Miniguia de praias | Bahia: Costa do Descobrimento e das Baleias

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Praia do Espelho

Praia do Espelho, vista do Outeiro das Brisas

Arraial d'Ajuda, Trancoso, Santo André da Bahia, Espelho, Caraíva, Corumbau, Cumuruxatiba: o Sul da Bahia é o paraíso para quem busca vilarejos de praia. A mais de 600 km das capitais mais próximas -- Salvador e Vitória --, por aqui não há aquela especulação imobiliária típica do litoral próximo a cidades grandes, de loteamentos para passar o fim de semana. O único local com turismo de massa é Porto Seguro; basta procurar, que você acha uma praia mais tranqüila que seja a sua cara.

    Estratégia & roteiros

  • Porto Seguro é o aeroporto que serve toda a região. Os trânsfers são salgados -- pense em R$ 120 para o Arraial e R$ 270 para Caraíva. Um operador confiável, que já testei, é o Taxi Service Porto Seguro.

View Praias da Bahia: Costa do Descobrimento e Costa das Baleias in a larger map
  • Para o Arraial d'Ajuda, um truque para diminuir a despesa do trânsfer é ir de táxi só até a balsa (R$ 20), pegando uma van na outra margem. Dá para fazer isso também com direção a Trancoso e Caraíva (mas daí é preciso pegar o ônibus, que sai às 7h15 e 15h; no verão também às 11h; confirme o horário com sua pousada). Para Santo André você pode pegar o ônibus na rodoviária (a 10 minutos de caminhada do aeroporto) com direção à balsa de Santa Cruz Cabrália; do outro lado você vai precisar tomar um táxi.
  • Existem duas maneiras de explorar toda a região. A primeira, montando base no vilarejo que você achar que tem mais a sua cara, e fazendo bate-voltas aos outros vilarejos. Neste caso, faça cada bate-volta a apenas um vilarejo por vez; as praias são de difícil acesso, e se você quiser fazer duas no mesmo dia vai passar mais tempo no carro do que na areia.
  • A segunda maneira é dividir sua estada entre dois vilarejos. O melhor aqui é combinar um vilarejo mais urbano (Arraial ou Trancoso) com um mais remoto ou rústico (Espelho, Caraíva ou Santo André), e fazer bate-voltas aos que ficarem de fora.

Caso você venha do Sudeste de carro, leia este post.

Role a página para ler mais sobre Santo André da Bahia, Porto Seguro, Arraial d'Ajuda, Trancoso, Espelho, Caraíva, Corumbau, Prado e Itamaraju.

    Santo André da Bahia

Santo André da Bahia

Beira-rio em Santo André da Bahia

  • É a sua praia: se você quer sossego e comida boa
  • Não é sua praia: se você se incomoda com um mar que nem sempre estará superazul

Vai por mim: Santo André da Bahia

A balsa do rio João de Tiba deixa para trás a micareta permanente de Porto Seguro e entra em território de paz. Santo André é um oásis de sossego na Costa do Descobrimento: mesmo no Réveillon e até no Carnaval o lugar permanece a salvo do excesso de lotação. A praia é comprida e deserta: eventuais gatos pingados na areia indicam a localização das pousadas e do hotel. Um defeito? O mar só fica realmente azul na maré baixa, quando não está misturado às águas do rio. A maior qualidade? A perfeita integração entre nativos e forasteiros que se instalaram por ali – é isso que faz de Santo André um lugar tão especial.

Santo André: canto direito

Santo Andé: canto direito da praia

Na temporada, dá para pegar praia no beach lounge Casapraia ou nos bares de praia das pousadas Victor Hugo e Vila Araticum. Fora de temporada, a praia só tem serviço de bordo no canto direito, onde rio se encontra com o mar e onde há um núcleo de barracas nativas da maioooor simpatia (as cadeirinhas são de madeira, valei-me Iemanjá!).

O povoado não chega a ter um centrinho, mas boa parte da vida social acontece no trecho da orlinha à beira-rio, onde está a maioria dos restaurantes. Mas como a maioria das pousadas está a beira-mar, sair para o restaurante pode resultar em até 15 minutos de caminhada (quem está de carro normalmente vai com ele).

Santo André da Bahia

Santo André da Bahia

Estando de carro, dá para pegar praia em outros pontos desta costa, como a Praia das Tartarugas (3 km ao norte da praia principal), onde funciona o beach bar/restaurante da Fazenda Amendoeira, ou então na Praia do Guaiú (a 10 km), onde desponta a (caprichadíssima) barraca da (excelente!) cozinheira Maria Nilza.

Enquanto os bacanas fazem cavalgadas no Haras Vale da Raposae pesca oceânica de marlim azul , os plebeus (presente!) não podem perder o passeio de voadeira entre Belmonte (a 50 km) e Canavieiras, passando pelos igarapés do rio Pardo, no delta do Jequitinhonha. Para quem mergulha, tem os corais do Araripe.

Ainda desconhecida, Santo André deve ficar famosa a partir de junho, quando servirá de base para a Seleção Alemã durante a Copa. É bem provável que, depois disso, vire point de turistas alemães em busca de sol e sossego.

Onde ficar: Santo André da Bahia

As pousadas em Santo André se espalham pela costa.

A que está bem no centro social da cidadezinha -- a beira-rio na região dos restaurantes -- é a pousada Corsário, que tem píer e um dos melhores restaurantes do pedaço, o Floridita. A pousada tem um bloco de apartamentos junto ao rio, e outro atravessando a rua, com fundos para a mata.

Ainda à beira-rio, a Terra Morena é a antiga Gaili, sob nova administração. Seus chalés são sombreados por árvores; a pousada tem a única piscina do miolinho da vila.

No encontro do rio com o mar, num terreno enorme e ajardinado, a Ponta de Santo André tem acomodações rústicas (oito apartamentos na sede, três chalés e uma casa) e de vez em quando hospeda workshops de ioga.

A primeira pousada à beira-mar é a clássica Victor Hugo, com charmosas espreguiçadeiras (e mesas com tampo de mármore!) espalhadas por toda sua frente de praia. Você toma o café da manhã vendo o mar, na varanda da arejadíssima sede. Os apartamentos standard têm ar convencional; as suítes, ar split.

Atrás da Victor Hugo, a dois minutos da areia, está o bed & breakfast Banana da Terra, com três gostosos chalés e ambiente supercaseiro.

Vizinho de muro com a Victor Hugo está o Mabu Costa Brasilis, um resort com uma arquitetura bem diferente dos resorts convencionais. Os apartamentos ficam em predinhos com fachada colonial; há também chalés aconchegantes, com jeitão de pousada. O sistema é all-inclusive.

Imediatamente depois do resort a Vila Araticum tem sobrados com apartamentos super bem-montados -- e um restaurante que funciona o ano inteiro. A partir deste verão, a pousada incorporou um terreno à beira-mar e agora tem também um bar de praia.

Ainda não visitei a Mata Encantada, mas a proposta é interessantíssima: casas térreas (de alvenaria) com cozinha completa e casas suspensas em palafitas, de madeira, com cozinha compacta -- tudo num terreno à beira-mar que preserva boa parte da mata nativa.

5 km adiante, na praia do Guaiú, a quinze minutos de caminhada da praia (e da barraca da Maria Nilza), a simpaticíssima Canto da Reg tem ambiente caseiro: os quartos ficam em chalés espalhados pelo quintal; alguns têm ar, outros ventilador.

Onde comer: Santo André

Maria Nilza

Maria Nilza

Para almoçar na praia, vá (na temporada) ao Casapraia (73/3671-4155) ou, de carro, à Fazenda Amendoeira (73/3671-4092), na Praia das Tartarugas, ou à Maria Nilza (73/3671-2047), no Guaiú.

A vila tem excelentes restaurantes, como o inventivo El Floridita (73/3671-4080), na pousada Corsário, e o Gaivota (73/3671-4144), que tem a mais gostosa varanda debruçada no rio.

Os restaurantes das pousadas Vila Araticum (73/3671-4067), Terra Morena (73/3671-4060) e (na temporada) Victor Hugo (73/9943-5430) são abertos ao público.

À noite, o point da vila é o vero italiano Sant'Anas (73/9147-4192), na beira-rio, com massas rigorosamente al dente.

Tem também a pizza da Oficina do Sabor e a cozinha baiana do Almescla (73/3671-4068).

Como chegar: Santo André da Bahia

Saindo de Porto Seguro pela orla norte, em 30 km você chega a Santa Cruz Cabrália, onde pega a balsa que leva 10 minutos para atravessar o rio João de Tiba. Das 6h às 19h a travessia é feita a cada meia hora, partindo das duas margens. Das 19h30 à 0h30 há uma balsa por hora -- de Cabrália para Santo André às 19h30, 20h30, 21h30, 22h30, 23h30 e 0h30; de Santo André a Cabrália às 20h, 21h, 22h, 23h e 0h. A travessia custa R$ 11,00 por veículo ou R$ 1 por passageiro a pé. O telefone da balsa é 73/3282-1094 (informações atualizadas: aqui). A vila de Santo André fica 3 km adiante. Existem servidões  perpendiculares à ruazinha principal que levam à praia de mar.

O Expresso Brasileiro (tel. 73/3288-3650) faz a linha Eunápolis-Porto Seguro (rodoviária)-Cabrália (balsa) em 7 horários diários; o último sai tanto de Eunápolis quanto de Cabrália às 18h30 (informações atualizadas: aqui).

O trânsfer do aeroporto de Porto Seguro a Santo André sai R$ 180 para até 4 pessoas.

    Porto Seguro

Coroa Vermelha

Coroa Vermelha, Santa Cruz Cabrália

  • É a sua praia: se você curte lambaeróbica e luau; se vai em festa de formatura do colegial
  • Não é a sua praia: se você ler sobre os outros vilarejos contidos neste post

Vai por mim: Porto Seguro

Com os pacotes (com aéreo) mais baratos do país, Porto Seguro costuma ser o primeiro destino de viagem dos brasileiros -- muitas vezes, sob forma de viagens da turma da escola. A massa do turismo organizado passa os dias ou em megabarracas da praia de Taperapuã (que acomodam multidões e oferecem de sessões de lambaeróbica a show de humor), ou em passeios de ônibus às praias das redondezas. À noite vai-se ao footing da Passarela do Álcool, no centro histórico, emendando com o lual da vez (as megabarracas se revezam, uma por noite), tudo regado a muito capeta (um drink à base de vodka, leite condensado. canela e guaraná).

Dá pra fazer diferente? Dá. A orla tem também barracas mais charmosas, como a Praia Branca/White Beach, e mais sossegadas, como a Macuco (protegida da estrada por uma mata) e a Recanto do Sossego (que tem um ótimo restaurante). As três, não por coincidência, ficam na praia do Mutá, fora do fervo de Taperapuã. Os hóspedes do resort all-inclusive LaTorre (igualmente na praia do Mutá),  também levam uma vida à parte, já que o hotel tem uma barraca de praia própria, a Nativa, em frente ao hotel.

O núcleo histórico da Cidade Alta, com muitas edificações coloniais, é um passeio imperdível. O mesmo já não pode ser dito do passeio ao Recife de Fora, onde os corais estão bem destruídos pelo fluxo de turistas.

A praia mais gostosa para entrar no mar fica passando o Mutá, já no município de Santa Cruz Cabrália: é a Coroa Vermelha, pontilhada por barracas convencionais.

Pegar praia ou aproveitar a noite do Arraial d'Ajuda é super viável: basta pegar a balsa e seguir de ônibus ou van. Se já houver balsa a postos quando você chegar, dá para fazer o percurso inteiro em meia hora.

Onde ficar: Porto Seguro

Bastante fora da muvuca, na praia do Mutá, e auto-suficiente por ser all-inclusive, o compacto resort LaTorre oferece uma ótima relação preço x qualidade.

Veja mais hotéis de Porto Seguro no Booking.

Onde comer: Porto Seguro

Pertinho da balsa, a transada pizzaria Sambuca (73/3288-2366) é a melhor da cidade. No trecho final da Passarela do Álcool, O Beco é uma simpaticíssima travessa com bares -- como a cachaçaria Butiquim do Zio (73/3288-5388) --, restaurantes -- o brasileiro Tangô (73/3268-5018), o japa Armazém do Sushi (73/3268-2495) e o variado Casa da Esquina (73/32883884) -- e até uma doceria portuguesa, A Torre (73/3268-2697).

Na Passarela do Álcool propriamente dita, o Taskabar (73/26509-5028) é o bar mais muvucado. O internacional Esquina do Mundo (73/3288-2139) tem mesas na calçada, enquanto o regional Colher de Pau (73/3268-4124) instala seus clientes num terraço com vista para o movimento.

É bom notar que, apesar do nome infame, a Passarela do Álcool faz cada vez menos jus ao apelido. A área das barraquinhas de capeta diminui a cada ano, enquanto cresce a área da feirinha de artesanato e lembrancinhas. Alô, Porto Seguro: quando é que a cidade vai desbatizar a Passarela do Álcool e pôr um nome oficial civilizado?

Como chegar: Porto Seguro

Porto Seguro recebe vôos diretos de São Paulo (Guarulhos), Belo Horizonte e Salvador. Está a 5 minutos do centro, de táxi. Desde setembro, as corridas são pelo taxímetro (R$ 5 a bandeirada, R$ 4 o km rodado na bandeira 1, R$ 5,10 o km rodado na bandeira 2). Por esses valores, uma corrida aos hotéis de Taperapuã (8 km) daria R$ 37 na bandeira 1 e R$ 46 na bandeira 2). O trânsfer sai R$ 40 a Taperapuã e R$ 60 ao LaTorre.

Vindo de carro, Porto Seguro está a 60 km de Eunápolis, seu ponto de acesso pela BR 101.

    Arraial d'Ajuda

Arraial d'Ajuda

Pousada Beijo do Vento, Arraial d'Ajuda

  • É a sua praia: se você quer boa praia com agito e boa relação charme x benefício
  • Não é a sua praia: se você for #TeamTrancoso

Vai por mim: Arraial d'Ajuda

O Arraial d'Ajuda tem toda a minha simpatia e um pouco mais. Acho o vilarejo de praia mais arrumadinho do Nordeste -- o que é um espanto, estando a apenas uma balsa de distância de Porto Seguro.

A praia oferece ótimo banho em toda a sua (grande) extensão. Meu trecho favorito é o Araçaípe, que fica na estrada da balsa, 5 km antes da vila, que tem mar calmo e nunca fica cheio demais. Por ali, a barraca mais bacana não é mais a do Sting (que foi arrendada e não está mais tão charmosa); o point agora é o Corujão.  As barracas são vizinhas e se localizam mais ou menos em frente ao hotel Santa Fé. Há também uma servidão pública, à altura do número 1619 da estrada. Desde a vila, dá para ir de táxi (R$ 20), van ou ônibus (R$ 2,50).

Entre o Araçaípe e o Ecoparque fica a Praia dos Pescadores, freqüentada principalmente por moradores do Arraial (nativos ou transplantados). É um trecho protegido, com mar calmo, perfeito para ancorar barcos. A maior atração do pedaço é a Barraca do Nel, que serve peixe fresco e um famoso arroz de polvo. O acesso é por uma servidão à esquerda do estacionamento do Ecoparque.

O Arraial d'Ajuda Ecoparque fica no trecho final da Estrada da Balsa, antes da subida para a vila. É um parque aquático com muito verde; os hóspedes do Arraial d'Ajuda Ecoresort têm entrada gratuita. Só abre todos os dias em janeiro; nos outros meses, confira o calendário de abertura aqui.

A praia da vila é a do Mucugê, localizada ao fim de uma ladeira chatinha de vencer na volta (volte de mototáxi). Infelizmente o charme da vila não desceu até a praia: as barracas são feiosas (até as que tentavam ser transadinhas acabaram descambando nos últimos anos) e a densidade demográfica, alta. O trecho mais agradável atualmente é um pouco adiante, o Parracho, onde desponta a barraca chill-out Uiki (repaginação supertransada da antiga barraca do Parracho).

Flor de Sal, Pitinga

Flor de Sal, praia da Pitinga

Na maré baixa, vale a pena ir caminhando até a praia da Pitinga, que tem a paisagem mais bonita: a primeira visão das falésias depois da curva é de arrepiar. Não se demova por causa do primeiro núcleo de barracas grandalhonas, prontas para receber grupos de excursionistas; depois delas você vai encontrar o bar de praia mais bem-montado do Arraial d'Ajuda, o Flor de Sal, que tem um belo deck e mesas dispostas sob amendoeiras. Dá para chegar também de van (o desembarque é no Patacho; os últimos 5 minutos são percorridos a pé).

Da Pitinga dá para ir a pé até a praia do Taípe, que pertence ao Arraial mas onde está instalado o Club Med... Trancoso.

Enquanto a praia ferve, a vila hiberna; poucos restaurantes funcionam na hora do almoço, e a maioria das lojas só abre a partir do meio da tarde. À noite, o footing na rua do Mucugê é de lei. Os bares e restaurantes são despretensiosos mas, no geral, muito bonitinhos; não há móveis de plástico nem trechos tomados por ambulantes.

Trancoso e Espelho são dois bate-voltas confortáveis de fazer. Para Caraíva, o melhor é pernoitar.

Onde ficar: Arraial d'Ajuda

No alto da falésia sobre a praia do Mucugê, a Beijo do Vento é a perfeita tradução do Arraial: tem uma relação custo x conforto x charme imbatível. O apartamento com jacuzzi no terracinho é sob medida para lua de mel. Um pouco acima, num terreno maior e com a mesma vista linda, a Casarão Alto Mucugê tem apartamentos e bangalôs belissimamente cenografados.

Num trecho sossegado da rua do Mucugê, com linda vista para as praias dos Pescadores e do Araçaípe, enfileiram-se três pousadas. A Maitei é a mais sofisticada do centrinho; tem apartamentos superconfortáveis, duas piscinas (uma no terraço) e um espírito chic-despojado que remete a Búzios. Sua vizinha Paraíso do Morro tem uma bonita piscina, enquanto a Baixu Village se diferencia pelos apartamentos com cozinhas completas.

Abrindo mão da vista, você encontra pousadas atraentes com preços idem – como a recentemente reformada Cheiro Verde, a simpática Erva Doce (bem no fervo) e a básica Mar Aberto (excelente opção econômica).

A duas quadras da rua do Mucugê, fora de qualquer muvuca, a Coqueiros tem uma piscina gostosíssima, e o Hotel Marambaia, excelente serviço. Na mesma rua, dentro de um condomínio fechado, a Villa 2 Santos é um super-achado: aberta por um inglês e um francês com experiência em grande hotelaria (Hotel Costes de Paris -- tá bom pra você?), tem apenas 4 apartamentos em torno de uma piscina charmosa; o café da manhã é divino.

Pé na areia, bem no fervo do Mucugê, fica o Mar Paraíso, um condomínio de apartamentos tipo time-sharing que também funciona como hotel. O ambiente é de resort, com bastante muvuca em torno da piscina.

A praia do Parracho, próxima à Pitinga, tem duas ótimas pousadas, auto-suficientes. A clássica Pousada Pitinga espalha seus chalés por um grande terreno com um bem-cuidado jardim de plantas exóticas. Já a elegantérrima Privillage é a número 1 em capricho; os apartamentos são aconchegantes, o jardim é impecável e o deck da piscina, fabuloso, com direito à sombra de uma amendoeira. (Aqui vai um mea-culpa: visitei apressadamente a pousada há muitos anos, quando estava abrindo, e não percebi o potencial. Mas vários leitores já tinham avisado, com razão, que faltava a pousada na lista de recomendadas.)

Pé na areia no Araçaípe, gosto da pousada Sítio São Francisco tem chalés decorados com arte.

Na ponta do Apaga-Fogo, a 15 minutos de caminhada do melhor trecho do Araçaípe, o Arraial d’Ajuda Eco Resort (meia-pensão) é o único do seu porte a admitir o adjetivo “charmoso” sem força de expressão. Os apartamentos são bem decorados, o jardim tem orixás de Tati Moreno e a sala de recreação infantil é toda envidraçada entre a piscina e o mar. Os hóspedes têm direito a freqüentar o Arraial d'Ajuda Ecoparque nos dias em que funciona.

Onde comer: Arraial d'Ajuda

Para almoçar na vila, o clássico do centrinho é o Paulo Pescador (73/3575-1242) (na praça entre a rua do Mucugê e a Broadway). Na rua do Mucugê, o Manguti (73/3575-2270) já está aberto na hora do almoço; A Portinha (73/3575-1882) se mudou para o shopping mais adiante, mas perdeu bastante (bate sol, o lugar é muito quente). A novidade da parte mais alta da cidade é o ótimo Café da Santa (73/3575-1078), misto de padaria e lanchonete na praça da igreja.

Se for almoçar na praia, leia o tópico mais acima ("Vai por mim: Arraial d'Ajuda).

Beco das Cores

Beco das Cores, Arraial d'Ajuda

Meu restaurante favorito para jantar, o Godzilla, fechou; mas o chef japonês legou suas receitas asiáticas para o Clube do Sushi (73/3575-1181) (o rolinho vietnamita é ótimo). Entre os tradicionais da rua (e adjacências), o Aipim (73/3575-3222) é o que mais pretensões gastronômicas; o tradicional Don Fabrizio (73/3575-2407) serve massas al dente; o Boi nos Aires (73/3575-2554) tem boas carnes.

O Beco das Cores é o point mais gostoso da rua. Dá para curtir a música ao vivo (bem bacana, não fica no rame-rame da voz e violão) de todos os seus barzinhos e restaurantes -- como a pizzaria Pitanga (73/3575-1635), a Cachaçaria Axé (73/3575-3588) e o japa Sushi do Beco (73/3575-1679).

A novidade da rua é a Praça Caminho do Mar, onde antigamente existia uma pousada. Experimente por ali o gastropub A Taberna (73/8825-5000) e os sorvetes da Fior di Latte (73/99157-6939).

Onde continuar bebendo até tarde? No seu footing você perceberá que lugar está mais animado -- pode ser o Girassol, o  Morocha Club (73/3575-2611) visto americano, o Milloka (73/9984-6664), o Lounge Bar...

Como chegar: Arraial d'Ajuda

Há dois caminhos entre Porto Seguro e o Arraial d'Ajuda.

O mais curto é pela balsa que cruza o Rio Buranhém; você embarca no cantinho do centro de Porto Seguro e desembarca na Ponta do Apaga-Fogo, a 6 km do centro do Arraial. A balsa funciona 24 horas; passageiros a pé pagam R$ 3,80 (só no sentido Porto-Arraial), e carros, R$ 14,10 de segunda a sábado e R$ 17,30 domingos e feriados (nos dois sentidos). O táxi do aeroporto de Porto Seguro à balsa custa R$ 20; da balsa ao centro do Arraial, R$ 25. Ônibus e vans fazem o trajeto entre a balsa e o centrinho por R$ 2,50.

O caminho mais longo -- mas que chega a ser mais rápido no verão, quando a fila para a balsa fica quilométrica -- é pelo asfalto. Você sai de Porto Seguro em direção a Eunápolis e 30 km mais tarde pega a BA 001, em direção a Trancoso; depois de 21 km aparece a saída para Arraial, e aí são mais 12 km até o centro (total: 63 km). O trânsfer de táxi desde o aeroporto custa R$ 130.

De Arraial a Trancoso

Também há dois caminhos. Pela estrada antiga, são 26 km (15 deles, de terra); você chega a Trancoso pelo Quadrado. Pelo asfalto, são 48 km; você chega a Trancoso pelo arrabalde. O ônibus custa R$ 8.

    Trancoso

Quadrado, Trancoso

Quadrado, Trancoso

  • É a sua praia: se você acha que o rústico pode ser chic
  • Não é a sua praia: se você não quer ter trabalho para ir à praia

Vai por mim: Trancoso

Você vai curtir Trancoso? Tudo depende da sua primeira reação àquelas duas fileiras de casinhas em volta de um descampado, no alto da falésia, mediadas por uma igrejinha de costas para o mar -- o célebre Quadrado. O teorema de Trancoso pode ser postulado da seguinte maneira: amor ao Quadrado ou indiferença ao Quadrado. No meu caso, foi amor à primeira vista, renovado a cada visita. Acho o Quadrado de Trancoso a praça mais bonita do Brasil -- mas não falta quem ache aquilo a coisa mais sem-graça. (Os habituês dirão: ainda bem!)

A praia mais próxima ao Quadrado é a Praia dos Coqueiros. Saindo pela servidão à direita da igreja, em três minutos você chega ao trechinho final ladeira que despenca até a praia.

O primeiro bolsão de estacionamento leva ao trecho das areias onde não há cadeiras de plástico. Pegue o pontilhão que atravessa o mangue. À sua direita você vai ver a simpática barraca Casa Timbó; mais adiante, chega à muvuca mauricinha do Café de la Musique, que só abre na temporada. À esquerda do pontilhão, junto à margem do rio Trancoso, fica o Uxuá Praia Bar, que tem algumas espreguiçadeiras (mas não todas) reservadas aos hóspedes do hotel Uxuá.

O segundo bolsão de estacionamento leva a um trecho mais popular da praia. Por ali vale a pena o peixe com farofa de banana da tradicionalíssima Barraca do Jonas.

No outro lado (margem norte) do riozinho fica a Praia dos Nativos. Na maré baixa dá para atravessar a pé pelo rio, mas o acesso mais seguro é de carro, saindo do Quadrado pela estrada de terra para o Arraial d'Ajuda. Na esquina com o rio fica um clube muito bem montado, o FlyClub (no lugar originalmente ocupado pelo Tostex), que também funciona em algumas noites como balada. A seu lado ficam barracas convencionais, que são point de excursionistas de Porto Seguro. Vinte minutos adiante pela areia (ou 5 minutos de carro, pela estrada para Arraial), você chega ao bar de praia da pousada Estrela d'Água, o preferido dos poderosos paulistas. Um pouco adiante, o bar/restaurante de praia da Pousada Tangará também está aberto ao público.

A praia seguinte na direção norte é a do Rio da Barra, onde começam as falésias que vão até a praia da Pitinga, no Arraial. A praia do Taípe, onde está o Club Med, fica no meio das duas. No encontro com o rio funciona o restaurante Rio da Barra, que na temporada cobra uma consumação mínima. Na maré baixa, dá para atravessar o riozinho a pé; na maré alta, só vindo pela estrada (fica a 10 km do Quadrado, pela estrada do Arraial).

Ao sul da praia dos Coqueiros (a do Jonas, Café de la Musique etc.), em meia hora de caminhada pela areia, ou menos de dez minutos por uma estradinha de terra, chega-se à Praia do Rio Verde, que também tem um núcleo de bares de praia. Os mais bacanas são os de duas pousadas, o Etnia Clube de Mar (na temporada, é preciso fazer reserva no restaurante para ter acesso) e a Bahia Bonita.

Etnia Clube de Mar, Trancoso

Etnia Clube de Mar

À direita (sul) da praia do Rio Verde, a praia fica selvagem: há um condomínio ao longo da costa, mas as casas ficam escondidas pela mata. (É nesse trecho que, em encarnações passadas, se fazia nudismo em Trancoso; hoje a prática é reprimida pelos seguranças do condomínio). O mar fica mais calminho depois da curva, na Ponta da Itapororoca, onde pedras aparecem na maré baixa.

E se você teme o nariz empinado de Trancoso, saiba que o índice de dasluzice no pedaço só fica mesmo alarmante do Réveillon até a metade de janeiro. Do meio de janeiro até o Carnaval ainda haverá colunistas sociais de São Paulo de plantão, mas a cidade estará divertida. Passando o Carnaval, Trancoso aposenta o esnobismo até o Réveillon seguinte. As pousadas só lotam em casamentos muito concorridos. Você pode ir fazer retiro espiritual, se quiser. Recomendo.

Onde ficar: Trancoso

No Quadrado ou na praia?, eis a questão. Se você estiver em carro, fique no Quadrado (e arredores). Deslocar-se entre o alto da falésia e a areia, seja a pé, seja de táxi (R$ 20 cada trecho) ou mototáxi (R$ 5 cada trecho), é mais fácil de dia do que à noite. Caso você faça questão de se hospedar pé na areia, é mais confortável estar de carro alugado (mas sempre dá para chamar táxi ou mototáxi por telefone).

No Quadrado

Numa vielinha que dá no Quadrado, a pousada Capim Santo guarda o DNA da Trancoso pré-badalação. Mas não parou no tempo: foi acrescentando conforto, mas sem perder o ambiente caseiro. A gostosa piscina super quebra o galho dos dias em que você não queira descer a praia; as suítes master são o melhor negócio da cidade. O café da manhã está entre os meus top 5 do Brasil.

O Quadrado tem outras duas pousadas, digamos, históricas. O Hotel da Praça também pertence ao patrimônio afetivo da vila; compensa os quartos compactos com áreas sociais charmosas e um lindíssimo jardim tropical. Já a Porto Bananas, pertinho da igreja, tem apartamentos agradáveis e também chalés completos, com cozinha.

A invasão estrangeira da última década trouxe duas pousadas muito elegantes ao Quadrado. A El Gordo tem alguns de seus apartamentos praticamente incustrados na lateral da falésia, com a mesma vista (belíssima) que se tem da piscina, para as praias ao norte. Mas o xodó da imprensa de luxo é o Uxuá Casa Hotel, adorável coleção de casas que aproveita duas casinhas do Quadrado e continua jardim adentro. Cada casa tem sua própria decoração, com peças únicas e objetos cuidadosamente garimpados; as cozinhas são equipadas.

Outras duas pousadas completam o elenco quadradiano. A nova Hospedaria do Quadrado é uma tentação: tem ambientes sociais arejados, apartamentos super bem-resolvidos e ótimo custo x benefício. E a Mar à Vista, vizinha de viela do Capim Santo, tem uma piscina com -- adivinha! -- vista para o mar.

Na vila

A menos de 10 minutos a pé do Quadrado, a elegante Etnia distribui bangalôs branquinhos por um bosque de árvores frondosas. Cada bangalô tem um tema, resolvido sem exageros. A piscina, ladeada pela varanda do restaurante, poderia muito bem estar num hotel escondidinho em Capri.

Entre as pousadas com boa relação custo x ambiente x localização, dê uma olhadinha na Hibisco (que ganhou um banho de loja), na Mundo Verde (ótima vista para o vale, da piscina) e na Encantada (que costuma ter bons preços).

No comecinho da estrada para o Arraial (depois da ladeira, passando o riozinho), a ecocharmosa Mata N'Ativa tem apartamentos superconfortáveis, rodeados pela mata. À noite você vai querer subir de mototáxi ao Quadrado.

Nas praias ao norte da vila

A primeira pousada de luxo a se instalar na areia -- mais precisamente na Praia dos Nativos -- foi a Estrela d’Água, que reinou por muitos anos como o endereço mais chique de Trancoso. Os apartamentos que valem a pena são as suítes master, todas com piscina privativa  -- e privacidade absoluta. Na temporada, seu bar de praia deve ser o mais disputado do Brasil.

Querendo conforto sem vida social intensa, fique mais adiante, na Villas de Trancoso, que tem uma gostosa piscina com borda de mármore. Vizinha de viela, a Pousada Tangará é uma adição luxuosa recente a esse trecho. O deck da praia é muito bem-montado.

Finalmente, na praia do Taípe – tecnicamente, em território do Arraial d’Ajuda – o Club Med Trancoso é o mais tranqüilo e elegante entre os seus pares brasileiros. A vista do alto da falésia – que vai da Pitinga, no Arraial, ao Rio da Barra, em Trancoso – é espetacular; ir à praia, porém, requer enfrentar 222 degraus (há uma van que faz o percurso em horários determinados). O Quadrado está a 7 km, pela estrada; as corridas de táxi são tabeladas pelo hotel e não saem barato.

Nas praias ao sul da vila

Na praia do Rio Verde, a Etnia Clube de Mar é a filial praiana da Etnia da vila; os bangalôs, que já existiam no local, foram totalmente repaginados pelos novos donos. O bar-restaurante de praia é o mais cool de Trancoso; quem não está hospedado em nenhuma das pousadas do grupo precisa reservar.

A vizinha Bahia Bonita reabriu em 2013 depois de um tempo fechada. Ainda não visitei, mas as fotos prometem.

Onde comer: Trancoso

Como eu já disse mais acima, a essência original de Trancoso pode ser encontrada em qualquer época do ano no restaurante da pousada Capim Santo (73/3668-1122) (com leve sotaque natureba-gourmet), que mudou muito pouco nos últimos vinte anos. Os pratos clássicos são o peixe assado com iogurte e o camarão com capim-santo. Deixe espaço para a sobremesa...

A vila tem outros clássicos, como a pizzaria cinco-estrelas Maritaca (73/3668-1702), um dos favoritos da foodie Alexandra Forbes (a uma quadra do Quadrado, em frente ao shoppingzito), e O Cacau (73/3668-1266), no Quadrado perto da igreja, de cozinha de inclinação baiana.

Na temporada, brilha a filial do Los Negros (73/3668-2158), do mitológico chef Francis Mallmann, na esquina da primeira praça antes do Quadrado (quase em frente ao Pára-Raio). Faz tempo que não vou em janeiro, então ainda não pude experimentar, mas acredito que ofereça os assados na panela de ferro, de exposição curta a altíssimas temperaturas, que são a marca registrada do chef argentino.

Fora do circuito badalado, o Quadrado tem opções simpáticas -- no almoço, as moquecas do Silvana & Cia (73/3668-1049). À noite, carnes argentinas no La Parilla (73/9118-0219) e o cardápio enxuto do Il Mercato (73/3668-2050).

Para comer com vista, marque um almoço tardio no restaurante da pousada El Gordo (73/3668-1193).

Para almoçar na praia, reserve na Etnia Clube de Mar (73/3668-1137), na Estrela d'Água (73/3668-1030) ou na Tangará (73/3668-1212).

Como chegar: Trancoso

Trancoso fica a 80 km de Porto Seguro pelo asfalto. Saindo do aeroporto, são 30 km até o trevo para a BA-001; siga reto por 40 km, quando haverá a rotatória para Trancoso. Serão menos de 10 km até o Quadrado, passando pelo arrabalde da cidade (o bairro conhecido como Invasão).

Dá também para ir pela balsa do Arraial d'Ajuda. Nesse caso, serão 30 km a partir da chegada da balsa. Os últimos 15 km, a partir do Taípe, serão de terra.

Para o Club Med ou o condomínio Terravista, o melhor caminho é pelo asfalto; há uma estrada exclusiva saindo 7 km depois do trevo da BA 001.

O trânsfer desde o aeroporto custa R$ 180. Por transporte público, vá de táxi à balsa (R$ 20), atravesse com a balsa (R$ 3,80), prossiga com o ônibus Balsa-Trancoso (R$ 8).

    Praia do Espelho

Praia do Espelho, canto direito

Praia do Espelho, canto direito

  • É a sua praia: se você quer dormir e acordar numa praia deserta
  • Não é a sua praia: se te incomoda que no meio do dia a sua praia deserta não fique tão deserta

Vai por mim: Praia do Espelho

“Espelho da Maravilha” – afinal, isso é um nome ou um slogan? Provavelmente, um slogan. O nome oficial é Curuípe; em priscas eras, o lugar era conhecido apenas como “o Arão”, o nome do patriarca da família de pescadores que preservou esse paraíso até ser posto no mapa. A praia é um deslumbre: um coqueiral faz o contraponto à aridez das falésias, que se estendem pelo lado direito até perto de Caraíva; o mar é calmo, claríssimo em tempo seco, e com piscininhas na maré baixa. Um riozinho de águas verdes desemboca próximo ao canto direito, com a única intenção de aparecer no seu álbum de fotos.

Bar do Baiano, Espelho

Bar do Baiano, Espelho

Mas não é só a paisagem que torna a praia especial: sob os coqueiros encontram-se alguns dos bares de praia mais estilosos da costa brasileira.

O criador do estilo – ou, ao menos, seu sintetizador – é o Baiano, genro do Arão, o primeiro a espalhar pelo gramado esteiras de taboa e almofadas de chita em torno de mesinhas baixas. Muitas vans deixam seus passageiros no Bali Hai, o bar de praia da Recanto do Espelho. Para quem quer uma boa sombra, o bar Caribe Baiano é a pedida: uma barraca branquinha, com sofás e mesas confortáveis, à beira do riachinho (entre as pousadas Recanto do Espelho e Bendito Seja).

Caribe Baiano, Espelho

Caribe Baiano, Espelho

No canto direito da praia, à beira de um outro rio, o bar da Fazenda Calá & Divino é uma charmosíssima alternativa à muvuca do canto de Curuípe.

No Espelho você vai tomar as caipiroskas mais caras da sua vida. O melhor jeito de amortizar o investimento (e o esforço de ir tão longe) é não se contentar com o bate-e-volta no mesmo dia. Só quem dorme e acorda nesse cenário experimenta toda a maravilha do Espelho.

Onde ficar: Praia do Espelho

As pousadas lotam no Réveillon e no Carnaval, mas sempre têm vagas no resto do ano.

O canto esquerdo da praia -- tradicionalmente conhecido como Curuípe -- concentra as pousadas pé na areia. Junto à falésia, a Enseada do Espelho tem serviço superprofissional, quartos confortáveis e um bonito gramado que se estende até a beira do mar, onde você pode pedir para servirem o café da manhã.

Sua vizinha, a Bendito Seja, repaginou a antiga Porto Espelho com uma decoração extravagante, que faria bonito numa Casa Cor. Os apartamentos são especialmente românticos.

A pousada a seguir é a Recanto do Espelho, que funciona como ala mais básica da Enseada do Espelho e costuma ter os preços mais camaradas entre as pousadas à beira-mar.  A seu lado está a Pousada do Baiano, que tem apartamentos junto ao bar – rústicos mas charmosinhos – e bangalôs construídos na encosta.

No canto direito da praia, na margem sul do riozinho (onde seria a praia do Espelho propriamente dita), a Fazenda Calá & Divino ocupa toda uma colina; alguns dos bangalôs estão no alto (branquinhos, com um jeitão de Grécia-na-Bahia, e vista esplêndida); outros ficam pé-na-areia, à beira-rio.

No alto da falésia, dentro do condomínio Outeiro das Brisas, a piscina da Pousada do Outeiro é um mirante privilegiado para o Espelho; os quartos são aconchegantes. Outra pousada com piscina é a Viela da Vista (antigo hotel L'Unico). Já a Brisas do Espelho é antiga Vindobona, reformada e redecorada; os apartamentos são espaçosos e o café da manhã, elogiado.

Onde comer: Praia do Espelho

Todas as pousadas citadas no tópico anterior têm restaurantes; se você não estiver hospedado, ligue para confirmar o funcionamento.

Fora das pousadas e dos bares da praia, a grande viagem é almoçar no Restaurante da Silvinha (ligue para reservar: 73/9985-4157). O cardápio varia de acordo com o que a Silvinha acha no mercado -- mas a torrada de pão árabe com zátar e os chutneys caseiros do couvert estão sempre presentes.

Como chegar: Praia do Espelho

O Espelho está a 25 km ao sul de Trancoso, 75 km do Arraial d’Ajuda e 105 km de Porto Seguro. Os últimos 20 km são de terra, com alguns trechos precários. A entrada para Espelho/Curuípe é sinalizada; você passa ao lado da guarita do condomínio Outeiro das Brisas e continua por mais 6 km até a praia. Há dois bolsões de estacionamento – ambos caros. Para ficar no canto esquerdo (Curuípe), onde estão o Bar do Baiano e seus vizinhos bacanas, siga sempre em frente. As placas que tentam levar você para a direita (Espelho) vão dar no bolsão de estacionamento próximo ao meio da praia.

O trânsfer do aeroporto ao Espelho sai entre R$ 270 e R$ 300. Vindo de Trancoso ou do Arraial d'Ajuda, o táxi cobrará entre R$ 150 e R$ 200 por perna.

    Caraíva

Caraíva

Beira-rio, Caraíva

  • É a sua praia: se você curte rusticidade -- e forró
  • Não é a sua praia: se ruas de areia não fazem o seu estilo

Vai por mim: Caraíva

Caso você tenha perdido os últimos capítulos: desde 2008 Caraíva está ligada à rede de luz elétrica. A coisa se deu nos termos que a comunidade exigiu: a fiação foi toda enterrada, e as ruas continuam sem iluminação de poste. Tudo para preservar o planetário natural que aparece nas noites sem nuvens. Os carros continuam proibidos. Não esqueça a lanterna – e aproveite para curtir a vila sem o tuc-tuc-tuc dos geradores.

Praia da Barra, Caraíva

Praia da Barra, Caraíva

Os dois melhores trechos para pegar praia são a Barra -- onde o rio se encontra com o mar e o banho é mais gostoso -- e o Bar da Praia,  na pousada Casa da Praia, que é o point mais descolado. Num dia que estiver especialmente bem-disposto, atravesse o rio de canoa, e em meia hora você estará na Praia do Satu, com direito a duas lagoas.

Bar da Praia, Caraíva

Bar da Praia, Caraíva

Em Caraíva, a beira-rio é mais importante do que a beira-mar. No meio da tarde, não existe lugar melhor para estar do que embaixo de uma das árvores frondosas do Boteco do Pará, a bordo de uma porção de pastéis sequinhos. À noite começa no Bar do Porto (se não tiver jantado, peça uma pizza) ou no Bar Lagoa (bons sanduíches) e continua num dos dois forrós que, para muita gente, são sinônimo de Caraíva: o do Ouriço e o do Pelé (mas que, fora da temporada, só funcionam mesmo aos sábados).

O passeio mais gostoso é o bóia cross: você desce o rio Caraíva de bóia, sem fazer força, na maré vazante. Bugueiros saem da ponta da vila e levam à aldeia pataxó de Barra Velha (onde o mais interessante é o artesanato à venda). Há várias maneiras de ir ao Corumbau: de bugue (na continuação do passeio a Barra Velha), de barco (com parada nos recifes Itacolomis) ou a pé (12 km/3 horas). Se for a pé, vá na maré baixa, para pegar a areia mais dura; volte de bugue. Há também passeios de barco à praia do Espelho. Se quiser ir a pé ao Espelho, são 9 km, percorríveis apenas na maré baixa; não dá para ir e voltar no mesmo dia.

Onde ficar: Caraíva

A melhor localização de Caraíva, perto da beira-rio e não muito longe da praia, é a da Pousada Lagoa, que tem bangalôs que parecem saídos de um catálogo da Richard's, espalhados por um terreno em torno de uma lagoinha. (Só os apartamentos superiores têm ar condicionado.)

À beira-mar, a localização mais privilegiada é a da Pousada da Barra, que tem frente para o rio e para o mar. Outras pousadas também deixam você pé na areia: a Casa da Praia (que tem o bar de praia mais bem freqüentado), a Flor do Mar (charmosíssima; os apartamentos do segundo andar tem varanda e vista linda para o mar), a San Antonio (que tem um deck bacaníssima sobre a areia), a Vila do Mar (a única com piscina), e a Thaynã (toda rústica, de madeira).

Perto dos forrós, as simpaticíssimas Casinhas da Bahia têm o charme da fachada de platibanda característica do interior nordestino.

Fora da praia, a Pousada da Terra é supercaprichada e tem bons preços; a San Antonio Cajueiro fica na quadra de trás da San Antonio e esbanja charme em bangalôs branquinhos, e a Tatuassu tem uma arquitetura original (e restaurante italiano na temporada).

Onde comer: Caraíva

O funcionamento dos restaurantes de Caraíva é bastante sazonal. Fora da temporada, o mais recomendável é se garantir num almoço tardio (no Bar da Praia (73/3274-6833), no Boteco do Pará (73/3274-6829), no panorâmico Varandão (73/9199-4563) -- ponto final de todos os passeios pelo rio -- ou em qualquer lugar que você encontre aberto), porque à noite as opções serão restritas.

À noite, os lugares mais prováveis de estarem em funcionamento são o Bar do Porto (73/9999-1211) (pizzas), a Culinária Central (73/3274-6827) (variado), o Bar Lagoa (73/99985-6862) (massas, saladas, sanduíches) e o João de Barro (regional).

Na temporada, abrem dois restaurantes com pique mais gastronômico, o Mangue Sereno e o italiano da Tatuassu (73/9985-5672).

Como chegar: Caraíva

Caraíva fica 120 km ao sul de Porto Seguro; os últimos 40 km são de terra. Quem vem de condução própria deixa o carro no estacionamento na margem norte do rio e atravessa de canoa para o centrinho da vila.

Há também um atalho desde a BR 101, com saída perto do Posto Santa Bárbara, em Itabela, passando pela localidade de Monte Pascoal; venha de dia, porque os 47 km de terra têm bifurcações mal sinalizadas.

O ônibus desde Porto Seguro custa R$ 16.

O trânsfer desde o aeroporto de Porto Seguro sai R$ 270.

É possível vir pela areia (12 km) desde o Corumbau; os pataxós de Barra Velha fazem esse transporte de bugue.

    Corumbau

Corumbau

Vila Naiá, Corumbau

  • É a sua praia: se você busca isolamento
  • Não é a sua praia: se você não quer trabalho para chegar

Vai por mim: Corumbau

O que é mais bonito no Corumbau? A praia extensa e vazia? O mar calminho? O bosque de amendoeiras bem na ponta da praia, em frente à vila? Os barquinhos dos pescadores que ficam encalhados na maré baixa? Ou a feliz constatação de que o seu celular realmente não pega direito?

A Ponta do Corumbau é um dos lugares mais remotos do litoral baiano onde você pode chegar e ficar. Aqui a rusticidade de um autêntico vilarejo de pescadores convive com o luxo de algumas das pousadas mais exclusivas do Brasil. Os trechos de praia em frente às pousadas são virtualmente privativos; os (poucos) visitantes que aparecem, vindos de barco de Cumuruxatiba e Caraíva (e, aos domingos, de ônibus, de Itamaraju), vão direto para a praia da vila, bem na ponta.

Por ali, nas luas cheia e nova, a maré baixa faz surgir um banco de areia que avança mar adentro, alongando o pontal e formando piscinas naturais de água transparente.  Come-se bem nas pousadas e nos restaurantes simples da vila. Quando cansar de não fazer nada, você pode fazer cavalgadas até a aldeia indígena e andar de caiaque mangue adentro.

Há vários pontos bons para mergulho; a melhor época é no verão. Na maré baixa, depois de atravessar o rio Caraíva de canoa, é possível ir caminhando até Caraíva (12 km). Mas o percurso não é muito interessante; é melhor fazer de bugue, que vai só até o meio do caminho pela areia e então continua pelo interior, passando pela aldeia indígena de Barra Velha.

Onde ficar: Corumbau

Fica no Corumbau a pousada chique mais sui-generis do Brasil: a Vila Naiá, precursora do luxo sustentável. Por fora, seus chalés não são muito diferentes das casas de pescador da região; por dentro, porém, têm todo o conforto e misturam móveis de design com peças vintage. A vegetação é autóctone, e protegida por passarelinhas de madeira que cruzam a pousada. A única interferência na topografia é a piscina. Nos fundos da pousada começa uma reserva natural particular de 40 hectares.

Prefere um luxo mais convencional? Na Fazenda São Francisco você encontra. Metade dos apartamentos foi reaproveitada da encarnação anterior; os que vale a pena cacifar são os quatro novos bangalôs de linhas minimalistas, que têm quintais privativos nos fundos.

Não quer esvaziar o cofre? Você tem duas boas oções. Reserve um dos bangalôs do simpático Village Jocotoka, o pioneiro da praia, que tem fundos para o rio e está mais perto da vila (e é family-friendly). Ou fique na própria vila, na Loin de Tout, charmosa pousadinha de uma belga envolvida em projetos comunitários na região.

Como chegar: Corumbau

Em linha reta, Corumbau está 50 km ao sul de Porto Seguro – que são percorridos em 25 minutos por aviõezinhos fretados pelos bacanas.

Pela estrada, são 220 km – saindo da BR 101 em Itamaraju (na direção de Prado) e virando à esquerda 8 km depois, em Guarani. Os últimos 60 km são em estrada de terra que fica complicada depois de chuvas.

Há um atalho que vale por um passeio: dá para vir de carro de Porto Seguro até Caraíva (140 km; os últimos 40 km, de terra), atravessar o rio de canoa e então pegar seguir de bugue pelos últimos 12 km até o rio Corumbau (onde há outra travessia de canoa); combine a aventura com a sua pousada.

    Cumuruxatiba

Rio do Peixe, Cumuruxatiba

Praia do Rio do Peixe, Cumuruxatiba

  • É a sua praia: se você procura o astral do sul da Bahia, mas sem a badalação nem os preços altos
  • Não é a sua praia: se você precisa de um aeroporto pertinho

Vai por mim: Cumuruxatiba

Cumuru é para quem sossego com alguma estrutura – mas sem a afetação das outras praias do sul da Bahia. A paisagem muda um pouco: saem os coqueiros, entram as amendoeiras. Boa parte da costa é pontilhada por essas árvores de copa frondosa, que dispensam a importação de sombra: pode deixar o guarda-sol em casa, que por não vai ser necessário.

O trecho mais bonito é o da praia do Rio do Peixe, a 3 km do centro. Por ali as falésias ainda estão nos fundos da praia – mas ajudam a enfeitar o canto esquerdo da sua visão. Um riozinho facilmente atravessável divide a praia entre Rio do Peixe Grande e Rio do Peixe Pequeno. Várias pousadas escolheram esse pedaço para se instalar, mas as areias continuam vazias.

Na maré baixa o mar seca bastante; aproveite para caminhar até a praia do Moreira, que na maré alta só tem acesso pela estrada. 12 km adiante (15 km do centrinho), a Barra do Caí é tida por alguns historiadores como o primeiro lugar onde Cabral teria pisado o solo brasileiro; o lugar é lindo, com falésia, riozinho e centro de visitantes.

Capítulo mesa: para frutos do mar à brasileira, vá ao Hermes, à beira-mar. Para pratos mais viajados, confira o Mama África, que voltou à praia depois de umas temporadas em Trancoso. No verão saem passeios de barco para os corais do Pataxó e a Ponta do Corumbau. No inverno, informe-se sobre os passeios para observação de baleias jubarte que saem de Prado; sai mais barato e é menos cansativo do que ir até Abrolhos. (Sobre Abrolhos, leia no tópico de Prado.)

Onde ficar: Cumuruxatiba

A bem-montada Pousada Rio do Peixe fica no canto mais sossegado da sua praia e está num terreno amplo. Ali perto, a Mandala tem uma sala de estar muito agradável e a melhor piscina da região. Os destaques da Pousada É são o jardim (onde há um playground) e o deck junto à praia. A Uai Brasil é compacta mas supercaprichadinha.

Na vila -- ideal para quem quer alguma vida noturna -- a pousada mais bonita  é a Villa Cumuru; o hotel mais estruturado, o Cumuruxatiba, que tem uma agência de ecoturismo para o Monte Pascoal e arredores usando jipões incrementados.

Como chegar: Cumuruxatiba

Cumuruxatiba fica 220 km ao sul de Porto Seguro. É preciso descer pela BR 101 até Itamaraju, e então pegar a estrada para Prado. 8 km antes de Prado há uma saída à esquerda para Cumuru; esses 30 km finais são de terra.

    Prado, Caravelas & Abrolhos

Prado

Prado, em direção a Cumuru

  • É a sua praia: se vai ver baleias, mergulhar em Abrolhos -- ou se é mineiro smile
  • Não é a sua praia: se faz questão de mar azul

Vai por mim: Prado, Caravelas & Abrolhos

Prado é a cidade com melhor infra-estrutura da Costa das Baleias. Seu público é composto principalmente por famílias, que ocupam um loteamento inteiro de casas de veraneio. O maior atrativo natural do lugar são belíssimas falésias que começam a 5 km ao norte do centro e se estendem por 30 km até a entrada de Cumuruxatiba -- margeadas por uma estradinha panorâmica de terra, que quando não chove proporciona um belo passeio entre as duas cidades. As praias são lindas, com muitos trechos desertos -- pena que a água esteja mais para o bege do que para o verde. O Beco das Garrafas, um calçadão na rua Rui Barbosa (centro antigo), concentra bares e restaurantes (como o bistrô Donna Flor -- meu preferido --, o Banana da Terra e o Jubiabá) e sedia os agitos da noite, razoavelmente fervida no verão.

Caravelas

Caravelas

A 50 km de Prado, por estrada asfaltada, a cidade histórica de Caravelas é tem um centrinho adorável, e serve como ponto de partida para incursões a Abrolhos. É um dos melhores pontos do litoral brasileiro para mergulho (época com maior visibilidade: de outubro a março). Chega-se lá de duas maneiras. O jeito mais 'turístico' é fazer um passeio de lancha rápida (saída às 8 da manhã, volta às 5 da tarde) a partir de Caravelas. O jeito mais 'esportivo' é se encaixar numa saída de barco ou catamarã, dormindo entre uma e três noites no barco. O passeio é mais indicado para quem realmente quer mergulhar ou observar baleias; para quem vai só olhar a paisagem (fora da temproada de baleias), a viagem é cansativa, e a vista, monótona. Para quem mergulha, no entanto, é o paraíso -- nesse departamento, Abrolhos é um destino 5 estrelas. Não vá com os dias muito contados, já que com mau tempo muitas saídas são canceladas (principalmente os passeios de lancha), e você talvez tenha que ficar em terra esperando o tempo melhora (veja operadores credenciados aqui).

Abrolhos

Abrolhos

Onde ficar: Prado & Caravelas

A pousada mais charmosa de Prado é a Ponta de Areia, junto à praia da cidade. No loteamento Novo Prado, a Guaratiba tem boa estrutura (uma ótima piscina).

Em Caravelas, aguarde o dia de sair seu passeio a Abrolhos no Marina Porto Abrolhos.

Como chegar: Prado, Caravelas & Abrolhos

Prado está a 200 km de Porto Seguro (saia da BR 101 em Itamaraju) e a 470 km de Vitória (saia da BR 101 em Teixeira de Freitas), sempre asfaltados.

Caravelas está a 50 km de Prado, 250 km de Porto Seguro e 420 km de Vitória.

Leia mais:

434 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Maria Inês
Maria InêsPermalink

Gostaria de ir de Porto Seguro para Prado pelas praias, dirigindo 5 horas por dia.E preciso ficar nos lugares mais baratos que tiver por lá.
Quais praias e pousadas ( ou qq lugar que de para dormir, sem ser albergue) você me aconselha? quantos dias de viagem?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Maria Inês! O post está em ordem geográfica. Você pode parar em todas as praias citadas. Se você dirigir 5 horas pela BR, sai de Porto Seguro e chega a Prado no mesmo dia.

Silvio Victor
Silvio VictorPermalink

Ricardo, parabéns pelas excelentes dicas ! Pergunto se é possível fazer uma base em Corumbau ( estou saindo de carro do RJ) e depois fazer bate-volta de barco a Cumuruxatiba e depois a Caraiva. Obrigado. Um abraço,

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Silvio! Quem responde é A Bóia.

Estando de carro, dá para ir e voltar de Corumbau a Cumuru na boa. São 60 km em estrada de terra.

De Corumbau a Caraíva é preciso contratar um bugue com os índios pataxós da reserva Barra Velha. Você atravessa o rio Corumbau de canoa e o bugue te pega do outro lado. Dá também para fazer a ida ou a volta a pé (são 12 km).

Silvio Victor
Silvio VictorPermalink

Jóia !! Valeu pela dica. Abs

Marcelo Lopes
Marcelo LopesPermalink

Nem sei se é permitido pelas regras do site, mas gostaria de deixar uma indicação a quem vai para Trancoso e praias próximas: taxista Sandro (telefones 73 9805-6656 Vivo / 8154-2425 Claro / 9122-5880 Tim), que faz ponto no Quadrado. Além de ser uma pessoa muito simpática e cuidadosa na direção (existem lugares com trechos de estrada ainda bem precários), conhece tudo da região e faz questão de sugerir e levar para lugares com o melhor do lugar, sem aquela coisa forçada da maioria dos motoristas de induzir a restaurantes / lugares onde os mesmos levam comissão ou tem alguma benesse. Não vai cobrar mais barato do que os outros - até por que existe tabela de preços - mas garanto que o custo x benefício dele é muito superior aos demais.
Uma outra dica é procurar nas praias mais afastadas os serviços de bar e restaurantes (mesmo) das pousadas, que muitas vezes nessa época de baixa estão até mesmo sem consumação mínima. Garanto que você vai gastar praticamente a mesma coisa de um lugar com mais "muvuca" mas com muito mais conforto e um bom atendimento, podendo ficar um dia inteiro numa praia afastada sem problema algum (um bom exemplo é o Txai, em Rio da Barra).
Grande abraço!

Chico Romanelli
Chico RomanelliPermalink

Estarei, em maio, com minha esposa em Trancoso (3 dias) e gostaríamos de "montar base" em mais um vilarejo por 4 dias. A dúvida é: Santo André ou Corumbau? Ficamos encantados com as 2 localidades, mas temos receio de que o acesso a Corumbau dificulte outros passeios pela região. Obrigado pelo post, ajudou muito na escolha da nossa próxima viagem!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Chico! Ambas as praias se prestam a passeios locais. Não servem de base para explorar a região.

Silvio victor
Silvio victorPermalink

Com 6 dias viajando de carro entre Cumuru e Ilhéus quais os lugares que vc considera parada obrigatória e onde montar base? Obrigado pelas dicas.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Silvio! Escolha uma praia entre Porto Seguro, Arraial da Ajuda e Trancoso para base para explorar outras. Santo André e Caraíva só servem como base para curtir a própria praia e os arredores imediatos.

Silvio Victor
Silvio VictorPermalink

Valeu !!!!!!

Ana Paula
Ana PaulaPermalink

Olá!
Já havia perguntado em outro post sobre uma praia com ondas perto de um resort(ondinhas de jacaré), para curtir com meu filho de 12 anos, mas descobrimos que afinal não temos perfil de resort! Nosso jeito é mais para "pousada bem confortável e passeios lindos e (mas não tanto smile ) roots", como o entre Belmonte e Canavieiras, que ficamos loucos para fazer! Já ficamos em Morro de São Paulo e, como meu filho têm enjôo de mar muito sacudido, demos toda a volta para chegar desde Salvador, e ele adorou, achou uma aventura! Decidimos que a próxima viagem seria para a região de Arraial (gostamos muito também de passear à noite nas vilas e comer em restaurantes legais). A dúvida ainda é sobre... ondas! Pensei em dividir a estada entre dois vilarejos, como o Riq sugeriu, mas vcs podem dar a dica das praias que têm mais ondas, para ficarmos próximos a elas? Obrigada ( de novo smile )!! Ana Paula

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ana Paula! Arraial vai ter ondinhas de jacaré, muito muito muito fracas, na maré alta. Trancoso tem um pouco mais de ondulação. Santo André não tem ondas.

Ana Paula
Ana PaulaPermalink

Obrigada, Bóia!

Renata
RenataPermalink

Nós não tivemos uma experiência tão boa com o Villa 2 Santos, em Arraial. Era minha 18ª vez na região e resolvi me guiar pelas boas avaliações do Guest House. A primeira impressão é ótima, decoração do quarto impecável, casa charmosa, bem cuidada, piscina deliciosa. O tratamento dado pelo Philip (o dono inglês) é inquestionável e condiz com a experiência em hotelaria de muitas estrelas em Paris. O café da manhã é bem gostoso, feito na hora. Se você é do tipo que curte experimentar, vai adorar. Já se você tem alguma restrição alimentar e preferir se servir em um buffet, não vai curtir tanto. As dicas que o Philip deu de restaurantes e barracas de praia foram testadas e aprovadas.
Apesar de tudo caminhar bem, no terceiro dia, quando meu marido resolveu tirar a areia do sapato, antes de entrar no quarto, foi surpreendido pelo Stephane (o dono francês) que apareceu gritando que não era pra fazer aquilo, foi bem rude no mau português e saiu. Depois disso perdi o encantamento pelo local, antecipamos o voo e fomos embora na manhã seguinte . Da próxima vez voltaremos a ficar numa das pousadas clássicas do Arraial. Já fizemos avaliação no tripadvisor, mas como a indicação do guest house também está no post acima, gostaria de deixar o registro.

Silvio victor
Silvio victorPermalink

Ola Bóia, entre Porto e Arraial vc sugere a algum para servir de base? Vi q arraial tem balsa e isso pode ser pouco prático..

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Silvio! Escolha a praia que tenha mais o seu perfil. Digamos assim: escolha entre a Passarela do Álcool e a Rua do Mugê.

Nathan
NathanPermalink

Bóia,

queria saber como é andar em Porto Seguro de noite sem carro? Muito perigoso? Dá pra ir para os bares, restaurante e Arraial com transporte público sem muita preocupação?

Outra dúvida: Teria alguma locadora de veículos para me indicar?

Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Nathan! Tanto Porto quanto Arraial são supermovimentados. Tome as precauções de praxe em vielas sem movimento, mas vai ser difícil achar uma grin

O transporte público superfunciona -- ônibus em Porto Seguro, ônibus e vans no Arraial.

Leia sobre locadoras regionais:
https://www.viajenaviagem.com/2011/01/locadoras-regionais-voce-tem-alguma-para-recomendar/

Sua pousada pode lhe indicar uma.

Luiza
LuizaPermalink

Ola, adorei as dicas, visitarei quase todas as cidades no proximo mes e gostaria de saber a partir de qual delas seria mais interessante planejar um passeio ao Monte Pascoal. Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Luiza! O Monte Pascoal fica longe de todas. Caraíva seria a mais próxima, mas serão 60 km de terra até a BR. Pode ser um passeio feito no caminho entre uma praia da região de Porto Seguro (Arraial, Trancoso ou Caraíva) e uma praia da região de Prado (Corumbau, Cumuru).

Luiza
LuizaPermalink

Ótima observação! Muito obrigada!

Camila
CamilaPermalink

Bóia,

eu e meu marido e mais um casal, estamos indo para Trancoso e ficaremos hospedados lá na Vila. Estamos na dúvida se vale a pena alugarmos carro em Porto Seguro, onde desembracamos, ou se ficamos a pé mesmo e pagamos táxi ou passeio para os lugares que formos, como por exemplo, Praia do espelho.... Você pode nos ajudar?
Na sua opinião é melhor estar de carro em Trancoso?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Camila! Se você vai passear, será mais barato alugar um carro por toda a estada do que fazer os trânsfers de ida e volta e mais um passeio. E você terá o carro o tempo todo, servindo inclusive para ir à praia, que fica longe da vila.

Aretha
ArethaPermalink

Tenho visto alguns alertas sobre os preços abusivos das refeições (R $ 100 média/casal) em Caraíva e Praia do espelho. Vocês saberiam me dizer se agora em maio, fora de temporada, são caros também?
Há alguma dica de como fugir disso ?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Aretha! Espelho cobra preços de São Paulo o ano inteiro. Em Caraíva você pode achar restaurantes mais simples. Mas olhe: R$ 100 por casal é barato no Sul da Bahia; em Trancoso você paga o dobro facilmente.

Vanessa
VanessaPermalink

Verdade!!!Estou em Trancoso e tenho pago cerca de 200 reais o casal!!

Bruno Araujo
Bruno AraujoPermalink

Bom dia,

Pretendo fazerbuma viagem seguindo o seu roteiro alugando um carro em porto seguro, ficando em media 3 dias em cada cidade e ir dormindo nos vilarejos proximos. Todas elas tem acesso de carro? Voce acha que seria possivel?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Bruno! O Ricardo Freire comenta como chegar em todos os vilarejos no post acima. Em Caraíva, por exemplo, você precisa deixar o carro num estacionamento e pegar uma canoa. Leia o texto com carinho wink

Clemilson
ClemilsonPermalink

Olá Riq, Boia e amigos, ficarei hospedado em Trancoso(5 dias) e Praia do Espelho (02 dias). Estou pensando seriamente em alugar um carro em Porto Seguro. Minha duvida é como chegar na Praia do Espelho partindo de Trancoso, é fácil e viável ir de carro?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Clemilson! Veja as dicas do Ricardo Freire no tópico "Como chegar: Praia do Espelho".

Lilita Gebara
Lilita GebaraPermalink

Oie,
Adoro seu site e sempre antes de viajar faço as pesquisas nele.
É sem duvida o melhor site de viagens!!!
Gostaria de saber se da para alugar uma moto em Porto Seguro e fazer essa viagem que vc sugere de moto.
Vou em junho e gostaria de saber como é o tempo la .
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Lilita! Não somos especialistas em viagens de moto, mas é uma viagem possível. Consulte a média de chuvas para o período no Praiômetro: https://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe/

Naomi
NaomiPermalink

"Alô, Porto Seguro: quando é que a cidade vai desbatizar a Passarela do Álcool e pôr um nome oficial civilizado?"

Atendendo aos seus pedidos, ela já foi rebatizada, agora é Passarela do Descobrimento. O novo nome já consta nos mapas e guias oficiais da cidade, mas não sei se vai pegar, o povo insiste em chamar pelo nome antigo...

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Naomi! Que ótima notícia! Dificilmente o nome vai pegar com o povão, mas é excelente que a prefeitura tenha rebatizado o lugar nos guias oficiais!!!!

Andre
AndrePermalink

Oi, estou indo para Porto Seguro em julho e queria ir mergulhar em Abrolhos, sabe se existe esse tipo de passeio saindo de Porto Seguro mesmo?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Andre! Os barcos para Abrolhos saem de Caravelas. Os melhores passeios incluem dois a três pernoites no barco. Ir e voltar no mesmo dia não vale a pena. Saindo de Porto Seguro é impossível: são 4 horas e meia de viagem até Caravelas.

Leia mais na seção Abrolhos deste post.

Leandro
LeandroPermalink

Olá gostaria de saber quais são os passeios legais que se tem para fazer em Porto Seguro.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Leandro! Leia o post acima com atenção. Ele dá dicas de passeios em Porto Seguro. wink

Livia
LiviaPermalink

Olá! Sempre utilizo o site para o planejamento de minhas viagens e no momento estou com um dúvida gigante. Estou a procura de um lugar de praia para passar o próximo carnaval, que seja tranquilo, mas que possa dar uma volta a noite em algum restaurante ou barzinho bacana. Pensei em Trancoso, mas fiquei em dúvida se no Carnaval teria muita muvuca. Vocês acham que Barra Grande seria mais adequado? Passei o carnaval desse ano em Jeri e estou a procura de um local parecido, com o mesmo astral. Será que vai ser fácil encontrar? Rs

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Livia! Se você encarou e gostou de Jericoacoara no carnaval, está preparada para qualquer vilarejo de praia do Nordeste. Na opinião do Ricardo Freire, Jericoacoara está cheia, bagunçada e barulhenta. Provavelmente você vai achar lugares como Boipeba e Caraíva mais tranqüilos do que Jeri. Barra Grande é mais muvucada no Réveillon do que no Carnaval.

Eduardo Xavier
Eduardo XavierPermalink

Oi Ricardo. Estou pensando em ir para Prado com a família nas férias de julho e gostaria de saber alguma informação de como está o La Isla Ecoresort. Foi reformado? Há edificações "condenadas"? O serviço all inclusive é bom (bebidas e comida)?
Qualquer informação é bem vinda, pois não quero reservar um hotel sem condições adequadas. Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Eduardo! Quem responde é A Bóia.

O Ricardo Freire nunca visitou esse hotel, Eduardo. Só existem duas resenhas novas no TripAdvisor depois da reabertura:
http://www.tripadvisor.com.br/Hotel_Review-g1989036-d2670444-Reviews-La_Isla_Ecoresort-Prado_State_of_Bahia.html

Eduardo Xavier
Eduardo XavierPermalink

Oi Ricardo. Vou pra Prado com a família em julho e gostaria de saber como é o La Isla Ecoresort. O hotel foi reformado? Há alguma edificação "condenada"? o sistema all inclusive do resort é bom (bebidas e comida)?
Qualquer informação é bem vinda. obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Eduardo! Quem responde é A Bóia.

Em janeiro deste ano, quando o Ricardo Freire esteve no Sul da Bahia, o hotel ainda não tinha sido reaberto. Agora parece que já reabriu. No TripAdvisor há apenas duas resenhas novas, de duas semanas atrás:

http://www.tripadvisor.com.br/Hotel_Review-g1989036-d2670444-Reviews-La_Isla_Ecoresort-Prado_State_of_Bahia.html

Naide Gazeto
Naide GazetoPermalink

Bom dia,
Sempre que vou viajar utilizo este site, que tem sido ótimo.
Gostaríamos de ir no reveillon deste ano para Caraiva, as pousadas recomendadas estão um tanto quanto caras, sabemos pois neste e´poca do ano os preços elevam bastantes, já conhecemos Caraiva e sabemos da sua tranquilidade.
Agora surgiu uma outra opção Prado, não conhecemos, vocês tem alguma opção de pousadas, vimos uma chama-se Praia Paixão e fica a 10 quilometros de Prado.
Gostaria de uma orientação.
grata
Naide Gazeto

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Naide! Infelizmente não temos nenhum comentário de leitores sobre essa pousada. Mas você pode ler a resenha de es-hóspedes da Praia Paixão no Booking.

Marina Leite
Marina LeitePermalink

Oi, gente!
Queria saber se alguém já foi no Village Mata Encantada.
Obrigada,
Marina

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Marina! Ainda não recebemos depoimentos de leitores, mas você pode ver as avaliações de ex-hóspedes no Booking.

Ana
AnaPermalink

Bom dia,
Gostaria de ir para Arraial e ficar perto da vila em hotel ou pousada de excelente estrutura e minha agencia aqui no interior ,infelizmente só encaminha para destinos muito comerciais, gostaria de algo muito confortável, chique e descolado.Muito obrigada ,Ana.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ana! O post acima tem várias dicas de pousadas. É só escolher. smile

patricia Coelho
patricia CoelhoPermalink

Alguém conhece a Pousada Coisa e Tao em Arraial? Tô indo pra Porto Seguro e até agora não consigo escolher um hotel ou pousada...Já li, reli todos os comentários de vários,mas...oh dúvida cruel!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Patricia! Não temos resenhas de leitores, mas você pode ver depoimentos de ex-hóspedes sobre a pousada Coisa e Tao no Booking.

patricia Coelho
patricia CoelhoPermalink

Bóia, pelo que entendi então, tanto faz eu ficar em Porto Seguro ou Arraial que esse bate volta dá certo? O problema aqui em casa é que, apesar de ter dois filhos adolescentes (17 e 13 anos)eles não gostam muito de agito não.Quem curte uma lambaeróbica é só eu,rsrsrs.

silvia
silviaPermalink

Boa tarde!

Gostaria de saber se é possível fazer Trancoso e Praia do Espelho no mesmo dia, quanto tempo levaria pra chegar de Trancoso a Praia do Espelho ou vice-versa, quanto eu teria de custo, vou ficar hospedada em um hotel na praia de Taperapua.

Att.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Silvia! A Praia do Espelho é um passeio de um dia inteiro. Se quiser, pode passar no Quadrado de Trancoso ao entardecer. Ir às duas praias é impossível e, de todo modo, seria inútil. Praia é pra curtir, não é pra olhar.

Renata
RenataPermalink

por favor, gostaria de indicação de empresas que prestam serviços de transfer aéreo de Trancoso até Corumbau. Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Renata! Não temos indicações. Peça para a sua pousada! wink

Viviane
VivianePermalink

Olá,
estou pensando em uma viagem de 10 dias pela Bahia e quero saber se em 4 dias é possível conhecer a maioria dessas praias e se existem hostels.
Trata-se de uma viagem no estilo mochilão, ou seja, dependência do transporte público e pouco gasto.
Obrigada e parabéns, o site é incrível!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Viviane! Há hostels no Arraial d'Ajuda. Use o Arraial como base. Não há o que "conhecer" em praia. Praia é para curtir. Escolha uma por dia.

Emerson
EmersonPermalink

Olá, agradeço e indico sempre este site pela prestação de serviço que apresenta.
Vou ficar 10 dias nessa rota, descendo no aeroporto de Porto seguro em 21/09. Perguntas:
1) Como é o tempo nesse período nessa reigão?
2) Pensei em conhecer toda essa rota, não gosto de praia excessivamente deserta e sem estrutura, quais os melhores lugares para montar acampamento? Prado, Trancoso e Arrial? ou Santo André, Espelho e Arraial?
obrigado!!!

Emerson Barbosa do Nascimento

Olá,
Alguém conhece a pousa Ouro sobre Azul em Trancoso? As avaliações tanto no tripadvisor como no booking são ótimas. Se conhecerem, me diga o que acham e também sobre a localização. Obrigado!!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Emerson! Ainda não recebemos relatos de leitores sobre a pousada!

LARISSA
LARISSAPermalink

Quanto custa o passeio de Bóia Cross em Caraiva?
Estou indo em Outubro e gostaria de opções de passeios e média dos custos?

Valeu!!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Larissa! O post acima tem algumas dicas de passeios, mas não sabemos os preços. Entre em contato com o seu hotel ou pousada e peça essas informações para eles. Com certeza eles poderão ajudar.

Táia
TáiaPermalink

Olá! Conheci este site no ano passado e tem sido muito útil na minha primeira viagem sozinha. Sobre a Costa do Descobrimento, senti falta de informações sobre ônibus, como tarifas, empresas, horários, etc. Vamos lembrar que o mundo está mudando e que cada vez mais pessoas optam por não ter e não alugar carros. Imagino que o público-alvo aqui sejam as classes A e B, mas acho que mesmo assim não custaria, ao lado das informações sobre transferes e táxis, incluir sobre ônibus. (Vocês falam da balsa, mas só porque é necessária pra quem usa carro também). Ir de Porto a Trancoso, por exemplo, de ônibus custa apenas R$ 6, 50 (40 minutos) e de Trancoso para Caraíva, R$ 13 (2h). Também não achei a subida da Mucugê nada demais a pé, e olha que sou bem sedentária. Menos carro, mais disposição, galera.
Beijos!

Táia
TáiaPermalink

Só uma correção no que postei: o trajeto que custa 6, 50 é Arraial-Trancoso, não Porto-Trancoso. Abraço.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Taia! Nas seções "Como chegar" falamos dos ônibus de Arraial a Trancoso e da Balsa a Caraíva!!!! Com preços!!!! Não seja injusta...

Táia
TáiaPermalink

Olá. Desculpe, não tinha visto. Que bom que falaram! Fiquei mais fã. Elitismo não é comigo! wink

Fernanda Torres
Fernanda TorresPermalink

Olá! Primeiro queria dizer que esse site é excelente e sempre venho aqui perquisar antes de qualquer viagem! Agora minha dúvida é a seguinte, pretendo ficar 2 noites em Caraíva e 3 noites em Trancoso e aproveitar para passar o dia na praia do espelho no dia que eu for de Caraíva para Trancoso. Pelo mapa a praia do espelho está entre as duas cidades mas eu queria saber se é a mesma estrada e seria caminho fazer assim ou se a estrada é diferente e seria melhor eu deixar para ir em outro dia para praia do espelho? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fernanda! A entrada para o Espelho é na altura do condomínio Outeiro das Brisas, que fica no meio do caminho na estrada de Trancoso a Caraíva. Da estrada até a praia, porém, são 6 km. Você precisará estar de carro.

Fernanda Torres
Fernanda TorresPermalink

Obrigada! Estarei de carro sim!

Antonio Cesar de Souza
Antonio Cesar de SouzaPermalink

Gostaria de fazer Prado-Porto Seguro de Troller
e possivel fazer por estradas de terra ou beirando a praia ou e obrigatorio a passagem pelo asfalto
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Antonio! A Bahia é um estado civilizado, onde o tráfego de veículos na praia, algo nocivo aos banhistas e ao meio ambiente, é proibido.

O único trecho em que é autorizada a locomoção de carro pela praia é em 3 quilômetros entre Caraíva e Corumbau, uma rota operada exclusivamente pelos pataxós da aldeia Barra Grande.

marco pinheiro
marco pinheiroPermalink

amigo
sou gaúcho frio e chuva nãooooooo
sou solar e mar, bhaia meu amor.
estive com minha esposa porto seguro e arredores td lindo.
gostaria de dicas daquelas prainhas maravilhosas escondidas do top turístico
abração marco

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Marco! Cumuruxatiba e Corumbau são praias ótimas para quem procura sossego. Veja outras dicas aqui: https://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-itaparica-morro-sao-paulo-boipeba-barra-grande-marau-itacare-ilheus-una-comandatuba-canavieiras

Adileus rodrigues
Adileus rodriguesPermalink

gostaria de uma pousada para 5 pessoas para dia 05/01/15 ate 12/01/015 em coroa vermelha, pode me ajudar, nao conheço as praias de porto seguro

Camila
CamilaPermalink

Em algum desses lugares há praia com ondas para surf? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Camila! Eventualmente pode haver ondas, mas não é uma região que atraia surfistas, não. Para surfar, vá a Itacaré:

https://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-itaparica-morro-sao-paulo-boipeba-barra-grande-marau-itacare-ilheus-una-comandatuba-canavieiras

Cris
CrisPermalink

Ola! Por gentileza, alguma dica de hospedagem realmente "econômica" para Reveillon 14/15 em Trancoso (tipo um cifrão $ só)? Camping, quarto em casa de local, albergue etc. Tudo que ando consultando parece preço de excursão para Europa!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Cris! Ano Novo é super alta temporada. Você não vai encontrar nada super baratinho em Trancoso. Você pode pesquisar albergues e pousadas em sites como o Booking.

Vladimir
VladimirPermalink

Perfeito o post!!!

Já vou para lá, como se fosse um Nativo!!! hahaha...

O VNV é demaaaaaaaais...

Seria bom, Comandante e Bóias, que aconselhassem o pessoal a ler alguns comentários antes de enviar as perguntas. Porque, muitas vezes eu tenho dúvidas e várias delas estão respondidas nos comentários. O que atrapalha é que muitas pessoas perguntam as mesmas coisas, o que torna a pesquisa mais difícil. Além disso, percebo que uma imensa parte, envia a pergunta e nunca mais volta para ver se foi respondida... Tá certo, Bóias, vcs são contratadas para responder, mas que a caixa poderia ficar mais enxuta, poderia...

Estou indo em Abril/2015 para 16 dias de Sombra e Água Fresca, montando bases em Arraial (3 dias), Caraíva (6 dias) e Arraial, de novo (6 dias).

Obrigado de coração por tornarem nossas Vidas mais fáceis!!!!

Um Abraço,
Vladimir.

Alexsandra
AlexsandraPermalink

Adorei este blog, estou pensando em passar as férias em Prado no período de janeiro, e pretendo me hospedar na pousada Ponta de Areia. Minha dúvida é a seguinte: existe vida noturna em Prado? Da pousada Ponta de Areia da para ir ao centro caminhando?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Alexsandra! Prado é bem animada no verão, a cidade fica lotada. O Beco das Garrafas tem restaurantes e bares animados; há shows e festas. Basta ficar ligada que você descobre. A pousada tem localização excelente, perto da praia mas no próprio centro da cidade.

Deusdélia
DeusdéliaPermalink

Olá Ricardo. Irei a Porto Seguro pela 1ª vez agora em dezembro e ficarei hospedada com minha família no brisa mar (pacote adquirido na cvc 07 dias). Irei com meu esposo e filhas(03 e 16 anos). Quais praias eu deveria ir e barracas as quais seriam interessante conhecer? A minha filha mais nova é muito difícil de controlar então gostaria de um pouco mais de sossego na estada em Porto Seguro. O que você indica?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Deusdélia! Siga as dicas do Ricardo Freire no post acima wink

Denise
DenisePermalink

Olá pessoal!
Por favor, alguém tem comentários/dicas do Hotel Fazenda Calá & Divino? Estou pensando em me hospedar por 4 dias em março/2015 e gostaria de mais informações. É um hotel bem recomendado? Fiquei um pouco preocupada com os comentários dos preços das comidas... Não me incomodo em pagar caro, contanto que a comida e o serviço realmente valham a pena. smile
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Denise! Veja resenhas de ex-hóspedes da Fazenda Calá & Divino no Booking.

Eliana
ElianaPermalink

Ah, desculpe o engano. É São Miguel dos Milagres mesmo!

Leonardo
LeonardoPermalink

Olá! Ficarei em Porto Seguro de 18 (noite) a 23/10 (tarde) e gostaria de saber se nestes 4 dias e 1/2 compensa dividir a hospedagem em 2 lugares tipo: Porto Seguro/Trancoso ou Porto Seguro/Arraial? Outra pergunta é quanto a locomoção segundo li o acesso às paias são um pouco difíceis. Seria melhor alugar um carro ou o preço da balsa (R$ 13,90) é proibitivo?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Leonardo! Com apenas 4 dias por lá, fique apenas em Porto Seguro e visite Arraial d'Ajuda. Ou, se ainda não pagou a hospedagem, considere se hospedar em Arraial d'Ajuda em tempo integral.

Giovana
GiovanaPermalink

Olá! Estou indo com o meu marido passar a semana do reveillon/2014 em Santa Cruz Cabrália... Alguém tem dicas???? Creio que iremos de carro saindo de Brasília, pois as passagens de avião estão caríssimas! Você acha que é uma boa? Ficaremos hospedados em um hotel na praia de Mundai. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Giovana! Dormindo no meio do caminho, é uma boa idéia. Dirija apenas de dia. No total são quase 20 horas de viagem.

Luis
LuisPermalink

Para ir à Santo André, tem um ponto à 100 metros saindo do aeroporto, passa o mesmo ônibus que vem da rodoviaria.

Eliana
ElianaPermalink

Oi Ricardo,
Sempre que vou viajar, seja no Brasil ou exterior, pego dicas no seu site. Adoro! Verão passado eu e meu marido fomos a Porto dos Milagres e nos hospedamos na Pousada do Caju. Amamos!!!!! Queria repetir a dose num lugar bem legal esse ano, com pouco movimento, boa praia e muito charme. Você acha que eu gostaria de Caraíva? Ou você tem uma dica melhor.
Te aguardo! Abraços e parabéns pelo blog!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Eliana! A Pousada do Caju fica em São Miguel dos Milagres.

Um lugar com características parecidas à Rota é Santo André da Bahia, dê uma lidinha no início do texto.

Eliana
ElianaPermalink

Ah, desculpe o engano. É São Miguel dos Milagres mesmo!

Kenia Curi
Kenia CuriPermalink

Gostaria de receber comentários sobre a praia de Araçaipe, mais especificamente na primeira e segunda quinzena de janeiro, pois li comentários em outros sites que essa praia tem muitas algas e conchas, o que dificulta o banho.

Alguém teria uma outra opinião a respeito e que gostaria de compartilhar?

Muito obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Kenia! A ocorrência de algas no litoral é imprevisível. Tem a ver com regime de chuvas. Falei com o Ricardo Freire, ele freqüenta há anos a região e nunca viu algas demais por lá não. Dê uma olhadinha na época dos comentários, se coincidem e tal.

Adriana Meireles
Adriana MeirelesPermalink

Boa tarde. Estou indo e janeiro passar 9 dias nessa regiao. Os utimos 3 dias ja decidimos ficar no Arraial D'ajudaEco Resort. Estamos em duvida entre ficar em Caraiva ou Espelho nos primeiros 5 dias. Qual das duas vc aconselharia para um casal com duas criancas de 6 e 9 anos

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Adriana! Em Caraíva é preciso andar bastante na areia fofa (e quente) para ir à praia ou à beira-rio. No Espelho você e seus filhos pequenos estarão na beira da praia.

Joselene Vilela Costa de Brito

olá! gostaria que me informasse se estas informações prestadas no post ainda condizem com a realidade de 2014. obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Joselene! Sim, Joselene.