Enquete | Comida de rua: qual é a sua preferida? E qual você não encara?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Döner kebap

Você nunca vai me ver entrando num McDonalds ou sentando numa pizzaria no exterior: qualquer lugar do mundo vai oferecer comida de rua mais atraente.

Passei agora 10 dias na Alemanha, e poderia ter comido 10 dias na rua, que ficaria feliz (e com as finanças intocadas).

Salsichas (Würste) com pão (Brot) e mostarda (Senf) são onipresentes e chegam a custar pouco mais de 1 euros.

Döner kebap

A fome pode bater a qualquer hora, que você nunca estará longe de um local que prepare Döner Kebap -- conhecido entre nós como kebab (ou, entre os mais antigos, churrasquinho gregos.

Berlim também conta com um grande número de fast-foods vietnamitas -- uma culinária que já era comum na antiga Berlim Oriental, antes de virar modinha.

Em Paris eu posso passar a crêpe de jambon-fromage -- ou, se tiver sorte de passar por um quiosque bretão, a galette, que é a versão da crêpe com trigo sarraceno (e recheios sempre salgados).

Para quem está contando tostões, a melhor combinação é almoçar de verdade (o menu do almoço costuma ter preços semelhantes à comida de rua na maioria dos lugares) e trocar o jantar pelo equivalente local da tapioca.

Diga aí: quais são as comidas de rua que você descobriu pelo mundo? Quais não conseguiu encarar? (E quais se arrependeu de ter encarado?)

A caixa de comentários é toda ouvidos!

91 comentários

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Espetinho de lhama, no Deserto do Atacama.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Rimou! mrgreen

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Rsrsrs se eu encontrar comerei e conhecerei...te avisarei! Kkkk obrigada Marcia!!! Pela dica...e pela rima!

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Pastel de feira com caldo de cana em São Paulo . Churrasco de linguiça na barraca de praia do uruguaio no Rio. Queijo coalho na brasa em qualquer praia do nordeste. Pretzel em Manhattan. Curries indianos em Londres.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Pastel de feira com caldo de cana em São Paulo . Macarrão oriental na feirinha da Liberdade aos finais de semana. Churrasco de linguiça na barraca de praia do uruguaio no Rio. Queijo coalho na brasa em qualquer praia do nordeste. Pretzel em Manhattan. Curries indianos em Londres.

Livia
LiviaPermalinkResponder

NY - cupcake todo dia (Georgetown e Magnolia)
Bélgica - Batatinhas fritas
Itália - canolis
Paris - crepe de nutelle
Philadelphia - cheesteak (o do Pat)

Germano JS
Germano JSPermalinkResponder

Sou vidrado em comida de rua, provo tudo o que consigo, seja para um tira gosto ou mesmo para substituir uma refeição. Vou citar alguns que provei a aprovei:

Argentina: empanadas, é claro, e o clássico choripan.
Uruguai: panchos e chivitos.
Chile: há um sanduíche enorme chamado chacareco, que é muito bom. Também tem por lá um doce chamado mote con huesillos, "muy rico".
Paraguai: chipas e os pastéis são uma boa alternativa para enganar o estômago.
Colômbia: arepas, especialmente as recheadas.
Espanha: churros com chocolate.

Também gosto muito de aproveitar as frutas locais, entrar em supermercados e experimentar de tudo, ou mesmo nas ruas.

elisabeth almeida

nada como um cachorro quente em Copenhagen!!!!!

Gustavo
GustavoPermalinkResponder

Como menos do que gostaria na rua dos lugares onde visito... mas dentre as coisas que amei experimentar estão as salteñas na Bolívia, são maravilhosas! Também tem o Choripán com chimichurri na Argentina e no Uruguai... Ah, e não podia faltar o Acarajé, que felizmente pode ser achado em várias barraquinhas pelas cidades da Bahia.

A vez que fui mais feliz comendo por fora foi quando parei em um posto de gasolina na fronteira da Espanha com Portugal... quando desci do carro senti aquele perfume de pêssegos e cerejas sendo vendidos em uma barraquinha ali perto. Não tive dúvida e comprei. Nunca comi pêssegos tão suculentos, doces e cheirosos em toda a minha vida do que aqueles, ou vi cerejas tão grandes quanto aquelas. Muito bom!

João Rodolfo Bosak

Cachorro quente do Rosário em Porto Alegre, Yakissoba na Liberdade, pastel na praça em frente ao Estádio do Pacaembu. Excelentes. Toda vez que vou a esses lugares, repito.
Empanadas, nunca vi coisa mais sem graça.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Adoro pastel de rua. Gosto também de espetinhos em geral, além de bom pedaço de pizza.

O que normalmente não encaro são os cachorros quentes, porque gosto deles com muuuuuito molho, então o melhor acaba sendo comer em casa.

carolina
carolinaPermalinkResponder

Estive em Gramado/RS e fiquei "revoltada" porque não achei uma barraquinha de comida na rua! rsrs Nem um cachorro-quente, milho cozido, pipoca que fosse! Nem parecia Brasil...

LUIS FERNANDO MARIN

Sanduíche de Arenque cru com pepino no Albertcuyp Market em Amsterdam. Espetacular!

Heloisa
HeloisaPermalinkResponder

um acarajé bem quente em Salvador, basta procurar as baianas com bastante movimento, e tapioca de queijo de coalho, em váaaarios lugares, delicioso.
já os podrões podem ser perigosos, é preciso ver o movimento de saída dos sanduiches...

Marcela
MarcelaPermalinkResponder

- O mais recente foi o espetinho de lhama no Atacama!

- Cusco: atraente, mas NÃO encarei a chicha morada e o espetinho de anticucho. Só nos restaurantes!

- O croquete de Amsterdam que esqueci o nome;

- Os dogs e gregos de NY;

- Mote com huesillos e frutas vermelhas de barraquinhas, no Chile.

- Acho que tudo em SP;

- Os sorvetes de 1 CUP (e não CUC grin) de Cuba;

- Doces na Bélgica;

- Empanadas e choripans

Vinicius
ViniciusPermalinkResponder

No canadá:
- Poutine (todo canto tem, de diversos tipos e provei quase todos, rs)
- Sanduíche de pulled pork, no festival de rua "Ice, Wine and Dine"
- Peameal bacon, do St. Lawrence Market (divino! Hoje vejo as fotos e salivo, kkk)
- Beaver Tail (uma massa que lembra vagamente a de churros, frito, com coberturas variadas), em Toronto e em Ottawa

No Peru:
- Cuy (porquinho da índia)
- Chicha morada
- Chips de banana (na feirinha que tem nas Salineras de Maras)

No Chile:
- Cheguei a olhar para o mote com huesillos, mas não tive coragem de provar (arrependimento)
- Comi um molusco em Frutillar (meio que típico da região sul do Chile) que agora não consigo lembrar o nome, mas era delicioso

Margareth fernandes

Glüwein nas feirinhas de Natal na Europa inteira. Ah, o cheirinho de especiarias que fica no ar....
Castanhas portuguesas assadas....

Paula
PaulaPermalinkResponder

Arepas em qualquer lugar da Colombia (elas vao variando de tamanho, recheios, se sao assadas ou fritas). Ah, e outra coisa que me pareceu exotica, vendem muitas saladas de frutas em copos, so que adicionam creme de leite e queijo!

alice
alicePermalinkResponder

Mote con huesillos em Santiago, o melhor chivito da vida num posto de gasolina em Montevideu, crepe de presunto queijo e ovo em Paris, uma degustação de queijos de cair o queixo numa feirinha em Bordeaux... Tudo deli.

Daniel Lopes
Daniel LopesPermalinkResponder

Com certeza o cuy, porquinho da índia, em Cuzco!

Paulo Torres
Paulo TorresPermalinkResponder

Na África do Sul comi a melhor de todas as comidas de rua: o famoso boerewors, uma linguiça muito popular por lá. Os melhores boerewors, dizem os locais, são aqueles vendidos nos arredores dos estádios de rúgbi em dia de jogo!

Ainda no tema comida-de-porta-de-estádio, na Inglaterra comi alguns "pie and mesh" (tortas de carne com purê - de batata ou de ervilha) que valiam por um bom almoço. Recomendo!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar