5 castelos top no Vale do Loire

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Chenonceau, Vale do Loire

Chenonceau

Castelos? Talvez não seja a palavra mais apropriada. A palavra francesa "château" pode ser traduzida tanto por castelo, quanto por palácio. De fato, os 300 châteaux espalhados pelo vale do rio Loire, construídos entre os séculos X e XVI pela nobreza e pela realeza da França, são castelos e palácios ao mesmo tempo. E não só isso: são monumentos, também. Ou mais: elementos indissociáveis da paisagem. Lua de mel, aí vamos nós!

Há quem visite o Vale do Loire em tours de um dia saindo de Paris. O encanto da região, contudo, só é revelado por inteiro a quem se dispuser a passar duas ou três noites por ali. (Eu me hospedei no anexo de um pequeno castelo transformado em hotel, o Château des 7 Tours; não foi caro e gostei muito.) Não se preocupe em visitar o maior número possível de castelos: não é assim que se aproveita a viagem. Vá a no máximo dois châteaux por dia; entre um e outro, entregue-se às estradas vicinais, seguindo placas que levam a castelos menores e desimportantes, situados em cantinhos incríveis. Você vai se lembrar dessas descobertas como os pontos altos dos seus dias por lá.

Quem realmente não tem tempo para pernoitar e não quer se entender com o transporte público deve optar por um tour organizado desde Paris, como este aqui.

Veja cinco dos châteaux mais visitados -- e planeje suas incursões a partir deles:

Chenonceau

Chenonceau, Vale do Loire

Chenonceau

Nenhum é mais romântico do que ele. Chenonceau é a personificação do château de ilustração de livro de fábulas: paira sobre pilares atravessando o rio Cher. É conhecido como o "Château des Dames", por causa das sete senhoras poderosas que mandaram na propriedade -- a mais célebre delas, Catarina de Médicis, que ocupou Chenonceau depois de enviuvar de Henrique II (e promoveu ali algumas das festas mais espetaculares já vistas no vale dos castelos). Durante a visita é impossível não se impressionar com os deslumbrantes arranjos de flores que a administração atual faz questão de espalhar pelo château.

Chenonceau, Vale do LoireChenonceau, Vale do LoireChenonceau, Vale do Loire

Chenonceau

Como chegar. O château de Chenonceau fica a 240 km  de Paris, 33 km de Tours, 28 km de Amboise, 27 km de Blois, 55 km de Villandry e 59 km do château Chambord. De trem chega-se de Paris em 2h25, com baldeação em St.-Pierre-des-Corps. De Tours a viagem ferroviária leva 24 minutos. A estação se chama Chenonceaux Chisseau (com "x" mesmo).

Como visitar. O château de Chenonceau abre o ano inteiro, das 9h30 às 17h nos meses mais frios, estendendo a abertura das 9h às 20h no auge do verão (veja detalhes mês a mês aqui.) A entrada custa € 13 para adultos, € 10 para menores de 18 anos, grátis para menores de 7 anos. Site oficial: aqui.

Chenonceau, Vale do Loire

Chenonceau

Chambord

Chambord, Vale do Loire

Chambord

Chambord é o maior dos châteaux do Loire -- e o que melhor sintetiza castelo e palácio num único prédio, por ter incorporado elementos arquitetônicos do Renascimento. Foi construído para dar apoio às expedições de caça de François I, que já tinha dois châteaux nas redondezas -- os de Blois e de Amboise.

A visita ao interior vale pelas escadas em dupla hélice (duas escadarias em espiral que se abraçam mas não se comunicam em nenhum andar) que levam ao terraço, onde as torres ganham uma dimensão surpreendente. (Diz a lenda que Leonardo da Vinci teria projetado o château, ou pelo menos a escadaria, mas não há certeza.)

Como chegar. O château Chambord está a 180 km de Paris, 18 km de Blois, 52 km de Amboise, 59 km do château Chenonceau, 80 km de Tours e 104 km de Villandry. De maio a setembro pode-se ir de trem de Paris a Blois (1h30) e ali pegar o ônibus ("navette") a Chambord (40 minutos); veja os horários aqui.

Como visitar. O château Chambord abre o ano inteiro, com exceção dos dias 1º de janeiro, da primeira 5ª feira de fevereiro, e de 25 de dezembro. De abril a setembro recebe visitantes das 9h às 18h; nos outros meses, das 9h às 17h. A entrada custa € 13 para adultos na alta temporada e € 11 na baixa e é grátis para menores de 18 anos acompanhados por familiares. Site oficial: aqui.

Amboise

Amboise, Vale do Loire

Amboise

O château de Amboise está verdadeiramente à beira do Loire. E desponta no alto da cidadela formada em seu entorno. Foi palco de intrigas e disputas, e passou por períodos de negligência e demolição. Apenas um quinto do castelo original chegou ao nosso tempo.

Seu jardim suspenso é tido como o primeiro terreno a ser ajardinado em toda a França. Outra curiosidade: uma de suas capelas abriga a tumba de Leonardo da Vinci, que viveu e trabalhou alguns anos na região.

Como chegar. O château de Amboise fica a 220 km de Paris, 13 km do château de Chenonceau, 26 km de Tours, 36 km de Blois, 44 km de Villandry e 53 km do château Chambord. De trem dá 1h40 desde Paris, 17 min. desde Tours e 40 min. desde Blois; a estação se chama Amboise mesmo.

Como visitar. O château de Amboise abre o ano inteiro, com exceção dos dias 1º de janeiro e 25 de dezembro, a partir das 9h. Em janeiro, fevereiro, na segunda quinzena de novembro e em dezembro a visitação é interrompida entre 12h e 13h30 ou 14h; no resto do ano o horário é contínuo (veja detalhes mês a mês aqui). A entrada custa € 11,50 para adultos e € 7,70 para menores de 18 anos; é grátis para menores de 7 anos. Site oficial: aqui.

Blois

Blois, Vale do Loire

Blois

Residência de sete reis e dez rainhas da França, o château de Blois não promete muito: é o único dos grandes châteaux do Loire que está escondido dentro de uma cidade de certo porte. Mas seus interiores são notáveis -- tanto o magnífico pátio quanto os aposentos preservados em todo o seu luxo.

Seis salões da ala Luís XII abrigam o Museu de Belas Artes, com obras de artistas do porte de um Ingres. Você também pode dar a sorte de encontrar alguma encenação de um duelo medieval sendo apresentada no pátio.

Blois, Vale do LoireBlois, Vale do LoireBlois, Vale do Loire

Blois

Como chegar. O château de Blois fica a 185 km de Paris, 18 km do château Chambord, 27 km do château de Chambord, 36 km de Amboise, 65 km de Tours e 83 km de Villandry. De trem dá 1h30 desde Paris e 35 minutos desde Tours. A estação se chama Blois.

Como visitar. O château de Blois está aberto o ano inteiro, com exceção dos dias 1º de janeiro e 25 de dezembro, a partir das 9h entre abril e outubro e a partir das 10h entre novembro e março. Entre novembro e março há interrupção da visita entre 12h e 13h30, mas nos outros meses o horário é contínuo (veja detalhes mês a mês aqui). O ingresso custa € 10,50 para adultos, € 5 até 17 anos e é grátis até 5 anos. Site oficial: aqui.

Villandry

Villandry, Vale do Loire

Villandry

Deixe este castelo para a sobremesa -- ou para o dia em que a previsão do tempo disser que será mais ensolarado.

O château em si não é dos mais históricos. E sua principal atração não existia até o início do século XIX, quando um novo dono começou a trabalhar na criação de um magnífico jardim renascentista que já valeria a viagem mesmo se a região não tivesse os outros 299 e tralalá castelos.

Villandry, Vale do LoireVillandry, Vale do LoireVillandry, Vale do Loire

Villandry

Como chegar. Villandry está a 255 km de Paris, 18 km de Tours, 44 km de Amboise, 55 km do château de Chenonceau, 83 de Blois e 104 km do château Chambord. Se não estiver de carro, vá de trem até Tours; de lá, um táxi leva 20 minutos. Em julho e agosto há um ônibus ("navette fil vert") que leva da estação de trem de Tours ao château.

Como visitar. Os jardins estão abertos o ano inteiro a partir das 9h; já o castelo fecha entre meados de novembro e meados de fevereiro, abrindo durante a época de Natal e Ano Novo (veja detalhes mês a mês de horários do jardim e de dias de fechamento do castelo aqui). A visita aos jardins custa € 7 para adultos, € 5,00 para menores de 18 anos e grátis para menores de 8 anos; o ingresso combinado jardins + château sai € 11 para adultos, € 7 para menores de 18 anos e grátis para menores de 8 anos. Site oficial: aqui.

Leia mais:

240 comentários

Níobe
NíobePermalinkResponder

No ano passado passei 3 noites no Vale do Loire (2 em Blois e 1 em Amboise). Visitei os castelos mencionados e foi fantástico. Poucos dias, mas muitas lembranças. Registrei alguma coisa no blog. Se alguém se interessar...

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Esses castelos são realmente divinos! Fui em Abril/10 e fiquei hospedada em Blois (a cidade fica deserta nessa época do ano, depois da 20:00hs), uma cidadezinha bem localizada e com um bom comércio também! Não deixem de assistir a apresentação noturna no castelo de Blois, é linda!

Leila Azevedo
Leila AzevedoPermalinkResponder

Conheci todos na primavera de 1999 , são lindos e valem muito a visita. Fiz a base em Tour.

George
GeorgePermalinkResponder

Eu passei 14 noites em 2001 e 14 noites em 2011. Visitei um castelo por dia. Sei que não são todos que podem/querem,mas ressalto,o vale do Loire é para no mínimo 3 noites. Senão,não vale a pena. Fique em Paris mesmo.

Sonia Pompermaier

Estou morando na Franca por um ano e fazendo um bom tour pela Europa, fui ao vale do Loire em duas ocasiões, e e magnifico.
Em minha opinião faltou Cheverny, castelo privado que inspirou Herve na saga do Tin Tin, totalmente mobiliado! Magnifico!
Nao planejo nenhuma saída sem consultar o VnV, simples assim!
Você e meu guri e o blog da Adriana Muller também!
Obrigado

Suely
SuelyPermalinkResponder

Em outubro passado passei 4 noites em Tours e visitei os castelos, vale lembrar quando for a Amboise visitar também o Chateau de Clos Lucé, ligado a Amboise por um túnel, foi residência de Leonardo da Vinci nos últimos anos de sua vida.Achei imperdível também conhecer a fortaleza medieval de Chinon, onde Joana D'arc se encontra com Carlos VII rei da França, a vista da cidadezinha ao pé do castelo é maravilhosa.
Abs

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Suely, estou indo em outubro para lá. Como estava a temperatura qdo vc foi? Devo levar roupa pesada para frio? Agradeço se puder me passar esta dica!

Ana Catarina Portugal

É mesmo uma região linda, não só pelos castelos, mas pelas pequenas cidades no caminho. Vale a pena se "perder" por lá!

Camilla
CamillaPermalinkResponder

Além desses do site, eu também gostei muito do Chateau de Azay-Le-Rideau, bem menor, mas com uma natureza incrivel em volta e do Chateau de Usse, que inspirou o conto da Bela Adormecida, de Charles Perrault, a gente se sente mesmo num conto de fadas...
Lina, uma brasileira radicada em Paris dá dicas fantásticas de hospedagem e também dos castelos em seu lindo blog conexão paris: http://www.conexaoparis.com.br/category/castelos-vale-loire/

Elaine
ElainePermalinkResponder

Visitamos os castelos em julho/2012. Viagem fantástica!
A região é muito bonita!

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Olá, boa tarde. Vi que vc visitou em Julho. Como estava a temperatura? Muito quente? Pretendo ir em Julho de 2013, mas detesto calor. Obrigada smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana! É raro fazer calor no norte da França, mas no verão podem acontecer ondas de calor. É raro, mas é possível.

Eric
EricPermalinkResponder

De todos que estão no post o mais "fraquinho" é o Blois. Coincidentemente conhecemos todos os do post quando fomos pra lá. smile

roberta
robertaPermalinkResponder

Olá...tem alguma empresa para indicar que faz um deste castelos em 1 dia, tipo bate e volta de Paris?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Roberta! Você provavelmente encontrará passeios desde Paris, mas não é o que o Comandante recomenda. Ele sugere a visita quando se está no Vale do Loire. Veja no texto wink

Jose Eduardo
Jose EduardoPermalinkResponder

Prezados

Só tenho um dia para visitar castelos.
Qual devo ir? Estarei de carro com a família, esposa e 3 filhos (21, 20 e 9 anos), uma prima que mora na França estará em um segundo carro, com 3 filhas pequenas (11,8 e 4 anos). Apesar de todos os Castelos serem lindos, qual devo ir?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José Eduardo! Infelizmente a parte da escolha a gente deixa apenas com os tripulantes smile Leia também os comentários dos leitores para ajudar na sua escolha!

Camilla
CamillaPermalinkResponder

Se eu pudesse visitar apenas um, escolheria Chenanceaux! Em um dia vc pode fazer Chenanceaux de manhã e Chambord ou Blois a tarde, é mais ou menos 1 hora de carro...Boa viagem!!!

Sylvia Nehab
Sylvia NehabPermalinkResponder

Olá!! Vocês indicam algum hotel chateau para se hospedar na visita ao vale do loire? Em que cidade é melhor ficar para conhecer toda região? Estou indo em Novembro de 2012.
Obrigada
Sylvia

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sylvia! O Ricardo Freire curtiu o hotel http://www.7tours.com .

Lucas
LucasPermalinkResponder

Olá...
Sei q não é o mais recomendado partir de Paris para visitar os castelos, mas de qq forma era o q eu queria fazer (até por não ter opção no momento de fazer diferente)... hehe

Vou para Paris em novembro e estava vendo no site da Cityrama sobre os passeios. Entretanto, descobri que eles não fazem tours pela região durante novembro. Gostaria de saber se ha algum motivo obvio para isso (clima, horários dos castelos) ou se é algo da empresa mesmo...

De qq forma, vcs teriam alguma outra empresa para me indicar??
Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucas! No seu hotel você encontrará folhetos de empresas.

Compare com o preço desta aqui:
http://www.viator.com/tours/Paris/Loire-Valley-Castles-Day-Trip-Chambord-Cheverny-and-Chenonceau/d479-2050CL

Lucas
LucasPermalinkResponder

Obrigado, Bóia!
abcs

Sergio M. da Silva

Sergio Marques - 23/10/2012
Fiz uma viagem de 20 dias. Fiquei 10 dias em Paris, de onde sai em uma excurção para o Vale do Loire, pela Cityrama, aconselho para passeios de dois dias, deu para ver cinco castelos, os maiores. Na volta revirei Paris inteira, hora de metro, hora de onibue e até a pé, onde conheci realmente o povo e o tipo de vida em todos bairros da cidade. Depois fui a Lisboa,também fiz um passeio de um dia, no Castelo de Tomar e na Catedral de Batalha, maravilha pura. Na volta fiz o mesmo andei por Lisboa inteira, de metro, onibus, bondinho e a pé que sempre é bom para se conhecer o povo e os costumes.
Quem tiver codições de viajar faça o mesmo, vale a pena.

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Olá, pessoal,

Vou ficar com minha mulher e dois filhos 10 dias em Paris. Estamos pensando em alugar um carro e passar uns dois dias no Vale do Loire. Como é alugar um carro e dirigir de Paris até o Vale do Loire? Tem alguma dificuldade? Vale a pena, ou é melhor ir de de trem? Ou de excursão (pela Cityrama?

Grato pela ajuda!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelo! Com GPS é fácil sair, sem GPS você vai ter problemas. Se você conseguir passagens descontadas, pode valer a pena ir de trem a Tours e lá alugar carro. Em dois dias de carro no Loire é muito melhor estar de carro do que fazer excursão.

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Obrigado pela resposta! Como obter as passagens com desconto? Qual seria o melhor lugar para se hospedar?

Grato pela ajuda!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelo! Compre em http://www.voyages-scnf.com com 60 a 30 dias de antecedência. Procure pelas tarifas PREM's. O Ricardo Freire ficou no Châteaux des 7 Tours e gostou muito.

Raquel Lima
Raquel LimaPermalinkResponder

Olá, Marcelo!

Fui a Paris em Outubro, alugamos um carro, tinhamos um GPS (fundamental) e ficamos dois dias viajando pelo Vale do Loire. Nos hospedamos em Tours de um dia para o outro. Mas, acho que vale a pena ficar pelo menos três dias, pois os castelos são distantes um do outro e se você quiser entrar e conhece-los, realmente demanda um tempo. Em dois dias só visitamos 05 castelos, a propósito separe um dinheiro, pois para cada castelo você terá que pagar no mínimo 10 euros por pessoa.
Mas, realmente vale muito a pena, é MARAVILHOSO!!!

MARIA CECILIA
MARIA CECILIAPermalinkResponder

Oi Raquel, gostaria de saber que tipo de carro alugou, se com direção e ar e gps, seguro que faixa de preço e qual cia. alugou daqui do brasil? quero retirar em tours. obrigada

Thais
ThaisPermalinkResponder

Vale a pena visitar o Vale do Loire no inverno de dezembro ou é melhor deixar para outra ocasião?

Imagino que deva-se perder muito dos jardins e das paisagens... e penso que dirigir com possível neve também não seja fácil para nós brasileiros!

Alguém já foi nessa época?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thais! Muita coisa fecha no inverno no Vale do Loire. É melhor visitar entre abril e outubro.

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

Oi, adoramos o VNV.fiz reserva de 3 noites em beaune no hotel Le Cep.será nossa primeira vez na Borgonha e gostaríamos de degustar os vinhos locais. Estou em duvida se devo reservar algo antes ou posso descobrir ao chegar lá.alguém tem alguma experiência nesse hotel ou dicas para meu marido e eu?agradeço desde já

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carolina! A Christine se hospedou no Le Cep e recomendou:
https://www.viajenaviagem.com/2012/09/dicas-bourgogne/

O hotel está bem avaliado por ex-hóspedes no Booking.

mario
marioPermalinkResponder

Existe algum mapa com todos os castelos marcados no mapa ? para facilitar as visitas ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mario! Nós não temos, mas você pode usar o Google Maps para fazer o seu:

https://www.viajenaviagem.com/2012/09/google-maps-dicas/

Outra dica manjada é passar nos postos de turismo das cidades maiores (Tours ou Blois) e pegar os mapinhas locais.

Vale do Loire – geral « De volta outra vez

[...] Tours mesmo e conhecendo alguns dos castelos da região. Um bom lugar para começar a pesquisa é este Top(fomos em todos, claro). Também o Conexão Paris tem uma área dedicada ao Loire. Em 4 dias, fomos [...]

Luiza
LuizaPermalinkResponder

Olá, Bóia! Optando por sair de trem de Paris e alugar um carro no vale do Loire, a melhor opção é alugar um carro em Amboise? É indicado reservar o carro com antecedência? Vcs tem uma noção de valores de diária para o carro nesta região? Grata, Luiza.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luiza! Pegue o carro ou em Paris ou na cidade em que você descer do trem. Tours é a maior da região, provavelmente haverá mais locadoras. Orce em sites como autoeurope.com

FabioL
FabioLPermalinkResponder

Vou em junho para Paris e vou chegar via Londres por trem na estação Gare Du Nord. Vou alugar carro para ir até Vale du Loire.

O que compensa mais. Ir de trem até o aeroporto Orly e alugar carro lá (se livrando da muvuca do trânsito da região central), ou alugar carro na Gare du Nord mesmo?

Vou chegar em uma quinta +- 11 da manhã.

Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabio! O melhor é já alugar na Gare du Nord e sair pelo anel périphérique. Leve seu GPS do Brasil com mapa carregado ou alugue com o carro (o aluguel do GPS vai sair mais caro do que comprar um antes de viajar).

Se você já estivesse em Paris, poderia pegar um trem a Tours na estação Montparnasse; chegaria em apenas 1h11 e pegaria o carro em Tours. Mas no seu caso não compensa ir de metrô até lá.

FabioL
FabioLPermalinkResponder

Sim, já vou legar meu GPS com o mapa da França.

Tem também a questão do custo maior (trem + aluguel carro) comparado com sair de carro alugado da Gare du Nord (apesar de perder um pouco de tempo)

Muito obrigado Bóia!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabio! Não é o que recomendamos para o seu caso, como disse acima, mas se você já estivesse em Paris poderia aproveitar alguma tarifa bastante descontada de trem a Tours, comprando com antecedência.

Quando o Ricardo Freire fez o Loire, alugou um carro desde Paris, mas não viu que havia quilometragem limitada. A quilometragem que excedeu o limite saiu muito mais caro que o trem...

jose antonio prandini

é como um sonho

Rosana
RosanaPermalinkResponder

amigos, já fui ao Loire inúmeras vezes, é uma paixão, se quiserem um fim de semana realmente romântico, hospedem-se no Chateau de Gizeux...castelo do séc XVII, típico...divino..amei
bjs

Jorge Henrique

Olá amigos !

Estarei indo de carro à partir de Paris. Penso em ficar uma noite hospedado em Amboise para fazer o seguinte roteiro: Ir direto ao Chateau Azay-le-Rideau, visitando o chateau de Villandry e Chenonceau...Pernoite em Amboise, dia seguinte, visitas aos Chateaux Amboise, Cheverny e por fim, Chambord. Retornando em seguida para Paris. O roteiro à nível de "mão e contra mão" estaria dentro do razoável ? Desde já fico grato pela oportunidade da pergunta. Um abraço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jorge Henrique! Parece bom. Se for fazer visitas a castelos com malas no carro, não deixe nenhuma bagagem aparente.

Márcia Said
Márcia SaidPermalinkResponder

Pretendemos, eu e meu marido, conhecer o Vale do Loire em junho próximo.
Três noites são suficiente? Vale à pena alugar um carro?
Qual a cidade mais interessante para ter como base?Blois, Tours? Naquela região, tirando o Mont Saint Michel que já conhecemos, qual o outro ponto de interesse? Ou, dá para atravessar de trem até o outro lado e visitar a Antuérpia? O que sugere? Adoro suas dicas, o escuto diariamente. Bjs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Márcia! A permanência mínima ideal é de duas noites, com três dias para passear. Três noites fica mais tranqüilo ainda. Estando de carro, qualquer base é boa. Tours é a melhor base para quem está a pé. O Ricardo Freire ficou no Château 7 Tours e gostou. Par ir a Bélgica de trem você precisará fazer transbordo em Paris.

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

Prá mim, passar 2 noites em um chateau foi a cereja no bolo. O que escolhemos é meio escondido, então precisa de carro, mas valeu demais a pena.
Ficamos 2 noite em hotel 'normal' e 2 nele para baratear um pouco - mas podia ter ficado as 4 e não ia me arrepender:
http://devoltaoutravez.wordpress.com/2013/03/04/no-loire-com-grace-kelly

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

Prá mim, passar 2 noites em um chateau foi a cereja no bolo. O que escolhemos é meio escondido, então precisa de carro, mas valeu demais a pena.
Ficamos 2 noite em hotel 'normal' e 2 nele para baratear um pouco - mas podia ter ficado as 4 e não ia me arrepender. É o "Chateau du Portail" e não estou conseguindo colocar o link aqui, então vai o do blog mesmo:
http://devoltaoutravez.wordpress.com/category/viagem/europa-viagem/franca/vale-do-loire/

Patrick
PatrickPermalinkResponder

bóia, ricardo: boa noite! uma ajuda, por favor. em maio minha mulher e eu passaremos alguns dias no Vale do Loire, bases em Amboise (2 dias) e Tours (2 dias). pensei inicialmente em pegar um trem no CDG para Tours e lá alugar um carro. ao cotar o preço da passagem vi que há uma estação em Tours e outra em Saint-Pierre-des-Corps, a 5 minutos de Tours, mas o TGV para lá primeiro (em SPdC). aí fiquei na dúvida: devemos descer em SPdC e lá alugar o carro ou trocar de trem e parar em Tours, e lá alugar o carro? ou podemos alugar o carro no CDG e de lá tocar para o Vale? seria complicado chegar? o que acham? nunca dirigi no exterior. muito obrigado, patrick.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patrick! Quem responde é a Bóia.

Se você desembarcar em Paris vindo de uma viagem transatlântica, recomendamos não sair dirigindo.

Caso desembarque de um vôo curto, escolha de acordo com o seu estilo: se adorar dirigir em auto-estrada, pegue o carro já no CDG. Se preferir dirigir apenas nas rotas panorâmicas do Loire, então deixe para alugar em Tours, que é uma cidade mais estruturada que St-Pierre-des-Corps.

Patrick
PatrickPermalinkResponder

muito obrigado, bóia, vou pegar o carro em Tours, um abraço, patrick.

Paula
PaulaPermalinkResponder

Ola,
vocês indicaram apenas os castelos na regial do vale que eh mais próxima a Paris mas gostaria de saber quais são mais indicados perto de Nantes...
obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paula! Não temos conteúdo próprio sobre Nantes.

O site da cidade oferece indicações do que fazer por lá, incluindo o Castelo dos Duques da Bretagne:

http://en.nantes-tourisme.com/to-see/to-do-3086.html

Rita
RitaPermalinkResponder

Olá Paula
Perto de Nantes, que ainda está no Vale do Loire, vc pode optar por visitar os Chateau d'Angers e Chateau de Samur. O primeiro é uma fortaleza do séc. 13 e o segundo é um castelo típico de contos de fadas. 20 km a leste de Anger está o Chateau de Serrant, também belíssimo, assim como o Chateau de Brissac ao sul de Angers valem a visita.

Paula
PaulaPermalinkResponder

muito obrigada pelas dicas!!!

Barbara
BarbaraPermalinkResponder

Olá Bóia,

Estamos voando hoje para Paris e compramos passagens de trem na raileurope para Tours. Acontece que ontem fomos informados pela companhia aérea que o horário do nosso vôo foi reprogramado, em função de condições operacionais, de 16h35min para 18h50min. Com isso, perdemos o horário do trem. Mandamos e-mail para a raileurope, mas não resolveram o problema ate agora. Não localizamos um número de telefone para fazer o contato. Peço sua ajuda para saber como proceder nesse caso, para não ter que comprar uma nova passagem.
Muito obrigada!
Barbara

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Barbara! Infelizmente não temos nenhuma influência junto à Raileurope. Recomendamos sempre comprar diretamente com as cias. nacionais, que não cobram sobretaxas.

Diego
DiegoPermalinkResponder

Bóia, estou com uma dúvida cruel! Carro ou trem! kkkkk. acho que todo mundo pergunta isso por aqui. Já pesquisei pra caramba, já simulei, etc, mas a dúvida persiste então resolvi pedir ajuda aos universitários. grin

Trata-se da nossa viagem Paris -> Blois -> Paris. Indo dia 30.06 e voltando dia 01.06.

Seguinte, chegarei em Paris com minha esposa pelo Charles de Gaule (Air france) dia 30.06 as 08:20 da manhã. Bem, nosso planejamento inicial era pegar o TREM (TGV) e ir direto pra Blois, só que ai já vinheram algumas inseguranças: Quanto tempo vamso demorar até estarmos livres pra viajar e pegar o trem. Pensamos em comprar a passagem CDG -> Blois lá pras 12:00. Será que seria suficiente ?

Só pra confirmar: Quem chega pela Air France chega pelo Terminal 2 né isso ?

Acabou que vi que sai bem mais barato você pegar o Trem Intercitè a partir da Gare de Austerlitz ao invés do CDG. Mas ainda persiste a dúvida quanto o tempo de deslocamento pra sair do aeroporto, pegar o RER até a Austerlitz e de lá pegar o TREM.

Ainda tem um agravante ai: Está praticamente impossível comprar ticket na SNCF com cartão internacional. Inclusive tentei comprar um pra Aix-en-Provence e depois de duas falhas, mandei msgs pra eles e eles me disseram que sabiam do problema e a solução seria comprar por telefone! Poutz!

Bem, devido a isso, cogitei pegar um carro já em Paris e me mandar pra Blois. Vantagem: Não preciso ter horário certo pra sair. Posso desembarcar com calma.

Ai vem a questão fundamental: Em que estação retirar o carro de melhor forma a evitar o trânsito de Paris e Facilitar a nossa chegada a Blois. Vi que você respondeu acima pra um outro colega que seria pegar na Gare du Nord e pegar o Anel Peripherique. É isso mesmo ? Ou tem alguma outra estão ainda melhor, já que o caso dele ele já estaria chegando por lá. Outra, que diacho de anel é esse ? kkkkkkkk. NO Guia Michelin ele só mostra : A10 ou N20 + A10 ou A11 + D924, isso simulando da Gare du Nord.

Em termos de custo, o aluguel do carro do dia 30 (minha chegada) ao dia 01, meu retorno custaria R$ 170 (reais). Já o trem mais barato, saindo de Austerlitz, caso eu conseguisse comprar na SNCF, pra mim e minha esposa, já sairia R$ 336,00 (reais). Ainda faltaria ai somar o RER do CDG a Austerlitz + o aluguel do carro lá em Blois , que por incr?vel que pareça, sai quase 100 reais mais caro que alugar em Paris.

Sei que podem quiser que vai ser cansativo já sair direto pra Blois no mesmo dia da chegada e tal , mas estou ciente e acho que vou comprar essa briga. Outra idéia seria chegar e ficar o dia em Paris e só sair no outro dia, mas acaba que perderíamos por exemplo, a noite, em Blois ;D

Uma ultima coisa: Tem como associar a melhor estação pra pegar o carro com a estação mais próxima da apple store ? grin kkkkkk. Queria chegar lá e dar uma passada pra comprar um iPhone! kkkkkk

Será que você poderia me ajudar nessa dúvida existêncial toda ? Desculpa q qtde de perguntas.

Muito obrigado.
Diego

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Diego! Durma essa noite em Paris. Todas as outras opções são bastante ruins. Caso você pegasse o carro, o lógico seria pegar já no aeroporto -- mas acredite, não é bacana, é estressante, vocês não vão aproveitar. Nessa e em todas as viagens: saindo do Brasil, durma no lugar onde seu avião deixar você.

Diego
DiegoPermalinkResponder

Saquei Bóia, mas optando por dormir em Paris no outro dia gostaria de ir pra Blois e dormir por lá. Nesse caso, onde seria melhor pegar o carro para sair mais facilmente de Paris ? Eu vi que o CDG é do lado oposto da saída pra Blois né isso ?

Como te falei, por custo, o carro tá saindo mais barato que ir de TREM e alugar carro por lá.

Abs
Diego

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Diego! Para sair no outro dia de carro, as locadoras da Gare du Nord são uma boa solução.

Nathalie
NathaliePermalinkResponder

Você visitou nossos castelos-hoteis em Vale do Loire ?
Chateau d'Artigny, Domaine de Beauvois, le Choiseul, le Prieuré ?
http://www.grandesetapes.fr/br/Accueil/index.html (brasileiro)
Bonne Journée ! Nathalie

mariana
marianaPermalinkResponder

Adorei os 5 castelos! Eles são ´´magnifiques´´. Esse site me ajudou muito na viagem , alias, ainda vai me ajudar muito mais. Au revoir!

Rodrigo Grassmann

Olá...
Eu e minha esposa estaremos em Paris no mês de Janeiro. Estamos planejando passar 3 noites no Vale do Loire. Pensamos em ficar em Tours, e iremos de Paris para lá de Trem, e alugar um carro por lá. As perguntas são: fazendo dessa forma, está correto? E como é no Vale do Loire em Janeiro, já que é inverno? Vale a pena?
Abraços

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo! O problema do Vale do Loire no inverno é que muitos châteaux e palacetes que funcionam como hotéis deverão estar fechados. Mas os châteaux abertos a visitação estarão funcionando. O esquema de ir a Tours de trem é redondo, poupa o stress da saída e da chegada em Paris.

Rodrigo Grassmann

Olá...
Entendi...até tenho um hotel em vista já...conseguindo esse hotel, vc acha que conseguiremos visitar os castelos, pelo menos os mais importantes? Estamos planejando 3 noites por lá...vc acha que vale a pena irmos assim mesmo?
Obrigado pela atenção.
Abraços

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo! Como eu disse na resposta anterior, os castelos normalmente visitados estarão abertos à visitação.

Rodrigo Grassmann

Ok...
Obrigado pela atenção..
Abraços
Rodrigo

Juliana Tkatch

Vou para Paris com meu marido e nossa filha de um ano em Setembro. Tenho duvidas sobre alugar um carro com um bebe... Essas coisas de cadeirinha... Recomendam alguma excursão?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Com bebê é mais interessante ir de carro do que de grupo, para não incomodar os demais passageiros.

Libia
LibiaPermalinkResponder

Olá,
Estou pensando em sair de Paris de trem para o vale do loire, e lá alugar um carro , ficar esse dia todo, pernoitar em alguma cidade e voltar a Paris no dia seguinte à noite de trem. Dúvidas: qual melhor cidade para pernoitar? Qual seria um roteiro legal de chateaus e cidades ? Devo pegar o carro em Tours e devolver em Tours ou em outra cidade? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Libia! Tours tem o trem mais rápido a Paris. Se for alugar carro, fique fora da cidade, num castelo. O Ricardo Freire ficou no 7 Tours e curtiu muito.

tatiana carla
tatiana carlaPermalinkResponder

Boia, eu e meu namorado pretendemos sair de Paris em setembro, de carro, rumo a loire, gostariamos de nos hospedar no Chambord, o que acha? e como posso fazer uma reserva e saber o valor da diaria para uma noite?
obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tatiana! Château Chambord não funciona como hotel (nenhum desses desta lista funciona).

SONIA VALERIO
SONIA VALERIOPermalinkResponder

Oi, boia
Preciso de mais uma ajuda, estaremos em Paris no final de outubro, ficaremos 9 noites.
Estamos pensando em ir de carro para Vale do Loire ficar 2 noites e conhecer os castelos de Chenouceau, Chambord, Amboise e Cheverny.
E pensamos também em ir para Giverny para vermos a casa e os Jardins de Monet, ficaríamos assim com apenas 4 dias em Paris, me ajude... eh melhor escolher apenas um dos passeios e aproveitar melhor Paris?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sonia! Não entedemos a sua matemática (9 - 3 = 4?). De todo modo, deixe para ir a Giverny apenas se já tiver dado Paris por visitada. Não é necessária nenhuma reserva prévia. Os jardins fecham dia 31 de outubro e só reabrem em abril.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2013/07/como-ir-de-paris-a-giverny/

Viviane
VivianePermalinkResponder

Oi Bóia, estarei em Paris em outubro e gostaria de fazer um passeio envolvendo Chenonceaux + voo de balão + Chambord. Sei que não recomenda excursão,mas sabe alguma que forneça esse passeio com o transf para Paris? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Viviane!

Este é o principal operador:
http://www.france-balloons.com/balloon-ride,val-de-loire.php

Os balões só sobem quando as condições estão 100%. Há muitos cancelamentos.

Rita
RitaPermalinkResponder

Olá,
Tem outros operadores indicados pelo oficio de turismo de Tours:
AEROCOM, AIR TOURAINE, ART MONTGOLFIERES, BALLON PLASIR, FRANCE MONTGOLFIERES, TOURAINE MONTGOLFIERE

http://www.tours-tourisme.fr/excursions.php?id=6

luiza
luizaPermalinkResponder

OI, sabe me dizer se os castelos do vale de loire abrem sabado, domingo e segunda do mes de dezembro?
Muito obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luiza! Abrem. Por favor clique nos links dos castelos que fornecemos no texto, você terá todas as informações detalhadas, garantidas e atualizadas.

luiza
luizaPermalinkResponder

Muito obrigada! Vcs são de + !

Dicas de viagem para o Vale do Loire, na França - 360meridianos

[...] 5 castelos top no Vale do Loire, no Viaje na Viagem. O Ricardo Freire mostra quais atrações você não pode perder, mas garante que o melhor mesmo é explorar as centenas de construções menos famosas que existem perto das principais atrações. [...]

Ana batista
Ana batistaPermalinkResponder

Vou com a minha família em Agosto visitar Paris e estar 2 a 3 dias a visitar os castelos do loire . Penso apenas visitar os 4 ou 5 mais emblemáticos . Gostaria que me indicasse o itinerário mais adequado para rentabilizar o tempo.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana! O post acima fala justamente sobre isso grin

Karen
KarenPermalinkResponder

Oi!! Vou para Paris em setembro pela primeira vez e vou ficar durante 8 dias. A princípio teremos um dia "sobrando" (sem atrações específicas eu quero dizer, porque acho que nunca sobram dias em Paris) e queria saber o que nos sugere. Já me falaram em EuroDisney (já fomos para Orlando há uns 15 anos, mas adoramos!), Vale do Loire, Monte St. Michel... Queria saber o que você sugere?
Muito obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karen! Vale do Loire e Mont Saint-Michel idealmente devem ser feitos com pernoite. Veja as recomendações do Ricardo Freire para passeios de um dia: https://www.viajenaviagem.com/europa/paris-ricardo-freire/

Malu
MaluPermalinkResponder

Oi, pessoal:

Estou por decidir se viajo para França ( sempre o interior ) Itália ou Grécia. Ocorre que só posso sair entre 23 de dezembro até 12 de janeiro. Sei que o melhor dos mundos seria em outros meses, mas não há como. São Férias coletivas da empresa em que trabalho. Onde seria mais interessante?

Tenho receio de pegar muita neve e não conseguir viajar.
Aguardo vcs!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Malu! No inverno o interior de qualquer país fica prejudicado; só recomendamos cidades pequenas quando forem estações de esqui. A Itália tem mais cidades de porte médio interessantes que continuam vivazes no inverno.

Susana
SusanaPermalinkResponder

Olá RIcardo!

Antes de mais muitos parabéns pela ajuda que da todos os amantes de viagens !
Precisava de uma ajuda, estou a organizar um roteiro de 2 dias e meio no vale do loire... E precisava de saber se quem conhece esta zona acha esse roteiro viável, assim todas dicas serão muito preciosas, inclusive de restaurantes a introduzir no roteiro... Então cá vai...1º dia saindo de Paris de carro, lá pelas 11, meu pessoas não e de levantar muito cedo... Pensei em parar em CHartres, depois em BLois para almoçar e dar uma olhada no castelo e depois visitar o CHaumont sur LOire.... Além do castelo como vou em Maio e tb altura do festival dos jardins , de seguida vamos dormir a Tours. 2º dia Tours-VIllandry- chenonceaux - Amboise . 3º dia TOurs - Chambord - cheverny, mas tenho de estar no aeroporto de ORly pelas 18 horas!!
Então que vos parece? Viável ou impossível? Viajo comments marido e duas crianças de 8 e 13 anos e com meus pais cheios de energia! Mas ninguém e de se por a pé cedo por isso os nossos passeios nunca vão começar antes das 10.30....
Agradeço desde já todas as ajudas que me poderem dar! E a minha viagem de comemoração de 40 anos e queria que fosse linda e sem grandes " stresses" como se diz por aqui por Portugal!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Susana! Quem responde é A Bóia. Em sites como http://maps.google.com e http://www.viamichelin.com você verá que o programa do primeiro dia é absolutamente infactível em qualquer época do ano.

Para estar em Orly às 18h, saia da região no máximo às 14h30.

Susana
SusanaPermalinkResponder

Olá Bóia!!

Obrigada pela ajuda.... Então o q me aconselha para o 1º dia?? Direto em chaumont ?? E na ida para Tours passar por Blois? Há algum chateaux dos q eu escolhi q seja dispensável??

O conselho sobre a hora da saída foi precioso... O meu marido bem dizia.. Mas eu duvidava !!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Cancelar