Serra da Capivara: guias locais mantêm o parque aberto à visitação

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Serra da Capivara

Se você estava com viagem marcada à Serra da Capivara, não desmarque: os guias de turismo de São Raimundo Nonato se reuniram com o ICMBio e acertaram um esquema para o parque continuar aberto aos visitantes.

Os guarda-parques do ICMBio foram realocados para o controle das guaritas de entrada, e como não estão habilitados a cobrar ingressos, o acesso ao parque será gratuito. A única exigência, que faz parte das regras de visitação ao parque, é estar acompanhado de um guia credenciado.

As atividades de pesquisa e de manutenção do parque, porém, continuam suspensas, devido à saída dos funcionários da Fundham, que co-administra o parque com o ICMBio. A Fundham precisou retirar seus últimos 30 funcionários (já foram 270) por falta de repasse de verbas federais, bloqueadas pela Justiça.

Ontem o ministro do Meio Ambiente autorizou um repasse emergencial de R$ 1 milhão para o parque.

A arte rupestre da Serra da Capivara -- a maior coleção a céu aberto do mundo -- faz parte da lista de Patrimônios da Humanidade da Unesco desde 1991. Essa galeria de arte pré-histórica está escondida numa região pontilhada por formações geológicas belíssimas. O parque em si é um brinco: você jamais esperaria encontrar uma estrutura tão bem-montada no mais profundo dos sertões.

A Serra da Capivara fica em São Raimundo Nonato, no sul do Piauí, a 510 km de Teresina (ou 380 km de Petrolina). Desde junho é possível voar a São Raimundo: a cia. regional Piquiatuba opera a rota duas vezes por semana desde Teresina.

Domingo dia 21 a Serra da Capivara deve ser uma das estrelas da festa de encerramento da Rio 2016, como adiantou a diretora do espetáculo, a carnavalesca Rosa Magalhães. Tomara que os holofotes olímpicos sobre esse tesouro brasileiro ajudem a encaminhar uma solução definitiva para a manutenção do parque.

Leia mais:

1 comentário

Patricia Papp
Patricia PappPermalinkResponder

Quando fui para o Piauí, conheci Teresina, 7 cidades, o Delta e Barra Grande, e não fui na Serra da Capivara... ficava um pouco fora do trajeto. Devia ter ido porque todo mundo fala super bem e agora vejo como um destino super ameaçado sad (assim como tantos outros no Brasil como Vila Velha, no Paraná, onde meu avô lutou quase uma década para instalar um museu, que por falta de vontade política não saiu – este ano meu avô faleceu).

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar