Visto americano: decreto de Trump muda regras de isenção de entrevista

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Visto americano: mudanças

Colaborou | Natalie Soares

Atualizado em 1º de fevereiro de 2017

A mesma canetada que baniu viagens aos Estados Unidos de cidadãos de 7 países muçulmanos também aumentou a burocracia para viajantes de todos os países que precisam de visto para entrar no país.

A ordem executiva expedida na sexta-feira dia 27 de janeiro explicitamente revogava a isenção da entrevista para renovação de vistos ("visa interview waiver"), criada durante o governo Obama. A imprensa americana (veja aqui e aqui) interpretou a lei ao pé da letra: a partir de agora, quem fosse renovar o visto americano perderia o benefício da isenção de entrevista, e precisaria agendar entrevista como os solicitantes de primeiro visto -- o que causaria confusão em consulados ao redor do mundo.

Depois de 48 horas de vigência prática do decreto, porém, já se sabe que os termos de aplicação do decreto são mais brandos.

O que mudou:

  • Viajantes que solicitam a renovação do visto podem ser dispensados da entrevista se o visto estiver válido ou vencido há menos de 12 meses (antigamente, o prazo era de 48 meses)
  • Adolescentes de 14 e 15 anos não são mais dispensados de entrevista na solicitação do primeiro visto; apenas crianças até 13 anos continuam dispensadas da entrevista
  • Idosos de 66 a 79 anos não são mais dispensados da entrevista na solicitação do primeiro visto; apenas a partir de 80 anos há a dispensa da entrevista

O site da embaixada americana no Brasil já publicou a tradução do decreto (a revogação da isenção de entrevista consta da seção 8), mas ainda não atualizou os novos requisitos.

De todo modo, a agência de intermediação de vistos Globalvisa e o portal de notícias G1 confirmam as novas regras.

As entrevistas de visto são feitas exclusivamente nos consulados americanos de São Paulo, Rio, Brasília e Recife.

Pesquise seguro de viagem com nosso parceiro Mondial Assistance

Continua valendo o conselho de sempre para quem quer viajar aos Estados Unidos: solicite seu visto com a maior antecedência possível. Não é necessário (nem é recomendável!) ter comprado passagem aérea nem hotel -- e com o aumento do número de entrevistas, devem aumentar o tempo de espera e processamento do visto.

E você? Foi surpreendido pelas novas regras? Conte pra gente!

Leia mais:

79 comentários

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Sinceramente, e eu já fui nos EUA algumas vezes: agora está de desanimar. Ainda bem que já dei meu rico dinheirinho pro Obama. Acho que vou variar de destino por uns tempos...

Sergio Chaves
Sergio ChavesPermalinkResponder

Sempre achei algo humilhante essa 'entrevista' em moldes da Gestapo, agora torna-se algo ainda mais repulsivo. Quando a economia deles patinava na crise imobiliária mendigavam o dinheiro do turista, foi só dar uma melhoradinha e cospem no prato.
Falta pouco para cercarem suas embaixadas com arame farpado e guardas.
Essa 'aventura Trump' vai custar caro ao mundo e aos próprios americanos.
?

Sergio Chaves
Sergio ChavesPermalinkResponder

Mas o Eike entra e sai, de boa!!!!

RABUGENTO
RABUGENTOPermalinkResponder

Hahaha!
Rindo muito com essas decisões.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Sinceramente, não dá para publicar uma notícia dessas dizendo que "pescou" as informações na internet. Por que não apuram a matéria diretamente junto às fontes, ou seja, os consulados norte-americanos, por exemplo?

Ricardo Freire

O fim do visa interview waiver está no texto da ordem executiva. O que eu 'pesquei' no Clic,que é da RBS, afiliada à Rede Globo no Sul, foram as informações sobre a mudança das idades que requerem entrevista.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Isso não ficou claro no texto, por isso que a Fernanda entendeu errado (o que tb aconteceu comigo, diga-se). Mas obrigado pelas informações anyway.

Flavio
FlavioPermalinkResponder

Brasileiro de um modo geral é dono de má interpretação de texto, é o fim da picada. Parabéns Ricardo, ótimo blog.

José Augusto
José AugustoPermalinkResponder

Tenso! Enviei a documentação para um despachante fazer a renovação do visto sem necessidade de entrevista. Tá marcado pro dia 03 de fevereiro... Acho que perdi sad

Douglas
DouglasPermalinkResponder

Bom dia, de acordo com a atualização publicada no texto, se fazem menos de 12 meses que seu visto venceu não há necessidade da entrevista!

José Augusto
José AugustoPermalinkResponder

Aí é que tá: o meu tá vencido há mais de dois anos... acho que perdi mesmo, se devolverem o dinheiro da taxa ainda tô no lucro.

Fabiola
FabiolaPermalinkResponder

Por essa eu não esperava!

cidinei alcantara de barros

o brasileiro deveria deixar de pensar como escravo se te recebem mal vai para outro pais onde te recebem bem.

Sergio
SergioPermalinkResponder

Acredito que este clima de hostilidade irá afetar o "humor" do oficial do consulado, e a emissão do visto ficará cada vez mais difícil.
Melhor para os outros países que sabem e querem receber carinhosamente o turista.

Fabio Freitas
Fabio FreitasPermalinkResponder

saindo um pouco do assunto, creio que a economia americana esteja muito bem, porque as primeiras ações do Trump se referem a refugiados, construção de muro na fronteira....saudades do Obama, parecia ser bem mais sensato...agora é aguentar o Trump por 4 anos...

Maria das Graças

Até maio de 2001 sempre que voltava da Europa passava uma semana em NY. Depois do atentado não voltei por não querer me sujeitar às novas exigências de segurança. Agora então nem pensar.

Claudia de Souza

É tanta dificuldade imposta que eu acho melhor, por enquanto, procurar outros lugares para "turistar".

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Eu só tenho uma coisa a dizer: olá Europa sua linda !

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Realmente é desanimador ir para os EUA agora...É bom lembrar também que, na entrada ao país, mesmo com o visto, muito cuidado com as fotos e mensagens nos e-mails e redes sociais, pois os sempre gentis agentes de imigração podem exigir o acesso a toda informação no seu celular. No formulário do ESTA (Visa Waiver) já estão pedindo, por enquanto é opcional. Conheço um caso de uma menina que foi barrada nos EUA porque, em uma viagem à Amsterdam, tirou uma foto de uma planta de maconha e não apagou de seu celular. Entrando na Trumplândia, os agentes viram a foto e bye bye! Até explicar que era por curiosidade, quase foi parar em Guantánamo. Mas foi revisada inteira e barrada, só por uma foto, de algo que se vende legalmente em grande parte dos EUA.
Eu, que não frequento redes sociais e evito celular, acho que seria um tremendo suspeito. Certamente devo estar escondendo algo!
O bom é que, como já comentaram, a Europa continua linda! Mas é triste ver a ignorância prevalecer em um grande país como os EUA. Muito triste...

Marcie
MarciePermalinkResponder

Meu comentário, por enquanto - estou ficando beeem longe da política, no momento! - é que os voos da American têm indo e vindo vaziões... sad

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

A Europa tem países lindos e que recebem muito bem. Se os EUA dificultarem a entrada dos turistas seria ótimo as pessoas começarem a pensar a conhecer esses países, até porque, culturalmente falando, é muito mais vantajoso você viajar para a Europa na minha opinião.

Regina Nagamine

Estive nos EUA agora em janeiro... tenho visto por mais dez anos, mas jamais pisarei de novo nesse país horroroso, preconceituoso, megalomaníaco. Odeio o jeito que nos tratam no consulado, no aeroporto, na imigração! Estão pensando o que? Tantos destinos melhores!!!! Não darei um tostão a mais para quem nos tratam tão mal!

jose
josePermalinkResponder

estive la me senti em casa,sem preconceito e so respeitar la e paraguai e uma coisa so para mim..

Hugo
HugoPermalinkResponder

Nenhuma surpresa, considerando que se trata do Trump.

Mas difícil mesmo vai ser encarar 4 anos disso aí, com idas e vindas ao bel prazer do Trump e sua patota.

Selma Garzon
Selma GarzonPermalinkResponder

Sem comentários.

Pedro
PedroPermalinkResponder

Pessoal aqui vive no mundo cor de rosa, onde todos trazem na testa "turista" e "imigrante ilegal".

Fiz o processo para tirar o visto todo em janeiro só por conta de um amigo que queria ficar lá ilegalmente. Fui para dar uma certa credibilidade a ele e, adivinhem só, negaram o dele e concederam o meu.

Eu na verdade nem queria passar por esse processo, visto que há centenas de países que não exigem vistos, mas fiz e pra mim, por mais desconfortável que seja informar nome de ex, data do divórcio, etc., voluntariamente aceitei me submeter a isso e hoje tenho esse visto que permite até aproveitar aquelas promoções para a Austrália com escala nos EUA.

Não vejo ninguém reclamando da burocracia e intimidação feitas ao turista que viaja à Coreia do Norte ou Cuba. É até desejável passar por perrengues. Torna a experiência mais interessante.

Pablo
PabloPermalinkResponder

Tem gente que gosta de passar por perrengue, apanhar ou ser humilhado, e acha desejável...Cada um com seu cada um, essa é a graça da diversidade.
Não existe intimidação para quem viaja para Cuba, o visto se compra no aeroporto, por isso você não verá reclamações. Mas a Guerra Fria já acabou há anos, o tema aqui é o preconceito e o fascismo em um país onde a liberdade e a oportunidade eram seus símbolos. Todos os países tem o direito de controlar suas fronteiras, mas de modo inteligente. E o Trump é um burro, um ignorante, como a maioria de seus eleitores. Porque habitantes do Irã (inimigo do Estado Islâmico)) estão vetados mas os da Arábia Saudita, país de origem da maioria dos atacantes do 11 de setembro, e que financia a vertente mais radical do islã, estão liberados?
Você acha que ele quer construir um muro na fronteira com o México? Não, pra ele qualquer país ao sul da fronteira é México, tudo a mesma coisa, seja Honduras, El Salvador ou Brasil. É um muro contra a América Latina.
Enfim, serão anos complicados. Não acho que sejam mais interessantes.

Rosangela
RosangelaPermalinkResponder

Não precisam má s de nós.....Sua matéria ótima

Sergio Chaves
Sergio ChavesPermalinkResponder

????

Dani
DaniPermalinkResponder

Alguém sabe dizer como fica a situação de alguém acima de 66 anos que já tinha agendado apenas a biometria antes dessa mudança? Será que tem que reagendar?

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Meus pais deram entrada no visto dele antes da mudança da regra e o sistema liberou a entrevista por serem maiores de 65 anos. Estão agendados para 16/02 no CASV. Será que eles conseguiram seguir esse procedimento com isenção do visto? Quem já deu entrada está garantido?

fernando
fernandoPermalinkResponder

Juliana, situação idêntica à minha...vc já obteve alguma resposta???

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Ainda não. Vou tentar ligar para o CASV.

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Informação importante para quem está na situação de ter agendado antes da revogação da isenção de entrevista!!
Meus pais estavam agendados para hoje, agendaram antes da revogação e não marcaram a entrevista porque tinham a isenção para idosos. Não conseguiram agendar a entrevista na embaixada pelo site. Chegando hoje no CASV em São Paulo, lá mesmo conseguiram agendar a entrevista deles na embaixada para amanhã.

Ou seja, não está valendo a isenção para quem agendou antes, bom ir preparado com tempo, documentos e etc. E eles conseguiram agendar para o dia seguinte evitando que meus pais, que não moram em São Paulo, tivessem que fazer uma nova viagem!
Abraços

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Taaantos destinos incríveis pra conhecer e reconhecer . Dispensar um e . .

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Sim, mas lembra que meu filho vai ver o Mickey? Passaporte agendando para semana que vem para mim e para ele - agendando antes dessa mudança. Visto para os dois. #oremos.

telma
telmaPermalinkResponder

Claro que incomoda mas por que temer a entrevista? A mim perguntaram por que queria o visto, onde pretendia ir e quando .Nada mais...

Kamila
KamilaPermalinkResponder

Também não vejo motivo para temor em relação à entrevista.

Lena
LenaPermalinkResponder

Gosto da Europa pela praticidade, sem necessidade de visto, entrevista, custos adicionais. Se não confiam, tem lá suas razões , prefiro não ir. Existem tantas outras boas opções sem ter que passar pelo desconforto das exigências, custo e desconfianças dos EUA.

Therezinha Travassos

Sempre tive vistos de dez anos, sem nenhuma burocracia. Quando começaram a exigir que eu implorasse uma permissão para gastar meu dinheiro lá, simplesmente mudei de destino. Se os USA não querem que eu vá, eu obedeço e não vou. Desde 2009 tenho visitado dezenas de países que me recebem bem. Quanta coisa tenho visto e aprendido nesses anos, quanta história, cultura, hábitos, culinária, etc. Abram suas mentes, deixem os USA pra lá e caiam no mundo, vocês não se arrenpederão.

Joe
JoePermalinkResponder

Vamos aguardar o Trumpistão voltar ao normal.O mundo é grande e tem muitas coisas para serem vistas.Asta la vista ,maybe.

Naiara
NaiaraPermalinkResponder

Ja fui aos EUA 2 vezes e nas duas não tive nenhum problema no aeroporto e tal, mas agora com essas novas regras estou me sentindo desconfortável pra voltar enquanto Trump estiver no poder...

Ana Beatriz Barros Alves

Minha mãe viajou de Ribeirão Preto para São Paulo para colher as impressões digitais e tirar a foto em 27.01.17. Ela tem 68 anos. No dia, qual seja, 27.01.17 foi informada no Consulado que não precisaria fazer a entrevista, ou seja, deveria apenas aguardar o encaminhamento do e-mail informando sobre a data de retirada do passaporte com o visto. Desse modo, ela retornou a Ribeirão Preto no domingo, 29.01.17. O e-mail chegou em 30.01.17 e hoje, 02.02.17 eu compareci ao consulado para fazer a retirada. Fiquei surpresa porque agora eles estão exigindo a entrevista, mesmo para aqueles que compareceram no Consulado antes da vigência da Lei do Trump. Resultado: vou ter que trazê-la de lá só para fazer essa maldita entrevista. E detalhe: O site - onde eles orientam fazer o agendamento - não tem campo para agendar a maldita entrevista. Estou muito irritada!

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Eu fui afetada Comandante e estou na fase #oremos. Emiti as passagens de milha (70%) delas mas gastei dinheiro para completar uma de adulto e mais uma taxa de emissão pelo telefone por que não tinha número de passaporte válido para mim (o meu vence agora) e para o meu filho. Para tirar visto só depois de pegar passaporte. Não fechei mais nada depois dessa notícia, na semana seguinte a emissão da passagem.

Jacqueline aracy lage

Bom dia por favor gostaria de uma orientação meu visto venceu em 2014 recebi meu passaporte de volta com uma carta me convidando para uma entrevista dizendo que não poderia emitir meu visto de não imigrante no momento pq precisam de mais informações seção 221g meu processo está parada até eu comparecer ao consulado .Poderiam me orientar sobre isto atenciosamente Jacqueline Lage.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jacqueline! Pode acontecer, sim. Tem que proceder conforme indicado pelo consulado.

Ricardo Nove
Ricardo NovePermalinkResponder

Sem contar que, cada pedido de visto custa 160 doletas. Se te negarem, perdeu>

Guido Zickuhr Junior

O mundo não se resume aos ESTADOS UNIDOS. Enquanto esse cara estiver lá, não irei.

Leonardo
LeonardoPermalinkResponder

Não vejo nada de absurdo...
E para quem já tem visto não mudou nada
Acabei de ir e voltar p NY e tudo ocorreu como nos outros anos, nada mudou.
O que eu vejo é muita tempestade em copo d'agua

Hélder
HélderPermalinkResponder

Li uma notícia na internet ontem dizendo que um juiz revogou temporariamente os efeitos desse decreto de Trump. Com isso, voltou a valer o prazo de 48 meses para renovação de visto sem entrevista?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Helder! Só saberemos quando houver relatos de quem tenha conseguido (ou não).

eduardo
eduardoPermalinkResponder

Renovei meu visto recentemente e foi muito tranquillo. Com a queda da dilma e o diminuicao da crise politica, o dolar esta voltando a 3 reais. Nao perderei essa oportunidade. Lembrando que o dolar ja chegou 4,15 , tornando-se desvantagem viajar com o dolar caro.

Andresa
AndresaPermalinkResponder

Também fiquei em dúvida se com a revogação do decreto quem tem 15 anos vai precisar de entrevista, na minha cidade só tem o casv já estava com tudo agendado, fica complicado ter que ir para outra cidade.

Vera
VeraPermalinkResponder

Estávamos para renovar os nossos vistos , mas não o faremos mais , vamos aguardar , pois é muita insanidade estas dificuldades impostas aos cidadãos de bem que vão aos EUA e com isto contribuem para o crescimento deles .... Dá impressão que estamos implorando ....

Margarida Barros

Estava planejando uma viagem para os EUA esse ano: Chicago, Boston e New York. Estou pensando se não seria melhor adiar, tendo em vista o novo presidente com seu arrocho na imigração. Tenho visto válido e tenho mais de 60, mas temo as filas nos aeroportos com suas entrevistas "relâmpago". Uma vez minha irmã perdeu até o vôo pois passou horas em uma salinha aguardando análise (visto válido, médica e quase 60 na época). Qual a opinião de vocês?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Margarida! Isso que aconteceu com a sua irmã não foi nesse governo, foi? Essa entrevista na salinha sempre é uma possibilidade, mas por enquanto não há nenhum aumento de relatos sobre esse tipo de situação com brasileiros.

Leila
LeilaPermalinkResponder

Alguma novidade sobre a aplicação das novas regras no Brasil? Eu me enquadrava na hipótese de renovação, mas pelas novas regras terei que fazer a entrevista. Ocorre que já agendei o CASV para a próxima semana, mas não consigo agendar a entrevista simplesmente porque o site parece não ter sido adaptado para as novas regras. Alguém já sabe como estão procedendo?

Jéssica Vieira

Gente, alguém sabe responder.
No site para fazer o agendamento não aparece nenhuma data disponível para realizar o agendamento, nadinha, em qualquer mês! O que será isso?

Andresa
AndresaPermalinkResponder

Estou na mesma situação, não sei como proceder.

Fábio Nemer
Fábio NemerPermalinkResponder

Quem não tem intenção de imigrar não precisa ter medo. Se você quer apenas turistar, basta preencher o ds160 sem ocultar ou inventar informações. Ter calma e sempre falar a verdade na entrevista que você terá 95% de chances de ter um visto aprovado e com certeza passar na imigração. Salvo se você estiver com azar e der de cara com um cônsul mal humorado, ou num dia em que eles estejam negando para alcançar a meta de visto negados. Fora isso é tranquilo. Agora, existem outras opções de destinos que estão a nossa escolha. Isso não pode nos levar a dizer que os EUA são isso ou aquilo. Eles correspondem apenas uma opção dentre várias que existem.

Kleber Teixeira

Caros, vou submeter o visto para minha filha que hj tem 15 anos. Pelo que vi agora é necessário ir para entrevista. Alguém sabe informar se ela pode ir sozinha ou tem que ser pai/mãe ou ainda posso enviar algum adulto acompanhando?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Kleber! Não existe a exigência, mas é recomendável. Se nenhum dos pais puder ir, vale a pena fazer uma carta autorizando um adulto resopnsável com firma reconhecida.

FRANCISCO
FRANCISCOPermalinkResponder

Olá, Boias, gostaria de ter uma ideia de quanto tempo demora o atendimento no Consulado em São Paulo. Alguém passou por lá recentemente? Agendei entrevista às 7:40 e devo estar em Congonhas às 11:40 para pegar voo de volta para minha cidade. Será que dá tempo? Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Francisco! Provavelmente dará tempo, sim. Mas o ideal teria sido marcar o vôo para a tarde.

Wageton
WagetonPermalinkResponder

Queria saber se preciso conpra as pasagem pros usd ida e volta primeiro. Antes de eu ir faser a entrevista no consulado americano.
E tbm queria saber se eu preciso comprovar ter muito dinheiro mesmo como tem muita gente disendo isso.
Se Eu apenas tiver 1 ano de carteira asinada se tenho chance de tirar o visto mais minha mulher eu e ela trabalha pra empresa privada. E se podemos finaciar a viagem tbm.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Wageton! A embaixada americana recomenda só comprar passagem, hotel ou pacote DEPOIS de ter o visto aprovado. Ter comprado passagem antes de pedir o visto NÃO facilita a obtenção do visto.

Paulo
PauloPermalinkResponder

Ola Navegantes,

Eu e minha esposa passamos pela entrevista no consulado do Rio de Janeiro, começando no CASV para coleta de dados, esperamos em uma fila lado de fora do prédio organizada pelos próprios candidatos com auxílio dos funcionários do CASV, 15 minutos na fila, depois mais uns 20 minutos em outra fila na parte interna, aproximadamente 40 minutos já estávamos a caminho do metro para curtir a cidade.

Ontem dia 25/04/17, nossa entrevista aconteceria às 10:00h, chegamos 1 hora antes do agendado, 20 minutos de espera sentado, assistindo um vídeo repetitivo com instruções de como se comportar na hora da entrevista, quando nos chamaram, então aguardamos e nos direcionaram à um guichê, o agente foi bem tranquilo, nos deixando a vontade, as perguntas foram:

Bom dia, passaporte por favor!

Você fala inglês?
Eu: Falo sim, se por gentileza puder falar devagar !

Agente: O que vocês fazem? Quanto tempo trabalham nesse emprego ? Sao casados? Quanto tempo de casamento?

Agente: Já viajou para outro pais ?
Eu: Disse que sim e citei os países!!

Agente: O que pretende conhecer nos EUA? Quantos dias?
Eu: Entre 10, 15 ou talvez 20 dias. (colocamos no DS-160 20 dias)

Fim de perguntas !!

Agente: Pediu para colocarmos as digitais da mão esquerda para registro.

Nos desejou uma boa viagem: "Ok! have a nice trip! " e disse que eu poderia praticar meu inglês.

Tudo muito rápido, em torno de 4 ou 6 minutos de perguntas. Vimos somente 2 vistos serem negado, de um garoto e um senhor que acreditamos ser pai e filho : (

Daiany Arifa Fagundes Braga

Olá, gostaria de uma orientação, tentarei o visto novamente o primeiro foi negado a 2 anos atras, mas dessa vez tentarei com o meu namorado para orlando. Meu irmão mora legalmente em Minnesota. Isso pode prejudicar em algo?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daiany! Nunca esconda nenhuma informação nesses pedidos de visto. Omitir pode prejudicar você.

Paulo
PauloPermalinkResponder

Sério que alguém viaja pra Coreia do Norte?

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar