Bomba: cartões pré-pagos, saques internacionais e travelers agora pagam IOF de 6,38%; só dinheiro vivo continua com IOF de 0,38%

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Este post ficou desatualizado.

Para a versão mais completa e atualizada deste texto, clique aqui.

Leia a versão atualizada:

290 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalink

Ainda que juridicamente a tributação seja legítima, como turista, blogueiro, e árduo defensor do uso do cartão de débito até dias atrás, não posso deixar de considerar a medida muito prejudicial ao turista.
Ao invés de incrementar a balança comercial atraindo turistas estrangeiros, e seus dólares, o governo opta por cobrar do lado mais fraco. Como sempre.
Vejam que o Brasil recebe menos turistas estrangeiros que a Irlanda. Nada contra este belo país europeu, mas acredito que o nosso potencial é muito maior.
Acorda Brasil!
Uma coisa muito ruim em relação ao IOF é que os sites das empresas aéreas e agregadores de hotéis como (Hoteis.com e Booking) não são claros ao informar se na operação incidirá ou não IOF. Quando muito colocam coisas do tipo "operação tributada" ou uma somatória de impostos não elencados, o que inclusive fere recente legislação a respeito.
Já comprei passagens internacionais por empresas estrangeiras onde mesmo usando cartão de crédito, não fui tributado; e outras onde fui.
As regras têm que ser mais claras!!!

Roberto Hoffmann
Roberto HoffmannPermalink

Uma maneira prática de saber se o valor está em reais ou foi convertido é realizar a compra parcelada. Não é possível parcelar uma compra no exterior então se for paga em X cotas, com certeza é uma compra no Brasil e em reais.
No hoteis.com, comprando em 2X há um pequeno acréscimo, mas que compensa o IOF e garante o valor em reais sem flutuação cambial ou cotação do cartão de crédito.

» O endereço quente para comprar roupas de frio em Londres Segredos de Londres

[...] (e o recentíssimo aumento do IOF sobre quase todas as operações em moeda estrangeira – veja artigo do Viaje na Viagem sobre o assunto), acredito que ainda valha a pena trazer só o básico na mala (incluindo um [...]

Aumento de IOF – Isso é Brasil ! | Connecttravel

[...] https://www.viajenaviagem.com/2013/12/bomba-cartoes-pre-pagos-saques-internacionais-e-travelers-agora... -26.914158 -48.661065 Share this:TwitterFacebookGoogleCurtir isso:Curtir Carregando... [...]

Aglailton Soares
Aglailton SoaresPermalink

Prezados,

Para fugir do IOF de 6,38%, além de comprar dólares em espécie, abri uma conta no Banco do Brasil Americas. É um Banco americano que faz parte do conglomerado Banco do Brasil. Para quem é cliente BB Brasil, pode-se fazer ordens de pagamento para o BB Americas sem pagar tarifa alguma e com o IOF de 0,38%. Você fica com uma conta nos EUA com acesso a cartão de débito e/ou crédito.

Fica a dica!

www.bbamericas.com

NLT
NLTPermalink

É preciso ser residente nos EUA para abrir a conta no BB Americas ?

Leandro
LeandroPermalink

Caro Ricardo e Bóia
Dada a importância da notícia, gostaria que vocês verificassem a veracidadea cotação é a facilidade desta opção, de abrir uma conta nos EUA no BB Americas. Não tem tarifa mesmo? no dólar comercial como alardeado?
Obrigado pela atenção.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Leandro, tem um post sobre isso no Melhores Destinos: http://www.melhoresdestinos.com.br/como-fugir-do-iof-e-levar-dinheiro-em-viagens-internacionais.html

Para não pagar tarifas, é preciso deixar 1.200 dólares parados na conta. A abertura de conta é diretamente com o BB Americas, não é feita no BB Brasil. A remessa de conta do BB daqui para lá parece que é com IOF de 0,38%, sim. O limite diário de gastos é de US$ 1.500 no débito e de US$ 500 no saque, o que pode trazer dificuldades para fazer compras grandes e pagar hotel (você terá que se programar para escalonar gastos). Lembre-se que é ilegal manter uma conta no exterior sem declarar no imposto de renda. Tenha em mente que ao ter uma conta no exterior você poderá ser alvo de maior escrutínio por parte da Receita.

Esse trampo todo vale 6% de economia? Acho que só para quem faz várias viagens por ano aos Estados Unidos -- ou para um perfil muito específico de consumidor. Não é uma receita a ser dada para todo mundo como se fosse a panacéia para economizar na viagem. (É diferente, por exemplo, do câmbio paralelo na Argentina, que vale a pena para todo mundo, sem contra-indicações.)

Minha opinião: se você tem um volume de gastos nos EUA suficientemente grande para esses 6% serem nominalmente significativos, use cartão de crédito, acumule milhas e ganhe mais do que isso emitindo passagens domésticas no Brasil.

Felipe
FelipePermalink

Me preparei pra uma viagem pro Chile pra usar VTM e Global Travel.

Comprei um pouco de dolares porque aluguei um carro com um amigo, e a gente combinou de eu pagar em cash.

Mas a recarga em 6.38% de IOF no Global e no VTM quebraram minhas pernas.

Além do fato do IVA não ser isento nos hoteis pra pagamento em debito, já que o valor das diárias é covertido pra PESOS e é uma transação LOCAL, e não uma EXPORTAÇÃO, como me explicou o dono de um hotel em Pucón.

Ou seja: Se tivesse trazido dolares em CASH estaria tudo resolvido, e pagaria 0,38% de IOF.

Marcela
MarcelaPermalink

Eu nunca abandonei o cartão de crédito, mesmo quando pagava IOF maior, por dois motivos:

1º - Meu banco usa uma taxa de conversão bem próxima do dolar comercial e isso quase equiparava o valor final da transação;

2º - Ainda que não existisse a diferença de cotação, 6% equivalem a R$ 60,00 a cada R$ 1.000,00 gastos. E aí eu pergunto: quanto vale a segurança de não andar com dinheiro vivo? Se, numa viagem de R$ 5000,00 eu tenho que fazer conta de R$ 300,00, não seria melhor repensar o destino?

Enfim, continuo achando que o cartão de crédito só não é a melhor opção (principal, claro, pq não dá para viajar com um único meio de pagamento) para quem nao quer correr o risco da flutuação de câmbio ou para quem não quer ter conta para pagar na volta. Para esses, o cartão pré pago, a meu ver, continua sendo o melhor caminho, pela segurança.

Thiago
ThiagoPermalink

Ola Marcela

qual o seu banco? O meu é o Santander, mas a cotação do dolar deles sempre é maior que o turismo...

Felipe
FelipePermalink

Não vejo alternativa além de absorver o custo. Continuarei levando o pré-pago, dinheiro e cartão de crédito (voltou a ser atrativo apesar do risco cambial).

Liliana Andriola
Liliana AndriolaPermalink

Bóia, pagamento IOF de 6,38% pagando um hotel pelo booking?
obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Liliana! O Booking propriamente dito não faz cobranças. Alguns hotéis no Brasil debitam um depósito, mas será em reais, contabilizado como despesa nacional. Para hotéis no exterior, quase todos os pagamentos são feitos no local. Se você pagar com cartão vai pagar 6,38%, se pagar com dinheiro vivo, não pagará o imposto.

Camila
CamilaPermalink

Bóia, fiz uma reserva pelo booking para hotel no exterior. Foi feita uma uma pré autorização no meu cartão, que está aparecendo como débito na minha fatura. Pretendo pagar in cash e, com isto, vão estornar a pré autorização. Minha dúvida: sobre esta pre autorização incide IOF?
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Camila! Essa nos pegou. Não sabemos, não.

Carina
CarinaPermalink

Já aconteceu comigo. Incide IOF sim sobre a pré-autorização. Depois se ela for estornada, o IOF também será. A pegadinha é que o estorno é na mesma moeda da cobrança, então se forem em meses diferentes você poderá receber mais ou menos dependendo da cotação do fechamento da fatura.

A Bóia
A BóiaPermalink

Obrigada, Carina!!!

Novas regras do IOF para viagens ao exterior | Viagem Ninja

[...] fontes: Folha de São Paulo / Viaje na Viagem [...]

Rosimar
RosimarPermalink

Ola. Vendi uma casa no Brasil e quero levar o valor da venda para os Estados Unidos , onde moro e sou cidada. Tem dupla cidadania.
Nao gostaria de abrir conta em banco brasileiro e ficar pagando pela conta bancaria.Tenho conta aqui nos States. Existe alguma maneira de enviar esse dinheiro de uma maneira mais barata e sem precisar abrir conta em banco? Tem alguma diferenca em termos de pagamento de taxa por ser um dinheiro que eu quero levar pra onde tenho residencia? Pago meu imposto de renda aqui. Terei que pagar IR sobre o lucro da venda ai no Brasil de 15%. Terei que pagar aqui tbm de novo?
Sabe informar se pela W.U. posso mandar uma quantia alta? E quanto tempo levaria para poder retirar todo o dinheiro la nos States?
Muito Grata
Rosi

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Rosi! Desculpe, entendemos apenas de turismo.

Sandra
SandraPermalink

Ola, gostaria de saber quanto em dólar devo levar para ficar 12 dias em Orlando. Já tenho tudo pago: hospedagem com café da manhã e as entradas para os parques. obrigada

Danilo
DaniloPermalink

Uns U$60 por dia por pessoa estaria de bom tamanho.

Dicas para conhecer Cancun e Playa del Carmen | Revista de Viagem

[...] de mais nada, leia esse post do Melhores Destinos e esse post do Viaje na Viagem. Agora você já sabe que não existe uma fórmula mágica ou uma melhor maneira de levar dinheiro [...]

Ana
AnaPermalink

Bóia, você sabe o procedimento para resgatar saldo bloqueado pelo hotel no exterior? porque a casa de câmbio não se responsabiliza e o cashpassport é da Credicard e não há um canal de comunicação, tive uma emergência e tive que usar débito no hotel.
Grata

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ana! O valor deverá permanecer bloqueado por uns dias, depois será estornado.

Daniella
DaniellaPermalink

Olás!
Essa do IOF no travel money realmente foi um soco no meu estômago.
Penso em levar papel moeda, mas ao mesmo tempo tenho muito medo de perder a grana.
Alguém sabe me informar se, caso eu compre euros aqui (papel moeda) e assim que chegar no aeroporto quiser adquirir (com meus euros) um travel money na España, por exemplo, pago o IOF?
Aliás, consigo comprar um VTM lá? É possível essa minha transação? (compro dinheiro aqui e passo para o VTM lá).
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Daniella! Esses cartões ganham dinheiro vendendo moeda. Você teria que comprar moeda estrangeira. Caaaaaaaso existisse um cartão que apenas permitisse que você carregasse com a moeda que você já tem, alguma taxa seria cobrada, provavelmente próxima de 5%, que é o que as corretoras e bancos e casas de câmbio ganham ao fazer operações de câmbio.

Daniela
DanielaPermalink

Bóia, e saques no exterior? Viajo para o Chile e ainda estou indecisa em relação a como levar o dinheiro e li em alguns lugares que essa é uma boa opção, além do $ vivo.
Meu banco é Itaú!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Daniela! Agora sobre os saques também incidem os 6,38%, mais as taxas do banco. Ainda é recomendável habilitar o seu cartão para saques no exterior, para qualquer eventualidade, mas se o seu cartão de crédito dá milhas, é mais vantagem usar o crédito do que sacar dinheiro.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Daniela! Os saques de caixa eletrônico têm IOF de 6,38%. Valem mais a pena do que cartão pré-pago porque a cotação é melhor. No pré-pago existe uma comissão para conversão do dólar para o peso.

Fernando
FernandoPermalink

Oi Ricardo, tudo bem? Ótimo artigo, parabéns!

Gostaria de saber se podemos levar dólares para os EUA, comprar um cartão pré-pago deles (que vende em qualquer farmácia ou loja de departamento) e então recarregar com esses dólares direto no caixa, você sabe se dá?

Dessa forma pagaríamos apenas 0,38% de IOF (na compra do papel moeda) e carregaríamos um cartão pré-pago emitido no exterior.

Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fernando! Já aventaram essa hipótese, e parece que há muitos contratempos.

Note que não é permitido sair do Brasil com mais de RS 10.000 em qualquer moeda sem declarar nem chegar aos Estados Unidos com o equivalente a mais de US$ 10.000 em qualquer moeda sem declarar.

Nishan
NishanPermalink

Mas ao comprarmos um cartão pré-pago em farmácias e supermercados nos EUA nós estamos sujeito ao impostos estaduais que variam de 4-9% do valor da compra.

Carlos
CarlosPermalink

Vou a Europa em junho e passarei 4 dias em Londres. É melhor comprar libras no Brasil e levar? Trocar meus Euros por libras lá em Londres ? Levar reais e cambiar por libras lá?
Alguém conhece uma csa de cambio em St Pancras Station?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carlos! Não leve reais para a Europa, se você achar quem troque conseguirá uma cotação muito baixa e perderá muito dinheiro.

Também não compre euros para trocar em Londres. Você fará duas conversões e perderá dinheiro.

Ou leve libras daqui ou faça saques no caixa automático da sua conta corrente diretamente em libras ou faça gastos no cartão de crédito. Os 6,38% de IOF valem a segurança, a comodidade e as milhas.

Henrique
HenriquePermalink

Eu particularmente prefiro levar dinheiro vivo. Ao utilizar somente dinheiro eu tenho a noção exata de quanto gasto e posso ir calibrando as despesas sem muito stress. Claro que o risco é grande, mas prefiro evitar ser roubado pelo nosso governo. Por via das dúvidas sempre levo todos os cartões de crédito e de débito devidamente habilitados.

Moa
MoaPermalink

Vi vários comentários sobre o limite de entrada com moeda estrangeira nos EUA ser de US$ 10.000,00 e ser necessário fazer uma declaração. Mas qual é esse mesmo limite para entrar na Espanha e França, em euros, no caso?

Vou para lá no início do mês que vem e estava quase levando 2.000,00 euros(em moeda) por pessoa para evitar problemas com a imigração espanhola (pois minha viagem começa por lá) e levar todos os cartões habilitados (débito e crédito) só por segurança mesmo. Devido ao aumento do IOF, eu pensei em não utilizar muito o cartão de débito e crédito (meu cartão também não dá milhas - o que vou mudar em breve).

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Moa! A gente explica tudo sobre os limites de dinheiro no post acima. É importante ressaltar que esse montante é por pessoa. wink

Carlos
CarlosPermalink

Boa noite.
Alguém sabe se perto da estação St Pancras tem agência Santander, ou melhor, em Londres tem Santander?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carlos! Em Londres existem bancos Santander. Mas se o seu cartão de banco estiver habilitado para saques internacionais, você poderá usar qualquer caixa automático.

Pedro
PedroPermalink

Não seria interessante o blog bem como a associação a qual faz parte se posicionar e até mobilizar os leitores, para no mínimo deixar claro para o governo a insatisfação com essa medida ridícula que visa apenas tomar o dinheiro dos cidadão e nos expõe a riscos no exterior ao incentivar o uso de papel moeda? Sabemos que provavelmente não vai mudar nada, mas é incrível como vemos essas coisas passivamente, e ficamos nos matando para arranjar mil jeitinhos pra burlar o IOF enquanto somos assaltados na cara dura.

Paulo Santos
Paulo SantosPermalink

Olá Boia.. Tudo Bem????
Adoro seus post,tem me ajudado muito para minha primeira viagem internacional.
Bom vamos à duvida....
Estou indo para Portugal e Itália em Setembro com duração de 15 dias entrarei por Lisboa.
Não estarei levando nenhum tipo de cartão de credito internacional e nem habilitando minha conta corrente para saques no exterior.
Minha ideia e levar 500 euros em especie e 1000 euros carregado no cartão VTM da Confidence.
Você acha que terei algum problema com a imigração?????

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Paulo! Não cremos. Leve passagem de volta, reservas de hotel e seguro-saúde com cobertura Schengen organizadinhos numa pasta.

Paulo Santos
Paulo SantosPermalink

Essa questão da documentação ja esta tudo resolvido so estava com duvida sobre essa questao do dinheiro.

diego
diegoPermalink

com a alta taxa do IOF, qual é o procedimento de segurança poderia ser adotado para cambiar moeda de real para euro sem risco de ser assaltado em casa de cambio?

alguem tem alguma experiencia sobre o procedimento de casa de cambio chamada de "delivery" (quando quem cambiar, paga uma determinada quantia em deposito na conta da casa de cambio e eles enviam o dinheiro total para o lugar onde vc quer que leve o dinheiro cambiado)? qual é a chance de dar errado ou ter risco de quebra de sigilo (de alguem saber que está levando um dinheiro alto na casa de alguem e com isto ter risco de ser assaltado)?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Diego! Existem casas de câmbio de grande porte que oferecem o serviço de entrega em casa. Situações deste gênero não são uma regra, mas não podemos prever fatalidades.

Andar com grandes somas de dinheiro nunca é seguro. Nem aqui, nem no exterior.

Diego
DiegoPermalink

A Bóia, grato por responder

mas também usar a "delivery" pode ser muito mais perigoso ainda, em virtude do vazamento de informação para onde foi levado o montante do dinheiro. Imagina você ter que pedir para levar na sua residência? qual é o risco de haver vazamento de informação e saber onde mora? a possibilidade de assalto é muito mais contundente

pretendo trocar dinheiro de pouco em pouco, tipo de mes em mes. Qual é a orientação? em casas de cambio diferentes ou se fizer na mesma casa de cambio o risco é maior?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Diego! Infelizmente não existe uma fórmula para medir o que seria mais ou menos arriscado. Pesquisando preços, trocando maior quantidade de dinheiro em uma mesma casa de câmbio, você consegue negociar um valor melhor pela moeda que for comprar. Porém, esta é uma decisão pessoal e cabe a você escolher a forma que se sente mais seguro e confortável.

Pedro Castello
Pedro CastelloPermalink

Olá!

Vou pra Lima, Cusco, La Paz e Santiago agora, em abril.

E gostaria de saber quanto saco de dinheiro para usar por dia em cada uma dessas cidades.

Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Pedro! Desculpe, não podemos palpitar sobre despesas pessoais. Veja como estimar gastos de viagem: https://www.viajenaviagem.com/2013/07/como-estimar-gastos-viagem/

diego
diegoPermalink

porque as casas de cambio querem fazer cadastro com o endereço de onde você mora?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Diego! Um dos motivos é para evitar lavagem de dinheiro, por exemplo.

Angelica
AngelicaPermalink

Bom dia, Bóia.Parabéns pelo site.
Sempre que viajo levo o recibo da compra da moeda estrangeira para segurança de informar a origem do dinheiro, mesmo quando levo abaixo de 10.000 reais. Gostaria de saber se estou sendo prudente demais?
Ou se não é necessário levar o recibo?
Na imigração eles podem pedir o comprovante da compra da moeda.
Att.,
Angélica

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Angelica! Não precisa levar o recibo.

Marina
MarinaPermalink

Olha... Se for pra Londres, eu sugiro levar o recibo, sim. A imigração lá é extremamente exigente e o recibo torna-se um comprovante importante caso "encrenquem" com o passageiro.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Marina! A imigração de outro país pedir o recibo de onde o viajante comprou a moeda estrangeira? Não existe a menor possibilidade de isso acontecer.

O que a imigração de outro país pode querer é a comprovação de que a pessoa dispõe do dinheiro necessário para se manter durante a viagem, não importa onde tenha comprado a moeda.

Caso entre em território inglês com mais de 10.000 libras em dinheiro vivo, aí sim o viajante precisa declarar, caso não queira ser enquadrado em contrabando de divisas.

Marina
MarinaPermalink

Mesmo com a alta do IOF, ainda vejo benefícios em levar o travel money (ou cash passport) nas viagens. Veja só: http://bagagemcompleta.blogspot.com.br/2014/01/alteracao-do-iof-e-uso-do-cash-passport.html

Giordani
GiordaniPermalink

Pessoal, vou à Europa e penso em levar um valor mínimo em espécie para as pequenas despesas (gorjetas, água, lanches e alguns ingressos) e o restante pagar com cartão de crédito (restaurantes, bares, cartão do trasporte público, etc.). Os hotéis e trens já estão pagos.
A dúvida é a seguinte: li em alguns lugares que poderão me exigir algum dinheiro em espécie na hora de fazer a imigração.
Chegarei por Lisboa, mas passarei por Londres (onde também se faz imigração, certo?).
Isso é verdade? Ou basta mostrar as faturas com os limites dos cartões de crédito?
Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Giordani! A regra diz 65 euros em espécie, mas a gente entende que extratos também sirvam para esse propósito. Saiba mais aqui: https://www.viajenaviagem.com/2012/05/europa-imigracao-bagagem/

Igor
IgorPermalink

Bom dia! Obrigado pelas informações, vão ajudar muito. Só fiquei com uma dúvida: nos cartões pré-pago, eu só pagarei o IOF de 6,38% quando efetuar a compra da moeda? Quando efetuar compras no débito com esse mesmo cartão incide o IOF, ou não?(comprarei dólar, pois estou indo aos EUA)

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Igor! O imposto incide apenas no momento da carga ou recarga, que é quando você compra a moeda.

fabiene
fabienePermalink

uma informacao o banco das americas eu abro conta no Brasil ou nos EUA, pois senao me engano para abrir conta nos EUA você precisa de uma drivelicence americana. Nao sei se como turista posso abrir conta em um banco la.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fabiene! Achamos complicadíssimos esses esquemas. Se você abrir uma conta nos Estados Unidos, terá que declarar no seu imposto e chamará atenção desnecessária da Receita. Esse trabalho todo não compensa os 6,3% de IOF.

Mayara
MayaraPermalink

Olá Boia!

Viagem programada e acertada para 11 dias no Chile (Santiago e Puerto Varas) e na Argentina (Bariloche).

Apesar de ter lido os posts e comentários, ainda tenho muitas dúvidas...
Entendi que é importante ter mais de uma forma de pagamento das despesas: dólar; cartão de crédito internacional, devidamente habilitado na operadora; cartão de débito internacional etc. Porém, não consegui chegar a uma conclusão.

1. O dólar seria viável para pagamento de despesas mais altas, como diárias dos hotéis (IOF a 0,38% e isenção do IVA)? Ou seria melhor usar o cartão de crédito, visando acumular milhas (IOF a 6,38% + IVA)?

2. Cartão pré-pago é o mesmo que Travel Money (agora com 6,38% de IOF também)?

3. Como recarregar o cartão com dólar?

4. Os caixas eletrônicos aceitam todo e qualquer cartão do Brasil?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Mayara! O IOF do dólar e do cartão pré-pago (ou travel money), você paga na hora da compra. Já com o cartão de crédito, o IOF é cobrado junto com a fatura. Como pagar as despesas, é uma escolha pessoal. Para recarregar seu cartão pre-pago, se informe, com a operadora da qual você está comprando o serviço. Eles vão te passar como proceder. Os caixas eletrônicos aceitam os cartões com as principais bandeiras, desde que estes sejam internacionais.

Mayara
MayaraPermalink

Desculpe-me, mas o meu questionamento não foi respondido. Achei até um tanto quanto grosseiro.
Agradeço a atenção.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Mayara! Tudo bem, a gente desenha.

1) No Chile você pode pagar o hotel em dólar vivo. Na Argentina só valeria a pena se a cotação do dólar do hotel fosse no paralelo. Na Argentina o ideal é trocar os dólares no câmbio paralelo e pagar em pesos.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2011/12/que-moeda-eu-levo-para-o-chile/

https://www.viajenaviagem.com/2014/02/buenos-aires-cambio-paralelo-como-fazer/

2) Sim, pré pago é o mesmo que VTM.

3) Recarrega-se cartão pelo telefone e internet banking.

4) O seu cartão precisa estar habilitado para saques no exterior, e neste caso será aceito em praticamente todo caixa eletrônico.

Mayara
MayaraPermalink

Agradeço a atenção!!!

Marcia
MarciaPermalink

Olá, adoro o seu blog, vou para Portugal e Londres em junho, tenho dúvidas de quanto preciso levar para fazer passeios, o hotel em Londres fica em 260 libras por pessoa e em Portugal vou ficar na casa de amigos, quanto preciso levar e qual a melhor forma, cash, pré pago, saques no cartão de crédito... me ajude...

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Marcia! Habilite seu cartão de banco para saques internacionais, leve cartão de crédito e algum dinheiro vivo. O cartão pré-pago hoje em dia serve mais como plano B (para ser carregado em caso de falta de dinheiro ou problema com os outros meios), já que não oferece mais vantagem em relação ao IOF e não serve para acumular milhas, por exemplo, como o cartão de crédito.

Para saber como calcular gastos de viagem, veja: https://www.viajenaviagem.com/2013/07/como-estimar-gastos-viagem/

Carol frias
Carol friasPermalink

Olá! Gostaria de saber se, no caso do VTM, eu pago o IOF somente na hora de carregar o cartão ou se pago TODAS AS VEZES que usar o cartão jo exterior. Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carol! O IOF do VTM é pago no ato do carregamento do cartão, de uma só vez. Depois, você pode usar a vontade, que não pagará mais.

Débora
DéboraPermalink

Viajo para o Chile no próximo final de semana e gostaria de saber qual a melhor maneira de levar dinheiro para lá depois do aumento do IOF para cartões como VTM também. Confesso que estou um pouco perdida já que li em alguns comentários anteriores que não é uma boa opção fazer câmbio no Brasil por moedas como o Peso Chileno. Não possuo cartão internacional e nem o VTM. No meu caso será melhor trocar reais por peso chileno em Santiago mesmo, ou no Brasil, ou fazer o VTM?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Débora! Ao fazer um VTM em dólar você vai pagar 6,38% de IOF brasileiro. Ao usar no Chile o seu VT em dólar você vai perder mais 3% a 5% de taxa de conversão para o peso chileno.

Leve reais ou faça um cartão de crédito. O cartão tem uma taxa de conversão melhor do que a da casa de câmbio, o que ajuda a reduzir o impacto do IOF.

Débora
DéboraPermalink

Obrigada pelo rápido feedback e parabéns pelo blog smile

Letícia
LetíciaPermalink

Eu acho que levar grandes somas de dinheiro não é uma boa.

Não acho seguro e nem confortável, ainda mais considerando que há muitos hotéis sem cofre.

Vou fazer uma viagem pros EUA em agosto, levar uns dólares só pra pequenas despesas tipo taxi, farmácia, comidinhas e etc. E cartão de crédito pras despesas pesadas, compras, passeios e hotéis.

Ganho milhagem no cartão e me sinto bem mais segura.

cnocchi
cnocchiPermalink

Talvez não seja o lugar certo para a pergunta, mas já que se trata de levar dinheiro em viagem, vou arriscar.
Alguém já utilizou cofre em recepção de hotel? Em Frankfurt o hotel oferece esta opção já que os quartos não tem cofre. Alguma experiência para compartilhar?
Obrigada desde já.
Claudia

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Claudia!

Normalmente é mais seguro. Muitos hotéis que têm cofres nos quartos recomendam que documentos e objetos de valor sejam guardados no cofre da administração.

Isso porém não elimina a possibilidade de haver uma pessoa desonesta operando um cofre em qualquer hotel. (Da mesma maneira que uma pessoa de posse do código geral dos cofres dos quartos pode furtar um apartamento.)

Vanessa
VanessaPermalink

Ola Boia!

Parabens pelo trabalho!

Eu li em um post de vocës e tambem em comentarios e gostaria apenas de confirmar essa informacao.

Eu estou em viagem pela Europa e tenho um ATM do BB em euro porem vou a paises que nao aceitam euro, como por exemplo, Bulgaria. Consigo sacar com meu ATM euro em um caixa eletronico VISA PLUS ja no pais e o dinheiro sacado saira na moeda local, com a cotacao do dia?

Eu li aqui que sim, mas gostaria de confirmar se meu entendimento esta correto.

Mais uma vez parabens pelo trabalho.

Grata

Vanessa

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Vanessa! Sim, você sacará em moeda local com a cotação do dia do seu banco. E também poderá ser cobrada uma taxa de saque e de conversão. Verifique com o BB os tipos de taxas cobradas por este serviço.

Beatriz
BeatrizPermalink

Gostaria de saber se os cartoes de debito pre pagos da American Express, sao aceitos em qualquer lugar dos Estados Unidos ou seria melhor optar pela bandeira Visa.Pela logica, American Express e para ser bem aceito la, certo.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Beatriz! São bem aceitos, sim.

Juliana
JulianaPermalink

Boa noite! Estou indo para o Peru em setembro, fiz a compra antecipada do trem para Machu Picchu num site peruano e não houve incidência de IOF...reservei hotéis onde o pagamento poderá ser feito em moeda local ou dólar, se eu entrasse em contato com os hotéis e pedisse para que debitassem do meu cartão antes da minha viagem eu pagaria IOF?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Juliana! Não dá para escapar do imposto, a não ser que você pague em cash.

Fábio
FábioPermalink

Olá. Vou a Santiago e Mendoza em novembro e gostaria de saber se a estratégia de levar reais para trocar por pesos chilenos no Chile também se aplica na Argentina. Grato, Fábio.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fábio! Na Argentina, é mais negócio fazer câmbio paralelo. Dois leitores deixaram dicas sobre como fazer câmbio paralelo em Mendoza:
https://www.viajenaviagem.com/2014/02/buenos-aires-cambio-paralelo-como-fazer/comment-page-2#comment-414426
https://www.viajenaviagem.com/2013/08/onde-fazer-cambio-paralelo-buenos-aires/comment-page-1/#comment-330994

Se tiver mais alguma dúvida, por favor, deixe em algum post sobre Mendoza: https://www.viajenaviagem.com/destino/mendoza

Guilherme
GuilhermePermalink

Bóia,

Sabe dizer se vale a pena levar Reais e comprar Dólar em uma casa de câmbio em nova iorque?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Guilherme! Não vale a pena. É melhor trocar no Brasil.

nilo macedo
nilo macedoPermalink

Meu filho vai fazer intercâmrio na Inglaterra queria contratar um cartão pré-pago.
Tem as alternativas das bandeira Mastercard, Visa e America Express. Este último me ofereram com algumas vantagens, atravel da GlobalTravel, mas eu li a respeito de que o Amex não é tão aceito na Europa quando o Master e o Visa. Procede a informações?..Deve fazê-lo ou não?
Agradeço antecipadamente a atenção.
abs.
Nilo

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Nilo! É verdade. O Amex não é tão bem aceito como Visa e Mastercard na Europa.

Patricia
PatriciaPermalink

Bóia, qual a melhor maneira de levar dinheiro para Santiago? Melhor comprar dólar no Brasil? Visa Travel Money não tem mais vantagem alguma? Cartão de Crédito para tudo?

Denis
DenisPermalink

Alguem pode me informar se eu posso levar menos do que 10.000 reais em moeda estrangeira sem comprovação de onde comprei? em outras palavras, é seguro passar com dinheiro comprado no paralelo em alguma quantia? ou isso nao existe?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Denis! Ninguém vai perguntar de onde é o dinheiro e nem pedir notas fiscais de compra. Só respeite o limite de 10 mil reais ou o equivalente em moeda estrangeira para sair do país.

gafanhoto
gafanhotoPermalink

boa tarde! parabens pelo texto informativo !!
agora, uma pergunta boba ... o limite de R$10.000,00 inclui o valor carregado nos cartoes Travel Money ??
Travelers Cheks tbm sao considerados moeda em especie ?!
ou moeda especia referem-se somente `as cedulas de dinheiro ?!
Obrigado ...

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Gafanhoto! O limite é para papel-moeda, espécie, dinheiro vivo.

Anna
AnnaPermalink

Olá! Adoro seu blog! Vou para Londres e Paris no final do mês e gostaria de saber se preciso levar um VTM em Euro e outro em libras esterlinas ou um só com as duas moedas? E qual o melhor lugar para fazer o VTM,o BB ou casas de cambio tipo confidence? Grata

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Anna! Carregue VTM apenas com a moeda do destino. Caso contrário, você perderá na conversão. Há reclamações sobre VTM do Banco do Brasil.

jocimar resende
jocimar resendePermalink

ola bom dia a todos, venho planejando uma viagem pra conhecer Miami, preciso de um tutorial para iniciantes, como devo proceder, porque caí nesse debate de para-quedas e não entendi muita coisa, preciso ficar apar de tudo pra não ficar mão na hora, gente é tudo mesmo, no que tange a hotel, essa coisa do dinheiro...
tenho medo mesmo de sair do país, minhas viagens sempre foi domestica...

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Jocimar! A primeira coisa que você vai precisar é de um passaporte válido e o visto americano.

Para passagens, pesquise sites como o Submarino Viagens.

Para hotéis em Miami, pesquise preços no Booking.

Para mais dicas, veja:
https://www.viajenaviagem.com/destino/miami

Thamara Silva Araujo
Thamara Silva AraujoPermalink

Bóia, tenho um valor considerável em dólares (provenientes de outra viagem). Vou para a Europa (Libras e Euros).
Pelo post, é melhor trocar aqui no Brasil, certo?
Como funciona para trocas no exterior? Incide algum imposto?
Se não, gostaria de saber se é mais vantajoso realizar a troca Dólares x Libras , ou Dólares x Euros no exterior ou por aqui.

obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Thamara! Em toda operação de câmbio o consumidor perde dinheiro. Ao vender seus dólares, você vende pela cotação mais barata. Ao comprar euros, compra pela cotação mais cara. Leve para a Europa e troque em casas de câmbio por lá, para fazer apenas uma operação a cada troca. No Brasil você perderá duas vezes a cada operação, porque pagará pela troca de dólares por reais e depois pela troca de reais por euros ou libras.

Thamara Silva Araujo
Thamara Silva AraujoPermalink

Obrigada, Bóia smile

Eduardo Lorena
Eduardo LorenaPermalink

Pessoal., me surgiu uma ideia para fugur do IOF de 6,38% do cartao pre pago no Brazil.
Procurei na internet maiores informaçoes ou experiencias sobre isso mas nao achei nada.
Bom, nada de especial...
Compro os EUROS (em papel moeda) e pago o IOF desta modalidade.
No meu caso, chego em Londres (LHR) e vou direto ao guiche da TRAVELEX e compro um cartão pre pago em EURO e pago a vista.
Pronto... estou com um cartão PrePago, com toda segurança do mundo, sem pagar o IOF do cartão....
Mais infos: http://www.heathrow-airport-guide.co.uk/foreign-currency-cards.html

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Eduardo! Cias. como Travelex não são empresas de caridade. Elas vivem de ~vender~ dinheiro. Você teria que comprar euros deles pagando em libras. A comissão deles estaria embutida. Pense em algo como 5%. Não vale o trabalho.

Bruna Loss
Bruna LossPermalink

Olá, estou indo para o Canadá em Janeiro, é melhor eu comprar o dolar canadense agora ou mais próximo da viagem??
e ainda, quanto eu devo gastar mais ou menos por dia, sendo que já tenho hospedagem? (vou fazer um intercâmbio de 30 dias e vou ficar em casa de estudante)

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Bruna! Compare a cotação que você conseguir no mercado (talvez não seja boa, aqui no Brasil) com a que aparecer em http://www.oanda.com/currency/converter/ . É bem provável que compense tirar moeda diretamente no caixa eletrônico lá e usar cartão de crédito, mesmo com o IOF.

Leia também: https://www.viajenaviagem.com/2013/07/como-estimar-gastos-viagem

Bruna
BrunaPermalink

Adorei as dicas!!! Obrigado!!! wink