Machu Picchu: quando ir, como chegar, como visitar

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Machu Picchu

Machu Picchu

Figurinha carimbada entre as listas de destinos mais desejados do mundo, Machu Picchu é desses lugares que mexem com a imaginação das pessoas. Na volta, os amigos não perguntam “E então, o que você achou de lá?”, mas sim “Me conta: o que você sentiu?”. É comum que se fale de boas vibrações e de renovação de energias. (Eu acrescentaria aí falta de fôlego e alguma vertigem, também.)

Seja você da turma dos místicos ou da turma dos pragmáticos, a verdade é que Machu Picchu faz a gente se sentir pequenininho – frente à grandiosidade dos Andes, a uma impressionante obra de arquitetura e, enfim, à História.

A cidade inca perdida

Machu Picchu

Machu Picchu é um dos sítios arqueológicos mais importantes do mundo. A Unesco o descreve como “o legado tangível mais significativo da civilização inca”. Acredita-se que a cidadela tenha sido erguida no século XV e abandonada após a chegada dos conquistadores espanhóis ao Peru. A sangrenta investida da Espanha sobre o Império Inca começou em 1532.

Machu Picchu

O mundo só veio a conhecer Machu Picchu após 1911, através dos relatos do arqueólogo americano Hiram Bingham. Não é que as ruínas estivessem totalmente perdidas ou esquecidas; outros exploradores passaram por lá antes, e por ali viviam pessoas de origem quéchua. Hiram Bingham chegou até as ruínas acompanhado por moradores locais, inclusive. A diferença é que ele reconheceu, mesmo debaixo de toda vegetação crescida ao longo de quase 600 anos de abandono, que aquele se tratava de um achado sem precedentes. Pediu financiamento para estudar a área, e a descoberta foi divulgada mundialmente. (A matéria publicada em 1913 pela National Geographic pode ser consultada aqui, com relatos originais do arqueólogo e fotos sensacionais da época.)

Como é a visita a Machu Picchu

Machu Picchu

Das publicações científicas para as capas das revistas de turismo, hoje Machu Picchu recebe milhares de visitantes diariamente. Mochileiros, montanhistas, trekkeiros e senhores de 70 anos com espetacular preparo físico fazem da viagem uma grande aventura, percorrendo a Trilha Inca ou a Trilha de Salkantay a pé. Chegam a Machu Picchu pelo alto das montanhas, em tours que levam 4 ou 5 dias.

Mas Machu Picchu também pode ser visitado em um esquema mais tranqüilo?

Sim! É como a maior parte das pessoas faz, chegando à cidade-base de Aguas Calientes de trem, subindo de Aguas Calientes ao parque de ônibus e fazendo o passeio em seu ritmo. É uma aventurinha mais amigável, mas ainda assim uma aventurinha – em parte pelo que se aprende ao contratar um tour guiado, e também pelo esforço físico que, de toda forma, se faz. Percorrer toda a extensão das ruínas rende um passeio de 3 a 5 horas, com um sobe-e-desce constante de degraus bem altos. Cansa. Mas é lindo.

Machu Picchu

Machu Picchu

Dá pra fazer com menos sobe-e-desce?

Sim. Os 20 primeiros minutos de escada acima são os mais puxados, mas já levam direto à vista mais conhecida de Machu Picchu. Se você tiver dificuldades de mobilidade, ou simplesmente quiser gastar a sua visita apenas contemplando aquele visual, o seu ticket já valeu. (Mas se puder, encare a caminhada.)

E as montanhas de Huayna Picchu e Machu Picchu? Preciso subir?

Não obrigatoriamente. Subir as montanhas de Huayna Picchu ou de Machu Picchu (homônima ao parque) é para quem prefere o passeio “com emoção”. Eu não subi, mas a opinião de amigos que foram (e que adoraram) é de que a experiência do parque já é bastante completa com um bom tour guiado pela cidadela. Se estiver em boa forma e curtir esse tipo de desafio, vá em frente (e compre com antecedência a modalidade de ingresso que permite a subida). A escalada Huayna Picchu acima leva de 45 a 90 minutos; para Machu Picchu, considere 1 hora e 30 minutos a 2 horas de subida. (Leia mais a respeito aqui.)

Trilha à Ponte Inca

Trilha à Ponte Inca

E a Ponte Inca? Preciso visitar?

A trilha à Ponte Inca é um caminho em sua maior parte plano, que sai de dentro do parque e leva a uma ponte de madeira que pode ter sido uma rota de fuga inca. É uma caminhada leve a moderada, com vista para as montanhas e ladeada por um... penhasco. A trilha não faz falta, mas permite um contato maior com a floresta. Para essa trilha não é necessário ingresso, e dá para percorrer o caminho em cerca de 40 minutos.

Sou obrigado a contratar um guia?

Passear por Machu Picchu com guia não é obrigatório, mas é muito mais interessante. A bem da verdade, até hoje não se sabe muito sobre o que representou Machu Picchu nos tempos do império. A civilização inca não deixou escritos, e as crônicas dos conquistadores espanhóis não mencionam a cidadela. Teorias não faltam, e elas ajudaram a dar nome a cada parte das ruínas, a imaginar suas funções e a explicar a avançada engenharia aplicada ali, que manteve a cidade de pé mesmo muitos séculos e alguns terremotos depois. O seu guia vai ajudar a contextualizar tudo isso.

Machu PicchuGuia em Machu PicchuMachu Picchu

Guias particulares cobram cerca de 50 a 60 dólares por 2 horas de passeio e esse é um investimento que vale bastante a pena. Apenas guias oficialmente credenciados podem entrar em Machu Picchu, então dá para contratar até mesmo aqueles que ficam na porta oferecendo serviços “no grito”. A vantagem de contratar com antecedência é poder negociar valores e buscar um guia que fale um idioma que você compreenda bem. O nosso guia foi o Marco Escalante (contatos aqui), que é muito atencioso e fala um português perfeito.

Machu Picchu

Será que vou passar mal por conta da altura?

Machu Picchu fica a 2.400 metros do nível do mar. Em grandes altitudes é comum sentir alguma tontura, enjôo, falta de ar ou dor de cabeça -- esse mal-estar é conhecido como soroche. Se você dormir na véspera em Águas Calientes, ou se estiver vindo de alguns dias em cidades mais altas (como Cusco ou as cidadezinhas do Valle Sagrado), a chance de se sentir mal ao visitar as ruínas é pequena. Permita-se um tempo para aclimatar.

O que eu não posso esquecer de levar?

Além do ingresso, é preciso apresentar também o passaporte ou a carteira de identidade (o documento que tiver sido usado para a compra). Coloque na mochila protetor solar, repelente, duas garrafas de água, um lanchinho leve e um agasalho. Vista roupas de caminhada e o seu tênis mais confortável. É bom lembrar que dentro do parque não há banheiro, e que a lanchonete da estação de ônibus é cara pra dedéu.

Quando ir a Machu Picchu

Machu Picchu

A época ideal para ir a Machu Picchu vai de abril a setembro, quando há mais chance de se pegar tempo firme por lá. Julho e agosto, meses de férias na Europa e nos Estados Unidos, devem ser, se possível, evitados – é período em que o parque fica mais cheio.

Pacote de Carnaval para Machu Picchu? Fuja dessa roubada! O verão é a estação das chuvas, que podem cair em volume o suficiente para estragar a sua viagem. Evite janeiro e fevereiro, principalmente.

Como chegar a Machu Picchu

Machu Picchu

O passo a passo:

  • Avião do Brasil a Lima;
  • Avião de Lima a Cusco;
  • Ônibus, táxi ou trânsfer de Cusco a Poroy, Urubamba ou Ollantaytambo;
  • Trem de Poroy, Urubamba ou Ollantaytambo a Aguas Calientes
  • Ônibus a Machu Picchu.

É um trampo, e funciona melhor em um roteiro de no mínimo 9 dias, que inclua também uma passagem pelo Valle Sagrado.

Nós fizemos a parte aérea combinando vôos da TAM e da LAN (viajamos a convite da TAM Linhas Aéreas e do Sumaq Machu Picchu Hotel). Voamos de TAM de Guarulhos a Lima, e de LAN de Lima a Cusco. Desde a associação das duas companhias dá para emitir todos esses trechos de uma vez só, pelo site da TAM. Também emitir passagens-prêmio com pontos TAM Fidelidade/Multiplus para todo o percurso.

Vale a pena fazer bate-volta de Lima no mesmo dia?

Ir de Lima a Machu Picchu em esquema de bate-volta é impossível.

Vale a pena fazer bate-volta de Cusco no mesmo dia?

Ir de Cusco a Machu Picchu em esquema de bate-volta é viável, mas não é o ideal. A viagem de trem a Aguas Calientes é chacoalhante e longa (saindo da estação de Poroy, dura cerca de 3 horas; de Urubamba, 2 horas e meia; de Ollantaytambo, 1 hora e meia). As chances de chegar em Machu Picchu já um pouco cansado são reais – mas o pior é chegar acompanhado de um monte de gente que vai disputar os ônibus para o parque, e que vai entrar no parque todo-mundo-junto-ao-mesmo-tempo.

A visita a Machu Picchu fica bem mais confortável se você programa um pernoite em Aguas Calientes, o povoado mais próximo, no dia anterior.

Paisagem entre Cusco e Ollantaytambo

Paisagem de Cusco a Ollantaytambo

A nossa viagem deu muito certo: como não visitaríamos o Valle Sagrado, seguimos de manhãzinha do aeroporto de Cusco direto a Ollantaytambo. O trajeto é lindo, ligeiramente sinuoso e dura 1 hora e meia. Chegamos na estação e pegamos o trem de 11h15 da Inca Rail, a concorrente de Peru Rail que opera em menos horários.

Vagão da Inca Rail

Primeira classe da Inca Rail

Foi mais um lindo trajeto, que não nos incomodou em nada aproveitar na primeira classe, com poltronas mais espaçosas e janelões bem grandes. mrgreen

Desembarcamos em Aguas Calientes no início da tarde e fomos direto ao hotel. O Sumaq tem quartos muito confortáveis, spa e uma excelente cozinha.

Sumaq Machu Picchu Hotel

Sumaq Machu Picchu Hotel

Descansados, às 7 da manhã do dia seguinte já estávamos prontos para pegar o ônibus para Machu Picchu.

O trajeto de ônibus até a entrada do parque leva cerca de 25 minutos desde Aguas Calientes. Só os microônibus do próprio parque têm permissão para chegar até lá. A única alternativa é subir (e subir, e subir, e subir, e subir...) até a entrada a pé.

Ponto do ônibus para Machu Picchu

Ônibus para Machu Picchu

Ônibus para Machu Picchu

Nesse esquema, conseguimos aproveitar o parque na companhia de poucos turistas até as 10h30, quando chegou o galerão do bate-volta. Em baixa temporada, o fluxo de pessoas não atrapalha tanto, mas especialmente nos meses de julho e agosto o pernoite em Aguas Calientes é providencial.

Os primeiros microônibus saem do povoado em direção a Machu Picchu entre 5h e 5h30. Os últimos microônibus deixam o parque por volta de 17h30.

Como comprar passagens de trem para Machu Picchu

Estação de trem de Ollantaytambo

Estação de trem de Ollantaytambo

As passagens de trem para Aguas Calientes (pela Inca Rail ou pela Peru Rail) podem ser compradas online. Há pegadinhas na hora do pagamento – por questões de segurança, são aceitos apenas cartões de crédito com a tecnologia Verified by Visa ou SecureCode da MasterCard (entenda aqui). Um leitor do Viaje na Viagem foi assistido pela Peru Rail e conseguiu efetuar a compra dos bilhetes com um cartão sem esses dispositivos de segurança; entenda o “jeitinho” que a companhia deu aqui.

Também dá para comprar as passagens nos pontos de venda da Peru Rail ou da Inca Rail ao chegar, mas correndo o risco de não encontrar bilhetes para os horários, dias ou classes desejados.

Como comprar ingressos de trem para Machu Picchu

Machu Picchu

A venda online é feita pelo site oficial MachuPicchu.gob.pe. É preciso ter um cartão Visa que participe do sistema Verified by Visa.

O número de ingressos à venda para o parque é limitado. Atualmente, são permitidos oficialmente 2500 visitantes por dia. Compre seus tickets antes de viajar. Na entrada do parque não existe bilheteria.

Se quiser fazer as trilhas que sobem às montanhas de Machu Picchu ou Huayna Picchu, é preciso comprar o ingresso específico (Machu Picchu + Montaña Machu Picchu ou Machu Picchu + Huayna Picchu). Na nossa opinião, não é necessário comprar o ingresso combinado (leia mais aqui).

Nosso dossiê completo sobre Machu Picchu

Machu Picchu

O Viaje na Viagem tem um dossiê completo para você organizar a sua primeira viagem ao Peru. Publicado em 2016, tem um capítulo inteiro dedicado a Machu Picchu.

Machu Picchu

Mariana viajou a convite da TAM Linhas Aéreas e do Sumaq Machu Picchu Hotel.

Leia mais:

235 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Dagnou
DagnouPermalink

Bom dia !

Estou programando uma viagem para o Peru no final de junho,pretendo ficar de 7 a 10 dias.Quero conhecer Lima e depois ir para Cusco e Machu Picchu.Quanto dias você acha que é melhor?Queria se possível incluir Vale Sagrado.
Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Dagnou! O Ricardo Freire está trabalhando num roteiro básico de primeira viagem ao Peru. Vai publicar até o fim da semana, fique ligada.

Alana
AlanaPermalink

Olá Boa noite, iremos para o Peru e estou um pouco confusa em montar o roteiro em cusco para machu piccho, gostaria de saber quantos dias para conhecer machu piccho e como daqui do brasil posso garantir os ingressos? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Alana! Até o fim da semana publicaremos um roteiro completo, passo a passo. O ingresso pode ser comprado em http://www.machupicchu.gob.pe , com cartão internacional Visa participante do sistema Verified by Visa.

amanda martins
amanda martinsPermalink

como faço para adquirir o ingresso? Posso chegar em Aguas Calientes e comprar lá?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Amanda! Compre em http://www.machupicchu.gob.pe .

(O texto estava desatualizado; o site oficial da compra de ingressos está funcionando perfeitamente).

CLAYTON MENEZES
CLAYTON MENEZESPermalink

Pretendo realizar uma viagem ao Peru de 15 dias e curtir tudo o que possa me proporcionar, pretendo fazer uma viagem tipo mochilão, caminhadas e conhecer os melhores lugares. Gostaria de dicas de como proceder, qual a melhor forma de ir, onde ficar e quantos dias em cada local, onde comprar os passeios como a caminhada na trilha dos incas, sem muito luxo mas uma viagem marcante pelas aventuras..... Grande abraço

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Clayton! Estamos renovando o nosso conteúdo sobre o Peru e em breve traremos posts de roteiros detalhados. Acompanhe o blog nos próximos dias ou volte direto em https://www.viajenaviagem.com/destino/machu-picchu em breve.

Alexandra Lima
Alexandra LimaPermalink

Estou indo agora em maio e ficarei 5 dias, vcs podem me ajudar com o roteiro?
De inicio pensei em 2 noites em Cusco, 1 em águas Calientes e os outros 2 dias em Cusco.
Só que depois das pesquisas pensei no seguinte:
- 1 dia - chegada a Cusco
- 2 dia - passeio em Cusco durante o dia e ida para Ollantaytambo dormir lá
- 3 dia - ida ao vale sagrado e a tarde teem para águas Calientes
- 4 dia- visita a Machu Pichuu, e final de tarde volto para Cusco
5 dia - passeio matinal em cusco e volta para casa

Alguma sugestão ou alteração no roteiro???
Me ajudem ?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Alexandra! Acabaram de sair os posts com o roteiro completo a Lima, Cusco, Vale Sagrado e Machu Picchu.

Este é o capítulo de Cusco e Vale Sagrado:
https://www.viajenaviagem.com/2016/04/roteiro-cusco-e-vale-sagrado

E este, o de Machu Picchu:
https://www.viajenaviagem.com/2016/04/machu-picchu-e-cusco

Camila
CamilaPermalink

Olá, Bóia.
Vou para o Peru em junho, decidimos de ultima hora, estou aproveitando todas as dicas do site e seguirei exatamente o roteiro de vocês de 9 dias. Minha duvida é qual o horário que fecha o local para comprar a passagem de ônibus de Águas Calientes a Machu Picchu. Estou com receio de chegar após as 18:00 na cidade e não conseguir comprar. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Camila! Se o quiosque de passagens já estiver fechado, você compra no outro dia cedinho, sem problema.

Camila
CamilaPermalink

Olá, gostaria só de deixar uma contribuição. Acabei de comprar o ingresso de entrada em Machu Picchu e não tive nenhum problema com o pagamento. Primeiramente liguei na Visa e verifiquei se meu cartão já possuía a opção Verifed by Visa. Após isso realizei a compra pelo navegador que acesso a minha conta online. O banco enviou um código de autorização de compra no meu celular e a compra ocorreu sem nenhum problema.

Max Braga
Max BragaPermalink

Olá!

Gostaria de uma ajuda...

Sobre a passagem de ônibus à Ollantaytambo - gostaria de saber se preciso necessariamente comprá-la com alguma agência de turismo ou se existem companhias viárias que fazem esse serviço regularmente. Além disso, vc acha arriscado deixar para comprar isso quando eu chegar em Cusco, 1 ou 2 dias antes do dia planejado para Machu Pichu?

MUITO obrigado e parabens pelo blog! Sempre dou uma passada por aqui e me sinto muito amparado! wink

Bjs

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Max! As vans saem da calle Pavitos durante todo o dia, nem seria possível reservar. O que você precisa comprar com antecedência é o trem de Ollanta a Aguas Calientes e a volta.

JORGE LUIZ DE OLIVEIRA DA SILVA

Bóia, uma das minhas dúvidas é em relação à bagagem permitida no trem até Águas Calientes. No site da Peru Rail indica uma bagagem pequena, de no máximo 5 kg. No Inka Rail também há essa limitação? O meu objetivo era chegar em Cusco e partir para Águas Calientes, mas fiquei um pouco perdido com essa situação da bagagem. Pode me ajudar?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Jorge! As duas têm limitação. Quem se hospeda em Machu Picchu normalmente deixa a bagagem no hotel para pegar na volta. Não há guarda-volumes na estação Poroy. Mas as duas cias. têm guarda-volumes na estação de Ollantaytambo.

Veja por que não vale a pena chegar e sair correndo para Aguas Calientes:
https://www.viajenaviagem.com/2016/04/roteiro-cusco-e-vale-sagrado

Francine Barreto Vieira Assumpção

Pessoal, preciso de um help!! Vou em agosto com minha filha de 15 anos e passaremos uma noite em aguas calientes para fazer machu picchu no dia seguinte. Pretendo ir de trem.
Posso comprar a ida pela peru rail e a volta pela Inka Rail? Ficam na mesma plataforma de embarque/desembarque? os horários estão muito ruins para voltar pela peru rail e a ideia é voltar para poroy. Não estou conseguindo comprar os ingressos pelo site oficial...completo tudo e aparece msg de erro interno...alguma dica? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Francine! Não há problema comprar ida e volta em cias diferentes. Para completar a compra o seu cartão precisa fazer parte do sistema Verified by Visa.

Fabricio
FabricioPermalink

Olá vamos visitar Machu Picchu no final do mês com nossos filhos de 9 e 11 anos, mas não consigo comprar o ingresso deles no site oficial http://www.machupicchu.gob.pe/ . Como posso comprar o ingresso das crianças?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fabricio! Não há ingresso para crianças; há ingressos para estudantes, a partir de 8 anos (crianças até 7 anos não pagam). É preciso ter uma carteira de estudante internacional da ISIC. A venda é apenas presencial em Cusco ou via uma agência peruana autorizada.

http://www.machupicchu.gob.pe/items/estudiantes.html

João Marcelo Caneschi
João Marcelo CaneschiPermalink

Olá, estou indo a Cusco/Machu Picchu em julho. Farei o bate-volta de Cusco para Machu Picchu. A passagem de trem de Cusco para Aguas Calientes comprarei pela internet. O que eu gostaria de saber é se também é necessário comprar as passagens do micro-ônibus que nos levará a Macchu Picchu com antecedência, ou se é melhor comprar na hora mesmo. Obrigado desde já pela atenção!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, João Marcelo! Só dá para comprar o micro-ônibus no local.

Taiane
TaianePermalink

Olá, minha dúvida é qual o horário adequado para comprar meu trem de Ollantaytam para Aguas Calientes. Sendo que estarei fazendo o passeio do vale do sagrado e não sei a hora que termina.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Taiane! Compre num horário no começo da noite, então, ué...

Vinicius
ViniciusPermalink

Olá, Bóia. Parabéns pelo site.
Já vi uma pergunta semelhante aqui em cima, mas continuei com dúvida: Como os trens que vão de Cusco a Águas Calientes têm limite de bagagem (5Kg), como fazem aqueles que saem de Cusco pra dormir em Águas Calientes? Onde deixam as malas? Na estação de Cusco (Poroy) tem guarda-volume? Ou aquilo que você comentou sobre deixar no hotel é no hotel em Cusco?
Muito obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Vinicius! Está explicado no texto. Os hotéis de Cusco guardam as malas dos seus hóspedes.

Guto
GutoPermalink

Eu gostaria de ir de Lima até Macchu Picchu sem ser de avião. Alguma idéia?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Guto! De ônibus são 22h de Lima a Cusco. De lá você continua pelos meios descritos acima.

http://www.cruzdelsur.com.pe

Ana Clara
Ana ClaraPermalink

Primeiramente, parabéns pelo post! Ajudou bastante!

Vou para MP no carnaval de 2017 (sim, li que é roubada, mas só tenho esse período livre e vou correr o risco).
Minha dúvida é em relação ao ingresso de entrada ao parque: fui tentar comprar agora para 28/02/2017, mas deu indisponível.
Olhei outros dias em fevereiro: tudo indisponível. E o mesmo em janeiro inteiro, e também em março. Mas em dezembro de 2016 há disponibilidade para todos os dias...

Só consigo imaginar que ainda não abriu pra compra. Pq acho difícil que em plena época de chuvas, 7 meses antes, TODOS os dias estejam lotados...
Alguém saberia me dizer se é isso mesmo?
Se sim, quando será que esses ingressos serão disponibilizados para compra?

Agradeço smile

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ana Clara! Ainda não estão no sistema. Tente de novo mais perto. E se não comprou a passagem ainda, reconsidere os planos. É um destino especial demais para você ver sob condições ruins. Machu Picchu não sairá do lugar e você ainda vai viver muito.

(Na boa, é incongruente você usar a internet para informação e facilitação de viagem, e desdenhar a informação que a internet te dá.)

Ana Clara
Ana ClaraPermalink

Já estou com a passagem, peguei com milhas numa promoção imperdível (2 mil milhas por trecho!!!!!).
Correrei o risco.

Luiz Roberto Silveira
Luiz Roberto SilveiraPermalink

Gostaria de saber se tem alguma companhia turística que faça todo esse roteiro já incluindo hotéis, passagens aéreas, translado, ônibus e trens, resumindo, que me ofereça um guia completo de 9 dias ao Peru e que não precisa me preocupar com tickets e outros?
Se há, vale a pena? Custo benefício? Pelo que entendi na matéria acima vocês foram por vocês mesmos, sem contratar servicios de empresas turísticas. Agradeço pela atenção Luiz Roberto.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Luiz! Qualquer agente de viagem monta essa viagem para você. Infelizmente não pode citar nenhuma agência ou operadora específica, senão abre uma porta para choverem testemunhos estimulados ou falsos de gente que viajou pela agência x ou y. Se você gostou desse planejamento, pode jogar na mão de um agente e ele resolve tudo para você.

Cristiane Bastos
Cristiane BastosPermalink

Estou indo ao Perú no dia 12 de agosto. Vou de São Paulo a Lima. Não comprei a passagem de Lima a Cusco, pois algumas pessoas me falaram que não havia problema comprar no balcão das companhias lá. Chego em Lima 7:00 da manhã. É melhor já comprar passagem para Cusco daqui?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Cristiane! Infelizmente você não tem consultado pessoas experientes em viagem. O certo teria sido comprar a passagem completa desde o Brasil. Se você fosse viajar de São Paulo a Fernando de Noronha com conexão em Recife você deixaria para comprar a passagem entre Recife e Fernando de Noronha quando chegasse ao aeroporto de Recife? Funciona igualzinho em qualquer viagem. Passagem na hora custa tarifa cheia e não é garantido que você encontre lugar. Compre o quanto antes.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2016/04/viagem-ao-peru-roteiro-9-noites

Raquel stoll
Raquel stollPermalink

Adorei o post! Senti falta dos comentários sobre a fila para pegar o ônibus e a fila pra entrar no parque. Além de dicas de melhores horários pra se fazer isso.
Acabei de voltar do Peru. Visitei Machu pichu dia 11.
Pegamos a fila do ônibus as 5:00 da manhã e só conseguimos ingressar no parque as 6:40, apesar do curto caminho de 25 min.

Sou fã do viaje na viagem! Valeu!!!!

Edmilson
EdmilsonPermalink

Olá,

estou programando ir a Machu Picchu agora no final de novembro, quando já iria a Lima para um congresso. Teremos pouco tempo, mas conseguiremos chegar um dia antes em Águas Calientes e subir pra Machu Picchu no outro dia logo cedo a tempo de retornar nesse mesmo dia para Cusco.

Minha dúvida: Como é o clima de Machu Picchu nessa época (final de novembro)? Que roupa devo ir?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Edmilson! Quente de dia, frio à noite. Vá ao sítio arqueológico com camiseta de mangas compridas, calça comprida e repelente por causa dos mosquitos.

Luciana Mota
Luciana MotaPermalink

Olá, super esclarecedoras as informações do site. Só não entendi pq no roteiro não há a sugestão de ir direto para o aeroporto de Cusco, tô arrumando as coisas, lendo muito para não fazer besteira. O melhor é Brasil-Lima, depois Lima-Cusco, poderia me explicar pq? Sou de Brasília.Obrigada pela atenção!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Luciana! Se você não tem interesse em ficar uns dias em Lima, compre a passagem com ida e volta a Cusco. Haverá conexão em Lima na ida e na volta.

Nathália Machado
Nathália MachadoPermalink

Olá, adorando seu blog com super dicas para o Peru! Vou fazer um passeio rápido lá entre os dias 8 à 13 de janeiro de 2017, vi aqui que é época chuvosa, infelizmente. Vc pode me dizer que roupas usar no passeio? É por favor, pode me dizer qual transfer utilizou do aero de Cusco pra estação de ollantaytambo? O link que tem no blog está indisponível. Grata!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Nathália!

Nosso post mais atualizado é este: https://www.viajenaviagem.com/2016/04/machu-picchu-e-cusco . Ali você encontra outro operador de trânsfer.

Procure pesquisar informações sobre clima e época adequados antes de marcar viagens.

Leve roupas leves para usar de dia -- em Machu Picchu, vá com as pernas e os braços cobertos, porque no verão, além das chuvas, é grande a incidência de mosquitos em Machu Picchu. De noite fará frio, leve casaco também.