Enquete: qual foi seu maior erro ao planejar uma viagem?

Natalie Soares
por Natalie Soares

Erro de planejamento de viagem: não ficar mais tempo em Rothenburg

Rothenburg ob der Tauber, Rota Romântica

“Na teoria, a prática é outra”, já diria o antigo ditado. Você seguiu a cartilha e fez a lição de casa: pesquisou bastante, leu os posts aqui do Viaje na Viagem, pediu dicas para o amigo que acabou de voltar de viagem e soltou uma pergunta para os seus contatos no Facebook. Mesmo assim, voltou com a sensação de que faria alguma coisa diferente no seu próprio roteiro? Você não está sozinho.

Google Maps e planilhas de excel geralmente costumam aceitar todas as nossas ideias por mais malucas e corridas que possam parecer. Somente ao chegar no destino, percebemos que comemos bola e isso é mais normal do que imaginamos, como a caixa de comentários da enquete “Tempo demais, tempo de menos” nos mostrou.

Agora é hora de abrir o coração e contar seu segredo: qual foi o maior erro que você já cometeu ao planejar uma viagem?

Eu começo: alugar um carro para conhecer Washington e não usar o sistema de transporte público + bicicleta + táxi + caminhadas (me deem um desconto, era muito novinha e quase sem experiência de viagem). Montar bases equivocadas na Rota Romântica também entrou recentemente para o hall das escolhas erradas. E por fim, outro deslize que consegui me livrar recentemente seguindo o bom conselho do comandante, foi parar de reservar aqueles voos promocionais que sempre partem nos horários mais impossíveis da madrugada.

Se você pudesse voltar no tempo, qual erro de planejamento de viagem tentaria evitar?

Participe também:

220 comentários

Sérgio Chaves

Depois de passar por três países usando chip de internet em todos eles deixar os créditos acabarem em Portugal e achar que não ter internet à mão num país de mesmo idioma ia ser de boa. Não foi e perdi um monte de coisas pra ficar trançando feito barata tonta atrás de informações bem intencionadas, mas quase sempre equivocadas.

Marilaine
MarilainePermalinkResponder

Ola! O maior erro que cometi foi nao planejar assim, Eu não teria levado uma mala tão grande na primeira viagem para Europa. Aliás, foi um erro que não se repetiu mais. smile

julio gallani da cunha

Hotel agendado no centro do Cairo, indo para Sharm el Sheik - poeira até no interruptor de luz - nunca chove.Mas a poeira inunda.
A tempo descoberto Hilton - foi só atravessar a praça do Museu.

Eduardo Teixeira

Na hora de reservar um hotel, não seguir a intuição/experiência e principalmente os comentários das pessoas que já se hospedaram no hotel não me importando com as notas de cada item.
Hoje em dia qualquer hotel com média abaixo de 8 já é excluído.

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

1 - Deixar o preconceito guiar meu julgamento quanto a um destino e não pesquisar direito. Aconteceu na 1a viagem aos EUA, fui achando que só encontraria os estereótipos. Claro que os vi, mas também acabei me encantando com tanta coisa linda! E hoje percebo que passei por alguns destinos nesta 1a viagem que não aproveitei como deveria.

2 - Deixar uma folga nos horários dos trajetos de carro para oportunidades que venham a surgir no caminho. Antes eu aceitava a proposta do Guia Michelin/Google/Tomtom como se eu fosse direto. Hoje já coloco um tempão entre os deslocamentos, para poder parar em todos os lugarezinhos e pontos de beira de estrada que eu quiser.

Paulo Herbeth
Paulo HerbethPermalinkResponder

O maior erro é não planejar !!! Simples assim !!!

Fabiola
FabiolaPermalinkResponder

Não "ouvi" o Ricardo Freire e fiquei hospedada na região do Termini, em Roma. Ficamos com bastante medo, especialmente a noite. Acredito que a região não seja perigosa, mas nós, brasileiros, temos tantos problemas com segurança aqui que acabamos ficando receosos em outros lugares...Roma é uma cidade linda, e ficar hospedado num bairro mais charmoso faz toda diferença!

Elvis
ElvisPermalinkResponder

ainda bem que fiquei em Trastevere. Amei Roma hehe

Marcie
MarciePermalinkResponder

Quando fomos pra Budapest ainda não havia, no VnV, nenhum relato de viagem pra lá. Achamos um hotel "tradicionalíssimo, bem indicado, e num bairro muito bonito"- o que, eu aprendi, quer dizer "velho, resenhas antigas e longe de tudo e todos". Estragou nossa viagem! A única coisa que salvou foram as várias cervejas que a gente teve que fazer o sacrifício de experimentar wink.

Vanira
VaniraPermalinkResponder

A viagem foi super planejada, meu erro foi convidar pessoas que por mais que eu tenha alertado para não levar muitas malas, de nada adiantou .Cada casal levou só na ida ,malas pesando mais de 120 k.Imagina na volta.Por conta disso tivemos que andar de táxi (van)em todos os lugares que chegávamos e saíamos.Em Veneza nossa hospedagem ficava distante 1 quilômetro do Canal,e por aí vai...

Morgana Wagner

Colocar atrações demais em um mesmo dia em cidades grandes, como Paris. Outro erro grave: estávamos hospedados em um bairro fora do centro em Amsterdam e nossa partida era domingo de manhã. Por ser domingo, os horários de ônibus até a estação central eram reduzidos e não sabíamos disso. Tivemos que caminhar bastante (com as mochilas, e eu, grávida) até outro ponto de ônibus e por muito pouco não perdemos o trem que levava ao aeroporto. Podia ter nos custado a perda do próximo vôo.

Victor Santiago

De pegar o metrô de Londres para o aeroporto, com 2 malas do tamanho do mundo, em plena hora do rush!!! Estava com minha esposa e levei esbarrão, empurrão e xingamentos.... Naquele dia fiz uma promessa a mim mesmo de que NUNCA MAIS pegaria o metrô com malas grandes!!!

Antonio
AntonioPermalinkResponder

Foi planejar com MUITA ANTECEDÊNCIA e não contar que fazer reserva pra Gramado em fevereiro, comprar passagem em março pra uma viagem a DOIS e o relacionamento terminar em julho...Rsrsr... Snif... Snif... Prejuízo total.... Rsrsr

Anderson
AndersonPermalinkResponder

Hehehehe... gostei dessa de não planejar com MUITA ANTECEDÊNCIA.

Elvis
ElvisPermalinkResponder

Acontece ne haha mas ninguem pode saber o que vai acontecer. E o risco. Ja tive medo de acontecer isso comigo

Erika Bastos
Erika BastosPermalinkResponder

Não deu pra ir com outra pessoa?? wink

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Voo da madrugada é péssimo mesmo! Já peguei um voltando de Fortaleza, fiquei uns 4 dias quebrada! Agora pago mais para chegar numa hora boa no destino e voltar com um tempinho para poder pegar um taxi até o aero com tranquilidade. Viajar com muita mala é outro erro básico, a dica de ouro do Ricardo de viajar com uma mala média giro 360 deve ser lei! Acho que na viagem a gente deve ouvir as dicas que lhe dão sobre o que visitar e adaptar ao seu estilo, tem muito lugar que acho roubada (tipo: fui passar um fim de semana prolongado em NY e uma moça me disse pra visitar Chinatown, pode?). Geralmente gosto de experimentar o transporte público da cidade ao invés de usar táxi ou transfer turístico, que é minha última opção, às vezes é roubada, mas faz parte da experiência. Se deu certo repito, se foi furada, mudo de transporte.

Marco Antonio
Marco AntonioPermalinkResponder

Planejei uma viagem para a Costa leste dos EUA e incluí no roteiro o parque Nacional de Yosemite.
Fomos cheio de expectativas pelas fotos que vimos na internet. Lugar lindo,. imensas cachoeiras, etc.

O detalhe é que não verificamos a época do ano e fomos na época em que as cachoeiras estavam totalmente secas, sem nenhuma gota d'água.

Depois dessa pesquiso clima e melhores épocas para visitar cada lugar.

Adriana Bomfim

e qual foi a epoca?

Luiz ramos
Luiz ramosPermalinkResponder

Em uma viagem a ilha bela litoral de são Paulo. Fiz varias pesquisas sobre transporte hoteis praias tudo uma maravilha. Sò não. Me disseram que existia um monstro na ilha chamado BORRACHUDO. MESMO COM varias dicas de repelentes o melhor oleo de citronela. Mas vc fica refém desse mostro.
Pena pois tirando isso a ilha è maravilhosa.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Tive o mesmo problema, tentar fazer os passeios ao ar livre nos arredores de Puerto Varas no começo de janeiro (Saltos de Petrohué, estuário de Reloncaví..) menosprezando a presença do tábano, um moscão anabolizado que daria uma surra em qualquer borrachudo de Ilhabela, e que invade a região rural desde o final de dezembro até 20 de janeiro. Que bicho chato!!

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Vixe, eu achava que todo mundo sabia que Ilha Bela é lotada de mosquito!!!

MARCEL R ARRUDA

Meu maior erro foi não pesquisar mais a localidade a qual iria visitar pois deixei de visitar locias interessantes.

Silvana Franzoi

Um dos maiores erros, após ter lido dicas do Viaje na Viagem, foi não procurar ajuda de um profissional para finalizar minha viagem. Nossos erros básicos , achando que podemos fazer tudo sozinho, acabam superando os pequenos valores que pagamos por este serviço valioso de um agente de viagem.

Cândida Silva

Fazer em Portugal os três mais importantes mosteiros, Batalha, Alcobaça e Tomar em um mesmo dia. Apesar da beleza indiscutível deles, a overdose causou um pouco de irritação durante a visita do último! Quando saímos de Tomar, meu sobrinho disse logo que " não inventassemos mais nenhuma visita a mosteiro pelo resto da viagem!"

Lu
LuPermalinkResponder

Meu maior erro foi, numa viagem de bike pela Toscana, em setembro, lá nos idos de 1996, n ter reservado os hoteis. Achei q ia chegar e escolher ... doce ilusão. De S. Gimignano, tivemos q ficar em Volterra (q adorei ter conhecido!) , em S. Gimignano, no dia seguinte, tivemos q ficar num qto na casa de uma senhora, em Florença, perdi uma manga inteira na véspera no tel p conseguir algo. E em Siena, ficamos num pardieiro. Viajar srm htl, nunca +! Mas sempre c opção de cancelamento gratuito.

Tânia
TâniaPermalinkResponder

Fiquei hospedada próximo ao Termini também e não tive nenhum problema. Gostei de ficar naquela área.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Tânia. Se você gostou de ficar próximo ao Termini, você se apaixonaria ficando em outra região. Fiquei lá na primeira vez em Roma, e não fiquei louco pela cidade. Nas outras vezes que voltei, me hospedando em lugares mais bonitos, inclusive menos centrais (Piazza Bologna), cada vez Roma me parece mais espetacular. Agora sim, é paixão total.

Cris
CrisPermalinkResponder

Concordo que ficar hospedado em Roma em lugares mais centrais, fora da região da Estação Termini é bem mais interessante. Mas tenho de dizer que a Termini é extremamente conveniente na questão de logística de transporte (trens e transporte de e para o aeroporto, ainda mais considerando que muitas ruas do centro histórico tem restrição de circulação de veículos.

Já fiquei tanto na região da Termini quanto no centro histórico (apenas a uma quadra do Pantheon). Nas duas vezes que fiquei na região da estação, não tive problemas de segurança.

E é claro que ficar no centro histórico tem a vantagem de se poder fazer quase tudo a pé e estar em uma localização bem mais agradável, mas confesso que não gosto de usar táxi ou mesmo serviços de "transfer" em Roma. Já tive problemas com os dois: táxistas que queriam cobrar valor incerto e não sabido numa corrida do aeroporto até o centro, sem respeitar o preço tabelado, e também transfer contratado que não apareceu para nos levar ao aeroporto numa segunda-feira às 7h da manhã. Liguei para a agência e me disseram que houve um "engano" na reserva, que por erro do sistema não foi registrada, e que não poderiam me atender naquele momento. Só consegui me dirigir ao aeroporto em um táxi com ajuda da atendente do hotel, com uma hora de atraso. Por sorte sempre planejo a ida ao aeroporto com uma boa margem de tempo (uma hora a mais que a recomendada, sempre).

Adriana Bomfim

acho q foi meu erro então...ficamos em Termini e acabamos q n gostei de Roma

Danilo
DaniloPermalinkResponder

Foram vários nesses anos...

o maior foi em um mochilão de mais de 50 dias pela europa fazer um roteiro de 3/4 dias em cada cidade. No final eu estava esgotado pelos deslocamentos.

Outro foi marcar voos bem cedo, para "aproveitar o dia"; isso só vale a pena em viagens curtas, de até duas semanas, pois o "tempo ganho" vale o stress e o cansaço. Mas em viagens longas não compensa de jeito nenhum

Viajar da Tailândia para o Camboja por via terrestre...não recomendo para o meu pior inimigo...rs

Utilizar um "tour privado" um minha viagem à Índia (por medo do famoso caos indiano); fiquei 10 dias por lá, e sinto que estive na India, mas não conheci a India. Nunca mais contrato esse tipo de tour, e sinto que conseguiria encarar sem mta dificuldade aquele país.

Pegar taxi, em qualquer lugar, é sempre um erro.

Camilla Kafino

O meu foi erro mesmo - reservei um hotel em outra cidade, quer dizer outro país! Podia ter sido muito ruim se eu não tivesse descoberto a tempo (antes da viagem). Tem um outro erro clássico da minha vida que foi uma ida de trem noturna de Toronto pra Montreal e no outro dia eu achava que iria aproveitar ao máximo a cidade - claro que não dormi nada e cheguei morta em Montreal e aproveitei muito pouco!

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Em minha primeira viagem para um clima frio (Canadá em fevereiro) levei duzentas peças de casacos e todos os balangandans de frio. No final, usei um casaco a viagem toda. Só fiz foi carregar peso!!

Heloisa Senott

Ter iincluido a Cinque Terre em novembro(final do outono ) em um roteiro de Roma a Veneza de carro, poderia ter colocado mais dias na Toscana que é encantadora em qq estação. Cinque Terre estava deserta , com chuva e fria nada a ver com o que se via em fotos. Preciso voltar la em outra epoca!

Elys
ElysPermalinkResponder

fiz a mesma coisa, fui em novembro e peguei uma época de chuvas, mas no dia que fui a cinque terre tinha sol e foi muito lindo. A rota romântica estava fechada pelas chuvas, então somente vista de longe e nao percorrida. Mesmo assim, Cinque Terre é encantadora!

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Ter feito uma viagem de carro do Rio à Santiago do Chile com o extintor do carro um pouco vazio e sem o segundo triângulo. Se nós, brasileiros, achamos que há muita corrupção dentro da policia brasileira, comento que na Argentina é muito pior. Comparado com nossos hermanos, o Brasil é uma Suiça.
No mesmo dia que entramos na Argentina, dirigindo desde Puerto Iguazu até Santa Fé, fomos parados sete vezes pela policia argentina, que sempre busca um motivo para extorquir. Carro e malas revistados a cada 50 kms. Em cinco vezes descobriram nossos "crimes", e tivemos que pagar propina. O bom é que eles negociam e baixam bastante o preço da "cervecita". Compramos um triângulo adicional e um extintor, mas depois nos exigiram um cabo de aço. Na última blitz, já quase não tinhamos dinheiro, e pagamos com uma mistura de Pesos chilenos, uns poucos Reais, e uma caixa de chocolate. Pelo menos esse policial teve alguma misericórdia, e escreveu uma espécie de salvo-conduto que nos salvou de pagar ao próximo guarda corrupto.
Em todos os casos pedimos que fossem emitidas multas, para que pagássemos depois, ou na fronteira. Porém,o "pagamento" sempre era à vista, as vezes sob ameaça. Desesperador! A única provincia em que não tive problema, e inclusive voltei outras vezes, foi em Mendoza. Também não tive problemas na região de Bariloche e Ruta dos 7 Lagos.
A diferença ao entrar no Chile, com a polícia incorruptível, é que faz a gente perceber porque a Argentina, um país que já foi dos mais ricos do mundo, está em uma decadência eterna.

Carolmay
CarolmayPermalinkResponder

Na minha última viagem comprei passagem de trem com super antecedência e preço bom, mas para o terminal errado. Só vi na hora e tive que pagar 5x o preço para também não perder a reserva de hotel.
De resto, toda vez que deixo para reservar algo em cima da hora quando chego no local para ter mais flexibilidade como algumas pessoas pregam, me sinto roubada ao ficar a mercê do que aparece.

Kamila
KamilaPermalinkResponder

Erro clássico que se aprende rapidinho: contar os dias de chegada e saída como dias de passear!

Vania Lacerda
Vania LacerdaPermalinkResponder

Numa viagem ao Chile, pretendia ir em 10/06 e voltar em 20/06, e comprei as passagens de ida e volta para duas pessoas, nesses termos. Por erro, marquei a volta para 20/07, e nao 20/06 como seria o correto. Só percebi isso no dia de voltar, no aeroporto, na hora do check-in. Estávamos ali com as malas na mão, e sem passagem de volta. Para embarcar ainda naquele dia, gastei quase o mesmo que no resto da viagem toda...

Ricardo Tokarski

Estava hospedado com a família em El Calafate e resolvemos ir ao lindo parque Torres Del Paine de bate-e-volta de carro alugado, mas foram quase 800 Km e com 2 postos de gasolina no caminho! Sorte que consegui comprar gasolina numa Pousada lá, acreditem! Deveríamos ter dormido uma noite lá, claro.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Um erro basico, cometido no seculo passado ( pré web ) foi não levar em conta o fuso horário no momento de fazer reservas e emissoes . Isso acabou encurtando em muito uma longa viagem.

Bruna
BrunaPermalinkResponder

Até agora, um dos maiores erros que fiz foi ter feito um bate-volta de Munique a Nuremberg. Achei Nuremberg sensacional. Fui no inverno, onde escurece cedo. Em uma próxima vez (sim, pq eu vou voltar) vou dormir lá ao menos 1 noite.

Outro erro, que na verdade nem considero um erro, mas... Qdo estive na Islândia, ainda em 2011, o destino não era tão popular, foi difícil achar informações e como viajei sozinha, fiquei com medo de me hospedar em lugares remotos, no meio do nada, e ser perigoso (!!!!). Se tivesse que refazer o roteiro, principalmente depois de constatar a tranquilidade que é a Islândia, eu teria arriscado me hospedar em lugares remotos, no meio do caminho e ter conhecido mais lugares distantes de Reykjavik.

Simone
SimonePermalinkResponder

Chegar de metro em Paris com uma mala grande. Quando cheguei na estação de Saint Germain não tinha elevador e tive que subir as escadas com a mala e tudo. Ainda bem que uma boa alma me ajudou. Nunca mais, agora diminui o tamanho da mala e vou no ônibus da Air France e depois de taxi até o hotel.

monica
monicaPermalinkResponder

Meu maior erro foi fazer uma viagem ponto a ponto e estava na Suiça no final e precisei voltar para Belgica. Os trens da Alemanha entraram em greve, não tinha como passar por lá. Desperdicei uma passagem de avião. Tive que pagar um TGV, quase perdi os trens, passei a noite no aeroporto de Bruxelas que não tem nenhuma estrutura. Horrível. Na primeira viagem o erro foi começar por Portugal, é muito melhor terminar. Lá as coisas são mais baratas e tem vinhos para trazer.

monica
monicaPermalinkResponder

Outra cisa ruim. Cheguei em Dresden direto de Praga e passei só o dia. O museu me Dresden é maravilhoso, foi muita correria, fora que voltamos para Alemanha de ônibus noturno. Outro erro, ônibus apertado, dorme-se pouco, não tem parada oficial. O motorista para no meio da estrada para conversar e fumar. Tudo de ruim, mas muito barato

monica
monicaPermalinkResponder

Sempre reservo tudo antes e sempre valeu a pena. Em Roma fiquei no Trastevere, no B&B, meio longe e só tem o TRAM para sair, cedo de manhã é super cheio.
não ficaria mais neste local.

Elvis
ElvisPermalinkResponder

Acho que sempre cometemos pequenos erros em uma viagem. Meu ultimo foi quando planejei a miha Eurotrip. Li de A a Z este site, e fiz tudo certo. So que minha ferias começarom na segunda e eu com aquele erro de preços da American comprei a minha passagem desde a segunda. Meu voo saiu segunda 8 da noite e fiz stop over de 1 noite em NY, so que otario eu poderia ir ja sabado naquele voo e ficar duas noites mas naquela cidade. So nao fico muito arrependido porque paguei so 200$ na viagem a Europa e Nova York de 22 dias grin desculpem os erros de portugues, sou paraguaio

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Elvis! Realmente esse erro da American foi um sonho! Era "now or never"!
Paguei exatos quatorze dólares por pessoa para ir de Primeira Classe para a Austrália com a família inteira, entre outras viagens, e ainda ganhei muitas milhas. American Airlines, te amarei eternamente! AA estará "always on my mind"!

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

E perdão pelos trocadilhos infames, é que sou tão fã do Rei como agora da AA! "Don't Be Cruel" comigo..
Grande abraço!

Elvis
ElvisPermalinkResponder

hahaha e verdade! voçe pagou muito mais barato! deve ser porque eu fiz stop over e ainda fui a Londres e voltei por Amsterdam. Ganhei milhas e voei de Boeing 777-300 haha tambem Amei a AA depois disso! E o sonho de cualquier viajante economico grin e com as milhas ja comprei passagem ida e volta pra Floripa de Tam again

Deb
DebPermalinkResponder

Meu maior erro de viagem foi ter ido para o Hogmanay, festa de réveillon de rua de Edimburgo, sem hotel reservado, para voltar no primeiro voo do dia 1º.
Estava tão frio e ventava tanto que a festa de rua foi cancelada, e tivemos que ficar em um pub. Quando o pub fechou, fomos para o aeroporto e esperamos lá até de manhã.
---
Em Inhotim, fiquei com pena de não ter levado biquini para entrar nas obras de arte "banháveis".

Lilio
LilioPermalinkResponder

Ir para Santorini sem carro, sem companhia e ficar num hotel fora do centro. Pensava que era uma microilha, tudo era difícil é longe.

Maryanne
MaryannePermalinkResponder

Fazer uma viagem de trem de Praga à Cesky Krumlov. Os trens deviam ser pré 1a guerra mundial, troquei duas vezes e eles andavam feito tartarugas. Demorei umas 6 horas pra chegar. A cidade é super pequeninha e daria fácil pra ser vista em um dia bem planejado. Encontrei vários turistas que tinham levado 2:30 de Praga até lá, de ônibus e voltariam no mesmo dia.

Leila
LeilaPermalinkResponder

Não segui a dica do Viaje na Viagem e errei em deixar o passeio na Cachoeira do Buracão, Chapada Diamantina, para o último dia. Saí de Lençóis de manhã, passei pela Lagoa Azul e cheguei no parque 14:10. O parque tinha fechado 14:00...não pude mais entrar e voltei no outro dia para pegar o avião em Lençois... Sem ver a atração que eu mais queria ir.. Nunca mais deixar a melhor atração para o último dia.

Ilma
IlmaPermalinkResponder

Comprar passagens muito cedo, se em nosso país já é ruim, que dirá em outros países! E levar malas grandes ou mais de uma. Nunca mais!! Aprender andar com mala menor.

Flávia
FláviaPermalinkResponder

Não comprar ingressos antecipados para Alhambra, em Granada. É impossível comprar na bilheteria. Vou ter que voltar.

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Tenho até vergonha de dizer, pois acredito que desperdicei tempo e o prazer de curtir o local. De Inverness fui para a Ilha de Skye e, no mesmo dia, fui para Edimburgo. Dirigindo em uma estrada apertada e na mão contrária.

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Na primeira vez em Londres marcamos um voo para 26/12 pela manhã para Paris.
Quando dois dias antes fui pedir para agendar um taxi na recepção do hotel o rapaz riu. Muito!
Era o tal Boxing Day e NINGUÉM trabalha neste dia, ele informou. Me disse que não haveria taxis, metrô, shuttle, nada. Fiquei pensando apavorada como seria caminhar 50km até o aeroporto.
No final ele conseguiu um taxista para nos levar. Não sei se era verdade ou exagero dele, mas realmente não tinha viva alma na rua.

Cris
CrisPermalinkResponder

1) O clássico "pouco tempo" em cidades enormes e com muitos atrativos, como Paris e Barcelona, Na primeira vez, foram apenas 3 dias inteiros em Paris e apenas um dia inteiro em Barcelona (sacrilégio). Precisei voltar tanto a Paris como a Barcelona, para ficar uma semana em cada uma (não que o retorno tenha sido um "sacrifício", huahua, e inclusive eu voltei mais vezes), mas na primeira vez, eu me senti bem frustrada!

2) Comprar uma passagem "multi destinos" sem ter pesquisado o transporte entre as cidades do meio do roteiro. Achei que conseguiria facilmente um voo avulso barato (Low Cost ou mesmo por companhia tradicional) de Munique a Amsterdam (última cidade do roteiro). Depois de ter comprado a passagem principal, percebi que não havia opção de low cost para esse trecho e que pelas tradicionais custaria uma fortuna (600,00 Euros por passageiro, em um grupo de três pessoas). Como o período total da viagem era bem folgado (24 dias), a solução foi ir de trem em três trechos separados, fazendo paradas de dois dias em Colônia e Bruxelas. Foram-se 4 dias da viagem nessa brincadeira. Não ficou do jeito que eu queria, mas também não foi ruim...

Eu tenho outros erros clássicos de viagem, como por exemplo, ter esquecido o ticket do metrô e S-Bahn de Berlim na bolsa que eu usei durante o dia depois de ter trocado de bolsa no hotel para ir à ópera e ter de pagar a multa de 40 Euros quando o fiscal entrou no trem, ou mesmo quase ter perdido o voo de volta ao Brasil marcado para as 10h30, por ter voltado a dormir depois do alarme do celular ter tocado (huahua), mas isso foram erros de percurso e não de planejamento, hehehe

Junior
JuniorPermalinkResponder

Final de Maio de 2010 viagem a Buenos Aires, não observei os feriados daquele mês e chegando na cidade numa sexta-feira de manhã num hotel da 9 de Julho, dei de cara com as comemorações do BICENTENÁRIO da Independência da Argentina que na verdade seria apenas na terça-feira mas eles resolveram emendar com o final de semana. Resultado: fiquei 5 dias como se estivesse em Olinda no Carnaval( odiando Carnaval ) com uma 9 de Julho intransitável e tudo fechado! Nunca mais deixo de conferir qdo vai ter feriado para onde quer que eu vá.

Agenor Sodré
Agenor SodréPermalinkResponder

Viajei com minha esposa para Fortaleza em Fev/15 (carnaval) e dei um pulinho em Jericoacoara, onde era um dos nossos sonhos conhecer! Porém, não imaginava que as famosas lagoas da região estavam SECAS em fevereiro!
Dica VALIOSA! Pesquise a melhor época de viajar para não ter essas surpresas desagradáveis! Resultado: voltamos dia mais cedo do que planejamos!
Esse ano fomos a Foz do Iguaçu e não cometemos esse erro e descobri também que em Foz qualquer época é época, pois mesmo com a "seca" l´,a ainda assim há muita água correndo e até melhora a visibilidade das cachoeiras!

Norma Teixeira

Tenho 73 anos e viajo quase sempre sozinha,aliás, é como aproveito mais as viagens. Desde de sempre sigo as orientações de VnV e tudo corre maravilhosamente bem. Para os andarilhos no mundo este site é a Biblia para viagem. Agradeço sempre. Realmente pegar voo na madrugada é mais barato mais vc tem que estar muito atendo para não perder o voo. Já perdi voo para Cartagena e quase perdi o Cruzeiro. Tive enorme prejuizo pois tive que comprar outro bilhete para o voo. Penso, hoje, que é mais seguro pagar um pouco mais e pegar voo com horário mais confortáveis.

Elvis
ElvisPermalinkResponder

Oi Norma! Parabens pelo seu jeito de aproveitar a vida smile pessoas como voçe com certeza sao um belo exemplo

Adriano Ruaro
Adriano RuaroPermalinkResponder

Aquela idéia de aproveitar a sua viagem ao máximo, ficaria em Bolonha por 7 dias,então fiz 4 bate-voltas Verona,Padova,Parma e Ravena respectivamente na sequência , lugares maravilhosos como toda a Itália, mas no terceiro dia já ficou cansativo,sorte que o último dia era Ravena e aqueles mosaicos incríveis e a cidade encantadora foram um bálsamo,mas nas próximas viagens serei menos "guloso".

Daniel Melo
Daniel MeloPermalinkResponder

Fazer 7 cidades em 21 dias na Europa (inclusas Londres e Paris), levando uma mala muito pesada, pagando absurdos na RyanAir por falta de conhecimento das companhias aéreas low cost. Lição aprendida wink

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar