

Também é a melhor opção quando os vôos 'internos' saírem mais baratos na compra avulsa. Isso costuma acontecer em roteiros com muitos vôos intermediários, que extrapolam o limite de quilometragem de uma tarifa transatlântica. Nesse caso, não há problema em comprar os trechos internos por fora -- são vôos entre destinos intermediários do roteiro, sem conexão nem com o vôo de vinda do Brasil nem com o vôo de volta ao Brasil.

Passagens multidestinos: como comprar

Vamos pesquisar, então: múltiplos destinos/várias cidades com ida do Brasil a Paris e volta de Veneza ao Brasil.

Passagens multidestinos: como comprar

Olha só: IGUAL OU MAIS BARATO DO QUE A IDA E VOLTA A PARIS!

Como que a gente saberia disso se não pesquisasse?

Na Air Europa, que estava cobrando R$ 2.386 na modalidade ida e volta, a múltiplos destinos com ida a Paris e volta de Veneza está alguns tostões a menos: R$ 2.358 (sem bagagem). Assim como na ida e volta tradicional, a viagem é feita com conexões em Madri tanto na ida (Brasil-Madri-Paris) quanto na volta (Veneza-Madri-Paris).

Na Air France ficou R$ 365 mais barato! De R$ 3.340 na modalidade ida e volta para R$ 2.975 (sem bagagem) na múltiplos destinos com ida a Paris e volta de Veneza. 740 dólares. Na ida, o vôo é direto. Na volta, tem conexão em Paris.

"Ah, mas nos dois casos eu vou precisar voltar ao primeiro destino (Madri, no caso da Air Europa; Paris, no caso da Air France") para pegar o vôo de volta ao Brasil! Qual a vantagem?"

São várias vantagens. Você não precisou comprar o vôo à parte até o destino de onde sai o vôo de volta para o Brasil. Os dois vôos que compõem a volta são vinculados, e se um atrasar e você perder a continuação, a cia. aérea realoca você em outro vôo, sem custo. E você não precisa prever um intervalo insano nem chegar na véspera para não dar chabu de conexão.

Passagens multidestinos como comprar

Mas ainda falta pesquisar o vôo complementar entre Paris e Veneza.

Passagens multidestinos como comprar

De novo, baratíssimo: na low-cost Vueling, o vôo direto está ridículos R$ 131 (sem bagagem). 27 dólares!

Então vamos somar a tarifa da multidestinos 'simples' (ida Brasil-Paris, volta Veneza-Brasil) com o vôo avulso Paris-Veneza:

  • R$ 2.489, com a Air Europa (contra R$ R$ 2.667 na modalidade ida e volta)
  • R$ 3.106, com a Air France (contra R$ 3.585 na modalidade ida e volta)

Vamos fechar, então? NÃO! Pode ser que esta seja a passagem mais em conta, mas nunca deixe de pesquisar também quanto custa incluir o(s) trecho(s) intermediário(s) no mesmo bilhete.

Pesquisa 3: multidestinos com todos os trechos incluídos

Passagens multidestinos como comprar

No KAYAK é possível pesquisar itinerários de até 6 vôos na modalidade 'várias cidades'.

Dificilmente vai valer a pena incluir tantos trechos. Numa viagem de apenas dois destinos, como esta que estamos pesquisando, normalmente incluir o vôo intermediário entre os dois destinos não deve aumentar o preço. Mas se a viagem tiver muitos trechos, faça diferentes simulações, incluindo mais ou menos vôos intermediários (e sempre comparando com as tarifas conseguidas comprando esse vôos intermediários de maneira avulsa).

Passagens multidestinos: como comprar

Veja que interessante.

Pela Air Europa, que cobrou R$ 2.358 pela multidestinos 'simples' (sem o trecho intermediário), a multidestinos completinha subiu R$ 2.471. Só que o novo preço inclui o vôo intermediário Paris-Veneza (incluindo o vôo intermediário, a multidestinos 'simples' fica R$ 18 mais cara: R$ 2.489). Ou seja: incluir o trecho intermediário saiu elas por elas (mas você só vai precisar emitir um bilhete, e isso é melhor do que fazer duas compras separadas, concorda?).

Já na Air France a inclusão do trecho intermediário baixou o preço! A multidestinos 'simples', sem o trecho intermediário, custava R$ 2.975. Incluindo o vôo Paris-Veneza, baixou para R$ 2.735. Incrível! Isso aconteceu porque o itinerário aproveita a sinergia das rotas do grupo Air France-KLM. Graças a uma combinação favorável de cidades, o preço de uma cia. aérea convencional se aproximou, na modalidade múltiplos destinos, do preço da cia. low-cost.

Viu como vale a pena pesquisar todas as possibilidades?

Comparando as três pesquisas, então:

Air Europa:

  • R$ 2.471 na passagem multidestinos completa (Brasil-Paris + Paris-Veneza + Veneza-Brasil no mesmo bilhete)
  • R$ 2.489 na passagem multidestinos simples (Brasil-Paris + Veneza-Brasil) com o trecho intermediário (Paris-Veneza) comprado à parte
  • R$ 2.667 na passagem ida e volta (Brasil-Paris-Brasil) com trechos intermediários (Paris-Veneza-Paris) comprados à parte

Air France:

  • R$ 2.735 na passagem multidestinos completa (Brasil-Paris + Paris-Veneza + Veneza-Brasil no mesmo bilhete)
  • R$ 3.106 na passagem multidestinos simples (Brasil-Paris + Veneza-Brasil) com o trecho intermediário (Paris-Veneza) comprado à parte
  • R$ 3.585 na passagem ida e volta (Brasil-Paris-Brasil) com trechos intermediários (Paris-Veneza-Paris) comprados à parte
Vai por mim: passagens multidestinos

A passagem multidestinos é a passagem mais conveniente para muitas viagens ao exterior.

A passagem multidestinos normalmente não é mais cara do que a passagem ida e volta pelo mesma cidade.

A passagem multidestinos pode até ser mais barata dependendo da combinação de cidades.

A passagem multidestinos evita perrengues e stress das conexões entre vôos desvinculados.

Num itinerário de vários destinos, nunca compre sua passagem sem pesquisar na modalidade multidestinos.

Voltar | Topo

Resolva sua viagem:

Leia mais:

682 comentários

lilian
lilianPermalinkResponder

Boa noite,
Gostaria de saber se é melhor deixar para comprar a passagem aerea de praga para budapeste, quando estiver lá, pois os preços para este trecho são exorbitantes, não sei se é por conta do imposto.obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lilian! Pesquise em buscadores como http://www.kayak.com.br/flights e http://www.skyscanner.com.br . Veja também quando custa a passagem ida e volta, às vezes é mais barato. O ideal, como está no texto, é sempre incluir os trechos intra-europeus na passagem que sai do Brasil, usando a modalidade Múltiplos Destinos.

Na hora, no local, você vai pagar tarifa cheíssima.

Wander
WanderPermalinkResponder

Lilian,
Veja a passagem de trem entre essas cidades. Em 2013 cheguei em Praga e comprei na própria estação de trem, com 2 dias de antecedência a passagem para Budapeste. Paguei entre 40 e 50 Euros numa cabine super confortável, sem contar a vista da viagem, que é incrível.

Eduardo Vaz
Eduardo VazPermalinkResponder

Amiga Lilian pesquise o preço de trem via Viena (acabei de vir de lá e fiz tudo de trem, de Budapeste a Berlim. Talvez valha a pena ficar um dia em Viena, descansar lá 1 dia das 5 horas da viajem de trem e ainda passear naquela linda cidade. No dia seguinte você faz as 4hs restantes até a maravilhosa Budapeste. Não aconselho as 9hs direto, o trem na 2a classe tem cadeiras como as de nossos onibus de viajem, so que não reclinam !!!

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Se tiver um pouco de disposição a Student Agency é uma agencia tcheca de onibus, confortaveis e bem baratos, vale a pesquisa

Luiz Antonio
Luiz AntonioPermalinkResponder

Em conexões na mesma reserva (mesmo localizador), invariavelmente minha bagagem despachada chegara no destino final direto, ou devo pegá-la na conexao? A situação é: Vou de Vegas pra Guarulhos com conexão em Los Angeles. Em Los Angeles só devo trocar de avião ou devo pegar minha bagagem na esteira e despachá-la no novo voo?

Paola Galeazzo

Bom dia! Minha família ( eu, marido, filha, mãe e sogra ambas com mais de 70 anos) , estamos programando uma viagem para Austrália Sidney, para visitar meu filho, porém como não há vôo direto e fico preocupada com a minha mãe e sogra, não consigo avaliar tanto financeiramente como tbm menos estressante, o que seria melhor, sair de São Paulo para o Chile , ficar alguns dias e depois pegar o vôo direto para Sidney, ou sair de São Paulo , ficar alguns dias em Joanesburgo e depois pegar o vôo para Sidney? Ou outra opção que não conheço. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paola! A paulada maior é a do fuso, não é a do número de horas no avião. A hora do Chile é a mesma do Brasil. Invista o que você gastaria em "alguns dias em Joanesburgo" num upgrade para as passageiras mais idosas à executiva.

Jessica vedovato

Boa Noite
Gostaria de saber se você já fez compras pelo site expedia,
eu estava procurando destinos múltiplos e la esta bem mais barato do que nos próprios sites, o que me deixou insegura. Ao pesquisar na internet há poucas informações sobre o expedia.
Espero uma ajuda

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jessica! Quando aparecerem as taxas, na penúltima tela, os preços devem se equivaler.

Bianca
BiancaPermalinkResponder

Jéssica, bom dia!

Eu já fiz compra pelo Expedia (para Punta Cana, onde passei minha lua de mel) e não tive qualquer problema.

Realmente era bem mais barato do que em outros sites, mas é porque em outros sites era para compra parcelada e no Expedia só era permitido pagamento à vista.

celia
celiaPermalinkResponder

Olá Jessica, sou usuária da Expedia e são ótimos. Preços de pacotes sempre são mais baratos. O aéreo sai mais ou menos o mesmo preço que comprando direto na Cia. Aérea. Se você pode pagar a vista, não tenha dúvida, a Expedia é o melhor. A questão é essa operadora só aceita pagamentos a vista.

celia
celiaPermalinkResponder

Já usei várias vezes. Pacotes são sempre mais baratos, sem comparação.

ANTONIO GERALDO

E a mais pura verdade. Em 2012, comprei uma passagem pela British Airways. Guarulhos//Luxemburgo//Dublin/Guarulhos. Saiu US$ 200,00 mais barata que se houvesse comprado o trecho GRU/Londres/GRU. E ainda tive direito de ficar em Londres.
Outro exemplo foi agora com a TAP. comprei o trecho Belem/Viena//Roma/Belem que custou R$ 2.000,00. Mais barato que o trecho BEL/LISBOA/BEL. E ainda tive o direito de ficar na ida e na volta em Lisboa.

André Sterf
André SterfPermalinkResponder

Alguém sabe me dizer se é possível cancelar apenas um trecho interno de uma viagem internacional? Caso prático: comprei na TAP passagens Brasília-Lisboa de ida, fico alguns dias, depois tenho um trecho Lisboa-Barcelona, fico alguns dias e volto Barcelona-Brasília, com escala em Lisboa. Quero cancelar o trecho Lisboa-Barcelona para fazer um outro roteiro. É possível sem prejudicar os outros trechos?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, André! Ligue para o atendimento telefônico e você saberá se há custos envolvidos.

Julio
JulioPermalinkResponder

Comprei um voo saindo do Rio de Janeiro em direção a Tampa com conexão em Miami (GIG-MIA-TPA), inicialmente meu destino final era Tampa mesmo, agora decidi mudar para Miami, mas não queria efetuar nenhuma alteração no voo. Gostaria apenas de quando descer em Miami passar pela imigração, pegar minhas malas e já ficar por lá, no caso perderia o voo para Tampa. Alguem sabe dizer se é possível? Será que tem algum problema?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Júlio! Se você não pegar a continuação para Tampa, perderá as reservas de volta e terá que pagar multa e diferença tarifária para reservar de novo. É mais prático, e provavelmente mais barato, modificar a reserva agora.

Livia
LiviaPermalinkResponder

Passagens para Las Vegas que fazem conexão na cidade do México. Dúvida: As bagagens vão direto para Las Vegas, ou preciso pegar as bagagens e despachá-las novamente?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Livia! Se as passagens forem vinculadas, vão pra Las Vegas.

Livia
LiviaPermalinkResponder

Obrigada!

Camila
CamilaPermalinkResponder

Boa noite!
Tenho uma dúvida. Moro em Lisboa e tenho familiares em São Paulo e Vitória.
Encontrei uma promoção ótima de voo, que faz o seguinte caminho: Lisboa - Guarulhos - Vitória na ida, e Vitória - Guarulhos - Lisboa, na volta.As escalas em Guarulhos são longas; de aproximadamente 5 horas. Por isso acredito que consiga retirar a minha bagagem. Porem na ida eu gostaria de ficar em São Paulo. e Na volta, pegar o voo normalmente partindo de Vitória.
Consigo descer na conexão na ida?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camila! Consegue descer, mas ao não embarcar para Vitória, perderá a reserva e a tarifa do vôo de volta. Pagará multa e diferença tarifária para o dia em que conseguir remarcar a passagem.

Raquel
RaquelPermalinkResponder

Olá, é possível comprar uma passagem da Gol vinculada à Aerolíneas Argentinas (que são parceiras), tendo em vista que já comprei a passagem da Aerolíneas "até o meio do caminho" em uma promoção? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Raquel! Para serem vinculadas, as passagens precisam fazer parte do mesmo ticket, sendo compradas no mesmo momento.

Raquel
RaquelPermalinkResponder

Ah, entendi... Obrigada!

MARIANA
MARIANAPermalinkResponder

Raquel, no reveillón do ano passado fomos ao Chile e Argentina e compramos via agência, mas os vôos estavam separados (localizadores diferentes) :SSA-GRU-SSA (Gol) e GRU-Santiago-Buenos Aires-GRU) (Aerolineas Argentinas). Procuramos ANTES da viagem a GOL (no próprio aeroporto), que unificou a viagem em um único localizador, vinculando os trechos. O único "perrengue" foi em Guarulhos, na ida, quando fomos embarcar: tivemos que ir à Gol, depois à Aerolineas, que nos devolveu para Gol, e aí um funcionário nos levou DE NOVO para o balcão da aerolíneas, que finalmente emitiu os cartões de embarque!

Marie
MariePermalinkResponder

Olá! Boa tarde,
Gostaria saber a opnião de vcs; Seria melhor fazer Munique/Paris de trem ou avião? Os horários de avião não são bons e as passagens estão caras, já de trem os horários estão melhores, mas bem limitados por dia 24/12 cair num domingo e não sei quanto seria o valor de trem. No site raileurope eles liberam a venda somente no dia 04/12, é normal esse limite de indecência pensei que poderia comprar 90 dias antes. Viajamos com criança, e vamos fazer Zurique/Munique de trem. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marie! É uma viagem para fazer de avião. Inclua na passagem internacional conforme está explicado no texto.

Márcia Baraldi

Pesquisando preços, encontrei a passagem executiva Rio-Frankfurt pela Condor mais barata que outras companhias (somente ida,pois a volta troquei por milhas). Não conheço esta companhia. É confiável?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! É o braço do grupo Lufthansa que opera vôos charter. Tecnicamente, os vôos devem ser charter, por isso são mais em conta.

Lincoln
LincolnPermalinkResponder

Olá! Tenho uma dúvida sobre a cidade de origem. Moro em Curitiba e muitos destinos internacionais saem ou do Rio ou de São Paulo. Existe alguma dica pra hora de pesquisar as passagens? Devo pesquisar a partir de CWB ou a partir dessas cidades e comprar o trajeto interno à parte?
Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lincoln! Pesquise saindo de Curitiba. Depois você pode até comparar com saídas de SP. Mas nunca é bom comprar trechos desvinculados. Quando não há vínculo, a cia. que faz o trecho SP-exterior não tem nenhuma responsabilidade sobre atrasos no vôo doméstico.

Renata
RenataPermalinkResponder

Bóia,

Adorei esse post! Extremamente necessário e que não encontramos em lugar nenhum uma explicação assim! Vocês são 1000!!!

Agora... Eu fiquei com uma dúvida: como vou saber se os vôos estão vinculados? Quero dizer, como vou ter a segurança de que a cia aerea vai arrumar um jeito de me pôr em um vôo se o primeiro atrasou???

Primeira vez que organizo uma viagem sozinha.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Se os trechos tiverem o mesmo código localizador, a viagem é toda vinculada. Em caso de atraso, a cia. aérea saberá que a sua viagem ainda não foi completada e terá que providenciar a continuação.

Renata
RenataPermalinkResponder

Ah entendi!!!

Mas tem que ser tudo da mesma cia aérea, não é? Por exemplo, se eu entro em um site de compras de passagens aéreas, o "múltiplos destinos" será da mesma cia aérea?

Obrigada!!! ^_^

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! As cias. aéreas ou participam de alianças aéreas ou têm códigos de vôo compartilhado com outras cias. Se você não tem segurança de fazer isso por uma agência online, repita a busca no site da cia. aérea que aparecer na busca.

Rosana
RosanaPermalinkResponder

Olá, boa tarde! Amo as dicas de vcs, sempre dou uma passada aqui antes de programar minhas viagens! smile Uma dúvida que tenho hj: em set/2016 vou com a família para a Suiça. Por enquanto a passagem fica mais barata indo por NY. A espera lá seria de 13h. Nesse tempo eu consigo sair do aeroporto e aproveitar um pouco a cidade? Temos visto americano mas não conhecemos NY, então prá nós até que seria legal... e outra coisinha... melhpor esperar um pouco mais prá comprar né? No início de 2016? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosana! Nâo é em uma tarde que você vai dar Nova York como vista. O que você vai arranjar é uma canseira danada de duas noites seguidas maldormidas em avião e pelo menos 24 horas sem banho (que podem virar mais de 30 horas, se vocês só conseguirem entrar no hotel na Suíça depois das 14h, que é o horário regulamentar). É um péssimo jeito de começar uma viagem e dificilmente há economia que justique tamanho transtorno. As pessoas passam esse perrengue quando vão para o Japão, e não há como evitar. Arranjar isso de propósito não é nada esperto.

Bianca R. Surian

Olá!! Boa tarde!!! Estou programando viagem para Europa em abril … Vou comprar passagens multidestinos, com conexões… A minha dúvida é quanto ao tempo de conexão… O quanto é seguro? Tenho passaporte europeu, o que agiliza um pouco.. No site, só consegui vôos com conexão de 1h 40 min dentro da mesma campainha… Será suficiente? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bianca! Os horários de chegada sempre já dão uma folguinha para justificar eventuais atrasos; se o vôo sair na hora, chega antes da hora. 1h40 é um intervalo justo. Se a passagem for vinculada, a cia. tem obrigação de pôr você num vôo seguinte em caso de atraso.

Bianca R. Surian

Olá Bóia! É isso mesmo, dentro da mesma companhia, e não tem outra opção com intervalo maior... Vou ter que contar com a sorte! Acho que vai dar certo... Depois, eu conto! Obrogada!

Paulo
PauloPermalinkResponder

Ricardo as agências dizem que vc deve sair por onde entra.
Entrei por Lisboa e de Paris tive que retornar à Lisboa.

É possível com sua dica não aceitar o argumento da agencia e sair pela última cidade ?
Ano que vem quero fazer Roma - Paris - Londres 

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paulo! Quem responde é A Bóia. Mesmo nas passagens multidestinos você acaba entrando e saindo pelo mesma cidade, sim. Para fazer vôo direto na ida e na volta, só usando cias. aéreas diferentes (ou a TAM, se voar para as duas cidades).

Fazer Brasil-Lisboa em vôo direto e Paris-Brasil em outro vôo direto requereria que você fosse de TAP e voltasse de Air France ou TAM. Para ir e voltar de TAP, você necessariamente tem que entrar e sair por Lisboa, fazendo uma conexão em Lisboa na volta. Para ir e voltar de Air France, você entaria e voltaria por Paris e faria conexão em Paris na ida. Para ir e voltar pela KLM, você entraria e sairia por Amsterdã, fazendo conexão em Amsterdã na ida e na volta. Para ir e voltar pela Swiss, você entraria e voltaria por Zurique, fazendo conexão em Zurique na ida e na volta.

São conexões convenientes e garantidas, muito diferentes das conexões que você faz entre vôos não-vinculados, onde a cia. do primeiro vôo não se responsabiliza por colocar você no vôo seguinte (mesmo se for a mesma cia., porque as passagens são estanques).

O que dizemos no texto é que em viagens multiparadas não se deve comprar a passagem com ida e volta para o mesmo destino; compre com ida ao primeiro destino e volta desde o último (e, se houver paradas intermediárias, orce quanto fica incluir esses trechos e compare com quanto custa comprar esses trechos à parte). Os buscadores e os agentes de viagem acharão a cia. que executa o roteiro pelo menor preço e com as conexões mais convenientes. O que interessa é a estrutura tarifária e como você vai rentabilizar o seu gasto.

Dito isso, não dá para saber qual cia. vai fazer o melhor preço/itinerário nessa sua nova viagem Roma-Paris-Londres. Você poderá entrar e sair por Lisboa, entrar e sair por Madri, entrar e sair por Roma, entrar e sair por Amsterdã, entrar e sair por Londres, entrar e sair por Paris... Só orçando você saberá. Não há nenhuma cia. que voe direto do Brasil para Roma e do Brasil para Londres. (Se você alterar o roteiro para Paris-Roma-Londres, ou Londres-Roma-Paris, veja quanto sai pela TAM, que faria Brasil-Paris e Londres-Brasil em vôos diretos).

Leonardo Leite

Ola Boia
Procuro um destino na Europa com conexao em Miami, partindo de GRU, ou BSB ou GIG, minha intencao 'e tentar um stopover em Miami
Vc se recorda de alguma destino na ida ou na volta? Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leonardo! Várias européias e americanas têm vôos de SP a Miami e de Miami para a Europa: TAP, Iberia, Swiss, Lufthansa, British, KLM, Air France, American, United, Delta...

Sandra
SandraPermalinkResponder

Olá Boia!
Quero viajar para os EUA em julho/16 e gostaria de conhecer Nova York e Los Angeles, somos em 03 pessoas e vamos ficar por 20 dias.
Achei interessantíssima a tua dica dos multidestinos, fiz isso numa viagem entre Portugal e Espanha e o trecho Porto/Madri saiu " de graça".
Que você me sugere, ir primeiro para Nova York e voltar por Los Angeles ou vice versa.
Ou segure alguma cidade próxima?
Nestes dias de dólares com alta, qualquer economia ajuda.
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sandra! Na multidestinos a gente pesquisa com ida até o primeiro destino a ser efetivamente visitado e a volta pelo último destino efetivamente visitado. O resultado muito provavelmente vem com uma cidade intermediária onde você vai fazer conexão na ida ou na volta. Vai a parecer Miami, Panamá, Lima, Dallas, Atlanta, Houston... escolha levando em conta preço e intervalo de conexão.

Quanto à ordem, deixe por último a cidade pela qual você alimenta mais expectativas.

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Olá Bóia!
Estou fazendo pesquisa de passagens múltiplus destinos via skyscanner e ao fechar a viagem, o site me encaminha para edreams. Sabe informar se a compra por esse site é segura? Ou melhor só fazer a pesquisa lá e depois tentar comprar pela companhia aérea? Li comentários ruins sobre a edreams e expedia no site do reclame aqui.
Fiz cotação de Curitiba para Amsterdã, Amsterdã para Barcelona e Barcelona para Curitiba e deu um ótimo preço nesses sites, mas ao tentar pela companhia aérea sairia R$ 1000,00 a mais... Fiquei com medo de o barato sair caro...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciana! Sim, os sites referenciados pelo Skyscanner são quentes. A eDreams é como uma Decolar, com base na Espanha. Vá sempre até a última tela antes de fechar negócio para ver se não aparecem taxas de última hora.

Bruno Liba
Bruno LibaPermalinkResponder

Olá Bóia, tudo bem??
Parabéns pelo trabalho de vocês, não faço nenhuma viagem sem antes passar por aqui smile

Vou para Portugal em lua de mel entre os dias 23/05 até 07/06 e queria saber o que me recomendam. Vou para Lisboa, Ilha da Madeira e Porto e fiz algumas pesquisas de passagens tanto vinculadas aqui pelo Brasil:
SP - Lisboa - Lisboa - Ilha da Madeira - Ilha Madeira - Porto - Porto - SP
quanto separadas
SP - Lisboa - SP
Lisboa - Ilha da madeira - Lisboa (comprado desvinculada da internacional)
Lisboa - Porto - Lisboa ( De Trem)

A diferença da vinculada para a segunda opção é em torno de R$500 a R$600. Acham que vale a pena essa diferença? Vale comprar a vinculada?

Muito obrigado!! Um abraço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bruno! Note que o itinerário inteiramente aéreo poupa você de dois deslocamentos de trem. Se optar pela opção desvinculada, durma em Lisboa na véspera de voltar ao Brasil, para não fazer uma conexão trem/avião sem vinculação.

Luciana Barbosa

Olá A Boia , qual o melhor periodo para comprar passagens para o Caribe? Pretendo ir em Fevereiro/2017, obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciana! As cias. aéreas iniciam vendas 330 dias antes da data. Você pode criar alertas em sites como o Voopter para avisar quando aparecer o destino que você quer com o preço que você deseja. Ou pode ficar de olho nas promoções.

Olga
OlgaPermalinkResponder

Por favor, meu vôo esta marcado para saída 23:30 de Madri para o Brasil, voltando de avião de Barcelona às 09:30 da manhã da sexta-feira, é arriscado?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Olga! Só se o aeroporto de Barcelona fechar ou a sua cia. aérea desaparecer até lá. Se não conseguir fazer o check-in ao chegar, use o guarda-volumes: http://www.aena.es/csee/Satellite/Aeropuerto-Madrid-Barajas/es/Page/1049727006301/#Consigna

Kaká
KakáPermalinkResponder

oi Ricardo e Bóia, para comprar passagens multicidades vocês indicam o submarino viagens ? Algum outro?Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Kaká! Kayak, Decolar e Expedia também oferecem essa funcionalidade, assim como os sites próprios das cias. aéreas.

Kaká
KakáPermalinkResponder

Muito obrigada.

jorge pessoa
jorge pessoaPermalinkResponder

Tenho uma duvida em relação a conexao no retorno ao Brasil! Fico mais de 30 horas em amsterdãm, tennho que pagar a taxa de embarque novamente?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jorge! Todos os valores estarão incluídos nos preços das passagens, seja lá como você compre.

MARCUS BARROCAS

Uma opção que sempre considero (obviamente quando é possível) são trechos internos de Ferry.Não é muito usual e existem poucos posts a respeito. Na Espanha, Grecia, Escandinávia é muito comum este meio de transporte, principalmente se vc estiver de carro e quiser conhecer Ibiza, por exemplo, sem precisar se livrar do carro. Uma grande vantagem também é que os grandes trechos são feitos a noite e vc junta passagem e hotel numa mesma despesa, com bastante conforto, bem diferente do trem. As cabines dos Ferrys são geralmente bem confortáveis. Já fiz Ibiza-Barcelona e Rhodes-Atenas de Ferry e recomendo muito. Compro sempre no www.directferries.com

Matheus
MatheusPermalinkResponder

Boa noite,
Sobre um trecho em particular (barcelona-lisboa), achei na tap 100reais a mais (com taxas e bagagens incluida nas duas) que na Vueling, qual compensa?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Matheus! São duas boas cias. Lembre-se de não fazer conexões no msmo dia entre vôos que não estejam vinculados numa mesma passagem.

Marcia Baraldi

Comprei duas passagens (com milhas smiles) Rio de Janeiro/ Frankfurt classe executiva para 10 deJunho de 2016. O voo é pela TAP com escala em Lisboa. Porém recebi um e-mail da TAP mudando o horário do voo Rio/Lisboa ocasionando a perda da conexão para meu destino final. A TAP não me coloca em outro voo que seria algumas horas mais tarde. Já liguei para a TAP mas a atendente disse que o problema não era da companhia e "empurra" o problema para a Smiles. Tenho a impressão de que TAP quer me forçar a desfazer a compra, pois acho que o valor não é mais o mesmo. Como devo proceder para que a TAP cumpra a venda acordada?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! Você já levou o problema ao Smiles? Primeiro você precisa tentar resolver com o Smiles. Se não rolar, o jeito é apelar juridicamente.

Eleonora Engler Faraco

Submarino agora cobra juros

Claudio Ferreira de Mendonça

Nessas promoções relâmpagos de passagens, é possível comprar multidestinos? Pelo o q eu vejo, sempre é o valor ida e volta de um mesmo destino.
Vou para Paris e pretendo voltar por londres.
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudio! Quando uma cia. aérea faz promoções de passagens para a Europa, as tarifas se estendem por todo o continente. No mínimo você precisa fazer as duas cotações para ver se há diferença, e se a diferença é maior do que a de ter que comprar uma passagem extra só para voltar ao destino inicial.

vilma bezerra de aquino

Informações maravilhosas.

Thamires
ThamiresPermalinkResponder

Pessoal, pretendo comprar uma passagem multidestinos toda pela TAP que de fato sai mais barato com todos os trechos inclusos do que só ida e volta de um único destino. No entanto, no voo da ida com destino à Lisboa, com conexão em GIG, o tempo da conexão é de somente 1h25min. Vocês acham que é seguro um tempo de conexão tão curto pra passar da área de desembarque para embarque internacional, imigração, etc? Será que eu pego as bagagens somente em Lisboa mesmo que o voo de conexão seja realizado por companhia diferente?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thamires! Você já sairá da sua cidade com o cartão de embarque emitido e bagagens despachadas ao destino final. 1h30 é tempo suficiente para a conexão, mesmo tendo que passar pela imigração.

MARIA APARECIDA GIANNINI DE FREITAS

não encontrei multidestinos no site da submarino

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Aparecida! O Submarino mudou de sistema e tirou a opção. Vamos atualizar este post esta semana. Mas se você entendeu esse passo a passo, pode aplicar em sites como o Kayak.com.br ou diretamente nos sites das cias. aéreas.

Taiane Alves
Taiane AlvesPermalinkResponder

Olá, gostaria de uma orientação,estamos pretendendo ir do Rio para Espanha e voltar por Portugal para Rio, qual o melhor opção multidestinos ou posso ir de trem da Espanha para Portugal?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Taiane! Na maioria das rotas entre Portugal e Espanha, prefira o avião. De Sevilha ao Algarve, vá de ônibus. Sevilha a Lisboa também pode ser feito de ônibus.

Djogo
DjogoPermalinkResponder

Com o fim do multitrechos da submarino sobrou só o Decolar parcelado?
Que triste hein sad

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Djogo! Sempre é possível pesquisar numa agência online que ofereça essa ferramenta e depois comprar a mesma passagem multidestinos num site de cia. aérea que parcele.

Beatriz
BeatrizPermalinkResponder

Boa tarde!
Estou tentando fazer a pesquisa sobra a passagem multidestinos ou vários destinos não estou conseguindo achar a opção no submarino, só acho somente as opções ida e ida e volta.
Vcs poderiam me ajudar.
Grata,
Beatriz

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Beatriz! Infelizmente o Submarino mudou o sistema e não oferece mais essa modalidade. Pesquise no Kayak, Decolar ou Expedia.

Laíse
LaísePermalinkResponder

Olha, este é o melhor lugar para aprender e tirar dúvidas sobre viagens. Parabéns.

Valmir Calsavara

Quando eu entro no submarino viagens, só aparecem as opções "ida e volta" e "somente ida". Como faço para ver a opção "várias cidades"?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Valmir! Infelizmente o Submarino trocou o sistema. procure em http://www.kayak.com.br

natalia vieira

Olá, boa tarde!
Preciso ir a Chicago para um compromisso de trabalho, mas estava achando as passagens muito caras pra um bate e volta (por volta de R$4mil), então resolvi olhar outras cidades para visitar e aproveitar a passagem.
Fazendo uma busca no Decolar, achei boas opções indo do Brasil para Chicago e de lá para Paris, e depois de volta pro Brasil, pelo mesmo preço!!!
Tá certo isso? Quando a esmola é demais o santo desconfia... smile
Essas passagens multi trechos tem alguma pegadinha? O Decolar é confiável?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Natalia! Se você consegue programar o período de parada que precisa em Chicago não há problemas. Vá até a última tela antes de comprar para verificar as taxas.

Josye Gonçalves Ferreira

Excelente post! Quem dera eu tivesse essas informações antes... próxima viagem já coloco em prática. Obrigada!

Marta
MartaPermalinkResponder

Adorei a explicação. Sempre compro passagens ponto a ponto e depois gasto milhões nas conexões.
Agora q aprendi, vou tentar comprar Sao Paulo Lisboa Roma Sao Paulo.
Ouço sempre o programa da Band e adoro!!!!

Denise Rincon
Denise RinconPermalinkResponder

Ola, pretendo ir para Atenas, todos os voos possuem conexao. Como faço para poder ficar uns dias nessa conexão? A cia aerea permite? Sabe como faço? Grata

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Denise! Compre uma múltiplos destinos.
Primeiro trecho: Brasil-Atenas (vai haver conexão, não tem problema).
Dias mais tarde, o segundo trecho: Atenas-Próximo destino europeu
Por fim, terceiro trecho: Último destino europeu-Brasil

Alessandra
AlessandraPermalinkResponder

Oi Ricardo. Queria saber como está a questão da bagagem despechada para voos de multiplos destinos. Se eu comprar no mesmo localizador Rio x Roma , Paris x Rio, pela mesma empresa aérea, na volta continua valendo as 2 peças? Sei que para voos de ida e volta ainda não mudou, mas fiquei em duvida quanto aos de múltiplos destinos.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alessandra! Se a passagem estiver toda vinculada num mesmo localizador, deve prevalecer a franquia de saída do Brasil.

De todo modo, insistimos que viajar com uma mala de 23 kg melhora sensivelmente a qualidade da sua viagem. Tente, vale a pena.

Alessandra
AlessandraPermalinkResponder

Claro. super concordo com a ida levando apenas uma mala leve. Minha dúvida era mesmo em relação à volta e aquela segunda mala que vou comprar no destino final onde colocarei minhas comprinhas. Aproveito para tietar um pouco e dizer que sou fã do trabalho de vocês. Super indico para todos a leitura dos posts do site. Parabéns pelo trabalho.

Leonardo
LeonardoPermalinkResponder

Amigos, eu e minha esposa faremos uma viagem de 20 dias à Europa em setembro. Rio x Lisboa x Paris x Londres x RJ. No inicio do ano, para duas pessoas, estava saindo por volta de 6 mil reais. Agora, está na faixa de 8 mil. Fiquei assustado com essa alta. Lendo e relendo e relendo, vi que geralmente passagens internacionais compra-se entre 60 e 120 dias da viagem. Será que quando estiver nesta época, isto é, a partir de junho, existe a possibilidade desses preços baixarem novamente?
Obrigado e desde sempre leio de ponta a ponta o site!!!
Abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leonardo! Uma passagem dessas a 3.000 reais significa menos de 1.000 dólares, o que já configura alguma promoção, se já incluir taxas (mais barato que isso, só uma tarifa hiperpromocional). A 4.000 reais a passagem está saindo 1.250 dólares, que é mais ou menos o preço-base fora de promoções, com taxas. Se você pesquisar esse mesmo itinerário agora para julho, vai ver que vai estar 6.000 reais -- 1.800 dólares, que é onde a tarifa bate na alta temporada.

As cias. aéreas diminuíram as freqüências entre Brasil e Europa por causa da crise -- e justamente agora que há menos vôos, a economia resolveu dar algum sinal de reaquecimento, e os brasileiros resolveram viajar de novo. Pode ainda ter alguma promoção? Pode, mas não há certeza. Uma passagem de 1.250 dólares não é uma pechincha, mas não é cara não.

Leonardo
LeonardoPermalinkResponder

Obrigado Bóia pela rápida resposta. Mediante isto, o que me sugere: esperar mais um pouco ou já comprar? acabei de ver na TAP, o trecho que citei acima a 9 mil e pouco !!! To tenso kkkkk
abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leonardo! Não posso decidir por você e não posso adivinhar se haverá ou não promoções. Só posso te dizer que 1.250 dólares não é uma tarifa cara, só não é promocional, e isso eu já te disse.

Leonardo
LeonardoPermalinkResponder

Valeu!! Obrigado

Gio
GioPermalinkResponder

Boa noite!
É possivel e aconselhável comprar ida para Europa de uma cia aérea e retornar de outro país da Europa com cia aérea diferente? Por ex : ida a Lisboa de Azul e retornar para o Brasil dez dias depois de Barcelona ao Brasil com a Tam. Grata

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gio! Comprar dois trechos separados deve encarecer bastante a passagem.

Gio
GioPermalinkResponder

Obrigada! Valeu!!!!

sandra rinaro
sandra rinaroPermalinkResponder

Olá, Ricardo, td bem?
Minha dúvida é a seguinte: consultando o site do skyscanner nao opcao multiplos destinos encontrei um voo que ficou com um descontao e que caiu como uma luva para mim:
Destino 1: Rio - Dusseldorf ( com conexao de 2 horas e, Amsterdã)
Destino 2: Amsterdã - Rio direto.
Depois fiquei pensando se isso nao poderia dar problemas, já que nao solicitei uma demanda dusseldorf/Amsterdã ( pois inclui varios trechos terrestrs por conta propria.
O fato é que acabei comprando a passagem no site da pripria KLM, e o bilhete foi emitido.
Vc acha que isso pode dar problema posteriormente? Na hora do embarque, por exemplo (neurose pre viagem rs rs).

Abço e Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sandra! Não tem o menor problema. Teria problema se o vôo de volta fosse Düsseldorf-Rio com conexão em Amsterdã e você não estivesse em Düsseldorf para tomar o trecho inicial (nesse caso, você perderia a reserva no trecho Amsterdã-Rio). Mas se a origem do vôo de volta é Amsterdã, é justamente pra isso que serve a passagem Múltiplos Destinos.

Diógenes
DiógenesPermalinkResponder

Olá, pessoal. Comecei meu planejamento para uma viagem de 3 semanas pelo Sudeste Asiático no começo do próximo ano. Sei que não é hora de comprar passagem, mas como simulação é grátis, já fiz algumas. Pretendo visitar Bangkok, Singapura, Kuala Lumpur e fazer um stopover no hub da companhia pela qual eu viajar. Em uma das simulações, a passagens múltiplos destinos fica quase R$ 5000 a mais. Sei que as low costs são uma mão na roda e bem utilizadas pelos viajantes. Hoje, eu iria e voltaria de uma mesma cidade e a partir de lá visitaria as outras duas, com retorno à origem para a viagem de volta pro Brasil.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Diógenes! A Ásia certamente constitui um caso peculiar, sobretudo nas viagens muito picadas. Mas note que sempre recomendamos fazer todas as simulações. Dependendo do itinerário, valerá a pena ao menos comprar ida e volta por cidades diferentes.

Heloisa
HeloisaPermalinkResponder

Olá, boa noite!
Moro em Vitória/ES e aqui temos poucas opções de voos já vinculados com os internacionais. Estou planejando ir para Paris e voltar por Roma, e as melhores passagens que estou encontrando são saindo do Galeão, e o trecho VIX x GIG vinculado a internacional está dando quase 1 mil por pessoa a mais do que o saindo direto de GIG x Paris. Se for desvinculado, eu consigo comprar o trecho interno com milhas, e o voo de ida teria um intervalo de 4 horas para o voo a Paris. Seria muito arriscado comprar desvinculado?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Heloísa! Sim, porque se o vôo com milhas atrasar você perde o outro. Você terá que pegar a bagagem no Galeão e só então ir para o check-in. A franquia de bagagem internacional também não se aplica ao trecho interno emitido separadamente. Se o vôo de volta atrasar e você perder o vôo marcado para Vitória, terá que comprar uma nova passagem na hora, o que ficará mais caro que 1.000 reais.

Na passagem integrada você já sai de Vitória com o seu cartão de embarque internacional e as bagagens vão direto para o destino na Europa. No Galeão, você só precisa passar pela imigração. Seu vôo de volta a Vitória estará garantido mesmo se o vôo internacional atrasar, e você manterá a mesma franquia de bagagem da passagem internacional.

EDSONK
EDSONKPermalinkResponder

Fiz uma simulação para múltiplos destinos há um mês mas deixei para fechar a compra agora. O problema é que agora, pela mesma empresa aérea, tá dando mais de R$10 mil a mais. O que ocorre?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Edson! Aconteceu que muitos assentos foram vendidos e o preço subiu. Refaça a pesquisa, pode ser que com outra cia. esteja mais barato.

EDSON K
EDSON KPermalinkResponder

Viu, na realidade, nem tenho a intenção de polemizar mas fiquei curioso em saber como funciona porque... a empresa aérea no caso é a American Airlines e o "múltiplos destinos", para qualquer data que você escolher, não tá funcionando... Uma cotação que eu fiz há um mês dava R$3 mil (4 aeroportos distintos somando ida e volta, sendo o primeiro e último GRU e os intermediários CDG e LHR). Hoje, mesmo alterando dia, mês e até ano, pulo para a casa dos R$12 mil. E os assentos dos vôos estão bem disponíveis. É como se eles não estivessem mais considerando "múltiplos destinos". Pelo ViajaNet, que vocês recomendam, até "rola", inclusive pela AA mas não os vôos que eu desejo embora, como mencionei, os ainda há vários assentos livres em todos eles...
Abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Edson! Você pode ter pego uma tarifa superpromocional da American que estava disponível há um mês e não está mais. Note que a American não opera vôos na Europa, depende das parceiras, e depende de assentos promocionais nas cias. parceiras. Tente ida a CDG e volta de LHR e faça Paris-Londres de trem. Quando o circuito inteiro pela múltiplos destinos não dá certo, a gente faz só as pontas.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar