É Flórida | #ViajandoNasNotícias

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

O que fazer em Orlando

Por mais que tente, o Brasil será no máximo vice-campeão da irresponsabilidade durante a pandemia. O título já foi conquistado, por antecipação, pelos Estados Unidos.

Por aqui, a abertura de alguns destinos antes da curva de contágio apontar para baixo já foi um espanto.

A Flórida, porém, está levando o experimento às últimas consequências. O complexo Disney, em Orlando, reabriu exatamente no dia em que o estado registrou o pico de novos casos.

Tomara que os protocolos -- uso de máscara, distanciamento social, filas virtuais, reconfiguração das paradas -- evitem que os parques se tornem um foco de contágio.

Mas como garantir o comportamento de todo esse público fora do espaço vigiado da Disney? E por que movimentar viajantes numa hora dessas?

Se isso serve de consolo: este é um ótimo momento para não poder viajar à Flórida.

Publicado em 13/7/2020

Leia todos os textos da Quarentena VNV aqui.

Nenhum comentário, deixe o primeiro!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar