O conteúdo deste blog está sendo usado sem autorização

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Conteúdo sem autorização

Se você está lendo esse post fora do Viaje na Viagem, tem alguma coisa errada. O conteúdo dos blogs de viagem brasileiros está sendo usado -- sem autorização -- por 'agregadores'. São sites que não têm conteúdo próprio e que, através de recursos técnicos (como RSS e iframes) puxam os posts dos blogs de viagem, com o texto e o layout originais desses blogs, e exibem como se o agregador fosse um portal.

São sites sem audiência, que querem se viabilizar predando o conteúdo de blogs estabelecidos, trocando a URL (endereço) do post para parecer que foi produzido para o agregador, gerando duplicidade de texto nos sites de busca -- uma prática condenada por todos os buscadores -- e por isso prejudicando o trabalho dos produtores de conteúdo original. Não se trata de divulgação nem de distribuição de conteúdo: é uma mistura indecente de pirataria e parasitagem.

Alguns agregadores se recusam a parar de puxar o conteúdo dos blogs, mesmo depois dos blogueiros se manifestarem informando que não querem participar desses projetos.

Por isso, a ABBV, Associação Brasileira dos Blogs de Viagem, organizou essa blogagem coletiva:

  • para chamar atenção dos leitores e do mercado para o desrespeito com o trabalho dos blogueiros;
  • para alertar sobre a violação do direito autoral (Lei 9.610/1998);
  • e destacar o prejuízo comercial e de imagem que isso representa para os blogs

Então, se você identificar posts do Viaje na Viagem com algum tipo de barra acima do conteúdo ou sendo exibidos em outro endereço na internet que não seja o www.viajenaviagem.com, por favor, denuncie para redacao arroba viajenaviagem ponto com.

Nós, blogueiros de viagem, investimos tempo, energia e dinheiro para viajar e compartilhar as experiências que tivemos, ajudando nossos leitores a viajar melhor. Estamos unidos para não permitir que projetos abusivos prejudiquem nosso trabalho.

19 comentários

Hugo
HugoPermalinkResponder

Li no instagram algumas pessoas sustentando que o agregador estaria divulgando os blogs, e que nele constaria a autoria das matérias.

Uma matéria é formada pelo seu direito moral de autor e pelo direito patrimonial. Indicar o autor é só uma parte da história. Para utilizar as matérias, como os agregadores fazem, precisam ter autorização, e se necessário pagarem pelo uso do texto.

Vejam bem, o que está ocorrendo é uma forma descarada e ilegal do agregador enriquecer sem ter produzido uma matéria sequer, apenas aproveitando daquilo que é feito com tanta dedicação e profissionalismo pelos blogs.

Manter um blog de qualidade, desenvolver uma marca forte e fidelizar o público é uma tarefa árdua. E o que o agregador faz é utilizar-se disso tudo de graça, revertendo todo o trabalho do blog em seu benefício.

Uma prática lamentável e triste, que espero seja combatida de forma rigorosa e firme. Não podemos aceitar parasitas que se aproveitam do conteúdo de blogs de respeito.

Érico Maia
Érico MaiaPermalinkResponder

Interessante... uma pergunta: isso também se aplica aos sites como o Feedly? Ele é útil para mim pois mostra quando há novos artigos no Viaje na Viagem e só traz algumas linhas do artigo. Para ler a matéria completa tenho que apertar o botão "Visit Website".

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Erico! O Feedly e outros feeds de RSS são perfeitamente legais; ao clicar em "leia mais", você é direcionado para o site que produziu o post.

O problema desses agregadores espertinhos que estamos combatendo (infelizmente não podemos dar link, justamente para não ranquear o abusado) é que, quando você clica em "leia mais", você é direcionado para o artigo completo apresentado sob uma nova URL, contendo o domínio do agregador que pirateou o conteúdo. Esse segundo endereço do post vai aparecer em buscas e vai prejudicar o ranqueamento do post, já que o Google entenderá que há dois posts com textos idênticos na rede. É uma prática ilegal; a ABBV está entrando na justiça contra pelo menos um desses agregadores (vamos aproveitar esta ação para descobrir outros).

Camila
CamilaPermalinkResponder

Pode deixar comandante! Estaremos atentos!

zenon marques tenorio

É lamentável que ainda haja piratas para esse tipo de conteúdo. É isso aí, Justiça neles, que hão de pagar pela ilegalidade.

Eduardo Barros Leal

Só me informo pelos blogs legítimos, e tem sido de grande valia, JAMAIS utilizaria quem de forma desonesta, pirateia informações.

Glaucia tomaz
Glaucia tomazPermalinkResponder

Acesso o blog pelo flipboard, e o escolhi para estar na minha capa do agregador. Normalmente, quando ia viajar procurava sites/blogs de viagem na net. Com o uso do agregador, passei a ler o blog diariamente, independentemente de estar ou não preparando uma viagem. Com a intimidade com o blog, passei a ouvir o Ricardo freire também na bandnews. Não entendo os motivos de resistência à esse modo de leitura, até mesmo porque todos os créditos estão lá. Mas vocês devem ter suas razões.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Glaucia! Não temos resistência nenhuma a agregadores tipo Flipboard, que são sucessores legítimos dos RSS.

O problema é que os blogs estão sendo alvo de um agregador específico do tema viagem que simplesmente transforma a URL do post do blog numa URL própria. É uma prática desleal, parasita e nociva para o ranqueamento dos posts no Google. Infelizmente não podemos dar o exemplo, porque seria dar audiência e ranking para o agregador safado. Mas não tem nada a ver com Flipboard, não, fique tranqüila.

João -DF
João -DFPermalinkResponder

Era só o que me faltava. Está tudo contaminado. Jogo da velha para esses caras.

Clarice
ClaricePermalinkResponder

Bem que eu notei a diferença. Nã entendo nada deste informatiques, só entendo que tem sido ruim acessar ao site da maneira que gosto.

Benrique
BenriquePermalinkResponder

Ei, Bóia! Help me..
Como saber se meu blog tb está com o mesmo problema?
Obs.: Vi esse mesmo post no blog viajando com pimpolhos.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Benrique! Entrei lá no salafrário e não, não há posts seus.

Silvia Nogueira Pires

Que vergonha meu Deus! Sempre tem alguém querendo levar vantagem! Boa sorte no combate a esses salafrários! #amovoces #nãoviajosemvoces ! bjsss

Benrique
BenriquePermalinkResponder

Ufa! Obrigado, Bóia...
Estarei atento e avisarei com certeza se eu ver algo de vcs.
Abraços,

Helton Póvoa
Helton PóvoaPermalinkResponder

Já li posts do blog em páginas do Face que compartilharam a publicação. Quando clico no post, leva para a página do Viage na Viagem, com a matéria completa e nenhuma referencia à página de quem compartilhou. Não é esse o caso, né?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Helton! Não é não smile

É um caso bem específico, que a gente (os blogs filiados à ABBV) não quer dar muita publicidade. Mas olhe: a coisa está se resolvendo, eles estão "descadrastando" os blogs que não querem ser usados.

Clarissa Carino

Olá,

Primeiro, gostaria de dizer que sempre acompanho as postagens do viajenaviagem pela assinatura que fiz direto np blog para receber as novidades de vocês no meu e-mail, pois sei que é a melhor forma de estar por dentro dos meus blogs preferidos! smile

Porém, também sou blogueira e agora fiquei com uma dúvida: existe algum tipo de agregador de link que valha a pena usar para aumentar a divulgação e visibilidade do meu blog? Ou todos são nocivos/parasitas?

Beijos!

Clá

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Clarissa! Os agregadores que funcionam como feeds, trazendo novos posts dos sites/blogs que o usuário escolhe, são superpositivos. Esses readers não modificam as URLs dos posts que trazem; são meros distribuidores de conteúdo.

A ameaça mais constante aos blogs são duplicadores de conteúdo. Tem blog que simplesmente copia integralmente o conteúdo de um blog e solta na internet. Esses a gente vai combatendo caso a caso.

Esse espertinho que surgiu agora, e contra o qual a ABBV está se insurgindo, é um agregador mais sofisticado, que posa de distribuidor de conteúdo mas na verdade está predando o conteúdo alheio, porque modifica a URL original do post, o que é absolutamente ilegal. Estamos conseguindo já "descadastrar" os blogs prejudicados, mas certamente acabaremos na Justiça contra os pilantras.

A. L.
A. L.PermalinkResponder

Aproveito para fazer uma pergujnta: o VnV vai voltar a liberar feed RSS? Depois que o ritmo das postagens aumentou, acabei lendo menos porque o VnV não tem RSS ativo e os comentários não usam plataforma referenciada como DisqUS que permita acompanhar só alguns comentários e suas réplicas sad

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar