Suíça: Interlaken x Zermatt x St. Moritz

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Zermatt

Tão logo você começa a montar o seu roteiro suíço, descobre o inevitável: é muita Suíça pra pouco tempo, minha gente! Não tem jeito: você vai deparar com várias escolhas-de-sofia até definir o itinerário final.

Para ajudar a priorizar lugares e enxugar/racionalizar o seu roteiro, começo agora uma série de posts comparativos entre os lugares mais famosos em três categorias: vilarejo de montanha (Interlaken x Zermatt x St. Moritz), base alemã (Zurique x Lucerna x Berna) e base francesa (Montreux x Lausanne x Genebra).

Claro que esses lugares são apenas -- perdão, Nossa Senhora do Clichê Congelado -- a ponta do iceberg da lista de destinos suíços. Mas acredito que esta série será uma mão na roda para você montar de um jeito consciente as suas bases, itinerários e trechos panorâmicos.

INTERLAKEN | Mas pode chamar de Interloche

Interlaken

A 2h15 do aeroporto de Zurique (com uma baldeação em Berna), Interlaken é o principal centro do turismo alpino suíço -- simplificando bastante, e em bom português brazuca, é a Bariloche da Suíça.

Sua localização é adorável: Interlaken signfica "entre lagos", pois fica na intersecção dos lagos Brienz e Thun. É circundada por montanhas majestosas -- Eiger, Mönsch e Junfrau. De lá você pode zanzar por toda a região das "Bernese Oberland" ("terras altas de Berna"). Não faltam passeios, tanto no inverno, quanto no verão.

Devido à altura, o topo do Jungfrau tem gelo e neve o ano inteiro. É possível até esquiar no verão.

Interlaken como bate-volta

A uma hora de Berna e duas horas de LucernaZurique ou Lausanne, Interlaken cabe num bate-volta -- bastante intenso, mas cabe.

No esquema de ir e voltar no mesmo dia, você vai precisar descer em Interlaken Ost e já pegar a próxima saída da Jungfraubahn, a ferrovia que leva aos vilarejos alpinos e à ferrovia mais alta da Europa. Leve em consideração que o circuito completo até o Top of Europe leva no mínimo seis horas.

Para aproveitar o dia vindo de Lucerna, Zurique ou Lausanne, você vai precisar sair no máximo às 8 da manhã (e dificilmente vai estar de volta antes das 8 da noite). De Berna, que fica a apenas uma hora, o passeio é menos puxado. De Genebra ou Montreux (2h30) fica puxado demais.

Interlaken como pit-stop

Usando o serviço Fast Baggage das ferrovias suíças (em que você entrega a bagagem na estação de ida antes das 9h e retira antes das 19h na estação de chegada), ou se valendo do guarda-volumes da estação Interlaken Ost, você pode fazer de Interlaken um pit stop entre dois destinos. Dá para sair cedo de Zurique ou Lucerna e dormir em Berna ou Lausanne (ou vice-versa), usando o tronco ferroviário convencional (Zurique ou Lucerna-Berna-Lausanne).

O pit stop não é possível pela rota panorâmica (Golden Pass Line, entre Montreux e Lucerna), por duas razões: o trajeto é mais demorado (ficaria ainda mais apertado para fazer o circuito completo da Jungfraubahn) e o segundo tramo da viagem seria feito no escuro durante boa parte do ano.

Interlaken como base

O mais interessante de pernoitar em Interlaken é poder fazer com calma a região do Jungfrau, que é repleta de atrações. Você tirar um dia para ir até o ponto final da Jungfraubahn e curtir todas as atrações do Top of Europe (o centro de diversões alpinas que tem lá em cima); e num outro dia pode se dedicar aos vilarejos do caminho, como Wengen e Grindenwald (não perca o tobogã de maio a outubro). Neste segundo dia também dá para incluir uma subida ao Harder Kulm (entre abril e outubro).

Dias suplementares podem ser usados para fazer:

passeios de barco pelos lagos Brienz e  Thun (veja os meses em que os passeios são oferecidos aqui);

- bate-voltas a Berna (1 hora de trem) e a Lucerna (2 horas de trem) -- em dias diferentes, claro;

- fazer atividades pela cidade mesmo (como este passeio de Segway);

- subir subida ao Schilthorn para comer no restaurante panorâmico giratório;

- visitar as cavernas de São Beato (abril/outubro);

- fazer uma excursão ao Jardim Alpino de Schynige Platte (junho a outubro)

Outra vantagem de montar base em Interlaken é poder monitorar a meteorologia e escolher um dia claro para subir ao Jungfrau.

Entre as estações de esqui dos arredores estão Grindenwald-First (onde está o parque de snowboard para iniciantesWhite Elements), Mürren-SchilthornKleine Scheidegg/MännlichenBeatenberg-NiederhornAxalp em Brienz (com boa estrutura para crianças) e Habkern.

Trens panorâmicos de/para/em Interlaken

Jungraubahn

Interlaken tem um circuito panorâmico completo -- essa Jungfraubahn que eu já citei várias vezes nos tópicos anteriores. O circuito é perfeitamente circular -- dá para ir por um lado (Lauterbrunnen) e voltar por outro (Grindenwald, ou vice-versa). O passeio completo, contando com uma parada de 90 minutos no Top of Europe, leva no mínimo seis horas.

Os trajetos entre Interlaken e Grindenwald e entre Interlaken e Lauterbrunnen estão 100% incluídos no Swiss Pass. Para lá de Grindenwald e Lauterbrunnen, a Wengen e Kleine Scheidegg o Swiss Pass dá 50% de desconto. No trecho final entre Kleine Scheidegg e o Top of Europe o Swiss Pass dá 25% de desconto. Os trens saem de Interlaken Ost.

Golden Pass Line

Interlaken está no centro da linha panorâmica mais útil da Suíça, a Golden Pass Line. Por que é a linha mais útil? Porque liga destinos desejados da Suíça francesa e da Suíça alemã pelo caminho mais bonito. E não deixa ninguém ilhado: dá para seguir viagem facilmente de onde você parar, sem precisar voltar pelo mesmo caminho.

O trecho entre Montreux e Interlaken leva 3 horas, com baldeação em Zweisimmen. A subida começa imediatamente ao sair de Montreux (lindas vistas da cidade e do lago lá de cima); depois que o trem ganha altitude aparece aquela a paisagem que você espera da Suíça -- pastos e vaquinhas com sininho ao pé de montanhas com cumes nevados. Entre os vilarejos do caminho está a badalada Gstaad. A última meia hora de viagem é passada costeando o lago Thun.

O outro trecho da Golden Pass Line, entre Interlaken e Lucerna, leva exatas duas horas. Costeia o lago Brienz -- que nos dias ensolarados tem água azul-turquesa -- e segue por vales escassamente povoados, num percurso 100% fotogênico.

(Para comparar: o caminho mais rápido entre Montreux e Lucerna leva 2h40 -- praticamente metade do tempo da Golden Line completa --, mas usa o corredor densamente ocupado Lausanne-Berna-Lucerna.)

É possível fazer os dois trechos da Golden Pass Line com o Swiss Pass, desde que se viaje nos vagões convencionais. Para viajar nos vagões panorâmicos é necessário fazer reserva e pagar suplemento.

Onde ficar em Interlaken

Interlaken tem duas estações: Interlaken Ost e Interlaken West.

Interlaken Ost é turisticamente a mais importante, porque a Jungfraubahn sai dali também -- e a subida ao Harder Kulm fica a uma distância caminhável. Mas não é um pólo hoteleiro; há poucos hotéis nas redondezas. o mais bacana é o chiquérrimo Lindner Grand Hotel Beau Rivage); o confortável Carlton é uma alternativa menos cara. Há um elogiado Youth Hostel ao lado da estação.

Interlaken West é uma estação mais central. O Centro é a principal zona hoteleira da cidade; ali é mais fácil se deslocar a pé para comer e se divertir. Por ali, entre as alternativas com bom custo x benefício estão o City Oberland Swiss Quality, o CityChalet Historic (autenticamente alpino), o Best Western Bernerhof e o Crystal (bem econômico). Quanto mais perto você se hospedar do canal que liga os lagos, melhor; do outro lado da ponte da Bahnhofstrasse está o bairro (tecnicamente um outro vilarejo) de Unterseen, que tem a noite mais simpática da cidade. Querendo ficar direto deste lado, considere o indinho Beausite (que tem uma ala econômica Beausite Budget), o Rössli e o Post Hardermannli.

ZERMATT | Fofinha & completa

Zermatt

Se Interlaken é uma base perfeita para visitar típicos vilarejos alpinos, Zermatt é o próprio vilarejo típico alpino. Grandinho e turístico, decerto, mas com a arquitetura e a topografia que você espera de uma aldeia montanhesa suíça. Zermatt é a mãe de todas as Campos do Jordão! O pano de fundo que lhe enfeita a paisagem é o cartão-postal mais fotografado do país, o pico Matterhorn, que você conhece das embalagens de Toblerone e Caran d'Ache. E praticamente não há carros nas ruelas: o trânsito de carros particulares é proibido; circulam apenas pequenos veículos elétricos que funcionam como táxi e transportadores de carga e bagagem.

Toda essa fofura concentrada, no entanto, vem com suas desvantagens: o acesso não é tão simples, o que desestimula bate-voltas e deixa a cidade de fora dos itinerários mais esbaforidos.

Zermatt como bate-volta

São poucas as cidades importantes que estão num raio de até duas horas de Zermatt -- para mim, o limite máximo para um bate-volta confortável. Quem está em Berna pode subir em 2h10 (com baldeação em Visp); a viagem desde Interlaken também leva um tempo parecido (2h15, mas com segunda baldeação, em Spiez).

Num bate-volta, o passeio mais óbvio é a subida ao Gornergrat, de onde se tem a vista mais bonita para o Matterhorn. No verão, por causa dos dias mais longos, se você chegar cedo a Zermatt pode combinar o passeio do Gornergrat com outra subida, ao Glacier Paradise do Klein Matterhorn.

Eu não recomendaria bate-voltas para quem está baseado em Zurique (3h10), Lucerna (3h15), Montreux (2h30), Lausanne (2h50) ou Genebra (3h40).

Zermatt como pit-stop

Usando o serviço Fast Baggage das ferrovias suíças (em que você entrega a bagagem na estação de ida antes das 9h e retira antes das 19h na estação de chegada), ou se valendo do guarda-volumes da estação de Zermatt, você pode fazer de Zermatt um pit stop entre dois destinos -- sobretudo se o destino inicial ou final for Berna ou Interlaken, que estão a duas horas de lá.

Você pode compor seu roteiro saindo de Montreux ou Lausanne para dormir em Interlaken ou Berna, por exemplo. Use o Fast Baggage apenas se você tiver certeza de que vai chegar ao destino final antes das 19h, senão você só vai retirar as bagagens no dia seguinte. Mas considere seriamente pernoitar em Zermatt: você vai aproveitar muito mais a viagem.

Zermatt como base

Dormir em Zermatt proporciona a experiência de se hospedar num vilarejo alpino com a possibilidade de fazer muitos passeios, aproveitando a boa estrutura turística da cidade.

Há vários picos para visitar, usando os meios de acesso mais variados -- ferrovias, teleféricos, gôndolas. Você pode subir ao Gornergrat, ao Glacier Paradise do Klein Matterhorn, ao Rothorn, ao Sunnega e ao Schwarzsee.

No inverno a praça central da cidade vira um ringue de patinação.

Nas férias escolares européias (junho-agosto e virada do ano) há uma série de atividades para crianças no Kinder Paradies Zermatt. No verão tem também um parque de arvorismo, o Forest Fun.

Quem não esquia pode descer de tobogã de Rotenboden. E entre o Natal e abril dá para dormir uma noite num iglu na Igloo Dorf.

Há um centro histórico com casas tradicionais preservadas. E a noite é bem fervidinha, tanto na temporada de inverno quanto na de verão.

O entorno de Zermatt tem 30 pistas de esqui, servidas por vários meios de elevação. É possível ver quais estão em funcionamento neste link. Mesmo no verão é possível esquiar no Klein Matterhorn, pela manhã (às duas da tarde as pistas são fechadas porque neve e gelo começam a derreter).

Trens panorâmicos de/para/em Zermatt

Visp-Zermatt-Visp

Para subir até Zermatt de trem é necessário fazer uma baldeação em Visp. E ali você obrigatoriamente pega um trem panorâmico da Matterhorn Gotthard Bahn, com janelões enormes mesmo na segunda classe, e que leva uma hora até chegar ao centro de Zermatt. Este trecho inclusive faz parte do Glacier Express, o mais famoso trem panorâmico da Suíça. Ou seja: simplesmente chegar a Zermatt já envolve uma viagem panorâmica. E o que é melhor: este trecho de Visp a Zermatt está 100% incluído no Swiss Pass, sem necessidade de suplemento.

Gornergrat Bahn

Passeio mais procurado em Zermatt, a ferrovia Gornergrat Bahn leva você a uma altitude de 3.100 metros, de cara com o Matterhorn. A viagem leva meia hora em cada sentido. O Swiss Pass dá 50% de desconto.

Teleféricos, planos inclinados, funiculares & gôndolas

Dá para ascender a inúmeros picos por variados meios de elevação. O Swiss Pass normalmente dá 50% de desconto na tarifa de transporte.

Glacier Express

Ahá! É o mais cobiçado dos trens panorâmicos. Vai de Zermatt a St. Moritz em quase oito horas de viagem. Quem tem Swiss Pass só precisa pagar a reserva dos vagões panorâmicos. Mas é possível fazer a viagem inteira em trens convencionais, sem pagar suplemento. Clique abaixo para ler o post completo desta viagem.

Onde ficar em Zermatt

Zermatt é pequenina e pode ser percorrida a pé. Jogue sempre no Google Maps o seu hotel para ver a distância até a estação central. O embarque para o Gornergrat é na praça central, mas os meios de ascensão para o Glacier Paradise saem da outra extremidade da cidade. De todo modo, em caso de frio extremo, mau tempo ou dificuldade de locomoção, sempre dá para chamar um táxi. Nos arredores da estação, o Sarazena, o Ambassador e o Schlosshotel costumam ter tarifas encaráveis. Há muitos hotéis alpinos em que os apartamentos têm cozinha equipada -- como o Chalet Bergkristall e o Haus Graven. Eu fiquei num hotel básico-moderninho bastante simpático, a menos de dez minutos a pé da estação, o Aristella Swissflair. Com o bolso recheado, eu ficaria no Omnia.

ST. MORITZ | Neve com grife

Vale do Engadin

Se você achou difícil chegar em Zermatt, é porque você não viu onde está St. Moritz. A mais chique das estações de esqui suíças está no cantão (com trocadilho, por favor!) de acesso mais complicado da confederação helvética. A grande cidade mais próxima, Zurique, está a 3h20 de trem. Os trilhos são lentos, os preços são altos, mas a paisagem é um deslumbre: St. Moritz está no Vale do Engadin, pontilhado de lagos (Sils, Silvaplana, St. Moritz) e dominado pelo pico Piz Bernina.

St. Moritz como bate-volta

Esqueça essa possibilidade. St. Moritz só vale para passar o dia e voltar se você já estiver baseado nas redondezas. A "grande" cidade mais próxima é a pequenina Chur, que está a duas horas (e é boa base também para um bate-volta ao principado de Liechtentstein). A igualmente chique (e um pouco mais discreta) estação de esqui de Davos está a uma hora e meia. Você também pode passar o dia vindo de Tirano, na Itália, que está a 2h15 de trem (nos horários mais rápidos).

St. Moritz como pit-stop

Se você acordar em Chur e estiver disposto a dormir em Tirano ou em Milão, pode dar uma paradinha em St. Moritz. O esquema é o seguinte: saia de Chur num trem cedinho -- tipo o das 7h58, que chega a St. Moritz às 9h58. Deixe as malas no guarda-volumes da estação. Se você seguir a Tirano no trem das 16h45 (que chega a Tirano às 19h12), terá mais de seis horas líquidas para passear pela região. Se quiser dormir em Milão, pegue o trem das 15h45, e às 21h40 você deve chegar a Milano Centrale.

É bom lembrar que o trecho Chur-St Moritz faz parte da rota do Glacier Express, e que St. Moritz-Tirano segue o itinerário do Bernina Express. Basta usar trens convencionais, porém, para não precisar pagar suplemento (leia mais sobre isso adiante).

O que dá para fazer em cinco ou seis horas em St. Moritz? Eu subiria ao Muottas Muragl, para a mais bela vista do vale do Engadin.

St. Moritz como base

St. Moritz está a 3h10 de Zurique, 4h20 de Lucerna e também de Berna, 5h20 de Interlaken, 5h40 de Lucerna e 7h40 de Zermatt (pelo Glacier Express). Milão está a 4h30 (pela rota mais rápida) ou 6h (via Tirano pelo Bernina Express).

No inverno, além do esqui (em estações como Corviglia, Corvatsch e Diavolezza), há muitos tobogãs, snowparks para crianças, corridas de trenó (bobsled) e... pólo na neve, a mais esnobe das tradições locais.

No verão, a região vira o paraíso de andarilhos, corredores e praticantes de esportes aquáticos -- como vela, windsurf e kitesurf.

No inverno e no verão, pode-se fazer passeios panorâmicos pela histórica Rhätische Bahn, ferrovia tombada como patrimônio histórico pela Unesco (que tem trechos pertencentes às rotas do Glacier Express e do Bernina Express).

Outro esporte em cartaz o ano inteiro é o das... compras. A via Serlas é o grifódromo local.

Trens panorâmicos de/para/em St. Moritz

St. Moritz é servida por uma ferrovia tombada pela Unesco, a Rhätische Bahn (Ferrovia Rética). Seus trechos mais bonitos (a ferrovia Albula e a ferrovia Bernina) fazem parte do trajeto de dois trens panorâmicos famosos, o Glacier Express (que faz a rota Zermatt-St. Moritz) e o Bernina Express (que faz St. Moritz-Tirano, com continuação de ônibus a Lugano).

Se eu fosse você, escolheria um dos dois; fazer os dois trajetos na seqüência é um tanto repetitivo. Eu achei o Bernina mais bonito do que o Glacier (talvez por ser mais enxuto, também). Um bom roteiro é vir de Zurique via Chur, ficar de uma a três noites em St. Moritz e então continuar a Milão (ou a Lugano).

Para quem tem um dia para investir neste passeio, a rota do Bernina Express também proporciona a mais linda viagem entre Zurique e Milão (ou vice-versa). É preciso sair cedo e coordenar direito as conexões (em Chur, de/para Zurique, e Tirano, de/para Milão).

Note que, usando os trens comuns (e não os vagões panorâmicos), a rota do Bernina Express pode ser feita com o Swiss Pass, sem pagamento de suplementos.

Onde ficar em St. Moritz

A estação de trem fica no plano, mas o centro da cidade está colina acima. Você vai precisar de táxi para ir da estação ao hotel. No centrinho, considere o Monopol, o Hotel Arte e o econômico Languard

Além de St. Moritz propriamente dita, considere hospedar-se nos arredores. Você pode encontrar melhor relação custo x benefício nos vilarejos de Pontresina, Celerina, Samedan e Silvaplana.

Eu não me hospedei mas fiquei gamado (ops) no Romantik Hotel Muottas Muragl, que fica isolado na montanha, ao final de um funicular com vista incrível para o vale do Engadin. O hotel foi recentente renovado e ganhou um prêmio nacional de sustentabilidade ano passado. Fora de temporada seus preços não são absurdos.

Ricardo Freire viajou à Suíça a convite do Swiss Travel System.

Leia mais:

349 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Helder
HelderPermalink

Excelente post. Pelo visto realmente qualquer tempo que for dedicado a uma viagem assim é pouco !

Alice
AlicePermalink

Ric, morei um ano na Suiça e jamais li nada tão completo sobre o local! A cada linha me surpreendi com a amplitude que você enfocou esse país pequenino e precioso. Faltam sugestões e sobram suspiros =)
Mas se vale o pitaco, eu prefiro ir a Interlaken na primavera, verão ou outono; st. moritz e zermatt no outono ou inverno. É a época dos festivais mais bonitos de cada cidade e Interlaken vira destino de fim de semana no inverso dos berneses (gente demais para pouca neve na minha opinião, especialmente na Skiferien- a semana de ferias no inverno que todo mundo vai esquiar)
As pistas de esqui para iniciantes são ótimas nas três, mas para esquiadores nível avançado eu prefiro st. moritz e zermatt.

Danilo
DaniloPermalink

Alice,
vc sabe qto gastaria em média p/ um dia de esqui nessa região?? Incluindo equipamentos e tickets??
E sabe se nessas estações eles alugam roupas de esqui? Pois pretendo esquiar só uns 3 dias, e não compensa ocupar tanto espaço na mala, p/ tão pouco tempo de momtanha.

Obrigado

Alice
AlicePermalink

Danilo,
o passe de esqui varia muito. Ele geralmente pode somente algumas pistas de um mesmo complexo(é comum o complexo ser subdividido, e em cada divisão haverem pistas de níveis iniciante, intermediário e avançado). De modo geral, vale checar no próprio site os valores atuais e crianças até 12 anos costumam ter desconto.
Raras estações de esqui alugam roupas... simplesmente porque todo suiço tem suas próprias roupas! Estranho, eu sei, mas é que o esqui é um esporte nacional, para eles é a mesma coisa que perguntar se alugam bola para você jogar futevôlei na praia aqui no Brasil =)
Concordo que as roupas são um trambolho! Eu geralmente levo um casaco impermeável e esquio com ele quando vou passar só o final de semana na neve.

Danilo
DaniloPermalink

Obrigado Alice. Resolvi ir p/ Innsbruck mesmo, la os $$ são bem mais baixos p/ esquiar, e as montanhas parecem ser bem razoáveis. Além de ter roupas p/ alugar. Se até o final do ano alguma coisa mudar eu volto p/ Suiça.
Agora sem falar em preços, na sua opnião, quais são as melhores montanhas da Europa??

Alice
AlicePermalink

Tente Fiss Danilo! Fica na Áustria, perto da fronteira. Os preços costumam ser mais convidativos (alguns amigos suiços costumam ir para lá pela relação custo benefício). E por ser na região do tirol,a neve costuma ser farta.
Quanto às melhores montanhas, pergunta clássica: esqui ou snowboard? Depende do seu estilo, mas eu gosto da região central dos Alpes.
As estações na França são mais badaladas (com bares para o "esquenta" antes de esquiar, música nas pistas, mais jovens), enquanto as suiças e austríacas são mais clássicas. Gosto de Contamine (atrás do Mont blanc), Meribel, Courchevelle, Megève, Chamonix na França. Na fronteira Suiça e França, há Morgins-Avoriaz. Zermatt é incomparável quanto à fartura de neve. Pinerolo na fronteira com a Itália também é interessante para iniciantes e intermediários. Fiss atende a todos os gostos e tem uma pista de 15 quilometros do alto da montanha até a vila que é uma delícia!

Andre L.
Andre L.Permalink

Riq, eu já visitei vários destinos na Suíça, em geral de carro.

Visitar áreas montanhosas de carro propicia uma experiência diferente daquela de ir de trem.

Dos passos de montanha na Suíca, o mais interessante de todos para mim é o Passo Spluga e o quadrilátero ao redor de Andermatt (San Gottardo, Susten, Grimsel, Fürka).

Só dá pra passear legal de carro nas áreas mais altas entre maio e outubro, mas de carro vc vai a lugares ainda mais remotos ou longe do burburinho - e de outros turistas!

Recomendo - mas não para quem enjoa fácil, esse quadrilátero ao redor de Andermatt tem 244 curvas fechadas de raio pequeno.

Fabi
FabiPermalink

Amei!!!! Maravilhoso o post! Ainda mais q eu embarco na quarta para esses destinos!! Depois conto tudo aqui!

Carina
CarinaPermalink

Eu fui,eu fui! Final de setembro de 2010 fomos para Interlaken. Na verdade escolhemos ficar hospedados em Lauterbrunnem por 3 noites, pra sentir o clima da montanha. Achei mais legal que Grindelwald pq tem mais cara de interior. É importante saber que só se chega de carro até Lauterbrunnen ou Grindelwald, no resto só de trem.
Além de subir ao Jungfraujoch, fizemos um "circuito" subindo até Murren, descendo por Stechelberg e voltando pelas Trummelbach Falls (umas quedas d'água de degelo dentro da montanha).
A natureza lá é exuberante. Parece ser uma ótima região pra quem gosta de esportes radicais, vimos vários praticantes de base-jump.
Escrevi um post pro blog de uma amiga falando da viagem http://www.dicasroteirosviagens.com/2011/05/suica-parte-2-interlaken.html#more.

Claudia
ClaudiaPermalink

Olá!

Nossa adorei esse lugar deve ser um espetáculo!!

Vou me casar em Agosto e gostaria de minha lua de mel em algum destino frio, com neve. Porém, na Suíça é época de verão, na Patagônia chilena é época de inverno muito rigoroso e não recomendaram que fosse para lá, pois várias atrações estariam indisponíveis, estradas com gelo etc.

A Patagônia Argentina seria uma opção?

Há algum outro lugar em que Agosto seja o mês ideal para visitar smile?

Obrigada!
Claudia

Andre L.
Andre L.Permalink

Cláudia, não acho que exista tanta distinção assim da Patagônia chilena e argentina exceto pelo volume de precipitação.

Mas neve no Hemisfério Sul é coisa complicada. E não dá pra garantir neve, exceto em estações de esqui ou nas poucas cidades de montanha com estrututa para tanto. Vai aí de vc achar que um lugar como Puerto Montt ou passeios em geleiras são atividades legais para uma lua de mel.

Só para deixar a dica (não estou dizendo que vc não saiba, mas para outros leitores): não dá pra garantir que neva em áreas baixas, ou que a paisagem estará branca, em nenhum lugar exceto resrots de alta montanha.

Se vc quer apenas frio, muito frio, pode considerar a Nova Zelândia também.

Dri Miller
Dri MillerPermalink

Excelente post!
Entre os "vilarejos das montanhas" estive em Zermatt há uns anos, e foi justo no período de entresafra da primavera (Maio, mais especificamente), e foi ótimo, justamente por termos escapado do período da super alta temporada de ski no inverno, mas foi antes do começo do frenesi de verão Europeu.
Foi uma boa época pra explorar a região com trilhas e caminhadas.
Ainda tinha bastante neve nos picos, mas o ski já estava restrito apenas aos locais e mais profissionais por causa das condições do gelo (mas ainda em abundância pra fazer a felicidade de Brasileiros que gostam de "ver neve"), e as trilhas ainda não estavam lotadas de turistas como ficam no verão.
Quando fizemos essa viagem (um fim de semana prolongado desde Londres) víamos para Genebra e de lá subimos de trem e foi uma das viagens mais bonitas que já fiz!

http://drieverywhere.net/categoria/viagens/suica/zermatt/

Abs
Dri Miller

Mauro Godinho
Mauro GodinhoPermalink

Zermatt é definitivamente um destino que nao pode ser esquecido.
O unico problema é o custo $$$ de estadia que é bem alto.

Zermatt se localiza no final do Mattertal valley, e nao é acessivel de carro. A opçao mais em conta é alugar um Chalet nas redondezas de Zermatt, o que permite explorar mais nao somente o vale, mas a regiao de Wallis / Valais.

A pedido de amigos, e mais tarde por conta da demanda, comecei a alugar o meu chalet em St. Niklaus, 20km de Zermatt.

Mauro Godinho

http://www.airbnb.com/rooms/275946

Gleiber Rodrigues (@Andarilho_Mundo)

Post perfeito (quer redundante, né?), principalmente por explicar bem todas as possibilidades. Eu me APAIXONEI por Zermatt e acho que passaria bem ali por uma semana, se não fosse o alto custo de tudo por lá. Infelizmente não conheci St. Moritz nessas escolhas de Sofia que temos que fazer. Um dia ainda volto para conhecer a parte italiana do país e visitar uns amigos. Tem mais detalhes da viagem no meu blog. Abraços.

Marcia Palhares
Marcia PalharesPermalink

Riq, você não se cansa de nos surpreender, cada post seu é mais completo que o anterior. À medida que você ia subindo os posts durante a viagem, eu fiquei pensando em como definir um trajeto, e aí, pronto, várias opções!! É demais!!

Lisi
LisiPermalink

A minha experiência na Suiça é mínima. Estava em Milão e decidi fazer a viagem no trem panorâmico do Bernina Express, aquele vermelhinho!!! Não me arrependo! É lindo, especialmente a viagem de trem em si. Não fiz todo o percurso, somente de Tirano até St. Morritz, mas já vale a pena. Depois voltei para Itália em uma estrada bem sinuosa, motoristas cuidado!!!Tirano também é fofa, com uma Igreja pequena, mas linda, é um povoado. Comi uma massa típica de lá, bem gostosa, não lembro o nome agora, mas é de lá, heheheeh!! St. Morritz em si não tem muita coisa, não...É bom para esquiar. É bem chique também. Ah e os chocolates!!! M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O-S!!!

Luana correa
Luana correaPermalink

Ricardo, nossa !!! Impressionantemente completo esse post!!! Adorei! Já tirou qse todas as minhas duvidas! Mas ainda tenho algumas perguntas, se me permite... Chego na suica, dia 31/10, vindo de Amesterdam. Devo ficar em lucerna pq depois viu de trem de la para paris, achei q era mais facil fazer base la.Queria saber se nessa epoca já consigo ir a alguma estação de ski ou alguma q tenha atracoes na neve , como treno... Vou eu e meu marido. Já estive em bariloche e me diverti muito em Piedras Blancas, além de ter esquiado. Na suica tem algo assim nessa epoca?! Pensei em fazerTitlis em um dia e top of europ num outro dia. Ficarei 4 dias, no 5 estarei partindo para Paris .
Amo seu blog e amei esse post! Muitas dicas boas!
Muito obrigada! Luana.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Luana! Aqui quem responde é A Bóia. Em outubro você só achará gelo/neve nas estações mais altas. Informe-se sobre as condições do Titlis ao chegar. Jungfrau certamente terá neve/gelo.

Mario Reis
Mario ReisPermalink

Grande post da Suíça. Parabéns!
Estamos pensando em ir a Europa na primeira quinzena de outubro - com 2 crianças e 1 adolescente - e queríamos ver neve. Alguma chance? Onde seria melhor?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Mario! Você verá pelo menos gelo no alto das montanhas mais altas, em Interlaken (Jungfraujoch) e Zermatt (Glacier Paradise).

Note que em outubro muitos hotéis de cidades de montanha fecham; é a época das férias coletivas depois das férias de verão e antes da temporada de inverno.

Rosane Zanotti
Rosane ZanottiPermalink

Confesso que eu tinha outros planos para o carnaval, mas depois que li os posts em outubro sobre Zermatt e os panorâmicos Glacier e Bernina Express mudei completamente o roteiro: 3 dias em Zermatt, de onde vou para Chur no Glacier e 1 noite em Chur de onde vou descer para Tirano no Bernina. É o que podemos chamar de uma viagem panorâmica! Na volta eu conto como foi, mas já deixo meu muito obrigada, mais uma vez, ao VnV pelas infos preciosas e à nossa amiga Bóia pelas respostas certeiras!

douglas
douglasPermalink

Ola, Ricardo, foi voce que escreveu a reportagem ferrovia jungfrau, 100 anos no topo da europa da revista viaje mais?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Douglas! Aqui quem responde é A Bóia.

Atualmente o Ricardo Freire só escreve para o Estadão e a Revista da Gol.

Carol Guelber
Carol GuelberPermalink

Nossa, este post está simplesmente maravilhoso e vai me ajudar muito na viagem de Outubro que vou fazer à Suiça. Só estive em Genebra e sou louca pra conhecer estas cidadezinhas alpinas suíças. Parabéns pelo post

Monica lamonato
Monica lamonatoPermalink

Nossa, quantas recordações esse port me trouxe...realmente a Suiça é lungar pra se voltar, voltar, voltar, qtas vezes forem possiveis e o bolso deixar...ficamos 12 dias e foi pouco muito pouco...e com neve muita neve...

Switzerland Tourism
Switzerland TourismPermalink

Riq, parabéns pelo rico post com valiosas dicas sobre estes resorts suíços tão queridos pelos brasileiros.
Abraço forte da equipe do Switzerland Tourism Brasil

Igor Leal
Igor LealPermalink

Estivemos, eu e minha esposa, na Suíça em maio de 2008 por uma semana (abrimos uma passagem entre Israel e São Paulo, já que faria conexão em Milão).

Alugamos carro por todo o período da viagem, pois fazendo a conta seria mais barato do que rodar entre todos os destinos de trem, ainda que deixando dois dias parados no estacionamento de Tasch para irmos a Zermatt.

Fomos do aeroporto de Milão para Lugano e ficamos lá por 3 dias, para aproveitar a parte italiana, indo a Locarno e Bellinzona. Compramos o passe Half Fare Card (CHF 99 / pax), na estação de trem e tínhamos bons descontos nos vários funiculares que pegamos. Ficamos no hotel Montarina (www.montarina.ch) que também é um hostel, nada super arrumado, mas bem decente e muito bem localizado, perto da estação e com estacionamento livre.

Depois fomos de carro para Interlaken, ficamos 3 dias no B&B Rugen Park (www.rugenpark.ch), excelente! O atendimento era feito pela proprietária, super atenciosa e gentil. Lá rodamos para Gimmelwald, Mürren, Jungfraujoch. Tudo simplesmente sensacional, só de pegar o carro e rodar as estradas nas montanhas já era suficiente para encher os olhos, com as montanhas todas cobertas de neve.

Depois fomos de carro para Täsch, deixamos o carro no estacionamento da estação de trem e subimos para Zermatt de trem e passamos lá dois dias. Ficamos no Le Petit Hotel, www.hotel-zermatt.com. Como bem falaram nos comentários acima, os preços lá não são muito convidativos, mas nada que uma ida ao supermercado Coop não resolva. Subimos o Klein Mattehorn e o Mount Gornergrat. Foram dias perfeitos!

Como bem disse nosso comandante, de todos os lugares saímos com gostinho de que poderíamos ficar lá por muitos dias a mais.

Esse post me deixou doido de vontade de voltar lá...

Poliana
PolianaPermalink

Olá, sempre consulto o site para minhas viagens, e desta vez preciso fazer uma pergunta. Farei uma rápida visita à Suiça em março. No dia 20/03 chegarei em Berna às 14:30h (vinda da Italia, de trem). Partirei já no dia 22 para Paris, tb de trem. Pensei em aproveitar o dia 21 para conhecer Interlaken e, talvez, fazer o passeio a Jungfrau. Perguntas: 1. vale mais a pena fazer o passeio a Jungfrau ou ficar apenas em interlaken (considerando que minha base é Berna)? 2. Se eu chegar cedo, acha que daria tempo de fazer o passeio em Jungfrau, e ainda dar uma volta em interlaken? Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Poliana! Interlaken em si não é uma cidade interessante. Sua maior atração é o Jungfraujoch mesmo, e as cidadezinhas alpinas da região, como Grindenwald e Wengen. A cidade à qual você precisa dedicar algum tempo para visitar é Berna, que é lindíssima.

Poliana
PolianaPermalink

Muito obrigada pela rápida resposta. Estou convencida a fazer o passeio a Jungfraujoch. Pergunto: como estarei hospedada em Berna, qual horário devo estar em Interlaken (irei de trem), pra fazer este passeio com relativa calma, e ainda voltar a Berna? Mais uma vez obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Poliana! Tente pegar o trem das 8h05 ou das 9h05 em Interlaken-Ost para aproveitar melhor o dia

http://www.jungfrau.ch/en/tourism/travel-information/timetable/jungfraujoch-via-grindelwald/journey-to/

Poliana
PolianaPermalink

Ótimo, farei isso, e espero que o tempo ajude! Valeu!

Poliana
PolianaPermalink

Novas dúvidas sempre surgem... acha que é necessário, ou que valha a pena comprar antecipadamente, pela internet, as passagens de trem de Berna a Interlaken Ost, e desta a Jungfrau?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Poliana! Compre a passagem Berna-Interlaken Ost-Berna em http://www.sbb.ch/en ou numa estação ao chegar na Suíça.

Compre a passagem Interlaken Ost-Top of Europe-Interlaken Ost em http://shop.jungfrau.ch/en/bergbahn ou ao chegar em Interlaken.

Claudio
ClaudioPermalink

Olá Ricardo, como sempre vc dá dicas muito práticas! ótimo!

Bom,li tudo, inclusive comentário, hehehe, mas ficou uma dúvida:vc recomenda a Suiça pra viagem solo?, ou fica deprê, já que li seu livro 100 Dicas...(ótimo) e vc não recomenda cidades pequenas/pacatas pra viajante sozinho.

Não querendo abusar e já abusando, hehehe, tenho férias de 24/8 a 15/9/12 e to pensando fazer roteiro de 10 diarias na Suiça, distribuidos: Lausane(2), Berna(3), Interlaken(1), Lugano(1), St.Moritz(1) e Zurique(2) (de Zurique pretendo ir pra Munique). Esse roteiro é o mais lógico ou teria outra melhor opção?

Abs
Claudio

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Claudio! Aqui quem responde é A Bóia.

A Suíça é um lugar bastante visitado; nesta época que você vai estará cheio de gente na rua.

O Ricardo Freire está acabando a série da Suíça. Faltam poucos posts. O último vai ser de itinerários.

À primeira vista, o seu roteiro tem lugares demais de apenas um pernoite.

Claudio
ClaudioPermalink

Olá, vc tem razão, vou tirar St.Moritz e ficar 2 diárias em Lugano, já que quero ir à parte italiana. Depois vejo mais dicas do Ricardo então e talvez faço novas mudanças, já que vou fazer as reservas de hotel só depois de março.
Obrigado wink
Claudio

Tina
TinaPermalink

Estou indo p Suíça dia 24/3/12 e não haverá tempo p receber os passes via correio, até pq li q nem sempre chegam, então por gentileza, gostaria de saber se é possível comprar o SwissPass no aeroporto de Zurique??
Em sendo positiva a resposta, ONDE exatamente no aeroporto?

Por favor me envie um link, pois ja pesquisei por tudo e não encontrei!

Kiss

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Tina! Você pode comprar o SwissPass em qualquer guichê nas estações da SBB, a companhia ferroviária suíça. Há uma no aeroporto.

Tina
TinaPermalink

Muito obrigada pela informação, mas restou mais umas dúvidas:

E o German Eurail Pass, vc sabe se tb posso comprar na Alemanha?
Em sendo positiva a resposta, ONDE?

Em sendo negativa, poderia me dizer se eu comprar o tickets via net, mesmo constando o dia e horario, posso utilizar p qq horario dentro do dia marcado na passagem?

E se comprar via net fica mais baratos do q comprar na hora da viagem?

Kiss

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Tina! Não temos certeza se é possível comprar o Germain Rail em solo alemão. Compre no site da Bahn, http://www.bahn.de/international.

Na Alemanha e na Suíça as passagens avulsas valem o dia todo.

Na Alemanha as passagens avulsas podem sair muito mais barato quando compradas com antecedência.

Tina
TinaPermalink

Vc sabe como faço p usar o Swiss Pass nos transportes pùblicos? É só apresentar? Ou ele é magnetico, e posso passar na maquina do bus?
Kiss

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Tina! Você só mostrará o Swiss Pass nos transportes públicos se alguém pedir. Não há nenhum tipo de controle magnético em transportes urbanos. Fiscais dão incertas e as pessoas têm então que mostrar uma passagem válida ou passe válido.

Tina
TinaPermalink

Vc sabe se posso usar o SwissPass para ir de Berna (Suíça) a Freiburg (Alemanha)???

Kiss

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Tina! Vale até a Basiléia (Basel).

Tina
TinaPermalink

Adooooro este blog, pois viajo muito e pesquiso aqui para ter informações corretas, e quando tenho dúvidas, vcs sempre responde de imediato!

Assino, leio repasso e indico porque sou muito procurada para dar dicas de turismo p meus amigos!

Este ano como tenho duas viagens em menos de um mês, e a próxima será para Alemanha/Suíça e por não ter tempo de organizar/pesquisar utilizei uma pessoa que APROVEITA este site para oferecer roteiros personalizados.  Ela se mostrava gentil até eu realizar o pagamento para receber o roteiro (que nas palavras dela seria completo e maravilhoso), mas a decepção veio via internet, pois o tal roteiro personalizado é um copia-cola de um roteiro geralzão, ou seja, ela não se deu nem o trabalho de revisar o que enviava!!! E qdo comecei com as dúvidas foi extremamente grosseira, o que me fez buscar outra fonte de informação e voltei para a minha bíblia do turismo- Viajenaviagem, ou seja dinheiro posto fora!!!

Alias! Por Que Não?

comprar roteiros via internet?....pq é furada!!!!

?Tina

Marcelo | Alemanha! Por que não?

Olha Tina, me desculpe a franqueza, mas já que se vc está colocando sua opiniao aqui, eu acho que posso também colocar a minha.

Você nunca entendeu o que estamos oferecendo, que é um roteiro adequado para o que você pediu, mas nao indica exatamente o que fazer minuto a minuto do seu dia.
O roteiro lhe dá sugestoes do que fazer, e desde o primeiro momento nós lhe dissemos como seria; você nao receberia um roteiro descrevendo "ande 33,5 passos e olhe à direita a 53 graus para ver uma coisa legal".

Nós lhe oferecemos e entregamos exatamente o que dissemos que íamos entregar, ou seja, um ROTEIRO de sua viagem, com as melhores atracoes em cada cidade, e dicas de como utilizar o transporte público nestas cidades. Nao uma sequência de movimentos a cada passo, como se fosse um robozinho.

Você até reclamou do tamanho do roteiro, nao gostou de receber 59 páginas de informacoes?

Como já lhe dissemos antes, já preparamos roteiros para os mais variados tipos de pessoa, e nunca ninguém reclamou, muito pelo contrário. E é mais do que lógico que nós utilizamos partes de outros roteiros para produzir o seu, afinal Zurique, Lucerna, Munique, Berlim, etc. sao as mesmas para você e para outras pessoas, certo? As atracoes sao as mesmas para todos, entao a descricao delas e a maneira de chegar sao as mesmas para todos.

E mais uma coisa, o Viaje na Viagem é uma ótima ferramenta para todos os que querem viajar e aproveitar a sua viagem ao máximo, desde o primeiro momento da preparacao da viagem, e vc encontra aqui todas as dicas necessárias para isso, mas vc nao quis, ou nao teve tempo de pesquisar sobre sua viagem. Por isso vc veio pedir informacoes em nosso site. Ninguém a obrigou a isso.

O Alemanha! Por que nao? oferece um pouco a mais de informacao específica de alguns lugares, e oferece roteiros já prontos para quem quiser comprar, ou roteiros com informacoes mais específicas de acordo com o solicitado, com transporte, estadia, etc.

Foi isso que você pediu, e foi isso que você recebeu! Nao temos a menor culpa se você nao consegue entender o que está escrito nos roteiros!

Ricardo e Bóia, desculpem pelo post longo, e que nem deveria estar aqui, mas acho que eu deveria dar esta resposta.
E, se realmente nós estivermos abusando do seu site quando comentamos nos seus posts, por favor é só falar.

Marcelo

Marcelo | Alemanha! Por que não?

Mais uma coisa Tina, agora que li todas as suas perguntas acima: em qual destas perguntas a Bóia respondeu alguma coisa a mais, ou com mais detalhes, do que nós?

1. Nós lhe dissemos que as passagens compradas antecipadamente sao mais baratas.
2. Nós lhe dissemos que as passagens compradas para os trens regionais podem ser utilizadas o dia inteiro, mesmo com o horário marcado nelas.
3. Nós lhe dissemos que o SwissPass pode ser comprado no aeroporto nos guichês da SBB. A Bóia também nao lhe disse exatamente ONDE comprar o passe, ela deu a mesma resposta! Se quiser um mapa do aeroporto para saber onde fica o guichê da SBB é só procurar na internet!

Cada uma que aparece...

Tina
TinaPermalink

Well, quem lê tire sua própria opinião....engraçado que o capuz lhe serviu direitinho....

Como assídua leitora deste blog, achei importante dar este alerta, mas não vou usar este blog que adoro para ficar fazendo retaliação....
Mas realmente num ponto concordamos Marcelo...eu pedi, PAGUE e levei....um roteiro (mas que de maravilhoso não tem nada), pois agora estou tendo que refazer, lendo os post do Riq aqui no viajenaviagem!

kisssssss

Gilmar Blemer
Gilmar BlemerPermalink

Eu e minha esposa estamos com viagem progrmada para Suiça dia 09 de Março, vamos desembarcar em Genebra e pegaremos um carro comdestino a Zermatt, iremos tambem a St. Moritz, Chur, Interlaken......Gostaria d opinião para saber se de carro teremos muitos problemas nas estradas por causa da neve.
Parece que ainda tem nevado em varios lugares e isso está nos deixando preocupados que em algumas estradas pelo interior poderemos não ter como passar.
Temos interesse em viajar pelo interior para ver a beleza natural que dizem ser exiberante na Suiça.
Apenas nos preocupa a neve e acho que programamos nossa viagem para uma data que ainda tem problemas com nevascas....deveriamos ter programado para o mes de Maio mas minhas férias são agora e não tenho como adiar.
Se algem já esteve na Suiça em Março e puder dar algumas dicas eu facaria agradecido.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Gilmar! Fora das rotas principais você deve precisar de correntes nas rodas.

Na opinião do Ricardo Freire, o trem é uma maneira excepcional e descansada de ver a Suíça. De trem você chega a todo lugar. Recomendamos fazer um Swiss Pass.

Andre L.
Andre L.Permalink

Discordo respeitosamente da Boia e acho essa fixação com trens suíços causada por marketing exagerado da SBB.

Gilmar, sobre uso de carro, vamos lá: as estradas de vale dificilment e estão fechadas em março, neva pouco, se é que neva.

Os passos de montanha com mais de 2000m de altura, todavia, estarão provavelmente fechados.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, André! Desculpe, mas não há absolutamente nenhum marketing da SBB. O Ricardo Freire acredita de verdade que nos lugares em que o trem funciona bem, esta é sempre a melhor alternativa. Mas ele também respeita a sua fixação pelo carro em todo lugar grin

Aline
AlinePermalink

Em maio viajo para a Europa para passar minha lua de mel. Quero passar cinco dias em um vilarejo de montanha na Suíça, o objetivo é simples: paisagens deslumbrantes e atividades românticas. Porém, não consigo decidir se devo ir para Interlaken ou Zermatt!
Qual dessas cidades vocês indicariam para viagens de lua de mel? Bóia, me ajude! Estou perdida! smile

Andre L.
Andre L.Permalink

Aline, Zermatt tem neve mais próxima do hotel. Só sair andando. Mas é um ovo de pequena, e maio é uma época "morta" pois é transição entre verão e inverno.

Interlaken é mais baixa, fica no vale, mas tem mais movimento e dá pra ir a muitos lugares com fácil acesso (Lauterbrunnen, Jungraujoch, Grindewald, Murren etc)

Tudo depende do que vc está procurando. Se quer um lugar mais tranquilo para ficar as noites no hotel e só, Zermatt. Se quer uma cidade onde dê pra escolher mais restaurantes e programas, Interlaken.

Como corre o risco de vc estar no pico do derretimento anual de gelo e ter muita coisa fechada, eu ficaria em Interlaken.

Aline
AlinePermalink

Obrigada pela ajuda, Andre. Fechei Interlaken...sua resposta me ajudou muito mesmo!!! smile

Gilmar Blemer
Gilmar BlemerPermalink

Obrigado pelas informações......lamento informar mas como já temos alugado o carro, não temos como alterar nosso passeio. Faremos de carro mesmo mas o que me preocupa é ter que usar as correntes pois antes de mais nada, preciso ver como se instalam essas correntes e certamente que andar de carro com correntes não deve ser nada animador.
Como não tenho como mudar a data pois está tudo programado pas iniciarmos dia 10 em Genebra e terminar dia 20 em Zurique, agora vou apenas rezar para que a neve de uma aliviada e ue possamos passar e conhecer varios lugares que programamos.......pena que pelo interior poderemos noa passar devido a neve que ainda deve estar fechando algumas estradas.
Se alguem mais tiver algumas orientações a nos dar, vai sempre ser muito útil.
Bóia....obrigado por sua especial atenção. Aqui lendo essas informações, consegui dar um passeio virtual pela Suiça, temos aqui muitas inforações úteis.
Obrigado.

Michele
MichelePermalink

Olá Gilmar, vi sua pergunta e achei importante dar uma informação adicional. Aqui na Itália, mesmo que não esteja nevando vc é obrigado a ter as correntes ou pneus térmicos em determinadas estradas. Portanto sugiro que verifiques com a companhia onde alugaste o carro essa questão assim não corres o risco nem de ficar na mão em caso de neve nem de ser multado caso seja uma obrigação.

Aproveito o tema para deixar um dica de uma estação de esqui italiana que fica muito próxima da Suiça.
Quando estive por ali tive a oportunidade de ir até Saint Moritz e deixei passar então, quem sabe se
quem está em Saint Moritz não quer conhecer um pedacinho da Itália.
A dica é Livigno. Escrevi um post sobre ela tem um tempo.
http://planejandoaviagem.wordpress.com/category/europa/italia/lombardia/livigno/

Sionar
SionarPermalink

Olá, já iniciamos nossa programação para 12 dias Itália e Suiça..pelo que constatei a Suiça merece uma única viagem.. mas não será possivel!
Costumeiramente traçamos os roteiros baseados em viagem de carro, para Suiça será a 1ª vez, é interessante?? até que ponto poderemos e seria indicado subir..?

Sionar
SionarPermalink

Ah!! Será em agosto - no verão..e o sentido é Itália/ Suiça..

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Sionar! Não sei se entendi sua pergunta. A recomendação do Ricardo Freire para esse tipo de viagem é entrar pela Itália e sair pela Suíça.

Sionar
SionarPermalink

Isto, esse é o sentido que pretendemos..más até onde é interessante e podemos subir? digo até que cidade da Suiça? provavelmente na Suiça teremos uns 5 dias disponíveis! Seria mais indicado entregar o carro na Suiça (para não termos que voltar à Itália-Milão?.)

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Sionar! E da Suíça vocês vão para onde?

Sionar
SionarPermalink

Itália/ Suiça e retornamos ao Brasil..

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Sionar! Por favor me ajude a te ajudar. Você volta do Brasil de Zurique, é isso? Sem essa informação objetiva não dá para ajudar a montar roteiro.

Claudio
ClaudioPermalink

Olá! estou com uma dúvida, é que já estou com a passagem de ida para a Suiça, entrando por Genebra, na última semana de agosto. Vou viajar por uns 20 dias. Penso em ir também conhecer Milão e Munique. Gostaria de saber qual o roteiro melhor, se volto ao Brasil por Milão ou melhor voltar por Munique. Obrigado pessoal!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Claudio! Tudo vai depender do seu roteiro na Suíça. Se você for fazer St Moritz ou Lugano, Milão é uma continuação natural, daí de lá você voaria a Munique.

Claudio
ClaudioPermalink

Oie, bom, não me agrada muito a idéia de pegar voo de Milão até Munique, hehehe . Acho que vou tirar Milão e de Lugano ir St.Moritz e depois a Zurique e de lá sim partir pra Munique, tudo de trem. Eu achei um site que talvez vocês já conheçam, mas esto mandando. Achei ele muito bom também. Como já estou com a passagem, ainda tenho muito tempo pra definir o roteiro. Abraço e obrigado!!

pagina inicial:

http://www.myswitzerland.com/pt/inicio.html

roteiros: Switzerland in 3, 5 or 10 days

http://www.myswitzerland.com/en/inicio/interesses/as-200-melhores-atracoes.html#

Renata
RenataPermalink

Olá! Chego na Suiça por Genebra no inicio de Maio e volto para o Brasil de Genebra também. Tenho 8 noites. Qual roteiro vc me recomenda? Não pretendo esquiar. Você recomenda passar alguma noite em Genebra ou em Zurich? Você acha que neste tempo dá para encaixar alguns dias na Provence? OBRIGADA.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Renata! Aqui quem responde é A Bóia.

Para uma semana na Suíça, veja o que o Ricardo Freire indica a partir de Zurique; substitua Zurique por Genebra:
https://www.viajenaviagem.com/2012/03/roteiro-9-dias-europa/

Para fazer a Provence você precisaria voar a Marselha. Menos de 5 dias por lá é desperdício de viagem.

Alexandre
AlexandrePermalink

Amigos, preciso de algumas dicas mais básicas, por favor .... desculpem se já foi postado anteriormente, mas não localizei ...

- Qual a língua oficial? É possível se comunicar em inglês?
- Qual a moeda local? Aceita-se dólar?
- É necessário visto? Tem algum requisito de entrada, como quantia de dinheiro em mãos...
- Existe algum lugar perigoso, quanto a assaltos, marginalidade? Acho que já sei a resposta, mas ......

Muito obrigado a todos pelas ricas informações.

Abraços.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Alexandre. Muita gente entende inglês na Suíça. As línguas oficiais são alemão, francês, italiano e romanche, dependendo da região. A moeda é o franco suíço. Alguns lugares aceitam euro, mas o dólar você vai precisar trocar. Não é um lugar perigoso.

Ana Guaioto
Ana GuaiotoPermalink

Vou chegar por Munique, descer para Lindau e entrar na Suiça. Tenho 5 dias na Suiça e quero ir no trem do chocolate que começa em Montreux (e não entendi bem onde ele termina e se tenho que voltar).

Levando em conta que quero ir no trem do chocolate e estarei de carro, onde seria ideal ir direto para parar como base na Suiça e deixar o carro, para dali ir para o trem do chocolate (que leva 1 dia inteiro e tem que já estar lá pq a saída é cedo) e desta base quais seriam os lugares que daria para passear com bate e volta com uma criança de 8 anos !

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ana! O trem do chocolate é um passeio que sai de Montreux e volta ao mesmo lugar. É uma boa cidade para montar base. De lá você pode subir até perto de Zermatt ou ir a Interlaken.

Leia os demais posts da Suíça:
https://www.viajenaviagem.com/category/suica

Karla Gê
Karla GêPermalink

Ana,
Fiz o passeio do trem do chocolate em 2010. É maravilhoso! O trem sai de Montreux, da estação de trem comum mesmo (tem uma plataforma própria para o trem do chocolate), dali se vai de trem até a fábrica de queijo Gruyéres, depois pegamos um ônibus e vamos até a cidade de Gruyéres onde há um lindo castelo medieval que recomendo a visita (a passagem do trem te dá gratuidade na entrada), peça o folheto em português e vá seguindo a indicação das salas. É lindo! Depois de umas 2h30 na cidade, eles buscam a gente com o mesmo ônibus e nos levam à cidade de Broc para irmos à fabrica de chocolate Cailler-Nestlé. Um passeio delicioso (literalmente!), depois da visita à fabrica, degustação e compras, nos levam novamente de trem até Montreux. Fim do passeio. O tempo todo somos acompanhados por 2 guias (menos em Gruyéres onde eles nos deixam e marcam local e hora para nos pegar) que falam inglês, francês e alemão. Há um pequeno café da manhã servido no trem logo no início do passeio e a vista é muito bonita e vale muitas fotos!
Faça uma ótima viagem!
beijos

Fernanda
FernandaPermalink

Olá! O Swiss Pass dá gratuidade ou desconto neste passeio? Montreux é um bate-volta puxado para quem está em Lucerna? Obrigada desde já!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fernanda! Gratuidade, não. Só desconto. São 2h40 de Lucerna a Montreux, não é um bate-volta indicado; se fosse, estaria indicado.

Dica: procure não ser criativa nesses assuntos suíços. Os posts estão bem explicadinhos e as recomendações levam sempre em conta o que é realmente factível.

Maíra
MaíraPermalink

Olá! Vamos (eu e meu marido) a Genebra dia 28 de abril, chegando a noite na cidade. Teremos domingo, segunda e terça-feira para passear pela Suíça, sendo que na quarta-feira nosso vôo sai de Genebra novamente. Como sei que Genebra se consegue visitar em 1 dia apenas, pensei em aproveitar os outros para ir a uma estação de esqui, ou até mesmo fazer o passeio do Glacier Express. Qual roteiro me indicaria? Não há problema se tivermos que dormir em alguma outra cidade. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Maíra! O Ricardo Freire normalmente recomenda fugir de Genebra, que é uma cidade sem graça. Monte base em Berna ou Lucerna. De qualquer uma das duas você pode ir a Interlaken. O Glacier Express só deve ser feito por quem esteja atravessando a Suíça; você aproveitará paisagens alpinas na Jungfraubahn sem precisar dar tanta volta.

Maíra
MaíraPermalink

Obrigada pelo retorno!! O problema é que já comprei as passagens aéreas a Genebra sad Moro em Madri, em acabei achando passagens boas e, desesperadamente, comprei! hehe. Depois é que fui ver que Genebra não é tão bacana assim...Enfim, agora tenho que montar meu roteiro partindo de Genebra. Mas é possível também, certo? E você acha mais interessante Interlaken do que Zermatt? É mais perto de Genebra? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Maíra! Tudo é bastante perto, e Genebra, assim como Zurique, são os únicos aeroportos com rotas internacionais. Hoje deve sair o post sobre Lucerna, Berna e Zurique, fique ligada. Zermatt é interessante, mas é uma viagem longa de/para Genebra. Interlaken está mais à mão, e Berna e Lucerna são cidades mais interessantes para montar base.

Christina
ChristinaPermalink

Olá!
Adorei o post sobre a Suiça! Sempre venho aqui antes de planejar viagens! Eu, meu marido, meu filho de 4 anos e filha de 1 ano vamos para lá em início de setembro. Pelas minhas pesquisas até o momento, as cidades do roteiro são basicamente Genebra (voo chega e sai de lá), Zermatt, Interlaken, Lucern, Bern, Lausanne, Montreaux (passeio do chocolate).
As dúvidas são: Quais seriam as melhores cidades-base?
Fazer tudo de trem com 2 crianças daria certo? Ou fazer trem Genebra-Zermatt, depois trem de Zermatt-Interlaken e daí ir para o resto de carro?
Nas cidades maiores, a locomoção é por transporte público ou taxi?
Em setembro já se usa roupa térmica? Já é mto frio?
Os lugares muito altos podem fazer mal pras crianças?
Já agradecendo...valeu!!
Chris

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Christina! Em setembro pode fazer ainda um calorzinho remanescente do verão, ou já pode ter entrado o frio do outono. Transporte público nas cidades é sempre a pedida. Aguarde nas próximas semanas os posts derradeiros sobre a Suíça. O último vai ser sobre roteiros.

JUNIOR
JUNIORPermalink

Ola
Tenho acomaphado os posts. sao otimos. PARABENS PELO SITE
A verdade é a seguinte ...sao tantas as alternativas e lugares que fico completamente em duvida.
Chego e, ZURIQUE no dia 11/10 a tardinha e meu voo de volta é dia 20/10 saindo pela manha de Genebra.
E as grandes duvidas sao: carro ou trem ? gosto da liberdade ...
E os pernoites em q cidades ?
afinal serao 9 dias completos - fora os da chegada e saida.
Me ajuda ?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Junior! Consulte este post para montar o seu roteiro: https://www.viajenaviagem.com/2012/04/zurique-lucerna-berna/

Inês
InêsPermalink

Parabéns, as postagens estão ótimas.
Em outubro viajamos para o sul da França e descemos em Zurique, estudando o roteiro percebemos que há muito para ver na Suiça, inicialmente pensamos no seguinte roteiro:
-chegamos em Zurique às 11h, pegamos o carro, conhecemos o centro rapidinho e vamos para Lucerna onde dormiremos
-no dia seguinte ir cedinho para Interlaken, fazer o passeio de trem e na volta ir para Berna, hospedagem
-conhecer Berna de manhã e ir para Montreaux para conhecer o castelo a tarde, hospedagem
-seguir para Annecy

O que vc acha? É viável ou está muito corrido? Valeria mais a pena dormir em Interlaken?

Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Inês! Não conseguimos avaliar roteiro a roteiro, mas você lê sobre Lucerna, Berna e Zurique neste outro post:
https://www.viajenaviagem.com/2012/04/zurique-lucerna-berna/

Christina Damasceno
Christina DamascenoPermalink

Olá, A Bóia!! Umas dúvidas sobre Suiça:

1- o trem do chocolate que sai de Montreux, exige reserva antecipada, certo? Como fazer essa reserva? É muito concorrido e tem risco de não ter vaga?

2- o passeio a Jungfraujoch é o que leva ao Top of Europe, certo? Vi que é um trajeto circular, mas a ideia é ir parando nas cidades no caminho, como Grindenwald, ou ir direto? E é preciso também fazer reserva antecipada, me falaram que compra-se lá na hora?

3- pelo que vi, indo de Genebra para Zermatt de trem, não é possivel embarcar no Glacier Express em Visp. A solução é ir no mesmo trajeto desse trem, porém em um trem convencional, certo?

Obrigada, Christina

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Christina! O trem de Montreux é um passeio, compre ao chegar. Leia sobre Jungfraujoch no post de Jungfraujoch, está bastante explicado. Leia sobre como chegar a Zermatt no post de Zermatt, está bastante explicado.

Christina
ChristinaPermalink

Obrigada, A Bóia!
Confesso que aos poucos estou conseguindo montar o roteiro, são mtas opções e detalhes na Suiça!
E, outra perguntinha, estamos planejando fazer base em Interlaken e fazer Berna e Lucerna como bate-volta. Um dia em cada é suficiente para conhecer essas cidades, que são maiores?
Obrigada novamente!
Christina

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Christina! É suficiente, sim.

Ledalene Alves de Souza

Olá Bóia,
Parabéns, as postagens são excelentes e de grande ajuda.
Chego com uma amiga na Suíça (Genebra) na manhã do dia 16 de julho.Vamos ficar hospedadas em Lausanne como base por 4 noites de onde vamos a Genebra e Montreaux, se der tempo outros lugares próximos. No dia 20 chegaremos em Interlaken onde nos hospedaremos como base para irmos a Berna Berna. Já reservamos os hotéis. No dia 22 de julho chegaremos a Milão onde ficaremos por 4 semanas para fazermos um curso de italiano e aos mesmo tempo visitaremos outras cidades próximas.
Gostaria que você nos ajudasse opinando sobre o que achou deste roteiro e precisamente sobre a escolha do passe a ser utilizado nos trens.
É melhor comprar o passe de cada país, separadamente, ou um passe que sirva para os dois )Suíça e Itália)? Qual o melhor passe neste caso?
Devo comprar o passe aqui no Brasil ou é melhor comprar assim que chegar no Aeroporto?
Para ir para Milão é melhor sair de Berna, Zurique ou outra cidade? Por favor, me dê umas dicas.
Obrigada,
Leda

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ledalene! O roteiro está ótimo. Compre um Swiss Pass assim que chegar na Suíça -- pode ser no próprio aeroporto. Compre a passagem de Lugano a Milão à parte e as passagens italianas na http://www.trenitalia.com .

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2011/10/passo-a-passo-como-comprar-passagens-de-trem-online-na-trenitalia/

Daniela
DanielaPermalink

Oi, Bóia! Estou encantada com o site...

Vou para suiça em SETEMBRO. Tenho só 4 dias, então, na tentativa de otimizar o tempo e dar conta das bagagens (venho da Espanha), pensei em alugar um carro. O roteiro que estou programando me parece meio puxado: Dia 1 Zurich, Dia 2: Passar o dia em BERN e dormir em Spiez, Dia 3 Zermatt, Dia 4 voltar para Zurich e dar uma paradinha pra conhecer Lucern no caminho. E AÍ, É POSSÍVEL????? Para este roteiro, o carro facilitaria minha vida?

Outra pergunta, onde eu consigo um mapa com os acessos rodoviários? Como chegar em Zermatt? Parar em Tash é a melhor opção????

Desde já, peço desculpa por tantas dúvidas e agradeço sua atenção...

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Daniela! Monte base em Lucerna. Vá um dia a Interlaken, outro a Berna. É o que dá para fazer em pouco tempo. Não se dorme em Spiez, é apenas um lugar onde se troca de trens. O trem vai te dar mais agilidade.

A. L.
A. L.Permalink

Vamos lá, Daniela.

De Spiez parar Zermatt (Täsch, na verdade, o último trecho infelizmente tem de ser feito por trem e não por estrada), o trajeto é meio longo, pois não há estrada direta entre os dois lados das montanhas ali. Sua saída é ou ir de carro pela Grimselpass, o que é certamente uma das estradas mais bonitas da Europa - mais demora um pouco - e depois seguir margeando o vale do Rhône até chegar na estrada para Zermatt - mas isso leva algumas horas. Outra opção é usar o shuttle autoferroviário de Löetschsberg (um trem-plafatorma que transporta seu carro, e vc dentro dele, pelo túnel de Loestschberg), mas precisa sincronizar o horário e não é barato.

A alternnativa mais interessante é vc dormir em MArtigny ou outra cidade no caminho direto entre Bern e Zermatt.

Use www.viamichelin.co.uk para obter mapas online atualizados.

Daniela
DanielaPermalink

Gente, obrigada pelas dicas...

Vou considerar a possibilidade do trem! Consigo pegar trem no aeroporto de zurich para Lucerna? (sou totalmente inexperiente com viagens de trem...)

Fiquei com uma dúvida... Sua sugestão é eu ir de carro até MArtigny e seguir de trem á Zermatt? Li algo assim em relação a Tash....

Vamos ver qual o tamanho do milagre conseguirei que conseguirei fazer nesses míseros 4 dis! rsrsr

Obrigada, novamente!

Cristiane Alves
Cristiane AlvesPermalink

Ola acompanho o blog e acho maravilhoso.
Vou para a Suíça Em agosto.começo minha viagem em Londres fico 1 dia vou para Paris fico 2 dias e de Paris quero ir para a suica e fazer um caminho pela suica que eu vá da em Roma Milão Veneza ou Florença .
Bóia me ajuda por favor gostaria de conhecer a montanha mais alta em interlaken mas estou na duvida interlaken ou zermack e mais bonito ?estou indo com meu marido e queria que fosse o máximo de especial que possa ser.
Já vou em Genebra nao achei nada demais ,fui a lugano só um lindo lago,fui a zurick nao gostei,fui a basel e gostei quando fui foi no inverno e imagino que no verao deva ser maravilhoso,dessa vez quero ir em outros lugares e nao repetir.
Qual a melhor forma que vcs acham que devo ir de Paris para suica tgv ou aviao?e para onde da suica?
Qual o melhor roteiro mais bonito interlaken ou zemack?quanto tempo eu levaria?Tenho apenas 10 dias no total da viagem.
Nao entendi as diversas opções de trem os panorâmicos nao sao expresso demora muito?
O restaurante giratório panorâmico fica onde como chego no restaurante?
Outro ponto de interesse meu seria a fabrica de chocolate mas nao sei se ira encaixar em direção a italia.
Tenho interesse em fazer uma viagem paronamica mas que nao seja tão longa e que seja linda e de ir a uma montanha com neve e que seja linda também.onde fica a casa ou castelo de gelo?
Já coloquei no michelin mas nao ajudou muito.
E nesse meu trajeto Paris suica italia que depois de Roma terei que voltar para Londres .mas já tenho a passagem Roma Londres.qual seria as formas econômicas de transporte custo beneficio mas em primeiro lugar quero beleza e conforto nesses passeios.
Me ajudem!
Bjs desde já obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Cristiane! As duas regiões são lindas, a gente não pode escolher por você.

Tente fazer viagens menos corridas. Quem zune tão rápido acaba não vendo nada.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2011/12/como-montar-viagem-europa/

Daniela
DanielaPermalink

Bóia, em Setembro é possível viajar para Interlaken e Lucern sem reservar os hotéis antecipadamente? Queria fazer um roteiro mais "solto"....

Abç

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Daniela! Não recomendamos esse procedimento em época nenhuma. Seu tempo em viagem é muito caro para ser gasto procurando hotel.

Cristiane Alves
Cristiane AlvesPermalink

Bóia vc tem razão nao adianta ver vários lugares e nao curti vi o link que me indicou me ajudou muito vcs sao maravilhosos quero ir um trem expresso aqueles TGV que vá de Paris para Veneza tem?
Vcs sao muito mais que um blog,sabem tudo bjs

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Cristiane! Recomendamos voar de Paris a Veneza.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2011/07/vai-por-mim-trem-na-europa/

RODINEI
RODINEIPermalink

Ricardo e Bóia. Saúde, paz de espírito e sucesso para ambos.
Peço uma orientação.
Eu e minha esposa iremos à Turquia e Grécia em junho de 2013.
Ela quer muito aproveitar e fazer um passeio de trem pelas montanhas Suiças. Vamos ter somente 3 dias disponíveis. Ainda não reservamos nada nem compramos passagens para o treco Suiça. Partindo da Grécia, vocês poderiam me sugerir uma base na Suiça e e um passeio de trem legal pelas montanhas nas regiões de Interlaken/Zermatt/St. Moritz, haja vista o pouco tempo que temos ? Obs: Da Suiça retornaremos para o Rio de Janeiro.
Desde já grato a todos.
RODINEI

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Rodinei! Voe até Zurique e vá a Interlaken. Monte base por lá e esbalde-se pela região. Você vai ver toda neve e paisagem alpina que deseja. Não retalhe ainda mais a sua viagem com um circuito cansativo. Três dias num lugar dá para aproveitar; três dias em pinga-pinga só vão cansar.

RODINEI
RODINEIPermalink

Correção. Na mensagem anterior digitei "treco Suiça". Leia-se "trecho Suiça"

Ricardo
RicardoPermalink

dia 05/10/12 eu e minha esposa (casal de meia idade) estaremos indo para alpes suiços vindo de Paris de trem. Pretendemos ficar 3 dias em uma das cidades: Interlaken ou Zermatt. Qual voces recomendam.
Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ricardo! Os prós e contras estão neste post. Interlaken é mais fácil de chegar. Zermatt é um pouco mais charmosa. As duas rendem uma ótima estada.

Patricia
PatriciaPermalink

Olá Bóia!
Adoro o site! Parabéns!Vou à Suiça em janeiro do ano que vem, vinda de Milão. Gostaria de saber qual é o melhor custo benefício para montar base. Tenho 6 dias para ficar na Suiça e estou muito em dúvida. Muito mesmo! O que você sugeriria? Pensei em hospedagem na cidade mais barata e a partir dela conhecer as demais. Obrigada!
Paty

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Patricia! Lucerna é uma boa base.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2012/04/zurique-lucerna-berna/