Coronavírus: cias. aéreas brasileiras agora remarcam passagens sem diferença tarifária

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Rio de Janeiro como chegar - Ilha Fiscal

Remarcação de passagens aéreas sem diferença tarifária

Quinta-feira passada, 19 de março, eu disse na BandnewsFM e no Twitter que o pacote governamental de ajuda às cias. aéreas era injusto com os consumidores porque não previa nenhuma possibilidade de remarcação de passagens sem cobrança de diferença tarifária.

Remarcação de passagens aéreas sem diferença tarifária

Felizmente, já na sexta-feira dia 20 de março um entendimento entre a Associaçao Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), o Ministério Público Federal e a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacom), resultou num Termo de Ajuste de Conduta que passou a oferecer essa opção ao passageiro.

Se você comprou passagem aérea nacional ou internacional de uma cia. aérea brasileira -- Azul, Gol, Latam, MAP ou VoePass (antiga Passaredo) -- para viajar até 30 de junho, você tem direito a remarcar o mesmo trecho uma única vez sem pagar multa ou diferença tarifária.

A remarcação vale para datas até 1 ano contando da data de compra da passagem, não da data do vôo. Ou seja: se você comprou sua passagem dia 29 de janeiro de 2020 para voar dia 10 de junho de 2020, teria até 28 de janeiro de 2021 para voar.

Mas com um detalhe: quem comprou passagem para datas de baixa temporada só vai poder remarcar sem diferença tarifária em outras datas de baixa temporada. É justo.

Explicando melhor: se você tinha passagem para viajar em datas de março, abril, maio ou junho fora de feriados, não vai poder remarcar para voar em feriadões ou meses de férias escolares, como julho, dezembro e janeiro -- a não ser que tope pagar a diferença tarifária.

Mas se você comprou passagem para alta temporada -- os feriadões de Páscoa, Tiradentes, São Jorge, 1º de Maio ou Corpus Christi --, vai poder remarcar a sua passagem sem diferença tarifária pra qualquer data, desde que seja no mesmo trecho e que a viagem ocorra até 1 ano contando da data em que você comprou a passagem.

Mas anteção: o esquema não é válido para passagens emitidas para vôos em code-share ou de cias. parceiras, seja com dinheiro, seja com milhas. Nesse caso, você deverá optar pelo crédito ou reembolso.

Outras opções

Além de remarcar a passagem, você tem outras duas opções:

Ficar com o crédito

Você pode optar por não remarcar a passagem, simplesmente ficando com o crédito integral para viajar mais adiante. Nesse caso, o crédito será válido para datas até 1 ano contando da data original do vôo. Ou seja: se você comprou sua passagem dia 29 de janeiro de 2020 para voar dia 10 de junho de 2020, teria até 9 de junho de 2021 para voar.

Nesse caso, você pode usar o seu crédito para qualquer trecho, não precisa ser o trecho da sua passagem original. Mas, havendo diferença tarifária, você terá que pagar.

Solicitar o reembolso

Se não quiser remarcar a passagem nem ficar com o crédito, você pode pedir reembolso. Mas a MP do governo permite que as cias. aéreas façam a devolução em até 1 ano depois da solitação, sem correção monetária. Pode haver também a cobrança de multa de acordo com as condições tarifárias.

Qual é a melhor opção?

Qual alternativa escolher? Depende da sua situação.

Tem certeza de que vai poder viajar numa nova data? Remarque

Se você continua querendo viajar para o mesmo destino da passagem original e já tem uma data garantida em que vai poder viajar, remarque. Lembre-se que só será permitida uma única remarcação.

Quer alterar o destino ou não sabe quando vai viajar? Fique com o crédito

Ficar com o crédito funciona como uma poupança para quando você quiser viajar de novo, não importa para onde. Mas se a nova passagem for mais cara do que você pagou, você precisará pagar a diferença.

Comprou sua passagem com muita antecedência? Ficar com o reembolso pode ser melhor

A remarcação sem diferença tarifária é possível para até 1 ano depois da data da compra. Se você comprou sua passagem há muito tempo, vai ter poucas datas disponíveis para remarcar. Por exemplo: quem comprou passagem em 4 de maio de 2019 para viajar em 3 de abril de 2020 só vai poder remarcar para voar até 3 de maio de 2020. Mas se pedir crédito, vai ter até 2 de abril de 2021 para voar.

Não vai mais poder voar? Peça reembolso

Se a oportunidade de viajar era única e você não vê chance de voar nos próximos 12 meses (nem mesmo sem diferença tarifária, que dirá tendo que pagar extra), então peça o reembolso. Em algum momento o dinheiro vai pingar na sua conta.

Leia mais:

239 comentários

LEANDRO BRAGA
LEANDRO BRAGAPermalinkResponder

Comprei passagem com destino a Salvador, em fevereiro deste ano, para o carnaval de 2021, ou seja, com quase um ano de antecedência. Na época ainda não tínhamos casos confirmados de COVID-19 no Brasil. Porém, pela proporção que tomou a pandemia no país de lá pra cá, provavelmente não teremos o carnaval de 2021. Como devo proceder? Será que teria direito de remarcar data ou alterar o destino? Ou seria melhor crédito ou reembolso? Grato.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leandro! Se o seu vôo já foi cancelado, você pode pedir reembolso, mas a cia. aérea tem 1 ano para devolver. Se quiser remarcar para o mesmo destino em outra data, pode ver se a sua cia. aérea ou canal de compra está oferecendo isso para 2021. Se você pedir crédito, vai poder remarcar para outro destino em outra data.

Deborah Chagas

Bom dia!

Comprei minha passagem com destino a João Pessoa em novembro de 2019, para viajar em 30 de maio de 2020 com volta 08 de junho, porém estou tentando remarcar para março de 2021 e estão me cobrando 1.151,00 de diferença tarifária, isso é correto ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Deborah! Esse acordo da remarcação sem diferença tarifária vale para viagens até 1 ano depois da compra da passagem. A sua passagem vale só até novembro de 2020. De todo modo, acredito que a remarcação deveria ter sido feita no momento em que você desistiu do vôo ou que o vôo foi cancelado (não sei o que aconteceu). Se o que você pediu, ou o que te deram, foi um crédito no valor da passagem, esse crédito pode ser usado em qualquer vôo na mesma cia. aérea -- mas se houver diferença de tarifa, você acaba pagando.

Você também pode procurar o Procon e ver se pessoas na sua situação têm conseguido o que você quer com sucesso.

ROSANE ZINE
ROSANE ZINEPermalinkResponder

Boa tarde preciso tirar uma duvida se eu comprar uma passagem hj p novembro e nao conseguir viajar pelos acontecimentos da covid se eu remarcar vai ter reajuste no valor que ja paguei ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosane! Se o vôo for cancelado você tem direito a reembolso em até 12 meses ou crédito para usar na mesma cia. aérea, o que você preferir.

A MP de que fala o texto não está mais valendo.

Juarez Santana santos

Queria sabe só o vo de salvador destino à Guarulhos dia 26/08/2020 tá certo

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juarez! Entre no site da sua cia. aérea com o número do seu localizador.

Francine Santos

Oi, bom dia. Havia comprado uma passagem aérea pelo site da Decolar para o mês de julho. Devido ao coronavirus a viagem não ocorreu. Estou tentando cancelar e aparece uma mensagem informando um valor "aproximado" que a companhia aérea vai me reembolsar. Além disso, a mensagem diz que o reembolso ocorrerá no mesmo meio em que o pagamento foi feito.Como a Decolar intermediou a compra,tem uma taxa de cerca de 900 reais de serviços que não serão reembolsados.É a primeira vez que passo por uma situação dessas e estou sem entender. No site e aplicativo não há opção de cancelamento devido ao coronavirus, apenas os motivos padrões. Pode ser que o meu pedido seja recusado? Pode ser que a companhia aérea me reembolse menos do que eu paguei? Como eu paguei no cartão de crédito, esse reembolso será transformado em crédito no cartão ou vou poder sacar ou transferir o dinheiro?

Muito obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Francine! Pela última MP a Decolar tem 12 meses para fazer o reembolso. O reembolso tem que ser total e feito no seu cartão de crédito. Você ficará com crédito no cartão.

Patricia Monteiro

Olá! Compramos as passagens para uma competição de Futebol, 30 passagens.
Já remarquei o voo, porém agora vou ter que alterar novamente devido a pandemia. A empresa quer me cobrar um valor acima do que eu paguei em cada passagem. Não me informaram que poderia alterar apensar 1 vez sem custo. Devido a pandemia, não tem nada que nos ajude nessa remarcação?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! A remarcação sem custo depende da época em que você tenha comprado e a data prevista do primeiro vôo. Se o vôo não foi cancelado, você tem direito ao reembolso total, em até 12 meses. Qualquer coisa, peça auxílio ao Procon.

THIAGO PASCHOAL

Comprei uma passagem em 1/9/19 que não usei ficando como crédito por um ano, o que culminou ontem, mesmo eu tentando inúmeras vezes a remarcação, pois acabei nem me lembrando do prazo, pois na minha ideia o prazo era a data do voo...☹️ Consegui ser atendido as 24:45 quando fui passar o cartão para efetivar a diferença tarifária da nova passagem ele deu inválido pelo horário segundo a atendente. Ou seja, perdi a minha passagem, visto que passou de um ano, ou eu teria alguma chance de remarcação? O que devo fazer???

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thiago! Tente ajuda do Procon. Mas de fato, 0h45 já caracteriza o dia seguinte. O dia vai até as 23h59.

larice oliveira

Olá, compramos passagens para Foz do iguaçu, mas por conta da pandemia não fomos, as passagens ficaram pendentes e recebemos a informação da DECOLAR.COM que tinhamos a opção de alterar o destino e então resolvemos alterar para NATAL.

Temos o credito de R$: 2.000,00 na decolar porem quando vamos finalizar a alteração para natal estão nos cobrando 1.400,00 de diferença e não estão ´´descontando`` do nosso credito

Tentamos contato na decolar,mas infelizmente ninguem atende.

Poderia me ajudar ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Iarice! Como vocês mudaram o destino, pode haver cobrança de diferença tarifária, sim. Caso se sinta prejudicada e não consiga ser atendida, tente ajuda junto ao Procon ou acione por meio do Juizado de Pequenas Causas.

Priscila
PriscilaPermalinkResponder

Boa noite ;
Comprei um voo pela Decolar , com a cia Aerolìneas , entre Buenos Aires a Bariloche para alta temporada 23 de agosto , ouviamente tive que deixar esssas passagens em aberto para voar no ano que vem .Fui fazer uma simulação e estão me comprando uma taxa de didiferença da tarifa de $ 900 reais , sendo que é para mesma época do voo original e para o mesmo destino .Isso está correto ou essa taxa é abusiva?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Priscila! O acordo de não-cobrança de diferença tarifária foi feito entre as cias. aéreas brasileiras e a Anac. A Aerolíneas está fora. Você pode tentar ajuda com o Procon ou o Juizado de Pequenas Causas, mas em princípio a cobrança procede. Você também pode pedir reembolso, aí eles têm que devolver 100% do que você pagou, mas têm até 12 meses para o ressarcimento.

Elessandro Lemes

boa noite,
fiz uma compra em 3/12/19 para viajar em 22/04 a 29/04/20.
nessas condições eu consigo remarcar sem pagar diferença tarifária?
pq paguei na época em torno de 426 reais, mas pesquisando novas datas para tentar remarcar os preços na mesma cia (latam) estão por volta de 1.800 reais, um absurdo de diferença.
visto que comprei pela decolar.com (eles não atendem e não respondem os clientes) estou sem direção e sem informação a esse respeito.
obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elessandro! Você terá que fazer a remarcação ou pedir o reembolso pelos canais da Decolar. Se tiver dificuldades, pode tentar ajuda do Procon ou do Juizado de Pequenas Causas.

Antonio Carlos

Fiz a compra de 4 passagens em 02 julho, 2020 ida e volta para porto alegre, a ida a gol já mudou 3 x , e agora querem mudar o horário da volta, porém estão cobrando uma diferença de quase R$4.000,00 está certo isto?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Antonio Carlos! Se a mudança foi iniciativa da cia. aérea, não podem não.

Dayse
DaysePermalinkResponder

Comprei passagem pra Maceió que seria em maio/2020 e pra São Paulo em agosto/2020.
Ambos pela maximilhas.
Em razão da pandemia, pedi remarcação, pois sabia que ambos os eventos agendados seriam adiados por período de 1 ano.
Meu problema é que agora, quando tento adquirir nova passagem com o "crédito" que tenho na maximilhas, eles só disponibilizam passagem para os voos mais caros.
Se eu olhar no site uma passagem pra são Paulo, pra remarcação, aparece a 1.400 por exemplo.
Mas se eu olhar para comprar passagem na maximilhas para o mesmo dia, aparecem voos mais baratos.
Eles não estão dando opção de escolha.
Só empurrando os mais caros.
Podem fazer isso?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Dayse! Esses sites que trabalham com milhas não estão sujeitos ao acordo das cias. aéreas com o governo.

Você pode tentar uma solução via juizado de pequenas causas.

Denise Lacerda

Boa noite!
Sabem informar se a Azul já fez algum reembolso de voo cancelado por conta da pandemia após a MP que dá o prazo de 1 ano?
Comprei pela Decolar as passagens e lá eles informam que o meu pedido de reembolso foi aprovado pela Cia Aérea mas tem o prazo de até 12 meses...
Dúvida é quando é o prazo final destes 12 meses....

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Denise! O prazo é de 12 meses a partir do pedido de reembolso.

Giolana Mancini

Gostaria de comprar uma passagem aérea, agora, de Porto Alegre para o Rio de Janeiro para 29 de março/ 2021. Caso não possa, por conta do coronavirus, posso remarcar sem custo adicional? Qual o tempo que tenho para poder refazer a remarcação?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Giolana! Nesse momento valem as condições da tarifa que você escolher.

Edenir Maria Justo da Silva

Meu voo estava marcado para o dia 6 se setembro, quando fui comprar minha bagagem a companhia aérea me informou que meu vôo tinha sido cancelado ,logo em seguida a viagemnet me mandou um e-mail avisando que meu vôo tinha sido cancelado e que eu tinha um ano a partir do dia da compra,só quê tento ligar para o número quê eles informaram e ninguém atende,gostaria de saber como faço para marcar outra data de

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Edenir! Você comprou na Viajanet, foi isso? No site deles deve ter um lugar lá para você clicar e remarcar.

Priscila do Socorro de Oliveira

Quero o crédito da passagem que compre pro dia 10 de fevereiro de 2020 que era para o carnaval de Salvador

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Priscila! Você diz 2021, certo? Entre no canal onde você comprou sua passagem e verifique as suas opções.

Penha Eliane de Souza Freitas

Nao pude ir para Fernando de Noronha em Março de 2020.Devido a pandemia a minha passagem ja estava comprada empresa azul.Tenho direito de marcar outra data quando terminar essa pandemia ? Ganho a passagem que foi paga e nao pude ir por causa da pandemia? Aguardo resposta .Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Penha! Sim.

Daniele
DanielePermalinkResponder

No meu caso eu tinha uma passagem aérea marcada para abril/2020, como não pude ir por causa da pandemia solicitei alteração do voo para agosto/2020, porém a Cia aérea não disponibilizou o vôo por falta de demanda. Agora estipularam que eu devo viajar até o dia 30 de novembro/2020 para não pagar multa, mas estão me cobrando 1.600 reais de diferença tarifária. Isso é permitido? Em teoria seria minha "segunda" remarcação, mas na verdade a primeira alteração de vôo que eu havia solicitado não foi aceita pela CIA, então ela conta? Estou perdida mas achei um absurdo eu ter que pagar 1.600 reais de diferença tarifária para viajar dentro do prazo que eles mesmo estipularam.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniele! Você deve ter caído na diferença entre baixa temporada (abril) e alta temporada (dezembro e verão). Você pode tentar uma ajuda no Procon ou na Justiça de Pequenas Causas, mas o que a cia. aérea propõe está dentro do termo de ajuste.

Daniele
DanielePermalinkResponder

Qual é o número dessa mp?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniele!

A última MP é esta: https://www.camara.leg.br/noticias/646618-MP-CONCEDE-PRAZO-DE-12-MESES-PARA-COMPANHIA-AEREA-REEMBOLSAR-VIAGEM-CANCELADA

Mas o termo de ajuste é anterior a ela.

Jessica
JessicaPermalinkResponder

Oii estou com um dilema terrível, compramos 3 passagens aéreas com destino, Londres para passarmos natal e ano novo de 2020 lá .no total12 dias de viajem. Fiz a compra em 15 de fevereiro de 2020 pela CVC ( atualmente a Inglaterra está exigindo 14 dias de confinamento ) tenho a possibilidade de transformar o valor crédito ou remarcar ? Me ajuda estou desesperada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jessica! Você pode remarcar até o fim da validade da passagem, que deve ser 14 de fevereiro do ano que vem. Se for cia. estrangeira, você estará sujeita a diferença tarifária.

Você pode também solicitar o reembolso das passagens. A empresa terá então 12 meses a partir da data de solicitação para fazer esse reembolso.

Renata Aparecida Augusto

Meu voo pra Porto seguro tá certo pra eu ir dia 29 de setembro e minha volta pro dia 06 de Outubro foi cancelado o que devo fazer

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Entre no site em que você comprou e faça a remarcação.

CRISTIANE ESTANIA GUERRA

Olá ! Comprei minha pacote pela CVC em janeiro ,sendo que tivemos todo esse caus com a pandemia ,meu voo seria dia 17 de março no início do fechamento de todos os pontos turísticos do Brasil ! Fomos no dia da viajem pedir o adianto do voo ,até aí tudo bem ! Agora tentando usufruir desse bem que foi pago com muito sacrifício a companhia aérea disse que perdoe ia voos e só me restaram a hospedagem e o passeio . O que devo fazer ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristiane! Você pode recorrer ao Procon e ao Juizado de Pequenas Causas.

JOSÉ ERONILDO COSTA

Comprei duas passagens de São Paulo para Curitiba que eram para o dia 05 de julho 2020 pela Trip.com na companhia AZUL. Antes da data do voo avisei que não iriamos viajar por conta do corona, eles me informaram via e-mail que qualdo eu fosse fazer a viagem para solicitar novo bilhete. Agora defini a data da viagem porem eles dizem que a AZUL esta cobrando uma multa de R$ 150,00 por passagem, então é melhor eu desistir e comprar novas passagens. Isso está correto, perdi minhas passagens?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José! Acredito que você teria se beneficiado da remarcação sem custo se tivesse remarcado a passagem de uma vez. Como você pediu crédito, pode haver cobrança de diferença tarifária. Mas você pode tentar ajuda do Procon ou do juizado de Pequenas Causas.

Jéssica
JéssicaPermalinkResponder

Olá! Tenho uma dúvida sobre a utilização de créditos: é possível comprar "picado"? Tipo duas ou três viagens até somar o valor dos créditos? (no meu caso, seria pala GOL)
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jéssica! Pode usar picado, sim.

Adoran Vieira Da Silva

Gostaria de pedir o reembolso das passagens como faço, pois não estou conseguindo por telefone

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Adoran! Não consegue via site?

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Ola, eu estou tentando remarcar a viagem mais eles estão querendo me cobrar uma tarifa diferente

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Se o bilhete original era para baixa temporada e você está querendo remarcar para alta temporada, eles podem.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar