Destino "adulto" com crianças: onde você já foi?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Nîmes, FrançaMamães e papais que viajam com crianças para qualquer lugar: o tempo todo aparecem por aqui mamães e papais que não viajam com crianças para qualquer lugar, querendo saber que programas fazer com os baixinhos em lugares que não são obviamente infantis.

Neste post já conseguimos fazer um bom apanhado de blogs que desmistificam viajar com crianças para inúmeros lugares que não são nem resorts nem a Disney. A lista continua sendo enriquecida com outras lembranças, que já já serão devidamente compiladas.

Mas se você viaja com os pequenos mas não tem blog, e puder deixar aqui como vem resolvendo suas viagens em família para os diversos lugares, agradecemos muito! Vamos usar seu depoimento em futuros posts.


Obrigado!

Leia também:

/#Viajosfera: os blogs que viajam com a criançada

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


89 comentários

Valéria
ValériaPermalinkResponder

Já viajei com meu pimpolho para destinos próximos que davam para ir de carro, já que ele é bem novinho. Em julho terei 2 semanas de férias e queria ouvir de vcs alguma sugestão para viagem. Ele estará com 7 meses. Pensei em ir para algum lugar mais quente para fugir do inverno de Curitiba, mas não me decidi ainda por nenhum lugar por causa do nene. Alguém tem alguma sugestão? Obrigada

Cristine
CristinePermalinkResponder

Oi Valéria meu principal destino quando meus filhos eram pequenos era o Rio. Pode parecer estranho mas é um local super pratico com crianças, em especial as menores. Eu sempre alugava um apartamento no Leblon. Lá vc pode fazer absolutamente tudo a pé com o carrinho. Na praia vc tem o baixo bebê onde tem brinquedos na areia para as crianças e vc aluga sombrinha, cadeiras e o melhor, uma piscininha com agua doce para seu filho. Há uma pracinha dentro de um condomínio de casas tb, da para ir para a praia e o calçadão a tardinha brincar, tem o shopping, muuuuito teatro infantil, o Observatório da Gávea é super legal tb. A Lagoa, enfim passeios não faltam.
Além disso tem um supermercado e farmácia a cada esquina além das lojas que fazem suco natural na hora e vários restaurantes que servem prato feito a um bom preço o faz ficar fácil manter uma alimentação saudável para as crianças. Espero ter ajudado. Boas férias!

Valeria
ValeriaPermalinkResponder

Beleza. Muito obrigada pelas dicas. Abraços

Ricardo Castro

Estou planejando uma viagem com a família para comemorar as bodas de ouro dos meus pais. Tinha decidido por Cancun, pois como somos 14 pessoas sendo 4 crianças, achei que estaríamos bem em algum dos hoteis ali inclusive de lá, mas depois que vi que em Setembro chove muito e os furacões costumam passar por lá acabei desistindo. Estou estudando um roteiro pela Califórnia, de Los Angeles a Lãs Vegas. Alguém já esteve em Cancun em Setembro ou fez esse roteiro na Califórnia com crianças que pode me ajudar a decidir? Obrigado!

gisele milani
gisele milaniPermalinkResponder

Olá Ricardo,
Nossas filhotas, de 4 e 7 anos, pediram para conhecer a neve. Como a grana é curta e á primeira vez que partiremos em uma aventura com a prole, estamos começando a nos planejar desde já para as próximas férias de inverno. Qual sua dica de um lugar bacana, barato e se possível, que saia do lugar comum, para diversão e contemplação da família toda?
Obrigada desde já,
Gisele e Reinaldo

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gisele! O problema de neve é que ela nem sempre cai em julho durante as férias. O destino em que a neve é garantidíssima em julho é Ushuaia, na Argentina, mas não é tão em conta quanto Bariloche.

https://www.viajenaviagem.com/category/ushuaia

gisele milani
gisele milaniPermalinkResponder

Queremos aproveitar milhas e não conhecemos nada na américa do sul.
abraços
Gisele e Reinaldo

Marilene
MarilenePermalinkResponder

Olá,
Tenho uma filha de 2 anos e já fizemos algumas viagens para destinos "adultos". A primeira viagem foi para Monte Verde, quando ela tinha um ano e meio. Ficamos na pousada Ana Terra, que eu super recomendo. A pousada ofereceu a cozinha para preparação das mamadeiras e afins, e a limpeza e organização da cozinha industrial me surpreenderam. Como o tempo estava frio e chuvoso, não aproveitamos, mas um bom pedido é o Espaço Adélia, que possui muitas atrações. Resolvemos o problema da comida pedindo sopinhas diversas oferecidas em todos os restaurantes, que com o clima ficaram perfeitas. Foi a nossa primeira visita para Monte Verde, e a viagem foi tão boa que ficou com gostinho de quero mais.
A nossa segunda viagem com a Maria Eduarda foi para Paraty, quando a minha filha tinha quase dois aninhos. Não recomendo a pousada que ficamos, mas conhecer o centro da cidade e fazer o passeio de escuna foi inesquecível para nós e para a nossa princesa. Foi o primeiro passeio de escuna da Maria Eduarda e ela não enjoou nem um pouquinho. Ela curtiu todas as praias limpíssimas, e dormiu no retorno do passeio de escuna.
Nossa terceira viagem foi para Campos do Jordão, e muito embora meu marido e eu já conhecêssemos a cidade, os passeios com a nossa filha nos fizeram olhar para a cidade com outros olhos. Recomendamos a pousada Jardon, que possui copa da mamãe, e nos ofereceu berço e banheira Galzerano no quarto. Para nós, oferecer a banheira com suporte foi inédito, e adoramos. Pela primeira vez, a Maria Eduarda andou de trem, viu um bondinho e andou a cavalo, e adorou! Passamos pela Ducha de Prata, Palácio Boa Vista e Parque da Floresta Encantanda. Este último estava com algumas casinhas em reforma, mas mesmo assim ela adorou brincar nas casinhas e no escorregador. Jantamos no restaurante Krocodillo que é decorado com diversos crocodilos e oferecem um crocodilo de borracha para as crianças como lembrança do restaurante, que ela adorou! Além disso, o rodízio da casa é maravilhoso.
Abraços.

Marilene
MarilenePermalinkResponder

Olá,
Recentemente fiz mais uma viagem com a minha pimpolha e gostaria de deixar o meu relato... Meu marido e eu já conhecíamos o lugar, mas decidimos fazer o passeio com a pequena pelas belíssimas praias da ilha. Usei como referência para o roteiro o blog Conversas ao Meio-Dia, post Ilhabela com crianças (http://conversasaomeiodia.com.br/ilhabela-com-criancas-roteiro-praias/), e deu tudo super certo.
Nos hospedamos na pousada Caravela e recomendamos. O bar na recepção serve até miojo, o que foi muito útil para mim durante uma tarde em que a Maria Eduarda não queria comer nada...
A Maria Eduarda fez o seu segundo passeio de escuna, e chorou quando tivemos que ir embora da praia, de tanto que se divertiu. Mais uma vez, voltou dormindo na escuna. E fizemos a trilha de 4x4 para chegarmos até a praia Castelhanos, foi uma aventura, mas ela se saiu super bem, também dormiu no retorno.
Uma dica importante: O melhor repelente para os pequenos é o Anti Mosquito Johnson's Baby, a Maria Eduarda passou três dias em Ilhabela sem uma única picada de mosquito. smile
Agora, o nosso próximo destino será Rezende, no Rio de Janeiro, mas não estou encontrando sites ou relatos com dicas. Se puderem me ajudar, agradecira.
Até +!

Léia Baeta
Léia BaetaPermalinkResponder

Olá!
Meu marido e eu sempre levamos nossos filhos conosco em nossas viagens! Eles têm hoje 3 e 6 anos. No ano passado, estivemos em Londres, durante as Paralimpiadas e também na Irlanda, visitando parentes. As lições gerais que tiramos dessa última viagem, e que foram fundamentais para o sucesso da nossa viagem, foram:
- prefira os vôos internacionais noturnos, de maneira que as crianças possam acordar quase chegando no destino. Cheque se a companhia aérea tem de fato telas individuais com canal kids;
- se o orçamento permitir, prefira os hotéis do tipo apart- hotel, pois eles têm copa cozinha, que te possibilita inclusive tomar o café da manhã no quarto ( mais barato e mais sossegado) e esquentar uma lasanha à noite, por exemplo. Em Londres, super recomendamos a rede Frasers;
- vá sempre ao supermercado para comprar frutas picadas, bolachas, iogurtes, etc, para ter tudo sempre à mão na mochila e ir fazendo lanchinhos saudáveis durante o dia;
- pesquise antes as atrações direcionadas às crianças em cada lugar que for visitar. Em todos os grandes museus da Europa, há levas e levas de crianças e muito o que se ver. O Museu de História Natural de Londres, por exemplo, é fantástico. Outro bem bacana, e pouco conhecido, é o Museu dos Transportes;
- use e abuse dos jogos eletrônicos e tablets para entreter nas horas de longas esperas (aeroportos, por exemplo)
- explique tudo e mais um pouco do que vc está vendo e conhecendo, pois assim elas terão gosto pela viagem, assim como vc!!!
Boa sorte!!!

-

Claudine Blanco

Dos destinos "adultos" que já levei meus dois filhos, seus favoritos foram a Chapada Diamantina (quando eles tinham 6 e 9 anos) e a África do Sul (já com 9 e 12).

Antes da Chapada, confesso que eu fiquei um pouco receosa a respeito de como seria para eles essa aventura. Será que eles iriam dar conta de fazer as caminhadas? Quais as situações de perigo que poderíamos enfrentar? Grandes alturas, cobras, aranhas? Acho que todo tipo de receio que toda mãe da geração “shopping center” poderia ter, eu tive… Mas, guardei todos junto com a bagagem, e lá fui eu. E não é que deu tudo certo e eles amaram??? Para minha surpresa, eles até compararam o Morro do Pai Inácio (cartão postal da Chapada Diamantina) ao "paraíso das cachoeiras", do filme Up Altas Aventuras. smile

Já recentemente, quando fomos para a África do Sul, eu estava mais preparada, pois foi um roteiro que montei na minha agência de viagens especialmente para viajar com crianças (www.viajarcomcriancas.com.br). A viagem foi incrível! O que eles mais gostaram, além do safári (o óbvio, né?), foi fazer o city tour por Cape Town a bordo de um sidecar e a interação com filhotes de leões num parque próximo a Johannesburg.

Kátia
KátiaPermalinkResponder

Tenho um filho de 2 anos e meio e eu e meu marido gostamos muito de viajar e não pretendíamos mudar isso com o nascimento dele.
Nossa primeira viagem, foi uma necessidade de trabalho que meu marido teve em Santos, colocamos tudo no carro e fui com ele, nosso bebê tinha apenas 1 mês e meio. Como o trabalho durou menos que o esperado decidimos ir à São Paulo e Curitiba e foi super tranquilo, ele dormia durante o percurso, mamava portanto não precisávamos carregar muita coisa durante os passeios.
Após isso fomos a Tiradentes, quando ele tinha 5 meses, fizemos o passeio de trem, frenquentamos os restaurantes da cidade, visitamos as igrejas e museu e tb não tivemos impecilhos.
Quando ele tinha 9 meses fui para Miami encontrar meu marido que estava lá a trabalho, o voo foi de dia na ida e noturno na volta, ele ainda tirava cochilos regulares e nos momentos acordados tínhamos uns brinquedinhos para distraí-lo. Foi cansativo, durante o voo, pq dormir no avião (classe economica) com bebe no colo é impossivel, por isso nesse momento o voo diurno foi melhor do que o noturno. Nessa mesma viajem além de Miami resolvemos fazer um cruzeiro pelas Bahamas e tb não tivemos nenhum impecilho, conseguíamos frutas e comidas frescas para ele e tivemos a preocupação de contratar um seguro viagem que cobrisse a parte marítima.
Várias viagens curtas, como Campos do Jordão, Região dos Lagos, São Paulo foram feitas como bate e volta de fim de semana.
Comemoramos o aniversário do marido em Foz do Iguaçu, o levamos para conhecer o parque das aves, cataratas, templo budista e tudo tinha uma novidade, um espaço pra correr, algo que mesmo não sendo para crianças, as crianças encontram uma diversão.
Já com 1 ano e meio fomos para Paris e Londres, foi a viagem que ele mais curtiu, já estava maior e interagia melhor, adorou correr atras dos pombos, andar de trem e metrô que aqui não tínhamos o hábito de fazer. Nessa viagem fomos conhecer a Disney de Paris que foi o único programa infantil, mas confesso que correr atrás os pombos (ele tem fascinação por pássaros) eram a parte mais divertida para ele rs.
Enfim, tentamos manter nossas viagens sempre que conseguimos um tempinho. A diferença é que planejamos um pouco mais, além de respeitar a rotina de sono e alimentação dele para que o mal humor infantil não estrague o dia. No momento do cochilo, é a hora de para num café legal, tomar um vinho com calma, conhecer aquele museu mais silencioso, rs.
Dica 1: prefira apart-hoteis ou apartamentos, pois uma cozinha faz muita diferença para quem está com criança em especial bebê.
Dica 2: leve distração para as horas de voô ou estrada, o tédio se transforma em mau humor, que se transforme em choro e birra.
Dica 3: respeite o momento do sono e alimentação, para criança rotina é importante.
Dica 4: Não deixe de viajar por causa das crianças, elas curtem do modo delas, tudo o que você decidir fazer.
*Uma vez li num blog, que se para onde você vai existem crianças vivendo, é porque dá para levar sua cria.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar