Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul - pôr do sol no Arpoador

A Zona Sul é o Rio de Janeiro da nossa imaginação. A maioria dos cartões-postais está por aqui, convenientemente perto das principais zonas hoteleiras.

Mas nem só de orla é feita a Zona Sul. Bairros não-litorâneos, como Laranjeiras, Cosme Velho, Jardim Botânico e Gávea também compõem a região.

Alguns passeios da Zona Sul estão explicados na página O que fazer no Rio de Janeiro. Lá você encontra as dicas para passear por Cristo Redentor, Pão de Açúcar e Jardim Botânico.

Mexa no mapa! Use o comando (+) para aproximar e ver detalhes que não aparecem. Use o comando (-) para afastar e ter um plano ainda mais geral.

Neste post você vai encontrar as dicas para esses passeios:

Leia também sobre como visitar o Rio de Janeiro com segurança

Antes ou depois dos passeios

  • Passeio de helicóptero

Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul - Sobrevôo de helicóptero

Tanto o Pão de Açúcar quanto o Cristo Redentor já oferecem vistas 'aéreas' do Rio. No entanto, sobrevoar o Rio de helicóptero -- num dia de sol, claro -- é uma experiência insuperável. A tentação se oferece justamente quando você está visitando o Pão de Açúcar. O heliponto fica na primeira parada, o Morro da Urca. Há vários roteiros à sua escolha.

Prepare o bolso. O roteiro mais curto, de 5 minutos, leva a Copacabana e Arpoador (com vistas de Ipanema e da Lagoa) e sai R$ 230 por pessoa. O roteiro de 12 minutos continua pela orla até o Leblon, entra pela Lagoa e dá a volta na estátua do Cristo Redentor antes de retornar pela orla. Custa R$ 690 por pessoa.

Não é possível fazer reservas antecipadas. Contrate seu passeio ao chegar, colocando seu nome na fila de espera.

Veja todos os roteiros e preços no site da Helisight.

Quando fazer o passeio de helicóptero?

Invista nesse passeio só se o dia estiver esplêndido.

O programa duplo nota 10 é fazer o passeio a partir do Morro da Urca, durante a sua visita ao Pão de Açúcar.
Você pode reservar a sua viagem quando chegar à primeira estação do Bondinho (o Morro da Urca) e deixar para voar na volta da segunda estação (o Pão de Açúcar).

Se você já visitou o Pão de Açúcar, pode pegar o passeio diretamente no heliponto da Lagoa (ligue antes de ir; há uma pendenga judicial em torno do espaço e a empresa pode ter que se mudar dali).

Como chegar ao heliponto do Morro da Urca

  • Um táxi da orla da Zona Sul ou da região central até o Pão de Açúcar vai custar entre R$ 20 e R$ 35
  • O ônibus 581, que ligava a Zona Sul ao Pão de Açúcar, encontra-se desativado. Para ir de transporte público, vá metrô Salte na estação Botafogo, saia pelo acesso E (Mena Barreto), atravesse a rua e procure o ponto final do SP513 Urca. Confira horários noMoovit
  • É preciso comprar ingresso para o Pão de Açúcar

Como chegar ao heliponto da Lagoa

  • Um táxi de Copacabana ao Parque do Cantagalo ao Parque dos Patins, na Lagoa, vai sair entre R$ 17 e R$ 25. De Ipanema ao Parque dos Patins, na Lagoa, entre R$ 10 e R$ 16

Helisight

  • Morro da Urca, av. Pasteur, 520 | Tel. (21) 2542-7935 | Av. Borges de Medeiros, Parque dos Patins, Lagoa | Tel. (21) 2511-2141 | Vôos diários, sem reserva prévia, entre 9h e 17h | Passeios a partir de R$ 230 por pessoa (parcelados em 4 x R$ 57,50) | Veja tabela completa de roteiros e preços aqui

Passeios na Zona Sul | Cristo Redentor | Favela Tour | Forte de Copacabana | Forte do Leme | Instituto Moreira Salles | Jardim Botânico | Lagoa | Mureta da Urca | Pão de Açúcar | Parque Lage | Pôr do Sol no Arpoador | Sobrevôo de helicóptero | Vista Chinesa | Vôo duplo

  • Mureta do Bar Urca

Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul - Mureta da Urca

É o complemento perfeito para um passeio vespertino ao Pão de Açúcar. O que faz sucesso aqui é o cenário -- uma mureta à sombra de árvores frondosas, com vista para o Aterro. Mas as empadas, pastéis e caldinhos não fazem feio (e a cerveja é de garrafa).

Quando o point se tornou conhecido por não-cariocas (e os preços subiram), surgiu uma mureta concorrente, 1 km adiante, à altura do Urca Grill (Marechal Cantuária, 18, tel. 21 3209-1623). Com preços mais em conta, ganhou apelido de 'Pobreta'. A vista ali é para a Marina da Urca.

Como chegar ao Bar Urca

  • Um táxi do Pão de Açúcar ao Bar Urca vai sair entre R$ 11 e R$ 12. Se vier direto de Copacabana para o Bar Urca, vai gastar entre R$ 17 e R$ 29
  • Saindo do Pão de Açúcar, os ônibus 513 Urca-Fonte da Saudade, SP513 Urca e 107 Urca levam da parada da rua Ramon Franco, 10 ao Bar Urca. Confira horários no Moovit
  • Para vir diretamente da Zona Sul ou do Centro de transporte público, use primeiramente metrô. Salte na estação Botafogo, saia pelo acesso E (Mena Barreto), atravesse a rua e procure o ponto final do ônibus SP513 Urca. Confira horários noMoovit

Bar Urca

  • Cândido Gafre, 205, Urca | Tel. (21) 2295-8744 | Aberto de 2ª a sábado das 11h30 às 23h. Domingo das 11h30 às 20h.

Passeios na Zona Sul | Cristo Redentor | Favela Tour | Forte de Copacabana | Forte do Leme | Instituto Moreira Salles | Jardim Botânico | Lagoa | Mureta da Urca | Pão de Açúcar | Parque Lage | Pôr do Sol no Arpoador | Sobrevôo de helicóptero | Vista Chinesa | Vôo duplo

  • Forte do Leme

Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul - Forte do Leme

O nome oficial é Forte Duque de Caxias. Junto com o Forte de Copacabana e a Fortaleza de Santa Cruz, em Niterói, formava o sistema de proteção da Baía de Guanabara nos tempos coloniais.

A vista mais original do Pão de Açúcar e da praia de Copacabana (com as montanhas ao fundo) está escondida aqui. Mas pouca gente sabe que disso: das grandes atrações da Zona Sul, esta é a menos visitada. A razão está no (pequeno) esforço físico exigido do visitante. A subida ao cocoruto do Morro do Leme leva entre 20 e 30 minutos, dependendo do seu fôlego. Pelo menos metade do trajeto é sombreada.

A entrada ao forte é pelo estacionamento -- você compra ingresso na guarita. Lá em cima, passeie pela área dos canhões e aproveite que o bar vende água de coco gelada.

Quando ir ao Forte do Leme?

Qualquer dia da semana, menos 2ª, quando está fechado.

O ideal é ir de manhã, logo que o forte abre, para pegar menos calor e ver o sol incidindo sobre a Praia de Copacabana. O único inconveniente é que o forte abre já com o sol mais ou menos alto, às 9h30.

A visita ao Forte do Leme pode ser casada com o Forte de Copacabana, na ponta oposta da praia. 1 hora de caminhada pelo calçadão de Copa separam os dois fortes. (Mas dá para ir de ônibus, veja abaixo).

Como chegar ao Forte do Leme

  • Se você está em Copacabana, provavelmente pode vir a pé. Use o Google Maps
  • Um táxi da outra ponta de Copacabana até o Forte deve sair entre R$ 16 e R$ 18. Vindo do Ipanema, vai sair entre R$ 17 e R$ 22
  • De ônibus, vindo de Copacabana, Ipanema ou Leblon, pegue o 539 Leme numa parada BRS 2 da N. Srª de Copacabana, Visconde de Pirajá ou Ataulfo de Paiva. Para ir de ônibus ao Forte de Copacabana, caminhe até a Praça do Lido e pegue qualquer linha Integrada. Confira trajetos e horários no Moovit
  • Se você vem de metrô, salte na estação Botafogo e prossiga com o ônibus 538 Leme. Confira trajetos e horários no Moovit

Forte do Leme

  • Praça Almirante Júlio de Noronha, s/nº | Tel. (21) 3223-5076 | Aberto de 3ª a domingo das 9h30 às 16h30 | Ingressos: de quarta a domingo, R$ 4; meia-entrada (estudantes), R$ 2; crianças até 10 anos e idosos não pagam; 3ª, entrada gratuita

Passeios na Zona Sul | Cristo Redentor | Favela Tour | Forte de Copacabana | Forte do Leme | Instituto Moreira Salles | Jardim Botânico | Lagoa | Mureta da Urca | Pão de Açúcar | Parque Lage | Pôr do Sol no Arpoador | Sobrevôo de helicóptero | Vista Chinesa | Vôo duplo

  • Forte de Copacabana

Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul - Forte de Copacabana

No canto direito da orla de Copacabana, o Forte de Copacabana é o melhor mirante para apreciar a bela curva da praia. A vista vai do Pão de Açúcar à colônia de pescadores (e point de praticantes de SUP) do Posto 6. Difícil é tudo caber no quadro da sua câmera.

A vista é o maior chamariz para visitar. Mas indo com tempo, você deve aproveitar para fazer o tour completo e entender a função do Forte no sistema de proteção da Baía de Guanabara nos tempos coloniais.

Logo na entrada do forte, à direita, uma sala exibe um vídeo que explica a história do bairro de Copacabana e do forte. Em seguida, se quiser, você pode entrar no Museu do Exército, onde é apresentada a versão da instituição sobre sua participação na história do Brasil. As salas Colônia/Império e República versam sobre o Brasil até 1945.

A terceira parte da visita é na ponta da fortificação, onde estão os canhões (e a vista mais completa). É possível também visitar a casamata.

Dois restaurantes funcionam na mureta. O mais concorrido é a filial da Confeitaria Colombo, sempre com filas. Mais adiante, o Café 18 do Forte tem menos espera por uma mesa e um bom menu de pratos rápidos e cervejas artesanais.

Quando ir ao Forte de Copacabana?

Qualquer dia da semana, menos 2ª, quando está fechado.

De manhã a vista é um pouco mais bonita, porque o sol incide sobre Copacabana. O passeio matinal pode ser iniciado no Forte do Leme. A caminhada pelo calçadão de Copacabana deve levar 1 hora. (Mas dá para ir de táxi ou ônibus, veja em 'Como chegar'.)

Indo à tarde você pode combinar um café na mureta do forte com uma caminhada até a Pedra do Arpoador para o pôr do sol.

Como chegar ao Forte de Copacabana

  • Se você está entre Copacabana e Ipanema, provavelmente pode vir a pé. Use o Google Maps
  • Um táxi da outra ponta de Copacabana até o Forte deve sair entre R$ 16 e R$ 18. Vindo do Leblon, vai sair entre R$ 15 e R$ 17
  • Para chegar de ônibus, pegue qualquer linha Integrada na av. Atlântica ou na orla de Ipanema ou Leblon. (Se você vier do Forte do Leme, caminhe até a Praça do Lido para pegar uma dessas linhas.) Confira trajetos e horários no Moovit
  • Se você vem de metrô, salte na estação General Osório e saia pelo acesso D (Sá Ferreira). Vire à direita na saída (para evitar a conturbada rua Sá Ferreira) e pegue a primeira rua à esquerda, Sousa Lima, caminhando três quadras até a praia. Siga pela direita até o fim do calçadão

Forte de Copacabana

  • Praça Coronel Eugênio Franco, 1 | Tel. (21) 2521-1032 | Aberto de 3ª a domingo, e em feriados, das 10h às 20h (museu, fortificação e exposições, até as 18h) | Ingressos: adultos, R$ 6; estudantes e idosos, R$ 3; professores das redes municipal, estadual e federal, R$ 3; grátis para militares e dependentes, maiores de 80 anos e menores de 10 anos

Passeios na Zona Sul | Cristo Redentor | Favela Tour | Forte de Copacabana | Forte do Leme | Instituto Moreira Salles | Jardim Botânico | Lagoa | Mureta da Urca | Pão de Açúcar | Parque Lage | Pôr do Sol no Arpoador | Sobrevôo de helicóptero | Vista Chinesa | Vôo duplo

  • Pôr do sol no Arpoador

Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul - pôr do sol no Arpoador

Copacabana é voltada para o leste: o sol nasce no mar. Já Arpoador, Ipanema e Leblon são voltados para o sul. Isso permite que o sol se ponha à direita da praia, atrás da montanha Dois Irmãos. No alto verão, o sol morre ao lado da montanha, praticamente no mar.

O pôr do sol emoldurado pelos Dois Irmãos é visível ao longo de toda a enseada. Mas o grande camarote é a Pedra do Arpoador, no canto esquerdo. Basta ir até o fim do calçadão, continuar pela pedra e encontrar (ou disputar) um ponto estratégico. Você estará de frente para o espetáculo. No fim, pode acompanhar o aplauso (os haters não estão vendo).

Como chegar à Pedra do Arpoador

  • Vindo a pé de Copacabana, vá até o fim do calçadão da praia e siga pela Francisco Otaviano. O vão entre o Parque Garota de Ipanema e o hotel Arena Ipanema é uma servidão que leva à praia. Na praia, é só continuar à esquerda. Vindo a pé de Ipanema, basta seguir pelo calçadão pela esquerda até o fim. Use o Google Maps
  • Um táxi de Copacabana até o Arpoador deve sair entre R$ 10 e R$ 19. Vindo do Leblon, vai sair entre R$ 12 e R$ 15
  • Para chegar de ônibus, pegue qualquer linha Integrada na av. Atlântica ou na orla de Ipanema ou Leblon. Confira trajetos e horários no Moovit
  • Se você vem de metrô, salte na estação General Osório e saia pelo acesso A (Praça General Osório). Prossiga pela rua lateral da praça (Jangadeiros) na direção da praia. Chegando à orla, vire à esquerda até o fim do calçadão

Passeios na Zona Sul | Cristo Redentor | Favela Tour | Forte de Copacabana | Forte do Leme | Instituto Moreira Salles | Jardim Botânico | Lagoa | Mureta da Urca | Pão de Açúcar | Parque Lage | Pôr do Sol no Arpoador | Sobrevôo de helicóptero | Vista Chinesa | Vôo duplo

  • Lagoa Rodrigo de Freitas

Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul - Parque do Cantagalo

Se você andar de táxi no Rio, não escapa de passar pela Lagoa. O grande espelho d'água da Zona Sul é o acesso mais direto ao Túnel Rebouças (e à Zona Norte) e também ao Túnel Zuzu Angel (e à Barra da Tijuca). Apesar dos constantes engarrafamentos, a Lagoa costuma servir de atalho entre os bairros do entorno (Copacabana, Ipanema, Leblon, Gávea, Jardim Botânico), e também entre Botafogo e outros bairros da Zona Sul.

A paisagem é linda, não importa por que lado você passe. Mas não se limite a passar: aproveite a Lagoa. Seu perímetro de 8 km funciona como um parque. Cariocas fazem jogging no início da manhã e no fim da tarde. Dar a volta de bicicleta é fácil: há uma pista exclusiva para ciclistas e 10 pontos do sistema BikeRio de bicicletas compartilhadas. De manhã cedo você também vai poder observar remadores treinando n'água.

Três pontos merecem uma atenção especial:

  • O Parque do Cantagalo, para os lados de Copacabana e Ipanema, é onde se encontram os pedalinhos (R$ 20, meia hora) e os quiosques da Lagoa. É a área mais bacana para fazer um piquenique. Aqui também fica o carismático bar Palaphita Kitsch, que tem caipivodkas exóticas e petiscos amazônicos (abre às 18h nos dias de semana, e às 10h sábado e domingo; tel. 21 2227-0837)
  • O Parque dos Patins, junto ao Jardim Botânico (nos fundos do Jóquei), é um ponto para levar as crianças ao ótimo parquinho, cheio de brinquedos legais. Dá para emendar com um almoço (com vista para o espelho d'água) ou com um cinema no vizinho Lagoon. O passeio de helicóptero também sai de um heliponto ao lado.
  • O Parque da Catacumba fica na encosta do morro um pouco adiante dos pedalinhos do Parque do Cantagalo. Ocupa uma área reflorestada onde na década de 50 havia uma favela. O parque serve para encorpar uma saída com crianças. Antes ou depois do pedalinho, dá para brincar na tirolesa, na passarela de arvorismo ou no muro de escalada do Lagoa Aventura (av. Epitácio Pessoa, 3000, tel. 21 4105-0079). Como o parque é uma concessão, as atividades são cobradas (veja preços aqui). Abre com certeza no fim de semana entre 9h30 e 16h30 (17h30 no horário de verão); de 3ª a 6ª, ligue antes para confirmar o funcionamento

Como chegar à Lagoa

  • Um táxi de Copacabana ao Parque do Cantagalo vai sair entre R$ 10 e R$ 14. De Copacabana ao Parque dos Patins, entre R$ 17 e R$ 25. De Ipanema ao Parque do Cantagalo, espere gastar entre R$ 11 e R$ 15. De Ipanema ao Parque dos Patins, entre R$ 10 e R$ 16
  • De metrô, salte na estação General Osório e saia pelo acesso E (Lagoa). Atravesse do canteiro central para a calçada da Lagoa e siga à direita. Em 5 minutos você estará no início do Parque do Cantagalo

Passeios na Zona Sul | Cristo Redentor | Favela Tour | Forte de Copacabana | Forte do Leme | Instituto Moreira Salles | Jardim Botânico | Lagoa | Mureta da Urca | Pão de Açúcar | Parque Lage | Pôr do Sol no Arpoador | Sobrevôo de helicóptero | Vista Chinesa | Vôo duplo

  • Parque Lage

Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul - Parque Lage

Assim como o quase-vizinho Jardim Botânico, o Parque Lage ocupa uma encosta da Floresta da Tijuca. O nome homenageia Henrique Lage, que ao comprar a propriedade mandou construir o palacete que se tornou sua marca registrada.

Passeie por seu jardim tropical, repare nas fontes e esculturas, mas sobretudo deixe o nome na fila de espera para uma mesa no Plage (R. Jardim Botânico, 414, tel. 21 2535-7336), no entorno da piscina mais instagramada da cidade.

Combine o passeio com uma visita a outra atração da área, como o Jardim Botânico, a Vista Chinesa ou o Instituto Moreira Salles.

Como chegar ao Parque Lage

  • Um táxi de Copacabana ao Parque Lage vai custar entre R$ 17 e R$ 25. De Ipanema ou Leblon ao Jardim Botânico, entre R$ 18 e R$ 23. Do Parque Lage à Vista Chinesa, entre R$ 24 e R$ 28. Do Parque Lage ao Instituto Moreira Salles, entre R$ 21 e R$ 23
  • O ônibus 584 Cosme Velho-Leblon (BRS 2) liga Copacabana, Ipanema e Leblon ao Parque Lage. (Volte pelo 583 Cosme Velho-Leblon). Já as linhas TRO5/105 Alto Gávea, 112 Alto Gávea e 538 Rocinha levam do Parque Lage ao Instituto Moreira Salles. Confira horários no Moovit
  • De metrô, salte na estação Botafogo e continue pelo metrô na superfície (ônibus complementar, sem pagamento de passagem extra) Botafogo-Gávea. Desça na parada Hospital da Lagoa

Parque Lage

  • R. Jardim Botânico, 414 | Tel. (21) 2334-4088 | Aberto diariamente das 8h às 17h (durante o horário de verão, até as 18h) | Entrada gratuita

Passeios na Zona Sul | Cristo Redentor | Favela Tour | Forte de Copacabana | Forte do Leme | Instituto Moreira Salles | Jardim Botânico | Lagoa | Mureta da Urca | Pão de Açúcar | Parque Lage | Pôr do Sol no Arpoador | Sobrevôo de helicóptero | Vista Chinesa | Vôo duplo

  • Vista Chinesa

Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul - Vista chinesa

Se dá para colocar algum defeito na vista que se tem do Pão de Açúcar, é que de lá de cima não se vê o Pão de Açúcar. Pois a Vista Chinesa é um mirante na Floresta da Tijuca que tem vista panorâmica para com vista panorâmica para muitos dos ícones mais conhecidos do Rio: o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, a Lagoa Rodrigo de Freitas, as praias do Leblon, Ipanema e Arpoador, o Morro Dois Irmãos. O nome se deve ao pagode construído no início do século XX.

Ver o Cristo e o Pão de Açúcar na mesma vista, sem precisar ir a Niterói, não tem preço? Tem: custa uma corrida de táxi. Ou Uber. Situado dentro do parque nacional, o mirante não tem acesso por nenhuma linha de ônibus. E ir de carro não é uma boa idéia: as vagas de estacionamento são escassas. Dá até para deixar o carro em fila dupla, desde que um dos passageiros fique dentro do carro, para manobrar (e para poupar você de ser multado pelo carro da polícia, que normalmente está presente). O melhor é ir de táxi ou Uber, pedir para o motorista esperar e voltar no mesmo carro.

Quando ir à Vista Chinesa

Para tirar uma foto mais bonita do que a minha, vá à tarde. De manhã, quando eu fui, a paisagem estará no contraluz. E, evidentemente, escolha um dia claro.

Como chegar à Vista Chinesa

  • De carro, chega-se à Vista Chinesa por três caminhos. O mais curto e seguro para quem está na Zona Sul é pelo Jardim Botânico, subindo a rua Pacheco Leão. Da Barra da Tijuca, saia pelo Itanhangá, subindo a Estrada da Barra da Tijuca em direção ao Alto da Boa Vista. E também é possível chegar pela Estrada das Paineiras, vindo do Cosme Velho, passando pelo Centro de Visitantes ao Cristo Redentor
  • Um táxi do Jardim Botânico à Vista Chinesa sai entre R$ 22 e R$ 25. Do Parque Lage à Vista Chinesa, entre R$ 24 e R$ 28. Do Instituto Moreira Salles à Vista Chinesa, entre R$ 31 e R$ 36. Dobre os valores para incluir a descida
  • Muita gente, sobretudo no fim de semana, sobe de bicicleta. São 6 km desde o Jardim Botânico, em aclive constante, até uma altitude de 420 metros (depois baixa a 380 metros na Vista). Há duas cachoeiras no caminho
  • Não há transporte público que leve até a Vista Chinesa. A linha que deixa mais perto, a 409 Horto, tem ponto final a 2,5 km da Vista Chinesa

Vista Chinesa

  • Estr. da Vista Chinesa, 1294 | Aberta diariamente, das 8h às 17h (até as 18h, no horário de verão) | Entrada gratuita

Passeios na Zona Sul | Cristo Redentor | Favela Tour | Forte de Copacabana | Forte do Leme | Instituto Moreira Salles | Jardim Botânico | Lagoa | Mureta da Urca | Pão de Açúcar | Parque Lage | Pôr do Sol no Arpoador | Sobrevôo de helicóptero | Vista Chinesa | Vôo duplo

  • Instituto Moreira Salles

Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul - Instituto Moreira Salles

A propriedade onde morou a família do embaixador Walther Moreira Salles, fundador do Unibanco, foi transformada na sede carioca do Instituto Moreira Salles em 1999. A visita já valeria pela arquitetura e pelo paisagismo. A casa, inaugurada em 1951, é um exemplar da melhor arquitetura moderna brasileira. O desenho é de Olavo Redig de Oliveira; os jardins -- e o lindíssimo painel de azulejos -- de Burle Marx. (O entorno leva a assinatura da Mata Atlântica, mesmo.)

Se não bastasse a beleza do lugar, as exposições -- normalmente, gratuitas -- têm a qualidade de curadoria que é característica do IMS. E de lambuja, fica ali o cinema mais elegante do Rio de Janeiro. Quando termina a sessão, as cortinas se abrem automaticamente e a parede envidraçada revela o bambuzal lá fora.

Como é a visita ao Instituto Moreira Salles?

Veja como é a visita ao Instituto Moreira Salles clicando neste post.

Como chegar ao Instituto Moreira Salles

  • Um táxi de Ipanema ou Leblon ao Instituto Moreira sai entre R$ 15 e R$ 22. De Copacabana ao Instituto Moreira Salles, entre R$ 22 e R$ 30. Do Jardim Botânico ao Instituto Moreira Salles, entre R$ 11 e R$ 12
  • O ônibus 539 Rocinha (BRS 2) liga Copacabana, Ipanema e Leblon ao Instituto Moreira Salles. As linhas TRO5/105 Alto Gávea, 112 Alto Gávea e 538 Rocinha levam do Parque Lage e do Jardim Botânico ao Instituto Moreira Salles. Confira horários no Moovit Confira horários no Moovit

Instituto Moreira Salles

  • R. Marquês de São Vicente, 476 | Aberto de 3ª a domingo e feriados das 11h às 20h | Entrada gratuita para exposições | Cinema: R$ 22 (inteira) de segunda a sexta; R$ 26 (inteira) aos sábados, domingos e feriados

Passeios na Zona Sul | Cristo Redentor | Favela Tour | Forte de Copacabana | Forte do Leme | Instituto Moreira Salles | Jardim Botânico | Lagoa | Mureta da Urca | Pão de Açúcar | Parque Lage | Pôr do Sol no Arpoador | Sobrevôo de helicóptero | Vista Chinesa | Vôo duplo

  • Vôo duplo em São Conrado

Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul - Vôo duplo em São Conrado

Sobrevoar um dos pontos mais fotogênicos do Rio a bordo de uma asa delta ou de um paraglider não requer experiência nem preparo físico. Basta ter mais de 16 anos, não sofrer de vertigem e poder desembolsar entre R$ 400 e R$ 500 pela aventura. A pilotagem é feita por um instrutor que voa com você (por isso o tal do 'vôo duplo', ou 'tandem flight' em inglês).

Os vôos acontecem do início da manhã ao fim da tarde, sempre que as condições meteorológicas permitirem. Na maioria dos operadores você pode escolher entre decolar de asa delta (em que você voa na horizontal, como um pássaro) ou paraglider (em que você vai sentado, como um piloto de ultraleve).

A aventura costuma começar no canto direito da praia do Pepino, em São Conrado. Ali, atendentes dos operadores, equipados com pranchetas, entregam o contrato de seguro para você assinar. Então você é levado de van até a rampa da Pedra Bonita, 520 metros acima do nível do mar. Antes de saltar você faz um pequeno curso junto com o seu instrutor, para aprender a interagir como equipe.

O vôo dura entre 7 e 20 minutos, dependendo das condições do vento. O pouso é feito na praia do Pepino, em São Conrado (a mesma em que você assinou o contrato para voar).

Quanto custa o vôo duplo?

O vôo, incluindo o transporte da praia do Pepino até a rampa da Pedra Bonita e o seguro obrigatório, começa em R$ 400. Obviamente você vai querer acrescentar fotos e/ou vídeo ao pacote, o que faz subir o preço para o patamar dos R$ 500. Você pode levar a sua GoPro desde que compre também a cobertura fotográfica oferecida pelo operador. Caso você inclua traslado de ida e volta ao hotel, o preço sobe um pouco mais.

Infelizmente, a maioria dos operadores não publica seus preços: obrigam você a ligar. O único site que divulga os preços com transparência é o do Centro de Voo Livre de São Conrado.

Como escolher o operador de vôo livre?

Um bom ponto de partida é a página de passeios de vôo livre do TripAdvisor. Ali você encontra vários operadores avaliados com 5 estrelas pelos clientes.

Como chegar ao local do vôo livre de São Conrado?

  • Um táxi de Copacabana ao canto direito da praia do Pepino sai entre R$ 30 e R$ 40. De Ipanema ou Leblon ao canto direito da praia do Pepino, entre R$ 25 e R$ 32
  • De metrô você salta na estação São Conrado. A maioria dos operadores busca o cliente ali, no acesso C (São Conrado), que já está na mão para subir à Pedra Bonita. Caso você precise ir até a praia do Pepino, saia pelo acesso B (Aquarela do Brasil). Dali são 2 km a pé (ou R$ 11 a R$ 13 de táxi)
  • Alguns operadores incluem o traslado de ida e volta do hotel

Passeios na Zona Sul | Cristo Redentor | Favela Tour | Forte de Copacabana | Forte do Leme | Instituto Moreira Salles | Jardim Botânico | Lagoa | Mureta da Urca | Pão de Açúcar | Parque Lage | Pôr do Sol no Arpoador | Sobrevôo de helicóptero | Vista Chinesa | Vôo duplo

  • Favela Tour

Rio de Janeiro: passeios na Zona Sul - Favela tour

Incompreendido pela maioria dos brasileiros, o tour de favelas no Rio é um dos passeios mais procurados pelos gringos. Neste momento de conflitos nas favelas, não é um passeio seguro nem recomendável. Mas em tempos de paz, na minha opinião, vale muito a pena. Inclusive para nós, brazucas.

Ao contrário do que todo mundo imagina, o passeio não explora a pobreza. Pelo contrário: você sai da favela com uma opinião muito melhor de quem mora lá e das condições de moradia. Até porque o passeio é feito na Rocinha, que é a favela com mais cara de bairro (eu sempre digo, meio de brincadeira, meio sério: se caiarem as fachadas, vira Positano). A organização urbana é fascinante, a vista é linda, e o interior das casas tem tudo o que você espera encontrar numa casa de classe média.

Quando a atual onda de violência nos morros arrefecer, recomendo o passeio do operador pioneiro, o Favela Tour do Marcelo Armstrong. O passeio é feito em van (não em jipes com camuflagem de guerra, pelamordedeus). Seus guias são excelentes e o programa inclui a visita a duas escolas na Rocinha que recebem doações do Favela Tour. O fim do tour acontece num projeto social da favela urbanizada de Vila Canoas, um pouco adiante da Rocinha, onde tem um momento boteco e também uma visita a um projeto social.

Passeios na Zona Sul | Cristo Redentor | Favela Tour | Forte de Copacabana | Forte do Leme | Instituto Moreira Salles | Jardim Botânico | Lagoa | Mureta da Urca | Pão de Açúcar | Parque Lage | Pôr do Sol no Arpoador | Sobrevôo de helicóptero | Vista Chinesa | Vôo duplo

Passeios no Rio | Índice de atrações | Roteiros prontos | Divirta-se

Leia mais:

Nenhum comentário, deixe o primeiro!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar