#Linkódromo | Bolonha, Parma, Modena e Ferrari no Café Viagem

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Bolonha

Foto | Alexandra Aranovich

Mencione "Emilia Romagna" e pouca gente saberá onde fica e do que se trata. No entanto, é uma das regiões mais importantes da Itália -- e sem dúvida uma das que  mais contribuíram para o cardápio aí da sua casa. Dali saíram o molho bolonhesa (ragù alla bolognese), o queijo parmesão e o mais procurado dos presuntos crus (de Parma!) e o azeite balsâmico (de Modena). Maranello, onde está o Museu da Ferrari e é possível pilotar o mitológico carro vermelho numa pista de autódromo, também fica na região (nas cercanias de Modena).

Bolonha é um bate-volta superfácil de fazer desde Florença -- são apenas 40 minutos de trem. Mas a Alexandra Aranovich, do Café Viagem, ficou muito mais do que isso: foram oito dias. Participando do projeto BlogVille, que hospeda blogueiros em apartamentos da cidade, ela zanzou com o maridão por toda a Emilia-Romagna, e voltou com um relato apaixonante.

Se você quer visitar uma Itália diferente, mas que sempre esteve debaixo do nosso nariz, siga a Alexandra:

Leia mais:

37 comentários

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalinkResponder

Lerei com muito carinho, será meu próximo roteiro.

Erika - Próxima Trip

favoritado grin

Ana Rosa Corrente

Muitas coisas interessantes.... Estivemos tb no carnaval....
Pra que gosta de motos.... ir conhecer o Museu da Ducati,
E se agendar.... Consegue conhecer a fábrica tb !!!!

Tereza Aquino
Tereza AquinoPermalinkResponder

Estou me programando para visitar a Itália ainda este ano.

meus planos são ficar somente pela Itália,

Gostaria de um bom roteiro para viajar,mas não como um roteiro unicamente turístico.

Viver um pouco "the Italian way of life"

É POSSÍVEL ME ENVIAREM ALGO ASSIM?

oBRIGADA.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tereza! Nosso blog é de consulta, infelizmente não temos como desenhar roteiros individuais nem enviar nada por email.

Para experimentar a vida à italiana (não existe "way of life" na Itália), basta se demorar mais nos lugares. Só a partir do momento em que você esgota (ou simplesmente não "tica") os pontos turísticos é que você começa a explorar a alma do lugar.

Catarina
CatarinaPermalinkResponder

Que comentário maravilhoso,adorei !! <3

Lauriano
LaurianoPermalinkResponder

Ótimo comentário, viajar para "ticar" os lugares não é diversão.

A.L.
A.L.PermalinkResponder

Escolha cidades que não tenham muito movimento turístico (mas ainda sejam próximas de outros pontos que queira visitar em bate-e-voltas) e fique pelo menos uma semana em cada local.

Alexandra Aranovich

Obrigada, Ricardo Freire pela citação. Tenho muuuito carinho por esta região e por esta viagem.
Abraços grandes e conte sempre comigo
Alexandra Aranovich
www.cafeviagem.com

iza
izaPermalinkResponder

Como faço para comprar ingresso para o Palio de Siena ? grazie

Lisa
LisaPermalinkResponder

Olá!
Uma ajudinha aqui pessoal!!!

Estou planejando minha primeira viagem para fora do Brasil, pretendo ir somente para a Itália, em setembro de 2015, queria saber se é realmente necessário um agente de viagens?
Vou passar 15 dias com meu marido, mais ou menos assim: 5 dias Roma, 5 dias Florença e 5 dias Milão, sem contar chegada e saída do país, e fazendo alguns bate-voltas: Pisa, Bolonha, Nápoles e Verona.

Pleeeease!!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lisa! Você consegue fazer tudo por conta própria, se preferir. A gente prefere grin Veja: https://www.viajenaviagem.com/2010/09/o-que-e-melhor-pacote-excursao-ou-conta-propria/

Lisa
LisaPermalinkResponder

Valeu Bóia!

alexandra
alexandraPermalinkResponder

Olá Lisa ! Adoro Italia só uma sugestão Milão não justifica 5 dias 2 dias chega aposte em Veneza aí sim 3 dias .

Lisa
LisaPermalinkResponder

Olá Alexandra!
Obrigada pela ajuda (e já abusando dela... Hihihi...), eu pensei em 5 dias em Milão para ficar dois, e visitar Verona e Pisa, pensei em 5 dias para Florença para ficar dois e visitar Bolonha e Parma, e por fim, 5 dias em Roma, visitando Nápoles e o Vaticano.
Você acha uma boa?
Tks!

????

marcus
marcusPermalinkResponder

Será que em Modena ou perto da cidade existe alguma loja ou shopping da FERRARI ? Alguém tem conhecimento?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcus! Para pesquisar por lojas da Ferrari perto de Modena, clique no link: http://blog.store.ferrari.com/store-locator/

Lu
LuPermalinkResponder

Adorei o post! Até pq estou planejando viajar por lá. Estou indo de Florença p/Milão, e, no caminho, pensei em visitar Bologna, Parma, Modena e Ferrara. Será q 5 dias seriam suficientes? Depois de ler o blog da Ale, estou pensando em fazer base em Bologna, mas estou na dúvida se seria melhor fazer os bate e voltas de carro ou de trem?
Agradeço sugestões.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lu! Carro funciona melhor montando base em cidades menores. Entrar e sair de Bolonha todos os dias de carro pode ser problemático (e lembre-se das zonas de tráfego limitado que são menos visíveis em cidades de médio porte do que em vilarejos, onde é fácil deixar o carro do lado de fora das muralhas e entrar a pé). Para se hospedar em Bolonha, é melhor usar o trem.

Lu
LuPermalinkResponder

Bem lembrado, Boia!
E será q todas as cidades citadas dá p/fazer num bate e volta a partir de Bologna?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lu! Dá, sim. De Modena, para chegar a Maranello, há um ônibus que sai da estação. (Dá também para ir de táxi, é pertinho.)

João
JoãoPermalinkResponder

Lu, permita-me dar um pitaco.
Estive na Itália em março 2014 com minha esposa. Montamos base em Bolonha por termos filho e nora estudando lá. Visitamos em bate-volta com trem a Verona,e Ferrara + Florença e Veneza (estas 2 últimas já conhecíamos de viagem anterior!) e foi bem tranquilo. O segredo é escolher um hotel próximo à Estação Central para facilitar o deslocamento. Circular de carro em Bolonha é complicado pq tem zonas proibidas e a multa pega mesmo!
Abs, João.

Rosane Luz
Rosane LuzPermalinkResponder

adorei o passeio de bike. Entrei no site, mas não entendi direito. Mande-me mais algumas informações por favor. Viajarei em final de setembro.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosane! Deixe o seu comentário no Café Viagem, para a Alexandra ver wink

Élida Wed
Élida WedPermalinkResponder

Juro que procurei nos posts e nos comentários a informação... vcs até têm um link para a página das estações, mas no link não encontrei a informação... então acho que cabe pedir socorro, pra ver se alguém sabe informar: Tem guarda-volumes na estação de trem de Bolonha?
Estamos fechando roteiro baseado em um de vcs, aquele de quinze dias na Itália que foi feito pra uma "aluna da Carla". Vamos ficar um pouco mais de quinze dias, e já encaixamos outros bate e voltas. Aí alguém (ainda bem) sentiu falta de Bolonha, e vimos que dá pra parar lá no trecho entre Veneza e Florença. Trocar outro bate e volta tá muito complicado, então seria uma linda solução faze-lo como pit-stop!
Alguém sabe informar? (Mala de mulher, gente, dessas médias/grandes, hehe)
Antecipamos agradecimentos!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Élida! Tem guarda-volumes. Mas não viaje com mala G. Viaje com mala M. Uma mala G em viagem de trem é um inferno.

andre
andrePermalinkResponder

Tem guarda-volumes sim. Mas atenção: a estação de bolonha é confusa. Há níveis no sub-solo, aparentemente construídos como anexos, bem longe do guarda-volumes. Se você vier de trem rápido, provavelmente descerá e embarcará nestes níveis, e terá de caminhar um bocado pra chegar ao guarda-volumes, que fica na parte, digamos, velha da estação, bem escondido. Há: o guarda-volumes não é automático: é preciso deixar o passaporte como a pessoa que gerencia o local.

Marco Antonio Dias

Tirem uma dúvida minha. No meu roteiro, estou partindo de Florença para Bolonha. A passagem Firenze SMN - Bolonha é 17 euros, enquanto a passagem Firenze-Verona é 9,90 euros. Detalhe: o trem que vai a Verona é o mesmo, faz um stop em Bolonha apenas.
Posso comprar a passagem para Verona e descer no meio do caminho em Bolonha sem problemas? Imagino que aqui não seria problema.
Agora: e o trem da volta? Seria problema pegar em Bolonha (para Florença) com uma passagem como se estivesse partindo de Verona? Aqui eu imagino que seria problema porque validam o ticket no primeiro trecho já.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marco! Não sei se os fiscais estão antenados para esse tipo de gambiarra. Se estiverem, pode dar problema na volta. Na ida é tranqüilo.

Marco Antonio Dias

Foi o que imaginei. Melhor não arriscar a volta. Mas a ida está valendo com certeza. A "gambiarra" é possível pela Italo. Aí a passagem de 9,90 sai muito em conta, melhor que a da Trenitalia que é 14,90 na tarifa mais barata.
Aliás, se a pessoa quiser ir até Verona mesmo, vale ainda mais a pena. Quem quiser fazer bate-volta consegue ida e volta com um desconto ainda maior (17,80 no total).
A Italo geralmente oferece tarifas antecipadas melhores que as da Trenitalia. Pena que a malha é mais restrita.

Dani Bispo
Dani BispoPermalinkResponder

Ola,
Amo os posts do Café Viagem. A Alexandra foi uma das primeiras pessoas a falar da Emilia Romagna na rede, antes mesmo de eu vir morar na região. Cada dia que passa a Emilia aparece mais para o turismo brasileiro e Bolonha se afirma como uma ótima meta gastronômica.
Adorei ver um post da Emilia Romagna no #VnV

bjs
Dani Bispo
abolonhesa.com

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

Olá Bóia,

Da para fazer um pit stop em Bolonha entre Florença e Veneza? Será que tem guarda volumes na estação de Bolonha?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carolina! Sim e sim smile

Helena Elizabeth

Boa tarde.
Estou indo para Milão, mas o trem passará por Parma. Gostaria de saber se há bagageiro na estação ferroviária de Parma..
Muito obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Helena! Esse tronco ferroviário é de alta velocidade. Se você quiser interromper a viagem em Parma, terá que comprar uma nova passagem de Parma a Milão. Não há guarda-volumes na estação de Parma.

Helena Elizabeth

Boa noite.
Muito obrigada pela informação.
Helena.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar