#Linkódromo | Viajando com um bebê no Sul da França e Toscana

Natalie Soares
por Natalie Soares

viagem europa com bebe cote dazul

Fotos| Carla Torres

Eu imagino a certa ansiedade nos pais de primeira viagem quando eles decidem fazer literalmente a primeira viagem com o seu pequeno. Ainda bem que nos últimos tempos o assunto tem se popularizado na rede e muitas famílias estão compartilhando suas dicas e mostrando o pulo do gato para uma viagem tranqüila para a criança e super proveitosa para todos que embarcam nessa aventura.

viagem europa com bebe toscana

Veja o exemplo da Carla Torres. Ela médica, adora o mundo das viagens e é mãe de uma garotinha que dá vontade de apertar de tão fofa. Ela preparou um dossiê completo contando detalhes da sua experiência de viajar para a Europa com um bebê de um ano e meio a tiracolo.

O carrinho de bebê da Carla rodou por um roteiro que faria bonito também numa lua de mel: Côte d'Azur, Provence, Ligúria, Toscana e Veneza, em 24 dias. Como ela conseguiu? Está tudo lá no seu blog Filhinhos da Mamãe. Desde a fase de planejamento até a volta pra casa, passando por um dia a dia detalhado. É uma mamadeira na roda para quem estava em dúvida sobre viajar (sim, com certeza, vamos nessa?) ou esperar o baby crescer.

viagem europa com bebe veneza

Vai pela Carla:

Sobre a fase de planejamento

viagem europa com bebe cannes

Sobre a fase de planejamento

Leia mais:

15 comentários

Fernando D
Fernando DPermalinkResponder

Nossa maior preocupação era viajar ao máximo antes de termos filhos, e fizemos isso. Pensávamos que quando tivéssemos uma bebê viajaríamos menos. Não foi o que aconteceu. Nossa primeira viagem foi quando a bebê tinha 5 meses, fomos para o Nordeste num resort para fazer uma test trip com ela. Foi tudo ótimo. Sete meses depois ficamos 20 dias nos EUA. Mais dois meses e 5 dias na Argentina. Agora viajar com a bebê já se tornou normal. Com as dicas do blog Filhinhos da Mamae ninguém deve ter problema.

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalinkResponder

Definitivamente "favoritado"!

Próxima Trip - Erika

Adorei o roteiro e as fotos! A bebê está linda nas fotos. Não tenho filhos, mas esse roteiro ficou bom para uma trip com ou sem filhos.

Parabéns Carla!

Renata Gallo
Renata GalloPermalinkResponder

Também amo viajar e, nos últimos 4 anos, minhas viagens ganharam companhia extra. Minha filha de 4 anos já esteve no sul da Espanha e em Paris e, junto com a irmã de 1 ano, Rio de Janeiro e NY, que fizemos há dois meses. Cansativo, mas delicioso. Também escrevo sobre o assunto no meu blog: www.cantandodegallo.com

Bjs!

Gustavo - Viajar e Pensar

Excelente para esta nova perspectiva de viagens que me aguardam.
Muito bom também, pois não conhecia o Blog da Carla.

@GusBelli

Sut-Mie Guibert | Viajando com Pimpolhos

Muito legal! Amei! Mais mastigado, impossível!

Cinthia Rangel

Tb fomos para a Provence qdo a filhota estava com 01 ano e 06 meses. Ficamos 19 dias lá e foi maravilhoso!

Carla Tores
Carla ToresPermalinkResponder

Que honra... amo o VnV e estou sempre pegando dicas por aqui e sou fã declarada. Fico feliz em poder ajudar a "manter acesa a chama da viagem", apesar dos pequenos na bagagem. Abraços a todos.

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

A estréia da filhota foi aos 5 meses em Londres. É uma delícia!!

Mas agora tive que dar uma pausa nas viagens por outros motivos - quem sabe em 1 ano,quando ela já tiver próximo dos 3, consiga levá-la para algum outro lugar-mesmo que seja pelo Brasil mesmo... até pq com o dolar alto, é uma boa ficar por aqui wink

Miriam
MiriamPermalinkResponder

Que delícia de passeio, dizem que a Toscana é linda de morrer. Você chegou a levar o carrinho de bebê? Por que umas amigas foram para Paris e disseram que é impossível andar com eles pelas ruas cheias de escadas e tal, sem contar o volume para despachar. Parabéns pelo blog, adoro seus artigos. Beijinhos e sucesso.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mirian! Ruim com carrinho, pior sem ele! Crianças não agüentam o pique de uma viagem. Se quiser aproveitar mais o seus dias, leve sim. Lembrando que carrinho não conta como volume. Você pode levar ele até a porta do avião no embarque e depois a cia. aérea retorna o carrinho na hora do desembarque na porta do avião ou na esteira das malas. Sem custo.

Daniel Santos
Daniel SantosPermalinkResponder

Olá Bóia, tudo bem? Fiz uma viagem de 18 dias pela Itália passando por Roma, Toscana e Florença com Stop na volta em Lisboa por 3 noites. Como fui com meu filho de 1 ano e minha sobrinha de 2 anos acho que tenho relatos interessantes que podem ajudar os leitores, posso fazer um texto e enviar pra vocês? Ou posso fazer um comentário aqui mesmo?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniel! Que bacana! Por favor mande para redacao arroba viajenaviagem ponto com. Obrigada!

Daniel Santos
Daniel SantosPermalinkResponder

Miriam, aproveitando a resposta da Bóia e sua pergunta acabo de passar duas semanas na Itália sendo 1 inteira na Toscana onde visitei mais de 10 cidades. Tenho um filho de 1 ano e uma sobrinha de 2 e fomos todos juntos. O carrinho de bebê do tipo guarda chuva é impreterível, vital, não deixe nunca pra trás. Com boa vontade os carrinhos chegam a qualquer lugar. Faço apenas uma observação com relação aos passeios, visitar museu com carrinho é complicado mas na Toscana e suas lindas cidades é tranquilo.

Carla Torres
Carla TorresPermalinkResponder

Olá, o meu blog agora tem outro endereço, não é mais esse da matéria. Segue o link das postagens sobre Europa com bebês: http://filhinhosdamamae.com.br/viagens-e-passeios/europa-com-bebes/

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar