Vai para a Grécia? Leve dinheiro (euro) vivo

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Fila na Grécia

Você já viu no noticiário: em mais um capítulo do sai-não-sai da Grécia da zona do euro, o governo grego fechou os bancos até o dia 6 de julho e impôs um limite de 60 euros por dia por cliente para saques nos caixas automáticos.

Os cartões estrangeiros estão isentos deste limite. Mas o problema é conseguir achar dinheiro num caixa. Os gregos fazem fila para tirar tudo o que podem.

Ao mesmo tempo, muitos comerciantes estão deixando de aceitar cartão de crédito. Por dois motivos: receio de não conseguir receber em euros, se a moeda reverter para o dracma, e necessidade imediata de dinheiro vivo para manter seus negócios.

Se você está indo para a Grécia e quer minimizar os perrengues do dia a dia, leve euros vivos para todas as suas despesas.

E me antecipando à sua pergunta: não é o momento mais propício para viajar, mas não se trata de um destino totalmente inviável.

Vá não apenas com euros vivos, como também com uma boa reserva de espírito esportivo -- podem ocorrer protestos e algum desabastecimento. Mas a vida segue, as cúpulas de Santorini vão continuar lindas contra o Egeu, e você vai voltar com histórias de perrengues que, com o tempo, podem até tornar-se divertidas...

(Mas se você não quer se incomodar nem um pouco, então mude o destino das férias. Ponha na balança o que você ganha e o que você perde, e bola pra frente.)

Leia mais:

11 comentários

Fabio
FabioPermalinkResponder

Para os viajantes, a Grécia está em pauta não só como destino mas também como elemento determinante na variação do câmbio nos próximos dias (ou melhor, nas próximas horas). O euro, em relação ao real, vai disparar ou cair? Qual é a aposta?

Gabriel Britto

Deve haver alguma incomodação lá, claro. Mas, em compensação, os turistas devem estar sendo tratados como reis, já que o turismo é importantíssimo na economia grega e anda mal das pernas.

Arlene Maia
Arlene MaiaPermalinkResponder

Cheguei agora da Itália e fiquei sabendo que alguns comerciantes se recusam a atender turistas alemães! Além da raiva por causa da 1ª Ministra alemã, a raiva se deve devido à arrogância com a qual os alemães estão comprando tudo o que veem pela frente, até ilhas!

Mayra Jinkings

Riq, o limite de 60 euros é só pra gregos. Quem tem cartão internacional, pode sacar sem limites. Ontem mesmo postei algo da Condé falando sobre...

Concordo que pode não ser o melhor momento de viajar e que este "ilimitado" para turistas pode não funcionar em algumas ilhas mais remotas.

beijos

Ricardo Freire

Mayra, a ressalva está no texto desde a primeira versão. Primeira frase do segundo parágrafo.

Joachim Cruz
Joachim CruzPermalinkResponder

Da série 'não li, mas dei pitaco'. Errado mas deu.

Mayra Jinkings

Joachim,

Eu li até o final. Sou hiperativa e, algumas vezes, infelizmente, leio muito rápido e alguma coisa pode passar sem que eu perceba. Sou leitora assídua do Ricardo e sei os problemas que ele e a boia tem em responder algo redundante, algo que está no texto. Esta nunca seria a minha intenção, ainda mais como escritora, consultora e blogueira. Vamos ser mais educados?

Riq, eu sigo a AdventurousKate no snap e ela está em Santorini. Conseguiu sacar dinheiro sem nenhum problema, mas tem o mesmo medo de que nas ilhas pode ser ilimitado. Estava rolando uma boa discussão no post dela.

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Informação de colegas que estão por lá:
- as filas nos ATM estão gigantescas em alguns, mas não todos, os locais disponíveis.
- a reposição de cash nos ATM das ilhas é a mais complicada
- em vários locais, o transporte público está funcionando sem cobrar tarifa

Ana Rosa
Ana RosaPermalinkResponder

Estou na Grecia.... Parece que não está acontecendo nada.... Embora não fui pra Athenas..... Td super normal !

Benedita
BeneditaPermalinkResponder

Bom dia, gente!
Estou na Grécia desde o dia 28/junho. Passei por Atenas, único lugar que vi filas imensas nos caixas eletrônicos. Fui nas ilhas de Milos, Santorini, Paros e agora estou em Míconos. Em algumas lojas e restaurantes pedem que o pagamento seja em dinheiro, em outras aceitam cartão. Vim preparada, trouxe euros. Por enquanto está tudo tranquilo pelas ilhas. Sigo hoje para Atenas. Espero que esteja tranquilo por lá também.

Benedita
BeneditaPermalinkResponder

Acabaram as férias (que peninha) e já voltei para o Brasil. Nada de sustos, não se percebe nada de anormal. Nem parece que a Grécia está em crise. Levando dinheiro vivo (euro), não passamos perrengues.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar