Ibismômetro: o termômetro da hospedagem em novembro

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Ibis Lausanne

Pesquisa | Mariana Amaral

E continuamos a nossa série mensal do termômetro de preço de hospedagem pelo mundo, usando uma medida-padrão: o preço da diária do Ibis, um hotel que tende a ser igualzinho em todo lugar. (Sim, nos inspiramos no BigMac Index do The Economist; contamos a história aqui.)

Nesta edição estamos corrigindo um defeito que nos passou despercebido nos dois primeiros índices: estamos agora usando a tarifa mais barata disponível no dia, mesmo que seja não-reembolsável. (Se é para usar tarifa reembolsável, não seria preciso pesquisar com antecedência... sou um sorvetão.)

As tarifas foram pesquisadas no dia 19 de setembro, para a noite de 19 de novembro, nos sites dos hotéis, em dólar. Digo "dos hotéis" porque, nas cidades onde não existem Ibis, usamos similares (Holiday Inn Express nos Estados Unidos e Toyoko Inn no Japão).

Ibismômetro novembro 2012

O que apuramos neste mês?

Graças à nova metodologia, Nova York deixou de ficar tão fora da curva: o Holiday Inn Express lá perto da Times Square passou de 379 dólares (tarifa reembolsável) para 199 dólares (tarifa não-reembolsável). Enfim temos a medida exata do que é uma pechincha de hotel com banheiro em Manhattan: se achar por 200 dólares, pegue na hora.

De outubro para novembro, mesmo levando em consideração as tarifas não-reembolsáveis, registramos aumento em três cidades: Paris, Moscou e Túnis. Em 21 cidades a diária caiu. Em outras 15, permaneceu estável (com uma diferença de no máximo 5 dólares).

O grupo das mais baratas permanece o mesmo, só com pequena troca de posições: Cancún (lembre-se que o Ibis de lá fica no centro da cidade, não na praia), Marrakech, Bangkok, Báli e Xangai. No das mais caras, permanecem Sydney e Nova York; Moscou, Paris e Cingapura destronaram Los Angeles, Seul e Londres.

Para efeito de compilação anual, porém, vamos desconsiderar os dois primeiros meses, já que pesquisamos as tarifas cheias. Considere a tabelinha deste mês o novo patamar da pesquisa.



Os hotéis pesquisados:

Ibis Bangkok Riverside, Ibis Cancún Centro (fora da zona hoteleira), Ibis Xangai Yu Garden, Ibis Marrakech Centre Gare, Ibis Bali Kuta, Ibis Fortaleza, Ibis Salvador Rio Vermelho, Ibis Tunis, Ibis Curitiba Batel, Ibis Saigon South, Ibis Montevideo, Ibis Mall of The Emirates, Ibis Santiago Providencia, Ibis Larco Miraflores, Holiday Inn Express Miami Airport Miami Springs, Ibis Lisboa Liberdade, Ibis Porto Alegre Moinhos de Vento, Holiday Inn Express Orlando International Drive, Ibis Buenos Aires Obelisco, Ibis Amman, Ibis Istanbul, Ibis Berlin Mitte, Ibis Barcelona Plaça Glòries, Ibis New Delhi Gurgaon, Ibis Prague Old Town, Ibis Moscow Paveletskaya, Toyoko Inn Shinjuku, Ibis Rio de Janeiro Santos Dumont (o site do Ibis ainda não informava os preços do novo Ibis Copacabana, que será o novo padrão do índice no Rio), Ibis Milano Centro, Ibis São Paulo Paulista, Ibis Sydney King Street Wharf, Ibis Paris Bastille Opéra, Ibis Amsterdam Centre, Holiday Inn Express Toronto, Ibis London Euston St. Pancras, Ibis Singapore on Bencoolen, Ibis Seoul Myeong-Dong, Holiday Inn Express Los Angeles Century City, Holiday Inn Express New York Times Square.

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


10 comentários

JB
JBPermalinkResponder

Riq,

Já existe Ibis em Tokyo, justamente em Shinjuku - sei disto porque estou pesquisando preços para a minha viagem do ano q vem.

Se vc considerar as diárias cobradas neste hotel, fatalmente a cidade irá entrar no top five dos mais caros, fazendo jus aos preços absurdos cobrados pela hospedagem na capital japonesa.

Por falar nisso, alguém aqui já ficou em algum Toyoko Inn para poder comparar com o Ibis? Vale a pena? Digo isso porque realmente é beeeeem mais barato do que as outras opções.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, JB! Aqui quem responde é A Bóia! mrgreen Temos algumas opiniões de leitores sobre o Toyoko Inn:
- do Reginaldo Okada - https://www.viajenaviagem.com/2010/01/toquio-le-dernier-metoro/#comment-58550
- do Rodrigo Purisch - https://www.viajenaviagem.com/2007/02/enquete-da-semana-hoteis-em-conta/comment-page-2/#comment-1854 e https://www.viajenaviagem.com/2007/07/toquio-pra-mo-gribel/comment-page-1/#comment-20202

Veja também o que ex-hóspedes comentam no Booking.

Lucio
LucioPermalinkResponder

Não sei, mas o Toyoko Inn se ajustaria mais ao Ibis Budget (ex-Formule 1).... Não há armário (só cabideiro) e o quarto deve ser desocupado das 10 às 14 horas, pois a arrumação é feita em série...

Karla
KarlaPermalinkResponder

acabei de reservar o IBIS SAO PAULO BARRA FUNDA para o fim de semana por 200,00 reais a diária! estamos então em primeiríssimo lugar com a diaria mais cara do mundo!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karla! A tabela está em dólar. Em dólar, o seu Ibis custou 100.

Ronaldo Giusti

Eu discordo que 200 dolares seja uma pechincha pra hotel com bannheiro privativo em Manhattan.

Não sei se é porque eu uso cerca de 90 dias de antecedência, mas nunca paguei mais que 150 dolares. Ok, foram só duas viagens grin mas tenho resistência altíssima a pagar duzentas doletas num hotel básico. Lutarei até o fim! grin

lilian
lilianPermalinkResponder

Ai que medo de levar =uma bronca...haha mas nao sei por onde fazer perguntas??
Preciso ajuda sobre Club Med Chamonix x Club Med St Moritz para temporada de neve...janeiro 2013.
Falam muito mal do Club de Chamonix alguem pode me ajudar ?

Fábio G
Fábio GPermalinkResponder

Não entendo.
Alguma explicação lógica para o preço de banana no Ibis Cancún?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fábio! A explicação está no post. O hotel fica no centro da cidade, não na zona hoteleira.

André Galvão

E os preços de hospedagem por aqui dão uma boa medida de como o Brasil está caro.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar