Ibismômetro de outubro: NY caríssima, Londres em baixa

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Ibismômetro - outubro 2013

Chegou a hora de mais um Ibismômetro, o nosso termômetro de preços de hospedagem ao redor do mundo! Com ele, comparamos mês a mês valores de diárias em hotéis Ibis de 39 cidades. Esse é um projeto inspirado no Big Mac Index da revista The Economist, criado pelo Viaje na Viagem para avaliar a dinâmica de preços em cada destino (quando acontecem as altas? E as baixas?) e mapear as cidades onde se paga mais barato ou mais caro por hospedagem econômica. Nas cidades onde não existem hotéis Ibis usamos um similar na pesquisa, o Holiday Inn Express.

Este mês estamos completando 12 meses consecutivos de apuração com a mesma metodologia; semana que vem vamos divulgar os primeiros gráficos de comportamento de preços ao longo do ano.


Apuramos, no dia 5 de agosto, as diárias mais baratas (com restrições) disponíveis para 5 de outubro de 2013.

Dos 39 destinos pesquisados, apenas 7 apresentaram queda em relação ao mês anterior. 10 ficaram estáveis, com diferença menor do que US$ 5 no valor da diária. O preço da hospedagem subiu em 22 cidades.

O destino queridinho dos brasileiros que mais subiu foi Nova York: o Holiday Inn que acompanhamos pulou de US$ 258 para US$ 383. Berlim (de US$ 82 para US$ 144) e Amsterdã (de US$ 145 para US$ 280) também tiveram altas mega-significativas.  Ficou um pouco mais mais caro, com relação a setembro, ir para Miami (de US$ 86 para US$ 100), Orlando (de US$ 90 para US$ 108), Buenos Aires (de US$ 52 para US$ 89) e Montevidéu (de US$ 45 para US$ 60).

As diárias em outubro baixaram em Londres (de US$ 186 em setembro para US$ 138), Praga (de US$ 112 para US$ 105) e Paris (de US$ 157 para US$ 148). No Brasil, há bons preços para Salvador (de US$ 60 para US$ 52) e Porto Alegre (de US$ 101 para US$ 63).

Veja o gráfico completo:

Ibismômetro - outubro 2013

Os hotéis pesquisados:

Ibis Bangkok Riverside, Ibis Cancún Centro (fora da zona hoteleira), Ibis Xangai Yu Garden, Ibis Marrakech Centre Gare, Ibis Bali Kuta, Ibis Fortaleza, Ibis Salvador Rio Vermelho, Ibis Tunis, Ibis Curitiba Batel, Ibis Saigon South, Ibis Montevideo, Ibis Mall of The Emirates, Ibis Santiago Providencia, Ibis Larco Miraflores, Holiday Inn Express Miami Airport Miami Springs, Ibis Lisboa Liberdade, Ibis Porto Alegre Moinhos de Vento, Holiday Inn Express Orlando International Drive, Ibis Buenos Aires Obelisco, Ibis Amman, Ibis Istanbul, Ibis Berlin Mitte, Ibis Barcelona Plaça Glòries, Ibis New Delhi Gurgaon, Ibis Prague Old Town, Ibis Moscow Paveletskaya, Ibis Tokyo Shinjuku, Ibis Rio de Janeiro Copacabana, Ibis Milano Centro, Ibis São Paulo Paulista, Ibis Sydney King Street Wharf, Ibis Paris Bastille Opéra, Ibis Amsterdam Centre, Holiday Inn Express Toronto, Ibis London Euston St. Pancras, Ibis Singapore on Bencoolen, Ibis Seoul Myeong-Dong, Holiday Inn Express Los Angeles Century City, Holiday Inn Express New York Times Square.

Leia também:

Praiômetro: sol e chuva em 42 destinos do Brasil e do Caribe

Ibismômetros anteriores

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


2 comentários

Alex serpa
Alex serpaPermalinkResponder

E depois o pessoal reclama dos preços em Fernando de Noronha. Pagar quase 400 dólares em holliday inn express é que é dose. O pior é que em Manhatan está tudo nesta faixa. Cvale muito mais a pena alugar um apartamento e pagar metade disso.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Eu já fiquei no Ibis Amsterdam Centre em 2010 em um mês de Outubro por 180 dólares. Um absurdo.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar