Greves na França: ferroviários têm datas até junho; Air France (por enquanto) sem novas datas de greve programadas

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

França greve Air France trens

Se você tem planos de viajar à França nesse semestre, prepare-se para passar perrengues decorrentes de dois movimentos grevistas. Funcionários da Air France exigem um aumento de 6% e, por isso, têm programado greves curtas de dois dias por vez. Já os funcionários da cia. ferroviária SNCF protestam contra a diminuição dos direitos para novos trabalhadores anunciada pelo presidente Macron.

Veja detalhes das greves da Air France e da SNCF e como podem ter impacto na sua viagem.

  • Greves da Air France

Os últimos dias parados da Air France foram em maio de 2018. Em junho uma ameaça de greve chegou a ser anunciada para o fim do mês, mas foi suspensa (veja aqui).

Caso haja novos movimentos de greve decretados, atualizaremos a informação neste post.

Em caso de greve, como fico sabendo que meu vôo está mesmo cancelado?

Quando um vôo é cancelado, a cia. entra em contato por SMS ou e-mail com o passageiro. A Air France recomenda que todos os clientes atualizem as suas informações de perfil para que os avisos cheguem corretamente.

No dia da viagem, confira em "Minhas reservas" no site da Air France o status do seu vôo.

O que a Air France oferece?

Se você tem vôo marcado pela Air France para um dia de greve, pode remarcar seu vôo para outro dia gratuitamente, sem multa nem pagamento de diferença tarifária.

Pode também cancelar a viagem e ficar com um voucher do mesmo valor para usar em até um ano.

Infelizmente, a cia. só reembolsa vôos efetivamente cancelados -- coisa que você só saberá na véspera ou no próprio dia da viagem.

Veja a página do site da Air France sobre a greve (se a página não tiver conteúdo, é porque não há nenhuma greve anunciada).

  • Greves dos ferroviários em abril, maio e junho/2018

Vai ser complicado viajar de trem pela França neste semestre. A greve de protesto dos ferroviários vai se estender pelo menos até junho.

Neste período -- que começou em 3 de abril -- os ferroviários programaram trabalhar 3 dias e então parar 2 dias, sucessivamente, até 28 de junho.

Estes são os dias previstos de paralisação:

Abril

  • 18 e 19 (quarta e quinta)
  • 23 e 24 (segunda e terça)
  • 28 e 29 (sábado e domingo)

Maio

  • 3 e 4 (quinta e sexta)
  • 8 e 9 (terça e quarta)
  • 13 e 14 (domingo e segunda)
  • 18 e 19 (sexta e sábado)
  • 23 e 24 (quarta e quinta)
  • 28 e 29 (segunda e terça)

Junho

  • 2 e 3 (sábado e domingo)
  • 7 e 8 (quinta e sexta)
  • 12 e 13 (terça e quarta)
  • 17 e 18 (domingo e segunda)
  • 22 e 23 (sexta e sábado)
  • 27 e 28 (quarta e quinta)

Todos os trens são cancelados nos dias de greve?

Não, mas a diminuição de trens operando é drástica. Nos dias de paralisação de abril, apenas 30% dos trens funcionaram.

Como fico sabendo se meu trem vai operar?

A partir das 17h da véspera, o site da SNCF pode ser consultado para saber se um trem vai operar. É preciso ter o número do trem para fazer a consulta.

Remarcações de viagens previstas para os dias de greve podem ser feitas sem custo.

A greve atrapalha Paris?

Atrapalha, sim, porque o trem suburbano RER faz parte da rede da SNCF. Em dias de greve, as linhas do RER mantêm entre 20% e 50% das operações.

o metrô funciona normalmente (é operado por outra cia., a RATP).

Como fica o acesso aos aeroportos nos dias de greve dos ferroviários?

Táxi, Uber, LeBus Direct, OrlyBus e RoissyBus funcionam normalmente nos dias de greve dos ferroviários.

Veja as alternativas para chegar e sair dos aeroportos neste post.

Como fica o acesso a Versalhes nos dias de greve dos ferroviários?

Vá de metrô até a estação Pont de Sèvres (ponto final da linha 9) e pegue o ônibus 171.

Como fica o acesso à Disneyland Paris nos dias de greve dos ferroviários?

A linha RER A, que serve a Disneyland Paris, é operada pela RATP e não tem aderido à greve.

Mas se você não quiser arriscar, pode usar o shuttle Disneyland Express, que inclui o ingresso no preço do traslado.

Thalys e Eurostar estão funcionando?

Não há greve entre funcionários do Thalys (que liga Paris a Bruxelas e Amsterdã) e do Eurostar (que liga Paris a Londres). Em teoria, todos os trens estão operando.

Na prática, porém, alguns trens têm sido cancelados, sobretudo na rota do Eurostar, por problemas causados por grevistas da SNCF.

Leia mais:

107 comentários

Carol Borba
Carol BorbaPermalinkResponder

Olá Bóia!
Tirando o RER B, há alguma outra forma de chegar, por transporte público, à Garde Du Nord vindo do aeroporto CDG ? Chego no aeroporto de Paris num dia de greve e minha ideia é já pegar um trem para Amsterdam no mesmo dia. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carol! Os ônibus funcionam.

https://www.viajenaviagem.com/2013/02/paris-chegada-aeroporto-cdg-orly-beauvais-vatry/

Pegue o Le Bus Direct à Torre Eiffel e pare em Porte Maillot. Lá você vai pegar a linha 1 do metrô direção Château de Vincennes e parar em Châtelet. Em Châtelet você pega a linha 4 direção Porte de Clignancourt e pára na Gare du Nord.

Mas veja: se o seu destino inicial era Amsterdã, não há a menor razão de você ter comprado uma passagem para Paris... a mesma cia. que leva você a Paris teria levado a Amsterdã, por uma tarifa igual ou mesmo inferior. Se o seu destino inicial fosse Fortaleza, você compraria uma passagem de ida e volta a Natal?

Veja e use na próxima viagem:
https://www.viajenaviagem.com/2018/04/passagens-aereas-erros/

Paulo Almeida
Paulo AlmeidaPermalinkResponder

Meu vôo Roma - AMS acabou de ser cancelado pela KLM.

Viviane
VivianePermalinkResponder

Bom dia!
Agradeço pelo post sobre a greve ferroviária na França. Foi por este canal que tomei conhecimento.
Tinha passagens compradas com antecedência para o dia 04/05 - Paris x Aix-en-provence para as 13:37. 1a classe (peguei uma oferta) e ia dar certinho com o horário do check in no hotel e não precisaria levanta cedo e etc. Afinal estou em férias.
Três dias antes a SNCF fez contato por e-mail dando a opção de transferir ou cancelar a passagem com reembolso.
*Importante: o e-mail estava redigido em inglês e francês e só na edição em francês se falava em reembolso. Usei o Google tradutor.
Escolhi a transferência e consegui trocar as passagens para o dia 04 mesmo só que na segunda classe e bemmmm mais cedo - 7:30. Entendi então que a greve não para todos os trens mas, um percentual deles.
O sistema é automático e avisa: se o trecho aparecer na pesquisa pode comprar pois já está confirmada a saída do trem.
Selecionado e confirmado o novo trecho automaticamente já assume o valor do trecho anterior e não são geradas quaisquer cobranças adicionais.
Bom. No dia quatro chego às estação gare de Lyon e tudo transcorre normalmente: bastante funcionários, nada de piquetes ou protestos, ou gente reclamando passagens.
A greve mudou bastante minha programação mas não impediu que eu seguisse viagem.
Deixo aí meu relato na intenção de contribuir com outros viajantes em situação semelhante.

Lara Costa
Lara CostaPermalinkResponder

Boa tarde! Estava com passagens compradas para toda família de Barcelona/Paris ida e volta, dias 04/05/2018 e 08/05/2018, inclusive uma idosa de 82 anos e 2 crianças.Também recebi e-mail da SNCF informando da possibilidade de reembolso se não quisesse viajar em dia de greve. Fiquei com receio de viajar e submeter minha família a possível situação de caos, por isso desisti, mas até o momento a raileurope, por meio da qual comprei as passagens, não reconheceu essa possibilidade. Estou aguardando resposta deles e postarei aqui os desdobramentos. Se alguém tiver alguma sugestão de a quem devo procurar, agradeço ajuda!

Viviane
VivianePermalinkResponder

Bom dia!
Agradeço pela dica do ônibus 171, sim, ele leva mais tempo, mas deixa exatamente em frente ao palácio, o que foi utilissimo já que no grupo tinha pessoas mais idosas e com dificuldades para andar. Já tinha ido de trem e é uma boa caminhada.
O ônibus te ajuda a economizar os passinhos a serem gastos nos jardins e no palácio.
Abraços

Flavio
FlavioPermalinkResponder

Olá! Pegue uma van DA super Shuttle por 36 €. Unico inconveniente é wue leva outros passageiros mas é opção menos custosa que taxi.

Anderson
AndersonPermalinkResponder

Por favor, alguem sabe informar se nos dias previstos a greve também afeta os trens TGV Lyria de Paris para a Suíça (Zurique)?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Anderson! Afeta sim.

Carol Borba
Carol BorbaPermalinkResponder

Obrigada Bóia! Concordo! É sempre melhor chegar no local final. Maaas a passagem foi por milhas na promoção, então não tinha muita opção. smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carol! O barato pode sair caro. Passagem com milha, mais do que qualquer outra, a gente tem que tirar para o destino final. A quantidade de despesa (e perrengue) que você gera por emitir uma passagem baratinha para o destino errado acaba comendo boa parte da economia que você acha que está fazendo. A promoção sai pela culatra.

Cesar Silva
Cesar SilvaPermalinkResponder

Bom dia. Ouço sempre suas dicas na radio. Gostaria de saber sua opinião sobre ir ou não para Paris. Minha viagem esta marcada para amanhã inicio da greve dos controladores de voo. Qual o melhor e o pior cenário? Ir e não descer em Paris, mas os voos vão para outro país? Se descer lá ok. E a volta uma semana depois? A greve acaba rápido sempre? Vou preparado pra dormir no aeroporto?
Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cesar! Quem responde é A Bóia. A greve está prevista apenas para os aeroportos de Orly, Marselha e Lyon. Não afeta o CDG. E só tem previsão de ocorrer no dia 22.

https://www.airfrance.fr/FR/en/common/page_flottante/hp/news-air-traffic-air-france.htm

Camila
CamilaPermalinkResponder

Olá, tenho passagem de trem para o dia 07/06 para Londres. Sabes informar se a greve está afetando as linhas Eurostar?
Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camila! As estações ficam tumultuadas nos dias de greve, mas em princípio os Eurostar funcionam.

Os eventuais cancelamentos são informados nesta página:
https://www.eurostar.com/uk-en/disruption/service-information

Pedro
PedroPermalinkResponder

Puxa, minhas datas forum afetadas pela greve deste fim de mes. Mas pelo menos a gente fica sabendo que vai acontecer e se prepara.

Thaís
ThaísPermalinkResponder

Olá! Vocês já têm alguma informação sobre o mês de junho? Não encontrei nada no site. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thaís! Da parte dos funcionários da Air France ainda não há nenhuma greve programada para junho. A dos ferroviários continua valendo.

Beto
BetoPermalinkResponder

Há um pré-aviso de greve na Air France entre 23 e 26 de junho, mas ainda não está confirmada.

http://www.lepoint.fr/economie/air-france-la-cfdt-critique-le-nouvel-appel-a-la-greve-des-pilotes-11-06-2018-2225956_28.php

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Beto!

A ameaça de greve não chegou a constar do site da Air France. Já foi descartada:
https://www.reuters.com/article/us-air-france-klm-unions-strike/air-france-unions-suspend-four-day-strike-from-june-23-idUSKBN1JE2GF

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar