Com TAP, Neeleman chega à 5ª cia. aérea (e planeja mais vôos de Lisboa aos EUA)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

TAP

Co-fundador da americana Morris Air (vendida em 1993 para a Southwest) e da canadense WestJet (que ainda hoje existe, mas sem a sua participação), fundador da americana JetBlue e da brasileira Azul, David Neeleman foi anunciado hoje como vencedor do processo de privatização da TAP.

Quer dizer, tecnicamente a frase contém exageros. Quem venceu a disputa foi o consórcio Gateway. A liderança intelectual do projeto pode ser do dono da Azul, mas o sócio majoritário no consórcio é o português Humberto Pedrosa, com 50,1% de participação -- um detalhe importante para que a operação seja aprovada pela Comissão Européia, que impede que não-europeus sejam acionistas majoritários em cias. aéreas da Europa.

Em declaração ao jornal português Expresso, David Neeleman procurou acalmar o corpo de funcionários, afirmando que "nas quatro companhias aéreas que criei até hoje, os colaboradores sempre foram o nosso maior ativo".

Os planos iniciais do futuro novo controlador incluem abrir mais rotas entre Lisboa e novas cidades dos Estados Unidos, numa estratégia idêntica à que a cia. tem hoje com o Brasil. Isso reforçaria a posição de Lisboa como um hub entre as Américas e 40 destinos europeus.

9 comentários

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Acho, de uma forma geral, uma boa notícia. A TAP tinha claros problemas financeiros, os quais devem ser sanados a médio prazo, o que garante sua continuidade nos vôos Brasil-Europa. Sua diversidade no Brasil (em contraponto à concentração em GRU) é algo que não podemos abrir mão (ainda mais com as sinergias com a Azul). E olha que eu moro em SP. A tendência é que novas aeronaves sejam adquiridas e (espero) que o serviço melhore.

A.Celso
A.CelsoPermalinkResponder

Já pensando num futuro próximo, minha primeira atitude, se houver esta possibilidade, será passar minha pontuação Smiles e Tam para esta nova fusão Azul/TAP.

Lucio
LucioPermalinkResponder

Muita calma nessa hora.... A TAP é do Neeleman e não da Azul.... E a sinergia/codeshare Jet Blue - Azul que nunca saiu? A regulamentação na União Européia é complicada... tudo pode demorar... infelizmente!

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

O Neeleman foi praticamente expulso da Jet Blue. Não sei exatamente o que aconteceu mas acho que não foi amigável. Como obter sinergias assim? Mas esse não é o caso da Azul. Espero que dê tudo certo...

Ricardo Freire

Thiago, o terminal de Fort Lauderdale que a Azul usa é da JetBlue. Quando a Azul voar a Nova York, também deve usar o terminal da JetBlue em JFK. O cara foi deposto do board (devido aos incidentes dos passageiros presos nos aviões em terra durante nevascas), mas não é que tenha virado persona non grata na cia wink

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Então o negócio é torcer pra dar tudo certo e que ganhemos (os brasileiros de uma forma geral) com essa aquisição pela Azul. Obrigado pelas informações Ricardo. smile

Luquésio de Oliveira

Ansioso para saber se haverá mudanças (para o nosso bem) nos programas de pontos das companhias TAP e Azul onde tenho alguns pontinhos... Obrigado desde já quanto tiverem novidades. Abraço.

Lucio
LucioPermalinkResponder

United compra 5% da Azul por US$ 100 milhões

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Europa, América do Norte e Brasil. Praticamente uma mini aliança aérea. Show!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar