Crowdfunding para um professor de inglês na selva: bora ajudar?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Pousada Uacari

Estive em agosto na Pousada Uacari, em Tefé, no Amazonas. Ainda não consegui escrever sobre a experiência, mas foi muito especial. A pousada é a face turística da Reserva Mamirauá, um projeto de conservação de uma grande área da floresta, que inclui pesquisa científica e preservação de modos de vida tradicionais. A Lucia Malla e o Gabe Britto já escreveram sobre a pousada.

Com exceção do gerente, que é importado, todos os funcionários da pousada são ribeirinhos, moradores da região. Só que mais de 80% dos hóspedes da pousada são estrangeiros (é um lugar fortemente indicado pelo Lonely Planet e outros guias influentes junto a viajantes mais alternativos). Nos três dias em que me hospedei por lá, acabei me tornando o intérprete para minha companheira de passeios, que era americana -- que me agradeceu por repassar tantas informações que o canoeiro ou o guia me davam mas que não chegariam até ela se não fosse pela minha tradução.


Pois agora a Pousada Uacari acaba de aprovar um projeto na Associação Garupa, uma ONG que tem uma plataforma de crowdfunding para ações de turismo sustentável (já falei da Garupa aqui neste post).





O objetivo é arrecadar R$ 20.000 para contratar um professor de inglês que passe dez meses na pousada, ensinando aos funcionários o básico para se comunicar com os gringos.

As doações começam em R$ 50 -- e, como em todo projeto da Garupa, quem colaborar tem recompensas.

A doação de R$ 50, por exemplo, dá direito a passar uma noite na casa da mata, quando você for à Uacari (o valor normal desta hospedagem numa cabana no meio da selva, acompanho por um guia, é de R$ 150).

Já a doação mais elevada, de R$ 1.000, dá direito a três noites na pousada para uma pessoa (passagens não incluídas).

Todas as recompensas podem ser vistas aqui.

O esquema é sensacional. Porque, ao mesmo tempo em que você colabora para algo muito bacana (colocar um professor de inglês em Mamirauá), você arranja um motivo para finalmente realizar aquele seu plano de ir a um hotel de selva.

Bora colaborar?

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


13 comentários

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Sensacional!

Cristiane
CristianePermalinkResponder

Foi o que passou na minha cabeça: Sensacional!!!

Wagner Martins

Uau! + do que válida essa doação =)

Mirella (@mikix10)

Brilhante!!! Pena que eles não traduziram o texto, do contrário poderia repassar para meus amigos gringos, é tão comum ter essas iniciativas no Canadá e Australia, que muita gente acho que colaboraria. Quem sabe eu não faça um trabalho voluntario para o projeto garupa e faça as traduções dos textos smile

abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mirella! Olha a versão em inglês aqui:
http://garupa.org.br/en/projetos/mamiraua/

grin

Heloisa Senott

Fiquei arrepiada,realizar um desejo e ao mesmo tempo ajudar!Magnifico!

Leonardo Sá
Leonardo SáPermalinkResponder

Q legal!

Camilla Kafino

Adorei a ideia!! Sempre procuro projetos para ajudar, e esse vai ter um sabor mais especial smile

Andrea/RJ
Andrea/RJPermalinkResponder

A doação é como, via cartão de crédito? Entrei no site e não vi a informação.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andrea! A doação é processada por Moip: https://site.moip.com.br/o-que-e/

Andrea/RJ
Andrea/RJPermalinkResponder

Já fiz minha colaboração. Espero que consigam o dinheiro todo! Também compartilhei no meu Facebook.

Lucia Malla
Lucia MallaPermalinkResponder

Muito bacana essa iniciativa do pessoal de Mamirauá! A pousada e todo o projeto de sustentabilidade deles são tão especiais... merecem todo nosso apoio.

Danielle Menezes

Nossa, que projeto sensacional!!
A única coisa um pouco triste é que "80% dos hóspedes sejam gringos", uma pena que a gente ainda não explore o nosso País como deveria e não valorize as nossas próprias riquezas.
Sei que é um discurso meio clichê, mas é a pura verdade!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar