Ibismômetro de agosto indica: Paris e Santiago em baixa

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Ibis

Está na hora de mais uma edição do Ibismômetro: o termômetro do Viaje na Viagem que mede preços de hospedagem em 39 cidades do mundo. O nosso parâmetro são diárias em hotéis Ibis, que mantêm um mesmo padrão em todo lugar. Nas cidades onde não existe Ibis, nós usamos um hotel de categoria similar para comparação -- o Holiday Inn Express.

(Sempre lembrando que o Ibismômetro foi inspirado no The Big Mac Index, da revista The Economist.)


Em 9 de junho pesquisamos as diárias mais baratas (com restrições) disponíveis para 9 de agosto de 2014.

Em comparação com o mês anterior, 10 destinos subiram de preço, 13 ficaram mais baratos e 14 permaneceram iguais, com diferença inferior a US$ 5 no valor da diária.

(A conta não fechou? Pois bem: é que Rio de Janeiro e Salvador não tinham vagas disponíveis em julho, por conta da Copa.)

Entre as altas, ficou mais caro se hospedar em Berlim (de US$ 70 para US$ 82), Lisboa (de US$ 82 para US$ 94), Nova York (de US$ 199 para US$ 224) e Amsterdã (de US$ 151 para US$ 210).

Mesmo no auge do verão europeu, caíram as tarifas em Milão (de US$ 104 para US$ 86), Londres (de US$ 240 para US$ 225) e Paris (de US$ 163 para US$ 115). Está também mais barato se hospedar em Santiago (de US$ 89 para US$ 77), a tempo de aproveitar a temporada de inverno.

Veja a tabela:

Ibismômetro de agosto de 2014

Agosto 2014 x Agosto 2013

Na comparação entre os meses de agosto de 2013 e agosto de 2014, encontramos 15 altas, 11 baixas e 13 destinos estáveis.

Entre as maiores quedas estão Bali (de US$ 60 para US$ 29), Porto Alegre (de US$ 98 para US$ 74), Berlim (de US$ 102 para US$ 82) e Nova York (de US$ 335 para US$ 224).

Entre as maiores altas, Londres (de US$ 178 para US$ 225), Seul (de US$ 109 para US$ 163), Tóquio (de US$ 129 para US$ 212) e Amsterdã (de US$ 123 para US$ 210).

Veja o gráfico:

Comparação agosto 2014 x agosto 2013

Os hotéis pesquisados:

Ibis Marrakech Centre Gare, Ibis Bali Kuta, Ibis Fortaleza, Ibis Salvador Rio Vermelho, Ibis Tunis, Ibis Curitiba Batel, Ibis Saigon South, Ibis Montevideo, Ibis Mall of The Emirates, Ibis Santiago Providencia, Ibis Larco Miraflores, Holiday Inn Express Miami Airport Miami Springs, Ibis Lisboa Liberdade, Ibis Porto Alegre Moinhos de Vento, Holiday Inn Express Orlando International Drive, Ibis Buenos Aires Obelisco, Ibis Amman, Ibis Istanbul, Ibis Berlin Mitte, Ibis Barcelona Plaça Glòries, Ibis New Delhi Gurgaon, Ibis Prague Old Town, Ibis Moscow Paveletskaya, Ibis Tokyo Shinjuku, Ibis Rio de Janeiro Copacabana, Ibis Milano Centro, Ibis São Paulo Paulista, Ibis Sydney King Street Wharf, Ibis Paris Bastille Opéra, Ibis Amsterdam Centre, Holiday Inn Express Toronto, Ibis London Euston St. Pancras, Ibis Singapore on Bencoolen, Ibis Seoul Myeong-Dong, Holiday Inn Express Los Angeles Century City, Holiday Inn Express New York Times Square.

Leia também:

Praiômetro: sol e chuva em 42 destinos do Brasil e do Caribe

Ibismômetros anteriores

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


4 comentários

A.L.
A.L.PermalinkResponder

Riq e Boia, posso dar uma sugestão?

Agora que o VnV é parceiro do Booking, por que vcs não criam uma segunda série, bem mais realista, com preços médios de hotéis 3, 4 e 5 estrelas nesses principais destinos de acordo com o Booking?

Seria uma informação bem interessante, e bem mais apurada que usar apenas o Ibis e seu equivalente norte-americano. Não precisa substituir o Ibisometro, só um complemento extra.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, A.L.! Obrigada pela dica! É uma ótima idéia smile

André Fonseca

Ric e demais, Esse é a última postagem do índice? Pretendem voltar a atualizar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, André! Não estamos mais fazendo essa série não.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar