Zoológico de Luján: por que não recomendamos a visita

Viaje na Viagem
por Viaje na Viagem

Luján

O Viaje na Viagem nunca tinha ido ao zoológico de Luján. Até que a Elisa, CEO do site, calhou de ir com a filhota passar o Carnaval em Buenos Aires, e resolveu conferir essa atração que está no roteiro de tantos brasileiros. O que ela viu? Animais fora do seu ritmo normal de alimentação e sono, expostos a uma interação que mais constrange do que entusiasma. É mais do que a pena que você sente no zoológico; é a pena que você sente no circo. [Riq Freire]

Texto e fotos | Elisa Araújo

A visita ao zoológico de Luján estava na programação da minha semana em Buenos Aires porque minha filha (8 anos) e eu tínhamos ouvido falar nesse local onde se podia "abraçar filhotes de leão". Ela ficou com essa idéia na cabeça e eu comecei a pesquisar o assunto. Além das informações práticas (como chegar, etc.) encontrei relatos negativos, denúncias e críticas sobre o local em si e sobre as condições em que os animais são mantidos. Alguns blogs não falam sobre o passeio e deduzi que essa é a maneira que encontraram de não divulgar o local, não estimular as visitas. Decidi manter o zôo na agenda para ver com meus próprios olhos e formar uma opinião sobre esse programa tão popular entre os brasileiros que viajam para a capital argentina. Optei por não prevenir minha filha sobre as questões que geram as denúncias (as crianças não vêem as coisas como os adultos, percebem detalhes que não vemos e não dão atenção a coisas às quais ficamos atentos).

Nosso balanço final, após a visita, ponderando a opinião da minha filha e depois de conversar com o comandante Ricardo Freire, é que se trata de um passeio que o Viaje na Viagem não recomenda. Leia abaixo a minha experiência e as minhas impressões.

Estrutura e aparência

Não há bilheteria. Quem entra a pé ou de carro paga diretamente para funcionários que ficam circulando no caminho da entrada. Os carros, táxis e algumas vans entram dentro do zôo e estacionam nas vagas espalhadas nas áreas mais próximas da entrada. Não há um estacionamento em separado, os carros passam (devagar) entre as filas de pessoas esperando para entrar nas jaulas dos tigres, da leoa e dos leõezinhos.

A impressão que me deu foi de estar em um grande sítio mal cuidado. O chão é de terra batida (quando chove deve virar lamaçal) ou grama não aparada. Algumas espécies circulam soltas -- patos, gansos, lhamas -- por isso é melhor olhar onde pisa porque os bichos passam o dia inteiro sendo alimentados pelos turistas. Logo, há grande produção de… cocô. É como andar numa fazenda. Em alguns locais, o cheiro também lembra o de uma fazenda.

Os locais que vendem comida oferecem basicamente fast food, empanadas e sanduíches. Há um restaurante, mas não cheguei até ele. Tínhamos optado por levar sanduíches feitos por nós no hotel (nosso quarto tinha uma pequena cozinha), frutas e biscoitos. Compramos lá suco de laranja feito na hora (estava ótimo) e água. Há mesas livres para sentar e comer, além de espaço para piquenique.

Os banheiros não agüentam o volume de pessoas -- os papéis usados vão sendo jogados no chão e formam pilhas. Não há limpeza na freqüência que seria necessária para suportar um dia de visitação pesada (eu fui numa segunda-feira de Carnaval, o local estava cheio de brasileiros e de argentinos).

Fila das elefantas

Fila para as elefantas

Preços

Em março de 2014, a entrada custava 200 pesos (cerca de R$ 45 no paralelo) para não-residentes acima de 2 anos de idade. Além disso, paga-se a comida comprada lá, o passeio de carrossel (fraquinho) e em todas (absolutamente todas) as "atrações" há uma cestinha em que os funcionários pedem "una colaboración" (as pessoas deixam 5 ou 10 pesos ou notas de reais de baixo valor).

Bebedouro do filhote

Filhote de leão no bebedouro

O que tem pra fazer além de ver os animais

Há um parquinho infantil do tipo que se encontra em praças: balanços e outros brinquedos para as crianças menores ou para as que não querem ficar horas em filas. Há um carrossel bem pobrezinho, mas esse é cobrado por fora (são 10 pesos). Um trenzinho aberto dá uma volta em torno do jardim dos tratores e dos carros antigos e também da grande jaula dos leões. As crianças gostam da experiência. Já o passeio de pônei é de chorar -- a criança é colocada sobre o pônei, anda 2 metros pra lá, 2 metros pra cá e pronto. Minha filha achou bobo e disse que é "uma exploração" do pônei.

Os carros antigos, carroças e tratores são uma parte interessante do local (e aumentam a sensação de se estar numa fazenda ou num sítio). As crianças podem subir em alguns e fazer pose de "estou dirigindo esse trator enorme, olha só!". Lhamas e gansos circulam por ali, passeando entre os humanos.

Comendo na mão dos turistas

Comendo na mão dos turistas

Os animais

Há animais domésticos e selvagens "domesticados". Logo na entrada está um grande cercado onde ficam cavalos, ovelhas, lhamas, pôneis, cabras e bodes. Um pouco mais à frente estão as jaulas dos tigres, da leoa e dos filhotes de leão. Os leões adultos ficam um pouco mais à frente. Dromedário e elefantas ficam no final. A tal interação com os animais se dá de duas maneiras: você pode alimentar os animais domésticos (com a comida específica que é vendida por 10 pesos em saquinhos logo na entrada) ou você pode acariciar e tirar fotos com os selvagens "domesticados".

Está aí um dos primeiros problemas na nossa opinião: os animais passam o dia inteiro comendo nas mãos dos turistas. E o zôo abre 7 dias por semana, todos os dias do ano. Ou seja, os bichos comem o dia inteiro, todos os dias. Pelo comportamento deles, são completamente condicionados a isso. Basta você se aproximar do cercado dos animais de fazenda para que eles venham tentar comer na sua mão.

Temos então as fotos e interação com os selvagens domesticados. No caso das elefantas, a experiência é assim: você fica na fila, na sua vez, avança, pega pedaços de banana já cortados e se posiciona onde o funcionário manda. Outro funcionário fica com sua câmera. Quando ele comanda, você levanta a mão com o pedaço de banana e a elefanta pega com a tromba. Faz isso uma vez, uma foto. Segunda vez, segunda foto. Terceira vez, terceira foto. Para a quarta foto, o funcionário dá um comando de voz e a elefanta levanta a tromba bem para o alto. É a pose final. O resultado são fotos divertidas, mas pense só: as elefantas (são duas) fazem isso o dia todo, 7 dias por semana, todos os dias do ano…. para que você, turista, tire fotos divertidas.

Os grandes felinos são a principal atração. Logo após termos chegado (entramos no zoo as 11 da manhã) a fila para a leoa estava tão grande que encerraram a "atração" (o numero de pessoas na fila era suficiente para o horário do expediente dela).

Filhote come

Leãozinho se alimenta

A interação com os filhotes de leão foi assim: entramos na jaula (entram as familias juntas) onde havia 4 filhotes de 5 meses. Dois dormiam, um estava comendo pedaços de carne crua e o outro estava deitado ao lado do bebedouro. Era nesse que podíamos passar a mão e tirar foto. O bichinho ou estava sonolento ou estava deprimido, porque tinha a cabeça virada para o lado oposto, quase enfiada no bebedouro. O filhote que comia estava com cara de triste e o filhote que dormia no fundo da jaula estava acorrentado (foi minha filha quem viu e me mostrou perguntando porque, isso a deixou incomodada). Na jaula ficam também dois cachorros. O funcionário me disse que os filhotes são criados com cachorros para que fiquem mais dóceis. A experiência não teve nada de fofinha, de segurar no colo uns bebezinhos de leão (bebês de leão foram feitos para isso?). A visão do filhote dormindo acorrentado foi super deprê.

Tigre

Señor Tigre

A jaula dos tigres (branco e de Bengala) é um ponto focal do zôo. Muita gente na fila, muita gente apenas olhando e fotografando. São animais enormes, lindos e parecem ser os menos dóceis. Não fiquei na fila, mas vi que o esquema é o mesmo -- eram três animais em rodízio, um para acariciar e posar, um dormindo e um se alimentando (coxas e sobrecoxas de ave). Só adultos podem entrar, só se pode por a mão no dorso do bichão.

lujan-pablo-dormindo

Pablo zzzzzzzz......

No final do nosso passeio fomos até a jaula do Pablo, um leão adulto. De novo, só adultos podem entrar. Eram 3 da tarde, Pablo estava dormindo, dormindo pesado. De vez em quando balançava o rabo ou movia um pouco uma das patas para espantar as moscas. A jaula é enorme, larga e alta, em forma de cilindro. Pablo dormia sobre uma plataforma de cerca de 1 metro de altura (atrás dessa jaula há outra, onde ficam outros leões e leoas fora de expediente, dormindo ou acordados). A semelhança do espaço com um picadeiro de circo é óbvia. Só não tem chicote e domador.

Você entra na jaula e segue as orientações do funcionário: sobe numa plataforma intermediária que deixa você de pé atrás do leão. Sorria, faça pose. Tem gente que faz V, tem gente que mostra o muque. O funcionário tira fotos. O resultado final das minhas fotos são imagens em que apareço sorrindo atras de um leão chapadão. Me senti péssima ao ver as fotos. É um troféu ruim.

Eu ficaria mais animada se Pablo estivesse acordado? Acho que não. É uma experiência falsa. O leão não é ele mesmo ali, não está em seu estado natural. É quase como tirar uma foto com a estátua de cera da rainha Elizabeth. Não é a rainha, você pode até se divertir exatamente por ser uma rainha fake de cera, mas no caso do leão, é diferente. É um animal vivo.

Leoa dorme

A leoa dorme

A opinião da minha filha (8 anos)

No dia seguinte, ela avaliou o passeio como "mais ou menos". Gostou de ter feito "amigas novas" (duas meninas argentinas com as quais brincou um pouco). Gostou do trem, dos carros antigos e do balanço. Achou as filas "enormes e ruins" e não gostou de não poder entrar nas jaulas dos bichos grandes. Disse que os filhotes de leão são "fofinhos, mas estavam tristes porque não estavam com a mãe deles". Nem se lembrou da elefanta.

Avaliação final

Não é um lugar ao qual quero voltar. Não recomendaria a amigos, mas descreveria o que vi, para que cada um tome sua decisão. Há denúncias pela internet de que os animais são dopados para que fiquem mansos. Não dá para afirmar isso porque eu não vi. Pode-se especular. O que vi são animais em ambientes que nem de longe lembram seus habitats naturais, fora seus ritmos naturais de alimentação e sono. Pense em você fora do seu ritmo de alimentação e sono… O que vi foram animais expostos a uma "interação" que não deve ser agradável para eles, especialmente os felinos (quem tem gatos sabe o quanto é estressante para eles o contato com estranhos) ou condicionados a uma interação motivada pela comida. Na minha opinião é um preço muito alto para pagar por fotos divertidas ou bonitas. Não o preço que você paga pelo ingresso ou o tempo que você fica nas filas. Quem paga preço alto são os animais.

Leia mais:

297 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Alex
AlexPermalink

Qualquer retardado que ler isso esta postagem vai saber que houve parcialidade da dona protetora dos animais e que não gosta de andar na lama. Garanto que os animais não gostariam de estar no asfalto ou na calçada. Nota zero, faz com que este site que é tão bom perder a qualidade.

Marcelle
MarcellePermalink

O que fica ruim não é o site com um opinião sincera e altruista, mas sim o mundo, cheio de pessoas como você que não pensam em nada além do próprio umbigo wink

Cristiano Rodrigo
Cristiano RodrigoPermalink

Alex, vc falou TUDO.

Os animais não são dopados. Não poderiam. Se fossem viveriam pouquissimo, pois o zoo abre todos os dias e sedativos a longo prazo geram problemas graves neuromotores, no entanto não se ve animais doentes e muitos deles inclusive ja estao la ha mt tempo, como o leao pablo, o tigre heitor, a elefanta sarima... Se fosse dopados tds os dias ja estaria mortos.

A docilidade dos felinos se da pelo principio de isonomia, eles sao criados com caes doceis de porte medio, logo os felinos "entendem" q tbm sao animais de medio porte como os caes, pois os bichanos fazem relaçao isonomica com o q convivem no ambiente. E tbm pq sao criados desde cedo com mt contato com humanos, eu mesmo dei mamadeira pra varios leoezinhos.

Quem não quer andar na terrra e sentir cheiro de coco q va passear num shopping. E q estude mais antes de voltar antes da proxima viagem pra não divulgar informações imprecisas, pra dizer o minimo.

Brenda
BrendaPermalink

Perdão, mas estude mais você. Qualquer pessoa, com o minimo de conhecimento sabe que animais SELVAGENS jamais conseguiriam ficar num estado desse sem 1g de sedativo. Você realmente acredita que esses animais ficam 24h por dia 7 dias por semana sonolentos por que estão "domesticados"? Um leão criado com humanos ou não sempre terá um instinto de caça, claro, a não ser que seja dopados todos os dias para virar atração. Fique você numa jaula como atração para animais te alimentarem o tempo todo e tirarem fotos. Pense um pouco mais além, animais selvagens não podem ser uma atração, por um mero capricho humano. E vá pesquisar um pouco antes de ousar palpitar sobre um assunto desses, os animais são trocados durante alguns anos, ou você realmente acha que "o leao pablo, o tigre heitor, a elefanta sarima" são os mesmo animais desde que o zoo foi aberto? Santa ignorância!

Marcelo
MarceloPermalink

Não falem bobagem. É óbvio que os felinos não foram dopados com drogas. O que vocês vêem lá é uma mistura de técncas de adestramento para torná-los mais domesticados com "dopping" alimentar. E, por favor, entenda-se "dopping alimentar" por mantê-los o tempo todo sem fome. Qualquer um que tenha um mínimo de conhecimento sobre o comportamento de felinos, sabe que um felino "de barriga cheia" dorme. Conversem com um veterinário antes de postar bobagem.

natalia
nataliaPermalink

nao são drogas marcelos.. vou te explicar... os humanos vao ao psiquiatra, por varios motivos, stress, depressao, ansiedade e o medico o receito um remedio, digamos que seja um tarja preta (por exemplo o frontal), é um REMEDIO que da muuuuuuito muuuito muuuito sono, e vc dorme tranquilamente durante 13 hrs de sono, ou mais. no outro dia, vc acorda muito mole, é uma sensação boa, mas é mt viciante. e é isso que acontecem com os animais de lá. eles dao REMEDIOS para que fiquem daquela forma

Aline
AlinePermalink

Eu penso que você ou alguém da sua família deveria estar exposto lá a apenas comer, ser visto e fotografado o dia inteiro. Ninguém precisa ser protetor dos animais, como diz você, para ver que esse zoológico passa de crueldade avançada, somente uma pessoa sã já vê que isso é covardia. Quem sabe você aceite ser preso por correntes e idiotas te passando a mão e dando comida o dia todo. Pense bem e reflita, não só você, mas todos que pensam como você! Os animais são irracionais, é o que os difere do ser humano que é racional. Mas eu vejo que pessoas que pensam como você (e que concluem este texto do blog como "alguém que não gosta de andar na lama", são possuem diferença nenhuma dos animais, são irracionais da mesma maneira!!!!

Mad Max
Mad MaxPermalink

Sabe... Fomos a esse zoo, ficamos com a mesma impressão do relatado aqui e não teríamos ido se tivéssemos lido isso tudo antes... O leão foi o mais chocante. Os tigres, em parte, porque dois deles estavam mais espertos e beberam leite na nossa mão.
Mas a impressão realmente é de que os bichos estão dopados...
Não aconselhamos também, em respeito aos bichos. Será que não há uma intervenção do governo???

Aline
AlinePermalink

Há intervenção do governo sim. Ele envia animais em risco apreendidos em circos e outros locais para serem cuidados em Luján. O problema é o povo querendo falar que as 15h encontrou um leão dormindo e achou estranho. GENTE FELINOS POSSUEM HÁBITO NOTURNO E DORMEM ENQUANTO ESTÁ CALOR!!! Um pouquinho de informação antes de escrever sua opinião sincera e altruísta" seria bem melhor

Rodrigo
RodrigoPermalink

Aline,

Já fiz safaris na África e voce está correta em afirmar que os leões possuem hábito noturnos, mas lhe garanto que se saltássemos dos carros na áfrica e fizéssemos carinho no leão dormindo no mato, ele não nos ignorariam.. e essa conversa de bicho criado como cachorro não existe, eles podem ficar toleráveis ao homem, mas tão submisso assim, impossível.

gustavo
gustavoPermalink

Rodrigo, me admira vc vir aqui dizer q fez safari na africa o KRUGER PARK na africa do sul (a principal reserva da africa do sul por sinal) existe a msm coisa..... eu msm peguei filhote de leao no colo, alisei leao e guepardos e subi em elefantes.... SAFARI NA AFRICA PODE, NA ARGENTINA NAO PODE...... isso é balela..... post tendencioso......

Vanessa Benetti Di Sessa

É muito triste ver a ignorância de algumas pessoas que acham tudo aquilo q ocorre no Zoo de Lujan normal e legal, ainda bem que tem pessoas com o mínimo de sensibilidade como a Elisa e sua filha que se dão o trabalho de questionar tudo e quem sabe plantar uma sementinha do bem naquele lamaçal todo... eu não sou protetora de animais e não concordo com o fanatismo de alguns, sou apenas uma veterinária que vivo decentemente do meu trabalho e por isso respeito os animais pois é graças a eles que eu me sustento, mas de uma forma digna com respeito que eles merecem!!! #ficadica #fechemozoodelujan #crueldadeteimite

Cristiano Rodrigo
Cristiano RodrigoPermalink

Quem ainda não foi no ZOO e leu isso certamente não irá. Mas gente, ouçam ! NÃO VÃO PELO QUE LERAM AQUI !!!!!!!!!!

Pura bobagem !! O lugar é fantastico, único no mundo até onde eu sei. Voce entra na jaula e interage com os felinos. É um momento de emoção e perplexidade !

É curioso que não foi feito esforço, por parte de quem escreveu esse texto, em buscar realmente informações que vão além da simples "especulação" como o proprio autor reconheceu... Triste isso partindo de quem esta tentando divulgar conhecimento imparcial e de credibilidade.

Quem conhece o minimo de biologia, sabe que se os animais não podem ser dopados. É um zoo q abre TODOS os dias do ano, e se assim fosse, nenhum dos animais viveria tanto tempo pq qualquer sedativo de uso prolongado causa doenças neurais e motoras irreversiveis a partir de um certo tempo. Os animais q estao lá, mts deles já estao la ha anos ! Como o Pablo, a Elefanta Sarima, o Tigre Heitor... Se fossem dopados diariamente já estariam mortos ha muito tempo.

A razao pela qual esse animais são doceis é muito simples. É um conceito que na biologia chamamos de "ISONOMIA". É o principio que diz q os animais são capazes de reconhecer a sí mesmos atraves da observaçao dos demais do seu convivio. Um leão não sabe que é um leao, por assim dizer, especialmente no caso de Lujan, onde os felinos são criados junto com cães doceis de medio porte, atraves da relação de isonomia os leoes "acreditam" que tambem sao animais de medio ou pequeno porte como os caes que convivem com eles. Alem disso, os leoes e tigres são acostumados desde muito pequenos com o convivio dos humanos, tanto q é possivel vc dar mamadeira para um filhote de leão.

Sobre o zoo em sí... Ora, certamente o autor do blog esperava encontrar umas vitrines, uns azulejos pelo chão ou sei lá. É um ambiente que precisa ser bom antes de tudo para os animais, se vc nao gosta de chao batido e terra então é melhor ir para um shopping.

O lugar é 1000. Eu já fui la duas vezes, espero logo ir de novo e lamento por aqueles que se deixaram influenciar pela opinião parcial e desqualificada do autor do texto.

Postem isso e deixem q cada um tire suas conclusoes, já q primam pela imparcialidade não é ?

Ana
AnaPermalink

´´as pessoas entram na jaula e interagem com os felinos´´
E ISSO É UMA COISA NORMAL DESDE QUANDO?! Quando é que animais felinos selvagens se sentem confortáveis/satisfeitos com contato humano dessa forma?!

Eu vou perdendo a fé na humanidade pouco a pouco.

Rafael
RafaelPermalink

Cara, você tem coragem de defender esse Zoo? Realmente tem gente que precisa evoluir muito nessa vida. Amigo, quer ver felinos de verdade? Vá a um safari na Africa. Tive a oportunidade de conhecer o Kruger Park na Africa do Sul a 4 anos atrás, e ali sim você vai perceber o que significa estar num habitat natural. Vc acha que andar na terra e pisar e coco no Zoo de BA é estar no habitat do bicho? Para entrar no Kruger vc assina um termo sérissimo que se coloca em total risco a sua vida, ou seja, se não seguir as recomendações (e até seguindo) vc está entrando no ambiente deles e ali amigão, ah, ali é cada um por si. Vai passar a mãozinha na juba do leão por lá vai...avistar o Leão mesmo de longe já vai te arrepiar a espinha! E uma manada de elefante passando pela estrada ao redor do seu veículo? E uma família de Rino de 2 toneladas empacando a estrada e que o pai resolve correr na sua direção para proteger a família? Ali, vc é o estranho, e sabe pq? Pq ali é o lugar dele, vive solto, caçando e sobrevinvendo naturalmente. Esse Zoo de BA é uma vergonha e tenho mais vergonha ainda quando vejo as pessoas postando fotos em rede social ao lado de um Tigre apático e infeliz.
Vc pode até não concordar com o artigo, mas não faça feio de vir aqui e comentar desrespeitosamente. Viaje mais, abra sua cabeça, liberte-se dos paradgimas sociais de um classe média suburbano, seja mais flexivel em suas idéias, tenha humildade, tenha sensibilidade e principalmente: humanidade.

Bárbara
BárbaraPermalink

Rafael finalmente alguém com bom senso infelizmente hoje as pessoas só pensam no próprio umbigo e no seu divertimento momentâneo, qualquer pessoa que conhece um pouquinho sobre felinos entende que aquilo não é natural! Vim passar férias em BA e tentaram me vender este passeio como um safari! Ridículo! BA e muito bonita e tem muitas coisas para fazer não vá ao Lujan não alimente está loucura!

Rodrigo
RodrigoPermalink

Rafael, mandou bem.. também fui no Kruger e ali sim é vida selvagem.. nada contra zoologicos (alguns até tratam de animais que não conseguem serem readaptados), mas dizer que um animal como leão é "condicionado" a ficar chapadão é demais.. abraços

Taís Corrêa Almeida
Taís Corrêa AlmeidaPermalink

Disse tudo Rafael.
Nunca fui a esse Zoo de Buenos Aires, estou de viagem agora para lá. Mas com certeza não irei incluir essa forma egoísta e exploratória de ganhar dinheiro. É notório o perfil apático e triste destes animais...dizer que está tudo normal é uma completa epifania.

Brenda
BrendaPermalink

Como é bom ver mais pessoas com bom senso aqui, humanidade é exatamente isso que falta nessas pessoas que defendem que esses animais não são dopados.

Annamaria
AnnamariaPermalink

Concordo com vc Cristiano. acabei de chegar de Buenos Aires e estive em Luján.
Por conta de toda essa polemica antes de ir me informei sobre a "dopagem" dos animais. O que obvio não acontece.
Os animais são criados por Cadelas assim que nascem (inclusive havia uma box tomando conta de um tigre) e duas cadelas tomando conta do Leão e assim se vê em todas as jaulas.

Antes de chegar minha vez de entrar na jaula, o Leão que já tem 9 anos, levantou, comeu com uma pessoa ao lado dele tirando foto.

Quando eu estava na jaula do tigre, ele chegou ao meu lado e passou a cabeça no meu braço pedindo carinho...um animal desse é dopado????

Os filhotes de tigre e de leão brincam entre eles e brincam com vc. Um animal desse é dopado???

Dei mamadeira a uma tigre no cio de 4 anos que estava na jaula para cruzar com o tigre de bengala. Esses animais são dopados???

Obvio que não!!!!

Acho que as pessoas realmente se deixam influenciar por textos bem escritos, mais que não condizem com a realidade, simplesmente não aceitam e nem acreditam que os animais podem sim ser criados de outras formas e se comportar de maneira diferente também.

Fui ao zoo, e sempre que for a Buenos Aires irei lá sim, pois pra mim valeu muito a pena!!!!

Ju
JuPermalink

Os animais tolarem a presença de humanos não quer dizer que estão gostando dela. Mesmo pra cães e gatos interações com desconhecidos são estressantes, imagina pra animais selvagens (que aliás precisam de muito mais que algumas gerações de criação em cativeiro pra apresentarem mudanças significativas no comportamento e poderem ser chamados de domesticados).
Acho que a reflexão que fica é: vale a pena uma vida inteira de desconforto e estresse de vários animais por uma fotinho irada pra postar no facebook?

Marina
MarinaPermalink

Você deu mamadeira para um animal adulto? E achou isso normal?

Débora Domingues
Débora DominguesPermalink

Lamentável a forma com que a autora do texto descreve o zoológico. Chão batido, carrossel simples, a filha da autora só achou ruim a exploração do pônei pq andou pouco...exploração seria ter andado muito.
Sou contra zoológicos e a favor de santuários. Sou contra a exploração animal, mas como disseram aqui, se os animais fossem dopados já estariam mortos, se fossem maltratados, já estariam em péssimas condições. Existem denuncias de maus tratos que devem ser apuradas, e sou a favor de que façam isso de forma muito bem cuidadosa. No mais, a simplicidade do local não deveria ser motivo de horror. Vá a um shopping de classe media alta e não encha o saco.

Mracella
MracellaPermalink

Quem criticou não entendeu o texto..rídiculo mandar a pessoa ir passear no shopping...menos pessoal,menos...

Jessyca
JessycaPermalink

Nunca fui e não tenho vontade de ir. Já li vários relatos negativos, vi fotos de vários amigos e não achei legal e nem divertidas.O leão Pablo, por exemplo, em todas as fotos deles (que foram em épocas diferentes) sempre está dormindo. Muita coincidência! Sim, concordo com a autora do texto, mesmo que sejam ou não dopados, só essa exposição diária e repetitiva é mal trato! Achar isso legal é realmente só se importar com o próprio umbigo (ou com as fotos que terão mais curtidas no Facebook). Nunca irei...

Heloisa
HeloisaPermalink

eu concordo plenamente com você Viaje na Viagem! Como podem chamar de atração isso que fazem com os pobres dos felinos... Quem descorda tem que ser tratado pior que eles... Serem enjaulados e comer grama o dia todo e quando forem autorizados e de vez em quando levar umas boas chicotadas para sentir no 'pelo' o que esses bichanos passam todos os dias... Não é por pouco que estamos chegando ao fim dos tempos mesmo... Não respeitam a própria raça quem dirá estas que considero muito mais evoluídas ... Afff

Karla Batista
Karla BatistaPermalink

Nossa, eu não sabia que existia um lugar assim! E o mais absurdo é ler certas opiniões aqui... Quero ver se fossem vocês ou seus filhos que estivessem no lugar dos animais, sendo explorados, tirados dos seus semelhantes e ainda do seu habitat. Tenho muita dó desses animais e gostaria que tudo isso fosse diferente, mas fazer o que com a cabeça desses capitalistas que se acham raça superior no direito de explorar os animais? Lamentável. Jamais iria a esse lugar.

Claudio H M Gonçalves
Claudio H M GonçalvesPermalink

Estive dia 10/04 no zoológico e não recomendo.
Motivos
1) Não é um local que mereça ser chamado de zoológico, num zoológico verdadeiro, os animais ficam em ambientes que simulam seu habitat natural. Neste "circo", os animais ficam confinados em jaulas minúsculas;
2) A atração não vale nem de longe o que custa, R$ 210,00 por pessoa é absurdamente caro;
3) Funcionários do zoológico claramente desmotivados, em todos os locais havia caixinha de "propina". O almoço destes era um simples sanduíche.
4) Local muito mal organizado, sem sinalizações. Ou você anda com um mapa nas mãos ou fica perguntando o tempo todo para alguém onde fica o banheiro, a lanchonete, a jaula de tal animal;
4) Banheiro, precisa procurar bastante;
5) Locais sujos e mal conservados, a piscina dos lobos marinhos visivelmente abandonada, com bordas rachadas;
6) A funcionária da lanchonete sai de tempos em tempos espantando, com uma vassoura, patos e gansos, que rodeiam os clientes.
7) Em relação aos animais, as necessidades fisiológicas da alimentação não são atendidas, faltam nutrientes importantes na carne de frango, único alimento que eles podem receber. Embora estes animais comam o dia todo, vi animais muito magros (falta de nutrientes) com as costelas bastante aparentes. Com esta dieta inadequada, o risco de doenças hepáticas é muito elevado.
não sei dizer se eles são ou não dopados, isso não me cabe afirmar. Entretanto qualquer ser vivo pode ser dependente químico por décadas, muitas pessoas são dependentes por 10 ou 20 anos de cocaina. Claro que isso causa danos psíquicos mas nenhum dos visitantes tem condições de avaliar se eles existem ou não. Além disso, existem inúmeras substâncias que podem sedar mais ou menos e isto depende da relação dose/peso. Além de medicamentos, o álcool pode ser usado com este fim. Então, para aqueles que defenderam o zoológico, saibam que é possível sim os animais estarem dopados.
Não acho decente, legal ou moral, que para o contato direto de pessoas com animais "selvagens", estes fiquem submetidos a algo tão errado que ocorre la dentro.

Ines Martins
Ines MartinsPermalink

Não é de hoje que Lujan é motivo de amor e ódio. Já ouvi vários veterinários afirmando que os animais não são dopados e sim foram criados assim. Ok. É errado? Pode ser quando se pensa na pobre vida do animal. Por outro lado, vi gente aqui afirmando que "nem zoo aquilo parece", como se os demais Zoos fossem um lugar legal para um animal selvagem. Em um post do VNV falam que um elefante do Zoo de Palermo tem até um palácio. Ah tá, tudo o que o elefante realmente precisa né?
E o Zoo do Rio, conhecem? Deprimente, mal cuidado, animais em cubículos infinitamente menores do que os de Lujan. E ainda outro dia noticiaram a morte de animais por lá. E não foi de velhice. Aqui no Rio os "animais" do lado de fora das grades ficavam jogando terra, pedrinhas e gritando em frente às jaulas dos felinos e macacos. Isso pode?

Não estou defendendo Lujan, estive lá em 2013 e concordo que os animais não estão em seu habitat normal, assim como não estão em nenhum outro Zoo do mundo.

Claudio H M Gonçalves
Claudio H M GonçalvesPermalink

O bacana é ver pais e mães, levando seus filhos em um local como aquele. Um belo exemplo para as futuras gerações

Dell
DellPermalink

http://www.tudoparaviajar.com/argentina/zoo-lujan ... Tenham uma segunda opinião! Fui e achei incrível ...

Rosangela
RosangelaPermalink

Acabei de voltar de Buenos Aires e do mesmo jeito q a autora fez a descrição dela me vejo na obrigação de descrever a minha experiência. Adorei o zoo, realmente ele parece uma Fazenda sem infraestrutura, mas não consigo imaginar eles dentro de jaulas suítes ou qualquer coisa do gênero. Achei lindo a interação entre os bichos, pois andam soltas várias espécies. Fui numa segunda e não haviam filas nenhuma, qdo sai haviam filas mas bem pequenas, tipo 6 pessoas. Os leões e tigres estavam acordados e bem acordados, os tratadores eu adorei pq eles respeitavam os bichos e embora ganhem gorjeta p tirar fotos eles colocavam a vontade do animal em primeiro lugar, pois teve vezes que eu vi os tratadores dizendo que os animais não queriam e não queriam e pronto. Antes de ir embora voltei a jaula dos leões e um estava dormindo desde a manhã, e qdo entrei o tratador dispensou os outros da fila pq estava na hr do almoço dos leões, se eles ficassem p às gorjetas eles deixariam as 'pessoas da fila entrar e -tirarem fotos (eram somente uns 5 casais), qdo eu entrei o tratador pegou o saco de comida do leão e o q estava deitado ficou de barriga p cima como gato e levantou correndo juntamente com o outro q desceu da rampa e só olhavam p a comida... Eles são tratados com cachorros desde filhotes e eu vi neles o comportamento dos meus felinos e dos meus cachorros. E para quem não sabe, felinos querem é dormir de dia e a noite q eles ficam mais despertos, portanto os hábitos deles não estão tão distorcidos como a autora falou. Eu fui, eu vou, e eu indico não para quem quer infra-estrutura, mas para quem quer ver uma interação entre o sDr humano e os animais, embora a interação que falo é dos tratadores com os animais, nos somos meros coadjuvantes!!!!
Afinal, acredito em Deus e acho que essa era a intenção, o respeito e a interação. Ah, o fato deles estarem com coleiras, é porque eles passeiam com eles após o fechamento do zoo, e mesmo que prendam um filhote quando ele está dormindo, não seria hipocrisia criticamos se em várias casas há cachorros com coleiras presos? O prender não é por si só mal trato, quem tem bicho sabe!!!! Eu tenho vários gatos e cachorros e prendo eles as vezes não por mal trato, mas por medo deles saírem as ruas e serem maltratados pelo ser humano.

Renata Rezende
Renata RezendePermalink

Ainda estamos organizando a nossa visita à Argentina e estamos à procura de informações sobre onde ir. Penso ser este um espaço de interação, com a possibilidade de trocarmos nossas impressões, cabendo a cada um escolher o que fazer. Achei alguns comentários ofensivos. Se a internet nos traz a possibilidade de viajar por lugares ainda não descobertos, nos faz conviver com certas relações distorcidas, que descambam para a falta de respeito desnecessariamente. Adoro o viaje na viagem, porque é muito bom não só ler o que é postado, mas também os pontos de vista de outros viajantes. E, ao fechar meu roteiro, pretendo compartilhar por aqui também. Agradeço aos viajantes que postaram outras impressões de forma educada.

Claudia Calvet
Claudia CalvetPermalink

Quando fui pra BA nem cogitei pagar o absurdo da entrada e o perrengue pra chegar. As fotos não me atraíram, realmente me pareceu desorganizado e sujo, e o relato só confirmou meu "achismo". Outra razão é que depois que fui no Zoológico de Sydney, todos os outros perderam a graça... Nem o de San Diego (CA) com panda e urso polar me impressionou muito... Um zoológico sempre vai ter um odor característico, mas as áreas comuns e o os banheiros têm que ser organizados né? E nos outros dois zôos, tem toda uma parte educativa, que eu não vi nem sombra nesse de Lujan...

Alexandra Shimokawa
Alexandra ShimokawaPermalink

Foi bom ler esse artigo, estou para ir no mes que vem e já decidi que este zoo não vai fazer parte do passeio.

Cristina Gorgueira
Cristina GorgueiraPermalink

Incrível o relato. Estive em Lujan em 2012 e foi um dos melhores dias da minha vida. Os animais não são dopados, não vivem em condições precárias, os cuidadores são absolutamente carinhosos, os bichinhos não são tristes, e vale cada centavo gasto - e não paguei um tostão a mais que a entrada e as fotos os próprios tratadores tiram do seu celular. E sim, tem cheiro de fazenda. Estranho seria se não tivesse. Mais um detalhe: no nome do leão é Ezequiel e não Pablo.

Valter
ValterPermalink

Caros (as)

Vocês querem ver fotos de gente sendo devorada pelos felinos, isto não vão ver, se este risco existisse, ninguém seria autorizado a entrar na jaula. vocês concordam que se estes animais fossem dopados, quando passasse o efeito aqueles cachorros que interagem com eles seriam devorados, e que durante o dia quando os visitantes chegassem os cachorros não entrariam na jaula por medo dos felinos.
Se querem ver animais agressivos, sigam o conselho de quem foi para a Africa, desçam do veículo e filmem o leão devorando um de vocês, e divulguem o vídeo nas redes sociais.

Rodrigo Rodrigues De Andrade

dopados ou não ,eu vou e ninguém tem nada com isso.

Walkyria Liria
Walkyria LiriaPermalink

Eu também! rs

fatima
fatimaPermalink

Vejam este video do diretor do Zoo explicando todo o processo de amansamento dos animais https://m.youtube.com/watch?v=T40h9k_oOXo

Maria Helena
Maria HelenaPermalink

Eu acho super importantes comentários de passeios, mas acho melhor quando eles são imparciais e não divulgam fatos que não tem sua vericidade confirmada.
Entendo quando, em seu post, você diz que não foi um passeio que você recomendaria, mas acho que deveríamos tomar cuidado antes de acusar algo que não sabemos.
Não só aqui em BA, mas na África ou na Tailândia existem santuários e zoo que tem este tipo de atividade e muitos deles inclusive são acompanhados por ONGs que protegem os animais que estão sofrendo em seus habitat naturais e por isso são retirados e levados a estes locais, que são tratados com muito amor pelos cuidadores e diversos biólogos que ali trabalham.
Estive na África do Sul e dei comida a elefantes, aliás, estive muito tempo com os elefantes e só porque dei alimentos a eles significa que estão dopados??? Pelo contrário, eles foram trazidos ao local porque pessoas matavam os animais para retirar o marfim de suas presas.
Por isso, acho válido antes da tomada de decisão sobre ir ou não ir ao zoo Lujan, lerem mais sobre o local, pesquisarem, assim de repente ao invés de sair com essa "má impressão" você torne a vê-lo com bons olhos. E é isso que vou fazer agora mesmo. Estarei em agosto e BA e vou dar uma pesquisada sobre o Lujan. Quem sabe não fico super impressionada com os cuidados locais. Abs aos viajantes e admiradores de animais!

Luiz Carlos
Luiz CarlosPermalink

Estive no último domingo nesse zoológico. Estava chovendo, e como disse a Elisa, o passeio vira um caos. A estrutura é baixa, como tinha pouca gente, então foi fácil entrar nas jaulas com os animais. Os animais, da jaula, realmente não agem de maneira natural. Parecem sonolentos e sem disposição. Na jaula dos tigres havia a três tigres dormindo; já na outra jaula tinha mais uns 06 tigres bastante agitados.
O preço por pessoa é de $ 400 (pesos) em torno de R$ 100,00, ou U$ 30 dólares. Por esse valor a estrutura poderia ser melhor, porque segundo a matéria acima, com o tempo ensolarado e em época de temporada o zoo fica lotado.

Ines Martins
Ines MartinsPermalink

A maioria dos animais tem habitos noturnos. Não é de estranhar estarem dormindo

Marili Resella
Marili ResellaPermalink

Estivemos eu minha filha e amigas no último dia 20 de julho, segunda feira. Talvez por ser mês de férias o valor aumentou muito e pagamos 820 pesos por pessoa. Não acho sinceramente que os animais são dopados, estão sim - nos caso dos felinos - muito sonolentos, talvez pelo tempo de exposição. Mas uma curiosidade que gostaria de contar aqui foi que na jaula do leão, estávamos em 5 pessoas. Subimos todas pra tirar a foto juntas e depois a foto separada de uma a uma e quando foi a minha vez de ficar lá em cima, a minha filha CORREU pra frente para se posicionar melhor para bater a foto, já que é fotografa e nesse momento o leão abriu bem os olhos e voltou a cabeça para ela......o treinador chamou a atenção dela, dizendo que NÃO poderia de modo algum correr. Foi um momento de tensão. Percebam que o instinto dele estava bem ativo. Eu gostei e se puder volto novamente.

Ines Martins
Ines MartinsPermalink

O mesmo aconteceu com meu marido, só que foi com o tigrinho. O filhote estava com um pedaço de carne e meu marido, ao acaricia-lo, usou as duas mãos e se abaixou um pouco na direção dele. Instintivamente o tigrinho reagiu pois, segundo o pessoal do Zoo, ele achou que meu marido iria tomar a carne dele. Tenho as fotos para comprovar rsrs

fabio gaspar
fabio gasparPermalink

Se pudesse decidir pelos animais , com certeza estariam todos em seus habitates naturais !!!! estive no Zoo , Nao acredito que os animais estavam dopados , e sim em um rodizio entre eles , poupando o maximo que podem , o fato de parecer uma fazenda , com animais circulando e se misturando entre si , tive a impressao de que ficam um pouco mais a vontade interagindo entre si , acredito de que dentro do que se oferecem a nivel de zoo , este foi o que mais gostei e tive a certeza de que os animais , sao um pouco menos tristes do que nos outros zoo , pois seria ridiculo da minha parte , acreditar que sao felizes em condicoes adversas , gostei muito e voltarei se tiver oportunidade , desculpem a falta de acentos na escrita pois eu Mac esta com problema !! boa noite

Tati
TatiPermalink

Muito bom o post. Aguardo um relato sincero assim sobre o Sea World. Abç.

Debora
DeboraPermalink

Cheguei em Buenos Aires e esse é um dos passeios turísticos mais vendidos por agências. Do modo como vendem , parece que é uma coisa de outro mundo e chegando lá não gostei do que vi.
Não tinha lido nada ainda sobre o zoo e tirei minha conclusão no momento em que eu desci da Van .

Um cheiro terrível .
Jaulas pequenas para a quantidade e tamanho dos felinos , fiquei com pena dos bichos.
Alem de ter pago caro no passeio , fiquei indginada com a proprina para alimentar os animais que aliás são alimentados o dia inteiro pelos visitantes .Achei absurdo o descontrole e principalmente a manutenção do local.
Tudo completamente sujo , os bichos visivelmente deprimidos e aéreos com um olhar distante.
Não achei nenhum pouco legal a situação . Imaginava realmente um zoo de verdade , mas não passa de um projeto de fazenda mal cuidada.
Uma coleção de carros no lugar , se bobear tem mais carro do que bicho.
Patos e galos soltos e pedindo comida aos visitantes como fazem os cachorros de rua .
Além de tudo ainda vi um cachorro doente ,circulando junto com os patos que precisa de um tratamento urgente.
Legal a idéia de que os ferozes felinos são criados por cachorros , mas você humano se sentiria bem se fosse criado por um macaco?
Fiquei pensando e refletindo durante o dia inteiro ,as cenas e o cheiro forte do lugar não saíram da minha cabeça e numa boa , não é preciso ser a pessoa com mais conhecimento no assunto para perceber que é um maltrato total para os bichos .

Acharia legal se ao menos fosse um zoo de verdade , imagino um lugar no mínimo limpo sem o odor de "bosta" , onde os bichos não fiquem presos em jaulas sujas e pequenas mas soltos em um lugar que ao menos lembre o seu habitat natural.

Podre , não recomendo e fiquei chocada com o que vi.

Debora
DeboraPermalink

Esqueci de dizer o lugar onde ficam os Lobos Marinhos estava completamente abandonado , pouca água para os bichos e um clima horrível ..

Sem mais.

Daiana
DaianaPermalink

Estive no Zoo de Luján recentemente (01/08/2015). Antes da viagem, fiz algumas pesquisas sobre o tão falado zoológico e como visto aqui, li diversas opiniões. Assim, preferi conhecê-lo e obter minha opinião. Bom, o que vi no Zoo diverge de alguns comentários deixados aqui. Tive oportunidade de fazer um vídeo enquanto eu estava na fila para entrar na jaula do leão (o mesmo corria nos arredores da jaula e pulava nas mesas que ficam espalhadas no interior). Cena que no zoológico da minha cidade, Belo Horizonte, onde não temos contato direto com os animais nunca havia visto. Nas visitas que fiz no zoo de BH, os animais selvagens sempre estavam deitados ou caminhando calmamente. Assim, o fato dos animais de Luján estarem deitados ou mais quietos, não os caracteriza como dopados. Vi algumas fotos na internet que realmente me chocaram. Vi imagens de animais com expressões muito tristes, magros e em algumas até acorrentados. Porém, foi muito diferente do que observei pessoalmente. Entrei na jaula do leão, do tigre e pude carregar um filhotinho de leão. Ambos aparentavam animais muito saudáveis. É fato que nas jaulas possuem cachorros e aparentemente se relacionam muito bem. Senti muito medo ao entrar na jaula do leão, pois percebi que ele estava bem ativo.

Enfim, gostei da experiência.
* Não identifiquei funcionários maltratando os animais, como li em alguns comentários;
* O local realmente não é asfaltado. Me incomodou um pouco, pois no dia anterior tinha chovido e estava um pouco barrento. Mas não acho que seja descaso por parte da administração do zoo e sim a intenção de deixar o local mais semelhante a uma fazenda por exemplo.
*Possui lanchonete e um restaurante que oferece pratos a la carte e self-service;
* Muito criticam o fato de estarem em jaulas. Sou da seguinte opinião... a partir do momento em que vivem em zoológicos, estão fora do seu habitat. Pois no caso dos felinos deveriam estar nas Savanas Africanas por exemplo. Se esse fosse o caso, todos os zoológicos deveriam ser interditados e não só o de Luján.
* Senti mal cheiro em alguns locais, como onde estavam os burros. Mas não me espantou, pois eles são alimentados praticamente o tempo todo, por isso defecam muito.

A conclusão que cheguei é que igual a um felino encontrado em seu habitat natural, eles realmente não são. Vi animais muito saudáveis. Não posso afirmar que são dopados.

O que eu realmente gostaria, é que a situação desse Zoo fosse esclarecida. Se há tratamento irregular com os animais, que as autoridades competentes tomem as devidas providências e que todos os responsáveis sejam punidos. Posso estar enganada da situação que vi. Ficaria muito decepcionada se descobrisse intenções maldosas por parte da administração.

Quem sabe realmente o que acontece é quem faz parte do processo interno. Como eu vi só o externo, até o momento fiquei satisfeita com a experiência.

Marcia
MarciaPermalink

Quando eu estava estudando para ir a BA, li esse post, e quase não fui, mas como tinha lido o comentário de duas veterinárias, que explicavam o que acontecia lá, eu fui! E concordei com as veterinárias, eles não são dopados, eles interagem com o público, são dóceis. Quem é ecochato, não vá, simples assim! Mas quem quer ter essa experiência na vida, não perca essa oportunidade. Ele está lá, não vai sair de lá, não vão fechar o zzo por um simples motivo, os animais não apresentam nenhum sinal de maus tratos. Luhan vale muito a pena, a não ser que não goste de lama ou pó, lá não tem nada a ver com os parques gramados ou pisos brilhosos de shopping.

Mauricio
MauricioPermalink

Fui e achei bem legal. Óbvio que não são dopados. Óbvio também que não estão em seu habitat natural. Foi uma experiência diferente de tudo o que já tinha feito. As pessoas são, cada dia mais, exageradas... Ou fecha o zoológico ou dá a ele o título de melhor do mundo. Acho que nada na vida é 8 ou 80... Qual seria o ideal? Todos os animais livres e vivendo felizes em seu habitat natural? Ótimo... Infelizmente opção não disponivel .... Depois de indicar para uma amiga e ser execrado, fui pesquisar... Todas as pessoas com formação na área das quais vi depoimento falam a mesma coisa... Não estão dopados... São animais com hábitos noturnos e por isso estão sonolentos... São criados com cachorros, etc... Por fim, um site renomado como este não pode ser tão parcial quanto a alguns critérios: chão batido, cheiro de fazenda, lanches fast food... "Tinha um restaurante, ma a não fui..." Que que é isso? Informem de forma imparcial

Gabriela
GabrielaPermalink

O que eu acho engraçado é o seguinte: todos os posts que já li de pessoas falando mal do zoo.. já sabiam o que iriam encontrar por lá pois já haviam lido e pesquisado muito sobre o passeio e conclusão? Mesmo assim foram. Depois de ter tido toda a experiencia única de estar tão perto de animais incríveis, vem meter o pau? Isso se chama HIPOCRISIA!!!!

Mariana W.França
Mariana W.FrançaPermalink

Gostei do artigo. Obrigada por compartilhar sua experiência. Tenho sempre uma sensação esquisita quando vou a qualquer zoológico (talvez, neste da África, seja uma sensação diferente - nunca fui). Vou a Buenos Aires este ano e com certeza não irei ao de Luján. Li vários posts e achei o mais objetivo do Cláudio H M Gonçalves, que me ajudou mais na decisão.

Débora A. Arcanjo
Débora A. ArcanjoPermalink

Após ler o artigo e vários comentários cheguei a conclusão que EU FARIA A VISITA AO ZOO. Acho pouco provável estarem dopados e não quero chegar lá e acariciar um leão feroz, dormindo já ta bom pra mim. Se sou insensível? Não?
O Zoo tem que manter os animais que ali vivem. Eu pago o ingresso, piso na terra, pulo os cocôs, e deixo de usar os banheiros sujos se for possível. A questão é: Como os animais foram parar lá? Duvido que tenham ido até a Africa retirar filhotes de suas mães. Pelo que li, muitos são animais recolhidos de circo ou situação de risco. Como sabemos, animais assim dificilmente podem ser inseridos na natureza novamente. Então o que os críticos recomendam? Penso que quando nos aproximamos desses animais, chegando mesmo ao ponto de toca-los, conseguimos compreender que o lugar deles é na natureza e não em uma jaula, e que devemos repudiar pessoas que ainda hoje caçam, maltratam e mantem esse animais enjaulados. Se a filha dessa senhora viu um leão enjaulado e acorrentado e não gostou, provavelmente ela não será uma adulta capaz de maltratar animais selvagens. De qualquer forma o passeio foi proveitoso pra ela... Vale pela conscientização...

Regina
ReginaPermalink

Eu também fiquei péssima. Chorei ao ver o estado em que se encontravam aqueles pobres animais. Visivelmente dopados, apáticos, mal cuidados, famintos, tristes... Em cada olhar deles, principalmente o do elefante e do urso era claro o grito de socorro. Foi uma das piores experiências que já tive, assistir todo aquele horror e estar de mãos atadas sem poder fazer nada. Ao voltar para o Brasil procurei algumas petições contra esse Zoológico, para minha surpresa haviam várias!! Fiz minha parte, assinei todas, e sempre aconselho aos amigos que viajam, a não perderem o seus tempos e dinheiro visitando aquele lugar deplorável que chamam de Zoológico. Triste e revoltada, foi como saí dali. Me recusei tirar fotos com os animais e externei na mesma hora a minha indignação! Quase fui expulsa de lá. Mas como vi alguns comentários aqui, infelizmente tem pessoas que não possuem o mínimo de sensibilidade e respeito a vida dos animais, e com certeza não terão o que reclamar do local, porque irão tirar suas fotografias patéticas ao lado de leões e tigres(dopados) para mostrar aos amiguinhos. "Ohhhh!!Palmas para vocês seus infelizes" --'

Robson Melo
Robson MeloPermalink

Respeito todas a opiniões, estive lá no mês de Agosto de 2015, o ambiente realmente poderia ser melhor cuidado, mas não vi os bichos mau cuidados com em alguns comentários, eu recomendaria sim a irem lá.

Jessica
JessicaPermalink

Muito bom o relato. Já ouvi pessoas que foram lá dizerem a mesma coisa.

Comentários de quem não foi e quer dar uma de entendedor da natureza... vá estudar mais. Sou médica veterinária, meus olhos chegaram a doer com alguns comentários que li aqui hahaha.

julia
juliaPermalink

Não tenho problema com cheiro de cocô. Também não sei se os animais estão ou não dopados. Mas uma coisa pra mim bastou: é um lugar feio, mal cuidado, onde os animais tem pouco espaço. Os cachorros que ''domesticam'' os felinos são mal cuidados. Pra quem gosta de animais (mais do que de tirar selfie pro Face), esse lugar é deprimente. Parabéns ao blog pela opinião honesta.

Chris Corcino
Chris CorcinoPermalink

É muito interessante o assunto porque de repente... Todo mundo vira médico, veterinário, psicólogo, físico e traz a "sua verdade" em pauta de forma absoluta e blá blá blá.

Não tem mistério... Os animais são silvestres e não são domesticados porque não recebem amor, carinho, atenção... Submeter um animal a um número quase incontável de pessoas pegando, fazendo foto, gritando entre outras coisas, é no mínimo ESTRESSANTE. E porque um filhote fica acorrentado se "teoricamente" é domesticado?

Alguém aí falou em zoo na África? Lá são animais selvagens e eles vivem no seu habitat natural... E não em jaulas submetidos a esse estresse ridículo.

Seria tão bom se ao invés de enormes discussões e troca de farpas que muita vezes chegam ao desrespeito, cada um pudesse pelo menos avaliar a leitura e comentar somente se de fato, conhece o local.
Tudo o que está relatado aqui foi o que vi (talvez mais ou menos para algumas situações) mas o retrato é muito igual.

Acessem o site do Zoo Lucan e do Zoo Temaiken e percebam como as duas instituições tratam os animais e a natureza. No Temaiken também ficamos entre os animais, pegamos, passamos em alguns ambientes deles... Mas é proibido alimentar (primeira coisa ridícula do Lujan) entre tantas outras coisas que são muito diferentes por lá.

Recomendo que leiam, leiam bastante sobre os dois locais. Ou façam como eu, visitem os dois para que possam concluir ainda melhor.

Sem Mais!

Amanda
AmandaPermalink

Gente, sério mesmo que vocês só pensam se os animais são dopados ou não e com base nisso se posicionam? Por acaso vocês acham lindo animais, dopados ou não, vivendo para servir de foto divertida pra milhares de pessoas todos os dias como se fossem a estátua da Mafalda? Sério mesmo que são assim tão egoístas a ponto de só pensar em si mesmos e como essas fotos ficariam legais nas redes sociais ou pros seus amigos? O grande mal dessa história não é dopar ou domesticar, é usar os animais como meio de exploração turística e o pior é saber que tem gente que nem se questiona sobre isso antes de financiar uma "atração" dessas. Esses animais podem até ser bem tratados naquele lugar pelos funcionários, mas quem maltrata de verdade são aqueles milhares de humanos nunca vistos antes por eles que colaboram com o stress diário que é servir de atração pra gente que só quer se exibir. Sim, as milhares de pessoas que frequentam esse lugar só querem se exibir com fotos depois, porque se fosse por puro amor aos animais, com certeza entenderiam que essa exposição constante não é um ambiente saudável para eles e já teriam feito alguma forma de protesto para que o lugar se torne apenas uma reserva animal que propicie a esses animais uma vida tranquila ainda que longe de seu habitat natural. O grande problema dessa exploração animal é quem vai ver de perto e financia esse absurdo porque é graças a esses turistas, incapazes de pensar no bem dos animais, que o grande negócio deles ainda está dando lucro.

fernando
fernandoPermalink

Falou tudo. Mas nao se esqueca q o bicho homem nao liga pra nada q nao seja satisfazer as suas vontades. Ele adora ver um bicho selvagem preso. Lembra dos circos? Pelo menos isso o Brasil esta a frente do resto do mundo. Proibimos bicho em zoologico.

Marcus Barrocas
Marcus BarrocasPermalink

Estive no Zoo de Lujan alguns anos atrás e vou contar minha experiência:
Fui de ônibus comum e não recomendo. Pega-se na Praça Italia (tem estação do metro) e leva 1:30hs pois entra em todas as cidades. mas passa na porta do Zoo. Na época o número era 57 e tinha que ter dinheiro certo.
Na época a entrada nas jaulas era apenas a tarde pois eles diziam que os animais só atacam para se defender ou estão com fome.
Não me pareceram dopados, mas era claro que estavam "entupidos" de comida e os tratadores continuavam dando leite na mamadeira para evitar qualquer possibilidade de fome, obviamente estavam um pouco gordinhos....
O Zoo era bem largado: banheiros sujos, bancos quebrados etc....
Fiquei cerca de 50 minutos na fila do elefante, quando faltavam umas 5 pessoas pra chegar minha vez, o elefante sentou e não houve tratador que o fizesse levantar, a fila deve que ser dispersada...o elefante fez greve...Não sei se foi descontado do salário, pois ainda não tinha terminado o expediente...rsss
Apesar dos tratadores tirarem fotos com a nossa máquina, vale a pena tirar a foto com o profissional que tem em cada jaula. A qualidade é bem melhor...
Conclusão: acho que é um passeio vale por uma vez, pra ver a novidade....Não é coisa pra se voltar, mas acho que pra conhecer vale....mais detalhes em
http://marcusbarrocas.com.br:1234/buenosaires.htm

Fernando
FernandoPermalink

Resumindo: quem acha q bicho serve pra ser escravo adorou ou defende. Quem acha q bicho nao foi feito pra ser escravo, nao gosta.

Nao sou contra zoologico. Existem bichos mal tratados q precisam ser resgatados. Mas tem q criar um habitat parecido c o q tem na natureza. E nao devem ter contato c humanos. O contato soh existe pra q as pessoas fiquem felizes e paguem a caixinha. Nao faz bem pros bichos.

Gabriela
GabrielaPermalink

Primeiramente, pra você que não sabe a história do local e de tudo o que o dono passou para estar onde está agora, não fale!!! Isso é uma fazenda, sem ajuda nenhuma do governo. Poderia ter uma estrutura muito melhor, sim! Mas lembre-se: isso tudo (todos os custos para que esse zoológico funcione) são do dinheiro que cada um deixa la, seja ele gorjeta, entrada, as fotos, ou a comida. Nenhum animal desse lugar é dopado, se você tivesse lido afundo sobre esses animais e seus costumes, saberia que felinos tem hábitos noturnos, por isso na maior parte eles estão dormindo. Se você fosse tão "protetora dos animais" como diz, saberia o real valor da criação e como o amor por cada um que vive nesse zoológico influencia. Nenhum desses animais são maltratados ou dopados. Todos que trabalham ali tem amor pelo que faz. O ato de dar comida com a mão na boca de cada animal faz com que o animal tenha confiança em você e veja quem realmente está no controle. Enfim, não vou ficar metralhando esse post, que é ridículo por sinal. Quero deixar minha opinião aqui do mesmo modo que você. Espero que quem leu isso não acredite em nenhuma palavra escrita, pois esse passeio vale muito a pena, e quem for fazer, faça com Las Superguias, essas mulheres amam o que fazem e estão na história desde o começo, isso fará com que você abra sua mente e conheça a real história e o amor envolvido nesse zoológico (evitará tamém textos e avialiações ridículas como essa que não demonstram nenhuma realidade do local). Repetindo mais uma vez, esse passeio vale muito a pena, de verdade!!!

alexandra ruo
alexandra ruoPermalink

De donde sacan con tanta impunidad hablar asi de mi amigo jorge el dueño del zoo de lujan??? Usted o Ustedes no tienen idea de lo que hablan. No se asesoran no buscan aprender y saber como son realmente las cosas. Yo no me voy a poner a aclarar detalladamente cada cosa que publicaron ahi. Si voy a aclarar que antes de desprestigiar y ensuciar tan mal a una persona aprendar a conocer primero al dueño en su intimidad como persona y ser y a aprender mas de la conducta de los animales. Yo estoy muy orgulla de mi amigo y de como el ama con tanta pasion a su zoo y los animales. Nadie puede hablar asi solo por una mera imaginacion de pensar que porque estan durmiendo estan dopados. Siempre estan jorobando y molestando al zoo de lujan como si fuera una pelicula de terror y de terror son los demas zoo que el gobierno no se ocupa ni tampoco sus propios dueños por mejorarlos. Aca gente es privado y mi amigo es una persona muy especial recogio animales de otros zoo que estaban deplorables y en estado calamitosos y el los adopto y los volvio a la vida con todos los cuidados que requieren estos hermosos animales. No tienen ni idea de lo que hablan jorge es alguien muy amigo de la gente humilde sencillo y un gran trabajador y tiene una gran dedicacion por amor y pasion por el zoo y sus hermanos de 4 patas. Y cuando digo hermanos de cuatro patas son todos los animales. No hay derecho a hablar asi con total impunidad de algo que realmente se desconoce y sin tener pruebas. Esto demuestra la envidia y los celos con bronca que se le tiene por alguien que es totalmente natural como ser. Yo soy fiel testigo de saber como son las cosas y nadie me puede decir que jorge dopa a los animales. NADIE SEPANLO BIEN Y CLARO. Es una verguenza que se pongan a publicar cosas asi desconociendo la verdad y la realidad. Primero acerquense a hablar con jorge como lo hice yo la primera vez que tuve una charla hermosisima y desde entonces tenemos una amistad entrañable y he conocido quien es y como son las cosas. Su dedicacion por años tratando siempre de que este todo bien para la felicidad y comodidad de la gente. A mi NO. NO ME VAN A DECIR COMO SON LAS COSAS. VAYAN A MENTIR A OTRA PARTE O A GENTE QUE NO SABE NI CONOCE NADA DE ANIMALES Y DESCONOCEN LA EXCELENTE PERSONA QUE ES JORGE SOLO POR CHUSMERIO Y HABLADURIAS INVENTADAS Y CRITERIOS MALDOSOS PARA DAÑAR EL BUEN NOMBRE DE JORGE Y EL DEL ZOO. Aprendar primero a conocer y aprender. No a ensuciar y injuriar sin pruebas sin motivos y sin razon. Es una verguenza que sean asi. Lo mas logico seria que piensen en esos zoo que nadie se ocupa como deberia ser y no joder y joder y joder por quien si ama y pone toda su pasion en algo que cada vez esta mas lindo y sepanlo bien que yo lo voy a defender. No solo por ser mi amigo. Es porque SOY TESTIGO FIEL. Y saben algo ????? Yo soy la dopada y saben porque ????? Porque me lleno de amor cada vez que voy al zoo porque es como mi casa y somos todo una gran familia. Me incluyo. SOMOS UNA GRAN FAMILIA ENVIDIABLE.

GRACIAS QUE TENGAN UN BUEN DIA....

marcos vinicius
marcos viniciusPermalink

Por que tanta vontade em ver um leão, uma girafa, um tigre, um elefante? Eu tenho vontade de ver as Piramides do Egito, o Taj Mahal, o Burj Al Khallif. Vou me contentar vendo em Las Vegas? Ou em um parque tematico? NÃO, prefiro economizar, viajar e ver ao vivo. Quem quer ver esses bichos que faça um safari na Africa.

Verônica
VerônicaPermalink

Vc não precisa entender nada de animais para perceber que há algo de muito estranho e que os animais não estão se comportando normalmente. Eu estive nesse zoo há muitos anos atrás e me incomodou essa coisa das crianças poderem alimentar os animais. As crianças começavam com os saquinhos de comida e no final estavam dando bolachinhas para os animais. Esse zoo me traumatizou e hj vivo em uma região de São Paulo (interior) com pelo menos dois grandes zoológicos e alguns parques com animais. Todos com uma aparência melhor que o da Argentina, mas mesmo assim, vamos refletir um pouco: vcs acham legal ver os animais ali presos? muitos se comportando de forma estranha, percorrendo as jaulas de forma estranha? Vcs acham normal tanto barulho quando muitos animais são noturnos? Os elefantes como não caminham tanto quanto no seu habitat natural precisam de cuidados especiais nas patas? Isso já não acende uma luzinha? Bem, essa é a opinião de um leigo e de um ser humano que sente tristeza ao ver outro ser vivo nessas condições (seja no zoológico grande, no parque, no zoo da Argentina). Acredito que precismos evoluir nesse sentido, assim como ocorreu com os circos com animais.

Antonio
AntonioPermalink

Primeiramente gostaria de parabenizar a forma com a qual o Blog tratou o assunto. Mostrou detalhes, deu sua opinião e de qualquer forma mostrou os detalhes para quem está com ideia de ir.
Li e com outros relatos de conhecidos que gostaram e não gostaram, resolvi não incluir o Zoo nas próximas idas à Buenos Aires.
O mundo é assim. Pessoas diferentes , com idéias, gostos e opiniões diferentes.
Um dia ele ficará muito melhor quando todos respeitarem isso.

Mayko
MaykoPermalink

Como vi a um comentário anterior "O mundo é assim. Pessoas diferentes , com idéias, gostos e opiniões diferentes."
Eu vou e não gostei de comentários de pessoas que nem foram e ficam diminuindo o que o Zoo faz, que pelo que percebi, são animais muitas vezes resgatados e que se fossem soltos seriam mortos pois não tem a habilidade de caça.
Vou com minha esposa e vamos tirar foto sim, e achei ridiculo quem critica isso, pois o fato de eu estar entrando no zoo gera renda para manter esse trabalho.
Isso é falso moralismo de pessoas que se diz defensoras, vê maldade em tudo, e não consegue ver outros fazendo o bem com o que um dia ela criticou!

suelen ruas
suelen ruasPermalink

Mayko, leia e veja essa reportagem sobre o zoo. É sim um circo de crueldade. Pessoas como vc financiam esse circo e vão dormir a noite com a consciência limpa achando que não estão fazendo mal para ninguém. São escória da humanidade. Gente que não consegue ter um senso crítico e acreditam em tudo que dizem. É óbvio que os animais não estão em seu estado natural, dopados ou não. No video nessa reportagem abaixo, a leoa levanta e mal consegue ficar de pé. Por que será? Porque são criados por cachorros??? Por favor, tenha um pingo de inteligência. Animais selvagens não aceitam serem invadidos e acariciados porque estão com o estômago cheio, vc pode ver isso pelos videos da discovery. Muitas vezes o animais acabam de comer e os fotógrafos não chegam perto mesmo assim, sabe porque? porque não existe animais selvagens mais mansos que cachorros. Nessa reportagem uma mulher gorda deita em cima de um leão. Em que planeta um leão deixaria isso??? MEU DEUSS!!! http://esquadraopet.blogspot.com.br/2014/11/zoologico-de-lujan-animais-zumbis-e-o.html

Mayara
MayaraPermalink

Qualquer pessoa com um pingo de noção sabe que eles são dopados. Estava morrendo de vontade de ir, porém perdi totalemente a vontade quando li seu post, apoiar algo assim é ir contra todos meus princípios. E quem paga são os animais.

Gleice
GleicePermalink

Concordo plenamente com você, também tenho gatos, e eles detestam ser expostos a pessoas extranhas. A realidade desses animais deve ser horrível, apesar das pessoas se divertirem com tal interação, para eles não tem a menor graça, é abusivo e cruel, esse lugar deveria ser fechado. Me adimira veterinários e principalmente biólogos tratarem com naturalidade tais coisas. Todo ser precisa de sua identidade, estes animais, principalmente os selvagens perderam- na completamente, nem eles sabem mais quem são! Muito triste, sou estudante de biologia, e amo animais; com certeza este é um lugar que eu não iria. A interação com outras espécies tem que ter limites, nao podemos escravizá-los para sasfazer nossa curiosidades e vaidades.

Leia Pereira
Leia PereiraPermalink

Concordo com o relato. Lugar de animal selvagem é no seu habitat natural. Eu nao iria a Lujan.