Reno: o que fazer na maior pequena cidade do mundo

Viaje na Viagem
por Viaje na Viagem

Reno

Enviado especial | Gustavo Belli

Quando descobri que iria para Reno, veio a cabeça a trilha sonora do R.E.M. "All the way to Reno (You're gonna be a star)".

Mas o que se faz em Reno -- autoproclamada a maior pequena cidade do mundo? Agora eu sei: aproveita-se os cassinos, as águas termais, as compras e os eventos no centro histórico.

Situada no norte de Nevada, Reno é uma cidade com passado. Ao contrário de Las Vegas, a cidade não surgiu do nada para se tornar um pólo de diversão e entretenimento. No século XIX esta região foi rota da corrida do ouro e da prata; até hoje existem mineradoras e grandes reservas de prata. Nos últimos anos o jogo dominou a economia da cidade, mas após a crise de 2008 e o advento dos jogos online, o jogo está em declínio o lugar tenta modificar este perfil.

Reno

A topografia da região é bela: uma cidade cercada por montanhas no meio do deserto. Mesta época do ano o nome de Nevada faz sentido, por todos os lados observava picos nevados. O degelo das montanhas faz com que o rio Truckee, que passa no centro da cidade, tenha um volume variado conforme a época do ano. Na primavera, com as águas do degelo, o Truckee fica propício para a prática de canoagem, caiaque e rafting.

Reno

A grande vantagem para o turismo é o clima árido desértico da região, garantia de mais de 300 dias de sol ao ano. Um inverno não tão rigoroso -- exceto nas montanhas, claro -- e um verão muito quente, ideal para as práticas esportivas ao ar livre.

Estivemos em Reno na ida e volta para Lake Tahoe, que está a menos de uma hora da cidade. O aeroporto de Reno recebe vôos diários de vários pontos dos Estados Unidos. A American Airlines, que apoiou esta viagem, voa para Reno direto de Chicago, Los Angeles e Dallas -- esses dois últimos aeroportos são ideais para conexão com dos vôos vindos do Brasil. De carro, Reno está a 800 km de Las Vegas e 350 km de San Francisco.

RenoRenoReno

[Centro de Reno]

O centro de Reno, próximo ao rio Truckee, concentra os cassinos e atrações turísticas, como o Museu Nacional do Automóvel. Por ali se encontra o famoso portal e ponto mais fotografado de Reno, com a célebre frase " Reno: a maior pequena cidade do mundo". Alguns casinos do centro hoje estão fechados ou decadentes, mas vitiamos dois casinos em alta na região central: o Silver Legacy e o El Dorado, que são interligados e oferecem vários salões de jogos, teatros, bons restaurantes e muito bares de estilos variados.

Silver LegacySilver LegacySilver Legend

[Silver Legacy]

Quando chegamos do Brasil, na primeira noite fiquei uma noite hospedado no Silver Legacy, praticamente somente dormi e no outro dia cedo parti para Lake Tahoe. A suíte em que fiquei hospedado era ampla e confortável, da janela um visual da cidade com as montanhas ao fundo. A estrutura do hotel está toda reformada e modernizada. Uma curiosidade no meio do casino do Silver Legacy existe uma gigante máquina mineradora de prata simbolizando o passado glorioso.

Peppermill

Peppermill

PeppermillPeppermill

[Peppermill]

Na segunda passagem por Reno, após passar três dias em Lake Tahoe, podemos conhecer melhor a cidade. Desta vez ficamos hospedados num hotel fora do centrinho, o Peppermill Resort & Casino. Conhecer o Peppermills já valeu a viagem, eu não imaginava encontrar um casino com esta estrutura em Reno: sem medo de errar ele não perde em estrutura para os grandes cassinos de Vegas. A suíte em que me hospedei era excelente: ampla, confortável, um banheiro luxuoso -- até uma televisão para assistir da banheira havia. Uma das atrações do Peppermill são suas piscinas que possuem águas geotermais, que agradam no inverno quando apesar da baixa temperatura. No complexo do hotel existem variados restaurantes e tivemos a oportunidade de jantar no Romanza de comida Italiana e o Chi de comida asiática; em ambos realizamos excelentes refeições.

Legends @ Sparks

[Legends at Sparks]

Como na maioria das cidades americanas, não poderia faltar em Reno um grande outlet: o Legends @ Sparks, um grande mall com lojas como Nike, Adidas, GAP, Banana República e muitas outras que estão presentes nos outlets (que no fundo são sempre iguais). No mesmo complexo ainda tem uma Best Buy para compras de eletrônicos e um Target, ideal para quem é fã de turistar em supermercados no exterior.

ScheelsScheelsScheels

[Scheels]

O destaque no Sparks é a loja esportiva Scheels, uma das mais completas e impressionantes lojas de material esportivo que eu já visitei. Para ter noção do tamanho da Scheels, no meio da loja havia uma roda-gigante. A loja apresenta muitas seções dos esportes tradicionais americanos como basquete, baseball, futebol americano, uma parte com os modelos de tênis de todas as marcas e finalidades. Para os interessados nos esportes de esportes de inverno a sessão era muito completa, com todos acessórios e equipamentos para a praticas destes esportes. A parte da loja que mais me chamou atenção foi a seção de materiais para caça e pesca, com muitas armas e os animais empalhados.

RenoRenoReno

[Reno Riverwalk Wine Walk]

Todo terceiro sábado por mês as lojas e bares da região central de Reno, realizam a Reno Riverwalk Wine Walk. A Wine Walk é um evento onde você adquire uma taça personalizada, recebe um mapa com os locais participantes, e cada local serve um vinho para degustação. Desta forma seguimos caminhando pelas ruas de Reno e degustando vinhos nos mais variados estabelecimentos.

Ao longo do rio Turkee encontramos alguns dos bares com uma moçada descontraída -- ideal para degustar um vinho e sentir o astral da cidade num sábado de sol. Muito inteligente esta ação, uma ideia legal que poderia ser copiada por outras cidades.

RenoRenoReno

Reno é uma cidade em transformação, sua boa estrutura para receber o turista e a proximidade ao Lake Tahoe são os grandes atrativos da região, além de apostar nos casinos.

Este vídeo promocional em português do Travel Nevada está muito bacana e mostra outro lado da região:

Viagem feita a convite do Travel Nevada e da American Airlines

Leia mais:

11 comentários

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Que legal Gustavo !
Não fazia a menor idéia do que há para fazer
nesta região .
Gostei da hospedagem ; eu adoro hotéis, poderia
passar a vida me hospedando duas noites em
cada hotel pelo mundo.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Sylvia, me identifiquei: "eu adoro hotéis, poderia
passar a vida me hospedando duas noites em
cada hotel pelo mundo", 2.

Gustavo - Viajar e Pensar

Oi Sylvia e Rosa

o Peppermills é deste hotéis para espalhar a experiência, curti mesmo.
@GusBelli

Lucas
LucasPermalinkResponder

Já fiquei com vontade de conhecer a cidade.
Muito bom este post.

Gustavo - Viajar e Pensar

Objetivo alcançado então.

Valeu Lucas

@GusBelli

Tania Janin
Tania JaninPermalinkResponder

No aeroporto de Reno tomei o melhor milk shake de chocolate da minha vida!

Gustavo - Viajar e Pensar

Tania

Aquele aeroporto é muito diferente, cheio de caça níqueis e pessoas de todo os EUA, deveria ter falado dele também no post.
@GusBelli

Michele - PlanejandoaViagem

Passei por essa cidade, justamente a caminho de Lake Tahoe, a tanto tempo que acho que nem a reconheceria. ótimo saber que dá para voar até tão pertinho de Lake Tahoe. Quero muito ir esquiar lá e quanto mais rápido se chega melhor. Parabéns pelo post.

Gustavo - Viajar e Pensar

Oi Michele

Sim é super perto e uma estrada muito boa, aliada a hospedagem super barata Reno é uma pedida.

@GusBelli

Lénia
LéniaPermalinkResponder

RICARDO FREIRE

Reno: o que fazer na maior pequena cidade do mundo---Correcto será o que fazer na mais pequena cidade do mundo.
e não maior pequena cidade--porque se é mais pequena não é a maior cidade.

muda isso e depois apaga este comentário, pois eu só te quero ajudar, sou de turismo, e estudei essa área muitos anos.
grata.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lénia! Quem responde é A Bóia. Em português do Brasil não se fala (e muito menos se escreve) "mais pequena". Por aqui, é erradíssimo. Saudações!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar