França: greves da Air France e dos ferroviários atrapalham viagens até junho

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

França greve Air France trens

Se você tem planos de viajar à França nesse semestre, prepare-se para passar perrengues decorrentes de dois movimentos grevistas. Funcionários da Air France exigem um aumento de 6% e, por isso, programam greves curtas ao longo do mês. Já os funcionários da cia. ferroviária SNCF protestam contra a diminuição dos direitos para novos trabalhadores anunciada pelo presidente Macron.

Veja detalhes das greves da Air France e da SNCF e como podem ter impacto na sua viagem.

  • Greves da Air France em abril/2018

Depois de parar em 22 e 23 de fevereiro, em 30 de março e em 3, 7, 10 e 11 de abril, funcionários da Air France anunciam mais duas jornadas de greve para abril, cada uma com dois dias:

  • 17 (terça) e 18 (quarta)
  • 23 (segunda) e 24 (terça)

Todos os vôos são cancelados?

Não. Todos os funcionários que queiram aderir à greve precisam avisar a Air France. Depois de tabular o número de grevistas, a cia. então redimensiona a sua operação no dia de greve com os funcionários que não anunciaram sua adesão.

Para os dias 17 e 18 de abril, a cia. promete cumprir 70% dos vôos programados:

  • 55% dos vôos de longa distância (incluindo o Brasil)
  • 65% dos vôos de média distância (Europa e arredores)
  • 80% dos vôos de/para Orly (Europa e interior da França)

As rotas do Brasil vão operar?

A Air France opera três vôos diários entre a França e o Brasil (dois de/para São Paulo, um de/para o Rio), nos dois sentidos. Numa das greves, em fevereiro, foram cancelados dois vôos, um de Paris para São Paulo, outro de São Paulo para Paris.

Até o momento, não há notícias de cancelamentos previstos para as greves de 17, 18, 23 e 24 nas rotas para o Brasil.

Como fico sabendo que meu vôo está confirmado ou cancelado?

Quando um vôo é cancelado, a cia. entra em contato por SMS ou e-mail com o passageiro. A Air France recomenda que todos os clientes atualizem as suas informações de perfil para que os avisos cheguem corretamente.

No dia da viagem, confira em "Minhas reservas" no site da Air France o status do seu vôo.

Vôos marcados para os dias de greve podem ser remarcados para outro dia gratuitamente, sem multa nem pagamento de diferença tarifária.

Veja a página do site da Air France sobre a greve.

Vai ter greve da Air France em maio ou junho?

  • Nada foi divulgado. Quando soubermos de algo, postaremos aqui.
  • Greves dos ferroviários em abril, maio e junho/2018

Vai ser complicado viajar de trem pela França neste semestre. A greve de protesto dos ferroviários vai se estender pelo menos até junho.

Neste período -- que começou em 3 de abril -- os ferroviários programaram trabalhar 3 dias e então parar 2 dias, sucessivamente, até 28 de junho.

Estes são os dias previstos de paralisação:

Abril

  • 18 e 19 (quarta e quinta)
  • 23 e 24 (segunda e terça)
  • 28 e 29 (sábado e domingo)

Maio

  • 3 e 4 (quinta e sexta)
  • 8 e 9 (terça e quarta)
  • 13 e 14 (domingo e segunda)
  • 18 e 19 (sexta e sábado)
  • 23 e 24 (quarta e quinta)
  • 28 e 29 (segunda e terça)

Junho

  • 2 e 3 (sábado e domingo)
  • 7 e 8 (quinta e sexta)
  • 12 e 13 (terça e quarta)
  • 17 e 18 (segunda e terça)
  • 22 e 23 (sexta e sábado)
  • 27 e 28 (quarta e quinta)

Todos os trens são cancelados nos dias de greve?

Não, mas a diminuição de trens operando é drástica. Nos dias de paralisação de abril, apenas 30% dos trens funcionaram.

Como fico sabendo se meu trem vai operar?

A partir das 17h da véspera, o site da SNCF pode ser consultado para saber se um trem vai operar. É preciso ter o número do trem para fazer a consulta.

Remarcações de viagens previstas para os dias de greve podem ser feitas sem custo.

A greve atrapalha Paris?

Atrapalha, sim, porque o trem suburbano RER faz parte da rede da SNCF. Em dias de greve, as cinco linhas do RER mantêm entre 20% e 50% das operações. Passeios a Versalhes, à Disneyland Paris e o acesso por RER ao aeroporto Charles de Gaulle ficam prejudicados. Veja as alternativas para chegar e sair dos aeroportos neste post.

Já o metrô funciona normalmente (é operado por outra cia., a RATP).

Thalys e Eurostar estão funcionando?

Não há greve entre funcionários do Thalys (que liga Paris a Bruxelas e Amsterdã) e do Eurostar (que liga Paris a Londres). Em teoria, todos os trens estão operando.

Na prática, porém, alguns trens têm sido cancelados, sobretudo na rota do Eurostar, por problemas causados por grevistas da SNCF.

Leia mais:

38 comentários

Fernanda Araujo

Obrigada! Completíssimo e útil, como sempre! Vale lembrar também, que nos dias de greve dos ferroviários, o trânsito em cidades com Paris, fica bem pesado, portanto é bom ir mais cedo para o aeroporto.

Katia
KatiaPermalinkResponder

Meu voo de retorno para o Brasil sai somente às 23 hs do dia 21 - 2af. Considerando a greve, quanto horas antes devemos sair de Paris.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Katia! Vá de táxi, Uber ou ônibus. Para total sossego, saia lá pelas 18h e jante no aeroporto.

Veja todas as opções aqui:
https://www.viajenaviagem.com/destino/paris/como-chegar-paris/

Rita
RitaPermalinkResponder

Olá, moro aqui na França e é preciso lembrar que viajar de ônibus está bem mais caro do que o normal, assim como usar o bla bla car, as empresas aproveitam a grande procura para aumentar os preços! Mas a oferta de ônibus tb aumentou, portanto é uma opção pra quem não pode viajar de trem em outro dia.

Carolina Rodrigues

Vou pegar greve dos ferroviários e pretendia fazer uns bate-volta de Paris... vou procurar um plano B. Valeu pelo post ?

Augusto
AugustoPermalinkResponder

Excelente artigo. Em 2016 tínhamos menos informações e acabamos perdendo um bate-e-volta de Paris a Reims (Champagne) porque cancelaram nossos horários de trem e os que operaram no dia deixariam nosso passeio curtíssimo.

Também passamos um perrengão para voltar de Amsterdã com Air France. A historiografia é longa, mas após uma ligação de R$ 130,00 para a Air France Brasil conseguimos remarcar nosso voo para voltar um dia depois de KLM (o que acabou sendo ótimo, já que o vôo foi sem conexão é bem melhor que o da AF).

Edimara
EdimaraPermalinkResponder

Eu vou dia 18 de maio para Amsterdã a partir de Paris pela Thalys. Pode até atrasar só me preocupa perder a hospedagem em Amsterdã. Será que então não preciso já mudar o dia da viagem?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Edimara! Não há greve no Thalys. Se você quiser trocar sua passagem, vai ter que ver as condições de remarcação e reembolso da sua tarifa. Não há remarcação sem custo, porque não há greve e a previsão é a de que todos os trens operem.

Rafael Lokschin

Alguma data já prevista para greves da air france em maio 2018?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rafael! Ainda não.

Marcie
MarciePermalinkResponder

O Eurostar está, delicadamente, aderindo à greve. Sem aviso, eles cancelam um ou outro trem por dia. Aconteceu com o nosso, hoje.

Sem contar que tivemos que “furar piquetes” para entrar na Gare du Nord.

Gabriel
GabrielPermalinkResponder

Olá Bóia!!! Excelente post. Estou preocupado, tenho viagem para Amsterdam no dia 23/04 pela KLM, devo me preocupar? A volta é dia 10/09 pela Air France, se cancelarem o algum trecho eles arcam com as despesas adicionais? Devo pedir o reembolso na hora?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gabriel! Vôos operados pela KLM não correm risco de cancelamento. Os funcionários da KLM não estão em greve. Quanto ao vôo de volta, espere primeiro anunciarem greve para depois se preocupar com isso. Mas caso venha a haver greve e caso o seu vôo seja cancelado, a cia. terá que dar assistência e acomodar em outro vôo. Sem greve anunciada, qualquer alteração de vôo incorrerá em multa e pagamento da diferença tarifária.

Renato Franco
Renato FrancoPermalinkResponder

Acontecerá greve também nos trens TGV Lyria (que ligam a França à Suiça). Acompanhe os dias e horários afetados nesse link
https://www.tgv-lyria.com/fr/booking/timetables-and-fares/traffic-information
Abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renato! Todos os TGV são da SNCF. Só Thalys (trinacional) e Eurostar estão fora.

Josineide
JosineidePermalinkResponder

Parabéns pelo excelente trabalho realizado! Sempre atualizado!!

Beto
BetoPermalinkResponder

Como já comentaram, é bom checar antes os Eurostars e Thalys também.
Por exemplo, para essa quarta-feira a previsão é que 4 de cada 5 Eurostars funcionem. Ou seja, uns 20vem ser cancelados.
O Thalys tem sido bem menos afetado, mas houve dias de greve que uns 10% foram cancelados. A palavra oficial sobre o Thalys no momento é "serviço quase normal".

Sobre as cias aéreas, há tempos desistimos de voar com a Air France, Volta e meia tem greve, cada hora de um sindicato. Numa viagem Brasil-Europa-Coreia, deu problema na ida e na volta, perdendo dias encalhados em Paris nos 2 sentidos. Se for comprar, que seja um voo operado pela companhia-irmã KLM, que nunca tem feito greve.

Carina
CarinaPermalinkResponder

Boa noite, no caso de n funcionar o trem qual a melhor opção p chegar ao Íbis montmartre Jah estou com reserva p o dia 3 de junho!!! Obrigada

Renato Franco
Renato FrancoPermalinkResponder

Sim, claro. Apenas para ajudar nas informações

Lívia
LíviaPermalinkResponder

Olá, tenho um voo de Paris para o Rio de Janeiro em maio. Caso tenha greve e por exemplo me coloquem em um voo no dia seguinte, a Air France arca com os custos de hospedagem e alimentação?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Livia! Sim, você tem direito a assistência, e se não receber poderá processar a cia.

Mario
MarioPermalinkResponder

Olá! Obrigado por sua atenção com as nossas perguntas.
Eu farei uma viagem de TGV Lyria em junho (Paris - Suíça). No dia há previsão de greve. Já estou pensando num plano B.
Minha pergunta: Existe algum ônibus de viagem que faça o trajeto Paris para alguma cidade da Suíça? Como comprar as passagens?
Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mario! Compre passagens de ônibus em https://www.goeuro.com .

Eloisa
EloisaPermalinkResponder

Tinha um vôo pela Airfrance no dia 17.04 de Roma a SP com escala em Paris que foi cancelado. Depois de uma certa confusão com a companhia aérea nos colocaram em um vôo hoje pela manhã. Até agora não tivemos mais problemas.

Sarah
SarahPermalinkResponder

Olá! Eu havia programado a minha visita ao Castelo de Chantilly no dia 19/05/2018, porém neste dia haverá greve de trem.
Vocês acham que mesmo com a greve de trem eu consigo ir de RER?
Quais são as opções para ir ao Castelo de Chantilly que não envolvam o RER?
Ir de táxi ou de Uber é muito caro?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sarah! Férias são curtas e caras. Durante esse espaço de tempo, muitos perrengues imprevistos acontecem. Para o nosso bem, devemos evitar os perrengues que podemos prever. Enfiar-se numa aventura fora de Paris num dia de greve de trens não é nada ajuizado. Se você puder cacifar uma excursão, vá -- mas não há nenhuma de ônibus grande, só excursões caras a partir de 250 euros por pessoa.

Veja: Paris é infindável. Há muitas atrações na cidade às quais você chega de metrô ou a pé. Ver ou não ver Chantilly não vai mudar a sua vida, mas pode virar uma grande dor de cabeça nessa viagem.

https://www.viajenaviagem.com/destino/paris/o-que-fazer-paris/

PATRICIA MARTINS

OLA! JA COMPREI INGRESSO PARA VERSAILLES DIA 03/05 (DIA DE GREVE). COMO FACO PARA CHEGAR LA? OBRIGADA

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! O ônibus 171, que sai do metrô Pont de Sèvres, vai até lá. Este site traz o passo a passo:

https://parisbytrain.com/how-to-get-to-chateau-de-versailles-via-bus/

Por favor: não escreva em maiúsculas na internet. Escrever em maiúsculas equivale a GRITAR. Normalmente não respondemos perguntas assim. Sua pergunta só ganhou resposta porque será útil a outros leitores.

Andre
AndrePermalinkResponder

Olá Bóia
Comprei passagens para Paris - Londres dia 13/05 e retorno dia 16/05 pela Eurostar. Já sei que no dia 13/05 haverá greve e estou planejando ir de ônibus
Agora, surge uma dúvida: se eu não utilizar o trecho referente a ida devido a greve, posso aproveitar o trecho referente a volta?. Pergunto porque tanto a ida como a volta foram compradas com o mesmo código de reserva pela RailEurope. Já enviei um email para a RailEurope há uma semana sem resposta. Agradeço desde já

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, André! Dificilmente você precisará acionar o plano B. Poucos trens Eurostar estão sendo cancelados e a cia. dará assistência para revalidar o bilhete em outro horário.

Ci
CiPermalinkResponder

Olá! Tinha uma passagem da Air France comprada com o Smiles para o dia 17/04 saindo do Galeão com destino a Paris.
Conforme comunicado oficial, a AF possibilitou a troca de dia em razão da greve que estava marcada para ocorrer no dia do voo. Ocorre que, em ligação feita semana antes da viagem para o Smiles, esta disse que só poderia alterar o voo caso houvesse o cancelamento do mesmo. Todavia, o cancelamento só ocorre um dia antes do voo e como a AF permitiu a troca de dia, seria razoável a Smiles permitir tb.
Como já estava com tudo pago (hospedagem, trens, roteiro, transfer), decidi cancelar o bilhete da Smiles e comprar um outro da AF de ida para domingo passado e volta com a KLM pela smiles. Vc acha que há a possibilidade de reaver o dinheiro despendido, já que a Smiles se recusou a trocar a passagem, mesmo já tendo a autorização da AF para a troca?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ci! Você pode tentar por vias judiciais. Mas emissão de passagem com milhas em cia. parceira é sempre essa tranqueira em qualquer programa de milhagem -- uma cia. fica empurrando o problema para a outra. A disponibilidade de assento PARA EMISSÃO COM MILHAS, e para emissão com milhas por cia. parceira, é diferente da simples disponibilidade de assento .

ANDERSON
ANDERSONPermalinkResponder

Muito Obrigado.. Vou em Maio também.. Torcendo pra que meus Voos não sejam alterados.

Maryanne
MaryannePermalinkResponder

Cheguei em Paris no dia 24/3, dois dias depois da primeira greve e estava tudo funcionando super bem. Tive sorte e saí na manhã do dia da segunda greve, que foi 2 abril, a partir das 18 hs.Peguei trem no dia 1 e avião no dia 2 de manhã. Não tive problema, mas foi bem mais tenso.

Milene
MilenePermalinkResponder

Em 08/abril fui de Londres a Paris de Eurostar. Não recebi nenhum aviso, mas meu trem havia sido cancelado. Soube porque consultei após ver as notícias sobre a greve. Só é possível saber se seu trem será ou não cancelado após as 17h do dia anterior à sua viagem e pelo site já é possível remarcar sua passagem sem dificuldades ou custos extras. Precisei alterei apenas o horário da viagem, adiantando em 2h.

Já em Paris, utilizei metro todos os dias entre 08 e 17 de abril. Em alguns dias, em decorrência das paralisações, os metrôs ficaram muito mais cheios, mas funcionaram. Em um dia vi muitos franceses chegarem até a estação e saírem, mas por não saber como me deslocar de ônibus, decidi esperar. Apesar de demorar mais e ficar mais lotado, usei o metro e cheguei so meu destino.

Fui de Paris a Versalhes com o trem suburbano (RER) em um dia de paralização (11/abril). Demorou um pouco mais, mas consegui fazer minha rota sem grandes problemas. Nem lotado estava.

Se vc estiver com tempo, paciência e não se importar em esperar um pouco mais ou pegar metros mais cheios, a greve vai te atrapalhar pouco.

Minha viagem foi ótima, mesmo com a greve.

Thiago
ThiagoPermalinkResponder

Olá!

Eu comprei passagens de trem, pela Rail Europe, para ir de Paris a Lyon no dia 13/05. Considerando que esse dia será afetado pela greve, qual o melhor a fazer? No caso de o meu trem não operar, há a possibilidade de a companhia remarcar a minha viagem para outro horário na mesma data? Para mim, é muito importante viajar nesse dia, pois já tenho hotéis reservados.

Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thiago! Na mesma data será difícil, uma loteria, porque depende de haver algum trem operando na rota e haverá todos os outros passageiros a acomodar também. Você pode remarcar para um dia sem greve sem custo ou pedir reembolso e comprar uma passagem de ônibus ou avião.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar