Cavas em Barcelona: o tour borbulhante à Freixenet, por Patrícia

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Cavas Freixenet

Cavas Freixenet

O bacana de passar mais tempo em uma cidade é descobrir atrações além do roteiro turístico mais comum daquele lugar. A Patrícia está em Barcelona por uma temporada longa, e dá a dica de um super passeio sem sair da província: o bate-volta a Sant Sadurní D’Anoia, um município bem próximo da capital que é um importante produtor de cava, o espumante espanhol.  Nomes conhecidos das nossas prateleiras, como Codorníu e Freixenet, promovem tours e degustações por lá. Quer saber como fazer uma visita? Vai pela Patrícia:

Estamos morando aqui em Barcelona por dois meses, eu, meu marido e 2 filhos pequenos, e já passeamos bastante. Os bate-voltas listados pelo Comandante são mesmo imperdíveis e hoje fizemos um que considerei também muito interessante em todos os aspectos: facilidade, preço e interesse mesmo. É um passeio à chamada capital do cava, o vinho espumante espanhol.

É uma cidade pequenina, a 47 minutos de Barcelona-Praça Catalunha (trem Cercanias, linha R4). A cidade é Sant Sadurní D’Anoia e tem, se entendi bem, 18 produtores de cava (N. da R.: algumas fontes dão conta de que são, na verdade, 80!) O maior deles, que descobrimos ser uma empresa grande, que exporta para o mundo todo e hoje produz não só na Espanha mas também na Califórnia, México, Austrália e acho que França também (as informações da visita guiada não estão um primor porque com duas crianças pequenas impossível escutar tudo smile ) está a 50 metros da estação e tem visitas guiadas todos os dias da semana. São as Cavas Freixenet.

Cavas Freixenet

Cavas Freixenet

A visita tem um filme contando a história da empresa familiar, depois vem uma parte de explicações sobre a produção (solo, uvas, processo) e uma visita às caves muito interessante. Depois visitamos a parte moderna em um trenzinho bem pitoresco (as crianças amaram) e no final é oferecida uma taça do cava mais conhecido deles, Cordón Negro, e para as crianças um delicioso suco de uva (que é produzido ali mesmo antes do processo de fermentação). Na loja, no final, é possível comprar toda a linha de produtos, souvenirs, etc. Achei os preços muito interessantes como a garrafa do Cordón Negro Reserva por 6,65 euros.

A visita dura cerca de 1h30 e tem que ser agendada previamente pelo site ou pelo telefone. Existem horários específicos para cada língua, a que fizemos foi 09h30 da manhã de domingo em inglês, pois foi o que restava vago. Liguei no dia anterior e ainda consegui.

Para chegar, basta pegar o trem das cercanias de Barcelona, para Sant Sadurní D’Anoia, linha R4, na estação Renfe da Praça Catalunha ou Sants. Compramos na própria estação um bilhete combinado com ida e volta de trem mais a visita guiada por 10,60 euros por adulto. Crianças não pagam a visita, mas acima de 4 anos pagam o trem.

Foi um passeio muito gostoso, mesmo para as crianças, fácil e barato pelo que foi. Fica a dica smile

Ótima sugestão, Patrícia! Obrigada!

Leia mais:

9 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Sinara
SinaraPermalink

Olá,estive em Bacelona em abril deste ano e também fui visitar a Freixenet1a estrutura deles é incrivel, como era de se esperar e é facílimo ir para lá da cidade de Barcelona, para quem aprecia espumantes é uma ótima região para se visitar!

Cristina
CristinaPermalink

Está aí, já fui a Barcelona duas vezes, com dicas de amigos que moraram lá e não sabia do passeio, valeu Patricia e Mariana!

Nick
NickPermalink

Eu fiz esse passeio em 2009 e adorei. Vale também dar uma chegada no centro da cidadezinha de Saint Sadurni D´Anoia, que tem várias lojinhas interessantes.

JOSIANE
JOSIANEPermalink

Ric, Bóia e Trips, segue minha contribuição:

Fiz esse passeio em dezembro de 2013 e super recomendo.
É um bate-volta a partir de Barcelona fácil de ser feito por conta própria, super rápido (45min de trem) e imperdível para quem adora as “bolhinhas”!!!
Compramos as passagens de ida e volta pouco antes de embarcar, sugiro apenas pesquisar os horários de saída para não esperar muito na estação.
Sugiro deixar a visita á FREIXENET para o fim do dia, pois como ela fica logo em frente á estação de trem, depois da visita é só atravessar e ir embora.
Chegamos á cidade e fomos a pé em direção ao centro. Como não vimos táxi com facilidade, fomos a pé mesmo seguindo um mapinha e foi super fácil e rápido, além de queimar umas calorias, hihi
Perdemos o horário da visita á CODORNIU, que estava agendada para o período da manhã, então resolvemos descarta-la do passeio e conhecer umas cavas menores. Garanto que foi a melhor coisa que fizemos, já que tínhamos visita em uma cava grande, a Freixenet para o fim do dia.

Fomos em duas pequenas sem fazer tour guiado, apenas a degustação na área de venda e degustação de cada uma delas.
A primeira foi a BLANCHE. O lugar é um charme e o espumante uma delícia. A atendente não foi muito simpática, mas o sabor que provamos compensou, rsrs. Compraomos taças individuais, pois para comprar a garrafa ela não ia nos deixar degustar no local. Mas valeu a pena.
De lá fomos andando e entramos sem querer em uma que foi a surpresa boa do dia: JAUME GIRÓ GIRÓ. Entramos e o dono, que estava no fundo organizando umas caixas, nos atendeu com toda a simpatia e nos deixou super á vontade. Ele permitiu que degustássemos a garrafa (estávamos em 4 pessoas), e gostamos tanto que pedimos uma outra, de uma linha mais especial. Foi SIMPLESMENTE sensacional... Um dos melhores espumantes que tomei na vida. Foi um NATURE. Que torçam o nariz para mim, mas confesso que esse espumante foi melhor a a Veuve Cliqcuot que eu havia tomado uns meses antes... JURO!!!
Lá eu aprendi a diferença de espumante Nature, Extra BRut, Brut e Demi Sec. O Nature não pode ter adição nehuma de açúcar, o extra brut é pouquíssimo, e por aí lá vai aumentando. Tem as concentrações máximas de açúcar que pode ser adicionado para ser de cada tipo, mas depois de tantas borbulhas não me lembro, hihihi.
De lá pegamos indicação com o dono de um restaurante para almoçarmos e fomos em um local de comida caseira típica super gostosa. Pela cidade vc encontra delicatesses que vendem garrafas de espumantes de várias marcas locais e frios e castanhas para comerem de aperitivo entre uma visita e outra. Depois terminamos o dia na Freixenet. Só tenho a dizer que foi um dia especial!!! Espero ter ajudado vcs, pois sempre organizo minhas viagens com dicas do blog...
TIM TIM!!!
Josiane

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Josiane! Obrigada pelo super comentário!

Josiane
JosianePermalink

Por nada Boinha smile Vou começar a colaborar mais, já que "exploro" tanto a boa vontade de sempre de vocês!!! wink

Josiane
JosianePermalink

Errata, a viagem foi dezembro de 2012, e não 2013, lógico (carinha vermelha, mas não sei fazer...)

Próxima Trip - Erika
Próxima Trip - ErikaPermalink

Muito legal e informativa a matéria! Mais uma dica anotada pra trip por Barcelona!

Abs!