Dubai e Abu Dhabi: Etihad oferece visto grátis para passagens emitidas até 31/3

Viaje na Viagem
por Viaje na Viagem

mesquita-abu-dhabi

Viajantes brasileiros indo para o Oriente Médio vão ganhar temporariamente uma mãozinha da Etihad Airways. Até 31 de março de 2015, quem viajar pela empresa com destino final para Abu Dhabi ou Dubai, terá isenção total da taxa de visto de turista.

Todos os bilhetes da Etihad com saída do Brasil, mesmo aqueles com tarifas promocionais (bilhetes emitidos por milhas não entram nessa promoção), emitidos de 1o de fevereiro a 31 de março (com viagens entre 1/02 e 30 de junho de 2015) contarão com a comodidade.

Para ter acesso à promoção, o passageiro deve enviar digitalmente uma foto 3x4, uma cópia do passaporte, uma cópia do bilhete da Etihad de ida e de volta, uma cópia da confirmação do hotel e o formulário preenchido para o e-mail saotkt@etihad.ae, com o assunto “Visto gratuito”. O processo deve ser feito ao menos 20 dias antes do embarque.

Vale lembrar que nessa promoção a Etihad é uma “facilitadora” do visto, mas não é responsável por sua aprovação e emissão. Para entrar nos Emirados Árabes, além do visto, é necessário que o passaporte tenha uma validade mínima de 6 meses.

Leia mais:

10 comentários

DANIELLE LIMA
DANIELLE LIMAPermalinkResponder

Minha - péssima - experiência com a Etihad Airways

Depois de uma apurada pesquisa sobre a companhia aérea com o melhor custo-benefício para chegar a Hong Kong, acabei decidindo pela Etihad. Por 1 mil reais a menos era possível voar Ethiopian Airlines, no entanto, em razão do surto de ebola (ressalto que não atingiu a capital da Etiópia, Adis Abeba), preferi gastar um pouco mais e ficar mais tranquila. Mostrei o roteiro ao meu amigo Danilo, que prontamente topou. Decidimos fazer um stopover na capital dos Emirados, Abu Dhabi, já que obrigatoriamente faríamos uma conexão.

O site da Etihad oferece visto gratuito na estadia até 96 horas nos Emirados Árabes Unidos, mas foi o maior parto! Não recomendo a ninguém. Com três meses de antecedência encaminhamos todos os documentos requisitados: foto, cópia do passaporte, formulário preenchido, cópia da passagem. Faltando duas semanas para a viagem, resolvemos perguntar pelo visto e simplesmente nos “esqueceram”. O hotel escolhido no formulário, segundo a agência que cuida da emissão do visto, Hala Abu Dhabi, não tinha mais vaga. Todavia, encaminhei e-mail pro hotel Radisson Blu e, por surpresa, tinha vaga. Fomos obrigados a aceitar a única opção possível: Hyatt Capital Gate. E pensam que acabou por aí?

Ao ligar pro escritório de São Paulo, ouvimos que nada poderiam fazer e, para alterar a passagem, para voarmos diretamente para Hong Kong, teríamos que pagar 250 dólares. Via twitter, a empresa respondia, mas jamais elucidava qualquer dúvida.

Sabe o visto? Chegou 2 (DOIS) dias antes da viagem. Para matar qualquer um do coração!

Em síntese, não recomendo o stopover na cidade com a Etihad. Tire o visto no site do país e escolha um hotel por conta própria. O visto será pago, todavia, o trâmite será menos estressante.

Fui para São Paulo um dia antes, como contei no post anterior. No sábado, assim que meu amigo me comunicou que tinha chegado, almocei e segui para o aeroporto. Chegando lá, estava visivelmente pior da garganta, já com dificuldade pra andar de tão debilitada. Por sorte, Danilo é médico e me examinou, constatando que estava com amigdalite. Portar o CRM por si só não garantiu a compra do antibiótico e tivemos que recorrer à lan house da Vivo para fazer um receituário. E deu tudo certo!

Como o voo, em tese, sairia às 23h do terminal 3 de Guarulhos, chegamos no check in às 20:00, pois queríamos esperar na sala vip mastercard, no entanto, o sistema da empresa simplesmente sofreu um apagão! Esperamos na fila e só fomos atendidos às 22:00! Tudo manual. E a “melhor” parte: em razão do apagão, não teria lugar marcado! Cada um chegava e sentava em um lugar!!! Já imaginou? Nunca tinha passado por nada igual.

Não, o show de horrores da Etihad não acabou. Depois da confusão generalizada dentro da aeronave, pois cada um tentou ser mais esperto que o outro (uma chinesa colocou um bebê - que provavelmente não tinha pago passagem - no lugar do meu amigo!), esperamos mais algumas horas. A decolagem ocorreu às 3 da manhã!!!

Ainda estou avaliando a possibilidade de processá-la. Viajaria de novo com a companhia? Depende da promoção.

Fernanda Nascimento

Concordo que nem sempre as empresa auxiliam os clientes, mas levando em consideração este post, acredito que a Danielle teve parcela de culpa na "demora" para receber o visto.
Quem manda toda a documentação três meses antes da viagem e somente vai cobrar o visto duas semanas antes?
Quando auxiliei meus pais a tirarem o visto canadense, acompanhei diariamente o andamento do processo. Demorou pouco menos de duas semanas desde o início (preenchimento de formulários e envio dos passaportes) até a devolução dos mesmos. Já fiz o americano por conta própria e também demora uma semana para receber de volta.
Isto é, se ela tivesse verificado antes, não teria "quase morrido do coração" por receber o visto em cima da hora.

Quanto ao problema devido ao apagão, realmente a cia aérea deveria ter tomado as providências para ter um plano de contingência e não deixar os passageiros decidirem o que fazer. Infelizmente algumas pessoas só querem se beneficiar e não pensam no coletivo.

Célio Cavaca
Célio CavacaPermalinkResponder

Bem esclarecedor.......... ajudou bastante em uma decisão que devo tomar.

Soraya Chiah
Soraya ChiahPermalinkResponder

Pois eh gente, não é uma experiência das boas tirar visto para Dubai com companhias aéreas dos Emirados. Tanto a Emirates quanto a Etihad fazem o visto como gentileza para o passageiro, mas quando há problemas e contratempos ai o passageiro que se vire. Acaba ficando sem o suporte necessário nas horas difíceis e fica a mercê da sorte. Cobram valores em conta mas o barato acaba saindo caro às vezes. Busquem visto para Dubai e Abu Dhabi com agências de viagens, paga-se um pouco mais, mas ao menos tem resultado garantido e tem com quem falar quando necessário.

Etihad Airways

Dear Danielle,

Thank you for your feedback, can you please email us your contact details to halasocialteam@etihad.ae and we will have a look into this for you. Thanks *HE

Etihad Airways

Dear Danielle,

Can you please email us your contact details to halasocialteam@etihad.ae and we will look into this for you further. Thanks *HE

Newton Barriola Junior

A Etihad Airways, responde em inglês, aqui no Brasil? Que coisa feia.......

Vou pensar mil vezes em comprar uma passagem desta empresa.

Newton Barriola Junior

Agora sim o pessoal da Etihad Airways parabéns. As respostas em Português. Assim fica legal e todo mundo gosta.

Etihad Airways

Prezada Sra. Danielle,

Fomos informados do seu descontentamento em relação a sua viagem conosco e registramos uma reclamação oficial no nosso SAC.

Gostaria de pedir que a senhora entrasse em contato conosco através do SAC 0800 0474455 e mencionasse a referência RQID326309.

Atenciosamente.

cathy
cathyPermalinkResponder

O visto não é caro, acho que compensa pagar você mesmo o visto do que depender da boa vontade das cia aéreas. Imagina, receber o visto 2 dias antes da viagem?
Mas infelizmente aqui em Dubai os serviços oferecidos são de péssima qualidade.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar