10 lugares para encontrar a Alemanha dos Contos de Fada #ad

Viaje na Viagem
por Viaje na Viagem

Hamelin

Hamelin | ©Deutsche Märchenstrasse e. V.

post-patrocinado

Era uma vez um roteiro que cruzava as histórias da Rapunzel, da Bela Adormecida e da Chapeuzinho Vermelho muito antes da série Once Upon a Time estrear na telinha americana. Assim é a Rota dos Contos de Fadas na Alemanha. São 600 km de cidadezinhas medievais que foram cenários e fonte de inspiração para a criação de algumas das mais famosas fábulas da literatura ocidental.

A rota, baseada na trajetória da vida e obra dos irmãos Grimm, começa na cidade de Hanau, a 25 km de Frankfurt, e termina em Bremen, perto de Hamburgo. Mais de 50 cidades e vilarejos fazem parte desse roteiro que percorre histórias passadas de geração para geração e celebra os mais de 200 anos da primeira edição da coletânea de contos que deu origem a muitas das histórias que nos foram contadas.

Do castelo da Bela Adormecida à torre de onde Rapunzel jogou suas tranças até a casa dos Sete Anões amigos da Branca de Neve, vamos aos destaques desse roteiro, sim salabim.

Hanau

Irmãos Grimm

Irmãos Grimm em Hannau | ©Deutsche Märchenstrasse e. V.

Endereço do Brüder Grimm Festspiele, um dos festivais de teatro mais importantes da Alemanha dedicados à obra dos Grimm, Hanau é o ponto de partida do nosso roteiro, pois foi aqui que nasceram os escritores. Este ano, o festival acontece entre os dias 15 de maio e 26 de julho e promete lotar o teatro e atrair muitos apreciadores dos antigos contos de fadas.

Steinau

A grande atração de Steinau é um museu na antiga casa da família onde os Grimm passaram parte da infância. A cidade ainda possui algumas trupes de teatros de fantoches que se apresentam na praça central. O escritório de turismo costuma promover alguns tours temáticos em que atores usando trajes especiais recriam as histórias originais passeando pelas ruas da cidade.

Marburg

MarburgMarktplatz_C_LisaMarten_RET (1) (1)

Marburg | ©Deutsche Märchenstrasse e. V. (Lisa Marten)

Da infância para a faculdade, Marburg entra nesse roteiro como a cidade onde os Grimm se desenvolveram estudando Direito. No centro de Marburg você encontrará diversas pinturas e esculturas que lembram os contos mais famosos dos escritores como João e Maria, Cinderela e os Sete Anões. Além do cenário de casas em estilo enxaimel bem preservadas, a igreja da Santa Elisabeth e o castelo Landgrave (Landgrafenschloss) são dois cartões postais famosos da região.

Schwalmstadt

Schwalm

Schwalm | ©GrimmHeimat NordHessen

Pela estrada a fora eu vou bem sozinha... opa, já imaginou visitar de perto a floresta que inspirou os autores a escreverem o conto da Chapeuzinho Vermelho? Por falar na mocinha de capa vermelha, esse traje é típico das mulheres solteiras na região de Schwalm e ficou bem famoso graças ao conto. No museu de Ziegenhain estão expostas várias peças como essas. Que festa para a criançada!

Bad Wildungen

Dando asas para a imaginação, perto de Bad Wildungen fica o Schloss Friedrichstein, o castelo que foi um dos cenários para criação da Branca de Neve -- que, segundo a crença popular, foi inspirado na condessa Margaretha von Waldeck. Hoje, além do castelo, você pode visitar a antiga mina de cobre (Besucherbergwerk Bertsch), o pequeno museu de mineração (Bergamtmuseum) e a casa da Branca de Neve.

Kassel

KasselBergparkWilhelmshoehe07_RET (1)

Kassel | ©Deutsche Märchenstrasse e. V.


O período de maior produção intelectual dos Grimm aconteceu ao longo dos 30 anos que eles viveram em Kassel, uma das maiores cidades da rota. Um passeio riquíssimo é a visita ao Brüder Grimm Museum ou Museu dos Irmãos Grimm, no Palácio Bellevue. Lá você encontrará artigos preciosos da família e manuscritos das obras com anotações pessoais dos próprios autores. Passando pela cidade, não deixe de conhecer também o Parque Wilhelmshöhe, novo patrimônio na lista da UNESCO.

No próximo setembro está prevista a inauguração do Grimm World Kassel, um grande e moderno centro de preservação da memória dessas figuras que já tiveram suas obras traduzidas para mais de 160 línguas.

Sababurg

Bela Adormecida & Príncipe Encantado

Bela Adormecida & Príncipe | ©Deutsche Märchenstrasse e. V. (Paavo Blofield)

O castelo original do conto da Bela Adormecida foi construído no começo do século XIV e fica no povoado de Sababurg, na Floresta de Reinhardswald. Hoje, essa antiga construção abriga um hotel bem preservado chamado Dornröschenschloss Sababurg, onde todas as tardes atores encenam trechos da história encantada. O restaurante do hotel também é conhecido por ter em seu menu alguns pratos a base de rosas.

Trendelburg

MaerchenfigurenaufderTrendelburg_C_PaavoBlofield_RET (1)

Trendelburg | ©Deutsche Märchenstrasse e. V. (Paavo Blofield)

De tantas personagens que marcaram a nossa infância, Rapunzel não poderia ficar de fora desse roteiro. Em Trendelburg, fica a torre que inspirou os Irmãos Grimm a escreverem a história das tranças mais famosas da nossa literatura. No hotel anexo à torre, os hóspedes são recepcionados por atores que contam um pouco mais das tradições da região. Não era você quem procurava um lugar diferente para fazer uma surpresa para a sua cara metade?

Hamelin

Conhecida em alemão como Hameln, a cidade -- totalmente restaurada -- vive em função da lenda do Flautista de Hamelin, que tem origem popular e foi reescrita pelos irmãos Grimm. O flautista era um caçador de ratos que, por não ter obtido seu pagamento, resolveu raptar as crianças da cidade, hipnotizadas pela música da sua flauta. Ratinhos gravados nos paralelepípedos servem como indicação para chegar às principais atrações da cidade -- entre elas, claro, a Casa do Flautista de Hamelin. Nas tardes de quarta-feira, entre fim de maio e fim de setembro, você pode assistir à apresentação de Rats, a paródia hameliniana de Cats, encenada na praça principal.

Bremen

Bremen

Bremen | ©DZT/Torsten Krüger

Cenário do conto Os Músicos de Bremem, o Ratskeller de Bremen é um dos pontos mais tradicionais da cidade. O endereço é um grande restaurante e famoso por ter a maior carta de vinhos alemães do país. A bebida é servida nesse lugar desde 1409.

Como chegar e percorrer a Rota dos Contos de Fadas?

Como a rota começa em Hanau, pertinho de Frankfurt, a melhor maneira para chegar até lá, é voar para Frankfurt e sair de carro, o que vai te garantir mais liberdade durante o trajeto. Alguns trechos podem ser percorridos de trem e os tickets estão à venda no site da Deutsche Bahn ou no próprio terminal da Bahn no aeroporto de Frankfurt. A rota também é procurada por quem gosta de fazer viagens de bicicleta. Para retornar, o aeroporto mais próximo de Bremen é o de Hambugo.

Quem disse que não era possível ser feliz para sempre – ou – pelo menos até o final das suas férias?

*Posts patrocinados são publieditoriais cujo conteúdo é avaliado como útil e vantajoso para os leitores do Viaje na Viagem. As informações são de responsabilidade do anunciante.

Leia mais:

25 comentários

Lu Pagliato
Lu PagliatoPermalinkResponder

Ai meus Deus, mas que coisa mais lindaaaaaa.

Beijos, Lu

Christian Mattos

Nunca fiz este roteiro. Ótima sugestão, Obrigado. Sugiro muito a Estrada Romântica (Romantishe Strasse) - Não pode existir cidade mais linda que Rothemburge ob der Tauber!

Damares Lombardo

Que maravilha de post!
Perto de Colônia, a cidade onde estou morando, tem bastante cidadezinha encantada com castelos de conto de fadas. A Alemanha é realmente encantadora!

Maíra S.
Maíra S.PermalinkResponder

Que lindo! Meus pais estão indo para a Alemanha na semana que vem! Vou recomendar o post para eles!

Thais
ThaisPermalinkResponder

Adoro a Alemanha. Tantos lugares para conhecer. Quando fui para Frankfurt conheci Hanau.
Também conheci a rota romântica do vale do Reno, que é recheada de castelos. Já fiz um post no meu blog sobre Rudesheim onde se localiza a famosa Rua Drosselgasse.
Para quem quiser conferir a dica acesse: http://www.curioviagens.com.br/2015/04/rota-romantica-do-vale-do-reno.html

A boia sempre com ótimas dicas........ sigo sempre!!!!

val
valPermalinkResponder

em um relacionamento sério com a Alemanha

Guida Machado
Guida MachadoPermalinkResponder

Que coisa mais profissional todas essas dicas. Da vontade de colocar as crianças no carro agora e sair "pela estrada a fora".... Pena termos que esperar pelas ferias deles.Valeu muito, faremos isso em Julho. Obrigada Rick

Marisa Camargo

Quantos dias seriam ideais para percorrer essa rota?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marisa! Dormindo uma noite em Marburg, duas noites em Kassel e uma noite em Bremen você cobre todo o circuito. Para diminuir dias, corte cidades do roteiro.

Cristiane Crisci

Boia, amei esta rota e quero muito faze-la !!! Onde vc sugere que devamos dormir ?? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristiane! Respondemos essa pergunta exatamente acima da sua:

https://www.viajenaviagem.com/2015/05/rota-contos-fada-alemanha/comment-page-1#comment-476348

Cristiane Crisci

Boia td bem ? Vc acha que é possivel fazer berlin Munique, e as rotas romanticas e de conto de fadas em 22 dias ?? Ou é loucura ?? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristiane! Pense em 5 dias para Berlim e 5 para Munique, com bate-volta a Garmisch. Dá sim.

Pauline
PaulinePermalinkResponder

Só gostaria de complementar essa resposta antiga para quem passar por aqui de 2016 em diante: não percam a dica d'A Bóia, visitem Garmisch. A subida ao Zugspitze, especialmente na primavera, é imperdível. Pra mim, passeio até melhor que Neuschwanstein. O trenzinho de cremalheira leva montanha acima e ainda há um teleférico para subir ao cume. Lá, é possível passar horas (quando bem agasalhado) só curtindo a vista maravilhosa dos alpes alemães, austríacos e, se o tempo ajudar, italianos! Ainda dá pra colocar o pezinho na Áustria, já que o monte fica parcialmente no país vizinho. Vale passar o dia, pois o local tem restaurante, cervejaria e café. Voltarei sempre que possível!

Cristiane Crisci

Obrigada Bóia !!!!

Nádia
NádiaPermalinkResponder

Que post sensacional! Espero poder fazer este roteiro em breve!

Cristina L
Cristina LPermalinkResponder

Acabamos de passar um lindo dia em Marburg e não poderíamos recomendar mais! A cidade é super acessível, e para quem tem dificuldade de movimentação tem ônibus que levam até o Castelo. Fora isso, um pouco de tudo: igrejas góticas lindíssimas, centro histórico com casas em enxaimel, lembranças dos contos de fadas dos irmãos Grimm espalhados pela cidade para serem achados. Fomos com nossa filha de 4 anos e fomos surpreendidos por uma cidade fantástica, de sonhos smile. O nosso relato está aqui: https://cuorecurioso.wordpress.com/2015/09/12/marburg-uma-cidade-alema-dos-sonhos/

Daniela
DanielaPermalinkResponder

Olá Bóia! Não faço nenhuma viagem sem antes consultar suas dicas!! Bom, queremos passar no Natal na Alemanha. A princípio, faríamos o roteiro Budapeste-Praga-Viena-Berlin (examinado exaustivamente aqui por mim...rsrsrs) mas fuçando o site, descobri esse roteiro de Contos de fadas e me apaixonei!! Minha dúvida é: Inverno combina com essa rota? Muito obrigada! E Parabéns pelo conteúdo!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniela! Se vai no inverno, procure ir em dezembro, antes do dia 20, para pegar os mercados natalinos. Depois do Natal, as cidades vão morrer à noite. Os dias são curtos. No inverno, recomendamos cidades de porte médio ou grande.

Laura
LauraPermalinkResponder

Vi este post e acabo de escrever no de Berlin, mas quero complementar. Vc acha possivel fazer parte em bicicleta? Seria eu com minha filha adolescente, suponho que Alemanha seja suficientemente seguro como para viajar com ela. Ela é muito esportista (eu não tanto quanto ela rsrsrs), e creio que seria inesquecível fazer esse roteiro nós duas. Tem muitas subidas e descidas? ou dá para fazer? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Laura! Não temos experiência ou autoridade nesse tipo de viagem. Melhor consultar fóruns de ciclistas.

Viviane Giese
Viviane GiesePermalinkResponder

Oi Boia. Irei ano que vem participar da maratona de Berlim e quero fazer essa rota depois. Como vou começar a viagem por Berlim pensei em fazer a rota dos contos de fada ao contrário para terminar em Frankfurt e aí voltar ao Brasil. Você acha que faz muita diferença o sentido da rota ou posso fazer desse jeito?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Viviane! A ordem não faz diferença não!

Erotildes Mendonça

Hooal é simplesmente maravilhoso!!! Há gostaria muito,Pois sou uma romântico sonhadora em busca dá minha cara metade,ou seja meu príncipe rsrsrs

Elisabeth
ElisabethPermalinkResponder

Lindo , mas .. melhor alugar um carro , estive fazendo este roteiro com minha neta , alguns lugares não tem trem .

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar