Uruguai prorroga desconto de IVA para turistas até 30 de abril de 2018

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Feriadões 2017: Uruguai

Aleluia! Pela primeira vez desde 2012, quando entrou em vigor o programa de isenção e devolução de IVA para turistas, o Uruguai anunciou a renovação dos benefícios com alguma antecedência. Previstas para vigorar até 30 de outubro de 2017, as vantagens foram prorrogadas até 30 de abril de 2018.

Que vantagens são essas?

  • Devolução de 18,5% de IVA em restaurantes

Basta pagar com cartão de crédito ou débito. A devolução é feita na hora com cartões Visa e estornada na fatura mensal nos cartões MasterCard. A economia compensa com muita folga o IOF de 6,38%. Vai por mim.

E o problema com a MasterCard?

  • Na última renovação dos benefícios uruguaios, um bug no sistema da MasterCard fez com que o IVA de pagamentos em restaurantes não fosse estornado em gastos entre o fim de abril e o início de maio. Os clientes MasterCard ficaram desassistidos pela bandeira por quase quatro meses -- nenhum dos bancos emissores associados, nem mesmo a central de atendimento da MasterCard, sabia dar alguma explicação, nem sequer parecia entender a reclamação dos clientes. Quatro meses depois do problema, porém, os clientes foram ressarcidos do IVA cobrado indevidamente. O Viaje na Viagem entende que a MasterCard deve uma explicação -- e um bônus de anuidade -- a todos os prejudicados.
  • Isenção de IVA nos hotéis

As diárias hoteleiras em nome de hóspedes com passaporte ou carteira de identidade estrangeira, que provem estar no país há menos de 60 dias, são cobradas sem IVA. Podem ser pagas por qualquer meio: pesos uruguaios, cartões ou moeda estrangeira (caso o hotel aceite).

Nos sites de reserva, como o Booking, o valor da diária aparece sempre sem o IVA. O IVA só será cobrado no check-out de quem não provar que é estrangeiro e está a menos de 60 dias no Uruguai (o carimbo no passaporte, ou então a papeleta de entrada para quem viaja com RG, são a prova).

  • Locadoras: devolução de 18,5% de IVA

Ao alugar carro no Uruguai, pagando no país, também há devolução de 18,5% do IVA no cartão de crédito (na hora para quem usa Visa, na fatura para quem usa MasterCard).

O benefício teoricamente valeria também para cartão pré-pago, só que locadoras não aceitam pré-pago.

Evite fazer pré-pagamento de locação de carro em sites internacionais. Nesses casos, o seu IVA não será devolvido, pois o pagamento foi feito no exterior.

Nos restaurantes e locadoras, o desconto NÃO vale para dinheiro vivo

    Todos os dias aparece alguém para perguntar: "E se eu pagar com dinheiro, não tenho direito ao desconto?". Não. Em restaurantes e locadoras, você pagar com dinheiro, não tem direito ao desconto. Só nos hotéis você pode pagar em dinheiro e obter a isenção de IVA.
  • Lojas tax-free: devolução de IVA

Compras realizadas em lojas identificadas com o selo Tax-Free proporcionam a devolução -- desde que você saia da loja com o formulário devidamente preenchido e carimbado.

Para conseguir a devolução, chegue com antecedência ao aeroporto (ou ao terminal do Buquebus, se você for à Argentina) e passe no guichê tax-free antes do check-in: o fiscal vai conferir a nota e a mercadoria. (Saindo do Uruguai por terra, passe no posto da fronteira com a mercadoria e a nota.)

  • Aluguel de temporada: devolução de 10,5%

Estrangeiros residentes fora do Uruguai que aluguem apartamentos de temporada têm direito a 10,5% de devolução do valor total do aluguel. A devolução só acontece quando o pagamento é feito por cartão internacional e processado por uma maquininha cadastrada. Como a maioria dos negócios nesse mercado é feita em dinheiro vivo e meio que por baixo do pano, é a medida que traz menos impacto ao visitante.

Leia mais:

39 comentários

Írio Ferreira

E um incentivo para que os turistas viagem pra estas regiões específicas que dão este desconto.
Uma sabedoria muito grande , estes tipos de incentivo.

Gilton Domingues Bonneau

Estou indo para o Uruguai em 3 de novembro.
Solicitei uma reserva numa Vinícola e, eles encaminharam uma fatura para pagamento antecipado.
Pergunta:
Se eu pagar com cartão aqui o IVA será devolvido?
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gilton? Você vai se hospedar numa vinícola? Não há IVA pré-incluído em nenhuma hospedagem. Somente no check-out há o acréscimo de IVA caso você não prove que é estrangeiro e está a menos de 60 dias no Uruguai.

Antônio Soares

Olá Bóia. Comprei passagens do Seacat (Buenos Aires - Colônia) aqui mesmo no Brasil (para dezembro). Será que existe devolução de IVA nesse tipo de compra?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Antônio! Onde você leu no texto que há desconto para passagens? Por que você imagina que não daríamos essa informação?

Alles blau
Alles blauPermalinkResponder

Estou em Rivera, já fiz compra com cartão de crédito bandeira mastercard em dois shopping, Barão e Sineriz.
Então pelo q entendi, não terei isenção de IVA, pois não peguei nenhum formulário, fui informado no shopping Barão de Rivera q nesses tipos de shopping não há incidência de IVA, pois é exclusivo pra turista, cidadão uruguaio e proibido comprar, tem q apresentar carteira de identidade brasileira.
Tb não vi vantagem de usar cartão de crédito, a taxa do cartão pra conversão de dólar pra real, foi de 3'34% e lembrando do limite de Usd300,00 por pessoa ao retornar ao Brasil, estou de carro.
Hoje digo pra montevideo.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alles! Rivera é uma cidade de fronteira e você comprou num "free shop". Em Montevidéu não existem free shops. Para obter devolução do IVA em compras feitas em Montevidéu, Punta ou Colonia, é preciso que essa compra seja feita numa loja com o selo TAX FREE. Você deve sair com uma fatura de exportação e apresentar a fatura no posto da fronteira para ser reembolsado.

Rafa
RafaPermalinkResponder

Oi, Bóia, tudo bem?
Estou fazendo reserva de aluguel de carro pela hertz.com.uy, ou seja, um site uruguaio. Terei que fazer um pré-pagamento por meio deste site. É considerado como compra lá ou cá?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rafa! É melhor confirmar por email com a locadora se a devolução do IVA acontece ou não.

Heintje Heerdt

Olá, aparentemente o Mastercard está tendo o mesmo problema para estornar o IVA dos gastos no Uruguai.

Acabei de voltar do Uruguai e acompanhando os lançamentos da minha fatura, eu vi que os gastos com restaurante, hospedagem e aluguel de carro, todos foram lançados com o IVA.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Heintje! No Mastercard o IVA é estornado no fechamento da fatura. Mas a cobrança em hospedagem é esquisita: o valor não deveria nem ser lançado pelos hotéis, já que não há devolução, há isenção.

Elizabete
ElizabetePermalinkResponder

Olá Ricardo, tudo bem?
Locando um Ap via Airbnb tem reembolso do IVA no Cartão?
No meu caso o pagamento foi via site do Airbnb.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elizabete! Quem responde é A Bóia. Há uma devolução de 10,5% do preço de locação de imóveis turísticos, mas só quando a operação é feita por meio de uma imobiliária e pago com cartão de crédito. O desconto tem que estar registrado na maquininha.

Devolución del 10,5% del precio del arrendamiento de inmuebles con fines turísticos a arrendatarios que sean personas físicas no residentes, siempre que el arrendamiento se realice en Inmobiliarias registradas y el medio de pago utilizado, sea tarjeta de débito o crédito emitida en el exterior. Esta devolución operará hasta el 30 de abril de 2018. La empresa emisora de la tarjeta deberá incluir en el estado de cuenta, el descuento que figure en el ticket emitido por el POS.

Mirtes
MirtesPermalinkResponder

Olá. Estarei indo pro Uruguai agora no Natal. Sobre a devolução do IVA em mercadorias, qdo for ao aeroporto, tenho que mostrar junto às notas, as mercadorias compradas? Por que se forem coisas grandes ou pesadas (tipo vinho ou sapato, alguma roupa...), já estarão na mala....Obg

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mirtes! É padrão no mundo inteiro. Podem pedir para que você apresente a mercadoria no posto de devolução. Por isso, esse é um procedimento feito antes de despachar malas.

José Alberto
José AlbertoPermalinkResponder

Estive no Uruguai, usei o cartão VISA em vários restaurantes e o desconto veio demonstrado nas minhas vias. Chegando no Rio, minha fatura veio com TODOS os valores cheios, sem qualquer desconto. Reclamei com a VISA mas eles não deram a menor atenção. Não funciona.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José Alberto! Espere até o fechamento da fatura, o reembolso deve aparecer neste momento. Se não aparecer, conte para a gente aqui, por favor.

José Alberto
José AlbertoPermalinkResponder

Reclamei com a VISA e eles cobraram juros porque eu reclamei. A fatura foi paga na data (déb automático) e com valor cheio. Reclamei de novo e eles cobraram mais juros. Todas as minhas faturas são sempre pagas em sua totalidade no vencimento (déb automático)> parei de reclamar para não pagar mais juros exorbitantes e sem qualquer fundamento.

Marília
MaríliaPermalinkResponder

Olá!

Esse desconto do IVA serve apenas para cartão de crédito/débito de banco ou serve também pra aqueles cartões VTM de casa de câmbio?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marília! Para todos.

João
JoãoPermalinkResponder

Viajei recentemente no Uruguai. Depois de fazer gastos em restaurantes e locadora de veículo não tive o IVA ressarcido em meu cartão de crédito Itaú de bandeira MasterCard. O Itaú diz que eu preciso falar com a MasterCard. A MasterCard diz que preciso falar com o Itaú. Já encontrei outros postos no Reclame Aqui e aqui no blog sobre esse problema de devolução do IVA que está ocorrendo com cartões da MasterCard.

Vou esperar até o fechamento da fatura e depois volto a comentar aqui se houve ou não a devolução do IVA.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, João! Com o MasterCard é no fechamento da fatura.

Ramon
RamonPermalinkResponder

Boa Tarde!!
Parabéns pelo blog! bem explicativo!!
Como funciona essa isenção com o American Express??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ramon! Até agora não apareceu ninguém para contar!

Rejane
RejanePermalinkResponder

O Tax-Free ficou mais fácil no aeroporto de Montevideu, no 2º andar, do lado direito, tem uma máquina de tax-free onde tudo é feito sem auxílio de funcionários.
Esteja com o passaporte, o cartão de crédito usado na compra, o cartão de embarque e as notas fiscais e é só seguir as instruções que o IVA será devolvido via cartão de crédito.

Janio Reis
Janio ReisPermalinkResponder

Compensa usar o cartão de crédito no Uruguai, mesmo com a cobrança do iof, alguns comerciantes ao receberem com cartao mentem dizendo que o sistema esta fora do ar, e visitando o Porto que vale a pena o passeio fiquem longe de um restaurante chamado "El Cuatro", eles falam que aceitam cartao, servem bebidas dizendo que é cortesia e cobram tudo, e claro na hora de pagar alegam que o sistema de cartões está fora do ar.

Eduardo Lopes
Eduardo LopesPermalinkResponder

Olá Boia, há previsão de prorrogação da isenção? Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eduardo! Havia previsão de não-renovação dos descontos este ano. Vamos acompanhar.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Olá Bóia,
Sabe informar como está a situação do IVA na Argentina para esse ano? hoje o Booking atualizou o site destacando a cobrança do IVA e não menciona a possibilidade de isenção nos pormenores na maioria das acomodações.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carla! Na Argentina continua a mesmíssima coisa. O IVA não aparece nos preços. Na página do Booking que carrega o hotel escolhido você encontrará esse texto, em português claro:

De acordo com a legislação tributária local, todos os cidadãos argentinos e estrangeiros residentes devem pagar um imposto adicional (ISS) de 21%. Somente os estrangeiros pagando com cartão de crédito ou de débito estrangeiro ou através de transferência bancária estão isentos deste imposto adicional de 21% na acomodação e no café da manhã, mediante apresentação de um passaporte ou documento de identidade estrangeiro, juntamente com um documento fornecido pelo órgão nacional de imigração, quando aplicável.

Karla Ferreira

Olá, vou em 29/04/18 para o Uruguai, será que terá essa isenção? tem alguma novidade?

ERICSSON MATOS

O IVA para turistas no Uruguai, foi prorrogado em maio de 2018

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ericssn! Foi, mas o descobto diminuiu para 9%.

André
AndréPermalinkResponder

Ricardo, sobre qual moeda usar no Uruguai, você é taxativo quanto à vantagem de levar reais no verão, mas dúbio quanto ao uso no inverno - porque há mais brasileiros indo para lá agora do que o inverso. Afinal, agora, em Corpus Chrsti, por exemplo, seria melhor levar reais ou usar o cartão de crédito, com a devolução do IVA a 9%?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, André! Quem responde é A Bóia. A vantagem do cartão de crédito agora é simplesmente anular o IOF. Não tem mais vantagem sobre o dinheiro vivo, como no tempo do desconto de 18,5%.

Para ver se vale a pena levar reais ou dólares, não há outra maneira senão fazer conta.

Duas casas de câmbio publicam suas cotações diariamente:
https://www.cambiomatriz.com.uy/
https://www.cambio18.com/

Dividindo a cotação do dólar pela do real em pesos uruguaios, em Montevidéu, hoje, 1 dólar está valendo 3,86 reais. Em São Paulo a cotação mais baixa do dólar hoje (com IOF) é 3,92 reais, o que revela que, hoje, está valendo a pena levar reais para o Uruguai.

No entanto, caso você aposte na desvalorização do real daqui até o feriado, comprar dólar preservaria o valor do seu dinheiro de hoje. Não é fácil smile

RICARDO MARTINS MONTEBLANCO

Abasteci em uma cidade que fica 40 km da fronteira. Vou ter o desconto de 24 % no cartão visa b.brasil. internacional.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ricardo! O desconto caiu para 9% dia 1º de maio e nunca valeu para combustíveis. É para gastos em restaurantes e locação de carros.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar