Shows no Allianz Parque: como chegar e onde se hospedar nos arredores

  • 0
Heloísa Dall'Antonia
por Heloísa Dall'Antonia

Shows no Allianz Parque, em São Paulo

A reforma do estádio do Palmeiras foi tão bem-sucedida que todo mundo já parece ter esquecido o nome anterior (era Parque Antártica). Desde que se tornou Allianz Parque, no final de 2014, o estádio se firmou como o lugar preferido para mega-shows em São Paulo.

Já passaram por ali Paul McCartney, The Who, Aerosmith, Guns & Roses, Ariana Grande, Ed Sheeran, Elton John, Justin Bieber e Coldplay. Para os próximos meses estão marcados shows de Deep Purple, Foo Fighters, Depeche Mode e Ozzy Osborne.

O Allianz Parque não se destaca só pela parte técnica, que foi pensada para mega-shows. É também muitíssimo mais central do que o Morumbi, e está mais próximo de uma estação de metrô (a Palmeiras-Barra Funda) do que o Pacaembu.

  • Vá de metrô, volte de táxi ou ônibus

A estação Palmeiras-Barra Funda do metrô está a apenas 800 metros do Allianz Parque. Está integrada à linha 3/Vermelha do metrô (veja como chegar de metrô vindo da Rodoviária, dos aeroportos e da região da av. Paulista aqui).

O percurso a pé é feito em 15 minutos. Saia pelo acesso da av. Auro Soares de Moura Andrade. Dali, o caminho mais movimentado é seguir em frente até a universidade Uninove e continuar até a av. Francisco Matarazzo. Então é só seguir pela direita até o estádio (você vai precisar ainda atravessar a avenida).

O outro caminho possível é pela própria av. Auro Soares de Moura Andrade, que vai dar embaixo do viaduto Antarctica. É uma rota um ou dois minutos mais curta, porém mais feia (e possivelmente mais erma, o que aumenta a sensação de insegurança).

A pegadinha do metrô está na hora de voltar: de domingo a 6ª, o metrô só funciona até a meia-noite (no sábado vai até a 1h da madrugada). Ou seja: na maioria dos mega-shows você não vai conseguir sair a tempo de pegar o metrô para voltar.

Se você for de metrô e quiser voltar de transporte público, o jeito vai ser voltar de ônibus. O corredor de ônibus da av. Francisco Matarazzo tem uma parada em frente à arena. Use o aplicativo Moovit para descobrir o seu trajeto.

A outra alternativa, claro, é voltar de táxi, Uber e cia.

Allianz Parque: áreas para pegar táxi e Uber na saída

A área designada para táxis nos mega-shows é na av. Francisco Matarazzo, entre av. Auro Soares de Moura Andrade e av. Pompéia.

Se você subir pela rua Caraíbas vai achar táxis esperando passageiros, também.

Para chamar um Uber, suba algumas quadras pela avenida Pompéia. Ali você estará suficientemente longe do trânsito parado para chamar um carro.

Allianz Parque: onde estacionar para os mega-shows

O Allianz Parque tem 1.500 vagas de estacionamento integradas à arena. Essas vagas são vendidas já no canal de comercialização de ingressos.

Os dois shoppings vizinhos do estádio também oferecem estacionamento, a preços, ahn, diferenciados -- entre 60 e 100 reais. O West Plaza costuma ser mais barato do que o Bourbon.

  • Allianz Parque: onde se hospedar nas redondezas

Para ir e voltar a pé

O Plaza Inn American Loft deixa você na cara do gol, digo, na boca do palco: está na rua que passa pelos fundos do Allianz Parque.

O hotel mais interessante da região fica próximo à estação Palmeiras-Barra Funda: é o Bê Hotel. Os quartos têm charmoso piso de tacos e móveis de madeira clara. A caminhada de/para a arena é de 15 minutos pela av. Francisco Matarazzo.

Para ir e voltar de táxi

Querendo se hospedar perto do estádio e ficar numa região agradável, com restaurantes e bares bacanas nos arredores, escolha o o Transamérica Executive Perdizes, na rua da PUC paulistana. Se não fossem as ladeiras de Perdizes, daria até para ir a pé (mas vai pela gente: não vale a pena).

Novíssimo (aberto em agosto de 2017), o Adagio Barra Funda tem estúdios com saleta (e uma ótima piscina no complexo). Não está longe da arena, mas a região é erma. Vá e volte de táxi.

Outro hotel a uma curta corrida de táxi, mas numa área sem atrativos, é o Ibis Styles São Paulo Barra Funda. Tem a consistência do Ibis com a criatividade da bandeira Styles.

Hostels

A uma quadra (dos fundos) da arena, o Today Hostel tem jeito de casa e oferece quartos duplos (com banheiros privativos ou compartilhados) e dormitórios coletivos.

A 4 quadras do estádio, o Frederico Hostel tem quartos privativos e dormitórios coletivos, e funciona junto a um espaço co-working.

Mas se você está procurando um hostel estiloso, sua escolha tem que ser o Grape Wine. Na ida dá até para encarar a meia hora de caminhada, mas na volta vai ser melhor vir de táxi (até por causa das ladeiras).

Paulista com Consolação

Esta é a região que consideramos a mais proveitosa para se hospedar, em praticamente todas as situações. Dá para ir de metrô para o Allianz Parque. Veja nossas indições na região neste post.

  • Como ir de metrô ao Allianz Parque

Da Rodoviária do Tietê ao Allianz Parque de metrô

  • Pegue o metrô (Linha 1/Azul) na direção Jabaquara
  • Salte na estação Sé e faça transferência para a linha 3/Vermelha; embarque na direção Palmeiras/Barra Funda
  • Salte na estação Palmeiras-Barra Funda

Da avenida Paulista ao Allianz Parque

  • Vá à estação Consolação* ou Paulista e embarque na linha 4/Amarela, direção Luz
  • Salte na estação República e faça transferência para a linha 3/Vermelha; embarque na direção Palmeiras/Barra Funda
  • Salte na estação Palmeiras-Barra Funda

*Se você embarcar nas estações Trianon/Masp ou Brigadeiro, pegue a linha 2/Verde na direção Vila Madalena; salte na estação Consolação e faça a transferência para a linha 4/Amarela

Do aeroporto de Guarulhos ao Allianz Parque

  • Pegue o ônibus comum 257 Metrô Tatuapé
  • No ponto final (estação Tatuapé) embarque na linha 3/Vermelha, direção Palmeiras-Barra Funda
  • Salte na estação Palmeiras-Barra Funda

Do aeroporto de Congonhas ao Allianz Parque

  • Pegue o ônibus comum 609J-10 Metrô São Judas
  • No ponto final (estação São Judas) embarque na linha 1/Azul, direção Tucuruvi
  • Salte na estação Sé e faça a transferência para a linha 3/Vermelha, direção Palmeiras-Barra Bunda
  • Salte na estação Palmeiras-Barra Funda
  • E você? Tem uma dica para compartilhar?

Você que já foi a mega-shows no Allianz Parque: conte pra gente como foi a sua experiência e o que você recomenda para os outros fãs. A comunidade agradece!

Leia mais:

15 comentários

Érica A
Érica APermalinkResponder

Como sempre, mas um post utilíssimo aqui no blog. Só um adendo que o nome das linhas de ônibus para sair dos aeroportos estão trocadas: Guarulhos pegar ônibus para o Tatuapé e de Congonhas pegar ônibus para São Judas.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Ops! Corrigido, Érica. Obrigada!

Diego Maia
Diego MaiaPermalinkResponder

Pra sair do show, Uber e 99 funcionam bem se pegar os carros a umas 3 ou 4 quadras do estádio, subindo a avenida Pompeia, em uma das transversais (como a Desembargador do Vale, por exemplo). É o que costumo fazer: paro numa dessas ruas após o show, encontro um número e chamo o carro. Demora um pouco mais, e a tarifa estará mais alta por conta da demanda, mas nunca consigo táxi nos bolsões pra voltar. E frequentemente os shows acabam bem tarde.

Pra chegar de Uber/99, dá para ir até bem perto do estádio para quem vem pela Avenida Pompeia. Se o trânsito já estiver ruim, desça algumas quadras antes e termine o trajeto a pé. De dia ou com gente na rua quando tem show, a região é tranquila (e provavelmente estará policiada).

Nunca, jamais, vá de carro próprio ou alugado e deixe no shopping Bourbon Pompeia. Além de caríssimo (100 reais ou mais), vai demorar pra caramba pra sair. Se fizer questão de ir de carro próprio, pare em algum estacionamento particular a umas 4 ou 5 quadras do estádio também. Mas não recomendo.

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Excelente post, pena que só saiu agora, fui em setembro para o show da banda Bon Jovi e fiquei no Adagio, muito bom o hotel, como achei perto, na volta fui andando e realmente perto do hotel é ermo, passei um apuro com um "homem estranho".

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Fui ao show do Coldplay e estacionei no Bourbon. Cheguei às 18h e paguei apenas 29 reais. Já havia ido no show do Guns, ano passado e parei no estacionamento do Allianz. Paguei 100 reais, se não me engano.

Daniele
DanielePermalinkResponder

Melhor coisa é se hospedar no Plaza Inn American Loft. É muito funcional, tem até mini cozinha com fogão, microondas e utensílios. Vc está colado no estádio e no Shopping Bourbon, é muito prático. E para pegar táxi ou Uber é uma maravilha, o próprio hotel chama pra vc e deixa o carro lá dentro só te aguardando. O café da manhã é farto, super limpo. Para mim foi a melhor opção.

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Que bom que gostou, da próxima quero ficar lá. Não fiquei, porque estava lotado.

Rubens Silva
Rubens SilvaPermalinkResponder

Post completo. Tenho algumas dicas adicionais.
Para quem vai de carro, eu jamais utilizaria os estacionamentos oficiais do Allianz ou dos shopping pois além de serem muito caros, você acaba perdendo muito tempo na hora de sair. Na Rua Caiowás, entre as ruas Bartira e João Ramalho tem um excelente estacionamento por R$ 40 e você está há uma caminhada de 5 minutos do estádio. O local não tem trânsito pesado nem pra chegar e nem pra sair.
Outra dica que tenho é sobre ponto de encontro com a galera: marque para o Posto Ipiranga na esquina da Caiowás com a Av. Sumaré. Não tem erro e já dá pra começar o "esquenta" ali bem em frente a fila da Pista.
Última dica, o hotel mais bacana para se hospedar e há 10 minutos de caminhada do Allianz é o Panamby (https://hotelpanambysaopaulo.com.br/). Basta atravessar o Viaduto Antarctica.
As dicas de metrô e Uber estão perfeitas !!!!

Rafael Machado

O melhor estacionamento entre os "oficiais" é o da Casa das Caldeiras. É caro também, mas não tem muito trânsito para sair.

Lidiane
LidianePermalinkResponder

Fui nos 2 dois shows do Paul McCartney no Allianz (2014 e 2017). A minha dica é não pegar táxi nos arredores do estádio, em 2014 tentei pegar na av Antártica e todos os motoristas falavam que não para conheciam o endereço pra onde eu iria. Mas a verdade é que eu.moro perto e e por ali só aceitam corrida que consigam inflacionar o preço (cobrar uns R$ 200 por algo que sairia R$50). Por isso, a minha indicação é ir andando ( é bem perto) até a Barra Funda ou mesmo pegar um ônibus até lá. Lá há um ponto de táxi com preços normais e sem grande concorrência, fiz isso nos dois shows e me cobraram cerca de R$ 25, moro no bairro do Limão. Achei super ok

André Carvalho

Bem, fui recentemente a ambos: Allianz e Morumbi. Ao Allianz fui na terça-feira. Hospedagem no Ibis Consolação. Ida: metro linhas amarela e vermelha, em torno das 18:15. Um pouco cheio por ser horário de saída do trabalho, além de haver no dia o fluxo ao show. Mas foi bem tranquilo. Demorei 30min (caminhada de 10min). A volta, de carro (estacionamento do Allianz), não recomendo. Demoramos 40min, parados, até sair do estacionamento. Supondo que metro não funciona até tarde recomendo Uber/Taxi para a volta.

Lilian Paryse
Lilian ParysePermalinkResponder

Posso sugerir o Hotel Cisne, que fica na Barra Funda, Rua Lopes de Oliveira. Praticamente uma reta só. O hotel é simples, terminando uma reforma agora, pra ficar mais aconchegante. Relação custo/beneficio interessante.

Hera
HeraPermalinkResponder

Informações muito úteis. É mais vantajoso usar o aeroporto de Guarulhos ou Congonhas ? Do aeroporto, seguirei de táxi/uber para o Allianz. Ao fim do show, voltarei direto pro aeroporto.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Hera! Congonhas fica a 14 km, Guarulhos a 28 km. Mas Congonhas não funciona de madrugada, enquanto Guarulhos não fecha.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar