10 segredinhos de Aruba

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Malmok

Eu costumo recomendar Aruba como um destino para quem não quer se preocupar com nada. A praia em frente ao seu hotel será sempre ótima; e se você se hospedar em Palm Beach, basta sair pela rua de trás para encontrar restaurantes, bares e lojas.

Isso não significa, porém, que não dá para ir atrás do que não esteja superevidente no seu caminho. Veja aqui 10 achados que poucos turistas descobrem na ilha.

Bora?

1 | Boardwalk Small Hotel

Boardwalk

Inaugurado em 2013 no trecho final de Palm Beach, a uma quadra da areia (atrás do Ritz-Carlton), o Boardwalk é um pequeno hotel de charme que não tem apartamentos, mas casitas espalhadas pelo bem-cuidado jardim.

Boardwalk

As casitas são diminutas só no nome: as menores (studios) têm 37m²; as de 1 quarto têm 74m² e as de 2 quartos, 102m². Todas têm cozinha completa, com geladeira grande, fogão, utensílios e churrasqueira de jardim. Na recepção você pega cadeiras de praia, geladeirinha portátil e equipamento de snorkel para aproveitar a ilha.

Boardwalk

Boardwalk

É como alugar uma casa de praia com manutenção e serviços de hotel. Com um carro alugado e uma passagem pelo supermercado, o pacote fica redondíssimo.

Boardwalk

Tão bacana quanto as instalações é a proposta do Boardwalk. Cada casita tem uma treasure box -- uma caixinha com um fichário de dicas selecionadas para o perfil do hóspede. Boa parte (mas não todos!) dos segredos deste post eu descobri na minha caixinha do tesouro.

Café da manhã Boardwalk

Café da manhã, versões "Health" e "Local"

O café da manhã é cobrado à parte e custa US$ 18, mas vale mais a pena equipar a geladeira e fazer o seu.

bw-piscina

Eu me hospedei a convite do hotel, mas não precisa se fiar em mim, não -- dê uma olhadinha nas resenhas dos hóspedes, que dão nota 9,4 ao Boardwalk no Booking.

2 | Boca Catalina

bocacatalina2

Como essa prainha pôde ter passado despercebida nas minhas outras visitas? OK, está escondida da estrada (tem uma casa enorme em frente), mas se você está em Malmok (uma praia que sempre constou do meu roteiro), basta caminhar para a direita, e em dois minutos você chega a um trecho de areia branquíssima e o mar mais cristalino de Aruba. Boca Catalina é perfeita para fazer snorkel ou pegar sol longe das multidões.

bocacatalina3

A vizinha Malmok tem palhoças públicas que dá para pegar caso você chegue cedo. Fica a 5 minutos de carro de Palm Beach, na direção norte -- dá também para ir com o ônibus local, o Arubus.

3 | Pescaderia Zeerover

Zeerover

11 em cada 10 arubianos vão indicar esta peixaria-restaurante como a experiência mais autêntica da ilha que um visitante pode ter.

zeerover5

O funcionamento é peculiar. Você chega e entra na fila da peixaria, que fica na entrada do restaurante. Ali você escolhe o que vai ser preparado -- sempre frito: ou o peixe fresquinho do dia, ou camarão. Em seguida, escolhe os acompanhamentos, que podem ser pan batí (um pão misto de milho e trigo), batata frita e banana frita, além de molho tártaro ou vinagrete. Eu pedi peixe com batata frita e banana frita; custou US$ 12. Você ganha um cubo numerado para pôr em cima da mesa.

Do guichê da comida você passa no guichê da bebida. A Balashi pequena sai por US$ 2 (mais barato, só no supermercado). Daí é só escolher a mesa, colocar o cubo em cima e esperar servirem.

zeerover4

Eu cheguei pouco depois do meio dia e o lugar estava vazio, mas ao sair, perto da uma da tarde, já estava cheio de arubianos em horário de almoço no trabalho.

zeerover3

Fica em Savaneta (15 km ao sul de Oranjestad) e fecha na 2ª feira. Não aceita cartão. Para chegar, siga a placa para o restaurante FlyFishbone, que anuncia na estrada.

4 | The West Deck

West Deck

O que não falta em Aruba são lugares charmosos para comer à beira-mar. A diferença do West Deck é que, por fugir do tema "jantar romântico pé na areia", atrai bem mais arubianos do que turistas.

westdeck2

O cardápio é ótimo: tapas com sotaque caribenho, em porções pequenas, para pedir muitas e compartilhar. Eu pedi ceviche, funchi (polenta frita gratinada com queijo Gouda) e pan bati (pão misto de milho e trigo), que se casaram perfeitamente com um mojito.

Fica imediatamente ao sul de Oranjestad, na primeira nesguinha de praia. Abre todos os dias, aceita cartão.

5 | Queen's

Instalado no segundo piso do shopping Palm Beach Plaza, o Queen's é o único de Palm Beach que prepara comida típica arubiana. O cardápio não usa os nomes locais dos pratos; assim, o mais famoso -- o cabrito stoba, um ensopado de cabrito -- aparece como "goat stew".

Queen's

Pan bati, cabrito stoba, arroz com feijão à moda caribenha

O molho é espesso, forte e ao mesmo tempo adocicado; gostei. O pan bati que veio de entrada foi o mais gostoso que comi em Aruba. E a sobremesa -- um pudim de pão -- é imperdível. Abre todos os dias.

6 | Noord

Palm Beach é repleta de restaurantes, mas todos são voltados para os turistas. O que poucos visitantes percebem é que, se no trevo de entrada de Palm Beach tomarem a direção oposta à praia, descobrirão a via (chamada... Palm Beach Road!) que concentra vários lugares frequentados pelos arubianos, a cinco minutos de carro (ou táxi) do seu hotel.

Por ali estão a panquecaria holandesa Linda’s, a cantina italiana autêntica Solemare (solemarearuba.com), o surinamês Indo, o bistrô gastronômico Two Fools and a Bull (reservas são essenciais) e os bares Café 080 e Wacky Wahoo’s.

7 | SUP Yoga

SUP Yoga

Uma das moradoras mais famosas de Aruba é a sueca Rachel Brathen, que tem 1 milhão e meio de seguidores em sua conta do Instagram, @yoga_girl. Além de dar aulas de ioga convencional, Rachel é guru de stand up paddle yoga -- ou ioga sobre prancha. O mar calminho de Aruba é simplesmente perfeito para isso.

SUP Yoga

Quando não está fazendo workshops de ioga mundo afora, Rachel dá aulas de SUP yoga às terças, quartas e quintas. Para informações e reservas, mande um email para amelie@rachelbrathen.com.

8 | Aruba Aloe

Aruba Aloe

Aruba já foi uma imensa plantação de babosa, ou aloe vera -- que teve na ilha o mesmo papel que a cana-de-açúcar e a banana tiveram em outras partes do Caribe. Hoje resta apenas um lote em que a planta é cultivada, a meio caminho entre Oranjestad e Palm Beach.

Aruba Aloe

Do ladinho da plantação funciona a fábrica da Aruba Aloe, onde são produzidos hidratantes, protetores solares e sabonetes à base de babosa. A fábrica oferece tours grátis de segunda a sexta entre 8h e 17h (último tour: 16h30) e no sábado entre 9h e 17h (último tour: 16h30). Não abre aos domingos. Claro que a última parada é na lojinha. (Mas se tem um presente bacana para trazer de Aruba, é este.)

9 | Papiamento

papiamento1

Eu já sabia desse restaurante faz tempo, mas achava que fosse mais longe. Nada: fica em Noord, a pouco mais de cinco minutos de carro de Palm Beach. É o lugar mais bacana para um jantar de fim de viagem, para encerrar sua temporada em grande estilo.

papiamento2

O Papiamento funciona numa cunucu huis (casa colonial) elegantérrima. Muitas mesas ficam no entorno da piscina, outras no jardim, debaixo de árvores frondosas (um luxo num lugar árido como Aruba). No cardápio é possível fisgar um ou outro prato mais típico, como keeshi yena (guisado de frango gratinado com queijo gouda). De sobremesa, vá no pudim de pão que nunca tem erro.

10 | 107.5 Blue FM

Blue FM
Vai alugar carro? Então fique na companhia da rádio mais colorida de Aruba, a Blue FM 107.5. A locução e muitas músicas são em papiamento, proporcionando uma imersão cultural na ilha grin

Viagem feita a convite do Turismo de Aruba e do hotel Boardwalk.

Leia mais:


17 comentários

Joana Horta
Joana HortaPermalinkResponder

Post super legal!
Fui a Aruba em abr/2914. Dessas dicas só tinha informações do Zeerover, que eu não fui. Uma pena só ter essas dicas tão completas agora! Fica para uma outra ocasião.

Nanda Castelo Branco

Gostei das dicas! Tenho ótimas lembranças de Aruba smile

Nádia
NádiaPermalinkResponder

Amei as dicas! Voltei de lá em junho, mas como pretendo voltar em breve, foram bem úteis!!

marcus garcia
marcus garciaPermalinkResponder

Belíssimas dicas ! Vou tentar aproveitá-las no próximo mês .

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Estive em Aruba em 2011 e gostei demais. Essas dicas são bem autênticas!!

Cleiper Jose Ricardo

Vou para Aruba no Reveillon. Ficarei 4 dias inteiros, pois dividi a viagem com Curação. Mas a virada ficarei em Aruba. Vou ficar hospedado no Bucati, em Eagle Beach. O que recomendaria para noite de Reveillon: Festa no hotel, algum point para os fogos na cidade? Em Curaçao aluguei carro e em Aruba, é uma boa pedida? Tem problemas com blitz, caso role um drink na praia? Obrigado pela atenção.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cleiper! Não há fiscalização ostensiva em Aruba, não. Apenas carros que pareçam estar sendo dirigidos por bêbados serão parados. A praia em frente ao seu hotel é ótima, fique por lá. Só saia se ficar sabendo de alguma superfesta que dê vontade de ir. Note, porém, que o Réveillon fora do Brasil não é como o nosso -- ninguém veste branco nem entra no mar.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/reveillon-2015

Cleiper Jose Ricardo

Maravilha!! Obrigado pela dica!!

Aline
AlinePermalinkResponder

Amei as dicas! Duas perguntas: para efeitos de atualização, a night bomba em quais lugares em Aruba? E é verdade que as festas acabam cedo?

Obrigada desde já! grin

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Aline! Os dois lugares mais animados são o Señor Frog's e o Gusto. Ficam frente a frente num shoppingzinho a céu aberto à altura do Radisson. Na mesma quadra tem a única disco de Aruba, a Confessions, mas esses dois bares-balada costumam ser mais animados. Lotam perto da meia-noite, principalmente de quinta a sábado.

Otavio
OtavioPermalinkResponder

Aruba é um local gay friendly? Qual é a melhor localização para o público gay lá?

Obrigado!
Abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Otavio! Aruba é gay-friendly mas não há turistas ou moradores gays em número suficiente para criar points ou estabelecimentos voltados exclusivamente para o público LGBT.

Beth
BethPermalinkResponder

Oi, A Bóia, vou para Aruba com minha mãe (80 anos) e meus filhos (20 e 23 anos) passar 7 dias, inclusive o Reveillon. Gostaria de fazer um bate-volta em Curaçao. O que você acha? Vale a pena ir a Curaçao fazer city tour (praticamente) e voltar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Beth! Só vá a Curaçao se puder ficar três dias inteiros.

Gilvan
GilvanPermalinkResponder

Esteve em Aruba Junho/15, por 10 dias maravilhoso hospedei no Marriot estrutura
excelente. Sem conta do passeio de sub-marino e tantos outro que fiz recomento com louvor.

Joseane
JoseanePermalinkResponder

Olá!
Recomenda o Boardwalk Small Hotel para casal com uma criança de 2 anos? Achei as instalações bem boas, mas não vi playgrounds ou algo do gênero.
E a praia em frente é boa para criança pequena?

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Joseane! Tem uma piscina. Não é um resort: não tem parque nem monitores. É bom para levar criança por causa da cozinha equipada.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar