Passo a passo: como ir de Paris aos jardins de Monet em Giverny

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Jardim das Águas de Monet

Jardim das Águas, de Monet

Muitas casas onde moraram artistas e personalidades foram transformadas em museus mundo afora. Poucas, no entanto, explicarão tanto sobre a obra do morador quanto a casa de Claude Monet em Giverny, a pouco mais de uma hora de viagem de Paris.

O grande mestre do Impressionismo morou e pintou nesta casa entre 1883 até sua morte, em 1936. No início a propriedade era alugada, mas em 1890 foi comprada pelo pintor. Ao longo desse tempo, Monet cultivou os jardins que apareceriam de maneira recorrente em sua obra. Ou seja: além de inventar um estilo, o sujeito ainda produziu o cenário que queria pintar.

A casa e os jardins estão abertos diariamente entre o início de abril e o fim de outubro; do início de novembro ao fim de março, estão fechados. A visita é mais bonita em maio, no auge da primavera, mas o passeio vale a pena durante toda a temporada de funcionamento. A Lina do Conexão Paris esteve no outono e achou lindo.

Vamos ao passo a passo para fazer este passeio por conta própria.

1. O trem

Intercités

O trem Intercités da linha entre Paris e Vernon

A primeira etapa da viagem é de trem e leva entre 45 e 50 minutos. Os trens saem da Gare St.-Lazare, no 9º arrondissement, servida por quatro linhas do metrô (3, 12, 13 e 14) e uma de RER (linha E).

Gare St.-Lazare

Gare St.-Lazare

É preciso comprar passagem até Vernon. O trem que serve a rota é um Intercités, que tem configuração de trem regional de alta velocidade, com vagões de dois andares. A passagem custa € 14,70 em cada sentido. Não há lugar marcado nem desconto para compras antecipadas (os preços do print são de uma viagem de 2013).

Bilheteria Grandes Lignes

Bilheteria Grandes Lignes na Gare St.-Lazare

Ainda assim, vale a pena comprar no site da SNCF, http://www.voyages-sncf.com, para não precisar comprar na hora, na estação; as máquinas são complicadas (no dia em que eu fui, estavam travando direto) e a fila na bilheteria "grandes lignes" são tão grandes quanto as linhas (perdi meia hora nela).

Borne libre service

Comprando online

As passagens desta rota, nesta tarifa, são válidas por dois meses a partir da data de compra. Ao comprar pela internet, selecione a opção de entrega "borne libre service". Ao chegar, basta passar na máquina de auto-serviço o cartão de crédito usado na operação, e a sua passagem será impressa.

Composter 1Composter 2Composter 3

Se não for e-ticket, valide a passagem antes subir no trem!

Antes de subir no trem, não esqueça de validar ("composter") o seu bilhete, inserindo a passagem na maquininha postada na entrada da plataforma, com o código de barras voltado para você. Sem o carimbo da máquina a sua passagem não estará válida, e você pagará multa se for pego pelo fiscal (sem choro nem vela). Mas atenção: o e-ticket não precisa ser validado.

Horários de ida

Horários de ida

Os trens partem de duas em duas horas. Os horários que permitem que você aproveite melhor a visita são os das 8h20, 10h20 e 12h20. O das 8h20 faz você pegar os jardins com menos gente para atrapalhar suas fotos.

Painel

Painel de partidas

Para achar sua plataforma, procure pelo destino Rouen, que é o ponto final da linha.

2. O ônibus

Saída da plataformaAluguel de bicicleta

Siga as placas para o ônibus -- ou alugue uma bicleta

Ao descer da plataforma em Vernon você já verá placas indicando o caminho para os ônibus a Giverny. Haverá vários estacionados a meia quadra da estação; basta seguir o fluxo. Os horários são coordenados com os trens que chegam de Paris. Se houver mais passageiros do que assentos, pode-se viajar em pé.

NavetteNavette

Ônibus estarão à sua espera

A passagem é comprada a bordo com o motorista; a ida e volta custa € 10. Giverny fica a apenas 7 km de Vernon. O ônibus faz o trajeto em menos de dez minutos. Quem preferir pode alugar uma bicicleta no bar em frente à estação. Cada magrela custa € 15; é preciso deixar um documento de identidade (pode ser seu RG mesmo).

3. A visita

A fila

Se não quiser pegar fila, compre online

A casa de Monet está a pouco mais de cinco minutos de caminhada do fim da linha do ônibus. Nos fins de semana e meses de verão, espere encontrar uma fila moderada. Se quiser furar fila, você pode comprar o ingresso com antecedência na bilheteria online da Fundação Monet. O ingresso custa € 9,50 para adultos e € 6,50 para crianças a partir de 7 anos.

Eu fui no trem das 10h20, mas hoje acho que vale a pena madrugar para pegar o trem das 8h20 e entrar na casa logo que abre, às 9h30. Por quê? Porque entrando primeiro você pode atravessar o primeiro jardim  e pegar a passagem subterrânea para o Jardim das Águas, antes que suas alamedas encham de gente e você não consiga fotografar a ponte japonesa de Monet sem a presença de colegas turistas.

Jardim das Águas

Jardim das Águas

(Caso os jardins já estejam lotados, minha sugestão é dar contornos impressionistas à suas imagens, usando o filtro de desfocagem do instagram...)

Depois de contemplar a paisagem aberta -- os chorões, as canoas, as pontes e as ninféias (flores de lótus) do lago -- é hora de atravessar de volta a passagem subterrânea e passear pelo jardim das flores, o Clos Normand. Aqui o conjunto é bonito, mas os detalhes são estonteantes. Sua câmera vai virar um beija-flor, pousando sobre cada nova florzinha da alameda.

Clos NormandClos Normand

Clos Normand

Clos NormandClos Normand

Clos Normand

Clos NormandClos Normand

Clos Normand

Eu deixaria a casa para o fim do passeio. Ao entrar, você vai saber que o dono da casa não é só aquele pintor famoso que você conhece de livros e museus -- mas o jardineiro espetacular cuja obra você acabou de ver ao vivo.

A casa

A casa

A casa é uma graça e, assim como os jardins, tem o seu momento grandioso e seus tesouros sutis. O grande "uau" se dá quando você entra no ateliê do pintor, de pé direito alto e janelas generosas, que deixam a luz banhar o ambiente; espalhadas displicentemente pelas paredes estão reproduções de obras-primas de Monet, algumas delas retratando os jardins que você acabou de visitar. Já o equivalente às florzinhas delicadas do jardim são as gravuras japonesas da coleção de Monet, que ocupam as paredes dos corredores e dos cômodos do andar superior. É como se fosse um jardim de gravuras...

(Pena que o interior da casa não possa ser fotografado. Mas você pode ver fotos no site oficial, aqui.)

Na saída, a lojinha é uma mina de ouro de presentinhos e souvenirs de bom-gosto mrgreen

4. Fome?

Almoço normandoAlmoçoAlmoço

Bon appétit!

Nos arredores do museu, no centrinho de Giverny e no caminho de volta para o ônibus você encontrará restaurantezinhos floridos servindo especialidades normandas. (A propósito, tinha esquecido de comentar: Giverny fica em território da Alta Normandia, na fronteira com a Île-de-France, que é o departamento de Paris. Tem também onde pedir sanduíches e tomar café.

5. A volta

Horários da volta

Horários do ônibus

No ponto final do ônibus Vernon-Givenchy você vai encontrar a tabela de horários de volta. Todos os ônibus são coordenados com as saídas do trem para Paris.

Horários do trem

Sempre há três ou quatro trens à tarde. (Os jardins fecham às 18h.) Os trens vêm de Rouen. Não esqueça de validar a sua passagem na maquininha.

6. O complemento

Museu Marmottan

O museu Marmottan

Para ficar pós-graduado em Monet, tire uma manhã ou uma tarde em Paris para complementar a sua experiência visitando o museu Marmottan. Funciona num elegantérrimo palacete do 16º arrondissement (metrô La Muette, linha 9) e abriga a maior coleção privada de Claude Monet -- incluindo inúmeros originais cujas réplicas você terá visto no ateliê de Giverny. Abre de 3ª a domingo, das 10h às 18h (5ª até as 21h). Custa € 11. O Paris Museum Pass não é válido. Sobre o Marmottan, leia o post da Majô no Filigrana.

Quando fui, em 2008, estava um dia lindo, e saímos caminhando de lá até o Trocadéro, na margem do Sena oposta à Torre Eiffel...

7. O resumo:

O bilhete

A passagem de trem

  • A casa e os jardins de Monet em Giverny abrem diariamente das 9h30 às 18h entre o início de abril e o fim de outubro. Fecham do início de novembro ao fim de março. O site oficial é este.
  • O ingresso custa € 9,50 e pode ser comprado online. No campo "mobile", para incluir o telefone do seu celular, ponha +55 e depois o código DDD sem o zero.
  • Compre passagem de trem da gare St. Lazare até Vernon. Custa € 14,70 em cada trecho e vale por dois meses a partir da data de compra. É preciso validar a passagem nas maquininhas antes de subir no trem. Não há lugar marcado. Em Vernon há ônibus coordenados com os horários dos trens. A passagem do ônibus é vendida a bordo, pelo motorista (€ 5).

Leia mais:

288 comentários

Luana
LuanaPermalinkResponder

Ok, mas é o site da SNCF que pede para vc escolher uma data e um horario!
posso usar fora dessa data? vale por um mes mesmo assim?
Muito obrigada pela sua resposta.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luana! Será que você não está comprando uma tarifa reduzida não-reembolsável? Veja as condições da tarifa; se valer por 30 dias, aparecerá essa informação.

Beatriz Costa
Beatriz CostaPermalinkResponder

Olá Pessoal, ao comprar o bilhete de trem pelo site indicado da Voyage, é necessário mudar a "bandeira" no canto superior direito do site para Other Countries (EUR). Fiz a compra no site original em francês e tive problemas. O valor foi debitado no meu cartão de crédito mas a compra não foi efetuada. Liguei na Voyage e tive que mandar e-mail solicitando o reembolso da compra e nessa ligação foi que a atendente me explicou que no Brasil devemos mudar a versão do site. Agora terei que esperar o reembolso entrar para fazer nova compra. Fica a dica.

Fabio
FabioPermalinkResponder

Beatriz,

até tentei seguir sua dica, mas quando mudamos para "outros países" a Gare de St. Lazare não aparece mais como opção de origem...
http://special-offers.en.voyages-sncf.com/en/offer-intercites-france

Se deixo como França, estou indo até o final, mas não consegui concluir o pagamento supostamente por um congestionamento do site...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabio! Tente novamente na França. Os trens regionais não variam de preço; a compra antecipada serve só para não perder tempo na estação.

Cátia
CátiaPermalinkResponder

Bom dia,é possível combinar Giverny e Auvers-sur-Oise em um único passeio, saindo de Paris? Algumas agências fazem este passeio, mas eu gostaria de ir por conta própria.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cátia! Não é não. De trem você precisaria voltar a Paris. De ônibus você faria várias baldeações e levaria 3 horas entre os dois. Se quer visitar os dois lugares no mesmo dia, cacife o tour organizado.

Ana Claudia
Ana ClaudiaPermalinkResponder

Obrigada pelo passo a passo para chegar a Giverny. Foi super válido para que eu pudesse conhecer os jardins de Monet. Passeio dos meus sonhos!

Rosana
RosanaPermalinkResponder

Olá,
Na compra dos bilhetes para os jardins, há opção de bilhete (mais caro), válido também para o Museu dos Impressionistas. Vale a pena conhecer?
Abraço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosana! Se você tem tempo, curte museu e os impressionistas, vale.

DENISE
DENISEPermalinkResponder

lindo

Nathalia
NathaliaPermalinkResponder

Olá,
adorei o passo a passo, ja que vou ficar 1 mês em Paris, para mim será muito legal conhecer os seus arredores.
Eu entrei no site para comprar o bilhete até Vernon, mas fiquei com muita dúvida do que colocar em: Season ticket, Loyalty program e Ticket collection country.
Além disso, para comprar precisa marcar uma data, ela pode ser remarcada caso não de para ir no dia?
Muito obrigada,
espero sua resposta

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nathalia! Veja as limitações da tarifa que você está comprando, sem ver a tela não dá para saber. Escolha e-ticket ou retirada na máquina na estação. Na dúvida, compre a passagem no dia da viagem antes de sair de casa.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Olá, boa noite
Fui efetuar a compra seguindo as orientações do site, e me surgiu uma dúvida: ao escolher o trem na data e hora desejada, apareceu a mensagem "In trains without reservation, the placement can not be guaranteed." Ao escolher lugares, aparece também a mensagem "no places available". O que isso significa exatamente?

1) Há vagas, mas não lugares marcados, e esses devem ser achados no dia;
2) Há vagas no trem, mas em pé (se é que é possível;
3) Não há vagas;

Me parece que a terceira opção é meio absurda, afinal eles estão vendendo, e aceitando o pagamento, não o fariam se não houvesse vaga.

Minha preocupação é porque estou viajando com uma criança de quase 3 anos, e se houver dificuldade na busca por lugares, fica complicado.

Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Guilherme! Trata-se de um trem regional, que serve ao transporte suburbano e leva passageiros em pé. Viajar em pé é uma uma possibilidade, mas remota; há várias paradas pelo caminho em que descem e sobem passageiros, liberando lugares. Esteja na plataforma 10 minutos antes da saída e você encontrará um assento com certeza.

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Primeiramente, parabéns pelo blog e pela preocupação em tornar nossas viagens mais fáceis e agradáveis! Vocês podem me tirar uma dúvida quanto ao trem para Vernon? No dia 21/07 pretendo ir de Paris a Giverny, mas estou vendo os bilhetes de trem pelo site http://en.voyages-sncf.com/en/ e em nenhum dos horários dos "intercités" eu consigo reservar assento. Ao lado de cada passageiro aparece a mensagem "without seat". Isso significa que não há lugar reservado ou não há lugar garantido? Há a possibilidade de não embarcarmos? Ou é melhor chegarmos cedo para tentar lugar? Obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! O trem é regional, provavelmente não aceite reservas. Trens regionais carregam passageiros em pé. Muita gente desce e sobe nas estações, livrando assentos. Chegue 10 min antes da partida na plataforma e você com certeza consegue assento. Veja a resposta imediatamente anterior.

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Muito obrigada! Só vi a resposta anterior depois de ter postado a minha. Tenho mais algumas dúvidas, se for possível respondê-las... Qual é a diferença entre o trem TER e o Intercités? O do primeiro horário para Giverny (às 6h11) é pelo TER, e o segundo, às 8h20, é com o Intercités. Estamos com medo de pegar os jardins de Monet já cheios de turistas se sairmos de Paris às 8h20. Ou será que ainda está tranquilo se chegarmos lá às 9h30? Obrigada novamente!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Pegue o que tiver o horário mais conveniente. É uma viagem curta de trem, o que importa é você chegar à estação desejada. Trem não morde, é um meio de transporte normal, milhões de pessoas tomam todos os dias. Ficar escolhendo trem para uma viagem tão curta é que nem escolher modelo de ônibus para viajar uma hora.

Sofia
SofiaPermalinkResponder

Olá!
Muito obrigada pelo post. Usei como cola seguindo todos os passos e foi tudo lindo!!! Gostaria só de informar que fui no primeiro horário do trem e mesmo assim várias pessoas vão em direção parque. Parecem ondas. De repente quando você acha que os caminhos estão ficando com menos gente, vem uma nova leva...
Incrível a sua paciência em tirar fotos de tudo e escrever detalhadamente sobre como chegar. Foi muito útil! Eu fui reconhecendo todos os passos conforme ia indo. Parecia até que eu estava repetindo um local já visitado. Parabéns e obrigada. O lugar vale a pena conhecer. É incrível tamanha beleza. Indico!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sofia! Que bom que deu tudo certo! smile

andresa
andresaPermalinkResponder

Boa tarde! Vale a pena visitar o jardim monet no final de outubro?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andresa! Já estará no superfinzinho da temporada.

Aline
AlinePermalinkResponder

Vou chegar em Paris no dia 30/10 e praticamente só tenho os dias 31 e 1° para visitar a casa de Monet,jardins e museu. Queria muito!!Estou pensando em ir logo no dia 31,você acha que é possível?E se for,estou com uma dúvida,quando compro os bilhetes casa e museu tenho que reservar o dia,não vi essa opção.
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Aline! Sim, é possível ir no dia 31/10. O site informa que o ingresso é válido entre os dias 31/03/14 e 01/11/14. Não precisa marcar o dia. smile

Aline
AlinePermalinkResponder

Obrigada,adorei seu blog está sendo super útil!!!Sorte ainda conseguir visitar a casa de Monet!Obrigada mais uma vez

Eliane vieira Lóss

Oi
Eu quero saber sobre os dias de visita aos Jardins de Monet. No domingo é possível? Funciona normalmente?Grata pela atenção

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eliane! Sim, é possível, durante a temporada em que os jardins estão abertos.

Roberta Nunes
Roberta NunesPermalinkResponder

Ola, gostaria de saber quanto tempo é indicado para visitar a casa e os jardins de Monet, pois estou na dúvida quanto ao horário que compro a passagem de trem da volta. Pretendo ir no trem de 8:20.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Ola, Roberta! Depende do seu interesse por jardins. Pense em umas duas horas dentro da casa; programe um intervalo de 4 ou 5 horas entre os trens.

maria Irene
maria IrenePermalinkResponder

Bom dia! Eu vou a Paris em 10 outubro e meu sonho é conhecer os jardins. So posso ir no domingo ou na segunda.É aberto ba segunda? Estarei com minha mae de 85 anos, é facil comprar td na hora? Nao qro comprar antes por nao saber ao certo o dia e se vai dar tempo, pois vou ficar só 3 dias em Paris. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Irene! Até o fim de outubro, a casa e os jardins estão abertos diariamente -- informamos logo no início texto! wink

3 dias para Paris, mesmo sem esse passeio incluso, é bem pouco para conhecer a cidade.

Leonardo
LeonardoPermalinkResponder

Olá, quanto tempo é suficiente para conhecer bem os jardins?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leonardo! Respondemos à mesma pergunta dois comentários acima wink

samira
samiraPermalinkResponder

Olá. Adorei a dica dos jardins de Monet, mas soube que é possível fazer a visita ao palácio de versalhes no mesmo dia. Pode me dar a dica de como combinar as duas coisas? obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Samira! Só é possível fazer os dois lugares no mesmo dia em excursão. Mesmo assim, será bastante puxado (Versalhes não é bolinho). O melhor é ir num dia a Giverny e no outro a Versalhes.

Simone
SimonePermalinkResponder

Fui a Giverny em junho/2014, as dicas foram muito úteis o único problema foi que não consegui imprimir minha passagem no auto serviço e perdi o trem. Ao ir no balcão de informações me disserem para ir até a Boutique da SNFC onde imprimiram a minha passagem em menos de 1 minuto. Acredito que se for direto na Boutique seja melhor que tentar imprimir no auto-serviço. A dica de ir cedo é muito valiosa pois como perdi o trem cheguei tarde e a fila estava imensa.

Carla Alessandra

Gostei muito do passo a passo , vou utilizá-lo qdo for agora em setembro a Paris. Vc pode me dizer se é aconselhável fazer esse passeio e o castelo de Versailles no mesmo dia? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carla Alessandra! É melhor fazer cada passeio em um dia.

Yessmin Elias Helayel

Parabéns!!!!!
(Como sempre)
Yessmin

Marina
MarinaPermalinkResponder

Gostei muito do site. Informações completas, sem vôo rasante. Parabéns!!!

Luis Mauricio
Luis MauricioPermalinkResponder

Suas dicas foram sensacionais, precisas e perfeitas! Muito obrigado!

eliane macerou

Olá gostaria de saber se a passagem de trem compramos ida e volta, ou só ida ou só volta.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eliane! Se você deseja ir e voltar, compre ida e volta. wink

Bruna
BrunaPermalinkResponder

Primeiro de tudo, muito obrigada pelas dicas, viajamos com esse texto em mãos e nosso passeio a Giverny foi perfeito! Aproveito só para deixar nossos comentários adicionais, caso alguém precise...

1. Seguimos a recomendação, madrugamos e viajamos no primeiro trem do dia, o das 08h20. Foi tranquilo chegar na estação, o problema foi para comprar os bilhetes. Não sabíamos que haviam diferenças entre as máquinas (as de bilhete simples são as verdes e azuis, em maior número pela estação. As de intercite são amarelas, e ficam bem no canto, na altura do Gate 22 - de onde partiu o nosso trem). Até descobrirmos isso passamos minutos de muita tensão, com medo de não dar tempo de pegar o primeiro trem...

2. O trem da ida que pegamos não era igual a esse da foto, já o da volta (14h49), sim. O nosso era bem maior, não tinha dois andares, e preferimos pegar a 1a classe. Vale a pena o investimento.

3. Seguimos o fluxo e achamos tranquilamente o ônibus para Giverny, assim como o caminho para a bilheteria. Mas para a nossa surpresa (ou uma frustração, talvez), chegar na abertura do parque não nos rendeu um tour com poucas pessoas, muito pelo contrário. Muitas excursões chegaram no mesmo horário, e se aglomeravam em fila ao redor do lago! Não conseguimos tirar muitas fotos, mesmo correndo pra ponte assim que entramos. Fora que pelo horário o céu ainda tinha muita neblina. Resolvemos nos alojar no galpão onde fica a loja, e por volta das 10h30 voltamos pro parque, dessa vez já com o Sol e céu aberto, e sem tantas excursões. Aí sim renderam lindas fotos! Pensamos na possibilidade de voltarmos na parte da tarde na próxima vez. Alguém que já fez nesse horário, pode contar a sua experiência? O entardecer no lago deve ser belíssimo, e achamos que o parque ficaria mais vazio.

4. Deixamos a casa por ultimo, a escolha ideal! A vista do jardim das janelas do quarto com o Sol é demais!

5. Almoçamos no Restaurante que fica ao lado esquerdo, assim que você sai pela porta da entrada da bilheteria. A comida era excelente, assim como o atendimento. Eles possuem pratos inspirados no Monet, é interessante para continuar nessa atmosfera do passeio!

6. Como ainda tínhamos tempo até o ônibus chegar, resolvemos andar pela cidade, que é uma graça! Façam isso, rendem fotos maravilhosas!

Enfim, é isso! Espero agora conseguir trazer meus pais para conhecerem, tenho certeza que eles irão amar! Estamos bem cansados do passeio, mas vale cada minuto ter a vista maravilhosa que esse lugar tem. Fomos ao paraíso com tantas flores! Cada foto renderia um lindo quadro (como bem aproveitou Monet).

rebecca
rebeccaPermalinkResponder

amei o post. sempre pego dicas neste site. gostaria de saber se é possivel ir e voltar de vernon com o paris visite 1 a 5 zones. estou pensando em comprar um de 1 dia somente para ir a vernon, pois sai quase 10 euros a menos para duas pessoas, mas fiquei com esta duvida.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rebecca! O passe não é aceito para ir a Vernon, não.

Anacabreira
AnacabreiraPermalinkResponder

Saudações efusivas a você pela disposição generosa em postar essas dicas especiais! Fotos e texto somam-se à boa-vontade em responder as questões, aclarando dúvidas de todos os leitores. Grande abraço. Ana

Rogeria Maldonado

Olá vou a Paris no final de janeiro tinha o sonho de conhecer os jardins de Monet mas estarão fechados acha que vale a pena ir só para espiar de fora ou não dá para ver nada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rogéria! Não dá para ver nada.

Perpe
PerpePermalinkResponder

Caríssimo,gostei muito de suas informações.Precisaria de algo mais,espero que me ajude.Em abril estou indo comemorar minhas bodas de ouro com marido e filhos.Gostaríamos de almoçar (almoço a moda francesa) após o passeio num restaurante nas redondezas do jardim.Você indicaria algum ? Lhe agradeço .Perpe Brasil.

fabiana gigli
fabiana gigliPermalinkResponder

Olá, gostaria de uma sugestão. Estamos indo em grupo e iremos alugar um carro para ir a Giverny. Existe alguma cidade próxima para incrementar o passeio, já que, acredito, um dia inteiro em Giverny seja muito. Já temos programado um dia inteiro em Versailles e acho mesmo muito corrido misturar os dois.
Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabiana! É tão fácil ir de trem... entrar e sair de Paris de carro não é divertido, acredite.

Camila
CamilaPermalinkResponder

Estive em Paris em março de 2014 e tinha o sonho de conhecer a casa do Monet, porém infelizmente estava fechada. Em
Abril deste ano irei a Portugal e Espanha e estou pensando em dar uma esticada a Paris para realizar esse sonho. Acha q se eu pegar um
Vôo de Porto a Paris pela manhã consigo fazer o passeio?

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Olá! Estou planejando uma visita a Giverny em abril/2015, mas tb tinha interesse em pelo menos dar um "rolé" pelo centro histórico de Rouen. Alguém saberia dizer se é possível casar os passeios? Por exemplo, sair no primeiro trem de Paris, visitar GIverny e passar o meio pra fim de tarde circulando por Rouen (para ainda assim regressar e dormir em Paris)? Obrigada desde já smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! De Vernon a Rouen são 40 minutos de trem. De Rouen a Paris, 1h20. Veja horários em http://www.voyages-sncf.com .

Maria Fernanda Siqueira

Estou com viagem marcada para julho e gostaria de saber se é possível sair de Paris e ir até Giverny no feriado de 14 de julho. Vocês saberiam me dizer o que abre e o que permanece fechado nesse feriado?
Desde já obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Fernanda! É possível sim. No dia 14 de julho pela manhã, o Arco do Triunfo fica fechado por causa da parada militar no Champs Elysées. O feriado este ano cai em uma terça-feira. Verifique os museus que normalmente fecham neste dia da semana.

Ademir Freitas

Prezado,
primeiramente agradecer seu trabalho e o carinho que nos oferta.
Minha dúvida é:
compras de passagens de trens, com destino aos Jardins se Monet, pela internet ou site das empresas, podem ser feitas aqui do Brasil ? Viajo dia 05/05/2015.
Conto com sua ajuda.
Abraço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ademir! Como explicamos no texto acima, você pode comprar os tickets do trem no site da SNCF e tem validade de 2 meses: http://www.voyages-sncf.com

Felipe
FelipePermalinkResponder

Oi Bóia! Tudo bem? Entro no http://www.voyages-sncf.com e seleciono para comprar a passagem, me diz que não está disponível. Também não consigo comprar o ingresso para a Fundação (também não está disponível).

Estou fazendo alguma coisa errada ou o site está com problema?

Muito obrigado! Seu blog está me guiando para minha viagem! smile
Abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! O trem desta linha é regional, talvez não venda passagens com tanta antecedência. O mesmo deve ocorrer com a Fundação; tente mais perto da abertura dos jardins.

Felipe
FelipePermalinkResponder

Perfeito, Bóia! Muitíssimo obrigado pelo retorno!
Vou aguardar um pouco para tentar fazer a compra.
Você sabe me dizer se daria no mesmo comprar pelo RailEurope?Lá tem disponibilidade (14,70 euros ,- tarifa flexível, segunda classe).
Abraços.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! Veja se não tem sobretaxas ao final.

Felipe
FelipePermalinkResponder

Ótima dica, Bóia! Acabei de fazer uma simulação de compra: 40 euros de Taxa de Serviço.
Vou ficar atento a isso, e aguardar para fazer nova tentativa daqui a alguns dias direto pela Voyages-SNCF.
Mais uma vez, obrigado!
Parabéns pelo trabalho!

simone
simonePermalinkResponder

Muito obrigada pelas dicas, super valiosa! Mas gostaria de saber se sou obrigada a pagar guias turísticos ou simplesmente compro somente o ticket de entrada? Muito obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Simone! O post é um passo a passo com todos, todos, todos os passos. Tem algum passo que diz: neste momento você é obrigada a contratar um guia? Não tem. Então não precisa grin

silvia
silviaPermalinkResponder

Viajo a Paris em maio com meu pai, e ele usa um scooter, que são aquelas motinhos elétricas para idosos ou outras pessoas com dificuldade de locomoção. Gostaria de saber se os jardins são acessíveis a deficientes, ou seja, será que a scooter dele rodaria nos jardins? E será que dá para colocar o scooter no bagageiro do ônibus? Quem já foi pode me dar uma ideia sobre isso?
Obrigada pela postagem, gosto muito de planejar bem minhas viagens, e esta foi excelente!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Silvia! O melhor a fazer é entrar no site dos jardins e mandar um email. Todas as informações virão atualizadas e com garantia de origem. Pode escrever em inglês. Eles já devem ter até o material pronto para enviar.

ErikaK
ErikaKPermalinkResponder

Olá Bóia!
Queria dar uma dica. Começou hoje (1/03) a venda de tickets para os jardins de Monet na temporada de 2015. Tinha tentado comprar antes já que vou a Paris no início de abril e ainda não estava disponível. Pois hoje consegui comprar!
É isso!

Vanessa Mariano

Olá Bóia.
Estou tentando comprar os tickets para os Jardins do Monet mas no cadastro pede o número de celular e todas as tentativas que faço diz que o formato está errado. Já tentei dezenas de vezes, sempre modificando o formato e não dá certo. Alguma sugestão?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vanessa! Ponha +55, continue com o DDD sem 0 e o número. No código postal, use o tracinho.

Carmem
CarmemPermalinkResponder

Dicas perfeitas, como sempre! Já estou com meu ingresso na mão. Mais perto da data da viagem, vou comprar também o tickets do trem. Vou em julho/2015. Obrigadinha!

Afonso
AfonsoPermalinkResponder

Dicas maravilhosas.
Uma duas dúvidas: - Será que eu posso comprar um bilhete Paris-Rouen-Paris no site da SNCF, saltar em Vernon, fazer a visita nos jardins de Monet, e depois seguir para Rouen (com o mesmo bilhete)?
Tenho muita vontade de conhecer a Cathedrale Notre-Dame de Rouen e está seria uma oportunidade perfeita.
- Se comprar o bilhete no site da SNCF para um determinado dia, ele deverá ser usado obrigatoriamente para o dia comprado, ou poderei usá-lo qualquer dia da semana?
Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Afonso! O trem Intercités, que faz esta linha, não requer reserva de assento, então o bilhete é válido durante todo o dia no percurso e no sentido comprados.

Geny Vallim
Geny VallimPermalinkResponder

Aprendi muito lendo suas respostas aos internautas,vou à Paris em julho e quero ir nos Jardins de Monet é um sonho acalentado. vou seguir passo a passo a passo suas explicações Muito obrigada.bijous.

Tania
TaniaPermalinkResponder

Olá, obrigada por tantas informações úteis. Estou planejando ir à Monet no trem de 08:18hs para entrar quando a casa abrir. Qual o tempo mínimo necessário para a visita à casa e aos jardins? O trem de volta à Paris sai às 12:48hs. O tempo será suficiente? O próximo trem sai às 14:48hs.
.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tânia! Dentro da atração você só passará mais de duas horas se for super entusiasta de botânica ou jardinagem.

Elizabeth
ElizabethPermalinkResponder

Demais..

desta vez vai dar certo.

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Esse é um dos meus lugares preferidos no mundo, não há como não se emocionar ao ver aquela imensidão de jardins e saber sobre toda a trajetória do pintor. Me apaixonei tanto que voltei mais 2 vezes, tenho aqui um relato que talvez possa ajudar alguém.

http://www.queroirla.com.br/jardins-de-monet-um-sonho-realizado/

E parabéns pelo post, como sempre super informativo e de grande ajuda!!! =)

Rodrigo Cotts
Rodrigo CottsPermalinkResponder

O seu site ajudou muito no planejamento, mas tenho uma dúvida. Se comprar o passe de metro para usar até a zona 6, serve para ir a giverny?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo! Se servisse, a gente teria mencionado...

Jorge Croffi
Jorge CroffiPermalinkResponder

Suas dicas são muito boas.....Mas estou com um problemão para me cadastrar no site de compra do ticket para a casa de Monet. É o campo de telefone celular.Já tentei de tudo, número com DDI,DDD, sem DDD/DDI, etc.....Vive dando o erro que o campo não está preenchido devidamente....Já tentei deixar em branco, mas o preenchimento é "obrigatório".....O que eu faço ?????Obrigado por uma possível ajuda !!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jorge! Preencha com +55 então o DDD sem zero então o número do celular.

simone
simonePermalinkResponder

Também tive esse problema, porque primeiro voce tem que faze o cadastro na parte inferior e só depois é possivel realizar a compra. Comprei os ingressos e imprimi.

Tania Maria Granzotto

Parabéns pelo site, com vcs planejo ótimas viagens sem medo!

Evandro Vieira

Estive há uma semana em Giverny. Local a ser guardado na retina para sempre. Para quem puder ir cedo no primeiro trem do dia, sugiro esticar a viagem a Rouen, cidade one Joana D'Arc foi queimada. ( pode- se comprar o bilhete na Gare Lazare com o acréscimo do trecho Vernon a Rouen e a volta direto de Rouen a St. Lazare. A cidade é linda com construções que remetem à invasão Normandia. Pode-se caminhar a pé e ver a torre logo na saída da estação. Andando um pouco mais, o Parlamento e adiante a Catedral de Notre Dame de Rouen, pintada por Claude Monet e ainda mais a frente a igreja da própria santa. Na volta, bem próximo à estação do trem, há uma boulangerie com doces deliciosos ( Yvone ). Um dia memorável um pouco fora dos padrões glamourosos de Paris

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar